terça-feira, outubro 19, 2004

Dilema distinto e complementar tem Portugal e a Alemanha e quando assim é, quando nenhuma das partes sózinha, pode garantir ou providenciar a solução, a solução poderá passar nas vezes, por uma terceira via.

Razão tem Portugal ao dizer que não são os que menos tem que mais podem ou devem contribuir e ambos estão sujeitos às mesmas regras de compromisso com os deficits.

Razão tem a Alemanha ao dizer, que não pode contribuir com mais, sob pena de não poder cumprir pelo seu lado o acordo.

Das duas umas, ou acordam os Países em tentar alterar as regras do jogo comunitário, ou inventam novas formas de financiamento, sem ser por contribuições directas dos seus orçamentos, que seus cidadãos possam aceitar, mesmo em tempos de tantas dificuldades.
Pois parece que ambos acordam na necessidade de ter mais dinheiro para a comunidade e para o mundo, espero eu de que.