quinta-feira, agosto 02, 2007

mais um dia passou e nenhuma resposta tive aos mails, em verdade verdadeira verdadinha parecem ser mesmo miragens de verão, assim sendo se lhes espetar uma faca, mal não farei, é só miragem que existem a brincar a existências inexistentes

ah amada estou com soninhos, a pé desde as quatro da madrugada, vou dormir um bocadinho, depois vou ver se não me esqueço de afiar as facas mais um pedaço

ah américa, nesta negra hora, onde a contagem ia em quatro falecidos e sesenta feridos e sendo que as crianças do autocarro amarelo todas se salvaram, o meu colinho e meu consolo e na esperança e no fervor que os feridos rapidamente todos se componham

z no cfe do ft
os três rapazes, na moldura do quadro nos passos do conselho, o fernandes, o salgado e o costa, o nono, o décimo e o decimo primeiro grau, digam-me lá se a ordem dos graus está certa com a dos nomes?

Ah Amada nesta história com em todas as histórias do espirito que habita a alma do mundo, vivem os pássaros

e existe aqui como em outros lugares do uno lugar diversos, de diversas familias com diversos trinados e trejeitos e forma de belo voar

meus senhores, falam da carta ou do livro na cadeira sentado das ilhas britânicas?

é que tambem eu tenhos umas cartas inglesas comigo que irei em breve aqui publicar e vos ouvi e espirito dizer que tem cópias dos meus diários, concerteza que sim, não fossem tortos o sufeciente para mandar espiar, assim se tentam safar as aves que voam mais baixo, pois as que voam alto, tem melhores olhos, mas sou eu o cego, não é...

não me enderecou necessáriamente o espirito este dizer de vós, a vós e qundo vos vejo a sorrir e em quito quietude olhar, até me convenço que não será essa a porveniência, e contudo não desdita isto o ouvido

são livres amados para fazerem o que quiserem, se quiserem voar tortos, façam o favor, o provavel é cairem, mas a opção será sempre vossa, que outra conversa se poderia ter com mandantes de espiões?

mais belas são as andorinhas

tive uma sequencia de sonhos muito desveladora, num deles apareceu-me um homem nu comembrulhado numa grande toalha branca com as costas à mostra, vi-lhe a traseira, em forma neutral, depois apercebi-me qe era ele que me tinha roubado o filho, um a quem em noite recente ouvi pelo espirito dizer, vivo à tu contaa à mais de uma decada e agor até te roubei a namorada e eu nem sei que namorada falava ele, pois trago eu só uma senhora am amor e nem sei quem é ao perto pertinho, par grande pena minha

e depois vi uma face do hommem e vi escondido entre seus lençois um grande faca de prata, era o home da faca de prata, como poderia ser de outro jeito, se já trás em si tanto mal feito!

e aqui escrevi me recente texto de um homem que escreve para outro, de nome socrates e em outro dia olhava a foto de um homem tambem com pouco cabelo, distinto do que vi na cama que se calhar tambem terá uma faca, quem não tem uma nos dias de hoje, nos faqueiros da sua casa

o homem vai e depois chega, quando chega ocupa duas páginas inteiras aos fragmentos pós modernos, ou de pretensão pós moderna e eu leio aquilo e quase que fico enjoado, e imagino que outros mais tambem,em tempo recente, chegoue ficou uma semana inteira depois e vai, que terás outras ocupações, como escrever e fazer de treinador de outro ou ocupar-se de ciências de analise grupal assentes em visão de conhecimento parcial, que à mim sempre me pareceram se terem enfiado num gueto quase no inico do seculo passado, mas que são uteis em sua parte, isto tambem eu o sei, e se me enjoa, não é mau por isso, só talvez desperdicio, é o que sinto quando acabo de ler aquelas duas páginas, que as arvores se sacrificaram um pouco em vão, mas tambem há muitos outros desperdicios e contudo, não são bons de existirem.

o homem terá estatuto especial, para assim chegar e parir e de nas vezes ficar por mais tempo, uma intermitência que conta uma outra presença fora dali.

em dia recente fiquei a olhar a face dele com algumn tempo e vi no nariz e em seus lábios o gavião

a mim parece-me que ele mora perto de mim, como um quase irmão e se assim for, desde que se apresente, por mim nada contra, tudo a favor, desde que não o veja a espetar
outro ou outros,coisa que nem mesmo sei se faz.

o homem que escreve para o outro se alimenta ainda de outra fonte, de outro homem, mas o fonte é aberta e comum e desde que não haja insutiça tdo bem, pois odos somos agua, todos dela necessitamos

o homem do sonho era o miguel, mas seu nome de familia o desvelarei quando aqui pblicar a história em sua forma completa.

Ah Amada, duas no cravo ou mesmo três e por vezes nenhuma mesmo na ferradura

a europa, a europa monta o dorso do touro, mas às vezes parece esquecer-se que ela e o touro e os campos e a arvores e o corpo e a alma são um e depois cada arvore, se vê a sim mesma, se esquece do parceiro, se cega e se torna autofágica, e todas as arvores fazem e são a mesma floresta.

ah Amada, a Mãe chora muito e o Pai fica zangado com os filhos quando os vê a arreliar a Mãe

e é sempre uma chatice quando a Mãe fica triste o Pai chateado

e um pássaro lhes disse há mais de um verão, organizem um carrosel comum de combate oas fogos com meios aereos no sul e no centro e norte façam o mesmo para os males do ceu e do frio e nada se passou, e ainda o verão vai a meio, e já mais do que no ano anterior ardeu, a Mãe e o Pai choram e mesmo gritam, como quando eu ou tu nos queimamos, o corpo é o mesmo, e sendo o mesmo, um mesmo se passa, em qualquer arvore ou floresta tomada.

no mesa do mundo uma coisa boa se acordou pela primeira vez, uma força conjunta das da onu e de africa vai para o darfur, a ver se se faz a paz e se salvam aquelas gentes que tem sido abandonada à sua negra falta de sorte

os c 130 das forças aereas e equivalentes podem com kits que existem para o efeito resolver ou ajudar a resolver o problema, e se não temos mais guerras do que a exisem, isto é havendo meios e homens disponiveis, porque não se organizam ainda para o reto que falta do verão, façam a aguerra aos fogos, que sempre é melhor do que guerrear com balas e bombas.

cansa-me estar a repetir-me, ah amada, repetir, só mesmo e sempre dizer-te que muito te amo e te quero e mostrar-te de todas as formas para além das palavras, que a doce imaginação do amor e da arte do amor prouver

ouvi o presidente de mocambique a falar, e perguntava ele para que queriamos nós os europeus ir julgar nos paises africanos, que eles lá tinha os seus jeitos de julgar e as suas instituições e verdade é que muito fácil é criticar o alheio, mais facil que corrigir o nosso, que moralidade tem ou trás portugal para criticar qualquer país que seja ou regime, se a falta de liberdade, de justiça e de dignidade é moeda infeliz e corrente, pois estas questões não se comparam ao peso nem aos metros ou as polegadas.

e dizia ele que as suas formas de viver, de analizar, de averiguar são distintas das nossas e meia verdade tem no que diz, pois tambem é verdade que as traves do direito nos paises que outrora foram colonizados, são na sua essência semelhantes
e sendo estes dois lados da mesma moeda, razão tem ele, eu não quero ir ninguem em seu país julgar

mas tambem não quero que a ajuda seja destruida, que quem ajuda seja morto por não ter protecção adequada ou porque as situações com as armas são nalguns paises de africa muito volateis

e nem é este o caso em moçambique, creio eu que lá estive em final de noventa e vi, que houvera uma ajuda, que fora destruida depois na segunda guerra civil e vi que tambem não havia tiros de armas de fogo nas aldeias dos macondes e que assim , pela justas proibição, uma vez um menino morreu porque um leão o mordeu, se houvesse uma, se calhar não, mas assim é o preço enquanto os homens e seus irmãos não souberem viver em paz, haverá o dia, seguro estou, quando no vaso reinar mais a paz, apaz em tudo, em todas as formas de viver, sendo que a dos macondes, é das mais harmoniosas com a a natureza que eu conheço e tambem ouvi em maputo pela noite alta ainda nesse tempo, rajadas de metralha ligeira.

a via está no meio, no meio dos dois lados, ajudar como bem disse a plantar e actuar conjuntamente como agora se vai fazer em darfur,e criara condições para que os crimes contra a humanidade não se possam mais dar, porque quem nas vezes os faz pensa deles sair impunes, mesmo que isso implique a presença de tribunais mundiais que poderão ser feitos da mesma forma, com africa e com as africanos, tambe, como na agora força conjunta que se fez e a todo os meus parabens por ter sido feita, em vez de sanções a ajuda e o ajudar


razão tem o presidente quando diz que o melhor é mesmo ajudar-nos a eles a plantar, a plantar, a tratar, a cuidar do muito que em africa é necessário e de mesmo jetio ou forma a europa em vez de em muitas vezes, deixar os refugiados morrer no mar em suas casquinhas de noz, os acolher, e com eles fazer trato de cultivar as terras,delas cuidar, porque para cultivar é necessário delas tratar, plantar é tratar, e a Mãe fica sempre muito contente quando lhe fazem festinhas na pele e assim se combate a desertificação e o corpo bem tratado vivifica, e que se imagine tratos bem tratados, que parte das colheitas vá para africa, e não esquecei que ainda não se reolveu o problema da produção agricola e dos acordos entre os dois lados do altantico e que enqaunto isto não se fizerem e se reduzir a produção quando há fome no mundo e se lutar por subsidios aqui e acola, uns contra os outros, se caminha em forma errada e certa para o abismo e o problema da distibuição é duplo, por um lado o que se produz, por outro a renda, e todos necessitam de dinheiro para viver, portanto isto so se resolve a bom termo e em mode real quando se equacionarem estes lados da mesma equação e para isso a europa, cada um que cá vive, tem que pensar se quer continuara aensar na sua fronteira e para ela ou se quer pensar num todo do seu espaço e do mundo, assumindo as suas traições, o seu muito saber e tornar-se motor de desenvolvimento e de paz no uno mundo, ajudando a quem ainda não tem, porque menos sabe ou porque o acumulado assim até agora ditou

só olhando pensando seriamente estas questões da alimentação no seu todo e estruturadas na trave correcta do coração e vendo seu inteiro tamanho e necessidade é que se darão passos certos e seguros, porque a questão é esta se por exemplos, as gentes da terra de frança perderem no caminho, seus rendimentoss ou os virem diminuir, ou os pescadores das sardinhas aqui ficarem mais pobres do que já estão com os abates, haverá sempre pequenas guerrinhas, que todas somadas serão entropia necessária e bastante para que o que de bom se vai fazendo não seja o bastante e se os pescadores não podem pescar masi no mar, que se plantem, os peixes masis nos rios e nas albufeiras, ou seja, é preciso ser criativo e não perder o norte que neste caso será sempre saber quantos peixes todos, sublinho o todos, necessitam por dia, depois multiplica-se pelos dias dos anos e se faz um plano global para aprencher as necessidades, nada de trasncendente para qualquer gestor, se calhar para alguns politicos profissionais, talvez, um simples mercieiro o sabe fazer e o faz na sua mercearia para os seus poucos clientes e se mesmo assim não der que se invente uma forma de os fazer nascer nas arvores ou no céu, pois tudo é o céu, o céu é aqui, o inferno tambem quando o fazemos por nossas mãos

e olho ceuta e olho gibraltar e olho as maldivas e olhos todo so requicios de todos os colonialismos e me pergunto e a todos pergunto , em qu século estamos vivendo, esquecemo-nos porventura de corrigir o que é de corrigir e enterrar de vez o passado e mostrar ao mundo a vontade e mais do que a vonatde o acto de mudança, semeando e colhendo a semente e o capital da nova boa vontade e do bom exemplo e da boa prática e dos respeito do alheio quanto ele o é, e do sereno coração que se obtem quando bem se age, quando se corrige aquilo que se sabe mal feito e que custa e que trás as gentes agastadas e que às vezes mesmo guerras faz estoirar?

e pergunto a todos, os europeus e os ilhéus, perderiamos alguam coisa se essas terras passasem de novo para quem as tinha?

não teremos a inteligência de fazer acordos de soberania que perservem o que de cada um e de comum lá existe nalguns casos à seculos?

haverá me verdade, verdadinha verdadeira, algum obstaculo para que assim não aconteça, para que isto não se possa assim fazer?

e não ganhariamos todos e não se daria um sinal dos novo vento do amor no mundo ao mundo?

e sobre o iraque digo, que o relatío americano que apontou as falhas noque não se faz ou mal se fez é correcto, mas a responsabilidade é de todos e particularmente dos que lançaram a guerra e cada ves mais me parece que a solução será dividir o teritório pelas etnias, se todos assim concordarem.

e sobre as negociações ali ou noutro lado, porque algume pediu em tmpo maior clareza, o principio geral parece-me ser sempre o mesmo, paz só se assegura se não existirem fluxos irregulares de armas, quanto qualquer fluxo de armas é regular e para que assim aconteça, é sempre necessário enolver pelos menos todos os que fazem fronteira com um país onde assim mal as coisas não se passem, pois de outro modo, haverá sempre um buraco na agulha para elas entrar para alem do principio que agulhas e buracos costuma a senha das guerras e das violências e do mal sempre conseguir imaginar e fazer, mas será sempre diferente o resultado se todos a volta em firme se comprometerem e velarem cada um em seu lado, ou conjuntamente ou com a presença de terceiros mais neutro, pois neutralidade não existe nunca,com tal propósito e tal fim.

a américa digo, que não apreciei a solução de negociar com pacotes de armas, podem ser mais e melhor criativos, meter mais armas onde quer que seja, não é caminho certo nem seguro para assegurar qualquer paz nos dias futuros.

e todos do mundo, não se esqueaçam de que os governos aumentam as receitas em armanento em dois e meio por cento e a fome e as misérias não diminuiram em mesmo modo

e a todos oa amantea do mundo, digo e relembro,é preciso agir.

e ouço perguntarem-me como

aqui fica uma ideia que acabou de ser feita pela primeira vez, a roposito da eleição das maravilhas do mundo, eu não votei, pois para mim tudo é maravilhoso, e tal não desdita que concordasse com algusn dos resultados e outros não, mas o que importa perceber é que esta iniciativa foi a primeira votação directa das gentes do mundo sobre uma questão, e tal mecanismo deverá ser pelas organizações implementasdo para outras questões, reunindo e auscultando a opiniã das gentes todas que o quiserem e poderem, pois etas tectnologias não estão ainda acessiveis a todos,para todo o genero de questões

por exemplo, que preferes, aumentar em dois e meio por cento os custos com armas ou diminuir em 50% nos proximos três anos o numero de morte das crianças que morrem por fome?

ajam assim, pensando por vossa propria cabeça, que é o que sempre cada um faz e façam grandes eventos mundiais que amplifiquem a discussão e os resultados.

gostei de ouvir o candidato que disse que negociaria sem condições prévias, foi o primerio que o disse, bem haja por bem entender o que é uma negociação, e como se faz, para ser feita.

celebro israel por ter cumprido sua palavra, só nada sei se o soldado israelita foi já ou não libertado e muito feliz ficaria se o tivese sido ou assim acontecesse se ainda não aconteceu

desejo e voto e anseio à palestina e a israel e a todos os vizinhos e outros paises que podem ajudar e o estão a fazer e a rice a continuação do bom trabalho e que a paz definitivamente se faça e todos possam viver em paz.

ah amada tantas palavras adiadas dentro de mim para o mundo inteiro, mas tenho ainda que acabar as que trago.

aqui na terrinha, dizia o paulo teixeira pinto que melhor seria haver acordo antes de dia seis, ele pelas razões que apontou, eu pelas minhas direi um mesmo, passem para cá meu filho!!!!

curiosa fotografia na camra, a posição dos oclos da sua esposa no abraço ao antonio costa. os oculos que simbolizam a visão do corpo do antonio como piramide meio inclinada para o lado da espada, assim o é, para +ena minha , de todos e de tudos

rezei em outro dia em meu secreto para uma libertação que acabou por acontecer, assim a gradeço a quem o libertou, e oro aqui em aberto para que libertem tambem os sul coreanos, ou se faça a troca por mesmo numero de soldados, assim se faz sempre nas guerras, e ão morre para já ninguém, pois ao que sei os sul coreanos, são pessoas que estão lá a ajudar, não são nem guerreiros de balas nem espiões, são guerreiros de amor em amor, por isso alegrem o coração, libertem-nos ou troquem-nos, pois se a guerra continuar morrerão com forteprobabilidade em seguida aqueles que se guerreiam com armas na não, e na esperança sempre e para sempre da paz


Ah Amada Tanto Te Amo

quando chegas?

podias chegar assim à minha porta e fazer trús, trús, e eu abria a porta e olhava-te e sorria muito e dava-te a mão, poisava a minha na tua e convidava-te a entrar, ou então queres ir dançar, que é coisa que não faço há muito tempo?
pois o retracto por detrás do arquitecto manuel salgado e do antónio costa é um retrato de manuel fernandes tomás, 1771 a 1822 pintado pelo pintor romântico pré liberal, creio, josé rodrigues

o senhor fernandes tomás foi um dos protagonistas da disputa dentro do império pela igauldade entre portugal e o brasil à luz do mitigado liberalismo de influencia francesa, das maçonarias, e outras sociedades secretas e universidade de coimbra

ou da rack dos libers da astro argentum que em meu ver desde longa data terão ido parar a mãos alheias se não se tratou de pura invenção o que não é tambem uma hipotese a descurar de todo, em outro texto a publicar mais detalhe esta analise.

em www.arqnet.pt/dicionario/fernandestomas_m.html

me sairam aà vista e de forma complementar ao que hoje de manhã sobre este assunto publiquei, o seguinte,

encarnação como noem da mãe e bairro de lisboa, ao pé do aerporto, ota+1, que ontem sais no jornal duas paginas no dn

tomás, mauel, é tambem o nome de manuel tomas amaro da costa que comigo trabalhou, sobrinho de amaro da costa que morreu em camarate juntamente com sá carneiro, já analizado em alguma profundidade neste livro, encaranação no eixo de camarate onde o avião caiu

geografia,

coimbra, santa catarina com ressonância dupla, brasil e katrina, arganil,abrantes, templários,donde vinham os escuteiros que levaram um toque por detrás do carro azul mercedes, ou da estrela azul alemã,em cujas fotos se via duas coisas, a cave que ontem ardera na por tela com os cruzeiros templários, onde um carro fora feito churrasco, assim dizia por palavras suas, a proprietária na tv

na jante, da carrinha de prata virada na a25, salvo erro, uma gaivote, o desenho de uma asa, muito semelhante à parte da estrutura que hoje era visivel na capa do dn referente à queda da ponte no missisipi,

canones da lei, weel es ley ou le y 1808, be re serpente ford 1810 da da jo dos zs 1811


nomes,

o arquitecto manuel salgado, que está no eixo da pagina da carta caida no chão que espelha a queda da ponte, a forma excata em seu reverso de como ela ficou, numa das suas secções, a primeira a partir de um das margens, a que trás na geografia circundante, a indicação do grau

por cima dele a cadeira onde está o livro e ao lado o jóse tomaz

jose´ferreira borges relacionado com o tomaz no porto

josei silva cravalho e ferreira viana que com ele fizeram uma conferencia chamada de sin é d rio, o pecado do dia do rio, que tinha por fim observar os aconteciemntos em Portugal e Espanha tomando de va ga r o pu l so às tenden cias e às as pira ções do espirito pu b li co, donde saiu uma sociedade formada em 1918 com mais pereira menezes, gomes da silva, cunha soto maior, lopes carneiro, santos silva

o numero de associados nunca passou de treze, e fernado tomas foi a alama dela.

a 18 de agosto de 1820, bernardo correia de castro e sepulveda, fora o ultimo a inscrever-se e agitaram as ahuas do espirito sobretudo no porto, quando tentou o fernades tomas descer as caldas da rainha, que é onde se faz aquela pitoresca loiça dos falos grandes e de todas as formas e feitios, teve que se vir embora, por ordem da policia.

a revolta teria-se gorado se a regência por medo não tivesse mandado prender a tomás, por orem do governador das justiças, aires pinto, que deve ser da familia da cobra do pedro aires

d. joão vI estava no brasil, beresford, be re serpente ford ausente, a revolta com o apoio dos militares xavier de araujo consumou a revoluçaõ de 24 de agosto, depois o senhor morreu de subita doença, provavelmente envenado com o polonio da altura

dizia o manifesto da junta provisisonal do governo supremo dos reino

se na agitação porfiosa que comoveu as nasções da europa e abalou os tronos, e etc..

e começava

o grito de cem mil almas, que nesta cidade aclamaram solenemente

e me recordo de um outro grito de cento e vinte mil almas que abalou todas as nações

existem aindas os documentos dos osldados do porto aos de lisboa

bem como a carta ao compadre de belem ao redactor do astro da lusitania, impresso na viuva neves e filho, luthero, o padre jose agostinho de macedo e a gazeta universal

para além da morte da criança no rio na barragem que dava conta no texto da manhã, que terá alimentado mais uma vez o dinamo da faca, ontem um pai e dois filhos morreram tambem afogados, uma criança da america do sul, menina de quinze anos apareceu morta em tenerife, fernada uruzua do circulo do vaso ur do uz da ua

a ponte em missisipi indica para além do W na almagama da queda, pelo nome o treceiro do quinto, 35W

entre rios
tursimo navarra, es par g os o dedo do turismo no anel do dedo da teresa, 1820 np 22 05 11
va ( ma se rá, vaso primeiro da unha do rá da sé, o marinho serpente dos andes, este pedaço ainda continua noutro texto, bem como um outro sincronismoo com a morte do justino pamplona e o arrebentar de um pneu no avião com um circulo de 14 raios ou ratos da direita do quadrado laranja ao pescoço em fato verde com riscas de prata florescente

eoefbv, é do circulo e do vaso fabiano

senhores do meus país, estou fartinho de vos dizer, para não continuar as guerras e o guerrear e que assim agravam o caso e os casos todos e de todos e de tudo, mas vos insistis e se pensam que por não me darem respostas, na justiça e instâncias com perfil e natureza para isso, governo, assembleia, presidência, partidos e partidinhos, todos incluidos, se irão eximir às consequencias, são no minimo cegos, porque a sua repercursão de longe estravassa portugal e assim sendo a grande fraternidade branca do amor amante do uno mundo contas vos irão sempre pedir, por isso mais uma vez vos digo, arrepiem caminho, não se façam de autistas ou de surdos ou de cegos e reponham os meus direitos e passem para cá meu filho, não que o fazendo eu altere em minimo o compromisso com a luz universal que assumi, mas pelo menos ficarei mais contente, talvez por isso, as cosias corram melhores para todos

não esqueço eu contudo, que uma das acusações veladas que sobre mim foi ventilada, foi a de que eu era resposavel pela desgraça do katrina, eu que ao contráario, tantas vezes orei para afastar furacões, esse apanhei a noticia tarde demais, pois a informação que primeiro chegou do outro lado do oceano, dava conta que seria coisa pouca, com isso aprendi, a não mais me fiar, e assim fiz para aquela tremenda estação que foi recorde de furacões, esgotaram-se mesmo as letras todas do abcedário, como se recordarão, mas não houve nova desgraça de tão grande consequencia

quem o fez é do piorio, e mais uma vez a verdade vem vindo sempre à tona, apetecia-me chamar-vos nomes muito feios na melhor das possibilidades, contudo ainda tenho algumas coisas para escrever e concluir o livro que tenho em mão.

façai-me o favor de me devolver de imediato meu filho, alguem do estado que me telefone, eu por mim acabo a escrita e vou afiando a minhas facas, que são minhas, não mato ninguém para fazê-las e depois se isto assim continuar pegarei nelas e vou falar com cada um de voces.

ah Amada, como vês só o amor é, esta gente está toda louca, coisa bonita foram os estudantes holandezes, terem feito um avião que voas como as andorinhas e eu logo me lembrei de ti

depois uma bela menina cientista portuguesa, demonstrou que o universo está em expansão, sabes amada que ele é como o nosso amor, estende e estende-se e torna sempre a estender pelo infinito e mais além

quando chegas?

n corpo diplomático circulo dia serpente do vaso, o arquitecto tomás, br x dia primeiro quadrado

b x serpente quadrdo da serpente la r, ou serpente do angulo grande do ar, dia x, ou dia quinze do circulo do duplo vaso gato portugues do garnde angulo, o direcção do xv , curriculum do gpl
pois o retracto por detrás do arquitecto manuel salgado e do antónio costa é um retrato de manuel fernandes tomás, 1771 a 1822 pintado pelo pintor romântico pré liberal, creio, josé rodrigues

o senhor fernandes tomás foi um dos protagonistas da disputa dentro do império pela igauldade entre portugal e o brasil à luz do mitigado liberalismo de influencia francesa, das maçonarias, e outras sociedades secretas e universidade de coimbra

ou da rack dos libers da astro argentum que em meu ver desde longa data terão ido parar a mãos alheias se não se tratou de pura invenção o que não é tambem uma hipotese a descurar de todo, em outro texto a publicar mais detalhe esta analise.

em www.arqnet.pt/dicionario/fernandestomas_m.html

me sairam aà vista e de forma complementar ao que hoje de manhã sobre este assunto publiquei, o seguinte,

encarnação como noem da mãe e bairro de lisboa, ao pé do aerporto, ota+1, que ontem sais no jornal duas paginas no dn

tomás, mauel, é tambem o nome de manuel tomas amaro da costa que comigo trabalhou, sobrinho de amaro da costa que morreu em camarate juntamente com sá carneiro, já analizado em alguma profundidade neste livro, encaranação no eixo de camarate onde o avião caiu

geografia,

coimbra, santa catarina com ressonância dupla, brasil e katrina, arganil,abrantes, templários,donde vinham os escuteiros que levaram um toque por detrás do carro azul mercedes, ou da estrela azul alemã,em cujas fotos se via duas coisas, a cave que ontem ardera na por tela com os cruzeiros templários, onde um carro fora feito churrasco, assim dizia por palavras suas, a proprietária na tv

na jante, da carrinha de prata virada na a25, salvo erro, uma gaivote, o desenho de uma asa, muito semelhante à parte da estrutura que hoje era visivel na capa do dn referente à queda da ponte no missisipi,

canones da lei, weel es ley ou le y 1808, be re serpente ford 1810 da da jo dos zs 1811


nomes,

o arquitecto manuel salgado, que está no eixo da pagina da carta caida no chão que espelha a queda da ponte, a forma excata em seu reverso de como ela ficou, numa das suas secções, a primeira a partir de um das margens, a que trás na geografia circundante, a indicação do grau

por cima dele a cadeira onde está o livro e ao lado o jóse tomaz

jose´ferreira borges relacionado com o tomaz no porto

josei silva cravalho e ferreira viana que com ele fizeram uma conferencia chamada de sin é d rio, o pecado do dia do rio, que tinha por fim observar os aconteciemntos em Portugal e Espanha tomando de va ga r o pu l so às tenden cias e às as pira ções do espirito pu b li co, donde saiu uma sociedade formada em 1918 com mais pereira menezes, gomes da silva, cunha soto maior, lopes carneiro, santos silva

o numero de associados nunca passou de treze, e fernado tomas foi a alama dela.

a 18 de agosto de 1820, bernardo correia de castro e sepulveda, fora o ultimo a inscrever-se e agitaram as ahuas do espirito sobretudo no porto, quando tentou o fernades tomas descer as caldas da rainha, que é onde se faz aquela pitoresca loiça dos falos grandes e de todas as formas e feitios, teve que se vir embora, por ordem da policia.

a revolta teria-se gorado se a regência por medo não tivesse mandado prender a tomás, por orem do governador das justiças, aires pinto, que deve ser da familia da cobra do pedro aires

d. joão vI estava no brasil, beresford, be re serpente ford ausente, a revolta com o apoio dos militares xavier de araujo consumou a revoluçaõ de 24 de agosto, depois o senhor morreu de subita doença, provavelmente envenado com o polonio da altura

dizia o manifesto da junta provisisonal do governo supremo dos reino

se na agitação porfiosa que comoveu as nasções da europa e abalou os tronos, e etc..

e começava

o grito de cem mil almas, que nesta cidade aclamaram solenemente

e me recordo de um outro grito de cento e vinte mil almas que abalou todas as nações

existem aindas os documentos dos osldados do porto aos de lisboa

bem como a carta ao compadre de belem ao redactor do astro da lusitania, impresso na viuva neves e filho, luthero, o padre jose agostinho de macedo e a gazeta universal

para além da morte da criança no rio na barragem que dava conta no texto da manhã, que terá alimentado mais uma vez o dinamo da faca, ontem um pai e dois filhos morreram tambem afogados, uma criança da america do sul, menina de quinze anos apareceu morta em tenerife, fernada uruzua do circulo do vaso ur do uz da ua

a ponte em missisipi indica para além do W na almagama da queda, pelo nome o treceiro do quinto, 35W

entre rios
tursimo navarra, es par g os o dedo do turismo no anel do dedo da teresa, 1820 np 22 05 11
va ( ma se rá, vaso primeiro da unha do rá da sé, o marinho serpente dos andes, este pedaço ainda continua noutro texto, bem como um outro sincronismoo com a morte do justino pamplona e o arrebentar de um pneu no avião com um circulo de 14 raios ou ratos da direita do quadrado laranja ao pescoço em fato verde com riscas de prata florescente

eoefbv

senhores do meus país, estou fartinho de vos dizer, para não continuar as guerras e o guerrear e que assim agravam o caso e os casos todos e de todos e de tudo, mas vos insistis e se pensam que por não me darem respostas, na justiça e instâncias com perfil, e natureza para isso, governo, assembleia, presidência,partidos e p artidinhos, todos incluidos, se irão eximir às consequencias, são no minimo cego, porque a sua repercursão de longe estravassa portugal e assim sendo a grande fraternidade branco do amor amante do uno mundo contas vos irão sempre pedir, por isso masi uma vez vos digo, arrepiem caminho, não se façam de autistas ou de surdos ou de cegos e reponham os meus direitos e passem para cá meu filho, não que o fazendo eu altere em minimo o comprimisso com a luz universal que assumi, mas pelo menos ficarei masi contente, talvez por isso, as coias corram melhores para todos

não esqueço eu contudo, que uma das acusações veladas que sobre mim foi ventilada, foi a de que eu era resposavel pela desgraça do katrina, eu que ao contráario, tantas vezes orei para afastar furacões, esse foi eu apanhado tarde demis, pois a informação que chegou do outro lado do oceano , dava conta que seria coisa pouca, com isso aprendi, a não maais me fiar, e assim fiz para aquela tremenda estação que foi recorde de furacões, esgotaram-se mesmo as letras todas do abcedário

quem o fez é do piorio, e mais uma vez a verdade vem vindo sempre à tona, apetecia-me chamar-vos nomes muito feios na melhor das possibilidades, contudo ainda tenho algumas coias para escrever e concluir o livro que tenho em mão.

façai-me o favor de me devolver de imediato meu filho, alguem do estado que me telefone, eu por mim acabo a escrita e vou afiando a minhas facas, que são minhas, não mato ninguém para fazê-las e depois se isto assim continuar pegarei nelas e vou falar com cada um de voces.

ah Amada, como vês só o amor é, esta gente está toda louca, coisa bonita foram os estudantes holandezes, terem feito um avião que voas como as andorinhas e eu logo me lembrei de ti

depois uma bela menina cientista portuguesa, demonstrou que o universo está em expansão, sabes amada que ele é como o nosso amor, estende e estende-se e torna sempre a estender pelo infinito e mais além

quando chegas?

n corpo diplomático circulo dia serpente do vaso, o arquitecto
o tal senhor por delegação do gabinete do primeiro perdeu logo a vontade no segundo e-mail que lhe enviei, que ainda não tive resposta

relações publicas ao Y os , sistema operativo da serpente do circulo sul norte gato
novo e mail renviado agora mesmo à presidência e outro igual o será a ar.


Exmos senhores

cabe informar que é de bom tom e de boa educação, de tino, sizo e juizo, e dá boa imagem do país e ao país e ao mundo e mim e a todos e a tudo, responder às cartas enviadas, sendo que as regras básicas de atendimento, dizem, na impossibilidade de resposta imediata ao conteudo da missiva será sempre e de imediato no prazo de um dia util após o seu recibimento, dada um resposta que indica a boa recepção da mesma bem como das indicações complementares do trajecto que a carta irá fazer, quem a receberá, por que mãos passará na eventualidade de passar, especificando os kilometros dos corredores e os dias médios de transição entre andares e departamentos, bem como da existência de poços da morte , anzois e pescadores, com os respectivos contactos e com a previsão de resposta depois de analizado o seu conteudo

agradecia portanto que me confirmassem a recepção do e mail que vos envei no passado dia 31, bem como disponibilizassem as informações necessárias de forma a eu poder viver tranquilo e em forma rápida chegar à conclusão com prova dos noves incluida, se os senhores existem, ou são mera miragem de verão


paulo forte
na qualidade de
cidadão da re publica portuguesa

pj homem do vaso do vo do Y, ou do ovo ao y, deve ser o outro senhor, ainda, o do gabinete do primeiro
Meus Amados do Uno Mundo

Que Belo dia de Sol aqui na minha cidade e foi a noite muito agitada no mundo, sendo que em outras terras era dia, quando a alma e o coração se mexeu

sem prejuizo de vista mais detalhada, aha mada detalhava eu a vista em regalo ao pé de teus seios, se estivesses ao perto pertinho, dizia, desde já chamo a atenção ao pequeno detalhe que assina no eseplho, melhor dizendo no quadro, no quadro por detrás de dois senhores, um na esqueina do rectangulo doirado, à direita em baixo, o novo presidente que diz ir a arrumar a casa mais o outro senhor sá fernandes e um outro a seu lado, até ao momento não sei quem ele é, mesmo por detrás da folha de uma carta , aquela que se pressupoem ter tombado da mão de quenm segura a outra página, más ou desagradaveis noticias seriam, para uma folha ter caido, pressupoem-se a queda, porque na aparencia estática do dito, ela está no chão e faz exacto desenho simétrico ao primeiro dos quatros pontos em que a ponte sobre o missisipi esta noite se partiu

a minie primeira da polis, ou ainda do pó do liz da ria, sendo que o missisipi dois eventos une, as cheias e agora o eco e assinatura desveladora

um pedaço da estrutura metálica lateral a uma das partes do tabuleiro é identica a parte da estrutura da torre que roda , a vasco da gama, como as outras torres que rodam em toronto, e em mais outras capitais, as das comunicações, que simbolizam os picos que rodam e as ondas gigantes que no mundo provocaram

é vissivel na terra antes do ponte, o Y que faz como que um x seguido de um I, o que dá ou o 9º grau ou o décimo primeiro, do duplo vaso W, de quem, a mão em questão, uma outra das partes do tabuleiro, desenhou um triangulo na posição de agua para baixo virado, as negras aguas verteram

mis sisi do py, da divisão, a minie primeira da polis

é visivel tambem noutro parte quebrada, a chaveta para baixo, o desenho da faca, duas rodas, dois circulos negros invertidos sobre o carro violeta, uma estrutura que é o fusivel, dos fogos,sendo este eco do primeiro, o do katrina

outro pedaço da ponte faz o vaso, o skate, o homem terceiro do primeiro quadrado vermelho ao lado do rectangulo azul primeiro do sétimo da sé do angulo da tuba, ou do circulo do furacão do bal

ao lado na terra um edificio com rectangulos iguais aos da central nuclear do japão, onde de novo um pouco acima hoje a terra tremeu, mais um ponto da mesma cruz

sa ca lina, o sá, ka da lina,ou a sociedade anonima do ká da lina cá, `da seta aguda no circulo o cairo, ta , tam

do pianista

imundações em bangladesh, do bang de la dis do homem espanhol

incendio na cave do templario, o toiro da primeira manhã po do rato da tela dos semi circulos vermelhos, dois, um sobre o outro dentro do circulo

dalila foi afastada do man, mna, das notas falsas de ermesinde, terra de meus verões de infância, 11 ab pr e à Te da lista da pub da viagem pe no alem tejo, a caneta de prata que batia nas costas de antónio costa, ap 6 cão do circulo por cima da vareta , o nó do mu do angulo do furacão da vareta , ban, có, a rá bes, o u be serpente

a te se e vaso es furação do circulo do vaso

lu é filipão

factos de banho um bigo, big gato do circulo do cunha
josé luis monteiro, bijou



lamego, uma criança afogada na barragem de balsemão no rio do vaso da rosa do quadrado amarelo dos maçons

agora se percebe porque o zé fazia falta ao costa, disse helena a propósito do acordo entre ps e be

é o latino, fi do nó, o sá fernandes


e disse o juiz com rigor que preferia reservar o ultimo dia do máximo da pena cumulativa, para aqueles que entraram no metro em madrid, bem dito, tambem eu, e tirem o cavalinho da chuva sobre ocultamentos e ocultações

o circulo do ly pc, bi da vareta pc furação