segunda-feira, fevereiro 18, 2008

A Cavaco Silva, Cidadão

ordálio senhor,

eu que vos trago em meu peito, ordálio vos passei e o senhor o falha, como criança, sobe em mim a memória de vossa história de menino, de um episodio que contou de sua consciencia pesada de menino face a seu pai, olho seu corpo, hirto, parecido como um tira linhas, gestos presos de quem parece não ter vivido à solta pelos seus campos de menenice, que imagem tão rigida de ser, tão ilustrativa de como vai contido e represado dentro de si ou melhor dizer, do seu papel, da forma como leva a função

que diria seu pai, ao vê-lo assim, como um menino irresponsavel, a fugir a um conjunto de perguntas, a um pedido de justa ajuda, face ao perfil de seu cargo, nada de pessoal ou de particular ou extraordinario lhe pedi, não, somente o cumpriemnto integro e integral de seu papel, das funções em que vai indigitado?

creis que vosso comportamente honra e distingue e melhora o sistema politico , achais que esse é o bom caminho, que conduzira a bom porto, a melhoria do mar e do navegar e até , quem sabe das chuvas, que representação mental trazeis do mundo de hoje, senhor

devereis ler com urgencia o ultimo artigo de adriano moreira, que pinta bem o paradoxo, achais que agindo assim, enfraquece ou fortalece o cargo e a função?

não vêdes que cada vez mais o sistema politico terá que ser afinado, trabalhando como um silencioso relogio suisso e com homens competentes que se portem com rigor a altura das necessidades, que só assim, com exigencia e comportamento moral, se poderá responder ao que adriano, chamava de caos anarquista, o que é expressão complexa que ficara para outras nupcias,

maior anaquia não existe quando a justiça não mais existe, ainda hoje pelas cheias, quem diria a pontaria, em vespera na tv, a memória das grandes e trinta anos de desordenamento do territorio, e sem justiça, e moral, como se resove, acheis porventura que o tempo estará para melhorar em seu todo, enquanto assim não se vai


creis mesmo que com este comportamento e gabarito de acção e de estar e de fazer, que irão dar a necessária resposta, ou o fazer se resume à pose de estado, as visitas de estado, aos banquetes e recepções oficiais, onde até sois jeitoso, tendes jeito, embora não vos convidasse para comigo ir dançar ou mesmo correr

e contudo olho-vos como homens, e vejo muito mais em si, e até o trago em amor, que meu coração é tão grande que as vezes parece primar por trazer portas muito largas, se nele elas morassem

vi-vos em dia recente e vos vi ou imaginei que vos vi com o cabelo cor cinzenta de feiticeiro bondoso, tipo assim gandalf, ah assim deseja meu coração , o ordálio assim de si em parte fará ou não, não me pergunte o outro resultado, dependerá muito em parte de si, como sempre em Deus e com Ele

não vos quero o mal, mas fazei o bem, o minimo bem, se mais não sois, a mais não podeis ser obrigado


pensai nisso senhor nesta fase de seu ordálio


zagalo maior x do vaso do principe da ot vaso, o maior espanhol sage ao de si
n homem x rato duplo vaso fm
xi quadrado do vaso x onze
senhores do palacio, senhor que vai nas vestes de presidente, exijo resposta!
que porcaria é esta! quem leu a mensagem, para quem foi encaminhada
chegou ao presidente?

exigo o respeito que me deveis como cidadão

é crime o desvio de correspondencia oficial, porventura não o sabeis!?

paulo forte


A sua mensagem
Para:
belem@presidencia.pt
Cc:
Assunto:
Enviada:
foi lida em 13-02-2008 15:49

reparai minhas Gentes na qualidade e gabarito dos que habitam o palácio do presidente

reparai como é o tratamento que dão as Gentes, e o respeito que elas merecem

serão preciso mais palavras!?

o silencio e a evasão à resposta só provam a culpa e envolvimento e a aceitação do conteudo integral das perguntas que enderecei ao que vai nas veste de presidente da republica

é isto um presidente
é isto uma casa de um presidente
é isto uma republica
é isto uma democracia
é isto Justiça

foi este recibo automático tudo o que obtive de resposta até este preciso momento

quereis ser mesmo amaldiçoado, assim continuais a me tentar

quadrado do vaso dos reis


zagalo maior x do vaso do principe da ot vaso, o maior espanhol sage




ao de si




pensai nisso senhor nesta fase de seu ordálio




cf h br vd
t i e c gato k
jc xo s vaso do y
jbyob, a jiboia do pricnipe segundo do y circulo do tam ao pão

e forte gato principe n

pe vaso do gato zorro ft
senhora ana ferreira , no seguimento de ter estado na recpação do edificio onde estará pressuponho eu, o gabinete do tal senhor que parece não bem vestir as vestes da justiça e cuja graça, ou desgraça, dá pelo nome de noronha do nasciemento, e na esperança que os dados que lhe deixei na recepção na sexta feira, no entretanto já lhe tenham chegado, quem sabe, até uma resposta vossa virá já a caminho a atender que dois meses , e comunicações desaparecidas, é coisa normal na injustiça que se vive neste país

para que fique claro, entre as respostas diversa que pretendo, isto é expressamente um pedido
para abrir inquerito a juiza corrupta e seus acolitos do tribunal de menores de lisboa

qaudrado europeu mn

s en hor ana ferreira, rec co ac são, do idi fi co onda es cruz rá, noi circulo co minho, a tender q ue do is mes maior espanhol e comunicações desaparecidas, é co isa no rato mal na in js vaso tica de corte q ue da se vaso ive ne serpente teresa pa is

depois me dirigi caminhando até ao tribunal onde está o conselho superior de magistratura, a quem enviei na pessoa, ou terrorista mor, ou cobridor mor deles todos, noronha do nascimento , uma carta pedindo igualmente explicações e tambem para apresentar queixa contra a juiza corrupta do tribunal de menores a quem expressamente peço que levantem processo, e lhe caçem a licença bem como aos que atraves do tribunal a coadjuvarem nesse terrorista fazer

europeu pei dn do igau primeiro da manhã que mente, ap rato es ne cruz ra pr o ce ss o e primeiro do caçem, te rro raoit sa f az e rato na cimento, q ue vaso si ix a

o tal que é paredes meias com a igreja onde está um Cristo enorme posto numa cruz, como quem diz a parede que levanta a cruz a Cristo, e cujas visões no local já entraram neste livro mais em pormenor

n uam cruz c omo, lea ab muito ta a cruz a Cristo, primeiro vaso ro masior si

a senhora lá foi ao arquivo de papel consultar se existia algum processo aberto, eu lhe disse, que o enviara por correio electronio, e ela me informara que depois de chagar, passa a papel, assim que se abre porcesso, de certeza estarão na idade media e nunca ouviram falar em tecnologia, a arquivar processos em fichinhas amão como nos anos cinquenta, e assim se prova como os governos todos e os tais pactos da injsutiça, provem os meios adquados à justiça e um uncionamento eficaz e expedito

quadrado rato europeu ivo de pap el , ar rui vaso ar pr o ce ss os em fi chinhas am mão co mo no s ano s cin quenta, mei s o ad qaudrado ua ad os a justiça, un cio na m en to e fi ca zorro e e x ped it circulo

não estava, e no correio do e mail que fora a via do envio, tambem não, como pode ser, se calhar enviu para o e mail do gabinete e não tenho acesso a ele aqui, pois ele aqui não está, já mo tinha dito, quando lá chegara , pedira para falar com ele, ouvira a mesma explicação, não recebem, só por escrito, pois senhora isso já eu fiz há muito tempo atras, me pergunto porque protegem os juizes corruptos, se calhar são corruptos tambem, ou participam do mesmo acto corrupto

en vi p ra circulo ema e primerio gabi bin ine da net

o melhor é ir ao terreiro do paço que é lá que ele tem o seu gabinete e assim lá fui, da recepção pelo telefone com a senhira ana ferreira adjunta do gabinete, queria falar com o senhor noronha , não está, muito bem, e o que se passa com a comunicação que já vos enviei há talvez mais de dois meses e sobre a qual não tive resposta? importa-se de verificar no sistema de correio electronico
não está cá nenhuma comunicação sua
como é possivel, outra vez ratos?
e quando a enviou , eu aqui só tenho acesso ao email do gabinete , se calhar enviou para o geral, não creio, enviei para aquele onde na pagina está o senhor todo sorridente sentado a sua secretaria

s enm horm homem aa ira ana ad junta do gabi, vaso eri car co mo é ps os s ive primeira, secreta cruz ria

depois fui a um posto da internet, que a senhora que atende as Gentes não me deu aberta para as minhas pecissões, quanto só minhas, de pôr exemplo verifcando eu o meu email , poder em exctitude lhe dizer do envio e do endereço, meti um euro por quinze minutos num posto de turismo que deve ter desenhado os terminais para girafas visto que o monitor está virado para o ceu, paralelo ao chão e lá voltei, a senhora já no entretanto se tinha ido embora, lá deixei a informação precisa que precisa, que efectivamente o email fora enviado para o endereço do gabinete no dia dezaseis do onze de dois mil e sete paelas dezasete horas e doze minutos

s en homeme circulo do ar, f en te serpente muito cão da me t ala ba e rtavaso eri rif can dia do circulo, para gato circulol rafa sm , para lelo, set pa e la serpente dezasete hor as e do ze minu cruz os

como lhe tinha dito anteriormente, senhora ana ferreira, a primeria questão neste caso, e prévia, é então saber como um e mail desaparece, aguardo pois as suas explicações bem como a resposta ao miolo do assunto, que não é de quijo que se trata, digo isto antecipadamente para os ratos não se porem a pensar de novo dar-lhe uma dentada

c omo tina homem di to ant e rio rato que mente, dia esa par sapa ce

à porta cá fora entre os seguranças, um mota toda potente, negra, dizia assim ninja, eu perguntava ao espirito quem, quem é o o ninja negro, o noronha?

à porta cá f circulo rá en t rao serpente segur ac sa serpente, primeiro m oto p ot t en te ne g ra, di z ia nin j a é o oni nin in xa negro, circulo noronha in te rro ga ac são f o i ce

com os meus cumprimentos e aguardando, se for possivel com brevidade, a resposta

id u j k
id vaso doprincipe da kapa
zagalo vaso x serpente pe
ah senhora almeida garret, que nem mais lhe posso de chamar de tal, pois para o ser, teria que se comportar de acordo e a senhora fez quase prova inteira e completa de como é corrupta, manhosa, mentirosa e assim faz, contibui, e cobre actos de terror, e trás a agravante de serem actos de terror que se passam dentro da casa que em supremo deveria velar pela justiça, melhor ilustração e mais negra do estado da não coisa, da não justiça, dos terror, do horror e dos actos das bestas não se poderia ter exprimido

primeira manhã id a garret, maior si primeiro home do osso do cha da mara, pr ova ine cruz ria ia m en t ros

trago eu ainda uma pequena margem no seu julgar, pois dou-lhe como sempre a possibilidade de contra argumentar, mas depois de o fazer ou não o fazer, lhe passarei sentença, em realidade, é grande a zanga que vai dentro de mim, quando sai de casa para aqui vir escrever a resposta ao seu ignomioso e-mail, logo o trovão no ceu se ouviu, portanto em meu entender não vai nada bem, sua errada causa

da pequena margem do principe inglês, gato do ar, p os ss si bil e dad de c on t ra aa ar gume ingles rata da cruz do rá s eu i garo no mi osos emi a um, primeiro gato circulo duplo do trovão

recebi este e-mail na sexta feira pelas quinze horas e quarenta e sete é penso ser ele prova inteira do seu primeiro acto de terror, pois mentiu e fez mentir e ordenou a terceiros que mentissem,

e mia primeria na sexta feira qq aso in zé hore fez home do tir e or dena m en ts serpente

passo a explicar,


nem seriam dus e meia da tarde de sexta feira, estava eu de novo na recepção do palácio e pedi para falar consigo ao senhor que lá estava quando entrei, que não era o cão que depois pelo espeirto me disse na rua ao caminhar, ser o responsavel pela maior cruz que me fora feita em setenta e dois, a isto voltarei adiante, exigindo desde já inquerito e suspensão da actividade do senhora e do senhor, a titulo preventivo, pois caes perigosos não podem andar a solta nem estar atrás de balcões, ainda por cima na aparencia disfarçados à paisana, quando não o são, mal criados, sem respeitar as regras de atendimento publico como elas são, cobridores de mentiras, e chegando mesmo a ameaçar-me, aliás se pergunta, que raio de gentalha é essa que ai nessa casa vive, que trás assim um cão à porta, a isto se aplique os considerandos relembrados recentemente pelo ff sobre os roteveillers, sendo que no entretanto alguns vão caindo por acção de snipers, e portanto a responsabilidade de suas mortes vos será assacada neste tribunal de espirito

ne maior da se do rato iam d us e mei a da tarde de sexta feira, es pei ii rato tó, pe primeira ká maior cruz, set en at primeria e do is, vaso ola at ar eri ad dina te s us oe en são, po is dos caes perigosos e nm es cruz rá nos bailes dos cães, de is fara ac aos pai s ana, circulo do ria do ss, e mn tiras e ameças, palique rato ote veaso e onze ni, mao rato te serpente, rib una priemira da es pi rito

decreto do quinto inpério, em todas as casas publicas, sem excepção deverivada da natureza, funcão e forma quanto duas, será afixado em forma visivel, papel com as regras basicas de atendimento aos cidadões, os deveres de quem atende e de quem é atendido quando procura auxilio ou esclarecimento, nada de novo a oeste, pois pressupostamente assim já o é, portanto resumam, e afixem

inp é rio , es clare cie m en to n ada a de n ovo a oeste, vaso isis

ao entrar reparei que o senhor que estava sentado a secretaria, era outro, sua cabeça e seu ar, logo me disse, aqui está uma massa distinta, pedi para falar com a senhora, me atendou outra colega sua

q u es secreta ria

assim lhe disse, olhe , eu estive aqui a falar com a senhora almeida na segunda feira, e ela ficou de me dar uma resposta até ao final da semana, acabei de ver o meu correio e ainda não recebi a resposta, bem sei que a poderá ainda enviar, mas poderei falar com ela de forma a saber se hoje como prometido, a vou ter?

as s em primeiro homem di serpente da sé, at é f ina primeiro dea se ema mna

a senhora não está
e volta a que horas,
não lhe sei dizer
mas terá, pois trabalha com ela e deverá saber onde ela está, se está em serviço extreno, ou por ai fora
trás a senhora horário para cumprir
bom se não sabe então lhe pedia o favor de encontrar quem soubesse do assunto visto que ele não é particular e terá ela inclusive falado com um dos juizes,
....
intervalo técnico sem telefone
a resposta ja´lhe foi enviada,
acho estranho, pois ainda não a recebi, quando a enviou
....

en cruz rato eta tato, maior vaso uasi priemiro vam agente pric cni pal da esquadra do ine cruz rna do tribunal, n c en tó, do trinat e um da armada, cruz rai za europeia seis ovos de sala ze rato, ap rato e cia da inglesa sé primeria galinha no primeiro quadrado cheio de sangue, a en tão é o t al dos sis ovos de sala az se rato

depois o senhor cão, veio dizer-me que o e mail já fora enviado, pedi-lhe então que me dissesem qual fora a hora do envio, não deu resposta nem me a deicou obter, e acabou mal aquilo, e tambem desvelador em promenor final durante a conversa, o home conhecia-me , sabia perfeitamente quem eu era, pois quando lhe pedi a identificação, muito se amofinhou, e eu lhe ia dizendo calmamente, que ele ali estava a um balcão publico de atendimento que se deveria indentificar visto que nem trazia placa de identificação, coisa que é obrigatório por lei de trazer a quem serve o publico, foi ai que ele me disse ser policia , e assim vos pergunto e aguardo explicação, se o é, se são essas as funções ali, porque está a paisana, pois devera então estar fardado, a não ser que ali se passem coisas secretas, como actos de terror, já senhor me pedia a identificação, e eu lhe dissera, a minha identificação?, o senhor é que está por detrás do balcão, faz favor é de se identifcar, meu nome, é paulo miguel e lhe dei em forma completo, é meu nome de baptismo, aí o homem escorregou e disse, baptizado, como quem questionava, portanto me conhecia bem, sendo eu baptizado de maneira que nem o senhor imagina, mas adiante

dia ep circulo is do ingles cão de horus do principe maior primeiro, sat t en di m en to da poruguesa lei inde tif car, ob riga cruz do acento no circulo do rio portuguesa lei, a i m di serpente se poli ca cia aa, se são da espanhola sas. pao ss me co i sas sec rato do chá, cip primerio e to home bat pt iza

me disse o espirito depois ser o home responsavel pela maior das cruzes que me puseram em setenta e dois, a identificação do senhor é amaro gonçalves da silva, agente principal da psp elemento da segurança interna, numero cento e trinta e um , barra duzentos e setenta e um

mar da manha ar do ro circulo gonçalves da silva, psp do ps elemento ds a segur anla in te rna e sete ingles nat e um

já lá estava mais um policia, e a ultima frase que deles ouvi, o que me pareceu ser provocação, era, parece que isto é um manicomio, mais clara imagem e justa não podia ter existido, dito pelo policia em farda, efectivamente saia eu da casa dos loucos, se os que praticam o terror o são, na mais da vezes é intencional

principe primeira cruz esta ava a mai primeiro policia e a vaso primeiro cruz maior fr ase, mani nico , masi is clara e mage maior e justa , po ela ca em farad a efe c t iva que mente saia eu da cas dos loucos, se os q ue rato quadradao ar rica maior circulo terror circulo são, na mais dos vaos e ze serpente ine curzes n cio a um, ine ene cio a um


senhora terrorista que nem senhora o é, pois como tal não se comporta, a senhora com forte probabilidade mentiu, pois quando vi a hora do email e sendo que a sua circulação, é quase instantanea, ele foi enviado depois de eu lá ter estado, e portanto é mentira a informação que me foi na altura transmitida que já me tinha sido enviada resposta, e trás duas agravantes, primeiro levou outros a mentir para a cobrir, e depois é pressupostamente essa uma casa da justiça onde não podem trabalhar mentirosos, pois a justiça justa não mente, nem o pode fazer

e mn ti vaso , eurpeu la teresa est ad circulo , e porta é em mn t ira a infor mação, eni ad a rato es ps ot ts e cruz ra seprnte duas cruzes gata rava n te serpente pr e maior ro primeiro evo vaso que levou outros a mentoir para melhor cobrir, e é pr es s u o p os tamen te es sa cas da justiça

dou-lhe direito de defesa sobre esta questão, faz favor de me enviar o original de novo, especificando pelo seridor a hora do seu envio

f az forte aco rato de me inglesa vaso ia rato circulo rato e gina primerio de no vaso es +e cifi can do pe primeiro circulo ser ivo rato a hora

depois não sabe a senhora que as cartas devem trazer sempre a identificação de quem as envia? ou terá sido da pressa toda que assim se esqueçeu?. isto é sufeciente para levanatar processo à senhora pois cumpriu função de atendimento de uma cidadão e em forma deficiente, se fosse esse o caso

dia ep os muito cão sabe a s em hor a q eu das cartas dia eve maior mo vaso te rá sid circulo da press at circulo da que se esqueçeu, ole eva vaso ana cruz rato pr o ce s so à senhora , dia efe cie n teresa

e tem a lata abismal , a senhora terrosrista de responder neste termos,

sofre a senhora de alzeimar, ou trará memória de galinha?
sabe depois de ai ter estado, reli a parte do texto que antes tinha escrito relativo a essa casa, falava ele, ou melhor acabava o assunto, com um referencia a uma rata, um ratona, fora a palavra escrita, e ficara a pensar, será que já tinha dado com ela ao vivo

a um ze e mar circulo do vaso n cruz rata a rá me mor ia de gali muito homem a f o ice in te rr o g a ção, ac a a bva circulo serpente sun to com , priemria rato efe rem cia a primeirat arata do primeiro rato grande, fc cia ra a p en sar

a senhora porventura não se recorda do que lhe disse em voz quando e recebeu, que as queixas que ali me levavam tinham sido apresnetadas no diap e que foram arquivadas sem me responderem de alguma forma fundamentada e identificada, do seu porquê, e trás as senhora a lata de me remeter de novo para o diap?

a sn hora por v en tura no diap, fun da mn cruz ad a e as sin ada a do s eu pro qu eurpeu maconico e ruz rá serpente as sn ne hira a lata de me rato em eter de noo vaso para circulo diap, p on to ex c l a mação

faz favor de levar esta questão ao presidente do tribunal que eu exigo de acordo com meu direito , uma resposta clara

cruz rib una primeiro quadrado europeu

e depois não sabe a senhora ler, como não encontrou em meu texto, as questões que são colocadas directamente em modo claro e frontal, a esse tribunal

olhe minha senhora terrorirsta, não se escapa assim com esta resposta que não o é, portanto mais uma vez lhe peço por escrito o que já lhe pedi, faz parte dos meus direitos uma resposta, e dos deveres do tribunal tambem, alias a senhora que se diz trazer formação jurista com isso concordou em voz

pro es c rito do circulo do quadrado do pe di f az par te t rin b una primeiro tam b em ali as senhora

e depois esqueceu-se do que lhe disse, que me levam meu filho raptado e torturado há mais de dois anos, como ousa assim escamotear a questão, tem filhos, que adoeçam neste preciso momento até a senhora fazer a sua contrição e compor o que mais já estragou

sabe, o que eventualmente terá acontecido depois na sexta feira, se as noticas forem verdadeiras, o avião do presidente teve que aterrar de emergencia, ainda não caiu desta vez, mas o que se passou lhe imputo a si e aos que a si nessa casa da falsidade, se associaram nesse acto de mentira, ou crê porventura que as mentiras e as ameaças não trazem nem nexo ou consequencia?

circulo quadrado eve en tua le mn te, te rá d ep o is sexta feira , fla sida dad, cne en nm ne xo , msn t ira

não se recorda porventura do que lhe expliquei e claramente lhe perguntei, se teria que ir ai prender os juizes que encontrasse à fernte e levar para a esqudrada mais proxima para prestar declarações?

ou se porventura a vossa omissão cumplice neste gravoso crime a uma criança e um pai, se não tem resposta no enquadramento da lei e da justiça na forma acordado, autoriza-me a mim, perante Deus a vos levar directamente sem apelo nem agravo nem recurso para o inferno!

ap leo ne maior a faro vaso ro ra avo da ne maior recurso para o in fer rato no e x c la mação

quem os senhores se pensam que são!

aguardo a vossa resposta, em duas partes, uma primeira que lhe pedia até ao final do dia de oje esclarecendo a primeira parte desta missiva, bem como mencionado em forma clara o que irá fazer, e quando me dão uma resposta, bem como uma resposta ao conteudo derivado deste actos de terror, que acabaram de praticar, e que deverão ter o normal desenvolvimento enquadrado na leis e por elas

o je esca k rato e c en do missi iva par tic ar e dia eve rão teresa circulo no ral

exigo a cabeça do mandante desta treta toda, a forma como ela será servida, estará na vossa resposta!

f o ram c omo e la se rá servida

vamos ver se nos entendemos em coisa clara e simples, neste momento a America fala de querer acusar seis e deveria eu estar a reolver na parte que me toca o problema, nomeadamente acabar uma carta ao embaixador e aos amantes, no entretanto os snipers vão derrubando alguns cordeirinhos, a vossa omissão, é assim duplamente criminosa e extende em muito a vossa responsabilidade perante Deus

reo primeiro vaso e arto na par te q ue me t oca o pr o b l ema noe ema dam en te ac a bar primeira ca rta ao embaixador, no en t rato eta cruz ant circulo sin pe rato serpente e spa cia se avso aa til circulo que derrubou alguns cordeirinhos, a vo s sa o miss cão, é as s em dia up la que mente sir mino sa e x ten rato es posa bil e dad , pe ra n te d eu serpente

que casa de que supremo tribunal da injustiça é essa, pois todos os atrios da casas falam sempre do gabarito dela e quem lá vive ed aá forma em que vivem, ou fingem viver

em mim a imagem de uma caixa de ovos bailava em refracção do quadro nas escadas do falso tribunal, uma caixa de uma galinha num rectangulo vermelho como sangue, os seis ovos de salazar, a galinha pendurada de cabeça para baixo pelo homem na feira, de ix em te rr o rita serpente

deixem de ser terroristas, cumpram a lei e me devolvam o filho e os meus direitos





paulo forte



Exmo Senhor Paulo Forte

A matéria que pudemos depreender dos seus textos não cabe de todo em todo nas competências fixadas por lei a este Tribunal.Sugerimos-lhe, no entanto, que faça uma exposição à Procuradoria-Geral da República, dado estarem em causa referências feitas ao DIAP e ao tribunal de Menores.


x t hh z l b z

um quadrado do vaso dn, ou maior vaso quadrado dia do vaso do dn