domingo, agosto 31, 2008

nao sei no exacto se foi do camenbert ou de algo diferente que no pingo doce comprei, mas me deu um enorme e prolongadissimo sono, mais uma tentativa de controlo rem induzido, o que à acontecer, terá que ser feito com a conivência do pingo doce e com o tal apoio das setes equipes de psi que contrataram para me elaborar o perfil, que o espírito em dia não muito ido me desvelara e que eu aqui neste livro da vida desvelei

Ao se ino e x ac to ze f o id o cam en be rt o u de al g o di fr en te q ue no pi n god o ce com p rei, mas me de u um en o r me e p rolo n g ad di issimo son o, mai s u ma t en t at iva dec on t rolo rem indu z ido, o q ue à ac on tec e r, te r + a q ue se rf e i to com a co ni v en cia do pi n god o ce e com o ta l ap oio das set es e q eu ip es de ps i q ue c on t rata ram para me el ab o ra ro pe rf fi l, q ue o es pei rt oe m dia n cão mui to id ome de s vela lara e q ue eu aqui nest e li v ro da v id ad es vaso e lei

Deverá ter vindo da sima, pois em trade recente, ali estava ela de fora da porta de um carro com um home novo a falar em termos de que não estava ela muito convencida de algo que ele a tentava convencer a fazer, como se lhe estivesse a vendar a necessidade de o fazer

De eve rá t r e v indo da s ima, p o is em trade rec en te, al i e ts av a el a de f o ra da porta de primeiro carro com do primeiro home de n ovo a f ala rem t r emo sd e q ue n cão est ava el am u i to c on v en cida de al g o q ue el e a t en t ava c on v en ce ra f az e rc omo se l he es t iv esse sea v en d ar a ne ce s sida dade de o f az e r

Hoje de manha quando acordei a chave estava por fora da porta, coisa que eu não deixei, ou seja mais uma vez alguém cá entrou, a prova, estava feita no livro da rosa do mundo, que marcaram, pagina mil quatrocentos e noventa e seis, ou primeiro do quadrado de noventa e seis de malcoln lowry, para debaixo do vulcão, italiano, acrescenta a forma como a segunda parte do titulo está grafada

H o je de manha q u ando ac o r deia c h ave est ava por f o ra da porta, co isa q ue eu n cão de ix e i, o u seja maís uma ave z a l gume cá en t ro ua pr ova, est ava fe i ta no li v ro da rosa do mundo, q ue ma rca ram , pa gina mi l q ua t roce en to ze no v en ta e se is, o u p rim eiro do quadrado de n ove en ta e se is de m al co l n dez w rato do y, para de ba ix o do v u l cao, it al ian ano, ac e r sc centa primeira forma como a se gun da p arte do titu dez est á g raf ad a

Quando hoje cheguei do pingo doce, apercebi-me que se dera mais um vulcão na china, já ao passar no restaurante chinês, o lera na face da senhora que dele saia com um saco de lixo, que havia qualquer coisa mal, fui buscar a factura do pingo doce de hoje e nela assim leio, segundo do circulo do oitavo do traço ingles do circulo do oitavo do traço inglês do trinta e um, onze horas dos dois circulos do quadrado do segundo, do duplo circulo do ze do triplo circulo do segundo do circulo de oitenta e dois, agosto, at tem d ida (o) id dao en te par ren te sis, tânia, da cosme, a filha do jornalista, primeiro do nono do circulo da estrela do circulo de noventa e tres

Q u ando h o je che g eu id o pi n godo ce, ap e rc cebi do traço do ingles me q ue se de ra maís primeiro v u l cao na ch ina, j á ao p as sar no r es tua ra n te c h ines, o l e ra na f ac e da s en hora q ue de le s aia com um s ac ode l ix o, q ue h av ia q ual q eu rc o isa m al, f u i b us cara f ac t ra do pi n g o do ce de h oje e ne la ss em lei o, se gun do d o circulo do oitavo do t ra ç o ingles do circulo do oitavo do traço ingles do primeiro sd o trinta e um, on ze hor as dos do is circulos do quadrado do segundo, do duplo circulo do ze do triplo circulo do segundo do circulo de oitenta e dois, agosto, at tem d ida (o) id dao en te par ren te sis, t ani a da cosme, a fi l h ad o jornalista, primeiro do nono do circulo da estrela do circulo de noventa e tres

Estrela do percentil pao do avo pequeno de oitenta gato, do circulo de setenta e dois, ou do seth segundo, estrela do percentil do com pal terceiro x cento e dez, onze circulo ml mor, primeiro de noventa e nove, c ur ota primeira no segundo de setenta e um , ou set do primeiro, vo lumes dos dois quadrado do segundo euro da estrela do duplo circulo cruz roco segundo de vinte e nove,

Estrela do per rc do c en til pao do av o pe q u en o de o it en ta gato, do circulo de set en t a e do is, o u do seth se gun do, est r e la do pe ren til do com pal t rec e iro x cento e dez, on ze circulo ml mor, primeiro de noventa e nove, c ur ota primeira no segundo de setenta e um , ou set do primeiro, vo l um es dos do is quadrado do se gun do euro da estrela dodo up dez circulo cruz roco segundo de vinte e nove,

A de sabado , dia do tremor, diz, do ze do circulo do primeiro de sessenta e sete, segundo do duplo circulo do oitavo do traço inglês do terceiro do circulo, dez dos dois quadrados do trinta e um do duplo circulo do primeiro seth do circulo do oitavo do vinte oito

A de s ab ado , dia do t r emo r, di z, do ze do circulo do primeiro de sessenta e sete, segundo do duplo circulo do oitavo do traço ong l es do t rec eiro do circulo, dez dos dois quadrados do trinta eu maior do duplo circulo do p rim e rio seth do circulo do oitavo do vinte oito

Estrela do percentil bolinha integral seus x seis do circulo de oitenta e cinco, estrela do percentil dos cogumelos em bal p quadrado do primeiro da tríade do sexto, estrela percentil laranja cal terceiro bar do rá do quarto do bar do rá da estrela, circulo do quadrado do dezasseis x primeiro do vinte e nove, do circulo de cinquenta e quatro, estrela do percentil maca red delicious homem do circulo do quatrocentos e quatro x , primeiro de sessenta e oito, do circulo de sessenta e oito, estrela do percentil espinaf picados p do quadrado do circulo do terceiro nono, estrela do percentil leite p do ponto do ce do circulo de sessenta, vinte do percentil sacos de plástico, do duplo circulo do segundo, t ota l quatro, de quarenta e quatro, volumes set euro da estrela do duplo circulo da cruz roco, do circulo da estrela do meio at en dia ada por do ds dos dois quadrados da flavia santos,

Estrela do pe rc en til do linha in te gral se us x se is doc irc u dez de oi t en ta e c inc o., es t r e lado pe rc en til dos co g une dez s em bal p quadrado do primeiro da t r iade do sex to, estrela percentil laranja cal t rec eiro bar do rá do quarto do bar do rá da es tela do circulo do quadrado do dez ase is x primeiro do vinte en ove, do circulo de cinquenta e q ua t rie, es t r e la do per c en til maior aca red deli cio us homem do circulo do quatrocentos e quatro x , primeiro de sessenta e oito, do circulo de sessenta e oito, estrela do percentil es p ina f pi c ado s p do quadrado do circulo do t rec eiro nono, estrela do percentil leite p do ponto do ce do circulo de see s senta, vinte do pe rc en til s ac o sd e p l as tico, do d up l circulo do segundo, t ota l q au t ro, de q ua rena t e quatro, volumes set euro da e ts r e la do duplo circulo d ac r z roco, do circulo da e ts r e la do meio at en dia d a p o rat do ds dos dois q ua sd ra do sd a flavia santos,

No yahoo assim entre linhas li

No y a h oo as si m en t re l in h a serpente li

China, caneta do zorro das frequências, duas , ou seja o mecanismo já explicado na imagem do micro ondas, o zorro das ondas da maria em golia de estrela vaso de bei principe ingles ch ina sic home vaso ano no ch ong quadrado ingles panz da energia homem do vaso vermelho e negro magni cruz vaso de sessenta e um quadrado do vaso ak no sul, ch ina sea serpente circulo do y r do rc ce dos dois pontos da espanhola ria p sat avg terceiro do circulo do segundo do duplo quadrado pm e cruz do circulo do decimo circulo do forte do sessenta e nove, maior ap dezembro dog tap espanhol e art homem q u ak e un ch ina do x vermelho no quadrado da moldura li forte vaso do gui quadrado sete em espanha

Ch ina, can eta do zo r ro da s fr e q u en cia sd u as , o u seja o meca ni s mo j á e x p l i c ado na i mage m do mic ro ondas, o zorro das ondas da maria em golia de e ts r la vaso de bei principe ingles ch un as u c home vaso ano no ch ong quadrado ingles pan z da energia homem do vaso vermelho e negro magni cruz vaso de sessenta e um q ua dr ad do vaso ak no sul, ch ina sea serpente circulo do y r do rc ce dos dois pontos da es sap pn hola ria p sat avg t rec iro do circulo do segundo do duplo quadrado pm e cruz do circulo do decimo circulo do forte do sessenta e nove, maior ap dezembro dog tap espanhol e art homem q u ak eu un ch ina do x v e r ml ho no quadrado da moldura li forte vaso do gui q au dr ado sete em es ap pn homem da primeira


A cruz vermelha no quadrado do Li do forte do vaso do co z id dp circulo do quadrado do sete, c rie sin f r on t o f the de br is o f her co ll ap semente da casa da br uza bruxa do segundo ur da rie ed her br ot her -in- l a w, af te ra ane art h q u ak e energia da cruz primeiro na ix it circulo do duplo vaso no forte homem do vaso e li co un cruz do delta, da Sic homem ua muito do pr ove vince, au gus cruz do 31, segundo do circulo do oitavo. Ane art home quadrado do vaso da ak e da cruz do hat, energia da cruz do sul homem do west do circulo do homem ina da ap do os cruz do falo dos tolos ad serpente sic homem do vaso ana mui ro do quadrado do Y un nan pr ove vin circulo espanhol homem as do ki ll ed 25 pe op le, dama ge do ra quadrado espanhol da cruz dot roy ed more cruz homem e 100,000 homens, om espanhol do hill anda ff e circulo do ted em lea st duplo quadrado do circulo da gula do vi do triplo circulo rato espanhol do sid en ts, serpente tate media sa id em Sunday do ponto do rato europeu da teresa rato serpente do bar do rá da serpente da cruz do anel e rato en t r epa ren tesis ch ina do ponto do vaivém, vaso do as serpente ive maior do ponto do no do com do mer cia angulo c ur rc do delta de dezembro rato edi tori norte sul sal espanhol em china

Curioso eco na escrita de um dos bandidos do dn, a propósito de segurança, e do dr lopes como chama ao homem dos verdes, sendo que lopes e dr, muitos outros existem na aparência, como a convidar a dupla interpretação, a demonstrar mais uma vez como são claros e competentes em sua escrita, a propósito de carjacking, e deslocalizaçao, numa escrita arrazoada e em diagonal que punha assim a equação, ou perder o opel, que se pressupunha ser produzido aqui no fabrica que se deslocava ou levar dois tiros em troca, como simbolicamente me acontecera, ou combinado para que assim fosse, calculando eles que eu aqui o narraria, e sendo que o texto dele foi escrito antes, pois, saiu hoje , ou seja a prova da combinação para dar aparência distinta ao que acontece, espantariam-se meus olhos se ainda se espantassem e se espantariam minhas orelhas de saber que aqueles que se dizem polícia algo investigam

Cu rio osso e co na es c rita de um dos bandidos do dn, a pr o p os i to de segur anca, e do dr dez da p es co mo chama ao homem dos verdes, s en do q ue dez p es e dr, mui to s o u t ros e x is te mna ap ar e c ni ac omo ac on vi d ar a do up la in te rp r eta sao, a demo s ny t rr ar maís uma ave z c omo são c l ar os e com pete n te s em s ua es c rita, a pr o p os i t ode car jack in h, e de s dez cali iza sao, n uam es c rita ar ro z ada e em dia g on al q ue p unha as sima e au ac sao, o u pe rato do quadrado do ero opel, q ue se pr ess up unha sw e rp ro du z ido aqui no fabrica q ue se de s dez o c ava o u l eva r do is tir os em t roca, co mo si m boli ca mente me ac on tec e ra, o u com b ina ado para q ue as si m f os se, ca l cu lan ando el es q ue eu aqui on ar ra ria, e s en do q ue o te x to de le f o i es c rito ant es, p o is, sa i u h oje , o u seja a pr ova da com b ina cao para d ar ap ar en cia di s tinta q o q ue ac on te s se, es pan t ar rim do traço da inglesa se me us o l h os sea inda se es pan tasse me se es pan t ar iam min h as orelhas de s ab e r q ue a q eu l es q ue se di ze m po l cia al g o in v es ti g am

Espantoso!

Quando vinha na rua o espirito me disse que a identificação relativa ao formula um vinha na porta do postal, pois de facto lá vem tambem um, com um alfa romeo da martini, de kapa do ra seis na nini

Q un do vinha na rua o es pi rito do es ap pn hol es pei iro do espanhol piro me di s se q ue a in de en ti fi caçao r e l at iva o f om mula primeira vinha na porta do p ostal, p o is de f ac to l á ave m t am b em um, com um al faro rome circulo da martini, de kapa do ra seis na nini

quadrado vaso e duplo vaso ed
A factura do dia do atentado em madrid, o recente com o aviao

A f ac ru ra do dia do at en t ado em mad rid, o rec en te c om o aviao

No dia do acidente do dc nove em Espanha, fui como é habito ao pingo doce da ferreira borges, e quando entrei uma enorme pallete ali estava logo depois de passar os pequenos braços do portão electrónico, em frente a zona das frutas, salvo erro eram duas as pallete de madeira, como uma carga que tivesse acabado de chegar, uma enorme quantidade de produto ali estavam, pingo doce só laranja, embalagem de sumo de um litro e meio, e uma eu peguei

No dia do acide en ted o dc n ove em es p ana h af u i co mo é h a bit o ao pi n god o ce da ferreira borges, e q u ando en t rei uma en o r me pa ll e te az li est ava l ogo dep o is de passa ros pe q u en os br aços do por tao el e t ron i co, em fr en tea zon ad as fr u t as, sal ovo e r ro e ra du as a spa ll est es de madeira, co mo uma carga q ue t iv esse ac ab ado de che g ar, uma en o r me q a un tid ad e de pr o di u to al i est ava am, pi n go do ce s ó l ar anja, em bala g me de si mo de um l i t ro e mei oe uma eu pe q eu i

A factura assim reza, doze percentil ca fé m do ponto no rato da mal do lote da estrela, segundo da gula do vi do primeiro do nono

A f ac ru ra as si mr e za, do ze per c en til ca fé m do ponto no rato dam al do l ot e da estrela, se gun do da gula do vi do primeiro do nono

Cinco percentil pao alentejano g rand, primeiro da gula d vi da tríade do nono

C inc o per rc cen til pai do pao al en te j ano g rand, p rim e iro da gula d vi da t riade do nono

Estrela percentil maça mo circulo da tríade da estrela x , o primeiro do sessenta e oito, do circulo da gula do vi da estrela nina,

Este l a pe rc en til maça mo circulo da t riade da estrela x , o pi r me iro do sessenta e oito, do circulo da gula do vi da estrela nina,

Estrela percentil leite m/g, maior gato do bar do rá mg sem, do circulo da gula do vi do duplo deus, estrela percentil do quadrado do principe fla am limiano tríade da estrela do circulo do gato, segundo em noventa e nove, estrela percentil sumo cem por cento , percentil, lar p do ponto do ce do circulo de noventa e nove, t ota l oitavo da gula do vi, de noventa e dois, volumes, dos dois circulo do meio, seis, euro , nove, troco, circulo duplo do oitavo, atendida , entre parêntesis circulo, por dos dois circulo da c lua lauda caldeira, dezoito de oitenta e sete ou setenta e cinco, agosto, segundo do circulo duplo do infinito, do traço ingles do circulo do infinito do circulo do vinte, maçónico, dezanove dos dois circulos do quim ze do triplo circulo do set do triplo circulo do segundo , circulo de oitenta e dois do vinte oito, iva incluído talão indispensável para troca solicite factura no prazo de cinco dias

Estrela pe rc en til l leite m/g, maior gato do bar do rá mg sem, do circulo da h gula do vi do duplo deus, estrela percentil do quadrado dop rin cip e fla am limiano trado t riade da e ts r e lado circulo do gato, segundo em noventa e nove, estrela percentil sumo cem por cento , percentil, lar p do ponto do ce do circulo de noventa e nove, t ota l oitavo da gt l ado vi, de noventa e dois, volumes, dos dois circulo do meio, si es, euro , nove, troco, circulo duplo do oitavo, atendida , a en t re par ene tesis circulo, por dos dois circulo da c lua l au d ua caldeira, , de x oito de oitenta e sete ou setenta e cinco, agosto, segundo do circulo d ip olo do in i ni to, do traço ingles do circulo do in fi ny to dc circulo do vinte, ma ç oni co, dezanove dos dois circulos do quim ze do triplo circulo do set do triplo c it cu dez do segundo , circulo de oitenta e dois do vinte oito, iva inc lui do t aa o in di s pen s ave l para t roca sol i cite f ac tura no p ar zo dec inc o di sas


Na embalagem mais leio, quim ze do circulo d seth do circulo do nono, L do traço inglês do gato primeiro de cinquenta e oito ju, sessenta e dis do circulo d set, dos dois pontos do circulo quatro de oitenta e quatro a oitenta e nove, segundo pi n go doce, distribuído por pingo doce distribuição alimentar , as, rua tiern galvam torre terceira, piso nove, letra do j primeiro do circulo de noventa e nove do traço ingles do circulo do oitavo de lisboa, packaging by vesica sig, ou seja dois aviões alemães. Por cop ode duzentos ml , energia oitenta e cinco k al e açúcar vinte gato, e fibra circulo do quarto gato. Terceiro do duplo deus , do cic circulo de oitenta e nove, infinito vermelho na Alemanha

Na em bala ge m maia masi lei o, quim ze do circulo quadrado do seth do circulo do nono, L do traço ingles kapa do l es do gato primeiro de cinquenta e oito ju, sessenta e dis do circulo d set, dos dois on to sd o cir c l i q ua to de o it en at e quatro a oi ten at a en ove, segundo pi n go doce, di st rib u ido por pi n go d o ce di s ti b u e sao al i men t ar , as, rua tiern g alva am torre t rec e ira, pi son ove, letra do j p rime rio dc o cir cu uk dez de n ove en ta en ove maior do traço ingles do quadrado do vaso de dez circulo do oitavo de lisboa, p ac king p ac ka gin g by vesica sig, ou seja do sa avi o es al e mao s. Por cop ode duzentos ml , energia o it en at e cinco k al e ac u car vi en te gato, e fi bra circulo do quarto gato. Terceiro do duplo deus , do cic circulo de oitenta en ove, o in fi ni t ove vermelho na al em ana h

Nesse dias um outro orelhas, ou jumbo, como chamamos em meninos ao que tem orelhas grandes, hoje ao ver uma carrinha que muito vejo, hiper frango, de repente dou comigo a inverter a frase, ou seja o frango do hier, hiper, o frango do hiper, é o filho do belmiro que aparecia em foto a apontar o canto do seu computador negro, deve ser mais uma insinuação sobre o que eu vejo ou não vejo, e o engraçado é que agora esta factura acaba por explicar o resto e a relaçao com o bacon que recente mente me aparecera

Ness e dias primeiro outro orelhas, ou j un bo, c omo cha am amo se m meninos ao que te m o r e l h as g rand es, h o je a ove rum a car rina h q ue um it v e jo, h ip e rf rango, de r ep en te do u co i goa in v e rt e ra farse, o u seja o fr an g o do hier, h ip e r, o fr an g o do h ip e r, é o fi l ho do be l miro q ue ap ar ceia em f oto a ap on taro can to do s eu com puta dor negro, de eve ser masi uma in suna sao s ob reo q ue eu v e jo o un cão v e jo, e o en g ra ç ado é q ue agora e ts a f ac tura ac ab ap o r ex l i caro r es to e ar relaçao com o bacon q ue rec en te mente me ap ar cera

Uma relaçao recente se estabelecera com o seu pais no Algarve, que se reflectira numa imagem da queda em Tróia de seu pai, e que depois ouvi no espírito dizer depois de a publicar, que fora encenado a queda, coisa que não posso obviamente confirmar, pois não la estava,

Uma relaçao rec en te se es t abe l e ç e ra c om o s eu pa is no al g rave, q ue se r e f l e t ira numa ina ge m d a, madeira, se ua q eu da em t raia, e q ue d ep o is o u v ino es pei r ot di ze r dep o is da a pub l c ira q ue f o ra en cena ado a q eu da, co isa q ue não p osso ob iva mn te c on fr mar, p o is n ap l + a e ts ava,

Hier, que agora me aparece neste texto, o que se passou, a imagem da bela maneira, e dois tiros que me deram, mas o texto que ainda nao esta concluído

Hier, q ue agora me ap ar rece nest te x to, o q ue se passou, a i mage m da bela mane ira, e do is tir os q ue me de ram, maso tex to q ue a inda n cao est a c on c lui id o

Contudo mais uma vez o kruchner, na tv aparecia a falar da guerra, a imagem fechava em seu enquadramento superior o vaso do infinito em pé, mais uma vez no espirito uma linha se desenrolava, o tarado sexual, masi uma vez, qual ? me pergunto se ele o será, muito característico de muitos franceses que conheço, mas característica comum, não é aplicável necessariamente a particular

Contudo masi uma ave zo k ru c ne rna tv ap ar e cia a f ala r da guerra, a i mage m fe cha ava em s eu en q ua ad dr ra men to super i o r o v as o do in fi ni to em p é, maís uma ave z no es pei rito uma linha se de s en rola ava, o tara ado se x ual, masi uma ave z, q ua l foice me per gun to ze el e o se rá, mui to ca rac teri is tico de mui to s fr ane s es q ue c on he ç oma s ca rac teri s tica co mum, n cão é ap l i ca ave l ne ce s sari am en tea par tic u l ar

No outro lado do mar, se apresentava a senhora que irá coadjuvar, o senhor mac cain, caçadora, entre outras características, e boa gestora da coisa publica, ao que parece

No o u t ro l ado do mar, se ap r es en t ava a sem hor a q ue i rá coa dj uva ro s en hor m ac cain, ca ç ad dora, en t reo u t ra s cara c teri is nono tica se boa g es tora da co isa pub l i ca, ao q ue pa rece

Lá chegarei certamente, no entretanto navegando de novo pelo el pais, assim li, festas do nascer do sol, raves em ibiza cerradas, sexo e acido, a vareta do nono de cd, carrer deo passadis mim com duas cruzes em duas marias que fazem a mim, doze, do ze , primeiras horas de la manana, em la s calles de ibiza vaso maior, duas raparigas e um rapaz, o bico da pisadela , nas ondas do mar, o falo da onda da manha na indonésia , a tranca na porta do losango deitado em cima vermelho preto e cotovelo azul, o astronauta do pedro, filho do cemitério, decapitado, tia juana mexicana neza hi homem ua primeiro b l e t ra n ley vaso primeira chichi de suarez doze cuerpos deca pita ados, aviao, hotel sin, dc dez , da discoteca do circulo loco, ligação tsunami, omen st americano, art ur vaso ro do belt ra n ley vaso primeiro chichi suares

Lá che g a rei ce rta mente, no en t r eta n ton ave en gan do italiano den vo pe dez el pais, as si m li, f es t a sd on as ce r do sol, r ave se m ib iza ce rr ada s, se x oe ac id o , ava r eta do nono de cd, carre r de o p as s ad is mim com du as c ruze se m du as marias q ue f az ema mim, doze, do ze , p rim e iras h o ra sd e l am ana nana, em la s ca ll es de i b iza vaso maior, du as ra pat rig ase um ra p az, o b id o da p isa de la , nas ondas do mar, o f alo da onda da manha na indo ne s ia , a t ra n c ana porta do l os an g o de it ado em c imam vermelho pr e to e c oto velo dez az u l, o au st ra on auto do pedro, fi l h o do c emi té rio, dec apit ado, tia j u ana me xi c ana neza hi h ome m ua p rim e iro bl e t ra n ley vaso primeira chichi de s ua re z d oe c eu rp os dec a pita ados, aviao, h ot e l sin, dc dez , da di s ci teca do cir cu dez l oco, li g ac sao ts un ami, omen st a mer cia ano, art ur vaso ro do belt ra n ley vaso primeiro h o chi s ua r es

Ontem de manha ao passar um belo casal francês, na rua do patrocínio, levava o pai que vinha a frente na estrada o lixo em seu colo, com o que parecia ser um pacote de garrafas de vinho assim em forma de caixa cartão avermelhado, ou tinto, a mae do outro lado, e no meio duas crianças que seriam seus filhos, vinham com pistolas na mao , ainda levantei os braços a sorrir, mas dispararam na mesma, uma pistola com as cores vermelha e negra, a africana me disse, apanhei-te dei te um tiro, na realidade, deram-me dois, respondi lhes, pas encore quand meme, sorrindo

On te m de manha ao pas sar um b elo ca sal fr ane es, na rua do pao tr c in io, l eva ava o pai q ue vinha a fr en t en a e ts ra dao l ix o em s eu c olo, com o q ue par e cia ser um paco te de g ar raf as de vin ho as si m em forma de ca ix a cara o ave r me l h ado, o u t in to, a mao do o u t ro l ado, en o mei o du as c ria sn ç as q ue se r ia am se us fi l ho s, vin ham com pi st o l as na mao , a inda l eva van te i os br aços as o rr i r, ma s di spa ra ram na me s ma, uma pi st ola com as cor es vere m l ha ene g ra, a af ric ana me di s se, ap e hi do traço da inglesa te de i te um tir ron ar e la id dade, de ram do traço da inglesa me do is, r es peon, pen, quadrado das ilhe es, p as encore q u and meme e ms o u rie en

De madrugada nem de propósito, como sempre ele é, falara eu de desmontar e montar coisas, um almeidinha ao passar, abria uma caixa de construção de um formula um, e lá ficamos a conversar, ele me disse se a quiser, ponha-a de lado, para os meus colegas não a levarem, nela assim li, fott woork kapa forte a treze, um g en honda primeiro do bar do rá do dec imo, cruz do home serpente cale hi gato do homem per for mance do rc car da bp g oo quadrado y e quadrado midori ele circulo do foot work, trabalho dos pés, e águia gato do circulo tamyta, seis de kapa ra martini, bau maior da ler, pn eu bau vaso maior ler, alfa romeo cento e cinquenta e cinco, vaso sexto, cruz primeira tac ingles car

De m ad ru gado ane m de pr o p os it o, co mo se mp reel e é, f ala ra eu de d es mon t ar e mon t ar co ia sas s onze me id dinha ao pa s sar, ab ria uma ca ix ad e co ns t ru sao de um for mula um, e l á fi cam os ac on v e r sar, el e me di s se sea q u ise rp on h a do traço da inglesa a de l ado, para os me us co l ega sn cão a l eva rem, ne la as si m l i, f ot t w oo r dupla kapa forte a treze, um g en honda p rim e iro do bar do rá do dec imo, c riz do home serpente cale hi gato do homem pe r f o r man ce do rc car da bp g oo quadrado y e quadrado m id ori el e cir cu dez do f o ot w o r k, t ra b alho dos p es, e a g le gato do circulo tam u t ase is de kapa ra martini, bau maior da ler, pn eu bau vaso maior ler, alfa r meo c en to e c in q u en ta e cinco, vaso sexto, cruz p rim e ira tac ingles car

Flor do gáz cruz maior de noventa e seis do seth do duplo circulo do circulo da estrela de noventa e sete, oliveiras do nono segundo de angola, vinte e seis de oitenta e cinco do traço de estrela de oitenta e tres de camarate, hotel do rhone, geneve, vinte e um de setenta e oito, primeiro da estrela do primeiro do duplo circulo

Flor do gáz da cruz maior de noventa e se sid o seth do du p dez circulo do circulo da estrela de n ove en at e sete, o l ive ira eiras do nono segundo de angola, vinte e si es de oitenta e cinco do traço de estrela de oitenta e tres de de c am a r ate, h ot el do r h one, g ene eve, vinte e um de st en ta e oito, primeiro da e ts r e l ado primeiro do duplo circulo

Na rua num circulo da arvore, um cd musical com hats off do the buskers, the view, que me remeteu para salema, as obras num empreendimento do mesmo nome, ou obras gerais em salema

Na rua n um circu dez da arvore, um cd mu sica l com do hats circulo do ff do the b us k e r s, the vie w, q ue me reme te up ar a sal ema, as ob ra sn um e mp red dn ni e mn to do me s mo no me, o u ob ra s ge rai se ms alema

Paulo belmiro, trará o senhor algo contra a minha pessoa, ou contra o meu filho, estará porventura implicado em seu rapto? Na realidade estou aqui a pensar, a única coisa que de novo me a apareceu no pc mais ou menos quando o senhor em foto no jornal para o canto qualquer coisa apontava, foi uma serie de vírus que ainda me estão dando problemas, depois fui ali, a uma loja em campo de ourique, fazer correr um antivírus, que já nem trago um activo, tive um em tempos, mas depois a licença acabou, e nao trago eu dinheiro para tais luxos, disse-me o gentil rapaz, que havia uns gratuitos na net, o tal agv, que acabei por instalar, mas que associa o yahoo a um seu motor próprio de busca, coisa que não gosto, mas como todos me seguem nas navegações, diferenças grandes entre bandidos e policias neste caso , ou sem o ser especificamente neste, não será muito a diferença, a ver pelo que aqui nesta terra de bandidos à solta se vai passando, quando lá estava reparei que um pena branca poisara na gravura do ronaldinho que está no chao da loja e que quando se falou em vírus, duas grande pancadas soaram, era meia explicação, sem duvida, trará o senhor algo masi para me contar, visto eu ainda ser vosso cliente do canguru, que ontem me fez aqui uns passes gráficos muito curiosos, a relacionar com o senho descrito no texto anterior, como dizendo a ranhura, que era uma vareta branca no meio do quadrado negro do kanguru laranja e branco, mais uma vez estamos nos jogos de futebol de seu pai com os jogadores do outro lado do pequeno rio, assim me pareceu, depois houve mesmo uma imagem relacionada com o agv que aqui apareceu e que tambem consta do texto anterior, e tambem continuo sem resposta ao que vos inquiri, sonae sobre as ilegalidades dos vossos comércios

Paulo b el miro, t ra rá o s en hor al g o c on t ra a minha p see o a, o u c on t ra ome eu fi l ho, est a rá por v en tura i mp l i c ado em s eu ra pt o foice na real id dade es to u aqui a pen sar, a única co isa q ue d en ovo me a ap rec eu no pc mais o u m en os q u ando o s en hor em f oto no jo a nl para o can to q ual q eu r c o isa ap on t ava, f o i uma se rie de vi rus q ue a inda me es tao dan do po r b l ema s, dp posi f u i al ia uma dez j a em cam po de o u riqe u, f az e rc o rr e rum ant iv vi ru s, q ue j á ne m t rago um ac t ivo, t iv e um em te mp os, mas dep o isa li c en ç a ac ab o ue na i t rago eu din he iro para tais l ux o a, di ss e do traço da inglesa meo g en til ra p az, q ue h avia u ns g ra tu it os na net, ota l a g v, q ue ac ab e ip o r in s t ala r, ma s q ue as soci ia o y h a oo a e sargento um s eu m oto r pr o p rio de b us ca, co isa q ue n cão g os to, mas co mo todos me se g eu mna sn ave g ac ç o es, difer ren cc cas g rand es e ny t r e bandidos e poli cia s nest e caso , o use mn o ser es pe ci f ica mn te neste, n cão se rá mui to a difer en ç a, ave rp elo dez q ue aqui nest a terra de ban di do sa sol t ase v a i pa ss ando, q u ando l á e ts ava r ep pa rei q ue um p en a br anca p o is ra na g rav u ra do ron al din ho q ue e ts á no chao da dez j a e q ue q u ando se f alo ue m vi ru s, du as g rande spa n casa s oara m, e ra mei a e x p li caçao, se m du v id a, t ra rá o s en hor a l g oma si para mec on t ar, vi s to eu a inda ser v osso c lie en te d o can guru, q ue on te m me fez aqui u ns pa ss es g raf i co s mui to c u rio s os, ar e la cio n ar com o s en ho dez c rito no te x to ante i ro rc omo di zen do ar na h ur az, q ue e ra uma v ar eta be r anca no meio do quadrado negro do kan guru a laranja e br anco, masi uma ave z est am os nos jo go sd e f u te bo l de s eu pai com os jo gado dor es do o u t ro l ado do pe q eu no rio, as si m me ap ar cem, dep o is h o u ve me s mo uma i mage mr e lassi onda com o a g v q ue aqui ap ar e ceu e q ue t am b em co ns t ado te x to ante i o r, masi uma pancada , agora neste pr e c is o mo m en to se o u vi ue tam b em conti n u os em r es posta ao q ue v os in quiri, son a e s ob rea s ile gali dad es dos v ossos co mé r cio serpentes

E que me diz a esta factura do dia do atentado ultimo e madrid?

E q ue me di za es t a f ac tura do dia do a ten t ado u l tim oe madris f o cie cir

Sabe comprei depois um camenbert, no seu supermercado, cheirava estranhamente a chici ou quase cera de búfalo, que cheiro estranho, nunca assim um apanhei, será que lhe andam a por alguma coisa ?

S abe co mp rei dep o is um cam en be rt, no s eu super mer c ado, che ira ava est ar n ham ante a chi cio u q u ase ce ra de b u falo, q ue che iro es t r anho, n un ca as si m um ap anhe i, se rá q ue l he anda am a por al gum a co isa foice


x i gato da up do pn quadrado w