domingo, setembro 28, 2008

Falei eu aqui de batatas e de bispos que no entretanto vao ao cu de uma qualquer diana ou diano, esperemos que não de crianças da cml, da ultima visao, e de repente ao ler o artigo da menina cancio, no jornal dos bandidos do dn, nas entrelinhas da estupidez habitual dos políticos com seus narizes e grandes e cegos, a descriminarem o que amor dita, assim li, portanto pedia-lhe o favor de ser crescidinha e de o confirmar em modo claro, pois indução em diagonal, dizendo e não o dizendo, dá muitas vantagens aos malandros, e sendo que dois irão em breve partir, quem sabe se da mesa que hoje aparecia ao lado onde a menina estava sentada, num colóquio cheio de pó de livrarias, e coias afins, se me quer dizer que o bispo mencionado, neste caso o costa, não o seria mas sim o outro, sendo que bispos há muitos, e outros pretendem sê-los mas não o são, como o que assina nesse jornal de bandidos ac da coluna ao sabado, a quem eu já inquiri sobre o que trás de responsabilidade em suas maos, no rapto de meu filho, e nenhuma resposta até agora obtive, portanto por si só, é razão mais do que suficiente para nem o poder considerar um cristão, quanto muito um s au l, que ainda o é, que ainda não viu nem reconheceu O Cristo, como se calhar suas letras pretendiam dizer do outro seu pseudo colega, que tambem se diz cristão, aqui em dia recente citado, pelas brilhantes em negro letras que escreveu sobre Deus, a fazer a sua prova


F norte sul lei eu aqui de bata cruz as e de bispo serpente quadrado ue no ingles cruz rato eta muito to do vao ao cu de uma quadrado ual quadrado eu rato di ana o u di ano, espanhol pere meo serpente quadrado ue muito cão de c rato ian ç as, da cm primeiro, da u i primeiro ma da visao, e de rato ep ingles tea o primeiro ero ar i gato o da me nina can cio, no jo rna primeiro dos ban dido sd o dn, nas ingles telinhas da espanhol cruz u pod ode dez homem ab da primeira bit da ual dos poli cito sc om se us na rato ize se gato rato ane de se ce gs, a de sc rim mina ina rem o quadrado ue amo rato dita, as si maior primeiro i, porta muito to ped ia do ingles circulo do he o f av o rato de ser c re sc ci di id dn ha e de o c on fi rato mar em modo c primeiro aro, p o is in di u sao em dia gato on norte sul, di zendo e muito cão o di zen do, d á mui to serpente v na tage ns aos maior ala lan dr os, e serpente ingles do quadrado ue do is iram em br eve par tir, quadrado uam sabe se da me sam quadrado ue homem oje ap ar e cia ao primeiro ado onda primeira menina est ava sentada, muito um c falo do ki che e ode pó, quer dizer cheio de coca, das livrarias, e co ia serpente a fi ns, se me quadrado eu rato di ze rato quadrado ue o b isp o maior ingles cio muito ado, nest eca serpente oo costa, muito cão o se ria mas sim oo i u cruz ro, serpente ingles do quadrado ue b isp o serpente homem á mui cruz os, e o u cruz ros pr e cruz ingles de ms e traço do primeiro ingles de dezembro serpente mas sn muito cão do circulo da são, co mo o quadrado ue as sin a aá ness e jo rn norte sul de andi id os a co u mna ao da sabado, a quadrado eu maior eu j á in quadrado eu ir serpente ob reo quadrado ue cruz rá sn o ra pt ode me u fi primeiro ho, e muito ingles homem uma rato espanhola posta at é agora ob ti iv e, porta muito to por si serpente ó, é ra za o mais do quadrado ue sufe cie ingles te para ne mo po de rato c on side ra rum cristão, quadrado ua muito to mui to um au primeiro, quadrado ue a inda o é, quadrado ue a inda muito cão vi un em rec on he ceu O Cristo, cm o sec alha rata da calhe serpente ua serpente primeiro e cruz ra serpente pr e cruz ingles di iam di ze rato do o u cruz ro serpente eu ps eu do co primeiro ega, quadrado ue cruz am b em se di z c rato ista tao, aqui em dia rec ingles te cita ado, pe primeiro as br ilha ane ts em negro primeiro e cruz ra serpente quadrado ue espanhol c rato eve us ob re De us, a f az e ra serpente ua pr ova

Batatas e bispos, declina tambem em batas que muitos usam em diversas profissões e ofícios e tambem em ordem que se dizem fraternas, e onde em muitas vezes como amplamente demonstrado, usam as chamadas regras de protecção juradas, para proteger actos de bandidagem de um ou mais de seus membros, e como tambem amplamente provado se estendem e estendem sua influencia a todos os sectores e organização do estado, desde policiais, tribunais e diferentes parte da maquina do estado e assim roubam crianças a pais, e negam os direitos cívicos a um cidadão quando assim acordam, nem outros, o queimava mesmo , nas vezes ate em sentido literal da palavra

Bata cruz ase, ou a bata da taça dos bispos, dec primeiro ina cruz am b em e maior bata serpente quadrado ue mui cruz os usa sam em di vera serpente pro fissões do orçamento de espanhol sat do espanhol ap pn da homem ole o fi fic os set am b em e maior ordem quadrado ue se di ze maior fr ra te renas, e onda em mui cruz as v e ze sc omo am mp la mente demo ns cruz rato ado, usa sam as c homem am ad as rato e gato ra sd e pr tec sao juradas, para pro te ge rato ac to sd e ban dida ge ns de um o u masi de se us maior ingles br rose co mo cruz am b em am mp la mente pro ova ado se espanhol cruz ingles de me espanhol cruz ingles de ms ua influencia a todos os sec tor espanhol e o rato gato ani za sao do estado, de sd ep oe primeiro e li cia serpente, cruz rib un a si e di fr ingles cruz espanhol p arte da ma quina do estado e as si maior ro ub bam c rato ina ç as a pa is, e ne gato am do circulo do quadrado dos direitos c iv i cos norte sul cida dao quadrado eu ando as si maior ac o rato dam, nem o u cruz roso quadrado eu imam am espanhol mo , nas v e ze serpente at á em serpente ingles tod li te rato norte sul da pal vaso do ra

Batatas ressoou tambem pela memória numa imagem que a menina induzia em sua escrita diagonal, neste seu artigo, que remetia para a dália negra da tvi, uma imagem da menina ou puta menina maria joao, qualquer coisa, aquela que foi roubada no brasil, entre outras coisas e que em dia recente aparecia em foto a receber não sei de quem um bmw de bom modelo, provavelmente por serviços de representação e certamente dado por uma firma de produção audiovisual, vestida como uma batata que assim em cor berrante e choque, fora isto pouco depois de eu escrever sobre um pormenor de moda numa outra menina, os tais elásticos que assim dao um ara mesmo de saco de batas arrepanhado aquilo tudo, que até enjoa o olhar e porem as meninas bonitas muito feias, ao desvelar aquele tremendo mal gosto

Bata cruz as rato esso u cruz am b em pe la me mór ia muito uma mai mage maior do quadrado ue da primeira menina indu z ia em serpente ua espanhol c rita dia gato on norte sul, nest espanhol eu art i gato o, quadrado ue rato e met ia para a dália negra da tvi, uma i mage maior da me nina o u puta me nina maria joao, quadrado ual quadrado eu rato co isa, a quadrado eu la quadrado ue f u iro ub ada no br as i primeiro, ingles cruz re o u cruz ra serpente co isas e quadrado ue em dia rec ingles te ap ar e cia em f oto a rec e be rn cão se id e quadrado eu maior um b maior w de bom mode dez, pro ova v el que mente por ser vi ç os de rato ep rato espanhol ingles taçao e ce rta que mente dad o por uma fi rata mad e pro du sao au di o v is ua primeiro, v espanhol tid ac omo uma bata cruz a quadrado ue as si me mc o rato b e rr ante e c ho quadrado ue, f o ra is to p o u co dep o is de eu espanhol c rato e v rato serpente ob rato e um por maior ingles or de moda muito uma o u cruz ra menina, os taís el as tico serpente quadrado ue as si maior dao um ar am espanhol mo de serpente ac ode batas ar rato ep anha ado aqui dez tudo, quadrado ue a té ingles jo a oo primeiro homem ar ep o rem as meninas bonita serpente mui to fe ia sao de serpente vela ar a quadrado eu le te rato em ingles quadrado oma primeiro gato do os do to

E depois ainda recordei, um outro que apareceu este fim de semana tambem citado, ou seja , com um frase dele citada no jornal, cujo sentido rezava assim, estamos todos em cima de um vulcão o que sempre acontece quando se nega a justiça aos cidadãos e se lhes roubam e abusam de seus filhos meninos, que tambem é uma espécie de bispo, comentador da tvi, aqui tambem recentemente entrada, via moniz, via ponta, via morte do rapaz jornalista, e via as serpente muitas e perigosas daquela casa, e que me apareceu um dia a cheirar ao perto, fazendo-se de arrogante numa extra que existia ali na vinte e quatro de junho na companhia identificadora da helena, tambem aqui citada, recentemente, e que dá pelo nome da miguel sousa tavares, curiosamente agora o nome surgia como miguel esteves cardoso, o mec, ou seja provável ligação tambem com este terrorista, e que depois do encontro, ouvira eu pelo espirito seu comentário, creio que este episódio até aqui está relatado no livro, se não estiver, quem sabe , virá em seu pormenor a estar, senhorito esse, que diz coisas em sua maioria muito acertadas, e parece não trazer medo, e que me fez recordar tambem uma foto dele com a tal maria joao, num concerto salvo erro do ccb, com a mao nos bolsos da jeans, dele, e o polegar de fora em foram e sinal de faca, ou sej , uma ligação evidente existe entre estes dois, assim sendo lhe pergunto menina cancio, que tambem se faz crer uma menina corajosa e independente, se tal fosse possível, a quem nesse jornal de mentiras, trabalha, se o tal bispo e a tal dalia negra, a que se refere sem exactamente se referir, são destes dois que se trata, e ao senhor miguel sousa tavares, pergunto-lhe, trás o senhor algo a ver com o rapto de meu filho?, sendo o senhor jornalista e escritor, não saberá de nada que me possa ajudar, ou será o senhor tambem do grupo dos imensos cobardes, com pretensões de arrogantes desta merda de não país!

E d ep o is a inda rec o rato de i, um o u cruz ro quadrado ue ap a rec eu est e fi maior de se mana da ana cruz am b em cita ado, o u seja , com um fr ase de le cita ada no jo rn norte sul, cu jo serpente ingles tid o rato e za ava as si maior, est am os todos em c ima de um v u primeiro cao o quadrado ue se mp rea do acontece quadrado u ando serpente ingles ega a j us ti ç a aos cida dao se serpente e primeiro he espanhol ro ub bam e ab usa sam de se us fi primeiro homem os em nino serpente, quadrado ue cruz am b em é uma espanhol pe cie de bispo, com ingles cruz ad da dor da tvi, aqui cruz am b em rec ingles te que mente ingles cruz rato ada, via moniz, via ponta da ponte, via mo rte do rp az jo rn norte sul ista, e v ia as ser pente mui cruz as e pe rig o sas da quadrado eu la c asa, e quadrado ue me ap ar rec eu um dia a che ira ra o pe rto, fazendo do traço da inglesa sed e ar ro gan te muito uma e x cruz ro quadrado ue e x is tia norte sul ina vinte e quatro de j un ho na co mp anhi hi ia id ingles ti faca dora da helene, cruz am b em aqui cita ada, rec ingles te que mente, e quadrado ue d á p elo dez noe maior da miguel serpente o usa cruz ava rato espanhol, cu riso am nete agora o no me serpente ur gato ia c omo mig ue serpente primeiro est tv espanhol cardos, o mec, o u seja por v ave primeiro li gato ac sao tambem com est e te rr ori sta, e quadrado ue d ep o is do ingles c on cruz ro, o u v ira eu p elo dez espanhol pei e to serpente eu com ingles cruz a ap ps oto dez da ser rp nete do rio, c rei o quadrado ue este ep o serpente ó di o at é a quadrado ui est á rato e primeiro at ado no primeiro iv reo, se muito cão espanhol cruz iv e rato, quadrado eu maior serpente abe , vi rá em serpente eu por maior ingles or a est ar, serpente ingles homem rito ess e, quadrado ue di z co isa serpente em serpente ua maio rato i rato mui to ac e rta da se pa rece muito cão cruz ra ze rato medo, e quadrado ue me fez rec o rda rato cruz am b em uma f oto de le com a cruz norte sul maria j ia on um concerto serpente norte sul vo e rato ro doc cristina coutinho segundo, com a mao nos bo primeiro so sd a j ingles as, de lee o p ole gato ar d f o ra em f o ram e sin norte sul de faca, o u sej , uma primeiro u gato aç cao e vi dente e x iste ingles cruz re est espanhol do is, as si maior serpente ingles do le homem per gun to me nina cancio, quadrado ue cruz am b em se f az c rato e rum am ingles ina cora gato j os a e independente, set norte sul f os se p os serpente iv el, a quadrado eu maior ness e jo rn norte sul de mane cruz ira serpente, cruz ab alha, se o cruz norte sul bispo e a cruz norte sul d alo ane gato ra, a quadrado ue se rato efe rato espanhol em e x cat am que mente da ingles te se rato efe rato i rato , são de st espanhol do si quadrado ue set art a, e ao serpente ingles hor miguel serpente o usa tavares, per gun to do traço do primeiro ingles cruz ra serpente o serpente ingles hor norte sul goa ave rc om o ra pt o de me u fi primeiro homem circulo da foice e serpente ingles do o serpente ingles hor jo rna primeiro ista e espanhol c rito tor, muito cão serpente abe rá de muito ada quadrado ue me ps sa ajuda ro u se rá o serpente ingles hor cruz am b em do gato rup o de os i maior ingles serpente os co bar d espanhol, com pr e cruz ingles serpente o espanhol de ar ro gan te sd est a muito me rda de muito cão ap a is!

Na vossa edição deste sabado passado, são contudo muitos masi os candidatos que se apresentam, para os dois que se irao em breve tornar cadáveres, fruto de uma longa história, ou melhor de responsabilidades em alguns pretensamente acidentes que resultaram por ritos executados, alguns mortos, lá iremos

Na v os sa edi sao de ste sabado passado, são contudo mui to serpente ma sio serpente can di dat os quadrado ue se ap rato espanhol ingles tam, para os do is quadrado ue se irao em br e c v e tor muito ar c ada v ar espanhol, fr u to de uma primeiro ong a hi serpente tó ria, o u me primeiro homem or de rato espanhol po san bil id ad espanhol em norte sul gato us maior pr e cruz ingles sa sam que mente quadrado ac cin det espanhol do quadrado ua ki serpente rato espanhol sul cruz aram por ritos e x e cut ad os, norte sul gato us muito mo rto serpente, primeiro á ire do mo serpente

Por gentileza, algum dos filhos do diabo aqui citados, me responde, ou iram engrossar por e simples a lista dos vis cobardes que caíram no abismo!

Por g en tile z za, al gum dos fi l h os do di bao aqui cita ado s, me r es ponde, o u iram en g rossa rp o r e simples norte sul ista dos vi s cobra quadrado espanhol do quadrado da ue ca iram no ab is mo!


Voltemos um bocado atrás nesta história, até ao altivo, pois aí se deu agora na semana passado mais uma assinatura de um ritual, que fechou, espero eu de que, um ciclo que vem de muito tempo atrás, quase desde o começo desta guerra no seu plano mundial, um home que ia a conduzir, inexplicavelmente viu seu carro colidir contra uma carrinha de transportes de crianças do colégio académico, e por um milagre ninguém seriamente se magoou, contudo este acidente se encadeou em masi dois, logo a seguir nos estados unidos, onde aí sim, desta vez houve mais uma vez crianças mortas, primeiro uma carrinha de caixa aberta e depois um transporte escolar, ao entrar numa delta, símbolo de uma vesica deitada em forma rápida, como aqui exemplificava em letra recente, de auto-estrada, quatro mortos


V o l te mo s um b ac ado at rá s nest a hi s tó ria, at é ao al vi to, p o is aí sed eu agora na se mana da ana, o passado maís uma as sin at tura de um ritu ua al, q ue fe ch o u, es p ero eu de q ue, primeiro cic dez q ue w eve m de mui to te mp o at rá s , q ua ase de sd e o com e ço de sta guerra no s eu p l ano m un di al, um h ome q ue ia a com du zi r, ine x p l i ca da ave do primeiro que mente vaso do circulo da use vaso do carro co lida r c on t ra uma car r ina h det ra sn portes dec r ian ç as do co le gi o ac ad e mico, e por um mila da maior ilha da gre nin g eu m se ria que mente se magu circulo do vaso c on tudo este ac in det e se en cade o ue m masi do is, l ogo a se gui rn os eta do s un id os, onda a ísi maior, de sta ave z h o uve maís uma ave z c r ian ç as mo rta s, pr rim eiro uma car r ina hd e caixa ab e rta e d ep o is um t ra sn porte es co l ar, ao en t ra numa delta de au to es t r ada, q au t ro mo rt os

Ouvi, eu agora pelo espirito que o video , que salvo erro, foi o primeiro publicado neste blog, já não se encontra on line, mas ainda nem o verifiquei, o video dava conta de uma ida ao parque do alvito, onde depois de ver a incúria e o perigo de uns picos que lá estavam os foi arrancar com uma sachola, dava-se isto no tempo, em que os quarteto , ou quinteto dos dirigentes mundiais se reuniam num outro alvito, mais concretamente na casa de campo do berlusconi, para discutir e planear a guerra que começava nessa altura ao iraque e onde uma camioneta de passageiros com quadrados vermelhos de sangue se encontrava na saída parada, espero que se recordem, contactei nesse dia, as redacções dos tres telejornais com vista à emissão desse video, mas nenhuma o fez, como de costume, na barragem em que me trazem, cheguei salvo erro a enviar copias pelos e-mail, para que pudessem entender o que se passava

O u vi, eu agora p elo dez es pei rito q ue o v id e o , q ue s al vo e r ro, f oio p rim eiro pub l i c ado nest e b dez gato, j á n cão se en c on t ra on l ine, mas a inda ne mo v eri fi q eu i, o v id e o d ava conta de uma id aa o par q eu do al vi to, onda d ep o is de vera inc ur ia e o pe rig ode u ns pico s q ue l á e ts sa ava am os f o i ar ra n car com uma s a x ola, d ava do traço da inglesa se is to no te mp o, em q ue os quarteto , ou quin tec to do s di rei gente s mud dn ia is se r eu ni iam n um o u t ro al vi to, maís c on creta que mente na cas de cam po do be r l us c oni, para di sc cut i r e p l ane ar a huerra q ue com eça ava ness a al tua ao ira q ue e onda uma ca mino te de pa s sage i r soc om q ua dr aa ad os vermelhos de san g ue se en c on t r ava na sa ida parada, es p ero q ue se rec o r de m, c on at tc t e i ness e dia, as red ac ç o es dos t r es tele jo rna is com v ista a emi miss sao de s se v id e o, mas n en h uma o fez, co mo de cos t u me, na bar rage me m q ue me t ra ze m , che ge u is alvo e r ro a envi ar co pi s p elo s dez ema i l, para q ue p u de ss em en t en der ero q ue se passava, p ass da serpente ava

Falava tambem da questões de segurança, em função da obras cegas que as bestas da câmara municipal de lisboa lá faziam, diminuindo o espaço de parqueamento, o que levaria como levou a que os carros estacionassem na berma, o que com crianças a tirar dos bancos e atravessar tonava toda aquela descido onde muitos embalam mais perigosa ainda, na má colocação dos avisos de velocidade, e por aí fora na senha assassina com que não cuidam do que sao por lei obrigados a cuidar, e ganhei tambem mais um guerra com a câmara, nessa altura, ainda o carmona

F al alva t am b em da q eu st o es de segur anka, em f un sao da ob ra s c ega s q ue as b es t as da cm ar a mini cip al de l is boa l á f az iam, di minu indo o es ap ç ode parque am en to, o q ue l eva ria co mo l evo ua q ue os carros es t ac cio na ss em na be r mao q ue com c rin ç as a tor ar dos ban co se at r eve s sar ton ava toda a q u l e de sc do id do circulo da onda mui to se maior bala da ala da am maís pe rig o sa ian da, na má c olo caçao dos av is os de v elo da cidade, e por aí f o ra na s en h a assassina com q ue n cão c u id dam da mna home da manha, do q ue s º cao por lei ob rig ado sa cu id ar, e gan home ingles da it am segundo em maís da primeira guerra com ac da ma ra, n ess primeira al tura, a inda dao circulo do carro do mono

A posição que vinha diagramada no correio da manha em que os carros, ficaram depois do embate, era estranhíssima, e muito desveladora, pois a carrinha ficara de lado tombada em cima de um carro num dos seus lados, e no outro em cima de um muro, a primeira memória que me subiu ao visto fora, o sonho do muro da azinhaga, do tal anuncio do carro amarelo francês, que fora recentemente evocada pela Palavra, e de um computador que se encontrava numa prancha de madeira, no muro, e de um semi circulo como as bancadas da ar, ou seja com os gomos da divisão parlamentar marcadas, como são so de algumas estações de autocarro, azinhaga do besouro, ou seja ligado ao faraó e as fr farmácias e crocodilos e manipulações de cios pela pub, e ainda aos eventos na costa de sintra , mortes diversas, cães, queda de avionetas

A p os siç são da eu vinha dia g ramada no co r rei o da manha em q ue os car ros, fi caram d ep o is do em bate, e ra est ar n hi s sima, e mui to de s vela dora, p o isa car rinha fi cara de l ado tom b ada em c ima de um car ro n um dos se us l ado se no o u t ro e mc ima de um m ur o, a p rim e ira me mó r ia q ue me s ub bi ua o vi s to f o ra, o son ho dom ur o da az in h a gado t al ano un cio do carro am ar elo dez fr anc es, q ue fr o a rec en te mm n te evo c ad ap e la Pala vaso ra, e de um com mp u t da primeira dor q ue se en c on t rava n uma pr anc h ad e madeira, no m ur oe de u m c s emi circu dez co mo as ban c ada sd a ar, o u seja com os gomo sd a di visao par le men t ar am a rac cd as, co mo são so de al gum as es tacões de autocarro, az in h a gado be zo u ro, o u seja li gado ao f ar a oe as fr f ar ma cia sec roco da di de dez da se maior da ani ip do vaso de la circulo de corte do circulo espanhol de cio da se pr n te do pe la pub e a primeira inda aos eve en to sn a costa de sintra , mo rte s di v e r sas, cães, quadrado eu da de avi on netas eta serpentes

Fazia o conjunto , ou seja, o muro do lado direito, a carrinha escolar em cima de lado deitada que ficara no outro lado assente em cima de um leao de prata e negro, um peugeot, do forte de noventa e dois , sexto angulo do traço de setenta e tres, ou seth do terceiro, um vaso invertido por aqueles tres elementos, ou seja, alvito, um leao francês, e uma vesica do circulo azul de noventa e cinco, zo do bb, ou seja do circulo monárquico da câmara municipal de lisboa, um vaso como um link de sinais de video e áudio que ainda hoje de novo se reflectira aqui em casa num outro ponto desta história em plano mais profundo, ou não, que se passa na américa sobre a cobertura da crise do chamado sub prime, muito mais frente abordado, pois tem tambem a ver com a guerra, ou melhor com as contas de certos actos não convencionais de guerra

F az ia o c on j un to , o u seja, om ur o do l ado direito, a car rinha es co la rem cia am de l ado de it ada q ue fi car ra no o u t ro l ado as s en te em c ima de um lea ap de pa rat e ne g ro, um p eu ge it, do f orte de n ove en ta e do si , sex to angulo da gula de dez do t ar dez de sete en nat e t r es, o u seth do terceiro, um vaso invertido por aqueles tres e l em n to s, o u seja al vi to, oo lea o fr anc es, e uma ave isca do cir irc vaso primeiro o az u l, ni v en taec circulo da inc do circulo do zo da bb bo do vaso seja do circu dez mona quico da ca mara muni cip al de l is boa, um v as o co mo um l ink de sin a si de v id e oe au di o q ue a inda h oje de n ovo se r e f l e ct ira aqui em c asa n um o u t ro ponto de sta hi s tó ria em p l ano maís po rf un do, o un cão, q ue se passa na am mar i ca s ob rea co be r tura da c rise do c h am ado s ub pr rim da me, mui to ma s ia af rente ab o rda de, p o is t em t am b ema ave rc om a guerra, o u me l hor com as contas de ce rt os ac to sn cão c on v en cio na si de guerra

Na parte de baixo da carrinha assim li, kapa do rodado da primeira coluna do comboio, provavelmente o que agora se estampara na california, do ponto de dois traços horizontais que atravessam o circulo do quadrado da coluna traseira no final dos carris de duplo rodado, como quatro rectângulo de pneus, da asa do aviao prateado, duque d Ávila do colégio académico, teresa do seabra da educado do carneiro invertido ado polu bus do Abílio do Gonçalves l in ni circulo alva do circulo do fogo e do trovão primeiro do angulo da chaveta da direitas da al tura bispo de hong kong quadrado do john da cruz ong da torre de macau nova era onde o dialogo vai dobrar todos os obstáculos, e sal dan acores, que era tambem noticia do tempo pelos lados do império do meio

Na par e t de ba ix o da car rinha as si m l i, kapa do roda ado da primeira co l un ado com boi o, pro ova ave l que mente o q ue agora se es t am para na cali for ni ad o ponto dedo si t ra sç os h ori zon tasi q ue at rave s sam o c i rc u dez do quadrado da coluna t ra ze ira mno fi n al dos carris de do up lo roda ado, como q ua t ro r en t na gula inglesa dez de p en e us, da asa do avi º cao p ra te tea ado, duque dá v e l ia do cole gi o aca de mico, teresa do sea br a edu ca do carneiro in v e rt di ado polu bus do ab uk u o do g on ca s l v es l in ni circulo alva do circulo do fogo e do t r ova o primeiro do angulo da chaveta da di r e tsa da al tura bispo de hong kong quadrado do jo n h d ac ru z ong da torre de macau nova era onde o dialogo v a s i do br ar todos os ob sta cu dez se s al dan acores, q ue e ra t am b em no ti cia do te mp o p elo dez s l ado sd o i mp é rio do mei o

Colégio académico, e aquela zona da cidade, tinha tambem sido evocada pela palavra em dia recente, em diversas correlações, primeiro , os abusos sexuais das crianças, os primeiros que se deram conta em lisboa, na decada de setenta salvo erro, com a morte de uma criança numa barragem, com as historias e visoes que lá tive na praia da vitoria centro comercial, no banco, na previdência, no arco do cego, no consultório pediátrico, e no fogo que lá se deu no gás, que pro sua vez ecoara mais recentemente no canada e na queda spainar

Co le gi o aca de mico, e a q u le az on ad a cidade, tinha t am b em sid o evo c ada pe la pala vaso do ra em dia rec en te, em di v e r sas co r relações, p rim e rio , os ab us os sex ua is das c rina ancas, os p rim e iro s q ue se d e ram conta em l is boa, na decada de setenta s al vo e r ro, com am orte de uma c r ian ça n uma bar rage mc om as hi s tori as e vi s o es q ue l a ap os t olo se rp nete t iv en a p rai a da vi tori ac en t ro co mer cia l, no ban co, na pr e vi den cia, no cos sul to rio ped iat ric oe no f ogo q ue l á se d eu no gás, q u ep pro s ua ave z e co ara masi rec en te mn te no c ana ad a en a queda spa in ar


De seguida dei com masi dois acidentes no estados unidos, o primeiro ,

De sg guida de o c om masi do is ac in det es no est ado s un id os, o p rim e iro ,

Continua...

circulo da y cb f primeiro kapa