domingo, novembro 16, 2008

O bandido fora da lei que se diz ser presidente da republica, lá vinha ele depois com o pretexto dos ovos, assuntos todos estes a serem em muito maior detalhe aqui abordados, com a sua face a espelhar o sofrimento que estava bem para além e era maior do que qualquer ovo a voar, pois um dos seus filhos caíra, acabara de cair, e pensará porventura que assim deixando simbolicamente, uma cadeira, se faz a justiça, em casos de sangue!

O ban dido f o ra da lei q ue se di z ser pr es sid dente da republica, l á vinha el e dep o is com o pr e te to dos ovos, as sun to s todos est es a se rem em mui to maio r d eta alhe aqui ab o rda do sc om a s ua face a es pe l h ar o s o fr i men to q ue e stva b em para al é me e ra maior do q ue q ual q eu r ovo a vo ar, p o is um dos se us fi l h os ca ira, ac ab a ra dec a ire pen sara por v en tura q ue as si em de nono ando s im boli cam que mente, primeira cade ira, se f az a justiça, em c as os de san g eu da serpente eta que cravou a lança na terra

Que me dizeis, oh senhor cavaco silva, ou só ireis responder quando vos levar a si e aos bandidos todos, a um tribunal internacional, visto que aqui continuam sem me responder!

Q ue me di ze is, o h s en hor c avo da silva, o us ó i reis r es pond e r q u ando v os l eva ra si e aos bandidos todos, a um t rib un a l in t rena cio n al, vi s to q ue aqui conti n uam se m me r es pond e rato da s eta cravada na terra


É assim mesmo paula, que o chamado de leao logo caiu, leao de clube de bolinha redonda, entenda-se, não daqueles da selva, embora como besta o seja, não , ouvi, foi noticia de prisão pois morte matada, costumava ter em terra de justiça de lei, essa consequência!

É as si m me s mo p au la, q ue o c h am do de leao l ogo ca i u, lea o de c l ub e de bolina h red don da, ene t n da dot rato do aço da inglesa se, não da q eu l es da se i l v a, em bora como b sta o seja n cão , o u vi, f o ino tic ia de pr isa o p o is mo rte matada, co ns t um ava ter em terra de justiça de lei, ess a co nse q u en cia!

O champo, a prova, não é verdade, no saco em cima do banco do principe real!

Morreu vosso filho, e por aqui deixareis a questao?!

E a menina moura biel portuguesa, fita ou realidade, a morte de uma das suas meninas na tvi, que paciência para teatros com morte matadas à mistura, não trago eu nenhuma paciência, e logo ouvi, que eu caíra numa treta, se calhar essa, esperemos que sim, a bem da saúde da menina!

E am e nina moura bi el portu gi e sa, da fita o u real id ad e , am orte de uma das s au s me ninas na tvi, que p ac cie en cia para dos teatros do com da morte mata da s à mi s tura, n cão t raf go eu n en h uma p ac i en cia, el falo da terra cravado o u vi, q ue eu ca ira numa t r eta, se da calha r ess a, es per emo s q ue sima b em da s au ded a m en ina!

Depois a promoção acrescentava a linha da malandrice ou da realidade, é a pergunta que aqui lhe deixo, já que é tao clara e frontal em seus dizeres no pequeno ecrã, assim a trago eu em mim, ou será só quando dá jeito, e do jeito que for necessário as seus objectivos, o que atendendo então à mais uma morte, que me parece ter outros motivos, seria ainda mais incompreensível, não é verdade, ou mesmo não trará mais coração?

D ep do circulo da isa da p romo mo do circulo da são di ac rato espanhola cena tva primeira da linha dam al no dr quadrado da rice circulo do vaso da rata e la id a de, é a per gun da cruz aqui da ue aqui do primeiro ingles do nono circulo, j á aqui da ue é tao clara e fr on cruz al em se us di ze rato espanhol do no pequeno e circulo do ra, as sima cruz rago europeu em mimo use rá serpente do acento no circulo, ó, quadrado do vaso ando q au dr ado da á je e ot to, e do je it to quadrado da ue da for ne ce serpente do sário as se us ob js ct ivo serpentes, o quadrado da ue a t en d en do en tao à maís primeira morte, quadrado do delta da ue da me pa da rece da cruz da te ero vaso da cruz ros mo cruz ivo serpente da se ria primeira inda maís inc circulo do mp ren serpente ive l muito cão é eve rato dad e, o vaso da me serpenet do mo muito cão da cruz rata primeira da rá maís co rato da pata são da foc foice cie

Realidade e imaginação, ficção e realidade, não trazem fronteiras que façam dos termos coisas assim separadas, e isso o trás bem sabido a senhora e o seu senhor, e esses aprendizes de dramaturgos das formas enformadoras, com que levam as gentes a viverem sem viver as vidas alheias, em vez das próprias

Real id ad ee imagina sao, fic sao e real id a de, n cão t ra ze m for n te iras q ue f aç am dos te r mos co isas as si m s epa ra da se do iss do circulo da ot rá sb em sa ab bid o as en hora e os eu serpente da en hor, e ess espanhol da ap da ren di ze serpente do dr da ana cruz ur, dramaturgos, gato os das formas en for mna dora sc om quadrado da ue primeira eva am as gene ts p rime ria do vaso do nono e rem se maior do viver as vi da ser pene net cruz del ara sa al he ia serpenet, em vaso e zorro das por rp ria serpenets

Temos bem a certeza, que o , eduardo, o do poker, é mesmo o diabo, assim dizia a linha de seguida, pois só vos falta mesmo dizer então, que factos trazem, que provas, e se para alem do primeiro aqui mencionado neste Livro da Vida com ligações a jogo e a africa do sul, e heranças dos nazis, e coisas assim, como morte de seu próprio filho e associação com outros casais com mortes em suas respectivas carteiras, talvez o que bettina se referira sobre o numero da infâmia, que talvez não fosse esse, mas o da besta, e se devemos incluir um outro salvo erro que traz nome semelhante, que aparecia em outro dia a jogar poker, ou algo assim num país salvo erro no norte de africa, com pirâmides ao fundo, um que foi ao que parece representar portugal,


Te mo da águia segunda ema ce r te za, quadrado da ue circulo , do circulo do po k e r, é me ms do cio do circulo duplo do diabo, as si maior da di za ia da linha da se guida, p circulo do is serpenet do acento no ó vaso dos ovos do os fla tam e ms o di ze rato da r en tao, quadrado da ue forte do ac do to st ra ze maior, quadrado da ue por vaso da ase seda se para al em dó da p rime rio aqui men cio muitos ado nest el do angulo do nono ro da vaso ida com li g aç circulo do espanhol da primeira do principe do falo cravado na terra e aa fr i ca do s u l, e homem ingleses ratos das anç as dos na zorro da ise do co ia sas si em cruz alve do oz quadrado da ue da bet da cruz do ina ser efe rato da ira serpente do ob reo no maior ero em f a mia, quadrado da ue cruz alve zenao do cão forte do os se ess ema maso da besta, e sed da eve ms o inc primeiro ur do primeiro outro da serpente alvo e rato roque cruz rato az no me se ml laque do homem da te, quadrado da ue ap ar e cia em outro dia primeiro do jo garo da ar do poker das almas, kapa do ero do vaso norte sul goa ss em maior do primeiro do pa iss alvo e rato do ro non orte dea forte da ruca, com da pi iram ram da id espanhola da ilha ao fundo, primeiro quadrado da di ue forte do circulo do ia o quadrado da ue par rc e rato da ep rata espanhola neta ar por vaso do gal,

se d seda au vaso da primeira cruz homem