domingo, janeiro 18, 2009

O jovem cristiano, aparecia nas capas de jornal com seu merecido prémio na mao,

On te m j circulo do ove e mc rato das is da ti do ano, da ap e da ar e cia nas ca sas de jo rn al com serpente eu mer rc cid o pr emi o na mao,

Cr sete, ou o do circulo do rato, o seth, cr sete, um nome que ressoa num dos carrinhos que eu achava muito belos, não tanto este modelo, mas os anteriores, ou melhor, foi com o cr set que eu menos comecei a gostar da triumph, sempre achei que o desenho dele perdera, as curvas que lhe conferiam a harmonia, anos mais tarde, comecei a gostar mais do sete, existe ou existia aqui um do tempo da primeira vez que aqui estive em campo de ourique que costumava estar parado muito da final da rua que vem do jardim da parada e entronca na dos eléctricos que vao para o cemitério, salvo erro onde existia tambem uma garagem, ou seja parece isto apontar a relaçao de esse home do prédio do arco, com o do carro aqui em campo de ourique, salvo erro, branco com capota preta dee lona, ou castanho, não estou certo nesta distancia de décadas, o espirito acrescentou, o pro, provavelmente então o tal do prédio em arco, o alto prédio onde aqui tem aparecido referenciado num conjunto de visoes, uma das fotos, é dele dentro do que parece um limo, de interiores brancas, que me ecoou na memória, na limo, que vira em londres, uma das fotos que fora qui abordada, relativa ao video, do qual extrai matéria probatória relativa aos atentados que na cidade que me viu nascer, se deram, p2 , a ordem italiana, assim está ao lado do pc, um seth invertido da p2 italiana, aqui referencia tambem neste livro conjuntamente com muitas outras organizações

Cr sete, ou o do circulo do rato, o seth, cr sete, ou o do circulo do rato do li do gado do jornal sete, primeiro no em quadrado ue r esso ano primeiro dos carrinhos quadrado ue eu ca h v am vaso e to b elo dez serpente, muito da cão cruz ant o de este mode elo primeiro do circulo, masos ante iro r espanhol, o vaso mel hor, forte o e com o cr set quadrado ue eu me no sc com e ceia g os tar da cruz rio un forte homem, se mp rea ache, ac he, e ode serpente ingles ho quadrado ue o de sn ne h ode le per de ra, as circulo ur v as quadrado ue primeiro he circulo on fe r iam a h ar moni a, ano serpente maís cruz arde, com e ceia g os tar maís do sete, e xx is te o vaso e xis tia aqui um do tempo da pi rm e ira ave z quadrado ue aqui espanhol cruz iv e em campa de o ur tic ue quadrado ue co ns cruz m ava est ra para don fina primeiro da rua quadrado ue v em do jardim da parada e ingles cruz ron circulo ana dos ele ct ticos quadrado ue vao para o circulo emi te rio, o use sej ap arc e is to ap a on tar da primeira da relaçao de ess e h om me do pr e di o do arco, com do circulo do carro aqui em campo de ourique, serpente alvo e r ro, br anco com cap ota pr eta dee primeiro on a, ou ca ts na h on cão est o vaso ce r to ne sta di serpente tan cia de decada sa, o espanhol pi rito ac r espanhol cento vaso, o pro, por v ave primeiro mente então o ta primeiro do pr e di o em arco, o al to pr é dio onda aqui te m ap ar e cid o ref rene cia ado muito da um circulo on j un cruz ode visoes, uma das forte oto serpente, é dele d ingles cruz ro do quadrado ue par ce do primeiro da limo, de in teri o r espanhol br ancas, quadrado ue me e coco un a m emo ria, na limo, quadrado ue v ira em londres, uma das forte ot to serpente quadrado ue forte o ra qui ab o r dada, r e primeiro at iva ao v id e o, do quadrado ual e x cruz rai mate ria rb a tori a r e primeiro a cruz iva aos atentados quadrado ue na cidade quadrado ue me vi vaso muito da as ser, se de ram, p 2 , a da ordem italiana, as si em e stá ao primeiro ado do pc, um set h in v e r ti do da p 2 ital ina, aqui refer ingles cia cruz am b em neste primeiro iv ri circulo on junta que mente com mui cruz as o vaso cruz ra serpente o r g ani iza ç o espanhol

Aponta cristiano seu dedo para cima dentro da limo, como a dar uma indicação, que assim seria comulativo, entre o local, onde eu aqui vira a tal limo branca, ao pe do largo de alcantara, uma noite em madrugada alta, aqui referenciada neste Livro da Vida, olho para cima muito da largo, por cima da outra cervejaria de seu esquina, naquele prédio com fachada decadente, mas poucas casas cuidadas em seu inteiro , na esquina talvez terceiro andar, uma nova, toda pintada de fresco apareceu neste dias com forte luz branca em seu inteiro e uma arvore de natal que ainda estava até ontem ou antes de ontem a janela, já lá vao os reis à mais de uma semana como se cristiano estivesse apontando então um outra arvore de natal que por ali teria nestes dias poisado, mae já podem soltar os fogos, mae do principe do acento ap da ode em sol tat, os dos falo dos gatos do circulo duplo dos acores, assim parece o sentido se fazer, talvez a historia dos bastões, ao lado no mesmo prédio, um outra casa nas vezes pela noite iluminada, me chama a atenção desde o acidente de carro do actor afro americano na américa, um estranho acidente de viação de noite, que aqui dei conta, onde ele em pouco se magoou, o friedman, pois um mesmo armário de madeira, semelhante a um meu e a um que por detrás do actor nesse tempo aparecera , parecia indicar que a possibilidade da ocorrência dali tinha vindo, ou por ali tinha passado, o cento e quinze, antigo numero das ambulâncias, dos ni no nis, o circulo dos cem do quim zé, assim parece declinar tambem o numero da porta do prédio, o primeiro prédio onde pensei que a marta pudesse viver, quando as notícias várias de jornais deram primeiro conta com alguma insistência que ela se tinha mudado para Alcântara e estava recuperando um prédio

Ap da primeira ponta da p circulo r is ti do ano serpente do eu do dedo do para do circulo ima d ingles cruz roda da limo, com do circulo da ad da ar da primeira indica sao, quadrado da ue as si em se ria com mula do x da cruz do iva, ingles cruz reo da primeiro ocal, onda eu aqui do vaso da ira primeira da cruz al da limo branca, ao pe dol argo de alcantara, uma no it e em mad do dr au gado al at a, aqui ref rene cia ada nest e L iv ro da V id a, olho do para do circulo ima muito da do primeiro argo, por circulo ima dao do vaso dc a cruz do ra da cervejaria de serpente do eu da espanhola quina, naquele prédio, do com do forte ac h ada dec a dente, mas p o vaso cas ca sas cu id ad da se ms eu in te iro , na espanhol quadrado vaso ina cruz alve z cruz rec e iro anda rum primeira do nova, cruz do vaso da pintada, da vaquinha, de fr e co ap are circulo eu nest e do Dias com do forte da luz br anca em serpente do eu in te r iro e uma da ar vo r dede nat primeiro prime rei da ira do laque do que primeira inda e stav aa té on cruz emo do vaso da ant espanhola de on em cruz da ema jane la, j ala do vao do os do reis à maís de uma se mna am com o se circulo r is tina do circulo do est iv ess e ap on cruz ando ingles tao do primeiro da outra da arvore de nat la que do por al it da te e ria dos nest vaso do espanhol Dias p o isa sado, mae j á p ode em sol tar os forte ogo serpente, mae do p rin circulo ipe do ac ingles cruz o ap da ode em sol tat, os dos forte alo dos gt dos os do circulo duplo dos acores, as serpente em pa rece o serpente ingles tid o se forte az e rta primeiro v e za hi serpente tor ia dos bas to espanhóis , Aol ado no me serpente mo pr é di do circulo , do prik da outra casa na serpente do vaso da eve do ze serpente do pe da primeira no it e falo do vaso duplo da mina da ada, da dame da chama a at ingles sao de sd e deo do acide dente do carro do actor afro am erica em prime ria américa, primeiro e ts rato do anho do ac id dn da nete da via sao de no it da te, quadrado ue aqui de e conta, onda ele em p o vaso co se magu do vaso do circulo duplo do friedman, que ressoa num outro friedman, que por aqui existe, p o is do primeiro do mesmo da arma da ria da ode da madeira, semem do primeiro da primeira do homem da dn te da a um, da me da ue a um do que por ao det ra serpente do actor ness e te mc p o ap ar a rec e ra , e par da ceia indica car do que da primeira da p os sibil di iade da oco r ren da cia do dali da tinha do vaso indo, circulo da el eva sao por do al da ite da tinha, o passado, o circulo ingles to e do quin ze, co circulo dos cem do quim zé, as si em par ce dec lina cruz e x zorro ra tp do pr tam e b mo do muito da do primeiro ero da porta do pr e dio, o prime iro pr é dio da onda do pen da se e do que primeira da marta p vaso de serpente se do viver, quadrado do vaso ando as das not das ti do Cais dos vaso das árias dos jornais, de ram prime rio conta do com da al gum a is ni serpente ten cia do que el ase da tin h am mud ad do circulo do para de Alcântara e e stav a rec cup e ra do dn circulo do primeiro pr apostolo serpente sd di circulo

Triumph, declina ainda em seio, e soutiens, e graficamente em palmas, las palmas, ou seja a eventual ligação com a ilha das canárias, e o tal cabrão do paço espanhol, que ontem o espirito me desvelava, ser o espanhol, o tal que me impedia a felicidade, ou seja recuperar o meu filho e ter por perto os braços de minha amada, ou seja pela semelhança com o cantor, mais uma vez aparece barcelona, como sede do dito senhor, que ladroes de crianças nem senhores nunca são, e com relaçao então a p2 italiana ou seja um será par do outro, o de barcelona e de italia que vem na capa do jornal, irmanados pela mesma organização!

Triumph, dec primeiro ina a inda em seio, e soutiens, e g raf icam nete em palmas, primeiro as das palmas, o use seja a eve ingles tua primeiro li gata do aç à sao do com da primeira da ilha das canárias, e ota al cabrão, do paço espanhol, cabra amo da cab do ramo da cabra do cabaré do ca do bal das cabras, quadrado ue on cruz em o espanhol pi rito me de serpente vela ava, serpente ero espanhol ap pn da hol, o falo da cruz al quadrado ue me em ped ia a forte ele da cidade, o vaso sej rec vaso pera rome vaso fi primeiro h o e te rp por per to do os dos br aços de minha amada, o use seja pe primeiro a semem primeiro h ança com do o do can tor, mais uma vez ap arc e br ac e primeiro on ac omo da sede do dito serpente ingles hor, quadrado ue primeiro ad ro espanhol de circulo rina sç ne m serpente ingles hor espanhol muito da unc a são, e com da relaçao ingles tao a p 2 italiana, o use seja um se rá par do outro, o de bar do celo na e de italia que ve mna capa do homem do jornal, irmão da ana do serpente p e la me serpente ma o r g ani iza sao.

Em véspera comprara eu um dos jornais nacionais, algo nessa madrugada assim me falara dele, o publico, na capa , em cima da base do P a vermelho, um pc portátil, meio aberto com a tampa em angulo, invertendo, o jornal, faz o sete, ou melhor o seth

E maior vaso da espanhola pera, com mp rata primeira do ra eu primeiro do sj o rna si do cio na si, al g one ness e madruga da as si maior da me fala ra dele, o do publico, na capa , em circulo ima da b ase do P, primeira ave mel ho, primeiro da p circulo do porta til, mei o ab e r to com a tam pa em a gula dez, ive rt ingles do, o jornal, forte az o sete, o vaso mel hor do circulo do seth

O angulo pela imagem se estabelece entre portareis p2 e ao lado ainda uma referência à India, os príncipes herdeiros começam a chegar a poder, com imagem de um senhor, que primeira vista me lembrou um rapaz , o vocalista dos sencillos, cuja capa do cd, remete tambem para uma outra imagem, a dos prédios em nova Yorque no video das danças de lisboa, ou seja, relacionado tambem com a queda das torres,

O angulo pe primeiro a e mage m se e stab e le ce ingles cruz re porta cruz is p2 e ps conti nu ar , e ao primeiro ado a inda uma ref ren cia à India, os porn circulo ipe serpente her de iro serpente circulo om eça ma circulo h ega ra p ode rc oma mage me um serpente ingles hor, quadrado ue p rime ira vi sta me primeiro em br o vaso um ra p az , o vo calista dos serpente ingles circulo e ll os, circulo vaso ja capa do cd, reme te eta am b em para de uma o vaso cruz rai mage ema dos prédios em nova delta o ru circulo e no v id e o das da sn ç as de primeiro is boa, o use sej ar e la cio em ado do dot da am segundo em do com da primeira queda das torres, zorro

Dentro do angulo, propriamente dito, um obituário, rodrigues da silva, o ultimo editor de infantaria, da p2, cores prata, negro e vermelho, as cores que pretendem indicar , ou dar um indicação da ordem, da OTO

D ingles cruz rod do angulo, por rp ria que mente, o dito, um ob it tua do rio do rodrigues da silva, o vaso primeiro cruz imo edi tor de in fan tar ia, da p 2, cor espanhol p rata, ne g r oe eve vermelho, as co r serpente quadrado w ue pr e cruz ingles d em in indica car , o vaso d ar um indica caçao da ordem, da OTO

Prolongando, a linha da tampa na abertura do angulo que ela desenha, se le cardos, que
É ds ao da cross, homem as do tear, ou seja ligado ao negocio das roupas, ou da tear das mentiras, curiosamente, a referencia ao artigo do miguel recentemente aqui entrado tambem, num dos últimos textos deste livro, está violeta, cor da dor, e cor de cristo, e da Ordem de Cristo e da historia dos bastão da Ordem do Espirito Santo

Pr rolo ingles gan do, a linha da tampa na ab e rt ira do ang lo quadrado ue el a de serpente ingles h ase primeiro e cardos, quadrado eu É ds ac o rr ss, h as do tear, o use seja li gado a on ego cio das roupas, o vaso da te aida serpente das mentiras, cu riso sa que mente, a ref ren cia ao art e g o do mug eu primeiro rec ingles te mn te aqui ingles cruz r ado cruz am b em, num do serpente ul cruz imo serpente te x to sd e ste primeiro iv ro, e stá viol eta, cor da dao rec o r de cristo, e da Ordem de Cristo e da hi serpente tori ad os bas tao da Ordem do Espirito Santo

Pela normal ordem de leitura dentro do angulo, a base da coluna vermelha da p, ou a p publica vermelha, talvez a ruivinha da ar, que trás essa cor em seu cabelo natural, das tecnologias, talvez outra então, ou um outra que esteja ligada a primeira agora mencionada, a p dos portáteis, a p segunda, ob do tua ria, do ro dr e garo da eu espanhol d circulo do ultimo, edi tor da infanta ria, me teo rolo g ia do circulo maior do fr rio e ane da neve a inda vaso cao conti nu ar da p2 e lo do cal da india, os dos príncipes herdeiros, com eca am a che ega ar ao poder, p segunda, por debaixo disto temos mais um retracto da corrupção constante dos partidinhos bandidos e ladroes de crianças, desta vez, o armando vara que foi promovido na caixa quando já estava no bcp, certamente para aumentar as reformas, nem leio, não trago paciência para bandidos, nem para a falta de cumprimento da lei nest pais de brincar, como se então o cabrão do vara, que é tambem lá do norte, referências varias aqui neste livro, do grupo das bestas do colégio moderno tambem, como se sendo o homem, se tal se lhe pudesse chamar, por debaixo da tal p segunda vermelha dos computadores,

P el ano norma primeiro da ordem de lei tura d ingles cruz rod o angulo, ab aba da ase da coluna vermelha da p, ou a p p un lica verme primeiro h a, cruz alve za ruivinha da ar, quadrado ue cruz ra serpente ess ac o rem serpente eu cab elo nat ural, da serpente tec no do falo do gi as das tecnologias , cruz alve zo vaso cruz ra ingles tao, o uu mo vaso cruz ra que espanhol tej a li gado a prime ira do agora me nico na da, ap dos porta te is, a p serpente e gun da, ob do tua ria, do ro dr e garo da eu espanhol ap pn hol d circulo do vaso primeiro cruz imo , edi tor da infanta ria, me teo rolo g ia do circulo maio r do fr rio e ane da neve a inda vaso cao conti nu ar da p2 e lo do cal da india, os dos p rin cip espanhol her de iro sc om eca am a che ega ar ao p ode rp se gun d ap o r de ba ix o di serpente to cruz em os mais um r e cruz rato da co rr up sao co ns cruz ante dos spa p art da ti din h o serpente ban dido sela dr oe sd e circulo rie ingles as ç as, de sta ave z, d armando vara quadrado ue forte o ip romo v id o na da caixa quadrado vaso ando j á e stav muito da bec da p, ce rta que mente para au m ingles tar as r e formas, ne m lei on cão cruz rago p ac cie ingles cia para ban dido serpente, ne m para a fla cruz ad e cu mp rim ingles to da pata da lei nest pais de br inca rc omo se ingles tao o circulo abrao do v aro, quadrado ue é ta m b em lá do norte, ref ren cia serpente v aria saqui nest e primeiro iv ro, dog rup o das be sat ts do cole gi o mo de r no cruz am b em, com o se serpente ingles do o h om em, serpente e cruz a primeiro se primeiro he p vaso d ess e circulo h aa mr, por de ba ix o da cruz al p segunda vermelha dos co mp vaso cruz ad da dor espanhola,

Ainda no pc da capa, dois pequenos circulo como falhas de impressão de tinta serpente encontram ao lado do que no meu é a ranhura do sistema de fechadura da tampo, do packard bell, easy note, ou seja , os dois circulos do leito,

A ind dc ca no pc da capa, do is pequenos circulo com o forte al alha serpente de e m press sao de cruz in cruz as e ingles circulo on cruz ram ao primeiro ado do que no me vaso é a ra muito da h ur a do sis cruz ema de forte e che da ra da cruz am p o, do p ac k ard be ll, e a serpente delta not e, o use seja , os do is circulos do leito, da cama

Cristiano que tinha na aparência acabado de destruir um ferrari, num túnel em londres, mais um vez reverba isto tambem, no acidente de alma em paris, como a dizer cumulativamente, que esta organização, será então a que está não só por detrás das quedas, como da morte da princesa e tambem do roubo de meu filho, cristiano que remete para acores, que tinha acabado de entrar num dos últimos texto, a propósito de mais um vez se ter desvelado na escrita, o tal com relaçao a companhia de seguros açoreana, um seja, esse homem será então o elo de ligação com e organização, aqui, e provavelmente será o que mora no prédio no rato, ou que trará relaçao com quem mora no tal prédio do rato, cuja imagem significativa ultima fora a id do rato do metro al, e as bombas, na passagem do ano, ou sej do rat do meu filho, do ar e da terra a tremer, tambem em parte semelhante à da imagem do tsunami e dos tremores de terra

Cr rt is do tino quadrado ue tinha na ap rec ni a ac ab bd ode de serpente cruz rui rum ferrari, muito da um cruz une primeiro em londres, masi um v e z r eve rba is tot a m b em, no acide dente de alma em paris, com o a di ze r co mula cruz iva que mente, quadrado ue e sta o r g ani iza da sao, se rá ingles tao aqui da ue e stá muito da cão serpente o por det ra serpente da serpente quedas, com do circulo do dam orte da p rin ce za eta am b em do ro ub ode me vaso fi k primeiro h o, cristina o do serpente acores, quadrado ue cruz in h ma circulo ab ado de ingles cruz ra rn um dos vaso primeiro cruz imo serpente texto, a p o rp rosi cruz ode de mai us um v e z set r e de serpente vela ado na espanhol cita, o cruz al com da relaçao da companhia de seguros açor e ana, primeiro do seja, ess e h om em se rá ingles tao o elo deli g ac a sao com e o r g ani iza sao, aqui, e pr ova ave primeiro que mente se rá o quadrado ue mora no pr e di on circulo do rato, o vaso quadrado ue cruz r a rá da relaçao com quadrado eu em mora not al pr e di o do rato, cu j a e mage m si gn mi fi cat iva vaso primeiro cruz ima forte o ra a id do rato do metro al, e o as bo mna serpente, no mba serpente na p assa ge m do ano, o vaso sej do rat do me vaso fi primeiro h o, do ar e da at rr e at r e mer, cruz am b em e m p arte lee mn cruz os semem do primeiro h ant espanhol da e mage m do rus na ami e do st rr emo r espanhol de terra

Curiosa palavra, que muito de novo aparecera em texto anterior, terra, e eu a olhava e tentava perceber como pela faca em sua raiz ela declinava, pois, como sabemos, as próprias raízes trazem ramos distintos, entre si, terra, que declina em te rata do rá, ou te, a dora, que lembra doiradinhos e o capitão dos esquimós, ou do iglo, do gelo, ou dos gelos, e ontem pela manha, cedo cedinho na primeira visao, o radio que me acompanhava ligado, dava e acrescentava uma outra explicação, que de repente parecia fazer sentido nesta ultima declinação, a do texto anterior, terra a vista, o portal, o portal que estivera ligado tambem ao costa do icam,

Cu rio sa da pala vaso do ra, quadrado ue muito de muito da ovo ap ar e cera em texto ante iro rato da terra, e eu primeira da aol, ol h ava e cruz ingles cruz ava per rc e br com o pe primeiro a forte aca em serpente ua rai ze primeiro a dec primeiro ina ava, p o is pi cm, com o serpente abe emo serpente, as por rp pi as rai ze serpente cruz ra ze m ramos di serpente tintos, ingles cruz re si, terra, quadrado ue dec primeiro ina em te rata do rá, ou te, a dora, quadrado ue primeiro em br a d o ira din h o da se do o do circulo apit a o dos espanhol quim os, o vaso do iglo, dog elo o gelo, ou do serpente gel os, e on te mp el am da manha, cedo cedinho na prime ira da visao, o ra dio quadrado ue me ac on p anha ava li gado, d ava e ac r espanhol circulo ingles cruz ava uma outra e x p li caçao, quadrado ue de r ep ingles te pa rc da ceia forte az e r serpente ingles cruz id o nest a vaso primeiro cruz ima dec lina sao, a do texto ante rio r, terra a v ista, o portal, o porta primeiro quadrado ue espanhol ti vera li gado tam be ao serpente costa do icam,

O espirito acrescentara, a gata, dos acores, 93, o ovo de noventa e seis, o que foi responsável pelo ovo de noventa e seis, a histórias com a polícia no carro, uma madrugada em que dormíamos os dois dentro de meu carro numa rua, pois não tínhamos para onde ir, e de repente fomos acordados por um carro da policia, que me pediu para sair do carro e levantar a manga, e vaso fazendo-o sem mesmo me dar conta do que estava fazendo, como é obvio nao tinha nenhuma marca, aí me dei conta do que eles estavam pensado, foi identificado, e depois os homens de repente como se correrem para se irem embora, ainda lhes perguntei, mas porque razão ali vinham, e me disseram 1que fora uma denuncia, anónima, portanto terá quem a fez ou trará relaçao com o do triumph, ou seja , o seio do ovo, de noventa e seis

O espanhol pi rito ac r espanhol circulo ingles tara, a gata, a gt da primeira dos açor serpente zorro de 93, o ovo de muito da ove ingles cruz a e se is, o quadrado ue forte o e r espanhol ponsa ave primeiro p elo do ovo em noventa e seis, a hi st toi ra z com da primeira pol e cano carro, uma madruga da em quadrado ue dor mia mo serpente os do is d ingles cruz rode da ode me vaso carro muito da uma rua, p o is muito da cão tinha amo serpente para onda da ire de r ep ingles te forte omo serpente ac o rda do serpente por primeiro carro da policia, quadrado ue me ped e vaso para sa e r do carro e primeiro eva van tara manga, eu fazendo do traço do ingles circulo serpente em me serpente mo me d ar conta doque e stva fazendo, com o é ob iv on ap tinha muito da ingles h uma ma rca, a í me de e conta doque deles, est ava vam pen sado, forte o e id ingles ti fi cado, e depôs os h ome ns de r ep ingles te circulo omo se co rr e rem para se ire m em bora, a inda primeiro he serpente per gun te ima serpente por quadrado ue ra quadrado za o al e vinha do ham, e me di ss e ram 1q ue forte o ra uma de muito da un cia, a no nima, porta muito da tot e rá quadrado eu ema de fez o vaso cruz r a rá da relaçao com do circulo do cruz rio un ph, o use seja , o seio do ovo, de no v ingles cruz a e se is

Quando conheci a gata, não sabia eu que trazia ela relaçao com a mulher do manuel paulo

Q vaso ando circulo one homem da cia da gata, muito da cão da sa da bia eu quadrado ue cruz ra z ia el da primeira da relaçao com ad da mul her do man eu primeiro p au lo

Depois a besta do miguel esteves cardoso, mais um claramente com escrita enformadora, como se desvela do pequeno texto que ele assina no publico, masi uma vez a fazer prava como os bandidos campeiam na comunicação social, na medida em que um texto com este conteúdo, aponta outras coisas, que não são mencionadas, nem podem ser entendidas, por quem as lê, e isso um editor, ou melhor um pretenso editor o sabe, e não o autorizaria a faze-lo pois até estas bestas deste jornal trazem um livro de estilo, muito curioso sobre o qual o mrpp que o dirige, na altura em que elaborou, muito o publicitou com um bom exemplo

D ep o isa besta do miguel esteves cardoso, mais um clara mn te om com espanhol circulo rita ingles for mad dora, com o se de serpente vela do pe quadrado eu ingles o te x cruz quadrado ue el e as sin ano publico, ma si uma ave za forte az e rp r p v ac omo do os dos bandidos cam pe iam na com uni caça soci soc da al, na me dida em quadrado ue um texto com de este conte vaso do, ap da ponta, outras co ia sas, quadrado ue muito da cão são m ingles cio na da sn em p ode m serpente e r ingles cruz ingles didas, por quadrado eu ma serpente primeiro ê, e iss o do primeiro editor, o vaso m e primeiro hor um pr e cruz ingles serpente o edi tor o serpente abe, ingles cão o au tori za ria a forte az e do traço do circulo ingles cv primeiro do circulo p o is a té e sta serpente bestas de ste do jornal cruz ra ze mum do primeiro nono dol iv ro de est e lo, mui to cu rio serpente o serpente o br reo quadrado ual o mr rp da p quadrado ue o dirige, na al tura em que el ab o ru, mui to o pb li cito vaso com um b om e x e mp lo

Reza assim o artigo , hotéis e quartéis

R e za as simo art e g o , h ot e ise quadrado vaso art e is, dos quartéis



Não percebo por que é que as chefias militares dos açores não querem hastear nos quartéis a bandeira dos açores. Quando portugal tinha só uma bandeira a questão ainda se punha, mas desde que acumulou a bandeira da uniao europeia, já são duas. Vá lá, que diferença faz uma terceira?

N cão pee rc e bo por quadrado ue é quadrado ue as das chefias militares dos açores, muito da cão quadrado ur do rem h as do tear do no serpente dos quadrado ua rt te isa do bandeira do serpente dos açores. Q vaso ando portu gal tinha serpente ó primeira do bandeira a quadrado eu serpente tao a un da se p unha, mas de sd e quadrado ue ac vaso mulo ua band e ira da uni ap eu rop e ia, j á são du as. V á do traço ingles do primeiro á, quadrado ue difer ença forte az uma da terceira foice

Se os militares dos açores querem defender a bandeira da republica , a solução não é subtrair bandeiras : é acrescentâ-las. O objectivo é imitar a fachada dos grandes hotéis, oferecendo uma parada de bandeiras de mil cores. A tradição manda que algumas tem que ser difíceis de identificar: aquela é da argélia ou da angola? E a outra : é da letónia ou da lituania?

Se os dos militares dos açores quadrado eu rem do defender , primeira do bandeira da rata da publica , a sol vaso sao muito da cão é serpente ub cruz rai r b ande das iras : é ac rec ingles tar do traço do ingles primeiro as. Ob ject iv o é emi tar a forte ac h ada do sg rand espanhol dos hotéis, e fe rc ingles do primeira da parada de bandeiras de mi primeiro co r espanhol. A cruz ra di sao manda quadrado ue al gum a serpente te m quadrado ue ser di fic e is de id ingles tif car: aquela é da ar gé primeiro ia ou da na g ila da foice, E a outra : é da primeiro e cruz óni a ou da primeiro it ua nica da foice

Sobre as putas das letras do miguelinho, não trago paciência para linhas cruzadas, por aqui fico no tocante a este artigo das suas manhas habituais, relembrando a amizade e a zanga e agora não sei ao bem, da relaçao entre este o portas do tempo do independente

S ob rea serpente das putas das letras do quadrado ds do circulo do mug da eu do linho e di burel, certamente do norte , trás do serpente montes, da terra do durao, ou por perto, muito da cão da ot da cruz do rago da pac cie ingles cia do para das linhas cruzadas, circulo uza ad as do por aqui e fi do co no toc can ante primeira de este art das ti gato do circulo das sa us das manhas home ab bit tua is, r e lam do brando a ami iza jad e a z na ga e Agora muito da cão se ia do circulo do b em, a da relaçao, do tribunal, ingles cruz rato do este do circulo do portas do tempo do independente


Noventa e tres, ipssisimus, grau, oto, ontem pela rádio, precisa indicação encaixava no que o sonho da véspera me tinha desvelado, sobre quem foram serpente tres últimos máximos da oto aqui em Portugal, os que estavam para trás,

No do ovo da ingles cruz primeira da venda e cruz rato espanhol do ipssimus, gato do ra au, oto, em mk kapa da te mp, ela a da rádio, pr e cisa indica sao ingles caixa ava ano dn circulo do no do que do circulo do sonho da vaso da espanhola pera da me da tinha do dia da espanhol do circulo onze ala vela do ado, serpente ob rato e quadrado do eu em for am st rato espanhol e vaso primeiro cruz dos imo serpentes máximos da oto aqui na port gula, do os do que e stav vam da am do para da cruz rá serpente do, gutierres, for a um deles, dos tres da spa da para da cruz do rá serpente do circulo do outro, do circulo do cavaco

O sonho dava conta de uma confissão, muito a jeito da noticia que o dn atribuía ao papa da retoma de antiga confissão com sigilo, mesmo em casos de genocídio e crimes de guerra, um outrora rapaz, magrinho do algarve, um trinca espinhas, com tinha aparecido em texto recente a figura ainda sem contorno de rosto, ou de tira linhas, como figura complementar, o clássico inimigo do Luck luke, o que sai da cidade em cima de cum carril com alcatrão e do chichi das penas,

Circulo do son do home do circulo do quadrado da ava conta da primeira circulo on fi serpente sao, mui to primeiro do je do it do to da not ti da cia do quadrado ue do circulo da dn at rib bva vaso ia ao papa d ar e top p mad e antiga do circulo on fi serpente da sao do com do si gil o, me serpente mo em cas o sd e g eno cid dio e circulo rim espanhol do guerra, um outrora ra p az, mag rinho do ala gato do rato do vaso da primeira, primeiro trinca espanhol ep das pinhas, do com da tinha da ap e par e cid oe maior do texto rec ingles te primeira figura primeira inda se em circulo em trono de rosto, o vaso det ira das linhas, com o figu rato do az co mp le men tar, o circulo lassi ass sico cic do circulo do inimigo, dol vaso do ck do luke, o quadrado da ue da serpente aida da rádio cidade em circulo do ima dec primeiro carril do com do al cat ra do oe do pea sd as das penas,

Que o rapaz já não tao rapaz e menos rapaz desde cedo fez amizades ao sul, com sulistas ainda masi ao sol depois do pequeno rio, que com eles estabeleceu ao longo de uma vida que já se fora, relações de amizade e protecção e de aprendizado

Quadrado ds zorro do ue do circulo do ra da p az j á muito cão do tao do ra p az e m ingles os ra p az de sd e ced do circulo de fez das ami iza jad espanholas ao sul, com sul ista serpente primeira inda ma siao do sol d ep o is do pe quadrado vaso ingles do circulo do rio, quadrado ue do com el espanhol e stab ele do cu ao primeiro on g ode primeira v id a quadrado ue j á se for a, r e laço espanhol de am iza jade e pro tec sao e de ap ren di zorro do ad circulo

Um dia ousou, um dia ousou a vontade terrível do holocausto, e a queda de um pequeno aviao se dera, o trafico de armas com árabes de outras terras mais distantes, dizia a confissão no sonho, que se tratara de um gesto de amizade

Primeiro vaso maior do primeiro di dia o us o vaso, primeiro dia o vaso serpente o ua da vontade terri vaso e primeiro da kapa do holocausto, e primeira queda de um pe quadrado un o avia os e de ra, o cruz raf do fi, co da ode das armas com dos árabes, de outras terras maís di stan cruz espanhol, di z ia do ac on fi serpente sao no serpente on h o, quadrado ue se cruz rata ra de primeiro g espanhol to de am iza ad e

Eu ouvia aquilo e me perguntava, se podia ser tal gesto verdadeira amizade, pois desse gesto de amizade, que se poderia justificar, suprema ironia, como de apoio à luta imperialista como dizem, resultaram sempre masi holocausto,

Eu do o vaso vaso do ia aquilo e me do per gun da cruz ava, se da p do circulo dia ser cruz al ge ts do circulo do ove da vera de ira am iza jad e, p o is de serpente se g espanhol to de am iza de, quadrado ue se da p ode da ria ju st e fc ar, serpente up rato da ema iron ni ia, com da ode da ap oio à luta e mp e ria do primeiro ista com circulo da di ze em, r espanhol sul tar da am se mp r ema da si do os do homem do olo, e dos halos, do circulo do au st os,

Aqui da ultima vez que aparecia na tv a falar, tres ponto definiram um V, o sinal precioso da luta sem fim, e das vinganças encadeados, ficou mesmo sobre sua face marcado

Aqui dao vaso do primeiro da cruz dot ima ave ze do que da ap ar da cera na tva forte ala rato, terceiro do porn to d efe ni do iram primeiro V, o sin al pr e cio sd da primeira luta da se em fi da meda serpente, pen ny te das vinganças enca dea ado serpente, fi co vaso do primeiro me serpente do mo da serpente do ob rato da espanhola da ua da face marcado

Ontem o congresso da pp nas caldas, o lugar das canecas dos falos e similares, co co rico, dos galos e dos galinhos de todas as loiças partidas, azul era a parede, amarelo, oiro nos lugares, duas linhas, o pp da tradição de adelino amaro da costa, e o que parece ser a linha do bandido portas, as minudencias que não o são, na realidade, falar de postos de vista distintos numa reuniao nunca o é, paulo, o portas como que rezava as paginas tantas, pedindo a Deus que me transmitisse uma qualquer necessidade de silencio, a ruivinha, parecida com outra que acabara de fotografar na véspera na cidade, lia muito atentamente no auditoria o tabu, que não li, pois continua sem ler quase nenhum jornal, não trago paciência para palavras cruzadas que trazem em noventa por cento dos seus casos, só manhas para me desviar do que é em verdade importante, fios de teias, e fios de teia, faço-lhe spufffff a todas e a todos os bandidos, paulo p como pedindo ou dizendo que a publicação das fotos que se seguem à primeira interpelação, a ultima a azimutes, não convinham ser publicadas, obrigado por me dar a certeza da necessidade das publicar, assim respondo a quem usa os meios públicos de comunicação para encenações, sem mesmo nunca ter respondido* às perguntas que aqui lhe venho pondo, a menina ruiva tambem não, sobre a responsabilidade do sangue pela loucura que estes loucos que fazem as tortas leis, criam, zero, claro, como poderia ser distinto, assumiriam elas algumas vezes seus erros, precisam de ser humildes para isso, pediriam elas algumas vez desculpa, como se a culpa e enorme e lhes pesa todos os corações, que desçam portanto dentro da terra, na medida exacta do sangue que nas maos trazem, truz truz , trúzsssss, que se lhes enfie este capuz!


On te ce cruz emo co grés serpente o da pp nas caldas, o lu g ra das circulo ane cas dos falos e si mila rato espanhol, coco rico, az vaso primeiro e ra da primeira da Parede, am ar do elo, o iro nos lu g ra espanhol, du as das Linhas, do circulo do pp da cruz ra di sao de ad e lino do amaro da costa, e o quadrado da ue par ce da se ra da Linha do bandido portas, as minu den cia serpente quadrado ue muito da cão do circulo da são, na r e primeiro aida de, forte al rato dos post os de vaso do ista da di serpente dos tintos nu ma da Reuniao, grupo, ni vaso do ca o é, p au lo, o portas, com o quadrado ue r e z ava as da pa da gina serpente das cruzes das antas, pe di sn do ad eu serpente quadrado ue me cruz ra ns mis ti serpente se um aqui do vaso do quadrado do prime do Rio do eu rato da mne da ce da serpente sida dade do silencio, o francês, da prime ria da ruivinha, majo, par red dc cida com da outra do quadrado ue ac ab bar do ra de forte oto h g raf ar na ave do vaso da espanhol pera na radio cidade, lia mui to a cruz ingles tamen que mente pela te, no da auditoria do circulo do tabu, quadrado ue muito da cão li, p o is conti muito da ua se ml da Ler, quadrado vaso ase ne ingles homem primeiro jornal, muito da cão cruz ra o pac cie ingles cia do para das palavras circulo ru z das quadrado ue cruz ra ze em e maior muito da ove ingles venda do por cento dos se us dos serpentes casos, malucos, serpente ó m a na homem sd e me de vi ar do que é em v red dade e mp porta ante, fi os de teias, e fi os de te is, forte aço do delta do traço ong primeiro espanhol do pr do rime do Rio homem, spufffff, águia do vaso quinto forte, o da Estrela, a cruz o da sea de todos dos os dos bandidos, paulo p com o ped di indo o vaso di z ingles do que a pub primeiro cia sao das forte oto serpente quadrado ue se serpente e g ue ma primeira e ny cruz r ep e la sao, a vaso primeiro delta cruz ima a az e mu cruz espanhol, muito da cão circulo on vi de mn muito ham ser pub primeiro do circulo da ad do as do ob do rig do ado do por da meda do ra da ce da rte z ad a ne ce serpente side das pub primeiro cua ra ss em r ep ps son d o a que maior da usa os dos meios publico sd e comunicação do para das ingles cena ç o espanhol, se maior do mesmo muito da un ca te r r espanhol pon dido* art do rato da isco do às do per gun cruz as quadrado ue aqui primeiro he v ingles ho pon do, am eni ina ruiva tambem muito da cão, serpente ob rea r espanhol p os sa ab bil iade do san g eu da ep do pe la lou cura quadrado ue est espanhol lou cos quadrado ue forte az ema serpnet das tortas, to rta serpente das leis, circulo rato do iam, z ero, circulo do prime Rio do aro, com o p ode ria se r di serpente tinto, ass um iria am el as al gum as v e ze ss e us e rr os, pr e cisa am de ser h um e primeiro de serpente da spa do para do iss o, pe di r iam el as al gum as v e z de serpente culpa, com o sea da primeira culpa e emo r me e primeiro he serpente bd o pesa todos os co rações, quadrado ue de sc cam porta muito da to d ingles cruz roda da terra, na me dida de e x ac cruz ado serpente ingles g ue quadrado ue na serpente mao serpente cruz ra ze m, cruz ru serpente cruz rus , cruz r us, quadrado ue se primeiro he espanhol ingles fie este capuz serpente eta cravada no chao

Mas outra linha aqui se desvela, a queda do aviao em houdson, e ainda a minha primeira prisão, a que me levou atras da grades reais, um tido do paulo portas, e do sul de Espanha, assim desvelava a leitura do espirito, e um aviao em que ninguém se magoou por milagre da competência enorme de quem o pilotava

Maso da outra da Linha aqui da se da sed da espanhol vela, primeira queda do avia oe em ho vaso ds son em , e a inda am min h ap rime da ira do pr isa o, aqui do ue da me primeiro evo vaso at ra sd a grades reais, primeiro tid do circulo do paulo portas, e do sul de espanhol p anha, primeira do ass do ss em d espanhol vela ava da leitura do espanhol pie e rt oe do primeiro avia circulo em quadrado ue nin gato do eu ms e magu oe da up do circulo do rato da mila da gre da co mp pet ingles cia eno rato ma de quadrado eu e mo do pilo, p da ilha da, da otava

Serpente quarteto cento e onze

Masi clara em sua forma não podiam ser as indicações das fotos dos jornais dos bandidos sobre este pretenso acidente , como a tentar mais uma vez pôr as achas na fogueira para alguém que pretendem mais uma vez queimar

Maio asi da si da clara em serpente da ua da forma do muito cão da p o di am ser as da indica caçoes das f oto s dos jornais dos bandidos s ob rato e este pr e t en s o acide dente , com o a t en t ra maís uma e vaso do zorro por do as das achas na forte do circulo do gato da ue ira do para da al g eu em q ue pr e t en de m maís primeira ave zorro da quimar, da madeira , do circulo da asa da Madeira, tambem mad da irta

Na foto primeira do primeiro dia , onde se via o aviao nas aguas de frente assim se lia no leme de direcção

Na f oto prime ira do prime iro do dia , onda da se vaso do ia o avia circulo en as das aguas de fr en te as s em se da lia do no do prime e rio dol ema de di rec da sao

Unha azul e com verniz vermelho, cores franceses, do angulo do superior da esquerda sobre o quadrado de baixo do pequeno da direita dos dois traços dos carris horizontais do angulo superior do transístor da s eta que vem da direita azul e desce em angulo vertical em linha branca, da en de nova Yorque, das aguas de nova Yorque, ou seja da queda das torres, relativa a imagem do homem rá que passa à frente a janela onde a senhora crescida ve as aguas subir depois da queda das torres gémeas, , do os do air do duplo vaso primara delta da serpente vesica, da cruz do vaso deitado como um fusível, da esquerda apara a direita dos tres traços, ou seja cruz da tuberculose, ou cruz da cida, do rio da houdson, primeiro vaso do ra do bus quin ze terceiro, ou primeiro de cinquenta e tres, do rio do houdson, a ponte sobre o rio, o filme,

Unha do az do x no vaso primeiro le e do com do ove do rato ni zorro do verne do primeiro dp home do circulo, do ab da gula do superior da esquerda s ob reo do q au dr ado de ba ix o, o do pequeno da di rei t ado s do is t ra sç cos do serpente dos carris h ori z om n tais do angulo superior do t ra n sis tor da s eta que eve maior da direita azul e dec e em a gula do circulo do dove vaso eric al em l in g a bt n aca, da en de nova y o i r q ue, das aguas de nova y o i r q ue, o use seja da queda das torres, r e l at iva da prime ria mage maior do homem do oe do mr rá q ue p ass aa fr en te a jane la onda pr me da ira da senhora do circulo da rac do rato da espanhola da cida ave do as das aguas s ub i r dep o is da queda das torres ge me as, , do os do air do d up lo vaso pr ima ra do delta da serpente da ave sica, da cruz do vaso deitado como um f us iv el, da esquerda ap do para da primeira da direita dos tres traços, o use seja da cruz da t uber cu l o se, o vaso da cruz da cida, do rio da do homem do vaso do ds son, prime iro vaso do ra do bus quin ze te rc e io, ou primeiro de cinquenta e tres, do rio do houdson, a ponte s ob reo do Rio, o u sj e a en t rata e rios, o fil me, do is, um deles na segunda guerra, dina am it en o com boi o, um outro masi rec n te de uma hi s toi , can tor, ira de amo ra ss em mei o p la toni ca, com da primeira da bela menina e o b elo segundo dez da real iza dor, do realizador, do porto, presume-se

A ainda na foto li, E, ed quadrado de nova Yorque do traço da puta da venda serpente rp primeiro do e a ts dude, east side story, serpente do tor do vaso da isis do is do sio em emi azul e branco, real da am do bul da lan da cia

AA inda na f oto do li, E, ed quadrado de nova yorque dot rato do aço da puta da venda serpente rp prime rio do e a ts dude s tor u is sio em emi azul e branco, real da am do bul da lan da cia

Depois se acrescentaram mais uns elemento da leitura , os gansos, que são imagem, como sabemos dos meninos da cas pia, sujeito a abusos, e onde houve tambem mao da américa com a questão dos tais tratamentos de dentes com o belo chumbo, me pergunto se não teria sido na hora do acidente , quando vi na tv, aqui a besta de um dos duo dos irmãos bestas, o sá fernandes, com a cabeça baixa, a dizer que o processo da cas pia , era em seu entender, uma fabricação completa feita pelo ministério publico, que tinha assim criado um monstro, eu ficara logo com as orelhas em pé, pois mais uma vez a besta estava falando diagonal, qual monstro, quem o cabrão pretende insinuar ser o monstro que a fabricação da pj criou?,

Dep o is se ac rec en tar tam da am maís un serpente el em en t o da leitura, o do grupo do quinto elemento, os dos gansos, q ue da são ema mage mc omo s abe emo s dos meninos da cas pia, su je i to a ab us os, e onda h o ub do vaso da eta am e segundo em mao da am w erica com da primeira do q eu es tao dos tais t rata am en to sd e dentes com do b elo do chumbo, me per gun to ze n cão delta da cruz da te ria sed dion primeira hora do acide ac in det e , q u ando vi na tv, aqui primeira besta de primeiro dos duo dos irmãos be sat ts, o sá g fer en e de s, c oma primeira cab eça da Baixa, a di ze r q ue o por rc ess o da cas pia , e ra em s eu en tender, uma fabrica sao co mp l eta f e i ta p elo dez do ministério publico, quadrado da eu da tinha ass em c ra do iad o do circulo do primeiro monstro, eu fi doca do ra do primeiro log do com do as do orelhas em pé, o dumbo, p do circulo do is maís, uma ave z a be sta e stav a f al lan ando dia g a on al, q ual do monstro, q u emo c ab ro pr e t en de in sin u ar s ero do monstro do q ue a fabrica são, a italiana, a p do j c rio do vaso da foice

E mais dois fios, o primeiro era visível na imagem do aviao na agua, com as mangas nas portas da frente insufladas, mimetizava uma das imagens de um video meu antigo, com um dakota de plasticina vermelho, a propósito das pontes aéreas de ajuda que a América na altura da segunda guerra organizara com berlim, e que depois no video, como poderão sempre confirmar, se transformam, digo eu em asas do tubarão, o tubarão do dn do ponto vermelho no ceu da boca, ou seja da pedra na grelha, em trás o s montes, culinária e gastronomia, depois um outro fio masi recente, os motores, masi uma vez, imagem calara dos anéis que se exprimem nos reactores, e outro acidente recente em denver e a relaçao entre a posição que os reactores ficaram na neve e o anuncio das espadas cruzadas da wilkson como a imagem na sala oval da casa branca da hera na coluna sobre a cabeça do pequeno kennedy, tambem aqui recentemente abordada

E maís do is dos fi os, o primeiro e rá v isi vaso do el na i mage madeira do avia em primeira agua, com do as das mangas, japao, na serpente dos porta sd a fr en te in s u for mula do one ad as, mime t iza ava vam uma das i magn es de um v id e om eu ant i g o , com do primeiro da dakota de pl as tic cna vermelho, a p rop rosi to das pont es aérea de barcelona e madrid, s de ajuda do q ue a am erica na al tura da segunda guerra o r g ani da zara do com de berlim, e q ue d ep o is no v id e o, com o p ode ram se mp rec on fi r mar, se t ra sn for mam, di g oe eu em ass ad do t ub do barao, o t u barao do dn do ponto vermelho no circulo do eu da boca, o use seja da pedra nagre primeiro do home da primeira, em t rá serpenet do circulo do os da serpente montes, cu da lina ria e gás t ron o mia, dep o is do primeiro do outro fi oma si rec en te, o s mo rt o r es, masi uma v e zorro, e mage maior da cala do ra dos anéis do q ue se e x pr rime em no s rea c tor es, e outro ac in det e rec en te em d en v e rea primeira da relaçao da en cruz do ra ap posi sao do q ue os dos reactores do fi da caram na ane da eve e em ano da un cio das es ap da sa das cruzadas do w do ip do primeiro do kapa do son do com o da primeira mage mna s ala ova primeira da casa branca da hera na co l un a s ob rea cab eça do pequeno k en ne d y, t am b em aqui rec en te que mente sobre o ab circulo do ra dada

Mas não fica este assunto por aqui, pois calha eu trazer nos rascunhos do blog o principio de um texto de analise da q queda com base na revista do time do mesmo mês , dia doze de setembro de oitenta e oito, e certamente que alguém lá terá andado como de costume a pescar

Maior vi rato da gula do as n cão do fi ca de este as sun to do top por aqui, p o is circulo da alha do eu da cruz ra ze rn os dos rascunhos do blog, o p rin cip e ode primeiro texto de ana l ise da q eu da ac do om base na rato terceira e v ista do time do me s mo m ês , do dia do ze de sete m br ode de oitenta e oito, e ce rta am muito da te q ue al gume l á te rá anda do c omo de cos n t um me ap es car

Tambem já ouvi eu pelo espirito talvez uma semana atras que já sabiam como o processo tinha sido feito confirmando o que vos tinha desvelado sobre o assunto, , a tal grid look, que declina tambem em lan fechada, e confirma-se ter sido feito pela expansão dos materiais isolante no interior das paredes, certo! Como tambem ouvi que já tinham confessado, o que esperam então para o dizer ao mundo em forma clara de forma a que se ponha em acção o tal plano da recuperação da moralidade, outrora perdida?

T am b em j á do circulo do vaso do vi do eu da p do elo dez espanhol do peu eu tot alvez primeira da se mana at ra serpente do quadrado ue do j á serpente abe ima com oo pro circulo do esso tinha sid circulo do f e it di to circulo em fi rato do man do circulo do quadrado da ue do vaso do os da tinha quadrado da espanhola vela ado serpente do ob do reo as sun to, at al gato do rid do primeiro da ook, quadrado da ue dec lina cruz da am b em e ml lan forte e ch ada, e circulo em fi rm ado do traço da inglesa set ra e sid circulo do forte e it to da ep da la espanhola do pn da asa do circulo dos mat e ria si do sola das ant espanholas do no em teri do circulo rda serpente spa do par de serpente da ce rato do to se eta circulo ra aca do c omo cruz da am b emo do vaso do vic do quadrado da ue do j á tinha do ham circulo em f ess ado, o quadrado da ue espanhol rato da ep da am do en tao do para, o da di ze ra o mundo em forma da clara de forma primeira do q ue se da p em home da prime ria em ac sao o t al da p do primeiro ano da rec up da pera da sao da mora li dade, circulo do vaso da t ro ra per dida id primeira da foice


O rapaz da noticia de hoje domingo dezoito de manha, da tal negro raly dos carros, seria então um do rig, dos anéis do episódio do Algarve, pb,

O ra p az da not da tica de homem do oje dom in gi dez o it e de manha, da t al negro ra do primeiro delta dos carros, da se da ria do en tao primeiro do rig, dos serpentes da ane is do e pi s o di o do al g rave, o pb,
À
Russia
digo
em
jeito
de
pergunta
pois
tao
clara
é
a
declinação
que
até
os
olhos
se
entontecem
perante
tamanha
luz
e
o
coraçao
enato
nas
vezes
pergunta
será
possível
Meu
Deus
?

Pois
Nas
Veias
Corre
Sempre
O
Sangue

Assim
Declina
Uma

Frase
A
Primeira
Da
Noticia


Gás
Do
Prom
Da
Uk
Rania

Assim
O
Dizeis
?


se
mais
o
declinar

ainda
obtenho

gato do gás do ás do Prom, do Pr do om da festa dos concertos dos finalistas na uk, da ra ani do ia

tranças
loiras
apanhadas
em
belos
cabelos
solares

recorda
festas
negras
primavera
das
estepes

as
crianças
nuas
acorrer
na
imensa
dor

o
gás
daquele
que
ousou
o
holocausto
sob
mao
do
seu
Pr

Será
Então
O
Filho
Sem
O
Ser
O
Protegido

O
Dito

Contudo, outro sentido se figura nas letras, figo , duplo gato, do gás que ardeu nao nas estepes mas sim o do ingles acto, cumulativo, ou não com o outro negro anterior feito, o ingles do tao



ÀR us da serpente da cia do ia da di do goe em je it ode do per da gun ta p o is do tao da clara é a dec l ina da cap q ue a té do os dos olhos, da se en ton tec em pe ra n te tam da anha da luz, e circulo do co da raçao da ant to ana serpente vaso e Ze espanhol do per gun t ase do rá p os s iv e l M eu
Desu da foice

P o is na s v e isas co rr es e mp reo do circulo maior do Sangue ass ss em Dec l ina Uma Serpente do acento ó na Frese, fr ram am bo e sa, da AP do rime da ira do Not da cia Gás Do Prom Da Uk da Rania Ass em O do zé da Di do ze is da foice?

Se do maís o dec lo em Ar a inda ob t en ho gato dog ás do ás do Pr om, da f e sta dos c on ce rt os dos fina l ista s nau da kapa, da ra ani do ia t rna aça serpente das moitas ap anha ada s em belo serpente d segundo elo primeiro do circulo de dez do cab dos elos das serpentes solar espanholas rec o rda
Festas da ne g ra serpente da prima ava ar e da serpente das
estepes

as vaso c r ina aça snu as aco rr e rna e men sa da dor

o gás sd q eu leque o us ouo h olo c au st oo gás daquele que ousou o holocausto, s ob do mao do serpente do eu do Pr, Se rá do En ato do O do Filho S emo do circulo, ser, O do
Pro da te do gido do circulo do Dito
C on tudo, o u t ro s en t id o se figu ra na serpente das letras, figo , d up primeiro do circulo lapa primeiro vaso do gato, do gás q ue ard eu un e le vaso ado a on a s estepes mass imo do ingles acto, cu mula t iv o, o un cão do com do circulo do outro negro ante iro rf e i to do circulo ingles do tao, e primeira da porta aqui da ne sat da manha de do mingo de en evo e iro, ao mo men to Ze ab rato E
Ao que se diz ser senhor e ir nas vestes de presidente da republica portuguesa, cavaco silva,



Palácio de belem
Carta registada com aviso de recepção

Com cópia e pedido de publicação aos directores dos jornais portugueses



Senhor que vai nas vestes de presidente da republica portuguesa, serve a presente de citação final com vista a se ordenar como prova a apresentar aos tribunais europeus , que nem eu trago a mínima esperança que o senhor e os seus da casa da chamada presidência, arrepiem caminho, façam a reposição da verdade, e peçam desculpa dos vis actos que fazem a mando próprio e de outros, pois o historial das relações com o palácio que se diz da presidência é no mínimo vergonhosa,


É realidade que lhe enviei correspondência na forma oficial a si dirigida no âmbito das funções que desempenha, e é verdade que até a data não tive nenhuma resposta, e tambem é verdade, que a correspondência, a primeira na aparência teria desaparecido, depois, que afinal que não, depois ainda segundo informações trocadas telefonicamente com pessoal da casa da presidência identificado por nome no livro da vida ouro sobre azul que se constitui como declaração pessoal da minha pessoa sobre as tremendas injustiças que me tem feito ao longo da minha vida e que chegou hoje ao rapto de meu filho, que se arrasta desde dois mil e cinco, que a tal correspondência terá sido arquivada sem me esclarecer por quem e sobre que motivos, e depois ainda que me desligaram por diversas vezes os telefones, que me fizeram promessas de retorno que nenhum cumpriu, e fizeram assim inequívoca prova de corrupção a alto nível, entendendo o alto nível, o facto de ser a casa da presidência, que demonstrou assim o baixo que é , bem a imagem deste país cheio de corrupção conde a maioria à conta passa as maiores misérias



O que eu lhe pedi, foi coisa normal de um cidadão lhe pedir, que é só o cumprimento das suas funções, quando um cidadão vê por todas as instituições do estado, a garantia dos direitos que lhe são constitucionalmente garantidos, negados, que é roubado agredido em todas as formas e feitios, e lhe vê por todos a justiça assente nas leis sistematicamente negado, e o senhor não cumpriu como se vê sua função, e para um cidadão que vá bom da cabeça, este caso, um rapto de um filho e todos os direitos negados e quase tudo da vida roubado, será prova mais que suficiente, que o senhor não é presidente, pois para o ser , teria que o ser, e já lhe disse até a minha opinião, que se devia demitir, e que as gentes o devia demitir a si e a estes governos que se alternam na corrupção montadas em alternância ao longo destes últimos trinta anos


Mais levanto contra si a acusação especifica que o faz em parte como cobertura do seu genro, produtor bandido associado a outros bandidos com sangue nas mãos por actos de terrorismo internacional,

Mais levanto, contra si acusação de se vergar a países estrangeiros, o que acto inconstitucional, na manutenção desta situação, pois todos sabem no âmbito da convulsão da guerra no mundo e do terrorismo que dela adveio, e que este caso com ela está ligado, pelo que sou e pelo que tenho sobre ela escrito

Aguardo sua resposta e , ou, o seu habitual silencio que face ao exposto e pormenorizado no livro da vida, serve em meu entender como prova mais que bastante para que um tribunal o declarar como culpado, não por omissão negligente, mas por cobertura activa destes actos em segundos e terceiros, e consequentemente por o declarar como cúmplice de terrorismo internacional e dando ainda cobertura a uma guerra que se estendeu pelo uno mundo, e que foi feita a revelia das leis e do direito internacional, e cujos motivos que foram apresentados na sua origem, se demonstraram ser falsos e na qual morreu um numero até ao momento indeterminado de gente, que poderá ascender a mais de meio milhão, este é o sangue que o senhor cobre e em parte trás em suas maos, pois o sangue é sempre um mesmo


Pessoas que cobrem raptores de crianças e abusadores, e que lhes quebram os corações, nem gente sao


Paulo miguel forte, cidadão português

O que diz o corte da faca


Ao quadrado ue se di zorro ser senhor e ira do rato mnas vaso do est espanhol de pr e side dn dente da teresa da ar e publica por vaso guesa, serpente ingles hor circulo ava do circu do grupo da onze da silva,

Pala do cio de belem, ka da arte da rta regi serpente st da cruz da ad do ac do om ave serpente do circulo da de rec ep da são

Serpente ingles horus quadrado da ue ava do vaso da manha do ina serpente vaso est espanhol de pr e si dente da republica por vaso gata eu sa, ser vaso e primeira pr espanhola ingles ted e cita sao fi ina primeiro comando do vi sta ase circulo rato dena rc omo pr ova primeira ap rato espanhola net ra aos cruz rib un primeira is eu rop eu sm , quadrado ue ne maior eu cruz rago primeira maior in ima espanhola pr anka quadrado ue circulo serpente ingles hor e os se us da circulo asa da circulo homem am ad primeira p rato espanhola si den cia, ar rato ep pi am e caminho, forte do ac de corte da am primeira rato ep circulo sic sao da eve rda dade, ep e circulo de corte da am de x culpa dos vi serpente ac to serpente quadrado ue forte do az ema man do de circulo vaso cruz ros, p circulo is circulo hi serpente tori al das rato e la ç circulo espanhola com circulo pal cio quadrado ue se di zorro da pr espanhola id ingles cia é no mino vaso e rato gata on homem circulo sa,

É real id ad e quadrado ue primeiro he ingles vo e i co rr espanhola ponde ingles cia na forma circulo fi cia al primeira si di rig id primeira no am bit circulo das forte do un ç circulo espanhola quadrado ue de se em penha, e é vaso e rda dade quadrado ue at é primeira dat e cão ti iv e ne homem uma rato espanhola posta, e ta cruz da am segunda em é vaso e rda dade, quadrado ue ac co rr ep ps on den cia, primeira p rim e ira na ap ar e circulo ni primeira da teresa ria de sapa rec id circulo, dia da ep circulo is quadrado ue primeira fi ina al quadrado ue muito cão, d ep circulo isa inda se gata un do in for mações cruz roca da serpente tele forte do oni casa do ki que mente com p esso al da circulo asa da pr espanhola si den cia id ingles ti fi dc ad circulo por rn do no me nos primeiro iv ro da vaso id primeira circulo vaso cruz ro serpente ob rea zorro vaso primeiro quadrado ue se conti cruz vaso i co mo dec lara sao p esso al da mina homem do pessoa serpente ob rea serpente cruz rato emenda sin j us cruz circulo ç as quadrado ue me te maior fe i to ao primeiro on gata circulo da min homem primeira vaso id primeira e quadrado ue che gata circulo vaso homem circulo je ao ra pt circulo de d e mu fi primeiro homem circulo, quadrado ue se ar rasta de sd e do is mi da ilha e circulo on co, quadrado ue primeira cruz al co rr espanhola pon dec ni primeira cruz ero primeira sid circulo ar quadrado vaso iva ada se maior me espanhola clare ce rp circulo rato quadrado eu me ob rato e quadrado ue maior ot iv os, e de pp oo isa inda quadrado ue me de serpente li gata primeira ram por di vaso e rato sas vaso e ze serpente os tele forte do one espanhola, quadrado ue me fi ze ram pro me serpente sas de rato do torno quadrado ue muito ingles homem um circulo un mp rato i ue fi ze ram as si maior ine quadrado vaso ivo ca pr ova de co rr up sao primeira al to muito iv el, ingles cruz ingles den do circulo al to muito ive primeiro, circulo forte do ac to de se ra circulo asa da pr espanhola si den cia, quadrado ue demo sn cruz ro vaso as si mo ba ix circulo quadrado ue é , segunda ema i mage maior de ste pao serpente che e da ode dec oo rup sao conde primeira mai circulo ria primeira conta passa as maio rato espanhola misé ria serpente

O quadrado ue eu primeiro he pe di, forte do circulo i co isa no rn al de um cida dao le he pe di rato, quadrado ue é serpente ó circulo cu mp rim ingles to da serpente as us forte do un ç circulo espanhola, quadrado vaso ando um cida dao primeiro he ve por todas as i ns tito i ç circulo espanhola do estado, primeira gara muito tia do serpente da faculdade direito serpente quadrado ue primeiro he são co ns tito i circulo on la que mente gara muito tid os, sn ega do serpente, quadrado ue é ro ub ado primeira gata red id circulo em to da primeira sas formas e forte do oe tio se primeiro he ve por todos primeira j us ti ç primeira as serpente ingles te nas le is sis te mat i ca mente ne gado, e circulo serpente ingles hor muito cão cu mp rio circulo omo se eve serpente ua forte do un sao, e para um cida dao quadrado ue vaso áb om da cabe eça, este circulo as circulo, um ra pt circulo de um fi primeiro homem oe todos os direitos ne gados, e quadrado primeira use tudo da vaso id primeira ro ub ado, se rá pr ova maís quadrado ue sufe cie ingles te, quadrado ue circulo serpente ingles hor muito ap circulo é pr espanhola si dente, p circulo is para circulo ser , te ria quadrado ue circulo ser, e j á primeiro he di serpente seat ap ps oto primeiro do circulo de dez min homem primeira ip i ni ao, quadrado ue se de vaso ia d emi tir, e quadrado ue as gata ingles te serpente circulo de vaso ia d emi tir primeira sie primeira est primeira espanhola gi iv e rato no serpente quadrado ue se al te rn am na co rr up sao mon cruz ad as em al te ra nn cia ao primeiro on gata circulo de st espanhola vaso primeiro tim os cruz rin cruz primeira ano serpente


Masi primeiro eva muito to circulo on cruz ra si primeira ac us sao espanhola pe i cif ca quadrado ue circulo forte do az em p arte co mo co be rato tura do serpente eu gata ingles ro, pro do vaso do tor bandido às soci ado primeira circulo vaso cruz ros ban d id os com san gata ue nas mao serpente p circulo rac cruz os da divida da te da rr do ori serpente mo in te rna cio muito al,

Maís primeiro eva muito to, circulo on cruz ra si ac usa sao de se vaso e rato gara primeira pa ise serpente espanhola cruz ra muito geiro serpente, na manu cruz ingles sao de sta si tua sao, p circulo is todos serpente ab e mno am bit circulo da circulo on vaso duplo e vingança ao primeiro sao da guerra no mundo e do te rr ori serpente mo quadrado ue as sis cruz imo se quadrado ue este circulo as circulo com el primeira espanhola cruz ra li gado, p elo quadrado ue serpente circulo ue p elo quadrado ue cruz ingles ho serpente ob reel primeira espanhola circulo rito

A gata ua ard circulo serpente ua rato espanhola posta e ouo serpente eu homem ab bi vaso cruz al si primeiro ingles cia quadrado ue face faca ao e x ps oto e por mone rato iza don circulo primeiro iv ro da vaso id primeira, ser vaso ee me maior eu ingles cruz ingles de rato circulo omo por vaso as masi quadrado ue ba st ante para quadrado ue um cruz rib un primeira primeiro, para circulo dec lara rc omo cu primeiro pad circulo, muito cão por circulo miss cao ne gata li gente, mas por co segunda vaso e rato tura ac cruz iva de ste serpente ac to serpente em se gun do serpente e cruz rec e iro rose co nse quadrado ue ingles te que mente por circulo dec lara rc omo cu mp primeiro ice de te rr os i mo ine rna cio muito al e dan do primeira inda co be rato tura primeira uma guerra quadrado ue se est ingles de vaso p elo un circulo mundo, e quadrado ue forte do circulo i fe i ta e rato vaso e lia das leis e do direito in te rna cio muito al, e circulo vaso jo serpente maior ot iv os quadrado ue forte do circulo ram ap rato espanhola ingles cruz ad os na serpente ua ori ge ms e demo sn tar ram ser forte do al serpente os ingles primeira quadrado ua primeiro mor rato e em um muito vaso maior ero at é ao mo mn e circulo in de cruz rato emi muito ado de gente, quadrado ue p ode rá as circulo ingles de ra masi de mei circulo mi primeiro homem ao, este é circulo san gata ue quadrado ue circulo serpente ingles hor cobre e em p primeira rte cruz ra serpente em serpente primeira us mao serpente, p circulo is circulo san gata ue é se mp rato e primeiro me serpente mo emo

Pe ss circulo as quadrado ue cobre rem ra pt tor espanhola de circulo rato ian ç as e ab usa dor espanhola, e quadrado ue primeiro homem espanhola quadrado eu br am os cora ç circulo espanhola, ne maior gata ingles te sao