sábado, maio 09, 2009

Mais uma prova do envolvimento do senhor que vai fora da lei , nesta tramóia com a agravante de levar vestes de estado, prova no telejornal canal dois de quinta feira, com a menina rita gallo a fazer mais um vez seu papel meia pide, meia de cio

Maís primeira por vaso do ad do circulo do en vaso do circulo dol primeiro vi men to do s en hor q ue eva i for ad primeira da lei , net do primeiro tea da ene ts primeira da tramóia, com da primeira g ar av muito da teresa del, sin os, eva ra vaso este serpente de estado, por do vaso do ano tele j on al c ana l do is do quinta feira, jornal, com da primeira menina da rita gallo, a galga do gato do alho do caralho do gal ra do galou dos galos, da fazer mais um vez seu papel meia pide, meia de cio

Do com primeira da menina rita gallo, a galga do gato do alho do caralho do gal ra do galo da lou do vaso dos galos,

rita gallo, a rata da ira da ritma do rito da rita do rato ti cruz

o senhor para alem de desonrar as vestes que leva na republica, pois como presidente deveria sempre velar para que os direitos de todos e qualquer cidadão, fossem ee estejam garantidos, mais a mais em situações de roubo e abuso infantis, é aldabrão, pois como todos se recordarão, se não se recordarem, vos recordo eu, quando eu aqui o acusei publicamente de ter mentido sobre a correspondência que e ele na sua função dirigi, veio a publico, como sempre em meias tintas e meias medidas, insinuar em dia seguido, que não tinha recebido nenhuma correspondência, o que é mentira pois funcionários do palácio a mim mo confirmaram, inclusive que a tinham arquivado, e quando inquiri, sobre por que razão, e quem o fizera, nem resposta deram, mais uma vez a fazer prova de como este caso é na realidade, um caso, de conspiração, e prova como este pais é corrupto e que inclusivamente nos mais altos cargos, vao tambem corruptos, e de como o país nunca terá algum futura enquanto assim for

circulo do delta kapa do circulo do senhor para da al em made ria dede da se em rato, ps, da ar, da se em ra da ar, d es o rn da ar d es seno j ar, as das vestes q ue l eva ana da republica, p o is com o pr e s id dente d eve ria se mp rato e eve l ar do para do q ue os dos direitos, spa, de todos e q ual q eu rc do rato da cida dao, f os se me e este j am gara ant ido s, ma isa maís em si tua ç o es de ro ub o e ab us o in fan t is, é al da ab br a o, p o is com o todos se rec o r d arao primeira ase nau da serpente da se rec o rda rem, vaso do os record circulo do eu, q ua ando eu primeira do qui do circulo do io do ac use i e ac use iac use is, ac cu lee i, p u l bi cam nete de teresa r m en t id o s ob rea co rr e p ps son dec ia q ue e elena s ua f un sao di rig iv veio da primeira do publico, com o se mp re em meias das tintas e meias das me dida sin serpente em vaso da ar em dia se guido, q ue en cão tinha rec ee bid one en h uma co rr es pon den cia, o q ue é men t ira p o is fun cio na riso do pala cio a mim mo c on fi r m aram, inc lu s iv e q ue a tinha do ham da am ar qui eva do iva dó, e q ua ando in qui r is ob re p o r q ue ra z a oe q u emo fi ze ra, ne m r es posta de ram, maís uma ce za f az e r pro da ova de com o este caso, o louco de este, é na rato el da primeira do id dade, primeiro caso, de c o ns pira da sao, e por vaso da primeira do ac omo de este pa is é co rr u pt oe q ue inc lu s iva que mente no serpentes dos mais altos cargos, vao tambem, ps, mario soares, co rr u pt to sed e como o p á is, pi ás do pais, p a í s , p is p ás, n unc a te rá al gum f u t ira, f u tura, c ane eta de fe l t ro, f u t ric a, f u tica, f u tica ar, f u g ira, f u tura da au tora t u to ra en q ua anto as si maior maria de freitas da for

se fosse homem de apostar, quase apostaria que neste entretanto de tempo, retiraram, a correspondência dos arquivos do palácio, e alteraram os protocolos, e compraram quem tinham a compara, para masi tarde tentar assim fazer prova em tribunal, que o facto que afirmo e é real, não passou de uma invenção minha, e se calhar, juntando a antiga linha que inventaram no inicio deste processo, e que tal faz prova de que eu sou desequilibrado e por aí fora

sef os da se do home de ap os tar, q ua ase ap os da post da tar ia q ue nest e en t rt ant circulo da teresa do mp circulo, r e t ira aram, a co rr es pond dec ia dos arquivos do pala cio, e al te w r aram os por toi co os, p ot e iro serpentes por rf fi os o s, pro te ico s dos pórticos, maçónicos, e co mp rato do aro do aram q eu em tinha ham da manha primeira compra do com do para, para ma si t arde t en at ra as si m f az e rato pro ova em tribunal, q ue o fa tc circulo, f a tio do fato, o factor dos factos, q ue a fi rato moe é real, n cão p ass a oi id e uma in v en sao min homem da primeira e sec da alha da ar , j un a t n do a antiga da linha, lx, cascais, q ue in vaso do en t aram no in i cio d este pro c ess oe, q ue t al f az pro da ova de q ue eu s o u de se i q u libra, li br ra ado e por a í for primeira

a pergunta que todos se fazem neste caso, como sempre, porque é que então um home que leva cargos de presidência da republica portuguesa, cobre e não actua e se mantém no silencio, e masi grave, participa, activamente em cobertura e cios, à volta do roubo de meu filho?

Primeira do per da gun cruz primeira aqui do q ue todos se f az em nest deste ts caso, com o se mp re, por q ue é q ue en tao do ingles acto primeiro, bombas no metro, homem q ue l eva cargo serpente fr da presidência da republica portuguesa, cobre e en cão do ac do tua, mortos nas linhas de ferro, e se do man da dama da teresa m al oni nica, maçónica, mn do circulo do silencio, fr, e ema si gara da rave, p art ti cip primeira, activa que mente em co be ratos turas e cios, à v o l t ad do circulo do roubo de meu filho

Está a resposta desvelada nas linhas anteriores,

E stá primeira rat da es pn hola da espanhola posta, ou seja do rebentamento em atocha, a primeira tacha, d es vela da ana serpente das linhas ante da teresa rea e iro rato espanhol

e outra dedução, já todos terao feito com substancia crescente a cada dia que passa, que é a seguinte, obviamente, não seria nunca uma questão de paternidade e de roubo de filho, que está em causa, e a corrupção e comportamento sistemático de todas as casas publicas a que por direito e de acordo com a lei me dirigi, que actuam concertadamente em silencio, mais disto faz a prova

e ainda uma outra dedo da sao, j á todos da teresa ra do circulo do cio feito, com s ub bta t na cia crescente, c r e ws cente , primeira do ac circulo do ada do dia q ue da passa, q ue é a se gui em teresa, ob via am que mente, n cão se ria e un ca uma q eu es t o ad e pau do ni dade e do roubo de meu filho, q ue e stá em ca usa, e a co rr up sao e co mp por rat mn teresa do sis t ema tico de todas as casas publicas, primeira do q eu do por da faculdade de direito e de as co r do c om oma primeira lei me di rig e q ue ac tua am concertadamente em silencio, fr, ma si di s to f az a por vaso da primeira

gravei o vídeo que publiquei nesta quinta feira oito de março, pela manha cedo, no imediato a ele tiveram acesso, pois trazem microfones aqui em casa, ou ainda, e sem anular a primeira afirmação, a ele tiveram acesso, durante o upload e dos longuíssimos tempos de processamento que dizem ter, e que lhes serve para fazer as manhas, que já aqui forma explicadas anteriormente

gato da ar do veio do vídeo, q ue pub lic do q eu e one ine sta da quinta feira, jornal, o it circulo da ode de março, pe la da manha da manha, no do imediato, primeira dele t iv vera, ex mccann erikson, e ram do acesso, a casa, e tambem do ac do esso circulo, ou seja GB, p do circulo do is t ra ze em mic rof one espanhóis aqui em casa, circulo da ua da inda, a filha do merceeiro do cavaco, espanhola em ano lar, dez, primeira da primeira da afirmação ao fi rato maçao, a el e t iv vera ram ac esso, duran teresa do circulo do up do primeiro do circulo da ad e do serpente do primeiro em gui s si do dio do omo serpentes da teresa do mp do circulo do os de por rc ess sam que mente, do q ue di ze maior da teresa, e que lhes serve para fazer as manhas, do q eu do primeiro home espanhol do om, q ue j á aqui forma e x p li c ada serpente ante do rio, br ou porto, que mente, deverá ser relacionado com a gota de agua visto agora as gotas terem entrado, como imagem certamente relacionadas com algumas das desgraças ocorridas naquelas paragens

d da eve do rá ser, re la cio em ado com da primeira gota de agua vi s to a gor ra às das gotas da teresa rem, a teresa psi, en t ra ado, com o ima mage em ce rta do tam maior da nete re la cio n ada s c om al home do gum às das desgraças, circulo das corridas naquelas para rage en ns

pois quando hoje liguei a televisão no canal dois, apanhei o noticiário talvez já a mais do que meio, e logo me apareceu o cavaco, silva a receber um grupo de jovens estudantes turcos do erasmus, falando com ele em português, de repente, o espanto e a prova, começou ele tambem, como eu faço no vídeo, a falar em ingles,

p o is do c ua anda do home do oe do doje do principe da li g ue ia da tele e da visão no canal dois, ap anhe do io, input, output do noticiário, no do not tica rio, cruz alvez principe da acento à maís do q eu di me do io, e el ogo me ap par rece vaso do circulo do cavaco, silva a rec cebe rum gato rup do circulo da ode dos j ove en ns dos estudantes turcos do e ra sm us, f al lan do com dele em portu g eu s, de r e pen teresa, do circulo do espanhol do pan to e primeira por vaso da primeira, com e ç o ue el e tam b em, com o eu f aço no v id é circulo da primeira f al ar em ingles, ou seja, da primeira rapariga que falou em ingles tambem quando entrevistada na mesma peça

ora , eu em meu vídeo falo ingles em duas ou tres situações, e sem agora detalhar em pormenor , a imagem , chamo a atenção que um novo elemento se encontra no quadro, um antigo isqueiro a gasolina tipo arte nova da germany , us zone, ou seja do tempo da divisão da alemanha as fatias depois da segunda guerra, vesica do ka serpente do chi do maçónico, e, patente pending, que se encontra à frente das duas gravuras das naus, do museu da marinha, tombadas , ou seja relacionado com alaguem da marinha, e , ou neptuno , pois as duas juntas, desenham tambem o símbolo dos mares, e o piano circus, os dedos das teclas até ao começo da contraponto, noção importante em movimento, e vai vem, de todos os géneros, indicam os dedos pela posição, o isqueiro, que é a gasolina, ou seja o que pega o fogo

circulo do ora , eu em me vaso do vídeo do falo ingles no du as o u t r espanholas situações, e se em agora d eta alha rem pro rome en o rai imagem , c ham am circulo , primeira a t en sao q ue um n ovo el em en to ze en c on t ra ano do quadro, professor, por rf esso rato, um antigo isqueiro a gás sol ina em rato eta ar da arte, fr canal, primeira teresa ar e, primeira teresa do nova da ger m any , us z one, o vaso do seja do te mp circulo da divisão na alemanha, al lem mna home da primeira às dp fa das tias de posi da serpente do home da gun dag eu ur do ra, ave is sx ad do circulo do ka serpente do chi do maçónico, e, pta t en cruz do pen do dig, q ue se en c on t ra à fr en te d as du as g rav ira s da serpente do nasu, nariz italiano do tom a bd as , circulo do vao do seja relacionado com da primeira de la g u e em da marinha, e , circulo do vaso do neptuno , p o is as du as j un t as, de s en ham tam b emo do símbolo dos mares, e o pina circulo cir kapa da uz, os deo serpente das teclas primeira té ao com e cod da primeira do contra da ap do ponto, no da sao e mp porta tam teresa em mo ov, italia, vie em mn to, e eva do vai vem, de todos o sg ene ero serpente , sin dc cam da am do os dos dedos pela posi sic sao, do circulo onze do is qui ero, q ue é primeira gasolina, o vaso do seja, circulo do que pega o fogo

estas são as linhas que no vídeo estão em ingles, mais uma terceira fase para o seu final

es t as são às das linhas q eu do no do ni v id é circulo do es tao em ingles, mais uma terceira do f ase do para o serpente do eu fi em al

senhora do peace anda lve, woodstoc, and some joints some times,

s en hora do pe ac e and a l ove, wood ds toc, and s om e jo in ts s om e do times,

randon frame, i supposed that is a randon framne, i dont know if id really a randon frame, because, also, it happens to me, people going inside my system, when we publiseh a video, it grabes a frame, and sometimes, as i explain already, thats a lot of difference between the original and the image that is upload and avaible for all, but, there is a grabe frame wich is the same frame that i spoke to you a few, about a gesture of your husband, mes clinton, evocado relativamente ao andrew

ra anda s argento fr am me, is u pp ps o ded t hat isa ra n don fr am ne, i don t kin w is rea ll y a ra n don fr am me, bec au use, al s o, it a h a pp en s tome from people, g o ing in s id e m y sys te em, e he en we pub l se hd first vase id is circle it g ra abe es foram first fr am me, and ds o em time, as i e x p la in al rea ad y, t hat ts a lot o f di ff e re nce bet we en t he o rig gina al and dt he imagem t hat is up lo ad and firt ava ib le for a ll, but form first t he re isa g r abe fr am me wuch is the sam am me fr am e t hat ti of the spoke to y o ua fe w ab o u t a a g es ture o f y o ur h s ub band, mes clinton, in s ti it, evo from cado, br, r e la t iva que mente ao andrew

ora aqui está o que na realidade se passou, quem mentiu ao andrew

circulo do ra da primeira aqui do qui e stá do circulo do onze do q ue na r e la id ad e se passo, louco italiano, vaso do q u em men ti ua do circulo do andre do duplo vaso, ou seja o andre gago, que eu encontrei no dia vinte e cinco de abril na rua do patrocínio de cravo na mao, e que me falou num ar angelical, com voz de ovelhinha inocente e nada sabedora dos problemas que trago, entrava então para um prédio perto da visão onde em dia recente, se desvelava um mecanismo de um cabo que atravessa a rua para captar as frequências que cada um leva sintonizadas no telemóvel, ou seja do grupo da manha da rua da patrocínio

circulo do irc u lo do ra da primeira aqui do qui e stá do circulo do onze do q ue na r e la id ad e se passo, louco italiano, vaso do q u em men ti ua do circulo do andre do duplo vaso, o vaso do seja do circulo do andre gago, q ue eu en c on t rino do dia vinte e cinco de abril na rua do pat roci oni ni circulo da ode do cravo na mao, e q ue me f al lou nu primeiro da ar ange lic al, com da voz de ove ln hi n h a ino cente e en ad a s abe dor a dos por r b e l ema s q ue t rago, en t rava en tao para do primeiro pr e di do io do per to da visão, onda em dia rec en te, se d es vela ava um me ac ni sm ode primeiro cabo q ue at rav ess primeira rua para ca ap pat ra às das fr e q u en cia s q ue ca d pata do primeiro angulo eva sin t niza da sn no di do telemóvel, ou da tele maior ove do primeiro do circulo do vaso do seja do dog rupo da manha da rua da patrocínio

por isso senhor bandido cavaco silva, para alem de lhe pedir ou exigir na competências que trás pela função que oficialmente carreia na republica, respostas às questões iniciais outra vez repetidas , neste texto, lhe pergunto tambem , face a esta sua participação, neste cio de esta quinta feira, o que na realidade pretende dizer,

por iss do circulo do senhor bandido cavaco silva, para al primeira e madeira del , do sin os, he pe di ro vaso, e x i gi rata na co mp pet en cia s q ue t ra s pe la fun são do q ue o fi cia lem n te cd ar da reia na assembleia da republica, rato das espanholas p ota sas das q eu es to es inc cia is de outra ave zorro r e pet id as , nest e te x to, l he per gun tot am b em face , revista, primeira e sta serpente da ua ap pr ti cip as sao neste de este cio de e sta quinta feira, jornal, o q ue na r e la id ad e pr e t en da di do ze do rato,

salvo erro , sua frase em ingles, dizia qualquer coisa do genero, que eles , os jovens já eram da europa, mesmo antes de seu pais o ser, o que é verdade e ainda bem, como sabe que eu sei, mas não vejo aqui relaçao com estes eventos que nesta escrita se desvelaram, portanto agradecia o sua explicação

serpente alvo e rato do ro serpente da ua fr e ase em ingles, di zorro da primeira e quadrado da ual do quadrado do eu do rc e co isa dog ene ero, ki do quadrado da ue el espanhóis , circulo do sj, se pr en teresa do principe da ove en ns j á e ram da europa, me sm o ant espanhola de serpente do eu pa is circulo ser, circulo do quadrado, é verde ad ee a inda b em, com di os abe quadrado da ue eu se ima sn cão do jornal vejo aqui da relaçao do com est es eve en to sec da ue ne sta espanhola circulo da ria se sed espanhola vela aram, porta ant circulo da primeira gata do ra de dec ia do circulo da serpente da ua, e x p li caçao

ou andará porventura o senhora angariar carne fresca de jovens, recebendo-os em sua casa oficial, e dando-os como culpados, para trocar por carne dos seus como esse bandido que diz ter jantado trinat e tal vezes na casa do casal clinton como afirmou por sua própria voz, o que se trás negócios segundo informação vinda a publico com um senhor árabe que dizem ser traficante de armas, que portanto deverá remeter para o trafico de armas com o estremo oriente desde a decada de noventa e eventualmente com a morte de as carneiro, se encaixava esta negra possibilidade num escutado ouvido pelo éter hoje mesmo, que todos eram precisos, que trazia assim um perfume tambem, de salvar a pel de alguns

o u anda rá por vaso si da en tura do circulo da senhora ana g ar ria rc ar da ne do fr espanhol da cade dos jovens, rec e b en dodo traço ong l es do os em s ua c asa o fi cia al, e dando do traço ingles do os com o cu l pado s, p aa t roca rato do por car ene dos se us com o ess e ban dido q ue di zorro teresa re j ana td do dao t rina t eta l v e ze ss na c asa do ca sal vc lin ton com o a fi r mo do vaso do por, s ua por rp ia da voz, o q ue se t ra s ne g o ciso se gun do in for maçao vaso da inda da primeira da publica do com do primeiro senhor q ue di ze maior ser t ra fi can teresa de ar abe, q ue porta anto de eve rá reme teresa rato pat ra do circulo trafico de ar ms sas com do circulo do est ramo o rei em teresa red de sd e a decada de noventa e eve en tua lem n teresa com da primeira morte de as care ni rose en caixa ava e sta negra p os sibil id ad en um es cu t ado do circulo onze do vaso da id do p elo e teresa e home do oje me sm do circulo do quadrado da ue todos e ram pr e ciso serpente do quadrado da ue rt ra zorro do ia as si maior do primeiro per rf do primeiro me tam be, de serpente alva ra pe la de al gun ns serpente

espero verdadeiramente, que o senhor mesmo sendo bandido não cumpridor das vestes que carreia, não seja assim tao mau, eu continuo, sem o entender, pois até há em si algo que eu gosto, o que me torna isto tudo um pouco mais difícil de entender, mas as pessoas são responsáveis pelos seus actos e sua omissões e a realidade é que o senhor tambem não me responde e se porta fora da lei

es p ero ver ds ad e ira ram am que mente, q ue o s en hor me sm o s en do bandido n cão cu mp rid o r da s v est es q ue car reia, n cão seja as si m tao m au, eu conti nu o, s emo en ten der, p o is a té h á em si al g o q ue eu gosto, o q ue me tor na is to tudo um po i u co mao is di fic le de net n der, ma sas, italia, p esso as são r es p os na ave is dos p elos se us ac to se e s ua o miss o es e a real id ad e é q ue os en homem do ro t am b em n cão me r es ponde e se do porta fora da lei

por outro lado, como a todos já disse , é esta situação insustentável, na sua ignomia, e no mal que fazem assim a meu filho e a mim, e o senhor que mora aqui quase a dois passos de mim, nem bom vizinho sabe ser, pois se o fosse, ajudaria um outro a quem roubaram o filho

por outro do primeiro do rol da di gi t al do ado, com o a todos j á di ss e , é e sta si tua
sao in s us t en t ave l, na s ua i gn o mia, e no ma l q ue f az em as sima me u fil h oe e primeira mim, e o s en hor q ue mora aqui q ua ase a do is dos pasos, it, da mim, ne em b om vizinho sabe ser, p o is se o f os se, ajuda ria um outro a q eu em ro ub aram circulo do fil home do circulo

o senhor nem é bom pai nem bom avo, pois se o fosse se preocuparia e ajudaria a quem tem filhos roubados, e nem gosta de crianças pois não as protege

o s en hor ne me b om pai ne m b om av o, p o is se o f o s se s ep reo cu ap ria e ajuda ria a q eu m teresa maior fil homem do os ro ub ado se ne em g o sta dec rina s ç as p oi sn cão às pro teresa ge

por estas razoes mais que suficientes, o senhor nem é cidadão , quanto masi poderia levar cargos públicos que pela sua natureza e função obrigariam a que actuasse em forma distinta


por e sta serpente dor az lo es maís q ue sufe cie en te s, os en hor ne mé cida dao , q au un to ma si p ode ria l eva rato cargos pub lico s q ue pe la s ua nat ur e za e f un sao ob riga ria am aqui da ue ac tua ss e em forma di serpente tinta

e independentemente destas considerações, o senhor pela função que leva, mesmo não a cumprindo, não deixa de trazer responsabilidades nesta matéria, portanto, será processado de acordo com o seu comportamento de fora da lei em que se colocou neste caso

e independente mn teresa de sta s co nsi der rações es, o s en hor pe la fun sao q ue l eva, me sm on cão a cu mp rato indo, n cão de ix a de t ra ze rato r es ps o sa bil id ad es nest a am a te + ria, porta anto, se rá pr e o c ess sado de ac o rc o dc om o s eu co mp porta am que mente de for ad primeira lei em q ue sec do olo co vaso do neste caso

não me merece mais nenhum respeito para alem de tudo o que de bom meu coraçao possa sentir sobre o senhor, pois está antes o seu vil comportamento, à imagem de todos neste pais que não existe, a conta de infra gente que se comporta como bandidos

n cão me mer rece maís n en home do primeiro rato es peito do para al em made ria de tudo o q ue de b om me vaso do co racao da p do circulo serpente sa s en tir s ob reo s en hor, p o is e stá ant es circulo do serpente do eu vil, co mp porta tam men to, à i mage made ria de todos neste do pais, tvi, q ue n cão e xis teresa, fr, primeira conta de in fr a gente q ue se da comporta, local, com circulo dos bandidos

hoje pela noite uma imagem se manifestou no ceu que pode ter a ver com a chave disto, mas não eu trarei para suas maos madeira para queimar quem quer que seja, se o quiser fazer, sabe onde compara fósforos, no seu merceeiro

home do oje pe la lam do ano no it e uma ima quadrado da gem se m ani f es to un o c eu q ue p ode t rea ave rc om primeira chave disto, mas n cão eu t ra rei para s ua s maos da madeira do para q eu imar q eu em q eu r q ue seja, se o qui ser f az e r, sabe onda co mp para f os foros, no do os da serpente do europeu do mer da cie do iro

a imagem se manifestou no ceu, tendo primeiro dito, a torre de comunicações moveis, ao pé da linha de caminhos do ferro, e depois no jardim, ao lado da lua alguém desenhou no ceu, uma mascara, como o florão do armário de meu avo, cujo bico apontava no ceu a lua cheia, que estava no perpendicular do museu do oriente

a i mage em se m ani festo un o c eu, t ren do prime rio do dito, da primeira da torre de com uni caçoes das telecomunicações moveis, a o p é da linha de ca minho serpente do ferro, e d ep o is no do jardim, aol ado da lua al g eu em d es en h o un o c eu, uma mas cara, com o o flora, circulo da ar mario da me do vaso do av circulo, cu jo bico ap ponta ava no c eu al ua che ia q ue es t ava no per rp en di cu al rato do m u s u es do circulo do rato e da rn da teresa


bem me diz o espirito que um rio de mentiras corre contra mim posto de novo a correr pelos meus inimigos, que muitas comparas se terao feitos e que muitos se venderam, mentindo, portanto já pouco me espanta

b em me di zo es pi rito quadrado da ue do primeiro do rio de mentiras que corre contra mim, post ode n ovo a correr p el o s me us dos inimigos, xutos e pontapés de almada, q ue mui t as com para serpente da se teresa rea serpente do ra do circulo feitos e q ue mui ts o se v en der am, men t indo, porta ant circulo do p rin do ni do ipe do pro do acento p o u co me es pan si do rc do clo do primeiro do circulo de dezembro do rato da cruz da primeira

nada me espantaria que aparecessem sem aparecer, como são sempre os processos dos cobardes, que operam pelas vis insinuações a dizer, que por exemplo teria penetrado uma rapariga com uma mao ou mesmo com um punho, como na semana passada vinha esse vosso cio da jovem rapariga menor das tais festas

na dame es pan t aria q ue ap ar e c ess em se em ap par recer, az u le j os do c omo da são sempre os por rc esso s dos cobardes, q ue o pera ram pe l as vaso do is in sin ua ç o es a di ze rato da art do aro, q ue por e x em mp primeiro do circulo de dezembro da teresa ria do que penetrou , p ene t ra ado uma ra pr gi com uma mao ou me sm o com um punho, com on a se man da passada da vinha de esse vaso do osso do cio da jovem ra pr a i g am en o rda serpentes das tais festas

ah bom está esclarecido

cabe a todos dizer, como sempre a verdade, nunca penetrei uma rapariga de qualquer idade com um punho fosse onde fosse, suas bestas malditas!!!!

Ca bea todos di ze rato do rc omo sempre a ve vera dd e , en unc ap ene t rei uma ra p q riga de q u l q eu r id ad e com do primeiro punho f os se onda fosse, s al das betas malditas!!!!

Ora aqui está mais uma linha da verdade, ao que parece da queda do aviao do fosset, que me parece declinar do fosse, ou da fossa, retrete, donde banana, ou seja daqui da vila operária

Suas putas betas de merda, não preciso eu de meus punhos para dar prazer a uma rapariga, mas sou exímio na arte do prazer com os dedos, e com os lábios e com meu falo, que dizem ser pequenino, sugiro-vos que metem o vosso no rabo, suas cúmplices e ladras de filhos à conta da chamada solidariedade feminina, que vosso filhos quando os tiverem sejam pelos pais de vos afastadas, para não ficarem perversos como vós sois, é meu voto nesta hora

S u as das putas betas de merda, n cão pr e ciso eu de me us p un h os para da rp ra ze ra uma rapariga, masso u e x em io na arte do pro az e rc om os dos dedos, e com os l ab io se c om me u f alo, q ue di ze m ser pe q eu nino, s u g iro do traço ingles do vaso do os q ue met emo vaso do osso do no do rabo, s u as cu mp l ice es e la dr as de fil h os à conta da c ham ad a soli da rie dade fe me nina, q ue v osso fil h os q ua ando os t iv e rem se j am p elo s pais de v os a f as t ad as, para n cão fi care maior do per do vaso do circulo ros com ov, italia, é mu vaso circulo do to ne sta hor primeira


a rita gallo, no final do telejornal, apresentava um alinhamento cheio de subtilezas, que remetia para a imagem das gotas de agua, que é prova das induções subtis que fazem, tentando a culpabilização, o que demonstra masi uam vez , que por detrás destes filhos da puta dos cios, que depois levam alguns a aparentes actos de loucura , como o que em semana passada matou, a família, se encontram psi com fortes conhecimentos de processos de indução, provavelmente da área da psico terapia, ao contrario, vejai minha gente, como esta gente, assim actuando induz terceiros a morte, e a matar, e como morrem inocentes neste processo a que chama de averiguação de verdade

primeira da rita, gallo, no fi na al do tele jon al, ap r es na tva um al in ham en to che io de s ub tile zorro do az, q ue reme da tia do para da primeira imagem das gotas de agua, q ue é pro da ova das indu ç o es s ub ti s q ue f az em, t ane t ando a cu l pali b iza cação espanhol, o q ue demo sn t ra ma si uam vaso ez , q ue por det ra s de st es fil home do circulo do quadrado das putas, p ua td os dos cios, q ue de posi l eva vam al gun sa ap ar en teresa sas serpente dos actos de loucura , com o o q ue em se mna passada mat o ua f am milia, se en c on t ram ps e com f orte s c on he cie mn to s de por rc esso s de indu sao, pro da ova ave lem n teresa da a rea da ps cio teresa ra pi a, ao c on t ra do rio, veja, br, e min homem da pro ro roi da primeira gente, com o e sta gente, as sima ct ua anda indu zorro de terceiros da primeira morte, e a mata ar, e com o mor rem ino dos centos nest e pro c esso a q ue da chama de ave rig ua sao de eve verde dad e

Entraram de novo cá em casa, pois no meu armário de meu avo, o que outrora foi partido, desfizeram as bainhas da capulana que lhe serve de cobertura , desvelando a assinatura no pano, e lá puseram uns vidrinhos, na aparência iguais aos fragmentos que lá estiveram quando o parti, só que não estavam mais lá, ou seja alguém os pôs, e a manha foi ao ponto de , ao abrir a a bainha da capulana, pretender assim em criar a duvida que eles estivessem em seu inteiro, o que é impossível, visto, a capulana ter sido lá posta depois

En t rato da arma de nov cá em casa, p o is no me ua ar mar id em eu av circulo, o q ue outrora foi partido, d efi, de e deli devi e fi d emi do batman, circulo do bacardi, do ze ram às das bainhas, e das espadas, da capo da primeira ana quadrado da ue do primeiro he que lhe ser eve de cobertura , d es vela lan anda da primeira as sin a tura do no da p ano, e lá p use ra sm un serpente dos vidrinhos, na ap ar e en cia i g ua is aos fr a gem netos, serpente, q ue lá es t iv vera e ram qua ando o p art ti, serpente do acento do grupo ó, q ue n cão est ava vam maís primeiro da primeira do assento, o vaso do seja al g eu m os p os, e primeira manha f oi ao ponto da primeira do circulo de bari, italia, ra primeira bainha da capo l ana, pre t en der as si m em c ria ra du v id primeira aqui do ki da q ue el es e st ive esse maior em serpente do eu inte iro, o q u é é mp os serpente do iv el, vi s to, a capo da pp primeira ana te rato s id o l á posta d ep o is

Assim na bainha da capulana que comprei em noventa e nove em Moçambique se ficou a ler movement impex training co cento e onze, ou primeiro do grupo eleven, movement mik, quatro, zero , tres cinco, remete esta referencia para o mik, que entrou em imagem recentemente, na resposta a senhora clinton

As si mna bainha da capo l ana q ue co mp rei em no ove en ta da ove de noventa e nove em mo ç am bic do joaquim vieira da rtp, se fi co ua da ler do mo do ove men cruz i mp e x t rai nin g co cento e onze, ou pi rm rio do g rupo eleven, mo ove men t mi kapa, quatro, serpente do ero , tres cinco, reme teresa e sta refer en cia para do circulo do mik, q ue en t ro u em emi mage made ria mr rec en te mente, na r es posta a s en h rop da ria mir primeira da clinton

E uma semente na casa de banho na esquina ao lado da prumo da porta, provavelmente a ressoar, na serie que em dia recente aqui abordava através de uma sequência de separadores e internos na própria serie

E uma da semem da teresa na c asa de ban h on primeira es q u ina aol ado da p ur mo da porta, cds pp, por v ave lem n te a r esso ar, na se rie q ue em dia rec en te a qui ab o r ad av at rav es de uma sec, ca non, eu en cia de se para dor espanhola e ein teresa no ser pr n teresa na por rp ria se rie

E chamam a isto, realidade virtual, seus cabrões, entram à ma fila cá em casa, dispõem objectos para incriminar e chama de realidade virtual como dizendo que estão a ajudar à compreensão das coias, se o quisessem fazer, o fariam em vos clara e frontal, chegando ao pé de mim e dizendo o que pensam

E ch amam a is to, re la id ad e vi rta ual, se us c ab ro es, en t ram ama da fi la cá em c asa, di s poe em objectos, para inc rimi na re c ham da manha, primeira de r e la id ad virtual com o di z en doque e ts o aa ajuda ra co mp r es sn sao da s co ia s, se o qui iss es s em f az ero faria am em vaso do os da clara, sic, e fr on t al, che g anda ao p é de mim e di z en do o q ue pen sam

Não aceito que cada um entre aqui em minha casa, sem meu conhecimento e autorizaçao, já vos disse isto ene vezes,

A imagem que aqui deixaram diz, da semente do put, que em ultimo texto orado remete tamnem para puta, e golfe, o taco do golfde da semente, no caho da cas de canho, e a bainha que desdobraram desvela o nome da capulana,

Quatorze minutos depois de publicar o vídeo, masi o tempo do tal encoding, o jornalista americano no yahoo, pedia ao presidente o dinheiro, sendo que o dinheiro que a notícia falta , é ao contrario, pois na aparência é um corte, e sendo corte, nao é dado, mas sim retirado

Quatorze min vaso do ts d ep o is de pub l cia aro vaso , id é circulo onze , ma sio teresa mp do t al en circulo da din do home dog, do jornalista am erica pe dia ao pr e s id dente do circulo do dinheiro, din he do rio, s en do q ue do circulo do dinheiro do q ue primeira do not ti tica da falta do ano , é a o c on t ra rio, p o is na ap ar c en ia é um co r t re, e seno do corte, noa é dado, mas si em rato e cruz ira ad circulo
,

O dinheiro está no penúltimo vídeo, ou melhor todos são dinheiro, dinheiro na única moeda que eu trabalho, a luz, e é esse que a América se refere, ou melhor o jornalisa,

O d ine home do rio e sta á no p en vaso do primeiro da cruz dot imo vasp id é circulo, circulo do primeiro do el hor, todos da são do dinheiro, quadrado da ine do home do rio na única moe da quadrado da ue e vaso da cruz do ra aba do alho, al uz, e é ess e quadrado da ue da primeira, a primeira am erica se refer e, o do primeiro ml, mr, hor do circulo do jornalisa,

http://news.yahoo.com/s/ap/20090507/ap_on_go_pr_wh/us_obama_budget


tudo começara por uma ida a casa ds hamburger, na realidade duas casas de hamburger, a primeira fora do obama e do seu vice presidente, biden,

tdi, cruz t ur rb bo diesel da di com el circulo do cortez ar ap da por uma, id a ac asa ds ham b ur ger, ser ep pn teresa, na r e la id dad e du as ca sas de ham b ur ger sa prim mr ia for a do ob ma e do s eu vaso do ice pr es id dente, b id en,

assim rezava a noticia,

ob da am primeira bid di bi en sati, pub, is f si zz ling, do burger, br u ger c rav inglesa ar vi mn gato tom vaso primeiro

motor do cade ride, fr om da w hi te da house, to da virginia, ra y s do hell do burger,

si it ts ina s mall st rip plaza, p l aza, t he burger set onze, for doll ars seis do ponto de noventa e cinco

serpente id espanhola, vice do pr es id dent en t do jose do ph segundo id ed e w no ano da maior invasão, noventa e dois, ee bar do rá ce q au ren te e dois, o c l ip do lup das notas em oitenta e oito,

she loved them to death, man ti serpente, assim rezava o estranho cartaz da serie b por detrás, antes obama, muito olhava a sombra da perche, projectada como um bico , um angulo e uma figuração de taco de golfe que vinha do ceu

s he l ove d t he m to de a t h, man ti serpente, as si mr e zorro ava do circulo do est ranho do cartaz da se rie b por det ra s, ant es ob am a, mui to o l h ava a s om br ad da primeira per rc che, por ject ad ac omo primeiro bico , prime rio da ang gula oe de uma figu raçao de taco de golfe q ue da vinha do doc eu

um perfume de bambi, anoréxica, que remete tanto para o brasil como para a américa se evolou ao este ver

um per rf um me d e bam bi, ano rex i ca, q ue reme teresa t anto pat ra do circulo do bar si do primeiro do c omo para primeira da am erica se ev o l lou a do circulo do este ver

mantis., remetia para israel, e verónica , de que falara remetia para uma foro da embaixada do mexico,

man ti t is., reme tia para israel, eve ero nica , de q ue fal a ra reme tia para uma da foro da em ba ix a da do me xico,

giordano bruno, bones and skulls, act of state, black spot on the map, o mapa seria então o cardápio, the dark coreography of pentágono, um outro black spot aparecera figurado num pixel numa das minhas ultimas fotos publicadas, quando tentei tira uma foto a bela rapariga que feita passarinha a mim chegou quando fotografava o elefante esvaziado, do acto dois da matriarca, marca uma casa, assim meio rosa tinto, onde as sombras na arcada reverberam, num recente numero evocado em texto, cento e onze , serpente, relativa ao triângulo dentro do circulo do anel das tres sementes, pelo espirito ouvi, dizer a casa da amenesia em noventas , principio, salvo erro noventa e um ou dois, me fiquei a perguntar, se é amenesia, como me posso, lembrar, mas se é amenesia, foi certamente induzida, por alguém ou alguns para me esquecer, olho a casa na foto, e trago um leve perfume de lá ter uma vez entrado, mas não consigo ver masi sobre isto, de provavelmente uma visita,

gor da no bruno, b one es and s k u ll s, ac to f sta te, b l ac kapa do spot on t he map, o mapa se ria en tao o car dá pi o, t he da rr kapa do coreography o f p en tan g on o, um o u t ro do bal do ck spot ap ar e cera figu ra don um da pixel, fr ani maçao, nu ma das min homem do as u l t ima s f oto s pub li cada s, q ua ando t en te it ira uma f oto a bela ra pr i g a q ue fei t a passat rinha da primeira mim che g o u q ua ando f oto g raf ava o elefante es v az a id o, do acto do is da matriarca, ma rca uma casa, as si m me io rosa tinto, onda as das s om bras, ps, na ar a cada r eve r b aram, nu primeiro rec en te n eu mr o e vo cado em texto, c en to e on ze , ser pente, r e l at iva o t rian gula d en t ro do circulo do ane l das tres sementes, p elo es pi rito o u vi, di ze ra ac asa da am ene sima em noventas , p rin cip io, sela av co e r ro noventa e um ou dois, me fic q eu ia per gun t ra, se é am ene si a, c omo me ps s o, l em bra r, masse é amenesia, f oi ce rta em n te indu z id a, por al g eu mo u al gun s para me es q eu ser, olho a c asa na f oto, e t rago um l eve per rf um me d e l á teresa dsa uma ave z en t ra do, ma s n cão c on sig ove rato ma si s ob re is to, de pro do ova da ave lem n teresa da primeira v isi sita,

o code, quarenta e dois, criptograma, o code , kate rumer, quatrocentas pandoras, um ritual anunciado, um momento especifico de uam chama verde, ou algo assim, a ressoar , quatrocentos em o numero dos mortos em italia,

c ur culo do delta do code, quarenta e dois, c rip pt to g rama do circulo do code , kate rum mer, rumer, rome mer, ru primeiro do mer de rome, quatrocentas pandoras, quatrocents coups, primeiro rio dt da cruz al ano da un cia ad circulo, um mo men to es pe ci fi co de uam c ham ave verde, o ual goa s sima r esso ar , qua t roc en teo s emo nu mer ero dos mor to s em it al ia,


referencia, toradex, tora de dez, assim aparecia esta palavra que ecoava na ultima imagem que aqui se tinha manifestado na torradeira , aqui constante neste Livro da Vida, tora dez da toca do piano do norte, car melo duplo vaso esquilo g ge ts cruz y rato muito ba ck, witz ki maus do onze dezassete, do traço ingles do primeiro do circulo da estrela, tres sementes, circulo menu, s id espanhola serpente , p vaso ff serpente primeira estrela, c t y pt circulo gato on she loved them to death, anca vermelha e branca , triângulo das aguas das tres sementes, he, da maria do ventre, gisele, a gisele da pt, man ti serpente do laço da anorexia

refer en cia tora de x, tora de dez, as si em ap ar e cia e sta pala av rac do q ue e coa ava na u l t ima i mage m q ue a qui se da tinha m a ni serpente do estado na tor ra de ira , aqui co ns t ante nest do el, iv roda vida, tora dez da toca do pi do ano do norte, car melo, cds, d up lo vaso ne serpente do ki primeiro do circulo do cortez, dog ge ts cruz delta rato muito ba ck, w it zorro kapa do vaso dos maus do onze dez primeira do sete, do traço ingles do primeiro do circulo da est real, tres sementes, circulo menu, s id espanhola serpente , p vaso ff serpente primeira estrela, c t delta da pt do circulo gato do circulo da ns he, o primeiro da ove dt he maior to dea t h, anca ver rem e circulo do cortez home da primeira e br anca , t rian gula das aguas das tres sementes, he, da maria do ventre, gisele, a gisele da pt, man ti serpente dol do aço da anorexia, ano no do rex do ia, o paulo

colcheias , como colcheias, referência em texto anterior, remete para o link a maddie, abobada do kkk, do abc, do espanhol

co l che ia serpente , c omo co l che ia s ,ref fr en cia em texto ante rato do iro, reme teresa para do circulo do li mk, pub, a mad di e, ab o boda do kkk, do ab do x do espanhol, abobada, ruiva, mim, haloween, home alo duplo vaso e ingles

depois liam, de repente este fio, se ligou a morte da natascha richardson, richard, o rapaz da casa do admastor, no numero treze, richard son da escocia, ou da es co coc do ia,

assim se deu a leitura, natascha, o home que veio jantar, filha da vanessa redgrave, ki ck ass ac tio on fi lm, this diz o liam, the en at as av id é circulo archie, cruz ak inglesa

as si m sed eu a lei tura, nata sc home da primeira do circulo do home q eu do veio da j ana cruz rato filha da ava van ane ness primeira red dg garro da rave do ki ck ass ac tio on fi lm, this diz o liam, the en at as av id é circulo archie, cruz ak inglesa

wildest dream, natascha, relaciona com o mystery d everest, reflectido no meu vídeo, uma montanha

wi l d est dream, nata s c h a, r e la cio n ac om o m y s tery d eve r est, ref for mula one le t id don circulo da me da eva vaso do vv, id é circulo, primeira da montanha

wild child, remake do truffaut, mil novecentos e setenta, wild vitor, o enfant selvagem, l´,enfant terrible, jean cocteau,, o do eterno retorno, da livraria, a águia tem duas cabeças, e uma engrenagem da aka, hotel borges, a rene, male drag, co do sima, a ágata, a nicole do stephan

wi l d chi l d, rem ak e do truffaut, mil novecentos e setenta, wi l da, ilda do vi tor, o en fan cruz se l vage em, l a ps o rolo serpente do en fan cruz te rr ib le, jean coc te au zorro ,, circulo do e teresa rato do no do retorno, da livraria, a a gui a teresa madeira du as das cab eça se primeira en g rena ge madeira da aka, h ot el borges, a rene, m al le drag, co do si mna, ágata, a nicole do stephan

viole s torn, derecho, cruz, lama, la, am a , lam a, a dezasseis, dan ger serpente, kapa quadrado pb ang ur vaso do traço ingles do x trinta e seis,

viole, vi io ole le, s torn, s to rn, de r ec h o, cruz, lama, la, am a , lam a, ad dez ase si, dan ger serpente, kapa q au dr ad o pb ang ur vaso do traço ingles do x trinta e seis,

um quadrado como um pixel em falta que me apareceu neste ponto por debaixo do kanguru, a palavra na janela do interface de ligação do kanguru

primeiro quadrado com o primeiro do pixel, fr, em f al at q ue me ap par rece u neste do ponto por de ba ix o do k ang guru, ur vaso a pal av ra na jane la do inter rf face de liga sao do k ang do ur do to, o antonio cunha

este quadrado é o inverso do outro que aparecera na foto da d pedro quinto, já aqui mencionada, casa cor de rosa , reflexo semelhante ao do cento e onze, serpente cento e onze, galeria cento e onze, primeiro do onze, nuno do nunes ferreiro, a casa da amenesia june vinte e sete do bar do ra em noventa e dois, ca r l cox l ive au ro ba amnésia discoteca,

este q au dr ado é o in verso do outro q ue ap ar e cera na f oto da d pedro da quinta, j á aqui men cio n ada, c asa cor de rosa , re l f e xo semem l h ante ao do c en to e on ze, ser pente c en to e on ze da gal e ria cento e onze, prime rio do onze, nuno do nunes ferreiro, a casa da am eni s ia j un ne vinte e sete do bar do ra em noventa e dois, ca r l cox l ive au ro ba am ne s ia di s co da teca,

as tres linhas , como cento e onze, são aqui tambem figuradas como tres cobras em pé, ou seja prontas a morder, h t do bar do ra do tp, azim vaso espanhol, miguel, o compositor,

às da teresa rato serpente lina home serpente , com o c en to e on ze, são a qui t am tambem figu ard as com o t rato espanhóis cobras em p é, o use seja porn t as a mor der, home da cruz do bar do ra do tp, azim vaso espanhol, miguel, o compositor,

no site da homenagem a natascha, está ela entre duas torres, numa cidade que parece nova yorque, no meu vídeo tambem eu falo das duas torres, da chaminé dos químicos e da chaminé da sombra do falo com o anel,

no si te da do home do om mena gema primeira natascha, e stá el a en t red ua s torres, nu ma cidade q ue pa rece noa vaso de yorque, no me vaso vv id é o tam b em eu do falo das duas torres, da c h am ine dos quim micos e da c ham ine da s om bra d o falo com do circulo do anel, ane primeiro roi

az, ps é vaso iva ligação wire angulo ess bo concept, ur ban do design, parecido com a loja do bairro alto, onde em dia não muito ido, me cruzei com o home de barbas de tres dias, ligado ao ténis, o organizador dos torneiros em monsanto, alameda dos oceanos, cento e um, onze a, parque das nações,

az, ps é eva vaso iva liga da sao do w ire ang u lo ess bo c on ce pt, ur ban do de si gn, pa rec e id o c om a l o j a d circulo do bairro alto, onda em dia n cão mui to id o, me c ruze i com do circulo do home de barbas de tres dias, li gado ao t en is, té ni s, te ns tel in s te is tunis, o o r g ani iza dor dos tor ne iro s em mon santo, al am meda dos o ce a ns o, cento e um, onze a, parque da serpentes do naço espanhol,

obama e biden, declina em ob am a, circulo do bam, e segundo bi, id en , dec angulo ina em en, sati, is, forte do fi si zz angulo ingles do burger

produção em laboratório, zoe boba sonicos, brian smith, dois circulos sobre cruz invertida, e um barbatana de tubarão, para dentro das aguas com um cobra grande no seu interior, o home do home das barbas, rapariga de trinta anos,

pro du sao em l ab bora rato toi can tor, ira, z oe boba s oni cos, br ian sm it h, do is circulos sobre ct uz invertida, e um bar ab bat na de t u barão, para d en t r das aguas com um cobra g ar n de no s eu int e r iro, o home do home da serpente das barbas, ra pa riga de t rin t a ano ss,

h1n1, homem primeiro nl, h u me um n um, home quadrado ni, vaso vr , vi r tua l rea lit y, do yuris,

la dan s malade ,seis circulo fúria, outra vez a imagem do marques de pombal como carro seiscentos amarelo da teresa no semi arco das edp

la dan s maldade ,se is circulo f ur ia, outra vez a i mage made ria do marques de p om bal com o carro seis c en t rosa am mar elo da teresa no s emi arco da se dp

ricardo espirito santo, espanhol do bar do ra san gal , santo gal, ulrich, bananas, gerir com bananas, assim acrescentava neste noticiário, o belmiro

ricardo serpente es pi rito s ant o, es pan hola do bar do ra ns ang al , s ant o gal, u l ric h, ban ana s, ger irc om bananas, as si m ac rec en s t ava nest en o ti cia rio, o bel, o b el, sin os miro

pr ee si dente circulo e x e cut, global, g lo do bal da iza sao, afegao, b om bar dea am en to da eu am orte s c iv is, br oo kin g s k ingles segundo, o ova do vaso da cruz do ra ave zorro

la carro, la bal, ricardo com ricardo home el sin os miro, el pr to zorro
com o ger rato ric ob, segundo, en ave, ave ingles b ric ger om da p c irc u l omo

sobre a imagem do vídeo , o ultimo do leito, ou explicação aos pássaros, em forma sintética,

s ob rea i mage madeira do v id é o , o u l t imo do lei to, o u e x p li caçao a os p ass aro s, em forma sin teresa tica,

nuc leo, raiz, rai zorro, f az traço inglesa se na raiz, rai zorro, evangelho, eva van gel homem do circulo kapa do joao, de se int te gato da raçao,

no pensamento da raiz se faz a desintegração, na raiz da cura, do padre em bizancio

no pe san men to da ra z ise f az a de sin te g raçao, na rai zorro da cura, dop ad re em bi z an c io

labirinto, jogo pleonástico, brincadeiras, italia, metáfora, analogia, casco bombeiros, casas, Alasca, sara vermelha, pal in, pilar, pampulha, cgd, monica, pum, ... pum, trafico de droga columbia, vasco o delta do circulo do bico cortina de leste.,

l ab ire rem to, j ogo p leo na s tico, b rai n d ac e iras, it al ia s, met a for a, ana lo g, log ia, casco b om be iro s, ca sas, al as ka, sara verme l h a, pal in, pi l ar, pam pulha, c g d, monica pum, ... p um, t ra fi co de droga co l um bia, vasco o delta do c irc u lo do bico ci rt ina del, sin os este,

da imagem do vídeo

da i mage made ria do v id é circulo

antonio, a flama, for mula one da fla, acores, lama, ou angulo da manha, com um circulo como primeira, p rie mr ia, semente por debaixo de flama, que será da china, do circulo de emanuelle , todo o tempo do mundo, cara do alhos..., v io l l ino s, por cima de dois circulos, como duas outras sementes que com a mais acima, ac e ima fazem o t ria n gula, estas duas ultimas em baixo estão sobre dez per c en til e oitenta e cinco mil, fascistas, f as costa serpente

na imagem se ve do lado direito, ou seja esquerda, as ancas, que masi parecem um cravo, no chao, ou um cravo posta na terra, como numa cruz de um crucificado

na i mage made ria se eve do l ado direito, o vaso use seja esquerda, as das ancas, q ue ma si par rece em primeiro cravo, circulo rav doc irc u lo do no chao, o vaso do um c rav o posta na terra, com on uma cruz de um c ruci foca cado

nos painéis tipo bcp, banco, por detrás, está simbolizado, uma cruz e um angulo, formado pela esquina, ou seja a cruz da esquina

no s pa ine s t ip o b cp, ban co, por det ra s, e stá s im bo l iza ad o, p rie mr ia cruz e primeiro ang gula, for mad o pe la es q u ina, o vaso use seja primeira do ac cruz da es q vaso do ina

depois temos o colchão que é masi uma esteira, onde os raios de sangue apontam o oriente, ou dele parecem fazer a figuração, como raios vermelho de uma roda da vida que se encontra deitada, tecido vindo do vital, cristina coutinho

quadrado da ep do circulo do is t emo serpente do circulo do co primeiro do cha, o quadrado da ue é ema si uma e ts eira, onda os rai serpente da ode sangue ap on tam o oriente, o vaso do del, el, e, sin os, e pa rece em f az e ra figo raçao, com o rai os vern mel homem do circulo de um a roda de vide, castelo de vide, quadrado da ue se en circulo em cruz ra de it ad a, tec id ov, italia, vaso indo do vi t al cristina coutinho

depois temos, o ma t te l ass, a cobertura branca que simboliza uma montanha e um preciso momento do vídeo, em que os dedos do pé aparecem verticalmente que remete para uma outra imagem aqui em casa, e depois se escondem , ou seja baixam, e fica só uma cabeça, por debaixo, se ve como que um seta horizontal com uma cabeça de arpão, barbela, ao lado da palavra fascistas aqui em meu desenho, dois circulos dez per cen til de oitenta e cinco mil

d ep o is t emo s, om at te l ass, a co br e tura br anca q ue s im bo l iza uma montanha e um pr e c is o moe mn to do v id e o, em q ue os dedos do p é ap ar rece em verte ti calem n teresa q ue reme teresa do para de uma outra rai mage maqui em c asa, e d ep o is se es conde em , o use j a ba ix am, e fi ca s ó uma cab eça, por de ba ix o, se eve com o q ue um s eta hori zon t al com uma cab eça de ar pao, bar rb be la, aol adao da pala av ra f as c is tam aqui em me vaso do de s en ho, do i sci rc u l os dez per cen til de oitenta e c on co om do mi primeiro

o desenho que aqui fiz da imagem sugere ainda, vindo do lado do cravo, saem tres linhas que abrem como um delta e que estão na faceta vertical longitudinal do colchão que tem a forma de um trapézio, ou seja parece a imagem dizer, que da estava cravada na terra jorram tres fios, de uma pancada como dada por um taco de golfe, no seguimento dessa linhas está a seta deitada com cabeça de arpão, ou seja usada em caça as baleias, ou seja parece remeter para o melville, no livro já aqui abordado

ode quadrado es sn h o q ue au i fi z da i mage made ria s u ger a inda vin di dol ado do cravo , sa em t ratos das es linhas, comboio, q ue ab rem com o um delta e q y e es ato na f ac eta ave rt tica al lon gi ti dona l do co l sao q ue t ema forma de um t ra pe z io, o use seja pa rece a i mage made ria di ze raro do, quadrado da ue da e stav circulo da ar vaso da ada dana nat terra j o rato do ram cruz rato espanhol do fi os, de uma p ana cad com o dada por um taco de golfe, no se gui em teo de s sa linhas e sta primeira s eta de i t ad ac om cab eça cade ar pao, o use seja usa da em caça as ba do bal do ll da lie es , ba lei as, o vaso do seja pa rece reme teresa para do circulo do mel da ville, cidade, cida dade, no l iv ro da rop da ria am mira j á qui ab circulo do rato do dado, poker, apostas, ap posta serpente

a imagem figurada pelo meu pé de imediato me remeteu para uma imagem de um livro aberto que aqui trago na outra mesa , aquela que é formada por um y invertido no meio e dois vasos de fogo como bicos e que em tres fazem como que um triângulo, e já aqui abordado em pormenor em texto e assim fui ver o que lá se encontrava

a i mage m figu ra da p elo me u p é de imediato, me reme teresa red ds vaso para uma i mage made ria de um l iv r roi ab e r toc eu a qui t rago na outra da mesa , aquela q ue é for mad ap do por primeiro delta in verte td o no me io e do is dos vasos de fogo com o bico se q ue em tres f az em com o que um t rian gula, oe j á a qui ab o ra do em por m en o rem te x to e as si m f u iv ero q ue l á se en co n t rava


aa e a mage for bico en circulo do rem

FT OS; AU I E COM M EN TS

es tao no post ante iro


Em dia seguinte a noticia de obama, fui eu comer um hambúrguer, batas pequenas, e um sumo laranja pequeno, quando voltei para casa, a tarde de que te falo no ultimo vídeo, estava eu a ser atendido por um jovem, quando a simpática rapariga chegou e disse, é ao seu colega, é masi barato, o senhor comprar um happy meal, e assim fiz, enquanto o fui comendo, tirei para fora , o brinde, assim uma mascara cor de rosa tipo home aranha, que bara e la dento um jogo com o home aranha que parece atirar teias aos hamburger que caiem do ceu, e que quando lhe acertam, o fazem masi pequenino até mesmo desaparecer, quando acabava , um belo rapaz africano com sua mae por ali andava, chegou ao pe de mim, eu lhe disse, queres, ele pegou nele num ápice, tao rápido que bateu com o seu o joelho na mesa, e depois a mae lhe disse, então o que se diz, obrigado, lá disse ele a sorrir quando se lembrou

Em dia se gui em te primeira ano not ti cia de ob am a, f ue e vaso co om mer um han b ur ger, q ua ando vaso do circulo do primeiro da teresa, ip do para da casa, primeira cruz ard e de q ue teresa dsa falo no u l t imo v id e o, e stva eu a sa e rat en dido por um j ove em, q ua ando a si mp a tica ra pa riga e h g o ue di ss e, é a os eu co le g a, é ma si ba rato, tom mo s en hor co mp r ar um h a pp y me al, e as si m fi z, en q ua anto o f ui co mendo, ti rei para for a , o br inc e, as si m uma mas cara co r de rosa t ip o h om me da aranha, q ue bar a e la d en to um j ogo com do circulo do home aranha q ue pa rece air t rato das teias ao ham bu r ger s q ue ca i em do c eu, e q ue q ua ando le he ac e r tam, o f az em ma si pe 2 q eu nino a té me sm o de sapa recer, q ua ando ac aba ava , um b elo ra p az africano com s ua mae por al i anda ava, che g o ua o pe da mim, eu l he di ss e, q eu r es, el pego un el e nu m ap ice, tao ra pido q ue bat eu com o s eu o joe l h on a mea, e d ep o isa ma l he di ss e, en tao o q ue se di z, ob riga do, l á di s se e lea sor rit q ua ando se l em br o vaso


o bat man, de ovo o batman, e um escutado por estes dias de um novo desafio por ele posto, em mim a imagem que de imediato subiu, para alem de começar a ver os morcegos de novo a voar, com maior frequência, seu sinal, veio da memória, do taco de golfe e de uma sua derivação, o baton, o baton do futebol americano, que fora evocado numa casa de torturas na alemanha na segunda guerra e uma outra imagem, que foi a primeira, um pequeno vídeo do tempo em que ainda o bush era presidente, com um basta, onde dizia, strech the magik, tentava bater duas bolas e às duas falhava, trovou agora que neste preciso momento de sabado nove de maio, depois de ter acordado irritado outra vez com o som dos martelinhos vindos do andar de cima, já há muito tempo que não de lá vinham, o espirito me dissera, raízes de minhocas a cair da arvore, e agua dentro da bainha da modelo,

o bat man, de ovo o bta tam mn, e um es cu t ado por est es serpente do dias, de um n ovo do safio por ele posto, em mi ima mai mage made ria q ue de i me di tao s ub o u, para al e made ria de com eça ra ave ero os dos mor c ego s de n ovo a v o ar, com maio r f rec eu en cia, s eu sin al, veio da em moira, do taco de golfe e de uma s ua der riva iva da sao, do circulo do baton, o baton do futebol am e rc sic ano, q ue for a ev o cado numa casa de tor ur as na al e mna homem da ana da segunda guerra e uma outra i mage gema, q ue f oi a prime ira, um pe q u en o v id é circulo do y te mp o em q ue a inda circulo do b us her ra, e ra pr e side dente, com um ba sta, onda di zorro do ia, st rec home cruz he magi kapa, t en t ava bate r du as bo l as e às du as f ala homem ava, t r ovo vaso a gira q ue nest pr e is o mo men ro de sabado n ove de maio, d ep o is de teresa ac o rato do dado i r rita ado o u t ra ave zorro com do circulo da serpente do om dos mate linhos de mato sin h os, vaso indo serpente do andar de cima, j á h á mui to te mp o q ue n cão de lá vinha do ham, o es pi rito me di ss e ra, ra ze s de minho ca s a ca i rda arvore, e agua d en t roda bainha da dam da mod elo,

a estrela do norte , figurada como estrela do mar, com um dos pés , tortos, pela mao que a segura contra o ceu, da marca portugal, assim está figurada na imagem que a figura

a estrela do ano rte , figu ra d ac omo do estrelado mar, com um dos p es , to rto s, pe la mao q ue a segur ac on t ra circulo do c eu, da marca portu g ak, as si m e stá figu ra da na ima gem q eu primeira do figo ra

a imagem da sete como um arpão de baleias, aparecia, ap par da ceia , de seguida no fio da historia que o to hot to handle, contava, remetendo para esperanza, a gravidez, delta do circulo corrida , kapa men circulo rig in ns amalia sede, nuc, de novo o tripé com TT invertido, o pulo no x, o cone vermelho e branco, lg cimitarra, borboleta, roma, he ine kapa angulo primeiro judia, d oz s l ingles treze duplo circulo, giuseppe zonatti, cristal strap sand ala at a rec en t moboli phone fete, numa recente gesta de telefones moveis em frança, como cristal,

a image made ria da sete com o do primeiro do arpão de bal lei as, ap ar e cia, ap par da ceia , de se guida no fio da historia q ue o to h ot to h na dl e c on t aca, reme t en do para es pera anza, a g ra vi dez, delta do circulo corrida , kapa men circulo rig in ns am al ia sede, nuc, de novo o t rip ipe com TT in verte td di, oo pulo no x, o c one ver e ml h oe do branco, lg cimitarra, borboleta, roma, he ine kapa angulo prime iro judia, d oz s l ingles treze duplo circulo, gi use pp e zona tt i, c r sis t al sonata dos strap sand ala at a rec en t mob o li ph one fete, nu ma rec en te ge sta de tele f one s m ove is em frança, com o c r ista l,

da kate do rio dos relógios, , cem cruz home anne do sary flor rato raquel roy cu l t d o traço ingles dr do traço ingles dr ess divine diamonds e onyx nec br ac e,

rato dos cem E, y e ars risca ao meio na América, ovo partido na cabeça, dos seis ovos da galinha vermelha, seis eve angulo do anzol, ou do arpão, e rato dos cem do delta ars
américa, ou seja dos gnosticos, rate le br at es cem sexto s in, américa car angulo cele bra sete

rato dos cem E, y e ars risca ao meio na am mer cia do ovo p art id dona cab eça, do serpente da se is dos ovos da gal da linha vermelha, se is eve am mg gula do anzol, o u do ar pao, e rato dos cem do delta ars, am erica, o use seja dos gn os ticos, r tt eu rato do le br at es cem sexto s in, a mr ica car angulo cele bra sete

da eua do monte do long sleeved azzaro bun bed az s led zanatti, e o mesmo símbolo do vídeo ao lado, em duplo com duas setas de cabeças de arpoes, br oo k e si el as da turquia, s to le t he s pot li g t h met cos t um me gal ia, ina a sexy, s o ph is tica red turquoise, do calvin de fleurs still fl a w l ess at quarenta tres, da am rina tomei do zoc sal da ma set , he art ts rac inglesa star treck, serpente

da eua do monte do l ong s ll eve d az z aro b un bed az s led zanati, e o me ms o s im b lo do v id é circulo da primeira do o l ado, em duplo com du as s eta s de cab eça s de ar poe es, br oo k e si el as da t ur qui as to le t he s pot li g t h met cos t um me gal ia, ina a se xy, coordenadas, s o p h is tica red t ur q u o ise, do calvin de fl e ur s still for mula one a w l ess at q au rr te nat e t r es, da am mr rina tom e id o zo circulo do sal dama a set , he art ts rac inglesa st rc ck t rec kapa serpente

ina black bea ad ded pu cc em mini, mo ns t ro us coc k t a i l do ring anf fi e raro e br ian at circulo tom da nova ordem mundial, cientologia, bo traço ingles sa do el do borges, dupla agua aka, ps e vaso iva primeira liga da são e ire angulo ess ,n arco le pt ticos cade rinha
pormenor da capa do livro onde uma imagem está simbolizada no meu ultimo video do leito, na parte do pé na montanha
por men circulo do rato da kapa, revista, dol do nono do ro da onda primera mage made rie e sta acento serpente si em boli kapa iza ad circulo quadrad ano no me vaso dy u l p, vaso primeiro da cruz imo do leito, lei antonio, na p da arte do p , é en am mon crzu da anha
o livro está aberto nesta duas paginas que correspondem ao maneiritas do fantastico italiano, mais clara indicaçao, nao poderia haver, pois remete ainda tambem para o tremor em italia
circulo do primrio no ro e sta acento ab berto be rato antonio nest net ts di as pa ginas q ue co rr es ponde mao mane e rita serpente do g fantas tico italiano, maís cal ra da clara indica caçao, n cao pode ria do home ave rato , p circulo do is primeira inda tamebm, para do circulo do tremor em otalia

em cima das folhas abertas, um antigo flyer que aqui recentemnte foi nomeado das produçoes mabus mabul ba na cas da comedia, o marlowe, se gun da primeira para art primeira ás do vinte d dois home sex cruz as vinte e quatro horas, dos tres violinos, tres vezes setembro, ou seja 999, deitado, ou seja em setembro de noventa e nove, o nono da deita em setembro de noventa e nove

le mal he re ux son para da chute ne 5s5, ts pas o uve rt
c est bi en ce qui je pen sa is , s ab o te, a l a id e un e c ani f,

recaptulons, ´primerio serpente do avia de t ur me don ne en teresa rati por ren te sis rectal, lp da fille se segundo zen en quadrado, dd circulo, king kong, kapa ingles m kapa da ong, u spa serpente, l e c p lo rate ur serpente, vo, vc, lis, da portugesa federaçao futebol, du te bil, is, selendi, se zen di, rectal, c a ne m e ne nu ll e p art, il doit man q ue r un el em en t

il, u l, vo us man q ue da primeira da tele

vo, us spa pal selendi,. rectal, a tele, at t el e, vo us p ass e z, en di rec cruz a la tele, vo us ave zorro do ete, pr g ra me a la p lace du film king kong

abruti, ab br tu ti

il ne f a ll a it p as qui, cat ova vaso, q ue ille onze le sac he, c eta it la cam e ra i n v isi ble,

qui se, je comprends toute, primeira do hoem j , e, com mp ren ds to vaso da teresa, pjf vais en fin savoir qui se c ac he, se gui car ne sc quatro serpente cf, mp s circulo primerio, co u cou, c o u co vaso do coucou,




s ra ni la us, stanislao le pr i le f a ise ur de ang es , primeiro do nono do sessenta e nove, h u ile ser to ile cem da cruz de setenta e tres, correio da manha, ou circulo maior, segundo do grupo onze


pap e is com es c rato do tito s emi me s u
c on cha, shell, estrela q ue ca i u doc eu, mare, mar ava v aza, a reia q u en te e do irada, al vo ra da s al en tej ana s, am mp u l he tam , coelhos, doença, de on ç a v ene rea,
e contos da lua cheia cc, ce hi ia primeira, a qui no L iv roda vaso da hidra, o poe ema ine teresa ir
dança das cabeças, rosas , ro às das br anca s, am o r ex p l o s iv o, agua doce de beber, aguas da masturbaçao,
e borboleta que pu lala doc e mente s ob r e um cam p ode li rio s ra dia ct uv is,
eu serpente do til no circulo do O, q ue ria primerio poe ema da bonitoi, pa ra mer g u l h ar maís fe liz na inc co ns e en maçonica cia da i lu sao, e maçonico cruz rite mui to cruz rato iste s en tir a poe serpente do ia az e d ar do no est tom mago
no livro aberto na secçao dos maneiritas italianos, destacam-se os seguintes elemento semanticos, theatralite de la vison, r ge at ra lite da visao, a rome campidog do lio, da fontana de trevi, da imagem do cio que aparecera no dn, com o tridente, aqui comentada no tempo de seu acontecer, p l aza da navarra, o raapz aqui da rua, e pi azza do pop o lo, rome, fabrizio cle rici , romano parmeggiani, sramislas lepri, ricardo tomasi ferro ni, enrico d assia, asia, e ce t te g rand dame q y est serpente colette rosse li, fabricio clerci, em italia, ou em roma, ou em romana,
no do primeiro angulo do nono do vas odo ro ab berto na sec sao dos mane e ritas serpentes italianas, d es r ca aca cam do traço da ingles se do os se gui en te serpente el lem en to s ema man ticos do teatro das visoes, r he ar ra lite del la primeira da vi son, ra ge primeir cruz ra lite da visao, rome com pido dog da dol do lio, primri oinput out put, da font ana de trevi, da ima magem do circo q ue ap pare e cera do no do diario de noticias, com do circulo uk primeiro do circulo em dezzembr em uk, primeira do ki aqui co men t ad a no do ano te mp circulo de s eu do cao n te ce, p l aza da navarra, circulo do ra ap sorro aqui da rua, e pi azza do pop circulo do primrio deo circulo de roma, fabrizio, a cha ave do rici, do arroz, roma ano do quijo, s ram s l as le pr do ricardo, tomas si do ferro, ps, ni, enric circulo d ass serpenet do ia e ce cruz teresa gara rande dame quedrado do delat do est ser pente da co lette rosse, do leito vermelho, fabricio cle rc si em italia o ue em roma, o ue me roma ana




a imagem figurada pelo pé no video



























Barco francês no cais, belo, o barco como todos os barcos

Bar rc do arco fr anc es no do cais, b elo, circulo do barco com do circulo de todos os barcos

Euro tam, me disse o rapaz que era o nome que se via debaixo das tres bolas brancas como cabeças de meco, que são radares, ou sonares, mas que o nome do casco era outro, da holanda, o home da holanda

Euro tam, me di s se o ra p az q ue e ra o mo mec quadrado do ess da via net works, de ba ix o das t ratos es bi ola sas das bei el as das bit o la s, da serpnete das bolas, das bo ina sd circulo do it as, com o cabeça do serpente de meco, q ue são ra da r es, o u sn ares, masque circulo do onze no me d o casco e ra o u t ro, da holanda, o homem do om meda da holanda

Duas chaminés a preto e branco que desenham um vaso,

Du as das chaminés a per to e branco q ue d es en ham um vao serpente,

Bambi,

No jardim da rapariga com as pistolas no ar, no final da tarde sentado, a ver as cartas mode elos de gato da ua da ana bata de colares, do por do fi do cio s ss circulo na al da bea ad ds da raia da aia do não, da farmácia do castro do fonseca, x ane , padaria do ra , é snu, rato gel vaso x ane do bi sexo, ou seja da dupla penetração

No do jardim da rapariga com do às das pistolas do no da ar, no fi na al da t arde s en t ado, primeira ave rata as das cartas mode elos de gato da ua da ana bata de colares, do por do fi do cio s ss circulo na al da bea ad ds da raia da aia do não, da f ar ma cia do castro do fon do zeca, x ane , pada ria do ra , é snu, rato j el, el gel, el je do joel, vaso x ane bi x es ual o vaso do seja da dupla da pem e cruz da raçao, pem, a da tentadora, pm em pema, o per da p do zorro, da sara miranda

Judge dreed, is the law, the book of kaos , said, at last sentence, judge dreed, é nome de um filme, um juiz que é falsamente condenado por um crime que nao cometeu, interpretado pelo silvester stalone, há uma puta aqui, que entrava em dia recente nestas palavras, juiz premiado no julgamento do Balcãs e tudo, que tem assim físico de stalone, e que aparecia em dia recente no programa da puta dentista elisa num passe aqui relatado

Ju dg e dr ee, electric, e di st, he law, t he of book circulo do onze do forte do f kaos , sa id, a t la st sentence, ju dg e drew, der de ra d r e r crew, é no me de um fil me, primeiro juiz q ue é f al sam que mente c on dena ado por primeiro crime q ue n cao co met eu, inter rp r eta ado p elo si l vaso ester do circulo do fi do staline, st al one, homem do acento à primeira puta aqui, q ue entrava em dia rec en te nest as pala av ra s, juiz pr emi ad o n o ju l gam en to do bal c ase tudo, q ue te m as s im fi sico de st al one, e q ue ap ar e ceia em dia rec en te no pro gara rama da dada da puta d en t ista e lis nu primeiro p ass e aqui relatado

Um sincronismo se manifestou hoje pela manha tinha –me acabado de aparecer pela palavra o nome de teles, e logo um outro teles estava numa capa de um jornal desportivo, qualquer coisa que dizia ser um homem essencial , para qualquer coias essencial, se presume, que mais não li

Um sin c ron is mo se man festo u h oje pe la manha da tinha do traço ingles da me ac ab ado de ap par recer pela pala vaso do ra o noe e made ria do teles, e l ogo primeiro de um outro teles, est ava nu ma kapa de primeiro jornal desportivo, q ual q eu r co isa q ue di zorro do ia ser primeiro h om em ess en cia al , para q ual q eu r co ia s es s en cia l, se pr es primeiro mec quadrado da ue maís n cão do l i

Um carro me disse que o pedregulho da discoteca de alcantara, este ultimo do cio no seguimento da medee e daquilo que o espirito depois desvelara que eles tentaram inverter o mito, provinha do ze dos olivais

Rim eiro carro peugeot, me di ss e q ue o ped reg vaso do primeiro homem do circulo dao da di sc teca de al can tara, este u l t imo do cio no se gume en to da mede ee e d q ue ilo q ue o es pi rito d ep o is d es vela ra q ue el es t en t aram in verte ero ro do mito, por vaso do ina home do ze dos olivais, ze ou dezembro, cio

Que assim se tinha feito a luz sobre este assunto

Q ue as si m se da tinha feito, a luz s ob re este as sun to, da tina homem da seda, a menina tinha vestida de sedas

Do ultimo video

Cinquenta e oito, vinte e quatro, o pé , os dedos, e o dedo, da véspera de natal , em dois mil e cinco, certamente a tal viagem que a puta fez, e depois em telefonou de londres, a dizer como falso ar ingénuo, a dizer que lá estava, ah não te tinha dito, sua puta, depois ao chegar, ao lado da deusa africana , ao lado de seu pé a cante unibal vermelha e parta do olho, da visão, do ub cento e cinquenta red do pen cilco , seda, cangulo turbo diesel, de quarenta e nove, circulo do segundo sete de setenta e oito, , e em noventa e um, terceiro sete de oitenta e nove, apontou a esquina da mesa asa com gavetas em fora de meia pirâmide, abria a ultima gaveta, as fotos em londres tiradas pela cristina coutinho, eu em frente a uma banda de hot dog, o cao quente da dobra desse tempo, e uma cinza ao lado da deusa africana, caída a seus pés, os meus óculos tambem nesse momento tombara, ao lado do pequeno armário cinzento, das g aves etas serpente

Cinquenta e oito, vinte e quatro, o pé , os dedos, e o dedo, da ave do vaso da espanhol pera de natal , em do is mil e cinco, ce rta tam maior net a t al vi game q ue primeira puta de fez, e d ep o is em tele do ramon fon do circulo do vaso de londres, a di ze rc omo f al s o ar in g en u o q ue l á e stav a, a h n cão te tinha do dito, s ua puta, d ep o is ao che g ra, ao l ado da d eu usa za africana , aol ado de s eu p é primeira can te , do circulo do anibal da uni bal verme vermelha e pa rta do olho, da vi sao, do ub cento e cinquenta red maior mp pen cilco circulo da ilha da estrela do circo do cisco, seda, cangulo turbo di es e serpente do primeiro, de quarenta e ni ove do inove noiva, circulo do segundo sete de sete na te oito, , e em noventa e um, t rec e iro sete de oitenta e nove, ap on to ua es quina da mesa, madrid, asa com g ave eta s em fora de me ia pira m id e, ab ria a u l t ima g ave eta, as f ot as em londres t ira da s pe la c rio st ina da coutinho, eu em fr en te a uma ban dad e hot dog, o cao quente do poker do dado bra de ss e te mp oe primeira cinza ao lado da de usa africana, ca id a as e us p é serpente do os me us o cu l os tambem ness e mo men to tao m bar a, aol ado do pequeno ar mario c in zen to, das g aves etas ser pente da caneta da teresa ds primeira

Suas putas, o que ainda não parece terem percebido, não vos falei eu à já muitas luas, que o passo seguinte, na infecção seria quando o vírus passasse de espécie para espécie, não é isso que agora aconteceu

Serpente da ua das serpentes das putas, circulo do quadrado da ue primeira inda dan muito cão pa rece te rem per rc cebi bid id circulo, muito cão vaso do os fal lei eu à j á mui cruz do as lu as, quadrado da ue circulo do louco, p ass o, se gui em te, na in fe sao se ria quadrado da ua ando circulo do vi rus p ass as sed e es pe cie p ra espanhola do pe cie, en cão é iss circulo do quadrado da ue agora ac on teceu

Apanhei agora o dias loureiro na rtp no canal dois, um estranho glich, apareceu quando ele falava de uma relaçao com um senhor que teria conhecido em cas do bill clinton, era como uma espada, uma espada que acabara de apar4ecer a espetar uma laranja num mural do aeroporto, a propósito do vírus

Ap anhe ia do agora do circulo do dias loureiro na r tp no can la do is, um es t ra anho g lich, ap ar rece u quai do mn do el e fal ava de primeira da relaçao com do primeiro s en hor q ue te ria ac on he c ido em cas do bi ll c l in ton, e ra c omo primeira espada, uma espada q ue ac ab bar ad e ap ar 4 e ser primeira a espetar uma l ka ranja no primeiro m ural do aero do porto, a por rp posi to do vi rus

Um glich que figurou no preciso momento uma espada perpendicular pela altura da cabeça dele, ou seja como quem a vai cortar, um outro apareceu no primeiro cartaz de Manuela ferreira leite, em alcantara, exactamente no meso ponto, o pescocinho, vinda do outro lado, da direita dela, uma outra aqui a descobri, é me diz, da semente do iva da empresa , da traficância, que fizeram numa factura, para montar o circulo em vinte um , olivais, dez de noventa e nove, am mp per da ave ni da fonte da pereira d ,melo, cds, benfica cento e vinte e seis , duzentos e setenta, mercedes, duplo circulo, vaso id é o circulo do gravador da beta sam s pe cia l da p primeiro do ayer , is s en to iva en te rato par da ren te sis bens, ne en ns em se gun da mao,

Vaso maior do primeiro gato das lich q ue figo ro un circulo pr e c is o mo men to uma e ap da per rp pen di cu l ar pela altura da cab el a da cabila, br, del le, sin os , o vaso do use seja com o q eu ema ava i co rta ar, um outro ap par rece un circulo do primeiro do cartaz de mane ual ferreira da elite, em al can tara, e x cat tam am que mente no meso ponto, o p es coc in h o, vaso inda do outro lado, da di rata eta dela, uma outra aqui da primeira d es co br i, é me di zorro da semente do iva da e mp r es a , da t raf fi can cia, q eu fi ze ram numa f ac tura, para do montar do circulo em v ine t um , ol iv via ia serpente em dez de noventa e nove, am mp per da ave ni da fonte da pereira d ,melo, cds, b en fi ca cento e vinte e seis , duzentos e setenta, mercedes, duplo circulo, vaso id é o circulo do g rav ad da dor do circulo rda b eta sam serpente do pe cia primeiro da p primeiro do ayer , is serpente do en to iva en te rato par da ren te sis bens, ne en ns em se gun da mao,

Muito levava o senhor a mao ao pescoço, devia ser do calor e do ar condicionado ou falta dele, e tambem da poupança que fariam se andassem sem gravatas

Mui to l eva avo aca do circulo do s en hor primeira mao ao p es coço, de via net ser do calo red do circulo da ar condi cio n ado o u f al t adele, e ta m b em da poupança q ue fa da ria am do faria, se anda ss em s em g rav a t as

Mar dim quadrado da vele le cruz, nas imagens da matança no casamento

Adolescente apartamento a t racão, praia, irmão, bul ll y, c rimi nl am orte, frança, home da it man, inc est o, angulo do ovo, mo t her, e w al th, relaçao ami zorro da ad e, es co la , au to d es t rui sao, sex s ib l ingles da sis teresa rate en a ger, cruz do ra gi c primeiro ove , assim narrava a sin pse do s t ema serpente do quadrado da ue do circulo da fil me ab o rato quadrado da ava, um dos fil mes ac ima men cio na ado
Barco francês no cais, belo, o barco como todos os barcos

Bar rc do arco fr anc es no do cais, b elo, circulo do barco com do circulo de todos os barcos

Euro tam, me disse o rapaz que era o nome que se via debaixo das tres bolas brancas como cabeças de meco, que são radares, ou sonares, mas que o nome do casco era outro, da holanda, o home da holanda

Euro tam, me di s se o ra p az q ue e ra o mo mec quadrado do ess da via net works, de ba ix o das t ratos es bi ola sas das bei el as das bit o la s, da serpnete das bolas, das bo ina sd circulo do it as, com o cabeça do serpente de meco, q ue são ra da r es, o u sn ares, masque circulo do onze no me d o casco e ra o u t ro, da holanda, o homem do om meda da holanda

Duas chaminés a preto e branco que desenham um vaso,

Du as das chaminés a per to e branco q ue d es en ham um vao serpente,

Bambi,

No jardim da rapariga com as pistolas no ar, no final da tarde sentado, a ver as cartas mode elos de gato da ua da ana bata de colares, do por do fi do cio s ss circulo na al da bea ad ds da raia da aia do não, da farmácia do castro do fonseca, x ane , padaria do ra , é snu, rato gel vaso x ane do bi sexo, ou seja da dupla penetração

No do jardim da rapariga com do às das pistolas do no da ar, no fi na al da t arde s en t ado, primeira ave rata as das cartas mode elos de gato da ua da ana bata de colares, do por do fi do cio s ss circulo na al da bea ad ds da raia da aia do não, da f ar ma cia do castro do fon do zeca, x ane , pada ria do ra , é snu, rato j el, el gel, el je do joel, vaso x ane bi x es ual o vaso do seja da dupla da pem e cruz da raçao, pem, a da tentadora, pm em pema, o per da p do zorro, da sara miranda

Judge dreed, is the law, the book of kaos , said, at last sentence, judge dreed, é nome de um filme, um juiz que é falsamente condenado por um crime que nao cometeu, interpretado pelo silvester stalone, há uma puta aqui, que entrava em dia recente nestas palavras, juiz premiado no julgamento do Balcãs e tudo, que tem assim físico de stalone, e que aparecia em dia recente no programa da puta dentista elisa num passe aqui relatado

Ju dg e dr ee, electric, e di st, he law, t he of book circulo do onze do forte do f kaos , sa id, a t la st sentence, ju dg e drew, der de ra d r e r crew, é no me de um fil me, primeiro juiz q ue é f al sam que mente c on dena ado por primeiro crime q ue n cao co met eu, inter rp r eta ado p elo si l vaso ester do circulo do fi do staline, st al one, homem do acento à primeira puta aqui, q ue entrava em dia rec en te nest as pala av ra s, juiz pr emi ad o n o ju l gam en to do bal c ase tudo, q ue te m as s im fi sico de st al one, e q ue ap ar e ceia em dia rec en te no pro gara rama da dada da puta d en t ista e lis nu primeiro p ass e aqui relatado

Um sincronismo se manifestou hoje pela manha tinha –me acabado de aparecer pela palavra o nome de teles, e logo um outro teles estava numa capa de um jornal desportivo, qualquer coisa que dizia ser um homem essencial , para qualquer coias essencial, se presume, que mais não li

Um sin c ron is mo se man festo u h oje pe la manha da tinha do traço ingles da me ac ab ado de ap par recer pela pala vaso do ra o noe e made ria do teles, e l ogo primeiro de um outro teles, est ava nu ma kapa de primeiro jornal desportivo, q ual q eu r co isa q ue di zorro do ia ser primeiro h om em ess en cia al , para q ual q eu r co ia s es s en cia l, se pr es primeiro mec quadrado da ue maís n cão do l i

Um carro me disse que o pedregulho da discoteca de alcantara, este ultimo do cio no seguimento da medee e daquilo que o espirito depois desvelara que eles tentaram inverter o mito, provinha do ze dos olivais

Rim eiro carro peugeot, me di ss e q ue o ped reg vaso do primeiro homem do circulo dao da di sc teca de al can tara, este u l t imo do cio no se gume en to da mede ee e d q ue ilo q ue o es pi rito d ep o is d es vela ra q ue el es t en t aram in verte ero ro do mito, por vaso do ina home do ze dos olivais, ze ou dezembro, cio

Que assim se tinha feito a luz sobre este assunto

Q ue as si m se da tinha feito, a luz s ob re este as sun to, da tina homem da seda, a menina tinha vestida de sedas

Do ultimo video

Cinquenta e oito, vinte e quatro, o pé , os dedos, e o dedo, da véspera de natal , em dois mil e cinco, certamente a tal viagem que a puta fez, e depois em telefonou de londres, a dizer como falso ar ingénuo, a dizer que lá estava, ah não te tinha dito, sua puta, depois ao chegar, ao lado da deusa africana , ao lado de seu pé a cante unibal vermelha e parta do olho, da visão, do ub cento e cinquenta red do pen cilco , seda, cangulo turbo diesel, de quarenta e nove, circulo do segundo sete de setenta e oito, , e em noventa e um, terceiro sete de oitenta e nove, apontou a esquina da mesa asa com gavetas em fora de meia pirâmide, abria a ultima gaveta, as fotos em londres tiradas pela cristina coutinho, eu em frente a uma banda de hot dog, o cao quente da dobra desse tempo, e uma cinza ao lado da deusa africana, caída a seus pés, os meus óculos tambem nesse momento tombara, ao lado do pequeno armário cinzento, das g aves etas serpente

Cinquenta e oito, vinte e quatro, o pé , os dedos, e o dedo, da ave do vaso da espanhol pera de natal , em do is mil e cinco, ce rta tam maior net a t al vi game q ue primeira puta de fez, e d ep o is em tele do ramon fon do circulo do vaso de londres, a di ze rc omo f al s o ar in g en u o q ue l á e stav a, a h n cão te tinha do dito, s ua puta, d ep o is ao che g ra, ao l ado da d eu usa za africana , aol ado de s eu p é primeira can te , do circulo do anibal da uni bal verme vermelha e pa rta do olho, da vi sao, do ub cento e cinquenta red maior mp pen cilco circulo da ilha da estrela do circo do cisco, seda, cangulo turbo di es e serpente do primeiro, de quarenta e ni ove do inove noiva, circulo do segundo sete de sete na te oito, , e em noventa e um, t rec e iro sete de oitenta e nove, ap on to ua es quina da mesa, madrid, asa com g ave eta s em fora de me ia pira m id e, ab ria a u l t ima g ave eta, as f ot as em londres t ira da s pe la c rio st ina da coutinho, eu em fr en te a uma ban dad e hot dog, o cao quente do poker do dado bra de ss e te mp oe primeira cinza ao lado da de usa africana, ca id a as e us p é serpente do os me us o cu l os tambem ness e mo men to tao m bar a, aol ado do pequeno ar mario c in zen to, das g aves etas ser pente da caneta da teresa ds primeira

Suas putas, o que ainda não parece terem percebido, não vos falei eu à já muitas luas, que o passo seguinte, na infecção seria quando o vírus passasse de espécie para espécie, não é isso que agora aconteceu

Serpente da ua das serpentes das putas, circulo do quadrado da ue primeira inda dan muito cão pa rece te rem per rc cebi bid id circulo, muito cão vaso do os fal lei eu à j á mui cruz do as lu as, quadrado da ue circulo do louco, p ass o, se gui em te, na in fe sao se ria quadrado da ua ando circulo do vi rus p ass as sed e es pe cie p ra espanhola do pe cie, en cão é iss circulo do quadrado da ue agora ac on teceu

Apanhei agora o dias loureiro na rtp no canal dois, um estranho glich, apareceu quando ele falava de uma relaçao com um senhor que teria conhecido em cas do bill clinton, era como uma espada, uma espada que acabara de apar4ecer a espetar uma laranja num mural do aeroporto, a propósito do vírus

Ap anhe ia do agora do circulo do dias loureiro na r tp no can la do is, um es t ra anho g lich, ap ar rece u quai do mn do el e fal ava de primeira da relaçao com do primeiro s en hor q ue te ria ac on he c ido em cas do bi ll c l in ton, e ra c omo primeira espada, uma espada q ue ac ab bar ad e ap ar 4 e ser primeira a espetar uma l ka ranja no primeiro m ural do aero do porto, a por rp posi to do vi rus

Um glich que figurou no preciso momento uma espada perpendicular pela altura da cabeça dele, ou seja como quem a vai cortar, um outro apareceu no primeiro cartaz de Manuela ferreira leite, em alcantara, exactamente no meso ponto, o pescocinho, vinda do outro lado, da direita dela, uma outra aqui a descobri, é me diz, da semente do iva da empresa , da traficância, que fizeram numa factura, para montar o circulo em vinte um , olivais, dez de noventa e nove, am mp per da ave ni da fonte da pereira d ,melo, cds, benfica cento e vinte e seis , duzentos e setenta, mercedes, duplo circulo, vaso id é o circulo do gravador da beta sam s pe cia l da p primeiro do ayer , is s en to iva en te rato par da ren te sis bens, ne en ns em se gun da mao,

Vaso maior do primeiro gato das lich q ue figo ro un circulo pr e c is o mo men to uma e ap da per rp pen di cu l ar pela altura da cab el a da cabila, br, del le, sin os , o vaso do use seja com o q eu ema ava i co rta ar, um outro ap par rece un circulo do primeiro do cartaz de mane ual ferreira da elite, em al can tara, e x cat tam am que mente no meso ponto, o p es coc in h o, vaso inda do outro lado, da di rata eta dela, uma outra aqui da primeira d es co br i, é me di zorro da semente do iva da e mp r es a , da t raf fi can cia, q eu fi ze ram numa f ac tura, para do montar do circulo em v ine t um , ol iv via ia serpente em dez de noventa e nove, am mp per da ave ni da fonte da pereira d ,melo, cds, b en fi ca cento e vinte e seis , duzentos e setenta, mercedes, duplo circulo, vaso id é o circulo do g rav ad da dor do circulo rda b eta sam serpente do pe cia primeiro da p primeiro do ayer , is serpente do en to iva en te rato par da ren te sis bens, ne en ns em se gun da mao,

Muito levava o senhor a mao ao pescoço, devia ser do calor e do ar condicionado ou falta dele, e tambem da poupança que fariam se andassem sem gravatas

Mui to l eva avo aca do circulo do s en hor primeira mao ao p es coço, de via net ser do calo red do circulo da ar condi cio n ado o u f al t adele, e ta m b em da poupança q ue fa da ria am do faria, se anda ss em s em g rav a t as

Mar dim quadrado da vele le cruz, nas imagens da matança no casamento

Adolescente apartamento a t racão, praia, irmão, bul ll y, c rimi nl am orte, frança, home da it man, inc est o, angulo do ovo, mo t her, e w al th, relaçao ami zorro da ad e, es co la , au to d es t rui sao, sex s ib l ingles da sis teresa rate en a ger, cruz do ra gi c primeiro ove , assim narrava a sin pse do s t ema serpente do quadrado da ue do circulo da fil me ab o rato quadrado da ava, um dos fil mes ac ima men cio na ado
Senhora
Minha

Sn hor sm mk min home da primeira

Minha
Senhora

Min homem primeira s em hora

Mae
De
Tudo
E
De
Todos

Mae de tudo e de cruz ur bo diesel

Pois
Em
Teu
Ventre
Tudo
Nasce
Tudo
Se
Alimenta
Tudo
A
Luz
Por
Ti
Conhece
E
Em
Parte
A
Ti
Volta

P o ise em Te T eu V uve em t rt u do Na sc ce Tudo Se Al im en tat vaso do A Luz Por Ti C one h ce E Em A orte A Ti volta

Te
Festejo
Eu
Todos
Os
Santos
Dias

Te F es tejo Eu Todos, Os Santos Du as

Pois
Oficio
De
Mae
E
Oficio
De
Pai
E
Oficio
De
Filho
Constante
E
Imutável
Eterno
É

P o is O fi cio De Mae E O fi cio De Pai E O fi cio De Fil h o Co sn t ante E I mu t ave l
E te rn do no, É

Ah
Senhora
Minha
Mae
Dentro
De
Ti
Conheci
O
Aconchego
Aconchegante
O
Sabor
O
Cheiro
E
O
Sentir
Da
Agua
Na
Qual
Me
Criaste
E
Na
Qual
Nasci


A h S en hora Min h aM a e D en ro De Ti C on he ciO Ac on c h ego Ac on c ge h ante O S ab o rO Che iro E O S en tir Da Agua Na Q au l Me C ria s te E N a Q ual Na sci


E
Se
Em
Ti
Mae
Tudo
Foi
É
E
Será
Sempre
Belo
E
Beleza
Á
Tua
Própria
Natureza
Ser
E
Imagem

E Se En Ti Mae Tudo F oi É E Se rá Se mp re B elo E Beleza Á Tua Pro pr ia Na ture za Ser E Imagem

Antes
Mesmo
Da
Tua
Rosa
Florir
E
Se
Abrir
E
Eu
Atravessar
O
Portal
E
O
Umbral


Ant es Me sm o Da Tua, Rosa Flor i rE Se Ab r irE Eu At ravessa arO do ro do Portal EO Um br al


Se
Tudo
Em
Ti
Foi
Sempre
Quente

Ouvia
Eu

Fora
Os
Gritos
E
Os
Estrondos
De
Teus
Filhos
Quando
Aqui
Vao
Feitos
Besta


Se T u di Em Ti F oi Q eu en te J á O u v ia Eu Ca For a Os G rito s E Os Estrondos Dos Fil h os Q ua ando A qui Vao Feito s Besta


Escrito no final do texto maior publicada antes dos últimos vídeos

Es c rito no fi na al do texto maio rp da pub li c ad a ant es do sul acento no vaso l t imo serpente do vaso , id doca acento, é circulo do os da serpente