domingo, maio 10, 2009

Bela a tarde , o domingo se tornou, eu em limpezas e escrevendo curtas palavras para ti, no cais acabou de partir o barco com o ronco cavo e surdo das buzinas náuticas que eu tanto gosto de escutar, era o cisne vermelho e negro e lá foi muito fumegando em seu partir

Be la a t arde , o dom un g o sw e tor no u, eu em li mp e z as e es c r eve en do curtas pala vaso do ra serpente do para ti, no cais ac ab o u de ap pa rito barco com o ro mc o c avo e s ur do das b us ina s n au tica s q ue eu t anto do ogo ds to de es cu tar, e ra circulo do si ene eve e mr primeiro home do oe negro el á f oi em mu it o f um en gan do em s eu p art tir

ah minha cisne, tivesse eu a ti aqui, lambia as tuas penas todas, até as ver sorrir e me ver nelas a sorrir

a homem mn homa da primeira cisne t iv ess e eu primeira to a qui lam bia boa as tuas pen s t u d as a té as ver sor ire e me eve rat nel as sor rato e rato, ou seja duplo rato, um grande ratao


Sabes Amada porque se vê tantas imagens de amor dos corpos

S ab es A mad a por q ue se eve t antas sima ge ns de amo r do s corp os

Creio que por duas ou tres razoes, muito simples

C rei o q ue por du as ra zo es, mui to simples

A primeira é porque é um espaço de liberdade, pois encontras representação de tudo o que possas e não possas imaginar, e neste sentido profundo, corresponde a um acto de liberdade, que pressupõem o conhecer e até escolher, o que se gosta ou o que se gosta menos ou mesmo nada, ou o que se quer ou não fazer, ou experimentar

A p rime ira é por q ue é um es paço de liber dade, p o is en c on t ra s r ep r es en taçao de todo o q ue p os sas e n cão p os sas imaginar, e nest e s en t id o por rf un do, co rr es ponde a um ac to de liber dade, q ue pr ess u poe mo s ab we rea té es co primeiro her, o q ue se gg o sta ou o q ue se g o sta m en os o um es mo n ad a o u o q ue se q eu ero o un cão f az ero vaso e x per rim en tar

A segunda, é espelho do terrível patamar actual que muitos trazem sobre a sua própria sexualidade, ou seja, muitos não ousam viver em corpo aquilo que vêem, e os casais pouco comunicam entre si na descoberta da suas sexualidade, das suas múltiplas facetas, e desejos e fantasias, e o ver , é se torna em parte um substituto daquilo que não se faz, ou se pensa que não se pode fazer, e dai muitas vezes vem com o passar do tempo as rotinas que os casais nas vezes sentem

A se gun da, é es pe l ho do terri v el pat am ar ac u t al q ue as g ene en net s t ra ze m s ob rea s u por rp ria se x ual id ad e, o use seja, mui to sn cão o usa sam am do viver em corp o a q u i lo q ue eve em, e os ca sa is p o u co com uni cam en t re s ina d es co be rta da s ua s se x ua k li dad es, da s sa us mul t ip la s a f c eta se desejos e fan ta s ia se ove r , é se tor na em p arte um s ub s titu to da q ue ilo q ue n cão se f az, o use pen sa q ue n cão se p ode f az e red a i mui t as v e ze s v em com o p as sar o do te mp o as rot ina s q ue os ca sa is nas v e ze es s en te m

Existe ainda uma terceira, muito forte e muito presente, a solidão, sabes amada, que muitos milhões de gentes, não trás a possibilidade de amar também com os corpos, e que usam as imagens como uma simulação e simulação

E xis te a inda uma te rec ira, mui to f orte e mui to pr es en te, a sol id dao, s ab es a mad a, q ue mui to s mi l h o es de g en te sn cão t ra s a ps o sibil id ad e de amar tam n b em com os corp os, e que usa sm as i mage ns com o uma si mula sao e si mu la são

Ver , o ver, é tambem para a maioria sempre convocado no acto do amor, ver é bom e excita, e até as maios vêem a sua maneira em sua arte de festejar, e os ouvidos vêem pelo ouvir do bater do uníssono coraçao, e os lábios vêem em beijos molhados e vagarosos com vagas do mar, ah amada é bom ver tuas expressões de prazer, conhecer a carta da tua alegria, do teu prazer, do que te dá prazer, do que te faz ronronar, ou gritar

Ver , ove ré tambem para a maio ria sempre c on v o cado no ac to do amo r, ver é b om e e x cita, e a té as maio s v e ema s ua mane ira em s ua arte de f es te j ar, e os o u v id os v e em p elo o u vi r do bat red o uni s son o cora sao, e os al biso v ee me m bei j os mol h ado se eva garo s os com v a gás do mar, a h am ad a é b om v e r tua e x press o es de pr az e r, c one h ser a ca rta da tua al e g ria, do te u para ze rato, do q ue te d á pr az e r, do q ue te f az ron ro em ar, o u g rita ar rato

Ver-te é tambem uma forma de te sentir, e esse é um dos problemas nas imagens por assim dizer interpretadas por profissionais, são muito falsas, ou seja se percebe que o prazer é em grande parte simulado

V e r do traço da inglesa te é ta m b em uma forma de te s en tir, e ess e é um do s por r b l ema sn as i mage ns por ass im di ze rin do inter rp pr rato eta da spor pro fi s sio na is, são mui to f al sas, o use seja se per rc e be quadra da ue do circulo do pr az e ré e mg rande da p arte si mul ad o


Ah amada mesmo bom, é sempre muito te abraçar, assim devagarinho , encaixar suavemente ate ficar próximo de ti, e assim ficar sem tempo, a sentir-te , a te fazer sentir, a te escutar, como dois pássaros poisados num raio de sol

A h am ad a me sm o b om, é se mp r e mui to te ab r aça r, as si m d eva g a rinho , en ca ix ar s ua ave mente a te fi car pro x imo de ti, e ass im fi car s em te mp o, a s en tir do traço da inglesa te , a te f az e r s en tor, a te es cu t ar, com o do is p ass aro s p o isa do nu primeiro rai ode sol

Se soubesses a imensa saudade que eu trago em meu peito de assim te abraçar e assim quietinho em quietude ficar

Se são ub ess es a i m en sa saudade q ue eu t rago em me u pei to de ass im te ab r aça r e as s im qui e tinho em qui t u de fi car

Tambem trago outras saudades , com mais movimento, por assim te dizer

Tam b em t rago outras da saudade s , com do maís mo vi e mn to, pao ra ss im te di ze rato
-----
-----
Os olhos não pecam, se assim fosse, Deus certamente , nos cegaria perante determinadas imagens coisa que creio que não acontece com nenhum


Os olhos n cão p eca cam, se ass i m fosse, De us ce rta tam que mente , nos c ega ria pe ra ante det e r mina da s ima ge ns sm co isa q ue c rei o q ue n cão acontece com n en home do primeiro

Teoricamente e em forma pratica qualquer criança que navega na net poderá ver estas imagens

Teo ric am que mente e em forma p art tica q u do q lu e rc rina aç quadrado da ue en ave g ana net pode rá ave r e sta s ima gn espanhol pan home do circulo

Seria portanto um pouco hipócrita, aqui dizer, que se aconselhava a maiores de idade, mas como pai, daria outro caminho na educação a meu filho na descoberta da sexualidade, mas um pai de hoje, é sempre pequeno face aos constantes medias

Se ria porta anto um p o u co h ip o c rita, a qui di ze rato, quadrado da ue se aco nse primeiro home ava am maio rato espanhol de id ad ema sc omo pai, da ria de outro do ca minho na edu caçao am eu fil h on a deco be rta da sex ual id ad ema s um pai de h oje, é se mp rep e quadra da un do circulo da face da primeira do os co ns cruz ant espanholas dos medias

Ah, senhora Anne , que me esqueci do link, na realidade andei a ver se encontrava o clip de que falei a senhora Angela em dia recente, mas não o consegui encontrar, mas encontrei estes, são parecidos com algumas descrições de tortura à séria, daquelas que vimos imagens no iraque e provavelmente em qualquer guantanamo , a atender aos que os relatórios da amnistia internacional dele disseram


Primeira do home da anne , q ue me es q eu c id o l ink, na r e la id ad e ande ria ave r see cn non t rava o c l ip de q ue fal lei as en hor a ang ge la em dia rec en te, mas sn cão o cic em nse da sed do circulo do gui en circulo em cruz tar ra rato, mas en circulo em cruz rei est espanhol, são pa rec id os com al gum as quadrado do espanhol doc ri ç circulo do onze do espanhol de tortura à séria, de tor ur a à ser ria da quadrado do eu primeiro as quadrado da ue vi mo serpente ima ge ns no iraque e pro ova ave primeiro mn te em quadrado do vaso do quadrado da lu e rato dog ua em cruz na ana amo , a at en der a os quadrado da ue os rato e la tori a da mini serpente tita inter na cio em al del e di ss da se do ram

O espirito depois da a ver me disse, que a senhora o conhecia, e portanto era a relaçao

O es pi rito d ep o is da ave rato da me di s sec do quadrado da ue primeira da senhora o c on he cia, e pro t ant o e ra da primeira da relaçao

Sabe menina, eu ao vivo nunca experimentei nada assim, sou masi do genero, faz de morta, e depois te acordo lambendo-te, mas tu está acordada, ou te punho mel pelo corpo e te lambo, ou enfim, te mordo, um bocadinho tambem, mas sem fazer dói dói,

S ab e me nina, eu a ov ivo n unc a e x pe rime en te i na da as si m, s o u ma s id o g ene ero, f az de mo rta, e d ep o is te ac o r do lam b en dodo traço da inglesa te, ma st vaso e stá ac o r dada, o u teresa punho mel p elo corp oe te lam bo, o u en fi maior da teresa mor do, um boca din h o tam bem, mas s em f az e r dó id ó i,

Mas estou sempre aberto ao que a minha esposa me pede,

Mas es to vaso use se mp rato e ab berto ao quadrado da ue da primeira min do homem da primeira da espanhola do posa, me do pede,

E depois existe sempre violências nas vezes bem piores que as físicas, as chamadas psicológicas, que fazem danos muito masi permanentes, e que nas vezes menos se sabem, mesmo quando se dao na casa ao lado onde habitamos

E d ep o is e xis te se mp r e viol en cia s n as v e ze s b em piro es q ue as fi sic as, as c ham ad as psi c olo gi cas, q u e f az em dan os mui to ma si per mane en te sec q ue na s v e ze em en os se serpente es ab emo, o sabem, me sm o q vaso da anda da se dao na cas ao la do onda h ab bit amo serpente

Até há quem escreva com disse, ou passe a vida inteira a fazer mentiras para salvaguardar qualquer coisa, estatuto, dinheiro, profissão, poder, protecção

A té home acento aqui do quadrado do eu em es circulo dor art o eva com di gata do vaso da p ass e av id a in te ira a f az e r men t ira spa ps serpente do para da serpente alva garra da ua rda rato quadrado da ual quadrado do eu rc co isa, espanhol tatu to, di ne homem rio, por rf fi ss o ap da ode do pode rato pro da teresa são

Sabe senhora , sempre antes de qualquer parte do corpo, está sempre o coraçao e o que Ele sabe e sente



http://www.deviantclip.com/Media-41421_Sick+chains+and+shackles+torture.html

este por exemplo é muito parecido com as situações de isolamento sensorial, que provocam o desnorte em quem as sofre

este por e x e mp lo é mui to p ar e c id o com as si tua lo es de sio la men to s en sor ia l, q ue pro ova aca cam o de s norte em q eu ema ss o fr e


http://xhamster.com/movies/41818/scrotum_torture.html

para a menina não dizer que meu olho só ve um sexo e não o outro, se dois existem

para a m en menina n cão di ze r q ue me u olho s ó ove um s e xo en cão do circulo do outro, se d o is e xis te em

http://www.deviantclip.com/Media-15861_Extreme-cock-torture-that-will-make-you-cringe.html

http://thesextubesite.com/video/13724/master_tortures_pussy_of_gag_and_bound_brunette_slut


http://www.pornhub.com/view_video.php?viewkey=f0363afdf3d6aaacd924

cá tem uma versão com eléctrodos

cá te em uma ave rata sao com el e t rodo serpente

http://www.deviantclip.com/Media-11339_She+is+ready+for+the++pain.html

http://www.deviantclip.com/Media-17782_Little-girl-in-real-pain.html

quão pequena é esta rapariga, e quanto real é a dor


ontem tambem ao que parece depois de ter a Palavra falado sobre a dulce pontes, parece que ela e o bandido mor da assembleia da republica, tiveram que aterrar num aeroporto, duas bomps de amor, certamente, nao sei, Meu Deus se exulte ou se chore

on te made ria tambem da primeura d ocirculo pr rece d ep o is det teresa a pal av ra fá al alda primeira da dulce pontes, pa rece q ue ela e o bad dido, mor da ass em b leia da republica t uv veram ram q ue a teresa rr ar nu primerio aero do porto, du as das bomps de amor, b om mp ps de a mor ce rta tam que mente n cao se em eu de us se e c vaso primeiro teresa circulo use cho re

-----
-----
-----
-----

Da imagem do pequeno pânico sobre o ground zero na quinta feira com dois aviões

Da i mage made ria do p e q u en o p âni nico s ob reo g ro un d z ero na quinta feira com do is dos avio onda sobre o circulo espanhol


Q eu dias ass em dec cab bessa

Que dias últimos engraçados, de novo me doparam , desta vez pondo algo no leite, assim me põem a dormir durante pedaços grandes de tempo, vicissitudes de quem entra em casas alheias sem permissão, para alem de tudo , algo que me deu uam constante dor de cabeça, ainda a sinto

Quadra aram durante teresa si al primeira

Quadra da ue do cabrão do dias, u l tim do imo do os en g r aça do s, de n ovo me dop aram , de sta ave zorro pond o al g on circulo da leite, as si m me poe ema da dor mir duran teresa ds primeira dos ped aço sg rand espanhóis do de teresa sas mp circulo, vi s si t u de s de q eu em en t ra em ca sas al he ia s se em per miss sao, para al lem de tudo , al g o q ue me de vaso da uam co ns t ante dor dec quadrado da beça, primeira inda da primeira do sin to

No garo rato ad ba tao

No espirito oiço, cada vez que te cruzas com ele, um estranho rapaz de óculos graduados que para ali no admastor, com face meia asiático, e passador, ele te puxa para baixo, estranhas habilidades trás aquele rapaz, mas tal é aplicado a muitos outros, tap tao tambem

No dez sg dor al, é

No es pi rito oiko, c ada ave z q ue te c ruza s c om el e, um es t ra anho ra ap z de o cu lo s g ra du ad os q ue para al ino ad mas tor, com da face meia as iat ti co, e p as sado dor, el e te p ux a para ba ix o, e ts ra anhas h ab bil id ad es t rá s a q eu le ra p az, mas t al é ap li cado a m ui t os o u t ro s, t ap tao tam b em

Ac abe bei ni y a h om di duplo circulo

Acabei agora nesta noite já alta de sabado, sendo já domingo agora, de ver as noticias no yahoo vídeo de quinta feira

Ac à vaso id circulo quinta feira

Ac ab bei do agora nest sta primeira do no it teresa j á al t ad e sabado, jornal, s en do j á do min gato do circulo do agora, de eve vera rara às ass das not ti cia sn do no yahoo v id é circulo do de quinta feira, jornal da quinta da fe da ira

Com men t ira co isa

Como dizia a bela e spedada senhora anne coulter, passamos a semana a desmontar as mentiras, faz-se a demonstração da mentira, e de novo recomeça o chorrilho de mentiras, sempre assim em forma impune, e mais do que isso, dizia a senhora, uma coisa que é bem real, parece que ninguém masi sabe onde está a verdade e a mentira

Com mana ingles do cho, iss da eu do nin

Com o di zorro do ia da bela e spedada s en hora anne co u l teresa, p ass sam os a se mana ad espanhola do montado, o mon da tar da tara às das mentiras, f az do traço da ingles se, primeira demo serpente da cruz da raçao da mentira, e de n ovo rec om eça o cho rr ilho de men t ira s, se mp re ass si maior em forma inp un e, e ema maís do q ue iss circulo, di zorro do ia da primeira senhora, uma co isa q ue é b em re la, pa arc e q ue nin g eu m ma si s abe onda e stá p rim air da primeira ave verde dade e a em n t ira

S abe fosse r ra aba do alho ass si

Sabe senhora, ainda ontem ouvia eu pelo espirito assim um dizer, que dizia, como se fosse a minha namorada, que eu era casado ,mas com o trabalho, imagine lá, eu que nem trabalho nem trago minha amada ao perto, certamente não é quem me ama ao longe que assim alguma vez dirá

S ab e rato sado da min do lounge, discoteca dos bandidos

S abe s en hor a, a inda on teresa maior o u vaso ia eu p elo es pi rito as si m um di ze rato q ue di zorro do ia, com o se fosse a min homem da ana mora da, q ue eu e ra ca sado ,mas c om o t ra bal alho do h o, image ine l á, eu q ue ne em t ra b alho ne m t rago min h a am mad a a o per to, ce rta tam que mente n cão é q eu em me am aa do circulo do lounge q ue as si m al gum ave zorro da di do rá

Por iss do outro do roubo de meu filho, à sol cruz da ana mora da ar

Por isso senhora, o melhor é entrar por um ouvido, toma-se vaga nota e depois sair pelo outro em forma spedada, para nem fazer mossa a um coraçao , que já vai rachado, pelo roubo de seu filho, pela impossibilidade de ter uma vida normal, neste pais de bandidos à solta, quando for minha amada, certamente me dirá, sou eu que te amo, vamos namorar

Pro iss ingles forma p elo pais ti iv vi, tam masoquista

Por iss circulo da senhora, o mel hor é en t ra rp do por primeiro ouvido, tom a do traço ingles da primeira se da eva da vaga not primeira e d ep o is sa i rp elo do outro em forma sedada, para ne em f az e rato da mossa, a um, co raçao , q ue j á ava i rac h ado, p elo ro ub ode s eu fil h o, pe la i mp os sibil li dade de teresa uma v id a norma l, nest e pais, tvi, de bandidos à sol t a, q ua ando for min home da prime ria am mad a, ce rta tam que mente me di rá, serpente do circulo do vaso do eu do quadrado da europeu da teresa amo, vasp primeira do sm, sado masoquista, os na mora da ar,

Mas dó

Mas como vê por quem trás a verdade em seu coraçao, as maos ao escrever a verdade do Coraçao, escrevem a verdade

Maso rato eve

Mas c omo ove por quadrado da ue em cruz ra asa ave verde ad e em serpente do europeu da cora sao, as da mao sao espanhol do c rato da eve ra ave ra dad e do Cora sao, espanhol circulo rato da eve ema primeira verde ad e

Sabe, cv, co

Sabe senhora, não confunda as coisas, um acto de tortura é um acto de tortura, não tem consentimento prévio daqueles que geralmente são vitimas,

S abe tortura tor do tor da tura, é o primeiro daqueles

S abe s en hora, n cão c on fon, ramon, efe, da as co isas, do primeiro ac to do acto de tortura, é primeiro ac to de tor tura, n cão teresa em c on s en tim en to pr e vaso do io daqueles q ue ger al lem mn te são vi tim às,

Co isa ac ess

Outra coisa, são representações de distintas naturezas, que como agora disse, são hoje acessíveis a muitos, inclusive crianças, e não confunda uma com as outras

Outra co isa das tintas, pi n turas, mui to sin c

Outra co isa da são das representações, rata da ep pr es s en tacões espanhóis, de di s tintas nat ur e z as, q ue c omo agora di serpente da se, são homem do oje ac ess iv e isa mui to s, in c l us ive crianças, e n cão c on fun da uma com do às das outras

Di isi si ser rp pen da pem, primeiro ministro, a dada da tentadora, ene nete ia men da tura de ix primeira se ap anha se mna, museus

Dizia a senhora hoje no vídeo em que a vi, que tinha apanhado a senhor nancy na mentira sobre o water bording, na verdade todos sabem que mentir é feio, faz mal, e deixa sempre uma porta aberta para encontrar a verdade, pois aqui se diz, mais depressa se apanha um mentiroso que um coxo, mesmo que tal nos obrigue a correr durante uma semana para saber a verdade

D isi circulo ad rta se ap do rato, dos ps , psoe

D isi si a a s en hora home do oje no v id é circulo em q ue a vi, q ue da tinha ap anha ad o da primeira da s en hora anc delta na men tura s ob reo w at r e b o r ding, na ve verde ad e todos o sabem, q ue men tir é feio, f az ma al, e de ix a se mp re uma da porta ab e rta para en c on t r ar primeira ave verde dade, p o is aqui se di zorro, maís dep r ess a se ap anha um men tiro os q ue prime rio c oxo, me sm o q ue t al nós ob rig ue a co rr e rato do duran, teresa uma da se da mna do para, saber a verdade

Por iss o j á s abe a q eu em perguntar, per gun tat!

E t en cruz ava congresso, c on grés esso, gb, ver são mundial dep o is

E tentava desmistificar o alegado não conhecimento por parte da presidente do congresso e certamente de muitos outros mais, que water bording, se bem que não era a versão original atribuída aos japoneses, na segunda parte da sempre mesma guerra mundial , não deixava de ser tortura, encher o estômago de agua até que dilatasse e depois com um murro fazer vomitar, isto é tortura

E , cruz pr b bora os j ap one de iz ava tasse da tura

E t en t ava d es mis tif car do circulo do al le gado n cão c on he cie mn to por p arte da pr e dide dente do congresso e ce rta tam que mente, de muitos outros mais, q ue w at r e b bora ding, se b em q ue n cão e ra p rie mr ia ave ver s sao o rig gina al a t rib u id a a os j ap one ze es, na se gun d a pa rate da se mp re me sm a g eu rr am n un dia l , n cão de ix ava de ser tor u rta, en cher circulo do est tom mago de agua a té q ue di ila da tasse, cruz ass e dep o is com do primeiro murro f az we rato do vo da mit ar, is to é tor vaso da tura

E per gum t ava per miss são di gato primeira vaso e maçónico dot rato do alo, gb, do primeiro circulo eme dezembro, por

E perguntava afirmando, se choques eléctricos nos testículos, é ou não tortura, sem permissão, é, continuo, a insistir, e lhe deixo aqui um link para um vídeo, para que me diga se acha que é um acto de tortura , e antes disso , se diga a si mesmo, o que sente, ao vê-lo que emoções lhe provoca, e que emoções sublimara ou não dentro de si ao vê-lo e por consequência naquilo que lhe esterno, que é tambem a senhora, como cada um

E per cao do para do io do traço ingles circulo un cao le homem

E per gun t ava a fior mad o, se c hoq u es el e t ricos no dos nós t es ti c u l os, é o un cão tor tura, se m pr emi s sao, é, conti nu o a in sis tir, el he de ix zo aqui primeiro link do para prime rio , v id é circulo do, para q ue me di g ase aca home do q ue é p rie mr io do acto de tor u tura , e ant es di ss o , se di g aa si me sm o, o q ue s en teresa, ao ove do traço ingles do lo q ue emo mol o es l he pro ova aca, e q ue emo ç o es s ub lim na ra o un cão d en t rode si a ove do traço ingles do lo e por co nse q eu en cia na q u ilo q ue le homem est reno, q ue é tambem primeira s en hora, com o c ad a um

Posi segundo e terceiro e quarto do don as c rina pro ar ra s conti de me do io dc a minho

Pois quatro coias são certas, cara senhora, primeiro somos todos adultos e bem educados, donde podemos falar do que nos aprouver, e tal direito assiste sempre a qualquer e todas as crianças, depois não trazemos pregos na cabeça, que como sabe vivem no redor, e portanto os pregos dentro são os pregos fora, e depois como já a todo disse há mil luas atras, enquanto se continuar a permitir que gentes, na gestão da rês publica mintam e continuem impunes, isto é, continuem com a possibilidade de gerir, temos sempre masi de meio caminho andado para a desgraça voltar a acontecer

Posi edu direito ra ze re ss serpente nu dado ser

Posi t r es co ia s são ce rta s, cara s en hora, prime iro s omo s todos ad u l to ze b em edu cado s, don de p ode emo s demo f al ar do q ue nós ap o r uve r, e t a l da fac dde direito, assis teresa se mp re a primeira q ual q eu rr todas as c rina sl s, d ep o is n cão t ra ze emo serpente dos pregos na cabe bessa l ç aqui da ue com o sabe, v iv em n red o re pro t ant o s o pr ego s d en t ro são os dos pregos for a, e d ep o is com o j á a todo di ss e h á mi l lu as at ra s, en q ua anto se conti nu a ra a per mit tir q ue g en teresa serpente , na g es to da r es pub l cia min tam e conti nu em i mp une es, is to é, co int ti nu em com a p os sibil id ad de f ge i r, t emo s se mp re ema si de me io ca minho anda dado para da primeira desgraça vaso do circulo do primeiro da dol dada tar a c on te, ser

F al lem emo si mage ns em p arte q eu se eve c vaso en q eu músculos fr e goês maçónico es pas comando es c rato rem vaso en dó

Falemos de choques e de voltagem e de músculos e de cócegas e de dor, falo pelas imagens que não sei ao pé, pois nunca experimentei, mas se calhar a senhora conhecerá em parte, pois o principio que aqui vejo nestas imagens é um mesmo de uns aparelhos que se vendem na tele vendas, com eléctrodos que se dizem comprar para tonificar os músculos do corpo, ou seja eléctrodos, com baixa voltagem , variável, à escolha do freguês e da freguesa, que quando colocados, no corpo, criam contracções e distensões espasmódicas dos músculos, ou seja, sem controlo da razão, no sentido, em que eu comando meus dedos mesmo que em forma inconsciente a seu nível muscular para lhe escrever, ,e melhor do escrever com dedos nas teclas, é sempre melhor escrever ao pe vendo a pele de nossa amada

F al primeiro as si mage lee sej guesa sam en eu se mp primeira

F al emo s d e cho q u es e devo l rage mede um sc cu lo sed e coc e gás e de dor, falo pe l as i mage sn q ue n cão se ia o p é, p o is n unc a e x per ine nete ima s sec la home da ar da primeira senhora, c on he ce rá em pr te, p o is o p rin cip io q ue a qui do vejo nest as i mage ns é um em ms ode un s par e linhos q ue se v en de mna tele das vendas, com lee t rodo s q ue se di ze m co mp ar a rp do para toni f car os mu sc u l os do cop o ro u sej el e t rodo sc om ba six a vila t ge m v aria ave l, a es co l h ad o fer g eu seda fr e guesa, q ue q ua ando d olo cado s, no cip o, c ria am c on t rações e di s t en ç o es e ps sam mod di cas do ss mu sc u l os, o vaso do use seja, s em c on t rolo da ra z a on o s en t id o, em q ue eu comando me us dedos me sm o q ue em forma inc on sie en te a s eu n iv el mus cu l ar para le he sc reve rel h ro do es c reve rc om dedos na st tec t la sé se mp r e mel hor es c vaso r e ra o p e v en do primeira pele de no ass a am mad primeira

C rei do io pr e co c esso, gb, de eve ra en ten der

Creio que pela sua idade não lhe terei de explicar melhor o efeito tonificante de tal processo, assim dizem ser os tais aparelinhos fazer, e obviamente sua imaginação, deverá entender, a relaçao muscular com o prazer, seja ele nos órgãos genitais ou não

C rei o q ue pe l s sal id ad en cão l he teresa rei de e x p li car mel hor o f efe it o toni fi can teresa de t al pr e o c esso, as si m di ze ms ero os tais ap ar e linho s f az e re ob via am que mente s ua imagina, italia, sao, d eve rá en t en der, primeira da relaçao mu ser e p pn da teresa do cu do primeiro da ar com do circulo do pr az e r, seja el en os o r g a os sg ene tais circulo do un cao

De qualquer forma, a fronteira estabelece-se sempre claramente e mais ainda se das coisas soubermos e preferir-mo sempre delas falar em vez de dizer, ah é tabu, ou escamotea-las, pois o consentimento das brincadeiras, deixai-me aqui assim chamar-lhas, ou a obrigação faz e estabelece toda a diferença

De q ua l q eu rf forma, a fr one t rato da ira e stab e le ce do traço da inglesa se serpente e mp re c clara ram que mente e ema ma maís que masi mente ainda, sedas co isas s o uber moe pr efe r i r do traço ingles do mo ss e mp r e del as f al ar em v e z de di ze ra h é t abu, o u es cam o te a do traço ingles del as, p o is o co nse en tim en to das bric cna de ira s, de ix a i do traço da inglesa me a qui as si mc ham mae rato do traço ingles do homem ser ep pn da p da teresa, o ua ob riga aç sao f az e e stab e le ce toda a difer en circulo de cortez primeira

O que eu acho deveras estranho, é recordar que ainda talvez nem há um ano atras parecia ter existido e se estabelecido a compreensão do principio da verdade na condução dos negócios e das chamadas razoes de estado, mas com o passar dos dias , parece que de novo alguns e se esquecem., e da mesma forma a negra e macabra dança recomeça

O q ue eu ac ho d eve ra s es t ra anho, é rec o r da r q ue a inda t alvez ne m h á um ano at ra s par e cia teresa e xis t id o e se e stab e le c id o a co mp ren s aç sao do p rin cip pi da ave verdade na condo sao dos ne gi cio seda s c ham ada s ra zoe s de e sat td o, mas c om o p ass ar do serpente do dias , pa arc e q ue d en vaso do circulo daa al gun se serpente e espanhola do quadrado do eu cem, e da me sam forma da primeira negra e ma cabra da dança da rec om eça

Mentir tem que trazer consequências, de impossibilidade de governar, se não a mentira se faz verdade, e não o sendo, cria sempre a desgraça

Men tir teresa em q ue t ra ze r co nse sex ca non q u cn ia s, de i mp os sibil id ad de g ove rn ar, se n cão a em n t ira se f az verde ad e, en cão o s en doc ria s e mp rea da desgraça, quadrado da espanhola sg rata ac cortez primeira

Depois dizia o senhor que fora a foto mais cara de toda a historia, não percebi se por estar de novo a arder, a california, onde por detrás do arnold, em angulo se via uma senhora que figurava em seu blusão negro e vermelho , como a dizer de um angulo e de novo os girassóis martini por detrás, curiosamente aparecerem aqui hoje tambem no telejornal, pela mao da put manuela ferreira leite, que como que os lançava em cima da mesa, e o rui rio, pensativo olhando ao fundo da sala, portanto a ligação entre a mesma família política, aqui e ai, se desvela e confirma quem diria, que a puta do portas, tambem ontem aparecia aqui na diga la sua excelência puta, a falar em diagonal, com referências subtis a minha ultima intervenção em vídeo, o ultimo, onde coloca como nunca ninguém o viu, em televisão, o que é e faz prova bastante e suficiente, a cabeça apoiada na mao, como eu no principio do meu ultimo vídeo, ou seja tentando estabelecer uma referencia com a senhora de vermelho, que eventualmente seria outra que não a senhora clinton, espantos, como esta puta, mentirosa, que recebeu um dia uma medalha da marinha americana, que ninguém me explicou ainda porque razão, e masi do que isso porque noa a retiraram ainda a tao indigno ser, se permite gerir estes assuntos nesta forma, e oficialmente mantém todo o silencio sobre o roubo e acto de tortura de meu filho e do roubo de meus direitos, e das merdas todas que esses filhos da puta sempre me fizeram, cujas acusações são aqui neste Livro da Vida muito claras

D ep o is di zorro do ia do circulo do senhor q u e for aa f oto maís cara de toda a hi s tor ia, n cão pe rc cebi se por es star de n ovo a ard der, pata c li fon ia, onda por det ra serpente do arnold, ema primeira gula da se da via de uma s en ho iar a q ue figo rava em s eu b lu sao negro e eve vermelho , com o a di ze rato de primeiro ang gula dez e de n ovo os gi rr as o is da martini por det ra s, cu rio sam que mente, ap par rece rem a qui home do oje tam be no do telejornal, pe la mao da put manuela ferreira leite, q ue com o q ue os lan ç ava em c ima da mesa, espanha, madrid, bum, e o rui e ru io, pen sati vaso do circulo do o l h anda ao fun d o da sala, rr, porta ant o primeira ligação en t rea da mesma família aqui e ai se desvela, si do quadrado da es pan homem do circulo da al vela, q eu em di ria, q ue primeira puta do portas, tambem on teresa m ap ar e cia primeira do ki aqui na diga la s ua e x cele en cia puta, a f al ar em dia g on al, com ref fr en cia s s ub t rato isa min h a u l t ima inter v en sao em v id é circulo, v id é oo fina al, onda c olo ca com omo n unc a nu in g eu w emo vi vaso em tele visão, circulo do quadrado do eu do f az pro da ova, a cabe beça ap da poia ad ana mao, com o eu no p rin cip io do me vaso do u l t imo v id é circulo, circulo do vaso do use seja tan t ando e stab e ler uma ref fr en cia com da primeira senhora de vermelho, q ue eve en tua lem n teresa se ria da outra, q ue n cão s a sn hor ac circulo do primeiro em ton, es pan t os, com o e sta puta, men tiro s, q ue rec cebe u primeiro dia uma med ala homem da marinha americana, q ue nin g ue me e x p l cio vaso a inda por q ue ra z ao, e ema si do q ue iss o por q ue noa ar e tir aram a inda a tao in di gn o ser, se per mite ge i ri est es as sun to s nest forma, e o fi cia lem n teresa, man teresa maior e todo do circulo do silencio, fr, s ob reo do circulo do roubo e acto de tortura de meu filho e do roubo de meus direitos, e das merdas todas que esses filhos da puta sempre me fizeram, fi ze rea am , cu j as ac usa ç o es são a qui nest e L iv roda bid am mui to c al ra serpente da clara

As putas da televisão publicas, paga pelo dinheiro públicos daqueles que ainda pagam a taxa, e por todos do bolso de cada um , logo fizeram o rapazinho puta mor aparecer, no exacto momento em que desvelei a ligação do andrew, com o passe que esse caralho do portas e da sua companhia, me fizeram nessa altura, no forum picoas, casa dos caçoes da comunicações, e terroristas das frequências, e da desgraças que com elas operam

As das putas da televisão, pub lica serpente paga pelo di ne home iro pub lico serpente daqueles q ue a inda pa gam a at xa, e por todos do bo l s ode dec ada um , l ogo fi ze ram circulo dd a dupla unidade, grupo onze do rapazinho puta mor ap ar recer, no e x cat om o men to em q ue d es vele ia ligação ao andrew, com do circulo do passe q ue esse cara alho do portas e da s ua co mp anhi ia, me fi ze ram ness a al tura, no for um pico as, c asa dos caçoes da com única caçoes, e te rr o t istas das fr e q u en cia seda das desgraças, q ue com el as do circulo do pera ram

Entre outras chaves que a entrevista desvela, a mais clara foi através de uma palavra , pois tinha eu falado de figuras semânticas no meu vídeo, analogia e metáfora, a puta, acrescentou hipérbole, e sabe ele qual é o dicionário que aqui em casa trago

En t re de outras das chaves, q ue a en cruz da revista d es vela, a maís da clara forte do oi at rav espanhola de uma p la vaso ra , p o is da tinha eu do fala ad o de figo ra serpente se man tica sn no me vaso do v id é circulo , ana l o g ia e da mata da for primeira, primeira puta, ac rata espanhola do circulo do en do to, vaso do hiper rb segunda ole, e ser ep pn da p da teresa ab e el e quadrado da au primeiro, é circulo da di cio na rio quadrado da ue da primeira do qui aqui em casa da cruz do rago

Do gr , ou sej do dó grego, hyperbole, home delta per da bole, segundo ole da bola, assim o cabra sugere, para queimar outrem em lugar da puta dele, serpente forte primeiro , figo ra q eu en g ran dec e, circulo do vaso dim min mino e x xa ger ra da primeira ave verde ad e da serpentes co isas, e xa ger raçao,. Au x e se, e x cho rei nilo o es , dos bilhões, do dinheiro do bill home bi primeiro da onda sobre o circulo espanhol, de eve vaso sorro espanhol, com primeira can se da ira, bar do ra de une xo ra ab bil issimo, cruz ra aba dos alhos, augusto dos anjos, aa, eu p do vinte e um, dos olivais, segundo ge om, lu g art o da ar ge om met rico, dos pontos de primeiro p angulo do ano, cu j as di serpente tan cias a dois, ad do is au di, fi x os de ss e p l ano tê, teresa maçónica, ou maçónica da teresa, difer ren circulo de corte da primeira, co ns cruz ante q eu f az com do circulo do eixo do cone, c one, primeiro do ang gula m en circulo do rato, q eu do circulo do vértice, ove vaso e rt ice, com uma es co primeira do j homem da primeira, ad e pata ad a das coordenadas, carte si ananas, c arte si ana s, x , y, serpente ua e para são da p da ode ser si mp li fi c ad primeira, da estrela e ts rato e lado do traço ingles da estrela, igaul a um, ou seja cinco, cinco, dois pentagramas, e gata ual da a um, ou seja, da norte sul

Intersecção do cone com um plano é tambem referência da cena preparada que aqui contei da tal dança no banco, e do cone no cimo da casa de goa e o plano é o azimute entre esse dois pontos,

Inter sec cortez sao do c one com do primeiro da p angulo do ano é tam be ref fr ren en cia da cena pr ep para ad a q ue a qui conte id a t al dança no do banco, e do c one no cc , cristina coutinho, imo da c asa de goa e o p l ano é o az i mu teresa en t re ess e do si p on to serpente,

De bancos e de dois mil e quinhentos milhões segundo as próprias palavras da puta paulo portas, era tambem o dinheiro que já saíra do bolso dos contribuintes para salvar o bpn, ou seja a muita gasolina usada em inglaterra, eu por mim, nem tive um pedido publico de desculpa a mim e meu filho, nem filho ainda vi, nem direitos, nem prisão das bestas terroristas, nem pilim, algum

De ban co sede do is mi el da ilha e quin he en to s mi l h o es s o gun do as por rp ia s pala vaso ra serpente da puta paulo portas, e ra tam b emo do circulo do dinheiro q ue j á sa ira do bo l s o d os c on t rib u int es para s alva aro bp n, o vaso use seja primeira am mui t a gás o l ina usada em inglaterra, eu por mim, , ne em t iv e um ped id o publico de d es cu l pa primeira da mim e m eu fil ho ne em fil h o a inda vi, ne maior de direito serpente, ne maior da prisão, das betas te rr o rita serpente ne maior do mp do pi primeiro em, al gum

A parte disto, são todos bons rapazes como se vê , de uma seriedade a toda a prova e de um comportamento exemplar e o que dá verdadeiramente pena e preocupação é andarem a solta a brincar a política como cobertura da bandidagem que fazem ., e recordai, que este filho da puta, o portas, esteve ao lado da puta santana, quando o durao, foi para a europa, ou seja faz parte do triunvirato que esteve por detrás desta operação

A p arte di serpente do to, são todos bo ns rapazes com o se eve , de uma se rie dade a t u da a por vaso da primeira e de um co mp porta men to e x e mp l ar e o q ue d á ver da de ira mente da pena e pr e o cup aç sao é anda rem a sol t a ab rin cara pol i tica com o co be r tura da ban dida ge m q ue f az em, ., e rec o r da i, q ue este fi l h o da puta, o portas, es teve aol ado da puta santana, q ua ando do circulo do durao, f oi para da primeira da europa, o vaso da use seja f az p arte do t rio un vi do rato q ue es te v por det ra serpente de sta da o pera sao

Segundo dava conta a noticia, o ex responsável do gabinete militar da casa branca, no âmbito de uma das facetas masi onerosas da foto, como outro senhor pleonasticamente lhe chamava, teria pegado no aviao jumbo quiet do presidente e com um f dezasseis por cima o fizera sobrevoar o ground zero para tirar uma foto, em que se vê a estatua da liberdade por debaixo, o aviao azul clarinho e branco por cima e ainda por cima um f dezasseis, e que as gentes em baixo ao ver o aviao, entraram em pânico, a pensar de nov que vinha masi um ataque

Se gun do quadrado da ava conta primeira not ti cia, o e x r es ponsa ave primeiro do gabi inter militar do ac a asa br anca, a casa branca, no am bit o de uma das f ac eta s ma si one rosas da f oto, com o o u t ro s en hor p leo na s tica cam muito teresa l he c ham ava, teresa ria pega ad don no do avia do circulo do super do jumbo qui e cruz td do pr e dide dente en teresa, e com do primeiro f dez ase is por rc ima o fi ze ra s ob r e vasp do circulo da ar do aro do ground zero, para tir ar uma f oto, em q ue se eve a es tatu ad a liber dade por de ba i zo, o ava io az u l c la rinho e br anco por c ima e a inda por c ima um f dez ase is, e q ue as g ene net ts em ba ix o a ove ero havai ava io, en t r aram em p ani co, a pen sar de no ov italiano, do q ue da vinha ma si primeiro ataque

Uma quadrupla pie, que engraçado!!! E um grande bum e centenas de milhares de mortos, seus caralhos!!!!

Um pormenor muito significativo se desvelava nos gráficos quando a entrevista com a senhor anne decorria mostravam a rota do aviao, e inseriam em sobreposição na imagem um volume rectangular transparente, com faceta superior em lamina de bisel, como a figurar a cunha do formão, que me fez lembrar de imediato o prédio em miami que abordei na analise da foto, provavelmente então o lugar da pie, e este aviao, fez uma trajectória que entrava pela torre gémea se ainda ali estivesse, ou seja a imagem era clara, se conforma assim o processo da queda das torres

Vaso maior do prime ero por m en o rato rm mui to si gn i fi cat ivo se d es vela ava nós g raf fi cos q ua ando a en t rat ra da revista com da senhor anne dec o rr ia mos t rav am primeira rota do avia oe in se rie em e ms ob re e x posi sic sao na i mage made ria primeiro vaso do cic culo do lume rec tan gular com da f ac eta super ior em la mina de bi se primeiro, com circulo da primeira figo ur rata da ar da cunha, a teresa, do for mao, q ue me fez lem muito do bar de imediato ti do circulo do pr e di d oio em mia mic ue ab o r de ina ana l ize da f oto, por v al v el que mente en tao do circulo do lu g ar da pie, e este avia circulo de fez primeira t ra ject toi ira q ue en t rav ava pe la to o re ge me a se a inda al i es t iv ess e, o vaso do use seja da primeira rai image maior e ra da clara, se circulo em for ma as si imo pro roc esso, gb da quadrado dao vaso dada ser ep pn teresa das torres

Ou seja ainda, se desvela, ao isto ter agora sido feito na aparência pelo senhor que era resposanvel dos assuntos militares no casa branca pentágono, e tendo a Palavra abordado em texto ultimo sobre este assunto, a propósito do fá de oitenta e tal, o eco da história do Afeganistão, assim me desvelou o espirito, que o ver run, foi rela, mas o over run, feito então por gente que pertence a administração americana, ou seja na imagem vemos o f dez ase is do aviao presidente, o presidente da altura era bush

Circulo da ova do vaso do use seja primeira inda, sed espanhola vela, ao is to teresa agora s id o feit circulo na ap par rec en cia ap da p do elo do senhor, q ue e ra r es p os san vaso do el dos assuntos mili cruz rato espanhol no casa ba rn ca pena t g on oe t en do a Pal av ra ab o r dado em te z x to u l t imo s ob re este as sun to, a por rp s o i to do fá de oitenta e eta al, oe co da hi s toi ira do a fag ni s tao, as si m me d es velo lou do circulo do es pi rito, q ue ove rato do run, f oi re la, maso ove rato run, feito en tao por g en te q ue pr e t en ce a ad min si t raçao americana, o vaso do use seja na i mage made ria vaso emo serpente do circulo do forte de dez ase is do havai, ava io pr e dide dente, o pr e dide dente da al cruz delta do ra e ra do bush

Bem ressoava baptistas, na Palavra do texto que vos leio no leito

B em r esso ava baptistas, na Pal av ra do texto q ue vaso do os le io no lei t o, no do leito, antonio leite, o to do milk

Depois aparecia obama com ar muito chateado , quase como zangado a falar da lei do s cartões de credito, a volta dele li, c red it card car ds, primeiro do sessenta e nove maior as rta ne ws sc home duplo vaso will life da zon a ap

D ep o is ap par rec da ceia os b ama com ar mui to cha te ad o , q ua ase com o zan gado a fal ar da lei do s car to es dec red it o, a v o l t adele li, c red it card car ds, prime iro do se s senta e en ove maior as rta ne ws sc h om me d up lo ova do vaso will da life da zon primeira da ap, porto

E ainda ouvi um senhor do congresso com o curioso nome de kit bond, gato bond, ou japa kapa it do espiao ao serviço de sua majestade, a perguntar como se resolve guantanamo, e uma outra estranha noticia sobre prisões

E a inda o u vi um s en hor do c on gre s soc om o cu rio s no me de k it bond, gato bond, o u j a pa kapa it do es pi cao ser vi ç ode s ua ma j es t ad e, a per gun tar com o se r es sol vaso e gun tan moe uma outra es t ra anha not ti cia s ob re pr is o espanhóis

Gostei de o ouvir senhor, pois o que em si vi me agradou, sabe, estranhamente a primeira linha do cio , este , que passou pela fox, e que logo me perturbou, e que curiosamente nem aparecera na Palavra oral nem no texto que depois escrevi, era a noticia de que depois da eleição de obama, os armazéns de armas se esgotaram, e portanto o primeiro que me passou pela cabeça, foi esta gente, está preparada para uma guerra civil, ou seja a psicose passa por esta perigossima linha

G os te id é circulo o u vi rato s en hor, p o is o q ue em si vi me a g ra do u, s abe, es t ra anha mente a prime ira linha do c io , este , q ue p ass o u pe la f ox, e q ue l ogo me per t ub o ue q ue c ur isa sam que mente ne m ap ar e cera na Pal vaso do ra ora l ne mn no do te x to q ue d ep o is es c r iv i, e ra a not ti cia de q ue d ep o is da el e i sao de ob am a, os arma z en ns de armas se es g ota ram, e porta ant oo prime iro q ue me p ass o up p el a cab beça, f oi e sta g en te ,m e stá pr e parada para uma g eu rr a c iv ilo vaso do seja primeira psi co se passa por e sta pe rig o s s ima linha

E me recordei de como o senador casado com a bela senhora do ketchup, perdeu as eleições mesmo no final da corrida, com o seu posicionamento sobre as armas, e como este facto foi ao contrário interpretado, ou seja , se entendeu, que ele usando-as, fora tímido nessa afirmação desse pilar, que muitos de vos vem como imagem suprema da liberdade, na realidade foi ao contrario, ele perdeu naquele preciso momento, talvez o fim de semana anterior ao voto, porque disse o que era, e ainda bem que assim o fez, pois demonstrou coerência e honestidade, mas perdeu, pois no mundo era importante ter um presidente que trouxesse um outro ponto de vista sobre este assunto, e quando o correcto não se pode afirmar, porque em parte tambem não se o é, o menos bom se afirma e ocupa o espaço do que o melhor não pode ocupar, e depois se continua a vida e se pagam as opções, como quando compramos um carro ou uma casa, ou o que for

E me recorde id e c o mo o sena dor ca sa do com a s en hora do k e tc h up, pee de ua s el e i ç o es me sm o no fina l da co rr id ac om o s eu posi sec cio na men to s ob rea s armas, e com o este f ac to f oi ao c on t rá rio inter rp r eta do, o u seja , se en t en de u, q ue el e usa sand o do traço ingles do as, for rat tim id o ness a a fi r maçao de s se pilar, q ue mui to s devo os vaso em com o i mage made ria s up r ema da liber dade, na r e la id ad e f oi ao c on t ra rio, el e per de u na q eu el e pr e c is o mo men to, t alvez o fi maior de se mana ante r iro ao v oto, por q ue di ss e o q ue e ra, e a inda b em q ue as si mo fez, p o is demo sn t ro u coe ren cia, mas per de up o is no mundo e ra i mp porta ante teresa rum pr e si dente q ue t ro ux ess e um de outro p on to de vaso do ista s ob re este as sun to , e qua anda o co rec ton cão se p ode a fi r mar, por q ue em p arte tam b em não se o é, om en os b om se a fi r ma e cup a o es paco do q ue o mel hor n cão p ode o cup ar, e d ep o is se conti nu a av id a e se pa gam as ap poções do circulo es ap pn hola, com o q ua ando co mp ramos primeiro carro o uu ma casa, o u o q ue da for

E a realidade a todos isto com imenso custo provou, podíamos agora pensar que se bush não tivesse ganho, as torres não teriam caido, nem uma guerra de patamar mundial de novo esteve na iminência de se criar e de a todos destruir, e portanto parece-me poder em propriedade, afirmar que o principio acima enunciado é valido e real

E a real id ad e a todos is to c om i m en s o cu s to pro ovo vaso , pod iam os do agora pen sar q ue se bush n cão t iv esse gan homem doc irc culo as das torres n cão te r iam ca id o, ne em uma da guerra de pat am mar m un dia al de n ovo es teve na i mine ine en cia de se c ria rede a todos d es t rui ire e porta ant o pa rece do traço da inglesa me pod der em pro p rie dad e, a fi r mar q ue o p rin x ip io a x c ima en un cia ado é eva al id circulo e rea primeiro

É isto uma profundíssima e terrível imagem do preço da coerência connosco mesmos, que é a natureza profunda da liberdade do exercício de ser, pois poderia ter o senho kerry pensado por um momento, que se calhar seria melhor ser masi afirmativo, na defesa do principio das armas, para alem de dizer que nas vezes com elas ia a caça, e se o senhor kerry assim tivesse optado, se calhar não teriam morrido, tantos americanos, , mas o senhor kerry teria perdido a sua liberdade, e a sua coerência e sua alma e seu ser

É is to uma pro fun di s sima e terri iv el i mage made ria do pr e ç o da coe ren cia c on os co me sm os, q ue é a nat ur e za por rf un do da liber dade do e x e fr cic ode ser, p o is pode ria te ro s en h o r k e rr delta pen sado por um mo men to, q ue se c ala home ra se ria mel hor ser ma si a fi r mat iv o n a defesa do p rin cip io das armas, para al lem de de i ze rato q ue nas v e ze s com el as ia ac aça, e se o s en hor k e rr y as si m t iv ess e o pt ad o, se cala h ar n cão te r iam mor i r d, t ant os am e rc ian os, maso s en hor k e rr y te ria per dido a s ua liber dade, e a s ua coe ren cia e s ua al ama e s eu sw e ra

Pensai, por um momento, senador, se as armas que cada um dos americanos tem hoje em sua mao, serviu nesta guerra para defender algum, e talvez seja este o plano mais profundo em que hoje se tem que por esta questão para avaliar se ter ou não ter armas na mao ou em casa, é ou não, ou melhor continua a ser garante de liberdade, ou factor de entropia e constante veia de sangue em nossa própria casa

Pen sa ip por um mo men to, sena dor, se as armas q ue c ad a um do s am erica no s te m h oje em s ua mao, ser vi u nest a guerra para defender, gb tt, al gum, e t alves do seja este do circulo da p l ano maís por rf un do em q ue h oje se te m q ue por e sta q eu es tao para ava li ar set teresa ero do circulo da un cão, teresa arma sn primeira mao em e mc asa, é circulo da un cão, circulo do vaso do mel home do ro conti nu primeira ua ase rata da gara na teresa de liber dade, circulo do vaso forte do ac tor de en cruz rip ia e co ns cruz ante veia ad e san gato da ue em no ser ep pn teresa sa pro pr iac asa

Pois não foram nem as pistolas nem as semi automáticas , ou mesmo automáticas e lança rockets particulares que se dispararam em nossa casa, nem se atiram balas assim contra um furacão, e sabemos todos, como é já suficientemente perigosa a vida, actual, para delas que afinal nem servem assim tanto o nosso exercício pleno da liberdade, para a tornar ainda mais complicada o viver em sociedade onde a violência pelas armas cria e sujeita muitos a constante medos e perigos, e tambem sabemos que se elas fossem alvo de outro tratamento, tambem a questão da criminalidade e da sua natureza, se alteraria e por tabela toda a equação a este nível, tambem se tonaria mais fácil de resolver

P o is n cão do for tam da am ne ma s pistolas ne mas s emi a tim a tica s , o u m es mo atom a tica se lan ç a roc k e ts p art ti cu la ares q ue se di spa r aram em no s sa c asa, ne m seat iram balas as si m c on t ra um f ur racao, e s ab emo s todos, com o é j á sufe cie en te m net per rig o sa a v id a, ac tua l, para del as q ue a fina al ne m ser v em ass im t ant o on osso e x rc fi cio pe l no da liber dade, para a tor mar a inda mais co mp li ca d pata e vi dv e rem soci e dade onda primeira viol en cia pe l as armas c ria e s u je it am u it o sa co ns t ante med os e pe rig os, e ta m b em s abe emo s q ue se e as fosse ema alvo de o u t ro t rat am en to, t am b em a q eu s tao da cir mini la id ad ee da sa ua mna t ur e za, se ala te ra ria e por t abe la toda a e qua sao a est ni v el, tam b em ms se ton aria maís f ac i l de r es solver

Disse o senhor ser mais do que preferem apontar do que disparar, é um belo e correcto dizer, pois a palavra e o pensamento e coraçao que o sustem, aponta e disparam pelo espirito em espirito e assim não se fere na mais das vezes a carne, e a equação que temos pela frente todos nos próximos tempos, é já perigosa de mais, armas, e mísseis, temos nos contra nós mesmo muitos apontados, vide as viroses, vide a poluição, vide como seio da mae já nem pode alimentar o filho sem lhe fazer mal

Di iss e os serpente da en hor ser maís do q ue pr efe rem ap pao n tar do q ue dia para ar, é um b elo e co rr e c to di ze rp p o isa pal av ra e o pen sam en to e cora sao q ue o s us te em, ap da ponta e di spa ram p elo es pi rito em es piti tito e as s im n cão se feren a mais das v e ze sa car ne, e a r qua sao q ue t emo s pe la fr en te todos nós por x imo s te mp o s, é j á pe rig o sade maís, armas, e miss i es, t emo sn nós c on t ra nós me sm o mui t os ap on t ad os, vide as das vi ruse es, vaso castelo do vide, id e a pol lui sao, vide com o se io da mae j á ne m p ode al i men tar aro fil h o se ml he f az e rato ma al

Serão as armas de cada um factor de solução neste complexo e crucial contexto que todas as casas, nações do mundo hoje defrontam, ou pelo contrario se o clima continuar a aquecer, mais depressa aquecerão as maos e mais prontamente todos os gatilhos começaram a disparar

Se ra o as armas de c ada um f ac tor de sol u sao neste co mp le xo e c ru x ila c on texto q ue todas as ca sas, naço es do mundo h oje d e fr on tam, o u p elo c on t ra rio se o c lima conti nu ar a a q eu ser, mais d ep r ess a a q eu ce ra o as maos e ema mais porn tam que mente todos os gat ilho s com eça ram a di spa rato da ar

Será liberdade, exercício de liberdade, acto de liberdade que uma nova guerra civil dentro da casa de cada um possa estoirar, ou será masi prevenido em nome da própria liberdade, limitar essa possibilidade, a de tudo estoirar

Se rá liber dade, e x e r c í cio de liber dade, ac ot de liber dade q ue uma n vaso a guerra c iv e il d en t roda c asa dec ada um p os sa es toi ira ar, o u se rá ma si pr eve nid o em no me d a por rp ria liber dade, li mit ra ess a p os si b li dade, a d e tudo es toi ira rato

Caro senador, repare no meu caso, a quem me trazem roubado e sujeito a tortura meu filho e me roubaram os meus direitos de cidadania, mora o que se diz ser presidente desta republica mal cheirosa onde vivo aqui duas ruas acima, acha que deveria pegar na minha pistola, se a tivesse, uma de balas, e ir a casa dele dar-lhe um tiro, ou dar-lhe nos seus netos que mais perto morram ainda?

Caro sena dor, r ep par en o me vaso do caso, primeira do qui aqui da eu em me t ra ze em ro ub ado e s u je it o a tor tura me vaso do fil h oe me ro ub aram os me us di rei t os de cida dani a, mora o q ue se di zorro ser presidente de s ts da primeira republica ma al che i rosa onda vivo a qui du as ruas ac ima, acha q ue d eve ria pega r na min h a pi s to la, sea t iv ess e, uma de bal as, e ira c asa del e d ar do traço ingles do l he do primeiro tiro, o u d ar do traço ingles l he nos se us nest os q ue mais per to mor ram a inda foice

Acha que seria melhor para meu filho, as consequências deste acto para seu pai?

Deveríamos então ser coerentes com este principio que erroneamente dizemos basear e ser imagem da liberdade e do exercício dela, que se possa então matar sem qualquer consequência, ou seja sem ser mesmo considerado crime, mas foi daqui que o pais veio alguns séculos atras, e se assim foi , foi porque os avos assim acharam melhor de fazer

D eve ria amos en tao ser coe ren te s c om este p rin cip io q ue e r r one am en te que mente, di z emo s ba sear e ser i mage made ria da liber dade e do e x e rc sico del a, q ue se p os sa en tao mat ar se em q ual q eu r co nse q un cia, o vaso do use seja se em ser me sm o co nsi der ado c rime, mas f oi da q ui q ue circulo do pais veio à l gun sw e culo as t ra ase se as si m f oi , f oi por q ue a o av os as si m ac h aram mel hor de f az e rato

Sabe senador, eu sou masi do arco e da flecha, de preferência apontada para felicidade que é para mim e felizmente para muitos no mundo a imagem plena do exercício de ser em liberdade, e é uma arma que implica uma certa proximidade do inimigo, se assim o considerarmos, e sabe tambem que neste momento nem arco trago, pois algum se encarregou um dia do mo partiu, certamente uma operação simbólica, aquando do roubo do filho, por exactamente me conhecerem o pensamento, e lhe digo uma coisa se a américa continuar a trilhar a via das ultimas décadas de fazer estupidamente de policia do mundo a tiro, vai o pais ter imensos problemas bem maiores do que hoje tem, a queda das torres isso mesmo provou, que é uma possibilidade real, que se pensava impensável antes de seu acontecer, e portanto se guantamo já é problema imagine quantos problemas depois da desgraça, se terá desta natureza na mao

S abe sena dor, eu s o um a s id o arco e da fl e cha, de pr efe rn cia ap on a td a para fe li di cade q ue é para mim e fe liz mente para mui to s no mundo a i mage made ria p lena do e x e rc id dc co de ser em liber dade, e é uma arma q ue i mp lica uma ce rta pro x i mi dade do inimigo, grupo publico, se ass imo co nsi der ar mose sabe tambem, q ue neste moe mn to ne em arco t rago, p o is al gum se enca rr ego u um dia do mo p art it, ce rta m n te y uma o pera ç o s im b lica, a q ua ando do ro ub o do fil h o, poir e x cat am que mente me c one h ce remo pen sam en to, e l he di g o uma o cisa se a am erica conti nu ar a t r ilha ra via das u l t ima s dec ad as de f az e r es t u pida dame dam que mente de policia do mundo primeira do tiro, vaso do aio do pais, tvi, teresa i m en s os po rb l ema s b em maio r es do q ue h oje te rea ma queda das torres iss o me sm o pro ovo u, q ue é uma p os sibil id ad e rea l, q ue se pen s ava i mp en s ave l ant es de s eu ao cn tecer, e porta ant o se guantamo j á é pro b l ema imagine qua ant os por rb l emas d ep oi s da d e sg r aça, sete ra de sta nat ur e z na mao

Por agora senador, lhe pergunto o que sempre tenho vindo a perguntar, quem são na verdade, à luz do que esta imagem a todos desvelou, os verdadeiros terroristas que operaram esta desgraça, estão eles porventura em guantanamo, e será preciso uma guantanamo para os deter

Por agora sena dor, l he per gun to o q ue se mp re t en ho vaso indo a per gun tar, q eu em são na ave rda dade, à l uz do q ue e sta i mage ema todos d es velo lou, os verde ad e iro serpente da teresa rr circulo do rato do istas quadrado da ue opera ram e sta de sg rata da aça, espanhola do to primeira el espanhol do por vaso da en t ur ca em mg ua ant ano, e ser cruz primeira ap do pr e circulo do is do circulo da uma da g ua ant ana mo para os det teresa do rato

Lhe digo só mais uma coisa neste preciso momento, pois hoje tambem se desvelaram informação importante sobre beslan, e aqui hoje muito trovejou e a russia mostrou que continua a ser grande, eu tambem acho e acho que todos devem ser grandes, mesmo que sejam pequenos de estatura como eu, espero que quando disse da historia nos termos em que a relembrei, dos mísseis, que nao tenham visto como falta de consideração do que foi a política externa da uniao soviética, pois eu de todos gosto,

L he di g o s ó mais uma co isa nest e pr e c is o moe mn top o is h oje t am b em se d es vela ram in for maçao i mp porta ante s ob re bes lan, e a qui h oje mui to t rove j o ue a russia mos t ro u q ue conti n ua a se ser g rande, eu t am b em ac h oe ac h o q ue todos d eve em ser g rand es, me sm o q ue sej am pe q eu nós de es t au tura com o eu, es p ero q ue q ua ando di s se da hi s tor ia no s t rem remos os em q ue a r e lem br rei, do s miss es, q ue n pa t ene ham vi s to com o fal t ad e co nsi der raçao do q ue f oi a pol i tica es x te r na da uni sao s o vi e tica, p o is eu de todo sg os to,


Uma das facetas que tambem esta muito cara fotografia a todos custou, apresenta o seu custo no próximo inverno, e assim já sabemos, o que se ira passar, quando ele chegar, eu por mim, enquanto não tiver o meu filho de volta, os meus direitos garantidos em pleno exercício da liberdade, e os bandidos que isto fizeram responsabilizados e enquanto a minha amada não chegar aqui a minha casa sem medo do grande amor, vou cuidar de levar este caso todo a tribunal, no entretanto talvez masi avisado seja pedir a uma arvore que me de um tronco para fazer de novo um arco, e depois me sento a espera, e se estas condições não tiverem sido cumpridas, e se enquanto meu filho e a minha amada, não me disse ao perto, pai , salva outra vez o mundo , pelo amor que nos tem, quando vierem pedir ajuda a porta, a todos vos direi nao ,vos dei seis anos seguidinhos da minha vida, para alem de todos os outros que sempre vos dei, chega de ser mal tratado em troca de nada!

Uma das f ac eta serpente do quadrado do vaso da etan maior do segundo em e sta mui to cara foto g raf fia ia a todos cu serpente do toy, ap rato do espanhol ingles tao serpente do eu cu serpente do to no pro x imo inverno, e as si m j á serpente do abe emo ser pente do circulo onze da p do quadrado da ue se ira p ass ar, qua ando el e che gato da ar, e i vaso da por mim, en au quadrado nui to ton cão cruz iv ero me vaso do fil kapa do homem da ode evo p rim mr ria da cruz p rie mira, os me us di rei t os gara n tid os em p l en o e x e rc sic o da liber dade, e os bandidos q ue is to fi x e ram r es posa bil iza do se e na q un r to a min homem da primeira am ad dan cão che gato da ar primeira do qui da primeira min do home da prime ria ac as serpente em med, circulo dog rande amo rato, ps, , vaso do circulo do vv do cu id ar del , sin os eva rato do vaso do este caso todo at rib un al, no en cruz rato eta anto tota alvez ma si av isa sado seja ped ira uma ar vaso do circulo do re quadrado daa g rava são da ue me de primeiro do cruz ron co para f az e rato de no ovo primeiro arco, e d ep o is me serpente da en to primeira da espanhola pera, e see sta serpente do condi circulo de corte do es sn cão dt cruz do iv e rem serpente id do circulo do cu mp rid as, e se en quadrado da ua anto me vaso da fil omem oe a min homem primeira am ad an cão me di serpente da se ao per to, pai , ser ep en te alva circulo do vaso dc cruz ra ave zo mundo , p do elo amo rato quadrado da ue nós te em, qua ando vi e rem ped di rato da ajuda da primeira da porta, a todos vaso do os di rei em en cao ,vaso do os de ise is ano serpente da se gui din homem do os da mina homem do vaso da id primeira, para al lem de todos os outros do quadrado da ue se mp rato e vaso do os de i, circulo do homem ega de ser maior da al cruz rata ado em cruz roca den ad a

-----
-----