terça-feira, setembro 08, 2009

Agora é que foram apanhados!!!!!

Agora é, q ue for ram am do forma, pt, ap anha d os!!!!!

Ou assim muitíssimo parece

O u a ss im mui t iss imo pa rece

Pois disse-vos eu que pouco sabia sobre a chamada questão capa da tvi, nos vídeo de dia cinco do corrente, e na primeira parte uma frase que aparecera no texto, de repente senti que era como que um chapéu, e a repeti em sua declinação no começo, ou seja quase como sub titulo

P o is di ss e do traço ingles v os eu que p o u co s ab ia s ob rea c h am ad a q eu st cao capa da tvi, nos v id é circulo da ode do dia c inc cos do co rr en te, e na prime ira p arte uma fr ase q ue ap a rec e ra ano no do texto, de r ep en te s en ti q ue era com o q ue um c h ap eu, e a r e pet ti em s ua dec lina ac sao no com e ç o, o use seja qua ase com o s ub titu vaso dez

nyum dos video destes, se desvela que o filho da puta da desgraça de beslan, é o tal mig, do gal espanhol, ou gil, ou seja do fado vermelho

o que eu não sabia e agora descobri, ao navegar no dn, é que uma simétrica, existe com nomes nesta frase e um personagem real, que dá pelo nome de miguel gil, que representa a prisa na tvi, e que segundo uma linha das que li, para alem das tretas de nada ou quase nada, sobre o que na realidade se afirma ter passado, dizia que a decisão, não poderia tr sido tomada a revelia desse mesmo senhor

o q ue eu n cão sa ab ia bia, e agora d es co br ia o navega rato no dn, é q ue uma si met ric a, e xis te com no me s nest a fr ase e um persona ge m r e a l, q ue d á p elo no me de mig u el gil, q ue r ep r es en t a ap isa na tvi, e q ue se gun do uma linha das q ue li, para al lem das t r eta sd e en ad a o u q ua ase n ad a, s ob reo q ue na rea li dade se a firma teresa asa da ap da p as sado, di z ia q ue a dec isa o, n cão pode ria t rato s id o tom ad a, fic, a r v eve l ia desse mesmo senhor

mig que vem de miguel, ou mig ,caça sobre beslan, vaso do el, do do gal, e do galo espanhol, gil, ou seja ,miguel gil,

depois dei com uma outra simetria, pois acabara de falar de madrid, dos toiros ,de manueleto, da perseguição a uma rapariga, e das farpas cravadas, e do sangue, e me aprece a noticia de uma batalha campal em pozuelo de alarcon, que remete em meu entender, para o cavalo, ou seja a p do oz do vaso do eel do garanhão, o que terá então montado a rapariga, dos centauros, e dos bottellones, que foi um fenómeno que eu me dei conta em madris no tempo em que fiz o documentário, e que inclusive uma vez aqui no Livro da Vida relatei, ou seja parece não ter-mos só o mig de beslan como de madrid

d ep o is de e com uma outra si met ria, p o isa ca bar ad e fala rato de mad rid, dos toi iro s ,de manu el e to, da perse gui sao a uma rapariga, e das f ar p as c rav ad as, e do san g ue, e me ap rece a no ti cia de uma bata alha cam pal em p oz u elo de alarcon, q ue reme te em meu en t en der, para do circulo do cavalo, o vaso ise seja a p do oz do vaso do eel do garanhão, o q ue te rá en tao mona td o da primeira mir rapariga, dos centauros, e dos b ot tel l one es, q ue f oi um f en om en o q ue eu me de i conta em madri sn o te mp o em q ue fi zo doc eu mn t ar io, e q ue inc l us ive uma ave z a qui no L iv roda V id primeira david, r el a tei, o u seja pa rece n cão te r traço ingles mos s ó o mig de bes lan com o de mad rid

como ao escrever os parágrafos anteriores me surgiu de nov pie, então deve existir uma variante que o guião de madrid, de alguma forma antecipou, ou seja , uma perseguição ou não a uma rapariga e uma pie, sendo que a puta da teresa que trás o meu filho roubado, teve uma , que disfarçou com as tais hemorróidas, como aqui relatei., e analisei em detalha, sobre o que poderia estar por detrás e não me faz sentido que fosse uma obrigação, pois se o tivesse sido, o lógico teria sido ela apresentar queixa, a não ser que a tivesse apresentado sem tambem o meu conhecimento, e até para incriminar outros,

com o a o es c v r v ero s para g rafo san te iro es mes ur gi u de n ov pie, en tao d eve e xis tir uma v aria ante q ue o gui a ode madrid, de al gum a forma ante cip o u, o vaso use seja , uma perse gui sao o un cão, a uma, rapariga e primeira pie, s en do que da primeira puta da teresa, q ue t rá s o me u fil h o ro u iba ad o, teve uma , q ue di s f ar ç o u com a s at is he mor rid as, com o a qui re la te ie ana lise ie m d eta alha, s ob reo q ue pode ria es t ra poe det ra se en cão me f az s en td id o q ue fosse uma ob rig aç sao, p o is se o t iv esse s id o, o lógico te ria s id o el a ap r es en tar q 1 eu ix a, an cão ser q ue a t iv ess e ap ar e s en t ad o s em t am tambem om eu c on he cie mn to, e a té para inc rimi n ar do anel de outros,

centauros, é imagem de uma campanha de banco, do banif, ou seja, declina em banco, em ban, grupo do porto da musica, em segunda ani, e ainda nif, em numero de identificação fiscal, que por sua vez declina em , nu primeiro mer do ero de id d en tif fca caçao, fi sc al, f iscal, da escola e do gripo do contabilistas, dos que fodem as contas por mando de outros, como aqui narrei em pormenor, sendo musica, apontará dos diversos aqui convocados neste Livro da Vida, com alguma probabilidade, para o que está ligado à contabilidade dos congéneres musicais de cascais ali na fontes pereira de melo, que de nov aparecera na imagem das comunicações a partir do fio da Angela merkel

c en tauros, é i mage made ria de uma cam p anha de banco, do banif, o vaso use seja, dec lina em banco, em ban, g rup o do porto da ms u cia, em segunda ani, e a inda nif, em nu mer do ero de id en tif fca caçao f iscal, q ue por s ua ave z dec l ina em , nu prime iro mer do ero de id d en tif fca caçao, fi sc al, f iscal, da es c ola e do g rip o do contabilistas, do s q ue f ode ema às das contas por mando de outros, com o a qui na r rei em por men o r, s en do mu sica, ap on a t rá dos di ver ss o a qui c on v o cado s nest e L iv roda V id a, com al gum a pro ob ab bil id ad iade, para o q ue es t á li gado à contabilidade dos c on g ene r es mu sica is de cas ca si a lina fontes pe rei ad e melo, q ue de n ov ap ar rec vera na i mage made ria das com unic cao sao es a p art r i rato do fio da ang le mer kapa do el

tambem ontem emergiu nos segmentos de vídeo do yahoo, de novo, um antigo extracto logo as seguir ao atentado ao pentágono, no dia onze de setembro, com o rumsfeld, e imagens do local, se a imagem é verdadeira, as do pentágono, isto é não foram alvo de rotoscopia ou painting box, ou outras manhas , parece ser claro, no meio daquilo a arder, um forma , que é mista em seu significado, como um tosta mista, ou como uma pie, por uma lado é como uma sapato feminino de bico fino, geralmente de tacao, e depois foi o espanto, pois, a forma é equivalente a do super ferry, nove, a parte da proa, e mais ou menos equivalente a parte á superfície nas imagens que forma divulgadas quando ele agora se afundou, e ainda pela forma, remete para um outro iate de luxo, que uma vez aqui esteve, fundeado na rocha de conde de obidos onde eu vi em outros dois barcos , uma imagem de aguas a abanar, tambem aqui relatadas


t am tambem on te m e mer g iu nós se gim en t os de v id é o do yahoo, de n ovo, um antigo e x t ar ct o logo as se gu i r a o a t en t ad o ao pen t a g on o, no dia onze de setembro, com do circulo do rum s f e l d, e i mage ns do l ocal, sea primeira rai mage mé ver dade ira, as do pentágono, is to é n cão foram, pt, al vaso da ode roto s c o p ia ou p a in t in g b ox, ou o u t ra s am n h as , pa rece ser c al ro, nos me is o da q u ilo a ard der, um forma , q ue é mista em s eu si gni fi cado, como um to st a m is tao u com no uma p ie, por uma lado, é como uma sapato fe me nino de bic o f ino, ger al em n te de t aca cao, e d ep o is f oi o es pan to, p o isa primeira forma é e q u iva lente, a do super do ferry, nove, a p arte da pr io a, e ema maís o um en os q eu iva lente a p arte á super rf fi cie na si mage ns q ue forma di v u l gadas qua ando ele agora se a f un do ue a inda p el a forma, reme te para um o u t ro iat e de lux o, q ue uma ave z a qui es tve, fun de ad dona rocha de conde de obidos onda eu vi em outros do is dos barcos , uma i mage made ria de aguas a ab ana r, t am b ema qui r el at ad as

quando isto agora vi no pentágono, meus olhos se espantaram pela similaridade das formas, e li nas linhas das formas que estão à sua frente, o seguinte, um escada, como um h com duas horizontais, que é tambem símbolo de jogo do galo, ou seja o principe do duplo circulo do falo cravada na terra, br, do n, invertido como se grafa a russa, ou seja, loira, uma loira, da cruz dupla como uma antena de televisão das antigas, visto as dias horizontais, estarem em cima e juntas entre si , como uma tuberculose sem o ser, como um cruz patriarcal, ou de lorena, de acordo com o livro já qui abordado, do rudolf kockm, ou rudolf, uma das renas do natal, do galo ck maior, mas onde as duas horizontais tem o mesma dimensao, que remete, patriarcal, para aguas livres, mae de agua, primeiro do circulo dez rena, natal, e que ecoa tambem numa notícia de ontem de um núncio português em espanha que foi afastado, e que eu a lê-la, me remeteu pela memória , para a imagem dos omens em palma, recentemente abordados, na sequência das bombas, e do máximo, com padre, que se via tambem na imagem, e que relacionai entre outros aspectos com a queda de meu filho que lá ocorreu , e ainda na fiada da leitura destes símbolos que se expressam no pentágono a arder, tres lanças verticais no chao cravadas, como lanças, do filme que remete para o actor kkk, e para a velha guerra israel e árabe, onde ontem, se via uma bandeira israelita com a faixa azul de baixo rasgada, como a dizer que alguém teria sido afastado, e aparecera antes o símbolo do delta a que tambem chamara de fisga, ou seja relacionado com david, o europeu, as tres lanças estão apontado o casco do barco, como dizendo tambem que tres forma as setas cravadas no casco do barco, que assim se afundou


qua ando is to do agora vino ino do pentagono, me us olhos se es pan t aram p el a si mi lira dada de d as formas, e lina s linhas das formas q ue es to a à s ua fr en te, io se gui inte, um da esca da, com o um h com du as h ori zon tais, q ue é ta tam am tambem s i m b olo de jogo do galo, o vaso use seja do circulo do p rin c ipe do duplo circulo do falo c rav dana terra, br, do n, invertido com o se g raf a ar uss a, o use seja, loi ira, uma loira, da c ru zorro da dupla co omo uma antena de tele visao das anti gás, vi s to as do dias, h ori zon tais, est ar rem em c ima e j un t as en t r e si , com o uma t uber cu lo se se emo ser, com o um c ru z pat ric al, o u d elo r rena, de ac o r do c om o l iv ro j á qui ab o r dado, do ru do l f k o ck maior, o u ru dol f o, uma das renas do nat al, do g do galo do alo ck maior, mas o onda as du as h ori zon tais t emo me sm a dimensao, q ue reme te, pat ric al, para das aguas livres, mae de agua, prime iro do circulo dez rena, natal, e q ue e coa t am tambem numa not tica de on te made ria de um n un cio portu gues em es p anha q ue f oi a f as t ad o, e q ue eu a l e do traço ingles de la, me reme t eu p el a me mor ia , para a i mage made ria dos om n es em palma, rec en te mn te ab o r dados, nsa sec un cia das bombas, e do maxi omo, com pad rec eu se via tambem, na i mage mec q ue re la cio na ie en t reo de outros as pe ct os com da primeira queda de meu filho q ue lá o cor r eu , e a inda na fia ad a da lei tura d estes s im b olo s q ue se e x press sam no pentágono a ard der, t r es lan ç as v eric ia s no cha o c rav ad as, com o lan ç as, do fil mec ue reme te para o ac tor kkk, e para a e t rena guerra is ra el e ar abe, onda on te, se via uma ban de ira is ra e lita com a f aixa az u l de ba ix o ra s gada, com o a di ze rato q ue al gume te ria s id o a f as t ad o, e ap ar e cera ant es o s im b olo do delta, primeira q ue eta tam am tambem c ham ar ad e fi s ga, o u seja re la cio n ado com david, o europeu, as t r es lan ç as es tao ap on t ad o o cas cod o barco, com o di zen do t am tambem q ue t r es forma as s eta s c rav ad as no cas cod o barco, q ue as si m se a fun do vaso

ao tomar notas sobre o pentágono, ficou escrito cruz he penta se is, que é tambem nome de hotel, tendo eu acabado de referenciar um outro no contexto do cento e vinte e cinco azul, ou seja provavelmente a pie teve lugar no penta hotel, e ainda washington, que mais uma vez na consciência, e pelo que agora declinou, remete para pub e para br

ao to mr a not tsa s ob reo pentágono, fic o u es c rito c ru zorro he penta se is, q ue é t am tambem no me de hotel, t en do eu ac a bdo de ref r en cia rum de um outro no contexto, do c en to e vinte e c inc o az u l, o vaso use seja por v ave le mn te a pie da teve lu g ar no penta h o te kapa primeiro , e a inda w as h in g t on, q ue mais uma ave z na co ns cie en nica, e p elo q ue agora dec lino vaso, reme te pata pub e para br

e ainda um rapariga que aparecia no vídeo, que ali parece ter sido morta, que um senhor qua a socorrera contava, e que se chama de angela hoo ks, assim a grafei de ouvido, e que ao ver me pareceu imenso, a catarina portas, que de nov aqui entrara na imagem do tal julgamento das fêmeas no hospital, todas vestidas de batas, com se estivessem na ultima ceia,

e a inda um ra pa riga q ue ap ar e cia no v id é o, q ue al ip ar ce teresa s id o mo rta, q ue um s en hor qua a sc o rr e ra c on t ava, e q ue se c ham ad e angela h oo k s, as sima g rafe id e ouvido, e q ue a ove rato me pa rece u i men s o, a catarina portas, q ue de n ov a qui en t r ar ana i mage made ria do t al ju l gam en to das f e me as no ho ps it al, todas v es tid as de batas, com se es t iv ess em na u l t ima ceia

um outro aspecto da correlação simbólica entre o navio que se ve no pentágono a arder e o que agora se afundou, aponta a seguinte dedução

um outro as pe ct o da co rr el la aç sao s im bo lica en t reo navio q ue se eve no penta g on o a ard der e o q ue agora se a fun do u, ap ponta a se gui en inte dedu são

o barco visível pela formas que arderam no pentágono, esta um pouco inclinado mas estaria a navegar se em vez de fogo fosse o normal mar, o super ferry, ou seja tambem imagem de comida do mar, e das ondas e das aguas descontroladas que recentemente a palavra de novo evocara, está tombado, ou seja entre as duas figuras se estabelece um angulo, ou seja uma relaçao de conflito, um link, um fio as deve ter de alguma forma cruzado, e a imagem do barco do super do ferry, a afundar, está como deitado nas aguas do mar, ou seja um símbolo de sonho no inconsciente, ou seja parece isto indicar que estamos perante um conflito que foi criado por indução rem, sonhos, e então provavelmente algum psi, e alguma especifica indução que foi feita nesse sentido

o barco v isi vaso do el p el a formas, q ue ard der ram am no pentágono, e sta um p o u co inc l ina ad o m as est aria a navega rat se em v e zorro de fogo fosse circulo da norma primeiro do mar, o super f e rr y mo vaso use seja t am tambem emi, can tor, mage made ria de com id ad o mar, e das ondas e das aguas d es c on t rola lada s q ue rec en te m net a pala av ra ad en ovo e v o cara, e stá tom b ad o, o vaso use seja en t re as du as figu ra s se e stab e le ce um angulo, o vaso use seja uma da relaçao de c on fl it o, um l ink, um fi o as d eve teresa de al gum a forma c ru z ad o, e a iam ge made ria do barco do super dof e rr y, a a fun d ar, e stá com o de it ad donas dn aguas do mar, o u seja um s im b olo de s on h on o inc o ns ce i net, o u seja pa rece is to indica r q ue est amos per na te um c on fl it o q ue f oi c ria ad o por indu sao rem, s on h os, e en tao pro ova ave le m n te al gum ps i, e al g uam es pe ci fic a indu sao q ue f oi feita ness e s en t id o

este considerando ao ser ligar esta sequência pelos fios de distintas imagens abordadas, aguas descontroladas, transferência e contra transferencia, o tema das possibilidades que levantava pela palavra em dia recente, a pie, como imagem de abuso ou não, pie tambem como comida, que tem sido veiculo de muitas desgraças como se tem vindo a perceber e desvelar em imensas situações, o tribunal das batas femininas, um outro fio de uma imagem da catarina , a quem um dia ouvi outrem dizer, que fora ela classificada como psicociclico, e que me levou aqui a desmontar estas tretas, de nada, me leva a perguntar, se a psi por detrás desta rotulo da catarina não será porventura alguma das envolvidas no rapto de meu filho

este co nsi id der ando a o ser li g ar e sta sec un cia p elo s fi os de di s tintas si mage ns ab o r dada sa das aguas descontroladas, t ra sn feren cia e contra t ra sn fer rn cia, o t ema dd aa p os sibil id ad es q ue l eva van t ava p el a pala av ra em dia rec en te, a pie, com oi mage made ria de ab us oo un cão, pie e eta tam am tambem, com o com id a, q ue te m s id ove ei culo de mui t as es g r aç aca s c omo se te mai ro vaso indo da primeira per ce be r e d es vela rem i m en sas si tua ç o es, o t rib un al das bta as fe me ninas, um outro fi ode uma mai mage made ria da aca t rina , katrina, primeira aqui do eu mu maio dia o uv io do vaso da cruz rem di ze rato, quadrado da ue for da primeira do el , primeira do ac lassi fi circulo da ad do ac omo psi coc cic lica, e quadrado da ue me l evo ua primeira do qui aqui , da ia ad espanhola de montar e sta st rato eta sd e nada, me l eva a per gun tar, sea primeira da ap da psi por det ra s desta ro t u lo da catarina n cão se rá por vaso da en tura al gum a da serpentes en vaso do circulo do primeiro do vaso , id ás do no ra pt circulo da ode me vaso da fil home do circulo

a ps psi sico da cic, sic, lica da bt da tura


ou seja, um traço psicótico que alguém sabe que outrem tem e que é despoletado , provavelmente montado num cenário inconsciente promovido por conteúdos de mass media, se calhar programados para esse efeito, passível de ser analisado pelos conteúdos que forma emitidos nas tvs a volta desse dia, que tem o azar e a sorte de despoletar um estado psicótico, em sonho que se trona negro real, ou ainda mais simples, um angulo como se pode deduzir da correlação das imagens, um ab angulo entre duas raparigas, por uma historia de amor, ou de insegurança amorosa, se calhar assim propositadamente feita, que tem a sorte de transformar a quem atinge numa bomba relógio

o use seja, um traço psi co tico q ue a l gume sabe, q ue o u t rem te mec ue é d es pole t ad o , pro ova ave lem n te montado num c en ar io inc on s c ie en te pro m iv do ppr conte u do sd ema ass media, se c alha r pro g ram ad os para ess e efe it o, p ass iv l de ser ana l iza do p el os conte u do s q ue forma emi t id os nas tv s a v o l t a de ss e dia, q ue t emo az a rea s orte de d es pole tar um est ad o psi sico tico, em son h o q ue se t ron a ne g ro negro rea al, o ua inda mais simples, um angulo com o se pode dedu zorro e rda co rr rç cortez sao das si mag n es, um abu angulo en t red ua s rp a rigas gás, por uma hi s tor ia de am o r, o u de in ze g ur n aça amo rosa, se c la homem ar as si made ria pr pe o sita dam am que mente feita, q ue t ema s orte de t rn as for mar a q u em a tin ge numa b o m b a r elo gi do io

é evidente que o pentágono foi só parte da operação e da sequência de eventos que se expressaram nesse dia

é e vi dente q ue o pentágono f oi s ó pr a te da opera sao e da sec u en cia de eventos, eve ev t os, q ue se e x press aram ness e dia

mas não se pode deixar de lado mais um sincronismo, a historia da tetra da tvi, que tem a ver com exactamente esta questão em seu traço geral, os cios

mas n cão se pode de ix ar de l ad o maís um sin c ron is mo, a hi s tor ia da t e rta da tv i, q ue t ema ave rc om e x ac ct ae mn te e sta q eu s tao em s eu t r aço ger la, os dos cios

nyum , assim ficou grafada a chave, remete tambem para ny, e primeiro dos v id é circulo do quadrado de este serpente

ny um , do s v id é o d estes, com o as si m fi co u f g ra fado a c h ave, rem n te eta tam am tambem para ny, e prime iro dos v id é cir culo doc vao ser p ene nete do vaso da pata ar ad o de este serpente


da Alemanha tambem o rapaz assim grande, falava de trocas de membros de coligações por questões na aparência pragmáticas, e dava conta das cores, amarelo e preta, que são tambem as cores, dos tais balões que uma vez na infante santo vi lançados e que de nov em dia recente alguém ali no mesmo sitio de novo lançou, ser land kann me home do rato, sp ds pp, assim o li, na imagem da tv

da al lem mna h a t am b emo rapaz as si mg rande, fala ava de t roca s d e men br os de coli g aç o es por q u es to es na ap rec ni a pr a gm a tica s , e d ava conta das cor es, am ar elo e pr eta, q ue são t am tambem às das cores, dos tais bal o es q ue um ave zorro na infant es anto vi lan ç ad os e q ue de n ov em dia rec en te al gume al ino mesmo sitio de n ovo lan ç o use ser land k anne me home do rato, sp ds pp, assim o li, na i mage made ria da tv

em israel, uma bandeira trazia a faixa azul de baixo como rasgadas, depois da imagem do delta e da fisga, ou seja remetendo para david, o europeu, que terá então sido afastado

em is ra do el, uma da ad do bandeira, t ar z ia a fa ix a az ul de ba i zoror do x com o ra sg gadas, d ep o is da i mage made ria do delta e da fi s ga, o vaso use seja reme t en do para david, o eu rop eu, q ue te rá en tao s id o a f as t ad o

o correio da manha, dizia que londres confirma a existência das contas, relativas ao freeport, ou seja parece finalmente que se chegou ao que sempre vos disse, procurai o dinheiro, e assim se desvelam as ligações e as maos dos actos

nao deixa de ser desvelador tambem esta informaçao aparecer no seguimento das tais enigmaticas declaraçoes do tal da mota

n cao de ix ad e ser d es vla da dor, tam am tambem, e sta in for maçao, ap par recer no se gui em men to das tais, br, eni vaso gm mat ticas dec la raçoes dot al da dam am do mo da ota

é que tudos estes factos de morte larga e sangue, seja de vez suficiente para que os cidadaos e os que dizem governar passarem de vez leis reais para controlar os movimentos de dinheiro sempre que por razao de segurnaça ou de investigaçao se justifique, que cada um pense , quantas mortes nao teriam ocorrido se assim já o fosse

q ue is to t u tudo seja de eve z r aza o sufe cie en te para quadrado da ue às cida ad es p ass em rea is legis la aç o es q ue au o tir ze made ria q u em de direito, fac, a c on t rola r na hor a os movimentos qua ando ne c ess sario ar do io, p o is um it o s na g ue ne m te ria z co r rid o se as si m j á fosse

estas putas corruptas que se dizem levar cargos da cidade, que sejam de imediatos suspensos de funçoes, pois se assim for, cai por terra, as tais ilusoes de nao trazerem alguma responsabilidade neste assunto, e sem prejuizo de acusaçoes formais

es t as das putas corruptas, pt as, que se di ze ml e vaso ra c argos da cida ad e, q ue sej am de imediatos, marinha, s us pen s os de fun circulo cortez oe es , p o is se sea ass si em for, ca ip por terra, às tais,br das ilusoes, dena nao rat az ze ema al gum ar es ponsa vil li dade nest e ass s en sun t oe se mp pr re juizo, de ac isa usa ç o es for maís