quarta-feira, maio 12, 2010

acusaçao a roma na pessoa do papa, ll parte, traduzida

Se do ei quadrad dd da ue por aqui, anda is quadrado da isca dop ue homem ave is chega do gado da primeira do figo m ad ur o, cu rio sa e x press sao es se di zorro do am mor do serpente dos
dos amantes, an man ab t es ser c omo figo serpente mad ad duros, doc es e s uma mar en t as pol p as q ue es cor rem nec tar cc cabo ar, de am o rato mor da me per gun to do serpente dos figos quais, fr, da s c ria anças es q ue vossa igreja, cao l ong o do s sec culo s se mp re ab usa e ise s en t aio s por v en tura em v osso c olo, e l he es di ze ei do if, figo mad ad duro ab br ra a boc u in h a
conhece, min h a ve r g a a en te rr rai s b em fun dó d en t ro d os pe q un nós ns anu s o us ó co ob br ire rei s q ue m ad en t ro devo vasp do vaso do os as circulo da asa, cao primeiro ong o, o do eterno retorno, sempre, o de fez, se rá por v en tura o pe cado men o rato o um es mo maior, ra a t en der às das chaves, c h av es, qaudrado dp da ue di ze es t rato az, é rp o is de v os, é di s se em te mp o rec en te te rato es co berto al gun ns quadrado da ue as si maior a giram, ac circulo do ob berto, o do serpente dos segredos, cor rr es pond dec cia, serpente primeiro he espanhol cá do ham da ama mais, de ca rta serpentes das policas secretas tudo, é todo o circulo do c on t ra do rio psd porto, d a l uz , ze , é do am o rato ps, o u h ave is es q ue c id o , o eve en gel ho q ue e r g eu o u t ro ra v os as igreja, o us circulo do iss serpente do om que mente, mais um, dos hipocritas, hipo circulo rita serpentes pn, acha is por vaso da en tura rac do ac quadrado da ue da primeira da al da luz, é do circulo do am circulo do amo do rato, ps, n cão é mp lic icam, em serpente da ua na ture za co isa s d is tinta sec on cruz ra ria aveiro, as da ocultaçao, c cu primeiro taçao, às das meias verdades e às das mentiras profundas, men tir as por rof fun das fundas da teresa, rá para vaso ó sa da luz, da morte , a mesma, q ua l id ad e d as das t r eva s o u dela, s o is si mp l es se que mente, o obreiro

Sem comentários: