quarta-feira, maio 26, 2010

ainda sobre queda do aviao na india e outros assuntos de terrorismo aqui e no mundo

5 8,5 MB (61. 3 8 7.95 4 b y t es)

a inda s ob re queda do avai aia , o n a india, é outros ass un t os de te rr o r is mo a qui e no do mundo

quando parei no final a gravaçao deste video, sendo que existe uma antes, quase em seu final, pois acabara a bateria e tive que mudar a camara para a corrente, olhei o tempo no visor e marcava 101, 11, 01, 101 do onze, circulo do primeiro, e depois ao ligar a camara de novo para a trasncriçao, a fita se move sempre, e assim mais li nos numeros, o circulo do segundo do 17, primeiro set de dezembro, o de noventa e nove, estrela

qua ando pa rei no fina l a g r ava ac sao es d este v id deo, s en do q ue ue , e xis te uma ant es, q use em s eu fina l, p o is aca bar a a bate da ria, ave iro, é teve ti, q ue mu da rac ac cama ra para primeira co r r en te, o l he io te mp o ni ov iso r e m arc ava 101, 11, 01, 101 do onze, c irc culo do primeiro, e d ep o isa sao es li gara cama ra d e n ov para a t ra sn c ri sao es, primeira da fita se maior ove sempre, é as si maior mais, fr, lino s nu mer ero s, o c irc culo do segundo do 17, pr rim mr do rio, porto, psd, set de d e s em bro, o de no p venta e en ove, estrela rea rata dela

ontem ainda no desenvolvimento da imagem da leitura da queda do aviao na india, e de um vaso que assim foi preparado, um passaro me apareceu , poisou em cima de um dos picotos em frente ao lado direito da fachada do mne, e me mostrou pelos movimentos, o laço do falo, pois os picos ontem assim se desvelaram simbolicamente nesse olhar, no eixo do picoto onde o passaro poisou tres carros, um deles diza opel, mb invertido, o invertido mu i ti do banco, o cn ab o d t i u m

on te ema ma a inda no do desenvolvimento, ti, da ima ge maderia da lei tura da queda do avia o na india, é de um vaso, q ue ass si maior fo do oi do onze pr epa rato do ado, um passaro rome da me ap ar e c eu , p oiso vaso em c ima, de um dos pico, azor, t os em fr en te aol ado di rato ps ie t o da faca h ad a do mne, e me mos t ro u p elos mo vi men t os, o l aço do falo, p o is os pico os on te m ass si maior se d es ve o vaso si mb o lic cam am que men, te ness e o l home da ar, no e i x o do pi coto onda on deo passaro p oiso u t ratos es carros, um deles d iza o pe k la, mb invertido, o invertido mu i ti do banco, o cn ab o d t i u m

encontrei ontem um pedaço d carato canelado enfiado no banco do jardim, onde se costumam sentar os rapazes, sem nada que vi agora se reflectir na minha camisola do picasso, onde nos grafitis, se lia, circulo do rato, os ps, e do mne, onde em dia recente nos passes que narro em conversa anteriro, um outro que por vezes ali aparece, tambem queria musica, e ainda um ticket ca carris, carrils, como aparecera em imagem nesse mesmo vido, relacionado com os bums, da papelaria medalhas e noviedades, em caso, louco, do ano de, ano oma mali cia , é ob br riga gato ria aveiro, a ap pr pre resen en tacao, de este , recibo, um bela vatar da raapriga de uma serie da foz que recentemnte comentara no cartaz, a que comia uma maça por la no final da tarde com acabelos de leoa, assim a fizeram a meus olhos aparecer

outros assuntos qui neste video, a morte de saldanha, a cruz antiga de alcantara, kleber de novo, a brisa, o roubo do conceito da via verde, o tal tribunal das medicas mandadas pelo cds no hospital do campo santana, interpelaçao ao bandido balsemao, e outros pormenores

outros ass un t os qui nest e v id deo, primeira morte de saldanha, a c ru zorro anti tiga gade alcantara kleber de n ovo, a br isa, o ro ub o do conceito da via verde, o t al t rib un al das medicas, man dada s p elo cds no do hospital do campo santana, inter p dela , ac sao es cao do bandido balsemao, é o u t ro s por men o ratos es

sendo que a todos recordo que depois ao pe do hospital se deu uma morte de picareta, em anos, anso, recente, rec en net s, no me io d e sta g rande confusao

s en do que ue da primeira dea de todos, record o q ue d ep o is sao pedo do hospital, ho sip pt da al se d eu uma dama do dam morte, rte , de pica car eta

portanto pressuponho ou ser esse cabrao que ontem aparecia, am bul cia, no telejornal, ou entao alguem que ele sabe bem quem foi, acusaçao, seus filhos da puta que se dizem autoriedades, neste pais de merda!!!!!!

porta, cds, anta da ant no c irc culo desse circulo, pr ess u p on ho o use ser desse cobra, do c ab ra o q ue on te maior ap ar e cia, am bul cia, no da tele e do jornal, o u en tao al g ue maior q ue dele, sabe, bem quem foi, ac usa s º cao, se us filhos da puta, q ue se di ze maior das autoriedades, au tori ed ad w es, nest e pa s id de merda!!!!!!

Sem comentários: