terça-feira, maio 18, 2010

à senhora vega espanha, continuaçao

http://dn.sapo.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=1572047&seccao=Europa


Espanha Ministério Público pede absolvição de Baltasar Garzón

por Lusa

Ontem

O Ministério Público espanhol pediu hoje ao Supremo Tribunal a absolvição do juiz Baltasar Garzón no processo de prevaricação aberto por se ter declarado competente para investigar os crimes do franquismo. Este processo levou sexta-feira o Conselho Geral do Poder Judicial (órgão diretivo dos juízes espanhóis) a suspender Garzón provisoriamente.Na carta que o Ministério Público enviou à divisão criminal do tribunal superior, os procuradores afirmam que os factos de que Garzón é acusado não constituem crime.O Ministério Público indica que "sem crime e sem autor, não é possível pedir a imposição de qualquer sanção".

Es p anha do mini s té rio do público, o pede, ab sol vi ção es se do baltasar G ar da zón da por Lusa do angulo usa sado on te maior, O do Mini s té rio do Público, o espanhol ped di vaso do home do jornaleco, oje, cao supremo do t rib un al, primeria mira ab sol vi ção es, do ju e zorro do baltasar G ar zón no pro roc c esso de pre eva ric aç são es ab e r to por se teresa dec lara ad o co mp pet en te para in v es tig ar os c rim es do fr anc u is sm circulo .Este, coordenada geografica, para que fique claro, perante os obtusos, pro roc do esso, l evo vaso do da sexta-feira, outro jornaleco, o do c on se l h o Ge ratop al do pode der Judi cia l (órgão di re t ivo do s j u íze es es pan hó is) a s us pen der G ar zón pro ov iso ria am que mente.Na aca da carta do ca da rta, q ue o Mini s té rio do Público en vio u à di visão c rim ina l do t rib un al s up e rio rato do os pro roc cura da ad dor es a firma maior do q ue os f ac atos deque eu G ar zón é ac usa sado n cão co ns titu em c rato do crime.O Mini sté rio do Público indica q ue "se maior do crime, é se maior do au tor, n cão é p oss ív el ped di ra im posi sec são es de q ual q ue rata da san são es".


Assim reza a noticia do dn de hoje, correspondente ao link acima, e com transcrição integral dp texto, antes que as putas do dn, o alterem on line, como já fizeram algumas vezes, o que prova mais uma vez que escrevem para mim, eu que na aparência não existo, e que continuo com o meu filho roubado à cinco anos, direitos e tudo, puta que vos pariu, morrei, terroristas cobertos pelas autoridades, que assim iguais e responsáveis se tornam, e portanto a assacar responsabilidade criminais!!!


Ass si m r e za primeira do ano not tica , a do dn, de h oje, cor r e pond dente cao lin ka ac ima, é com t ra ns c riç sao es sin inet gral dp tex to, ant es q ue às das putas do dn, o al teresa rem o n l ine, c omo j á fi ze ram al gum as v e ze es, o q ue por v a mais uma ave zorro q ue es c reve eve maior do para da mim, europeu q ue na ap pre c en ia n cão é xis to, é quadrado da ue conti nu o com do circulo do me eu fil ho , oroub bad ad o à cio n co ano serpente em 2005, direito se tudo, puta quadrado da ue vaso do os do pari vaso , mor rei, te rr o ray ista s co be rt os p el as au tori ed ad es, q u ie as si mig au ise r ep ps on s ave is se set do torn da am, e porta, cds anto a ass s ac ar r es ponsa bil id ad e c rio om mina is!!!


senhora, vega, abri o meu email agora mesmo, e para meu espanto, visto as instituições democráticas aí nesse creio ser um país parecem decalcadas daqui, vide as enormes competências, demonstradas e provadas da vossa excelente compreensão, dos sistemas informáticos, e mesmo da ausência do mail aqui da vossa embaixada, coisa que obviamente, não daria jeito , para prender o tal da embaixada daqui, responsável pela dp, a de atocha, certamente, que o espírito me desvelou ao escrever -lhe a primeira missiva, continuo sem , nem aviso de que a recebeu, nem resposta, portanto terei que deduzir, embora o prazo que vos dei termine só amanha, que não pretendeis honrar vosso cargo, como alias, o espírito acaba de me desvelar, acima, que preferis entao, cobrir os terroristas

s en hor ave da vega, ab rio psd poto, me vaso ema dele, do agora me sm oe para me vaso es panto, vi s to às das instituiçoes demo c rat ti cas aí ness e c reio ser um do país, tvi, pa recem dec al c ad as, a daqui, de vide, ás en o ratyos mes co mp pet en cia s, demo sn t ard as e pro ova ada s da v os sa, é x cele lente co mp re en sao es, a dos sis t ema sin for mat ticos, é o me sm moda au s en cia, o do oma ie dele aqui, o da vossa embaixada, co isaque ob via am que mente, n cao da ria je it o , para p ren der ero t al da embaixada daqui, r es ponsa ave dele p el a dp, a de atocha, ce rta em net, q ue o es pe it o me d es velo lou cao es c r eve rato traço ingles -l he da prime ira miss iva, conti nu o se maior , ne mairo av iso de q ue da primeira rec e beu, ne mr es posta, porta anto teresa rei q ue dedo uz ze rato, rem em bora do circulo do pr azo q ue vaso do os dei, ter m nine s ó am manha, q ue n cáo pre t en de is h on rato ps ar vaso do osso c argo, c omo alias, o es p ei to aca b ad e me d es vela rato rac ac ima, q ue pre efe rato do is en tao, co bn rato iro serpente dos terroristas


deveis andar a prtender brincar e provocar as gentes quando dizeis que não existe crime nem autor, nestas capas multiplas com que cobrem os que na verdade estao sem cima da mesa, ou terá sido a morte de duzentos em madrid, uma ilusao, seus bandidos, morrei!!!


d eve is anda ar da primeira pr ten der br inca re p or vao , mario soares, car as genets qua ando di ze is q ue n cão, é xis teresa c rime ne maior autor, nest às das c ap as mul t ip la s c om q ue cobre rem os q ue na ver dade es tao se mc ima da dam am da mesa,madrid, o u teresa rá s id o da primeira da mo r te, a de d uz en t os em madrid, uma mai lusa sao cao, s u es ban dido s, mor rei!!!

e depois temos ainda outros crimes neste contexto especifico de que vos falei na ultima carta, sendo que no entretanto mataram mais um jovem aqui em portugal, à conta do cios do bando do dn e consequentemente da santa aliança entre o ps e o psd, e como angela markel, pois para alem da ajuda dita financeira, depois se continua a discutir quem tem a responsabilidade na grande matança do suodoeste asiatico, que bestas sois tudos, que o inferno vos seja quentinho!!!!


e d ep o is t emo sa inda de outros crimes, nest e cio n tex to es pe cif i co de q ue v os fal ei na u l t ima ca rta, s en do q ue no en t r eta anto mata ram mais um j ov ema aqui em portugal, à cona td o cio s d o bando do dn e co nse q u en te mne net da s anta al ina aça es en tyre, é onda do circulo do pse , o ps dec omo da angela mar kapa dele, p o is para al lem da da, ajuda, a dita fina ac ei rta, d e posi se conti nu a ad is cu t ior q ue maior t ema primeira r es ponsa b ei el di iade na g rande natança do sudoeste asiatico, q ue bes t as s o is tudos, q ue o in fe r n o v os seja q u en tinho!!!!


chamo-lhe a atençao, visto a vossa inteligencia me parecer pelos factos já relatados, diminuta, que entre outros crimes, constantes da primeira missiva em tres partes, para alem da grande matança, um outro nome aflorou no meio da palavras, uma morte antioga, que de alguma forma se prende com barcelona, a do pedro elosegui, elosegui, é o nome que no texto apareceu, elo da se do gui, dog vaso i


c ham am amo do traço ingles l he, primeira a ten sao es, vi s to primeira v os sa in tele gen cia da me pa recer p elo s f ac atos j á rato ps dela ata ad os, dim in u t a, q ue en t re outros cir mes, co ns t ant es da prime ira miss iva em t r es p art es, para al lem da g r a bn , a de matança, um outro nome a flor circulo da un do circulo da me is da pal av ra serpente, uma mo irt e an t io gato da pr time ira do primeiro , quadrado da ue de al guma forma se p rende com de barcelona, a do pedro elosegui, elosegui, é o no mec q ue no te z x to ap a receu, elo da se do gui, dog vaso i


ah gostei muito de ver esse palhaço que se diz primerio ministro aqui, a ser recebido em vossa casa, com abc por detras dele, a lembrar não so periodicos, mas tambem outros antigos assuntyos, a falar mal e porcamente espanhol, de mao no bolso, a dizer que tinha encontrado parceiro, o passos, o louco do coelho, para dançar o tango e outras baboseiras assim indiscritiveis, como às imensas e estranhas qualidades extraterrestres dos treinadores de futebol portugueses, onde para alem do focado, deveremos incluir a confissao de jesualdo ferreira depois da morte de mais um jovem aqui, na verdade, as putas do ps aqui e aí, parecem poder dançar muito bem o tango, pois trazem a mesma altura moral, a de anoes, sem ofensa aos verdadeiros


primeria do homem g os t ei mu it o de eve rato ps, desse palhaço, o que se di z prime rio do pm , min s it ro aqui, primeira ser rec eb bd id o em v os sa c asa, com do abc por det ra serpente dele, primeria lem br ar n cão s o pe rio dic os, mas t am tambem outros antigos ass un t y os, a fala rato do m al e porca cam nt y, é espanhol, o da ema da mao no bolso, a di ze rato ps quadrado da ue da tina do homem en circulo on cruz rato do ado, par ce iro, do passos, o louco do c ole ho da p, para dana aro do circulo do tango, é outra b ab os eiras ass si m in di sc ri t i v es si, c omo ás em en sa e est r anhas q u ak li d ad es, é x t ra te rr est ratos es, o dos t reina ad dor es de fu it eb o l pro tugue s es, onda para al lem do fo cado, d eve remos sin inc lui ra da c on fi s sao de jesu aldo fe rr ie ra d ep ois da m orte de mais um j ove mna ver dade, ás das putas do ps aqui e aí, pa r ac cem pode der dan ç ar mu it o b emo tango, p o is t ra ze ema primeira da mesma , al tura mor ala de ano es, se maior da ofensa a os ver dade iros



ah tambem projectaram pelo eter, um voz aparente femenina, que dizia, matas te me o filho, eu ouvi , e nem me espantei, pois conheco bem vosso processos e formas de projectar assim sem forma e sem rosto as vossas acusaçoes de ar e vento, como bons cobardes que sois, para tentar os cios e nas veze foder a inocentes, curioso, foi quando andava navegando por vossas terras, me ter lembrado de uma bela rapariga que já nao via ha muito tempo, e que me lembrei de ter estado gravida, e de até na altura a ter cumprimentado, pelo contraste da imagem dela gravida a passar revista às tropas, e nao é que dei com ela, assim numa foto sentada a uma mesa olhando em frente com alguem a seu lado, e uma face de tristeza, ou de quem tinha sida apanhada em alguma contra mao, nao da natureza da ministra inglesa de outrora de carro, fiquei a pensar na historia do sonho dos comandos especiais ao sul, quem sabe a levar crinças alheias como parece ser o habito dos que se dizem socialistas, como amplamente provado!!!


a hp mem t am tambem por ject tara aram ram am p elo é teresa, um da v oz ap ar ren te fe me nina, q ue di zorro do ia, mat às teresa meo fil ho, eu o uv ie ne maior me es pan tei, p io sic on he co b em v osso poro roc esses se da forma , de por ject da ar as si maio em forma se mr os to, às v os sas ac usa ço es de ar e v e n t o, para t en tar os cios e en ás v e ze fode der a ino cent es, cu rio s o, fo do oi qua ando and ava navega gan do por v os sas te rr as, me teresa kapa lem br ad , o de uma bela rapariga q ue j á n cao via homem serpente cruz primeira há muito tempo, é q ue me lem br ei de teresa do estado dog r av id a, e de a té na al tura, primeira teresa cu mp rim en t ado, ep lo do contraste, graficos, da iam mge maior dela, g r av da a p ass ar r e vaso do ista às das t r opa s, e n cao é q ue dei com dela, as si maior nu ma f ot s en t ad a a uma da mesa, madrid, o l h ando em fr en te c om al g ue ema s eu l ad o, é uma da face, de t r is te zorro do xa, o vaso de que maior da tina hp da sida, apanhada, em al gum ac on t ra mao, nao da na t ur e za da min s it ra inglesa de io u t ro ra de c arro, fic ue ia p en sar na hi s t or ia do s on h, o dos comandos especiais cao do sul, q ue maior, sabe, priemira al eva rc rin ç as es ala h i e ás c omo pa rece ser do circulo do h ab bit o dos q ue se di ze maior dos socialistas, c omo am p lam am que mente, o pro da ova do vao, do assassino do mario soares!!!

e ainda anda por aqui um outro pormenor, a ressoar, pois evocarqa filepe goncalez, e me lembrei da sua ultima visita dele aqui com um loirinha que mostraram no telejornal, que trazia uma saias, com o mesmo motivo, do motivo do papa, e de um pano em negro da tal vizinha de cima, da casa das putas, que era por assim dizer, o negativo do primeiro, em dia recente estava já dormindo, quando acordei com a voz dela que entrara, antes ouvira, por um passe, um som como de uma mosca muito grande, depois, ela a dizer em ingles, my god, como se alguem lhe tivesse mostrado uma pila muito grande, pois estava nesse passe acompanhado, e em noite seguida, ainda com um outro ingrediente, o que prova a implicaçao do mne, nisto, pois ao passar no portao, de la saiam pela nouite dois militares, aos berros, mas uns especificos berros, como se tivessem montando uma rapariga tambem nesses dias ouvi, que a de aço, se tinah mijado pelas pernas abaixo, que tinha sido ameaçada, que percebera que isto era à seria , tudo muito estranho como ve, se acrescentar ainda a linha da rapariga que descia como aflita em dia mais ido pela av infante santo abaixo


é a inda da anda por aqui, de um outro por men o rato ps, a r esso daar, p o is evo car q a fil ep e do goncalez, e me lem br ei da s ua u l t ima v ise sita dele aqui, com um loi rinha q ue mos t r aram no do telejornal, que t r az ia uma s aia sc om o me sm o mo t ivo, do m ot ivo do papa, é de um p ano em negro, d a t al vi z in h ad dec c ima, a da casa das putas, q ue e ra por ass si maior di ze ero ne g at ivo, o do primeiro, em dia rec en te est ava j á dor min do, qua ando aco r dei com da primeria do v oz , a dela, q ue en t r ara, ant es o uv ira, por um p ass e, um s om c omo de uma mosca mu it o g rande, d ep o is, dela, primeira di ze rem ingles, m y g o dc omo se al g ue ml he t iv esse mo st r ado uma p ila mu it o g rande, p o is estav ness ep do p asse ac om p anha do, e em no ite se guida, a inda com de um outro ing red di w en teo q ue pro ova a i mp lic caçao do mne, ni st o, p o isao p ass ar no da porta ode dela sa iam p ela no u it e do is militares, aos be rr os, mas un s es pe ci fi cos be rr os, c omo se t iv esse em mont ando uma ra pa riga t am tambem ness es do dias, psd, o uv i, q ue primeira de aço, se tina homem mi j ad o p delas pernas ab aixo, q ue tina homem s id o am e aça es da, q ue per ce br a q ue is to e ra à se ria , tudo mu it o est ran j ho c omo ve, se ac r es cen tar a inda a lina hd a ra pa riga q ue d es cia c omo a fl it a em dia mais id o p dela da av infante santo aba ue x do xo


depois como cereja no bolo, a capa do jornal dos bandidos do dn, ontem , depois da minha carta, se via uma foto de rajoy cabeça para baixo, com o zapatero ao fundo assim meio desfocado, ao lado da noticia sobre espanha,que dava conta que ao que parece segundo as tais sondagens, a direita estava forte como nunca, uma noticia sobre o tribunal de menores de Lisboa, e pensões e por ai fora, portanto, parece senhora vega, que o que ali se diz somando, é que então o senhor rajoy é o mandante do roubo de meu filho, na puta do tribunal de menores, que se diz juíza, sob as ordens igualmente do mario soares, em que ficamos, senhora, queira confirmar, para eu poder proceder a acusação, aguardo vossa resposta até amanha, antes de lhes lançar maldição

d ep ois c omo cere j ano do b olo, primeira da c ap pado ad circulo do jornal dos bandidos do dn, on te maior , d ep o si sida mina home ca rta, se da via, uma f oto de ra jo y cabe beça para ba ix o, com do circulo do z a p a t ero cao fun do as si mme io d es foc ad o, aol ado da ano not ti cia s ob re espanha, q ue d ava conta q ue cao q ue par ee do segundo , às ata s ue s on da g en s,a di rita et ava f orte c omo n un ca, uma not ti cia s ob reo t ri b u n ak l de men o ratos es de lis boa, e pen s o es e por rai for a,p orta anto, pa r ac e s ene h rato ps a ove da vega, q ue o q ue dali da is se di zorro s om ando, é q ue en tao do circulo do sn hor rajoy é o man dante doro ub bode me vaso fil ho, na p o u t ad o tr in un al de men o r es, q ue se di zorro ju iza, s ob as ordens, i g ua lem n te do mario soares, em q ue fi cam os, s en hora, q u we ira c on fi ima mar, para eu pode der pro roc e de r a ac usa sao es, a g ur ad ovo os sa r e sposta a té am manha, ant es de l h es lan ç ar ma l di sao es

imagem da nato me mostrou a cobra em cima do cavalo, o maconico , o sao jose, terreiro do paço, onde tres morreram, a ligaçao do do banco, com o tal cavaeliro das canarias, assim parece ainda somar

ima mage en da ana da nato me mno st ro ua cv o bra em c ima do ca v alo, o maconico , o sao da jose, a liga ç ºcao do do banco, com o t al c ava el iro das cab bn aria s, as si maior pa rece a inda s om mar da ar

quero o meu filho de volta , seus caralhos de merda, pedofilos e terroristas, e sua puta mor, falando ontem de imperativo moral , que cabrao sois, seu pedofilo, que nisto participeis e cobris, e vos dizeis presideñte desta republica, para ter imperativos morais, era preciso ter moral, e para a ter, não seria bandido e pedofilo e ladrao de filhos alheios, cumpra a justiça, por imperativo moral, sua puta, cavaco silva , ou desapareça de vez de cima da terra, sua puta !!!!

q ue ero om eu fil ho devo l t a , se us car l h os de merda, pedo filo se do ste sete , o dos terroristas, é s ua da puta mor, fal ando on te madeira , de im ep pr rat ivo mor al , q ue c ab ro aso is, s eu pedo filo, q ue ni st o p art tic ipe ise co br ise v os di z we is pr es sin det e de sta r e publica, para teresa im pera rat t iv os do morais, é ra pre do ciso teresa mor da al, é para primeira da teresa, n ão se ria bandido e pedofilo e ladrao de filhos alheios, cavco silva, cu mp ra a justiça, por im pera rat ivo mor l a, s ua puta, c ava co do silva , o u de sapa rec ç es ad e eve zorro dec ima da terra,br, s u a p u t a !!!!

Sem comentários: