domingo, junho 13, 2010

oiço
e
leio

a
bela
dançarina
de

magoado

a
bela
enfermeira
de

magoado


a
vizinha
ali
estava
na
loja
dos
cigarros
e
legumes
dos
paos
dops
falos
como
sorri
o
rapaz

vestia
à
mad
dos
dias

fato
treino
branco
nylon
chocante
com
a
taça
das
quinas
portuguesa

pedi
dois
maços
de
sg
ligths

disse
ao
rapaz

take
20

meu

ao
sair
me
mostrou
os
legumnes
verdes
das
cenouras
ruivas
da
potuguesa
selecçao

a
causa
da
dor
no


no dia de portugal, a bestinah do diario da mentorisa da clarinha, começava o programa fazendo dois riscos, de que, o que riscaria, se nada riscava, os bailarinos dançavam em braga, uma homenagem aos bailados russos, rodavam uma em efeito ado, e um pormenor fora assim acrescentado , a propor uma leitura subliminar, morrei no inferno tracejadores do diabo

o espirito diz, nao acrediteis em nado do que dizem, mentem todos

nado, nada, nado dizia o que se diz general , que nao cumpre a lei , ao entrar para o encontro dos bandidos no lugar sagrado do mosteiro de belem, a europa é um nada, fazei entao alguma coisa, seria o expectavel dos homens que juram cumprir a defesa de portugal e do regime democratico e do estado de direito, mas a prova está feita

dizia me o espirito, da lhes tres dias, eu em mim me perguntando para que, tres dias mais, se como de costume, sao cumplices de ladroes de crianças e bandidos terroristas de estado

os rtres dias se cumpriram na explicaçao de uma morte de uma criança, e depois as bombas estoiram como de costume, ainda ao fundo desta vez, por esta vez,

Sem comentários: