quinta-feira, outubro 21, 2010

continua a mentira e os passes hipnoticos, nove, e a mortes em pagamentos por conta entre os bandidos, 2

ah querida cisninho, também a encontrei, veja lá que nem sabia que a menina aqui estava, tinha acabado recentemente de colocar aqui um clip seu como beijinho, mas andava certamente em outra lua qualquer, como ve os cães se comem uns aos outros, e na aparência a justiça olha de lado neste pais de merdosos, sabeis como eu gosto de si, e achei muita piada, à letra do sua canção,  sobretudo quando diz, com subtil ironia que é muito escandinava na sua presunção e organizar a liberdade, mas certamente que sabe bem organizar a sua, organizar a de outros é que na verdade parece ser sempre um pouco mais problemático

a h q ue r id a cis nin ho, tam am tambem primeira en c on t rei, veja láque.laca,  ne maior,  sa bia, sabia,  q ue primeira menina do qui est ava,  tinha aca b ad o re en te maior n t e de c olo car au e um c l ip s eu c omo bei jin h o, ma s anda ava cera rate maior nt e da onda em outro da lua q ual q ue rc omo v e os caes se com em un sao serpent de outros,  o u t y r os, e na a p rec cna ia da justiça o l h ade del lado neste pais, tvi,  de mer do ossos, s abe is c omo eu g os to de si, e ac he i mu it a pi ad a, á le t r ado s eu c l ip sobretuo d qua n dó di zorro, com subtil ior ni a q ue é mu it o es can dina da via na s ua pre s un sao e o r g ani niza r arto ps  a liber dade, mas cera rate maior nete q ue , sabe,  be m or g ani niza ra s ua, o r g ani zara deo de outros,  é q ue na verd ad e pa rece ser se mp re um pouco mais , fr, por rb lem ema primeiro tico

ouvindo com atenção , parece que escuto, assim, sou rá, aquele que pr es s u pos t a m e n te, se transforma, ou da sede dos trasnformers, em cores reais, azul, assim tipo fcp e também madrid, e depois acrescenta assim com sua face malandrinha que não sabe é quando trás de novo os goddies, os bens, sabe, a suma que ficou a ressoar em mim, foi que estes bens de que falamos são, os filhos roubados

 o uv vaso indo com a ten sao es , pa rece q ue es cu to, ass si mao do s o vaso do rá, a q u dele , leque pr ess u posta em nte da se t ra sn forma, o vaso  da sede dos t ra sn for mer serpentes, em cor es rea is, azul, as si ma t ipo fcp e eta tam am tambem em madrid, e d ep o is ac r es cent a as si maio mc om s ua da face mal lan dr da rinha q ue n cao , sabe,  é qua n dó t r as de n ovo o s g o dd ie s, os ben s, sabe, a s uma q ue fic ou  a r esso da ar em mim, f oi q ue estes bens , deque f al lam amo s sao, os fil home serpenet circulo  ro ub bad ad os

vela lá que acho que ainda não lhe contei, mas essa bela planície alentejana, que me remete para memoria do primeiro festival de jazz que organizei no Alentejo há muitas muitas luas trás, sempre eu disse a muitos que dava um belo lugar para festivais e veja lá ainda que quem lá os faz é o filho terrorista do cavaco silva

vela lá,  q ue ac hoque a inda n cao dele,  conte ei, ma serpente  dessa cobra da bela p lan ani  cie da alentejana, q u e da me reme te para me mor ia do prime iro do f es t iva l de j az zorro q ue o r g ani nize ei ino al len do tejo homem acento da primeira há muitas muitas luas atras, se mp re eu di s se a mu it os qe d ava um b elo lu g ar para f es t iva ise do veja lá a inda q ue q ue ml á os f az é o filho te rr o r is rta do cavaco silva




depois, a vi agora numa pequena foto, a mostrar-me as fibras opticas, e por esta que tirei ao lado da sua no jornal dos bandidos, o resto da soma parece aparecer pois a imagem me  mostra o pórtico das duas colunas da tmn, que é como uma cruz que abana de um lado para o outro, quase como um pêndulo, e se vir bem, ali esta acima uma sugestão de mergulhadores assim tipo submarinos, com uma boia anel muito grande tipo canga no pescoço de um rapaz ao lado de outro tipo com um botija de gas para  leitos ,a menina, esta sempre muito bela, com esse seus vestidinho que lembra cumes da america latina, e o ca do mane, parece que também cantou o fado, a ressoar em outra palavra dos fantoches políticos hoje nesse jornal a falar de destino associado ao orcamento, quem diria, destino de mortes, que eles matam, leio ainda da mão dc com do Hunter o u All,  is Fu do ll o f L ove da primeira , assim sugerem a letras dos bandidos sobre o artigo que fala de si

d ep o isa vi do agora numa pequena f oto, a mo st r ar do traço da inglesa me ás das fibras o pt icas, é por desta,  q ue tir rei cao lado da s ua no do jornal dos bandidos, o r es to da s oma pa rece ap ar e cer rp p o isa iam mg ge me ms mo st ra do circulo do port ico codas de duas cok l us da tmn, q ue é c omo uma da cruz q ue ab ana de um lado para do circulo do outro, qa use c omo um ped dn u lo, e se vi rb em, ali desta ac ima uma s u g est cao de mer g u l h ad dor es as si maior t ipo s ub marinos, com uma boi a a e n l mu it g rande t ipo can g on o p es coço de um ra p az cao lado deo u t r t ipo com um boi t jade gas para  leitos ,a menina, é sta se mp rem u it o b dela, com esse se us v es t id din hoque lem br a cu mes da am erica la t ina, e o cado mane, pa rece q ue eta tam am tambem can to u o fado, a r essa o rem em outra pal av ra dos fan toc h es doso poli ti coc home  oje ness e jo rn da al, primeira fa a l rato  de d es tino as soci ad o cao orca men to, que maior da di ria, d es tino demo mortes rtes , q ue deles mat am, lei o a inda dama da  mao dc com do hunter o u all, do  is fu do ll o f L ove da primeira , as si maior  s u ger rem, ema primeria das letras, le t r as dos ban dido s s ob reo s eu art ti gato c irc culo

sabe esta historia dos goddies, ou do filho roubado de novo aflorou em linhas sobre o 911, e mais uma vez apareceu LA, a relembrar as linhas de um filme do spike lee onde se lia que o bill gates, do porta , cds, circulo, portanto mais parece um outro gates, trazia um filho meu, e mais recentemente ainda a linha do valor da virgula, na altura da escritas das lamas no brasil

s abe desta hi s tori ad os god dd ie es, o u dos fil h s o ro ub bad ad circulo   de n ov a flor ru em linhas s ob reo 911, é ema  mais,  uma v e z ap a receu LA, a r dele , lem da bara as das linhas de um fil med o sp i ke lee onda da se li a q ue o bi ll gates, do porta , cds, circulo, porta nt o massi pa rece um outro g a t es, tr a z ia um fil h o me ue mais rec en cent e mne net a inda da primeira  linha do circulo da ova do valor,  davi  rato da gula, na al tura da es c ritas das lam as no bras si prike me iro

bela cisninha, se quiser cá vir comer uma ceia depois de cantar, sabe que será sempre bem vinda, com escamas ou não ou mesmo assim assim, se tremer muito tipo blur, eu a hipnotizo assim em versão doce docinha

b dela cis nin h ase qui ise ser cá vi r co mer uma da ceia depois de c antar, sabe,  q ue se rá se mp r e b em vaso inda, com es camas o un ~cao o vaso do mesmo,  as si maior massi ms, se t reme mer mu it o t ipo b  lur, eu a hip not izo a ass si maior em ver sao doc e da cinha

e veja lá bela cisninha de meu coraçao, ao lado encontrei esta antiga noticias que nao me tinha dado conta pois nao ando a ler jornais de bandidos, a nao ser para nas vezes os apanhar

e eve  vela do veja,  l á b dela sis nin h ad e m eu cora raçao, cao lado en c on trei  e sta antiga not ti cia s q ue n cao me tina hd ado do poker,  conta p o is n cao anda da primeria da ler, a do jornal, dos bandidos, is de bandidos, a na o ser para nas v e z es os a p anha da ar



que bela estais feita gatinha nesse belo sofá, e nem eu sabia que voltara aos palcos, eu tenho um assim mais ou menos parecido mas em vermelho , se quiser eu faço tipo esses pelinhos doirados e dedilho com os meus dedinhos o texto desse belo que vai representar, claro está para a ajudar a memorizar as linhas, ah que me dá assim uma vontade de ... toda , todinha, quando a vejo assim feita gatinha, a olhar para mim

q ue b dela es tais feita g a tinha ness eb elo sofa, e ne maior do eu sa da bia q ue vol da tara a os pal cos, eu ten ho um ass si maior do mais,  o u men os pa rei id o mas em vermelho , se q u ise ser eu f aço es t ipo esse pe linhos do irado se de di ilho com os me us de din h os o tex to de esse b elo q ue va i re p re s en tar, c  laro e stá ap ara primeria da ajuda ra me mor iza ratas as linhas, a h q ue me d á as si maior da uam von  t ad e de ... toda , to din h a, qua n dá da primeira do vejo as si maior,  feita,  g a tinha da primeri do circulo do prime rio do ho em maior da ar, a puta do gama, p + ara da mim

 parece que mesmo assim, com esta vontade que me nasce, que consigo mesmo ler as linhas que me dizem que o davi, é circulo do romer, ou seja a id do realizador, da inter rp da etar, do aborto, da primeria p eça, do se e cruz do doce passaro da juventude, parece pouco dozce, pois juventude remete para bandidos de estado portugues há umas luas muitas granes atras, da blue room, a lua az vaso do primrio, brt, da broa ad way, se existisse um way para alem dos bandidos, iso, e depois parece isto ser ainda relativo ao sw, que diria, um gigolo do chance wayne que me remet e para tubaroes, e pistoleiros das ex colonias, eli primeira do ka aza ane da geraldina do page  é paul do newman, ne dp man, e depois ainda de permeio o sam mendes, quem diria

  pa rece q ue do mesmo as si maior , mc om e sta vontade deque me na sc e, qu e co nsi sig o do mesmo da ler ás linhas q ue da me di ze maior do que do circulo do davi, é c irc uk lodo romer, o vaso do seja a id do rea liza ad da dor, da inter rp da etar, do aborto, da prime ria p eça, do se e c ru z do doce p ass aro roda juventude, pa rece po u co doz ce, p o is juventude reme te para sb andi do s  de es sat td do circulo do estado português há umas luas muitas  g r ane s at r as, da blue room, a lua az vaso do primrio, brt, da broa ad way, se é xis t is se um da m y way para al lem dos ban didos, iso, e d ep o is par ee is to sera da onda inda r dela t ivo cao sw, q ue di da ria, um gig olo do c h anc e w a y nec q ue me reme t para t u baroes, é piso t lie roda s ex col ni as, eli primeira do ka aza ane da geraldina do page  é paul do newman, ne dp mane d ep o is a inda de per me io o sam mendes, q ue maior da di ria

Sem comentários: