sexta-feira, outubro 29, 2010

la guerre de jouets, segunda parte

la gue rr rede jo ue ts, se gun d ap pr rte

são cinco e tal da manha, tinha visto aqui na mesa um pelo, melhor dizendo uma pestana, em cima de um cd que aqui poisa, pois o escutara ontem e mesmo hoje, e ao reler o texto la guerre de jouets, percebi que então era imagem do tal pelinho, que aprece ao lado do pião,

sao c inc o e ta al da dama da manha, tinha vi serrpente to a qui na mesa , madrid, um p elo, mel hor di zen do uma pest ana, em c ima de um cd q ue a qui po isa, p o iso es cu tara ontem , é o mesmo h oje, é cao r ele ero tex t o la gue r rede jouets, per e bic uen tao qaudrado da ue e ra ima ge md o t al pe linho, q ue ap rece cao lado do pi cao

estava por debaixo do filete amarelo e negro , the cleveland orchesta do traço do pierre boulez, da numerique, debussy, traço ingles images prelude a l apres do traço do midi d un faune do traço printemps,. the cleveland orchestra do pierre boulez da numerique

est av por d eb cio do filete am ar elo e ne g rato circulo do negro , t he ck l el van d oc r he sta do t r aço do pierre boule zorro  da nu mer q ue da numerica, , d eb buss y, t r aço ingles ima g es pre lu dea al ap r es do t r aço do mi d i d un f au ne do t r aço printemps,. t he c l eve lan da orche st r a do pierre b u ole zorro da nu me rique

ao ver de novo os rabisco, li ainda no gráfico na esquerda baixo da imagem, o do io do dia vinte e quatro, que associe a natal, ou seja relacionado com o tsunami, ou e ainda com o jornal vinte e quatro horas , circulo do ângulo de três ondas do vinte e quatro, o do io

cao ave rato de n ovo os r abiscos, le a inda no do grafico na esquerda ba  doxo da iam mg emo do io do dia vinte e quatro, q ue as socie priemira ana natal, nata al,  o vasodo seja rato dela, do  cio n ado com do circulo do ts un ami, o ue a inda com do circulo do jornal vinte, é qa au t ro hor as , c irc u lodo angulo de t r es das ondas do vinte e quatro, cir vc u lodo io

o cd esta por cima do livro a genese do francesco alberoni, da bertrand editoras

circulo do cd desta, sta por c ima mado l iv rato circulo da primera do prime ero da g ene se do fr anc es co al be  r oni, d a b e rt rand ed it toras da me dior

curioso, me apareceu agora um outro pelinho assim tipo púbico, mas em branco, deve ser das orelhas, e agora ao ver uma revista, vi que tinham posto uns cabelos  falsos na princesa leticia, que faz assim como um cauda ao cometa ou estrela cadente que trás na sua bela orelha, tiens ça devient vraimente drole ou meme bizarre, e depois me lembrei ainda, que um outro quadro de giz vira também em noite recente ao subir a rua que vem do rato, na nova casa do icep ou algo assim, estava a porta aberta aquela hora já tardia aparentemente com ninguém lá dentro, fico me a perguntar se essas tretas de quem telefona a quem , são mais uma invenções vossas

cu rio s o, me a pr c eu agora um outro pe do linho as si maior t ipo p u bico, ma em br ano, d eve ser das orelhas, é agora cao ver uma r e vita, vique tinha posto,  uma c au dede p elo f al s on o ca b elo da pr inc e sa le ti cia, q ue f az as si mc omo uma c~auda cao co met cao u est real ca dente q ue t r as na s ua bek la orelha, ti en s ça d e vi en t v rai em nt e d r ole o u meme b i za rr e, e d ep o is me lem brei a inda, q ue um qua ad r oe giz v ira tam am tambem em no it e rec en te ao s u bi r a rua q ue  v m do ratop, na nova ca sado icep o ual go a ss si m, es tva a  p o rata ab e rta, aquela hor a j´t ard ia ap ar en te me net com nin g ue m l á d en  t r o, fi co me a per gun tar se ess sas das tretas deque m tele fon a a q ue m , sao massi uma in v en ço es v oss as

sabes penelope, estas muito belinha aqui na contra capa, ve lá tu comprei a revista pois uma coisa nela me intrigou, melhor dizendo diversas, e só depois é que vi que ali estavas, fiquei contente, tens uns lábios muito bonitos, que parecem abrir beijinhos

s abes pene lope, e sta s mu it o be linha aqui na contra da capa, v e l á t u co mp rei a r e v ista p o is uma co isa nela e int rigo u, mel hor di zen do di vera se s ó d ep o is é q ue vi q ue ali est ava s, fiq u ei c on ten te, te ns uns l ab io s mu it o boni t os, q ue pa recem ab r i r bei jin h os

anda para aí no eter um linha para abrir o tresor, e eu me perguntava qual, se é que os tresores andam presos, coisa estranha depois te conto

and a v a para aí no eter um da linha do para abr iro t r es sor, e eu me per gun t ava q ual, se é q ue os t r esores anda dam pr es os, co isa e ts ar n h a d ep o is te c on to

le per f um d es in s t ant spre cie ux, lan c maconio elle om me paris, s bra ra quadrado estrela P 3, 30

Sem comentários: