domingo, outubro 31, 2010





olha eu a olhar-te



como vês espanto me à tua presença ausente



olha o meu desejo de ti

Sem comentários: