segunda-feira, novembro 15, 2010


tudo em nós é o ponto de onde estamos
fernando pessoa

dizer numero e figura é dizer encarnação
encontrar em linguagem, sinais, esquemas, traçados, números , palavras, uma equivalência a um tempo falsa na sua pretensão descritiva ou de enunciação, e verdadeira na sua intenção alusiva ou de anunciação, do que por essência está fora de todas as linguagens

esse mistério da encarnação foi entoado por s bernardino de siena no sermão De glorioso Nomine Iesu Christi, numa inspirada cascata de oximorons nos quais se lê

a eternidade entra no tempo, a imensidade na medida, a criador na criatura... o infiguravel na figura, o inarrável na narrativa, o inefável na palavra, o que não pode ser circunscrito, no lugar , o invisível na visão, o inaudível no som

do livro de lima de freitas, almada e o numero




(quadro do lima de freitas , anunciação, 1990)

ves amadinha
é assim mais ou menos 
as folhas
que
caiem
a
meu
passar

na verdade o governo do mundo precisa sempre de uma coligação
a dos
nossos
lábios
em
constante
beijo 
de
transformação

salamandra
do
ovo
da
 vieira
da
do
cálice
da
vida
sagrado



tudo em nós é o ponto de onde estamos
fernando pessoa

...

di ze r n u m e r o e figo ur a é di ze r en ca rn a ç ao  en c on t r ar em l in guage m, sin a is, es q u ema s, t r aça s o ds, nu m e r o s , pal av r as, uma eq u iva al en cia a um te mp o f alsa na s ua pre ten sao d es c r it iva o u de en un cia çao, e ve r d a d e i r a ñ a s ua int en çao al u s iva o u de anu un cia çao, doque por es s en cia desta for ade todas as li bg ua ge ns  esse mi s te rui o da enca rana çao f oi en to ad o por s b e rn ar din o de siena no ser mao De g lori o s o N om ine Ie s u C h r is ti, nu ma in s pira d a ca s a c a t a de o x i m o r o ns nos quais sele a e te r ni dade en t r a  no te mp o, a im en s i d a d  e n a me dida, a c ri a d o r na c ria tura... o in figu ur ravel na fig ur a, o ina rr áve l na na r r at iva, o ine f áve l na p al av ra, o q ue n ão pode ser c irc un s crito no l u g ar , o in v isí v el na visão, o inau dí v el no s o m d o l iv ro de l ima de freitas, al m ad a e o n um mer ero

Sem comentários: