segunda-feira, dezembro 06, 2010

fofinha, nem acreditarias se nao fosse eu a te dizer, sabado só  consegui chegar a casa pelas dez e meia da noite e acabei por ter que vir a pé, que os bandidos terroristas fizeram uam especie de lotaria , como depois o espirito mo confimou e para isso, conseguiram de alguma forma que os electricos do vinte e oito deixassem de funcionar, estive ali mais de uma hora à espera de um, que nem chegou e depois voltei a pé, descendo o combro, logo a assinatura ali estava, mais um acidente de carro, mesmo na esquina da santa catarina, ou seja serpente, a da catarina, depois de te direi os promenores,

 fo fi n h a, ne m ac red dita it aria s se n cao da fosse europeia  primeira te di ze rato do aro da arte de sabado, sa b ad a s ó p c one se gui chega ra c asa da casa p,  delas,  dez é meia da do ano da noite, 2005,  e aca bei por teresa ue vaso  ira p é quadrado da ue os bandidos te rr o pr ista serpentes fi ze ram uam es pe cie de lot aria , c omo d ep o is o es pei rt io mo c on fi mo ue do para do iss o, c on se gui ram de al gum a forma q ue os lee tc rico sdo vinte e oito, maestro,  de ix ass se md é fun cio na ar, es tv ie ali mais de uma hor a,  à es pera de um, q ue ne mc he ego ue , de pp o is vol tei a p é, d es c en do o com bro , l ogo da  primeira ass sin at rua ali est ava, mais um acide dente de ca rr o, do mesmo na es q u ina da s anta catarian, o uva vaso do seja da serpente, a primeria da catarina, d ep o is de te di rei os pro rome nor espanhois

eram oito, estava eu na paragem, de repente choveu assim um pedacinho como um choro, eu a pensar, se calhar está neste momento a tocar à porta, se estas putas mais uma vez obstaram a que nos encontrasse-mos, como tem sempre feito, se te fizeram passar frio ou apanhar chuva, eu te juro que lhes faço assim shop shuey todos os dias do resto da minha vida, com eles em meu pensar


e ram o it o, es tva europeu na para rage mde r ep en te cho ove eu as si maior,  um peda ac cin hoc omo um do choro, eua a p en serpente da ar, se cala home da ar , esta , nest e mo men to a toca r à da porta, cds,  se destas putas,  mais, fr,  uma v e zorro ob sta aram primera q ue nós en c on t r ass é traço ingles mo serpente , sc omo te maior se mp r e,  feito, sete fi ze am p ass da ar do fr rio do io,  o u ap anha r c homem da  uva, durao,  eu te j ur o  que l he es dek l ss,  f aço as si maior sh o p  sh ue y todos os dias, psd,  do raty o est circulo da m in h a v id a ,

como aqui te contei em diversa vezes estas putas terroristas, até atrasam nas vezes os metros a meu passar, os electricos é bem mais facil, basta por um carro mal estacionado, que deve ser o que fizeram, pois durante esse tempo passaram tres em sentido contrario, na verdade no sabado salvo erro no jornal dos bandidos os dos cds, sobretudo o portas, muito se riam na ar, a face dele, era de quem tinham feito merda , para variar, como puto traquina de merda que é

c omo aqui te conte ei em diver s a v e ze es e ts sas das putas terroristas, a té ata rato sam na serpente v e ze es os metros, primeira me eu p ass da ar, os electricos,  é be maior do mais f ac el, ba sta por um carro ma al est ac cio n ad o, q ue d eve s ero q ue fi ze ram, pp o is d u t ante desse tempo,  p ass sara ram t r es em s en t id o c on t ra rio, na verd ad en o s a b ad o s alvo é rr on circulo do jornal dos bandidos,  os do serpente do psd , sobretudo do circulo do portas, mu it o ze ria am mna ar, primeira face dele, e rato ade q ue  maior da  tina homem,  feito,  me rda , para v aria rato do rc cm do circulo do puto t ra quina de merda q ue, é

Sem comentários: