sábado, dezembro 18, 2010

às autoriedades dos homens se ainda as houver, se nao, a Deus, seus pedofilos assassinos, 17

a imagem da cimeira de que vos falo e relembro, pois fora publicada em capa do dn, se viam os três, socrates, obama e ramussen, vestidos de negro como tira linhas, de acordo com a imagem que aparecera antes aqui nesta palavra, caminhando sobre o que pareciam três escadas como para as fotos de família tao do agrado destes gentes, paralelos a uma parede de azul croma como as escadas, o pormenor, estranho, que me chamara a atenção, fora, o desenho figurado nas pernas de dois deles, obama e ramussen,  como um x e um quatro, e este quatro, era mais um espelho dos bandidos e consequentemente mais um crime de entrada indevida em minha casa, mais uma daquelas tao subtil que como em muitas poderão alegar que se trata de uma falsa interpretação de minha parte, tolos, morrei

a ia mg é md a cime ira deque vasp os do falo, é rato dele , lem br o, p os for a pub l çc cristina coutinho espanho,a,. iad primeira  capa pod do dn, se via am os teresas reas  erpente rte es, soc rat de es, ob am primeira é ram uss en, vaso  est id os de negro c omo tir ira das linhas, de acor doc oma ima ge maior q ue ap ar rec cera ant es aqui,  nest tea pal av ra, ca min homem ando s obr eo q ue par e cia am t  r es e c ad as c omo para ás f oto sd e fam mi l ia tao do a g r ad o d estes gentes, para lelos da a uma, uma da parede de ac zorro do vaso do prime ero  circulo de roma circulo do omo ás das escadas, circulo do por men do c irc uk do circulo do ratop ps , est rato do anho, quadrado da ue da me c ham ara da primeira da espanhola da tensao, for cao de serpente da en do jo do figo do ur da ad da dona serpente das pernas dedo dois is deles, ob am primeira é ram uss en  , fa em circulo do omo de um x,  e é um quadrado do au cruz rato circulo, é este quadrado da ue da cruz  do rato circulo, e ra mais, fr,  um es puta do el home do circulo , o dos bandidos , é co nse quadrado o vaso ue da en te,  mente mais, fr,  um crime de en t rata ad a  inde vaso  id da primeira  em min home da primeira da casa, massi,  uma daquelas do tao serpente do  ub da bt do til quadrado da ue circulo do omo em mu it às da pode rato ps cao ale gato da ar quadrado  ue da set cruz rata de uma forte da alsa da inter,  rtp pr eta taçao de mina homem hp pa rate, cruz  olo serpente mor rei

de novo o sentido real da cimeira se alargava ainda a outras paragens de outras desgraças, nomeadamente a italia, por um lado ainda ao passe e abruzzo, incrível , depois deste tempo todo, ninguém acusado por esta matança, e também ao papa, pois de novo como aqui narrado em palavra orada, apareceu no jornal dos bandidos um aparente padre alemão, com um desplante em relaçao ao crime que cometem contra mim e meu filho

de n ovo do circulo do s en t id,  o do real,  da cime ira da se al ala rag ava primeira inda,  a de outras pa ar é gn sd de outras desgraças,  ed ds sg ratas aças, no me ad dame do dam am , a que mente, primeira de italia, por um l ad o a inda cao do passe, é abruzzo, inc rato ive l , d ep o is de este rte mp circulo todo, ninguem , av , ac usa sado por e sta desta matança, é eta do  tam am tambem cao papa, p o is de  n ovo circulo do omo aqui,  na rr ad o em pal av ra o rato ps  ad da primeira, ap ar receu no jo r bn al dos bandidos,  um da onda da primeira  parente pad re alemao, com um d es p el lan  ante em relaçao cao do crime quadrado da ue do co do mete maior circulo do rc  on cruz  rami meme eva vaso da fil home circulo

curioso aflorou no entretanto um espelho dessa imagem na capa do dn, pois a posição dos três tira linhas, em patamares distintos, me lembrou ainda uma antiga pista de carros na feira popular em Lisboa, onde os carros corriam sempre em frente como se estivessem em distintos degraus de uma escada, e na me recordo agora como era o processo de os fazer andar, pois era de alguma forma peculiar, tinham grandes volantes, que creio rodando de um lado para o outro, os fazia mover em cada impulso, ou seja , zona de entre campos, pt, ex rtp, e carros, ou seja stand 88 

cu rio serpente do circulo a flor o un o en t r eta nt o um es p el ho dessa da ima ge mna ca pado do dn, p o isa primeira  posi  siç sao dos tres do tira linhas, cavaco cilva,  em pa tam ares di s tintos, me lem br o vaso  a inda , uma antiga pi sta de car rato ps os na feira pop vaso do primeiro da ar em li boa, onda os carros cor ria am sempre,  em fr en tec omo da se est iv esse em em di s tinto sd é g rato  au , sde uma da escada, é na me recordo do agora circulo do omo , é rato circulo do pro roc esso de os f az é rand ar, p o is e ra de al gum primeira da forma pec cu lia ar, tinha ham am g rand es v ola antes, q ue c reio roda dando , de um lado para do circulo do outro, os f az ia m ove rem circulo da ad da primeira do impulso, o vaso do seja , zon primeira  de entre campos, pt, é  x rtp, é car roso vaso  seja sat n do quadrado dd de 88 
assim se completava os distintos ramos desta imagem que se expressara neste furação que pusera à imagem também de beslan a vida de um conjunto de crianças de uma escola do povo pequenino 

ass si maior da se cop do pm puta l eta ava vao, mar tio soares,  os di s tintos ramos de sta desta imagem,  q ue da se express sara nest é fur racao q ue p use ra à ima ge maior  tam am também de beslan, primeira vaso  id  ade,  um c on jun to de c rina aças de uma es c ola do p ovo pec q ue nino

Sem comentários: