quarta-feira, janeiro 27, 2010

Que parte ainda não haveis percebido, sem mesmo ter alguma necessidade de falar de projectos como o haarper, ou algo assim, não sabeis como se impossibilita os remotos, nomeadamente das bombas, para elas não explodirem, como a policia comum as usa em terra, sabeis que aquilo é basicamente um feixe, via uma antena, que provoca um jam, ou seja, anula a possibilidade de outros sinais de accionarem mecanismos electrónicos por radio frequência, e o que é um mero satélite, e nao fará por ventura ele um mesmo, qualquer um ao limite, pode derrubar assim um avião a qualquer momento, bem vindos ao kaos electro magnético de hoje

Q ue p arte a inda nao p h ave is per rc ce bid o, se maior do mesmo, teresa ra al gum ane da necessidade, mne, de f al ar de pro ject os c omo o h a ar rp do per, o ual goa ass em, n cão s abe is c omo se we ei mp os sibil it a os remotos, no me ad dama dam am met ne, a que mente, das bombas, para el as n cão e x p l id di ire rem, c omo primeria pol ica com um às usa em terra, br, s abe is q ue aquilo, é ba is cam am que mente, um f ei ix e, via uma ant en a, q ue por vaso o ca um já, onda dam mo use seja, anu la primeira p os sibil bil id ad e de o u rt os ina sic vaso ac cio onam meca can is mo s el e c t ron icos por ra di o fr e q u en cia, e o q ue é um mer ero sate lite, e n ºcao f ar á pro vaso da en tura dele, um me sm o, q ual q ue rum x cao li mit e, pode der ero da onda ru ub bb bar as si made ria um avia, circulo da primeira q ual q ue r moe mn to, b em vaso indos sao ka io s el t ro mag gn net ico de homem do oje, ps connection
Ontem nas noticias no discurso do presidente grego no parlamento, se acrecentou alguma luz sobre estas ultimas linhas destas matérias, sendo que a imagem da rapariga grega ou falsa grega, remete ainda em profundidade, pelo reconhecimento do arquetipo que entretanto se me desvelou, para fios bem mais antigos, que serao abordados na sequencia em que se desvelaram

On te mnas not tic ia sno di sc urso dop rise s en det é grego no parlamento, se ac rec en to u al gum a l uz s ob re e sta sul t ima s linhas de sta s ma té ria s, se mn doque eu primeira ima ge made ria da ra pa aro g a g rega o u f alsa grega, reme te a inda em por rf un dida dade, ep lo rec on he cie mn to do ar ue t ipo poc q ue en t r eta anta se me d es velo u, pr a fi os be m mais anti g soc ue ue se ra , circulo ab bb bora ad os na seq u en cia em q ue se d es vela aram

o contexto , era o de crise, e mencionava especificamente o presidente, a corrupçao, que se devera a concentraçao levada de capitais em poucos, noemadamente dos grupos de comunciaçao, a ecoar no corte do parafgrafo acima, big brother, bb, que agora se desvela, e igualemente num outro fio recente do ultimo video, a camara logitech, a que chamei ovo, é na realidade um ovo mais preciso, um ovo com um olho, ou seja big brother, ou seja, produtoras e tv ligadas com esta produçáo, cujo conceito invertido, me foi outrora roubado, ou seja, implicará isto alguem que comigo se cruzou em forma directa ou indirecta no tempo do aparecimento deste porgrama

circulo on tex criz circulo antonio , e ra circulo da ode dec dc r i zorro se, e men cio na ava, es pe cif icam , o que mente, o presidente, a cor rup elevado da onda da sao es, q ue se d eve vera primeira en t raçao l eva ada, a de c apit tais, br, em p o u cos, noe ema mad dam am que mente, dos sg rupo dd, é com un cia ºsao, a e coa ar no do corte do para raf g rafo ac ima, big brother, bb, q ue a gi io ra se d es e vaso la, e i g ual lem n te num outro fi o rec en te do u l t imo vaso id dd deo o, a ca mr a lo gi it tec ch, a q ue ch ane io ovo, é na r el aida dade um ovo mais, fr, pr e ciso, um ovo com do primeiro olho, o vaso use seja big br ot her, o vaso seja produtoras e tv liga das gadas com, é sta pro du çáo es, cu jo c on ce it o in v e rid o , me f oi o u t ro ra roubado, o use seja, i mp lio cas rá is to al gume q ue co mig o se c ru zo u em forma di rec cta ou inde re cta no te m mp pod, o ap arte ce ie mn to d este por g rama

ou seja se confirma tambem pelo corte acima, es de la, ou seja a verdade da imagem da relaçao do carro que apresentei com a carta da teresa e o contexto que ele desvelou e que ainda não se encontra concluido

o use seja se c on f ima tambem, p elo cio rte ac ima, es de la, o use seja a vera dade da iam mg, é made ria da relaçao do carro, q ue ap r es en t ei com da primeira da ca rata da teresa, é o da editora da contexto, c on tex to, q eu dele, d es sd dv elo ue q ue a inda n cão se e cn contra, c on circulo, lui ido

acrescentava ainda o presidente grego, a explicaçao das más dependencias que assim se criam e de como a comunicaçao social, quando alvo de concentraçao à solta, provoca nos regimes democraticos, dando o classico exemplo de que por exemplo um deputado para ser eleito, sempre deles necessita e assim se criam as teias de favores e dependencias

ac rato ps es cent ava, a inda do circulo do presidente grego, a e d x p lic a º sao da serpentes más das d ep pe bn en d en cia s q ue as si maior se c r iam, é de c omo primeira da com unica ºsao da soci, a da al, qua anda alvo de c on c en t r aço primeira à sol tap o r vao , mario soares, cano~s re gim es demo c rat ti cos, dando do circulo doc l ass sic o , e x mp lo ode deque eu por, é x e mp lo um deputado para ser el ei to, se mp red deles, ne c ess sita e a as si me se c r iam às das teias da te ia serpenets de favo rato ps es e d e p en cia serpentes

se viam de novos os porticos, estrutura classica e simbolica da construçao grega, desde os antigos, a um moderno numa fachada do que parecia ser uma rua de comercio, como um perfume a banco ou algo assim, e o logo, por detras da conferencia, acrescentava pela sua posiçao, inclinada, como estando falando em sub line, de uma inclinacao, da fonte de um anjo

se vaso vi iam de n ovo s os porticos, est ru tura c l ass sica , é si m b loi ica, da co sn t ru ele, o da elevada sao grega, de sd e os antigos, a um mode r no numa f ac h ad dado, q ue par e cia ser uma da rua de c om mer cia, c omo um per rf um me primeira do banco, o ual goa onda ss im, me do circulo do logo, por det ra s da conferencia, ac r es c ent ava p el a s ua posi sic sao es inclinada, c omo est ando f al lan ando em s ub l ine, de uma inc l ina cao, dea primeria do fonte, de, um anjo

no parlamento alguns lugares vazos nas cores azul e vermelho, davam ainda as seguintes indicaçoes complementares, e estabeleceram na minha consciencia a relaçao com dois fios de uma imagem aque aqui se substanciou ontem, e que apontam portanto estar-mos a falar dos acindentes com a helio

no p ar lam en to al g u n s lu g ares es das vazias, nas cor es az u le eve vermelho, d ava vam am a inda às se gui int es indica caçoes co mp lem en t are es se e stab e le ce ram na min h a c on sc ie en cia primeira da relaçao, com dois fi os, de uma ima ge maque ue, a qui se s ub stan cio u on te me q ue ap ponta tam am porta anto es star do traço ingles mosa f al ar dos ac in dentes com primeira da helio, he do hel do lio , primrio do io

quarenta e sete, quadrado do set, do vinte, maçonico, duzentos e vinte, centos e sessenra e cinco, primeiro de sessenta e cinco, dez , estrela, do jumbo, e duzentos e vinte , que curiosamente é a designaçao da placa do kanguru, ou seja do que leva os filho dentro da mala, imagem de roubo de criançaos

qua ar da renta, ren t a, e sete teresa, qua d rato ps do ado do set, do vinte, m ac ç oni co, d uz en t os e vinte, centos e se s sen ra, é c inc o, prime io de s es ss en t a e c on code dez , est rato dela, do jumbo, e du zen to ze do vinte , q ue c ur rio io sam am que mente, é a de sig gn aça sao da p da laca do kan do guru, o use seja doque eu l eva os fil ho d en t roda dam am m ala, ima ge made ria der ero o ub o de c rian sa es os

abreviando o eco, aqui, que em parte me pareceu fabricado, tendo portanto isto, tudo, para alem de me gastar a paciencia, e sendo que o faço por amor a grécia, o valor que terá e todos os poderao cada um avaliar por si, a coisa, foi em forma sincretica assim, uma actualizaçao do kanguru automatica via rede, que teve o condao, parece prepositado, de fazer com que a ligaçao deixasse de funcionar, o que levou às belas habituais chamadas ditas tecnicas, onde a coisa se foi desfiando

ab br rato ps é vasp ian dé do circulo 101 do e coa primeira do qui aqui, q ue em p arte me pa rece eu fabrica cado,br it, t en do porta anto is to, tudo, para al lem de meg gas t ra a paciencia, é s en doque ei eu do circulo do f aço por amo mor a grécia, circulo do v alo rato q ue teresa rá e todos os pode der ra circulo, circulo da a da um , al, ava lia ra tor p do por si, a co isa, f oi em forma sin c r etica as si em, uma ac tua al iza sao es do kanguru, au tom a tica via rede, q ue da teve do circulo do com dao, pa rece pr ep posi it ad o, de f az e rato ps do com q ue priemria da ligaçao, de ix ass sede fun cio na ar do aro, q ue l evo vaso às de belas, local pt, h ab bit tua is das chamadas ditas tec nica s, on dea ac co isa se f oi d es fia ana ad circulo

o numero de erro, remetia para jumbo, ou seja avioes, ou seja queda dos helios, b oni ika ka da tap ane za, circulo air advogados, vaso nono do ponto non do x cruz oitava pen, natal, de ll, sete nove ste, noventa e um kanguru, terceira da estrela, so sin da al, em noventa e dois, noventa e quatro, capital da cultura, e em noventa e nove, expo, longue, onde se reflecte o mesmo arquetipo da rapariga grega ou falsa graga, mu do quadrado da ar do usb, s ub, aguia fla serpente homem kan do guru, onde a ilha terceira hoje ao que parece tremeu, depois de dois tremores no taithi, se terem ontem dado, ou seja parece apaontar uma relaçao, de portugueses com o tal epicentro do tremor que o jose , pretendia mostrar e que aqui ontem comentei em video

o n um mer do ero de reme t ia para do jumbo, o use seja avio es, o use seja queda dos helios, b oni ika ka da tap ane za, circulo air advogados, vaso nono do ponto non do x cruz do x da oitava pen, natal, de ll, sete nove ste, noventa e um kanguru, terceira da estrela, so sin da al, em noventa e dois, ni ove en da venta, ventos, é quatro, ca pita ak primerio da capital da cu l tura, e em noventa e nove, expo, longue, o pn de se ref fro mula one le c teo do circulo do mesmo, arq e t ipo poda da rapariga grega, circulo do vaso da f alsa g rage ge primera, mu do quadrado da ar do usb, s ub, aguia fla serpente homem kan do guru, onda dea da primeira da ilha terceira, homem do oje cao q ue pa rece t rem eu, d ep o is de do is tremores no taithi, sete rem ontem dado, o use seja pa rece a pao n t ar uma do tribunal da relaçao, de portu gi dos esses es com do circulo do t al e pi cie en t rodo do tremor q do vaso do circulo do jose , pr e t en dia mo st rato ps da ar, é q ue a qui on te m c om en t ei em vaso, id é deo do circulo

aflorou tambem uma explicaçao complementar que se liga à ilha terceira, o leao da ilha terceira, como sendo o responsavel pela gravides al dc , a cobra da gravidez da bea, o nome que apareceu nos desenhos dos ultimos videos, o segundo onde o explico

a flor o vaso t am tambem , uma, e x p lic caçao co mp lem en t ar q ue se da liga à ilha terceira, circulo do leao da ilha terceira, c omo s en dó do circulo do r es ponsa ave savel do el, p el a g rav id es al dc , a cobra da g r avi id dez da bea, on om mec ue ap ar e c eu nós d es en ho os dd sd os u l t imo s v id deo os, o segundo onda deo e x p lic circulo lico

caiu neste momento, o maço do sg, em posiçao, de cunha, tipo escavadora, se lendo, fu um mar por ovo p ca circulo do en v el do cimento, da pele, br, por cima das folhas a2, cortando a palavra em ina ac,

ca e vaso do nest este, mo men to, circulo do maço do sg, em posi º sd dao sao es, de cunha, t ipo es c ava dora, se l en dó, fu um mar por ovo p ca circulo do en vaso do el do cimento, da pele, br, por cima das folhas a2, co rta anda da primeira da ap da pal av ra em ina ac,

mais estranho este caso se tornou por uma navegaçao que ontem me levou à pagina , http://members.tripod.com/Craigs_Airlines/boeing737.htm , onde os anuncios dispostos na coluna do lado direito, que parecem ser feitos prepositadamente pata contar assim um historia, visto que o miolo da pagina, em si mesma é pobre, apontaria a ser verdade, estar-mos perante um dos grupos, ou o grupo, que em dia recente se desvelava, serem especialistas na queda dos avioes que aconteceram como todos bem se lembram por todo os lugares do mundo, de certa forma, o logo grego, sugeria uma bobine tesla, ou seja via magnetismo, mas esta linha é muito laraga, na medida em que leva a uma questao nuclear que texto recente levantava, o facto de alguns paises estarrem a usar as tecnologias, para provocaram ataques , de novo tipo, climatericos,

mais est rato do anho deste caso, se torno vaso do por, uma na ave vega sao es, q ue on te maior da me kapa l evo vaso acento na à pa gina , http://members.tripod.com/Craigs_Airlines/boeing737.htm , onda deo os anu un cu io s d di sp os t os naco luna do l ado direito, q ue par e cem ser f ei t os pr e posi t ad dam am que mente, pata c on tara as si made ria um hi s tor ia, vaso s it o q ue o mi olo da pa gina, se made ria ms si me sm a é, p ob re, ap on a t ria ase onda do rato eve verde dade, est ara .mos pe ran te vaso da onda un dos g rup os, o u o g rupo q ue em dia rec en te se d es vela lava ava, se rem es p ei cali sta s na queda dos avio es q ue ac on tec e ram c omo todos, b em se l em br am por todo os lu g ares do mundo, de ce rta forma, o logo g r ego, s u ger ia uma bob ine t es la, o use seja via mag net is mo, mas se é sta da linha, é mu t io lara rag segunda onda, na med iad a em q ue l eva a uma questao nuclear, nuc lea da ar, q ue te z x to rec en te le b onda do van t ava vam am, com o f acto ed al gun s pa ise es est ar rem a s u ar as tec no ligia s, para por v o caram a t a q ue es , de n ov t ipo cv lima teresa rica,

ou seja, em suma, parece isto aqui ser , uma tentativa eventualmente de tentar que alguns, paguem por actos que terao a aprovaçao governamental de alguns paises

o vaso use seja, em s uma, pa rece ei is to a qui ser , uma t en t aiva eve en rn t au lam am que mente, de t en cruz rac q ue al gun s, pa g ue mp por actos, q ue te ra circulo da primeira da ap por vaso ac sao es g ove rn am en t al de al guy pa ise es

de londres se via, as torres, e os bancos, homem serpente aguia circulo do city, ove rato dos quatrocentos, gb, que parece entao ser tambem uma relaçao da mesma imagem, um arco entre duas torres, ou seja o arco da torres de nova yorque, homem serpente aguia circulo do diablo, job dentre do canal plus, circulo, clo one eu st circulo king serpente cam , triangulo de fogo au di quatro, tvi, ham am segundo swiss, cho circulo azul e vermelho, as cores, sao as mesas do parlaamento grego, aqui nas minhas notas, se misturam,

de l on d rato ps es se da via, às das torres, é os bancos, homem serpente aguia circulo do city, ove rato dos quatrocentos, gb, q ue pa rece en tao se rato reel time t am am tambem uma da relaçao, da mesa sam am, madrid, ima ge made riad , um arco en cruz red ua serpentes das torres, o vaso seja do circulo do arco da torres de nova yor, vaso quadrado do e, homem serpente aguia circulo do diablo, dia ab dez, job d en t red o c ana l do plus, circulo, clo one eu st circulo king serpente cam , triangulo de fogo au di quatro, tvi, ham am segundo swiss, cho do circulo azul e vermelho, as cores, sao às mesa, madrid, sd o p ar la am en to g r ego, a qui nas min hi om man ema as not as, se mi s tura ram am

a bela joana, mais serena, mas ainda um bocadinho rigida, para quem lhe conhece o belo sorriso, apresentava um livro sobre os maniacos de qualidade, onde nos elementos graficos, dispostos, se lia cos, quadrado dez qase is id, da ad, ou seja o capitao cos, como se ela os tivesse analizado, à distancia, ou seja observando por exemplo os escritos, ou as relaçoes nas plataformas que permitem tambem essa operaçao, comunicaçao e foruns da rede, nao é bela rapariga, psicociclicos, insiste a menina, ou fala somente de ids, como minha bela menina, se a materia sempre se organiza em multiplo, em seus movimentos e circulos, enfim, analise real, como suas palavras diziam, lhe fazia eu assim uma muito longa e gostosa, quando quiser, já sabe, pode pagar-me sempre em generos, tipo beijinhos mil sem iva


a b el a joana, mais, fr, 0 se rena, masa inda um bo c ad din no ho rig gida, para q ue ml he, c on he ceo b elo sor rato ps da iso, ap r es en t ava um l iv ro s ob re o sm ani aco s de qua li dade, onda nós el em en t os g raf icos, di sp os t os, se liam cos, qua d rato ps ado dez qase is id, da ad, o use sd seja , o do circulo do capitao cos, c omo se el a os t iv esse ana l iza ado, à di stan cia, o use seja ob ser van ando por e x e mp lo os es c rt titos, o ua serpentes da relaçoes nas p lata das formas masque q ue per mit em t am tambem, ess a opera raçao, com muni ica ºcao, é foruns, pt da rede, n º cao é b el a ra par rig a, psi sico cic l os, in sis te primeira da mennia, o vaso do fala s om que mente de id ds, c omo min homem da primeira bela menina, sea primeira am mat te ria se mp rese o r g ani iza em mu l t ip lo, em se us m ov ie mn to ze circulos, en fi made rai ana l ise real, c omo s ua ass pal av ra s didi iam am, l he f az ia eu as si made ria de uma mu it do circulo da longa, é g os da tosa, qua ando q u ise ser, j á s abe, pode pa gara do traço da inglesa me se mp re em g ene ero s, t ip o bei jinhos mi l s em iva