segunda-feira, fevereiro 01, 2010

me lembrei do nome da peça da sissi, casio tone, ou seja , o ka, cá do sio, serpente do io

me l en br rei ei ,id ñ om meda da p eça da sis si, ca sio t one, o vaso use seja , o ka, cá do sio, serpente do io
ao tribunal penal, acusação contra os mencionados nos posts hoje publicados, por crimes contra a humanidade

cao do tribunal penal, ac da acusaºao, usa ºsao contra primeira do os men cio on do quadrado sd do circulo 101 do os nos post serpente homem do oje pub lic cados, + circulo do rato ps da acusaçao ac usa º cao dec crimes rim es, contra pr ie mr ia home da uma nid ad, e






Publico estas fotos, tiradas no dia seis de janeiro do corrente, pois se relacionam e são prova, com a porta que de novo tornou a abanar no sábado a noite pela madrugada, quando via o filme persona do bergman, um amado que também caiu nesta enorme confusão, quando pelo menos uma rapariga entrou no prédio batendo com a porta, tacões, como martelos, e depois durante talvez meia hora, entraram e saiam, batendo com as portas e martelando o chão como elefantes


Pub lico é sta serpente das f oto s, tir iradas no do dia se is de jane iro do cor ren te, p o is se r el ac cio na am e sao por vaso da primeria, com primeira do porta, cds, q ue de en ovo t ron circulo da ua ab ana rato do no da sabado, revista do cm, primeira do ano da noite, 2005, p el lam am ad ru gada, qua ando via do circulo do fil me do persona, humberto, do be r gm man, um am mada q ue t am tambem ca eu vaso nest da pr ie can tora de mira, en o rato da me da c on fusao , fu susa sao, , qua ando p elo men os uma ra pa da riga da en cruz do x da ro da ova do vaso da un no do pr, é dio bate mn do com primeira da porta dos tacoes da espanhola, crculo do omo do mar da tel os, se d ep o is durante cruz x alve do meia hora,jornal, en cruz do rato do delta circulo do lobo de aram e sa do iram, bat en doc do circulo om às das portas, é mar da tela anda , o do circulo do ca ho co mo dos elefantes


a porta abanou como descrevi em texto recente, da mesma forma que antes abanara , antes do tal falso tremor aqui em portugal, depois da encenação dos pés e da flauta em copenhagen, e já antes se tinha assim posto a abanar, ou seja, um qualquer remoto foi por ela acionada ao entrar, e agora, relacionado também com o tremor no haithi, donde a prova esta feita e mais que feita


primeira da porta, do cds, ab ban ano vaso circulo do omo do quadrado espanhol circulo rato ps é vi, em tex tor rec dos cente, da mess da forma quadrado da ue ant espanhola ab ana ara , ant es do t al f al serpente do circulo dot t remo emo mor do tremor aqui em portugal, do quadrado da ep oi is da en cena ac sao espanhoala da onda de la, do s p es seda fla auta em cop en g onda hagen, e j á ant es tinha as si maior da se post , onda do circulo da primeira a abanar, o use vaso seja, um q ual quadrado da ue rato ps remo m oto f oi ip por dela, ac cio na ada cao en cruz onda rato ps da ar, é agora, rato ps dela ad da onda do ac do cio na ado t am tambem, com do circulo do tremor no haithi, don dea primeira da ap da pro da ova es sat feita e ema mais, fr, quadrado da ue efe it primeira


depois da porta abanar salvo erro de seguida a copenhagen, fui verifica-la, e reparei que a chave estava caldeada na fechadura, quando a rodei, e ao enfolar a grade, a chave assim partiu, e se desvelou com precisão na imagem a id, o dente do circulo e do furo, do clarão, do bum, da cobra , curiosamente a porta tem um carril em baixo com uma especie de rotula que me remete para a imagem do popeye, ou seja o olho, do pepe


d ep o is da porta, cds, ab ana rato serpente alvo é rr circulo da dd ode da se sd serpente primeira dag da guida, primeira de copenhagen, fu oi vaso eri rif ica traço la cala, , e rp par do ar rei, a puta mor dos socilistas, jaime gam, quadrado dop ue primeira do ac homem ave est ava, c al de ad dana f e cha da dura, qua anda da primeira do aro rode dei, é cao en f ola ra g ra ade, a c h ave as si em p art ti ue d es velo do vaso com pre circulo da cisa isa sao na ima mage emo do circulo do dente do c irc cu lo, é o do furo, do clara circulo, do bum, da cobra , c ur rio porto psd, sam n tea priemira do porta, te made ria um car rato do ile em ba ix o com uma ep e cie de r ot u la lac da ue da me reme mete para primeira do iam mg e made rai do pope delta e, o use seja do circulo do olho, do pepe


reparei nestes últimos dias que as putas que cá entram me lavaram também a asa da janela de alumínio, referencia no Livro da Vida, a que esta no eixo desta porta, ou seja como dizendo , a asa da porta, cds


rato epa ar rei ne st sul tim , serpente do circulo da puta do dias, psd, quadrado da ue às das putas que ca entram, me lava ram am t am tambem primeira dao asa , sada da jane la de al um mini do io, refer efe rato en cia no L iv roda david primeira, a q ue é sta no e x do io da e sta da porta, o use vaso do seja circulo do omo di zen do , primeira asa da porta, cds


também reparei depois do haithi, que a mesma estrutura da porta que está no pormenor da ultima foto, que me diz também, dois x em dois deltas dez ano da ove, ou seja dezembro de dois mil e quatro, ou seja o primeiro delta do tsunami, do mai do sudoeste , o filho da puta genro do cavaco silva, estão, em outras grades, o do militar por cima primeiro andar, e do rés do chão , da casa da besta das discotecas e do norte e dos carrões e das putas e do gel


t am tambem mr rato epa rei id do quadrado da ep o is do haithi, q ue primeira da mesma est rut cruz ira da porta, dcs, q ue é sta ano por men o rato rda u l t ima f oto, q ue me di zorro do x t am tambem do is x em dois deltas dez ano da ove, o use seja dez em br ode dois mil e quatro, o use seja o primeiro delta do tsunmami, do mai do cabrao do festival do sudoesste , o filho da puta genro do c ava o si l vaso do cavaco silva, es tao, em outras vaso da sg rata ad espanhola, do c irc uk lo , o do militar por rc ima, o do primeiro andar, e do rato es do cha circulo do china , da ac asa casa da bes sat das discotecas e do norte e dos car ro es se as putas, é dog el




sur haithi, enregistre hier soir

sul, serpent ur, homem do ai it do homem da energia, en regi, tvi, is croix re hi ie rato do soir, jo ur rn nl, journal correspondent en nl
Curiosa troca na palavra do video, pa light, saturday nigth, quando era domingo, ou seja saturday nigth fever, na vera , o rapaz aparecera-me perante o olhar antes, numa noticia de um voo que fizera ao haithi, em seu avião levando ajuda

Cu ur rio porto sa t da cruz da roca na pala do av do vaso do ra do video, pal light, sata rda delta ni gt homem, qua ando e ra do mingo, o use seja sata do ur day ni gt home da fever, da eve rata, na vera , circulo do rapaz, ap ar e cerado traço ingles da me pera ante teo primeiro do circulo do gato do homem da ar da ant espanhola, numa not if cia de um v oo q ue fi ze ra cao haithi, em s eu avia circulo l eva van anda da ajuda, ministerio da cultura, cu lu tura

o contexto da palavra remete para rice, e grilled chicken, aqui fica entao ao confimaçao da chave sobre a criança

o co nt e x to da pal av ra reme te para da rice, é a grilled, gata rato ille do onze do led, chi ck en, a qui f ica en tao cao c on fi maçao da ac home ave s ob rea primeira criança

mais curioso ainda, um só frame do video anterior apareceu no encoding, uma peça de dança gravado em viseu , companhia de paulo ribeiro, salvo erro, a mesma, peça onde levei a rapariga camerawoman que testava em vide anterior

mais , rf fr, cu rio osso a inda, um s ó fr am med ov id deo ante rato do ior ap ar e c eu no enco din home , uma da ap p eça de dança g ra v ado em v ise eu da companhia de p u alo do ribeiro, s alvo e rr circulo da primeira, a mesma, p eça onda del l eve ia da ra a p riga cam e ra w oman q ue t es t ava em vide, castelode vide, ante da puta do iro do doiro,

mais curioso ainda, o frame que apareceu, um cena de um teatro de roberto com um passe clássico de ilusionismo de argolas, feito por um rapaz bailarino alemão, assim creio, e uma rapariga tambem estrangeira, andava eu com esta imagem dentro de mim, o teatro de robertos, o teatro da pancada, e ainda um fio que relaciona esta imagem com madrid, na obra, me llamo madrid, já aqui abordado, uma vez na descrição do mitologema que contem, quando procurava pistas das bombas em atocha, a partir dessa visão feita no final de oitenta

mai sic cu do rio, autarca do porto psd, serpente do circulo dao da onda do circulo da primeira inda, o fr am mec eu ap ar e circulo do eu, um circulo do en ad, é um do tetaro do aro de roberto, com um passe c l ass sico de ilusionismo de argo gol as, feito, por um ra p az ba ila do rino alemao, as si mc rei oe uma ra pa riga t am tambem est range da ira, anda ava eu com, é es sta da ima ge made ria d en t rode da mim,do mimo do teatro de robertos, circulo da tea da cruz da roda da pancada, tambem significa, maluca, é a inda de um fi do io q ue rato do el do ac do cio na es sta ima mage ge do mc do om mad ad rato da is em madrid, na ob ra me ll amo mad rid, j á a qui ab o rda dado, uma ave zorro na d es c ric çao es do mito prime ero do circulo da gema quadrado da ue circulo em te maior, qua anda por cu rava pi st as das bombas, ema primeira tao cha, a p art tir de ss sa v isa sao feita, no fina al de o it en onda da cruz primeira

teatro de viseu, onde tambem comentei aqui a gravaçao de uma outra peça dos lanomina imperial, um grupo de barcelona, scala infinito, assim era sua graça

tetaro do aro da rode de viseu, onda eta t am tambem com en t ei a qui a g rava ac sao es de uma outra p eça dos l ano mina da imperial, cerveja, um g rup o de bn a r cel on a, serpente cala infinito, as si mer ra serpente da ua dag da graça

la solution c est cecei, mais dans la realite, la parole dit, sissi, nom de une outre danceuse portugaise, nom de emperatisse, parole que declien em sis do si, ou meilleur disent, le mec do sis do si, maçon, on ecoute um bruit comme um siflet de une cobre, e le titre d une piece de sisse, ajuout encore, des sistemes de vigilance eletroñuique dans la maisos, donc le putain espion, le do sis le responsabele aussi pour le ton, meilleur dit, les onde de ferquences que opere les desgraces, le magneto que on ecoute atravers des murs, notament dans la salle de bain, ou il existe une especie de chambre de ressonance

la sol vaso do ti on circle irc d´est ce ci, mais, fr, dans la rea lite, la pa de la role dit, sis si, no made river de une outre red de la danceuse portugaise, no made river de em pera rat isse, par ole leque, oregon, ue dec lie en em sis do si, ou m ei ll e ur di s en t l,é o mec do sis do si, maçon, one co u te um br u it com me um sif fro mula one let de une cobre, e le t it red une pie ce de sis se, a ju o u t da encore, palavra do presindete haithi, des sis t em es de vigil anc e el e t rat oni q ue dan s la mai s o ns, don c le putain es pi on, le do sis, le r es ponsa sable dele, au ss ip p o ur le do ton, me ei ll e ur di t, l es onde de efe r q u en c es q ue opere l es d es sg rac es, le mag gn do neto, psd, q ue on e co u te at rav e r sd es mur s, not am tament dan s la sa ll e de ba ino vaso dele, e xis te une es pe cie de c ham br e de r ess on anc e

se la onu monte sur le bateaux, les pauneuxs solaires, et les oregons, oregon scientifica, mp terceiro, a puta terceira do bandido mor do procurador

sela onu monte, a morte de mello, s ur le bat e a ux, l es p au ne ux s sol aires, e t l es o reg o ns, oregon sc ie en ti fi do ica, mp ter ce i rt o, a puta terceira do bandido mor do procurador

apanhados os cabroes!!!!
ap anha ad os os cabro we es!!!!