sábado, junho 19, 2010

A profecia do ultimo oráculo

A pro f é cia do u l t imo o rá culo

primeira da ap da puta pro rof e cia do u l t imo o rac culo

a luz ofuscante ds quadrados das tendas solares amarelas, que dificulta a visao

a l praia da luz, us o fusca can te ds q au d ratos ad os das tendas sol ares am mar ar delas, q ue di fi cu l t a av isa sao es pan h ola

me mostraram o terceiro mastro do veleiro, depois do veleiro por aqui ter passado e eu ter narrado o que com ele aconteceu, o tal disfarçado, branco de quatro mastros, com reflexos de prata no casco antes e entrar por debaixo da ponte, e o tal tipo rebocador do norte das aguas do bacalhau ou da sueca, que mais parecia uma policia com o radar a fazer de conta de luzes

me maior do os ostra aram ram do circulo do terceiro, o t rec iro roma mastro, o do ove do veleiro, d ep o is do ove v ele iro rop do por a qui teresa p as sado e europeu teresa na rr ad dp, q ue com dele ac on teceu, o t al di f ar çado, br anco de q uatro roma mastros, falos, com r efe fel xo s de prata no c asco ant es se en t rato ps da ar por eb aixo da ponte, é circulo do t al t ipo r e b dp ca dor do norte das aguas do baca al calhau o vaso da s ue cia, q ue mais fr par e cia uma poli ca com do circulo do radar, a f az e rato ps dec conta de l uze es

o do roubo do coche real, assim li em frente ao museu dos coches ao lado do palácio do fascista bandido e pedófilo, cavaco silva, e me lembrei ao momento de uma manifestação com o perfume a jorge pires, que houve ali outrora, muito assanhada, quando anunciaram a mudança da instalações,

orubu o do roubo do coc he da real, as si maior li em fr en teao do museu dos coc h es sao lado , o do pala cio do fascista bandido e pedófilo, cavaco silva, e me lem br rei ei cao mo men to de uma m ani cc f es taçao com do circulo do per fu me primeira do jorge pires, q ue h o uve al io de outrora, mu it o ass anha ad a, q vaso do quadrado da anda ano un cia ram primeira da mu dança da instalações,

por cima das instalações, agora da companhia de dança e Lisboa, uns óculos insufláveis gigantes vermelhos e negros tipo hipnotizador voavam ao vento na torre branca,

por c ima das in s t ala ac ço es, agora da companhia de dança e lis bi o da primeira, un s oc ulos in s u fla ave is giga gan t es vermelhos e negros t ip o hipo not ti c ad dor vo ava vam am cao do ove do v en t o bna torre br anca

continuará, talvez, ...

Acusaçao à alemanha, feit, joaquim jose, e o ministro do ps, viera da silva

Acusaçao à alemanha, feit, joaquim jose, e o ministro do ps, viera da silva

Ac cu da acusaçao , usa sao es à al ema da manha do feit, jo a quim do jose, é o min s it ro do ps, , o do viera da silva

O passe num dos últimos vídeos, feit pelo alemão da red do joaquim jose, com o conluio da rtp, a tal peça de carros, que eu comentara, em voz, sem mesmo na altura perceber a razão, pois não tinha razão outra a não ser o passe, pois como se recordarão, o senhor que aparecera, dizia que a solução para diminuir o consumo de petróleo nos carros era faze-los mais leves, fibra de carbono, que ream caras demais, segundo as palavras da peça, moldes, a ilharga das portas dos carros de agora que ream menos largas do que as anteriores e dois capot abertos, sem nexo, aparente, pois o desenho, desvelava os cornos, o vaso negro, na forma semelhante que se via nas fechaduras das portas no interior da ilharga, outro fio e trás se juntava,as tais linhas dos dots, via os vídeos de j f kennedy e de obama na fuga do oleo golf, pois as vira como sobrancelhas em dot brancos que agora trazem os bwm de últimos modelos, como a puta do ministro ladrão de direitos sociais, e responsável por diversos atentados contra a minha pessoa, nesse mesmo dia mostrava com a sobrancelha dele, depois de eu ter dito que era maluco, pois se conhecem os tiques que o desvelam

O p ass en um do~s ul t imos v id deo s, feit p elo do alemao da red do jo a quim do jose, com do circulo do concluio da rtp, a t al da peça de car rosque, porcos do europeu com en tara, em voz, radio, se maior do mesmo na altura, al tura, per ce br a r aza o, p o is n cão tinha r aza circulo da outra, primeria n cão s ero do passe, p o is c omo se rec o r da arao, o s en horque ap ar e cera, di z ia q ue a sol u sao es para dim min u iro roc cc on sumo de pet rol leo nós dos carros, e ra f az ze do traço ingles l os mais, fr, l eve s, fi br ad e car bono, q ue rea am caras de ema mais, se gun do às pal av rato ps as da ape da p eça, mol d es, a ilha arga das portas, cds, dos car ros dea do agora rac q ue rea am men os l arga s d o q ue ~´as ante rio ratos espanhola se do is capo da cruz ab e rt os, se mne da ne do xo, ap ar rec en te, p o iso d e sen ho, d es vela lava os cornos, circulo da ova do vaso negro, na forma sm h en teque, mna madeira se da via ana serpentes das fechaduras das portas no inte ei rr roda ilha arga, outro do fi o, e t rato ps às da se jun t ava,as tais, br linhas dos dots, via os v id e os de j f kennedy e de obama, na fu gado o leo golfe, p o is as vasp ira c omo s om br a bn cel h as em dot br anc os q ue do agora t ra ze emo s b w maior de u l t imos mode elos, c omo da primeira puta do min s it roda do ladrao de direitos soci a ise r es p os an vaso dele , por di versos a ten a td os c on t ra a min h a ps se eo serpente, nesse me sm o dia ms o t rava com a s om br anc ce l h a dele, d ep o is de europeu da teresa, o dito q ue e ra ma luc o, p o is se c on he ce maior os tui q u es q ue o d es vela lam da am

no vídeo como podereis ver, então fizeram um passe, se vê uns cornos na testa e uma fractura como uma racha, a racha que tinha acabado de entrar de novo, com fios antigos , desde o medico, o damaso, do philias fogg e o tal das finanças de que também falo

no v id é circulo c omo pode der reis vaso é rat y o, en tao fi ze ram um a ps se, se cv e us n cornos na t est a, é uma fr ac tura c omo uam racha, a racha q ue tina homem aca bdo de en t rato ad en ovo, com fios antigos , es deo medico, o dam da dama do maso do phi li as fog geo do tal das finanças, da peça da rtp, deque europeu tam am tambem falo do alo

devem andar a crer meter medo as criancinhas do mundo, suas putas!!!

d eve m an ana dr ac rato ps , é rato do meter, medo as c rina s cinhas das cab bec e cinhas c ana rinhas das c r ista linas c al cinhas, do mundo, s ua serpente das putas!!!

saramago, serpente ra rato primeiro da sara mago, o do oculos grossos, magoo, mag dp

3


2


reis, espanha, a cow do sis mo es puma do id dias, psd, o do din am o, do excentrico, o falo, da fundaçao portugal, da gina do grupo do poruts do carrilho, o pacheco, o burro do pereira, socrates, saber, lou, linha socrates, é x am p le, na primavera circulo do pp inc ue do rito, ps, da cruz do falo, cam da ota bota das torres key, da cruz no monte, triangulo de fogo , a puta do angulo do luis osorio do vaso da serpente da esquwerda do templo


1

um, dois , t r e s, in vertido

s eu b r o c h ista da c as dos l ad r o es do din he iro s publicos da r tp, ma si c on he c id o por orelhas, d o is, o u prime rio, a te me fu mega m as min h as a o ve lo no fina l de uma en t r e v isat do sara mago a m e s u ger i r b o as lei turas, q ue o usa dia por pa rte de que m me ro ub a, e se man te m ca aldo s ob re a s por v as dos roubos q ue a qu i f i z pera n t e todos no mundo, por iss o, a qui f icam as t r es fo l h as de a ponta em n t os das not i cas de hoje, meia s t r ad uz id as e t r ad u z id as pa ar q ue m s a iba ler as v oss as manhas,

Se r p r n te europeu do brochista da casa dso ladroes da r tp , eu br roc circulo do home ista da ac às dos ladroes, primeiro da ad rato o cio circulo es, o do din he iro serpente publico s da r tp, ma sic on he c id o por orelhas, d o is, o u prime rio, primeira te da me do fu do mega , g am as min homem asa ove l o n circulo da fina, primeira a l, de uma da en cruz rata e vaso isa sat do sara mago primeira am me esu vaso do dog do ger, é r b circulo do às das lei turas, qaudrado da ue circulo dao usa dia por pa rte deque ue maior da me ro ub a, é se man te m ca aldo serpente dp ob rea primeira spor vaso do ás dos roubos, quadrado da ue da prim mr reia do ki aqui~do if, cc, fi zorro pera nt te todos no mundo, por iss circulo, primeira do ki aqui fi do icam as das tres, cruzes ratos espanhois do fo primeiro do homem às dea da primeira ponta em nt os das not ti c as de hoje, meia serpente da cruz rata da ad uz do ze id ase set rato ad vaso zorro id as da pa da ar quadrado da ue em sa iba dav ler, às vaso os sas das manhas,


canarias, o local do sin do psi


povo portugues, estais porventura doentes ?

p do ovo, porto gues, dos est ais, portugues vaso da inglesa turra, do en cruz espanhola fo ice, gelo, gel elo , el do circulo


porque não mudeis de vida, parai as coisas todas no pais, ate eles se irem de vez embora?


por q u e n ão mu de is de v id a, pa rei as co ia s todas a té deles todos se ire m e v e z e m b or a

ou ainda não vos haveis dado conta que são bandidos ladroes, abusadores, fora da lei, pedófilos e filhos da puta ?


na casa das putas branqueadoras da casa de todo o putedo de luxo da nação, que comem regularmente do naco de todos os portugueses, o putedo sem mesmo cartão para tão ilustre funcçao, o aparente ultimo episódio da telenovela, semedo, ou o sem medo, o da g da ira do aldo da al dó, diz que o queixinhas era mentiroso, ou seja o queixinhas rodeados de belas putas, incapaz mesmo de o olhar nos olhos, provavelmente lhe punham a mao na pila por debaixo da mesa ao momento para lhe dar a confiança que não tem, dizia que o semedo mentira, que giro guião desta estúpida telenovela sem fim do branqueadores de serviço dos terroristas de estado, o pacheco burro do perreira, braço do que se diz primeiro, socrates sm, dizia, que a condenação não era mais dura, pela ausência das escutas, coitadinhos, equiparados a uma comissão de inquérito de natureza judicial, o outro lingrinhas delicado dos azores, fazia gesto de cruz invertida como pêndulos, e os direitozinhos das putas e as garantias do cumprimento da lei a que estão obrigados face a nação e às gentes, caia assim por terra, antes mesmo de se levantar, parece mesmo um problema de falta de potencia no dito cujo, ou nos ditos e nas ditos do cujo


na c asa sadas das putas branqueadoras, bar anque ad dor rato ps às , a da c asa de todo circulo do putedo de l ux xo da aan da dana sao, q ue com em regua al ar mente, o do naco de todos os portu gueses, c irc uk l o d putedo se maior do mesmo, ca rta o para tao i lustre fun cc sao, o ap ar en te u l t imo e piso di o da tele en ove vela dela se med o, o u o se maior medo, o da g da ira do aldo da al dó, di zorro do q ue do circulo do queixinhas, e ra do mentiroso, men t ei iro roso, o u seja o q ue ix in h as rode dea ad os de belas putas, inca p az me sm mode deo ol home da ar nós dos olhos,passe da cegueira, pro ova ave lem n tel primeiro he p unha ham am a mao na pila por de ba ix xo da dam da mesa, madrid, cao mo men top para l he d ar segur os confinança, a c on fina aça es q ue n ão tem, di z ia q ue o se medo dom da men t ira, q ue giro guia o de sta es t u pida tele no ove da vela se mairo do fi maior do branque a d o r es de ser viç o dos terroristas de es sat td oo, dp p ac he co burro do perreira, br aço doque ue se di z prime iro, soc rate es sm, di z ia, q w eu a conde dena ac ~sao es n cão e ra mais, fr dura, p ela a use s en cia das escutas, coita din h os, e qui ipar ad os a uma co miss sao de inq ue rito de na ture za judicial, o outro rol l in g rinhas deli cado dos az o r es, f az ia g es to de c ru z ibñ vertida c omo pendulos, e os di rei tozinhos das putas,. é ás gara ran tias do cu mp rim en to da lei , a q ue es tao ob r ig gados f ac e ana çao, é a as g en ts, c aia as si maio por da terra, ant es me sm ~mode se l eva van t ra, pa rece me sm o um po rb l ema de f ala td e p ot en cia no do dito cu do jo, o u n os ditos e n as ditosd doc u jo


nas palavrinhas, se lia a co miss da sao, de aveiro , auto muti da lou, pro mi s cu id ad e, en cruz re pol it tica e co muni caçao, o da soci al, gato rupo do pinho, dos caixões, nome de ministro besta a duzentos e dois a hora, se bem vos recordais, depois o socarates, soc dos rates espanhóis, com a tvi ao fundo, onde o mundo rodava no ceu e linhas lhe faziam marcas no equador, aquele sitio onde ao sul, os amantes muito gostam de estar, es star, se viam dois traços azuis como sublinhando uns estranhos nunca escutados nem lidos dizer, we can x segundo, o ps soc ra do delta es, dois traços azuis, reais, na p laca ard, be , e ponto do x da chaveta da cruz do vi, do dia seguinte , por g rama do norte, futebois, e queda de pontes e coisa afins normais na sua impunidade nos regimes ditos de direito, fac, é demo c rat ti cos,, e x am mp le cruz, do cais da rocha, do conde de obidos, ob bid id os, como certamente saramago relembrava do tal deuzinho de 92, que sub mne t ra uma pao sta entre dois irmaos , cega ainda por cima, em que o que gana h ra ou per der a, de pen de se mp re d o ponto de vista, for a morto, q ue b elo e x e mp l o de justiça, é i mp uni dade, a rxcah de ni jin ski, do pássaro de fogo, assim dizia~m as puta com esta encenação das inquisição, que fazem para tentra safar as contas próprias dos próprios cus, na primavera, ricard da armanda, imago , a verdade não se met e no bolso, a firma ava, ava catarina, o do pp, depois se anunciava o novo episódio, diapa, fr alda primeira,. abre agora, visto termos conhecimento da noticia ontem, um inquérito pedido pelo tribunal constitucional, o dos riscos, das pistolas roubadas e das mentiras, ao caso tagus p ar kapa do figo do bar do ra do socrates, queixa de contas do jse lello, o jesse james do lello, do bandidinho do lello, quem diria como sao todos bons rapazes, esat gente


nas pal av rinhas, se da lia aco miss da sao, de aveiro , auto muti da lou, pro mi s cu id ad e, en cruz re pol it tica e co muni caçao, o da soci al, gato rupo do pinho, dos caixoes, no me d e min s t ro besta a d u z en to e do isa primeira hora, se b em v os rec o r da is, d e p o is o soc ar rate es, soc dos rates espanhois, com a tvi ao, fundo, onde o mundo roda ava ono c eu é l in h as l he f az iam ma r cas no equador, a q ue d sele si tio onda deao sul, os amantes, o que se deita com a puta que me roubou o filho, mu it o g os tam de estar, es star, se via am do is t r aços az u is c omo s ub lina h n dó un s es t r anhos nu nc a es cu t ad os ne ml lido s di ze r, we can x se gun do, o ps soc ra do delta es, dois traços azuis, reais, na p laca ard, be , e ponto do x da c h a v e t a da c r u z do vi, do dia seguinte , por g rama do norte, futebois, e queda de pontes e coisa afins normais na sua impunidade nos regimes ditos de direito, fac, é demo c rat ti cos,, e x am mp le cruz, do cais da rocha, do conde de obidos, ob bid id os, como ce rat e mn te sara mago r el em br ava do t al d eu z in ho de 92, que sub mne t ra uma pao sta entre dois irmaos , cega ainda por cima, em que o que gana h ra ou per der a, de pen de se mp re d o ponto de v ista, for a m o r t o , q ue b elo e x e mp l o de justiça, é i mp uni dade, a ar x ca hd e ni jin ski, do p ass aro de fogo, as si m di z ia~m as puta com desta encenaçao das inq u isi ço es,q ue f az e m para ten t ra sa f ar as das contas, por rp ria s d os pro rop p rio s cus, na primavera, ricard da armanda, ima goa ver dade n cão se met e n o bolso, a firma ava, ava catarina, o do pp, d ep o is se anu un cia ava o n ovo e pi sodio, diap a, ab re agora, v isto termos c on he cie mn to da ano da not ti cia on te maior, um do inquerito, inq ue rt io ped id o p elo tribunal constitucional, o dos riscos, das pistolas ro u b ad as e das mentiras, cao do caso tagus p ar kapa do figo do bar do ra do socrates da queixa de contas do jse lello, o jesse james do lello, do ban didi din n ho do lello, q ue maior da di da ria c omo sao todos bo ns r ap az es, es sat g en te



me dizei, povo portugues, estais doentes para aturar estas bestas quotidianamente nesta palhaçada?


me di ze ei p ovo, por v o , portu gues, est ais d o e n t e s para a tura r e s a t s besta q u o ti diana mente e sta pal h aça ad a

gostais assim tanto de serem comidos todos os dias com estas historias?

g s ota tais as si maior t anto de se rem com id os todos os dias, psd, nest as das historias


porque não mudeis de vida, parai as coias todoas no pais, ate eles se irem de vez embora?


por q u e n ão mu de is de v id a, pa rei as co ia s todas a té deles todos se ire m e v e z e m b or a


ou ainda não vos haveis dado conta que sao bandidos ladroes, abusadores, fora da lei, pedofilos e filhos da puta ?


o dp ua inda n ão v os h ave is dado conta, q ue sao ban dido s ladroes, a b u s a d o r e s, for a d a l ei, pedo filo s e filhos da puta fo ice