segunda-feira, junho 21, 2010

acusaçao e crimes ordem dos medicos, advogados, minsiterio da saude e esse falso juiz do caso de st maria



128 21 06 10 98 0 96 10,1 MB (10.625.153 b y t es)

128, fiat, liga sao espanhola, à da igreja de roma

ac usa çsao es se c rim es ordem dos médicos, ad v o gados, min s it e rio da saude, é esse falso juiz do caso de st maria

acusação e ordem de demissão e inquérito criminal a ordem dos médicos, advogados, e ainda conta o ministério da saúde e contra esse filho da puta de juiz dos juízes corruptos que representou outrora portugal em Haia

ac cu usa ac sao espanhola, é ordem , de d emi miss o da primeira e do inquerito criminal, inc ue do rito c rim in al, primeira da ordem dos medicos, ad v o gados, é a inda conta do circulo do min s it e rio da saude , vesa saudade e silva, é contra desse cobra, fi l h o da puta de juiz dos ju i j es cor ru pt os q ue r ep pr es en to u o u t rato ps o ra portu gato da al em homem aia

pelos vistos vocês se vergam também ao ps e à puta mor do mario soares, que merda é esta, seus caralhos de torturadores de crianças, que se dizem médicos e advogados, morrei todos, a ausência de justiça!!!

p elos vi s t os v o c es se verga g am tam am também cão ps é à puta mor do mario soares, quadrado da ue merda é e stase se da us do cara dos alhos de torturadores de dec crianças, q ue se di ss em med icos se da sea da ad vaso do circulo dos gados do mor rei de todos, a au use en
cia de justiça!!!

deduz-se tambem daqui mais uma vez acusação contra o psd

d ed uz do traçod a inglesa se t am tambem d, a aqui mais, fr, uma v e ze a c usa sao es do contra do circulo do psd



a prova no sexto golo, um de ronaldo


a pro ova no se d o xo g olo da gol, um de ron aldojavascript:void(0)




como haveis todos reparado, ando com falta de cadernos novos, assim ao ver no yahoo, o sexto golo de portugal, feito pelo ronaldo, abri um dos que trago comigo ao calhas, quanto ele o é, e tomei nota do que na imagem vi, corresponde as palavras a direita da linha que parece a silhueta do freitas do mal, amaral com, na pagina direita

c omo h ave is todos ratp epa par rato do ado, ando com f al t ad e cade rn nos n ovos, as simao v e rato no y a h oo, o se x to g olo de por t g al, feito, p elo ron aldo, ab rio, psd porto, um dos q ue t rag o co mig o cao c alhas, qua anto dele o é, e tom ei ino not ad doque eu na ima ge maior do vi, cor r es ponde ás pal av ra asa direita da linha, q ue pa rece a si l h u eta do freitas do mal, am aral com, na pa gina da direita

a chave comutativa se faz com o vídeo da meredith monk, pois o golo mimou o passe da rapariga no vestido de cor lápis lazuli, também o fio da imagem da nódoa na rainha e inglaterra, com a bola no atlas jongleur

a chave co mula t iva se f az com o v id é o da mer dit home mo nk, p o iso g olo mimo u o p as seda da rapariga no v est id o, de cor lap is l az u l i, t am am tambem do circulo do fi o dp da ima ge maior madeira , a da nod o ana raina h e inglaterra, com da primeira bola no a t k l as jo n g le ur

a esta chave se soma o que no caderno se junta

primeira de esta, est a chave, c h ave, se s oma , circulo q ue nocade der no se da junta, jun cruz primeira

a pa gina da esquerda do ca de r no, j á f oi a qui pub lic ad a, sao not as s ob re o v id e o, 04 7 2010, o mesmo no mec ue a pa rece r dela ac cio n ado com o g olo, pr a g rama da r tp, e odisseia, canal espanhol,. o no do paco p aco cop

refe, o interruptor, inter rup pt tor, ahorn do toito , corno ea buil, greginha , vera o natal,. ....acaba a pagina com, es pe cio zen mode elos escolares, es co ola ares es, bota com da per dig ota, nuc leo , o da gestao

2 parte da acusaçao a freitas e a soares, que protegem a assassina de entre os rios

segunda p da arte da ac cu us sao es, primeira de freitas, é a primeira e soares, q ue pro tege da primeira ass sin primeira de en cruz re os rio serpente

segunda parte desta mesma acusaçao

se da gun da p do aret, deste, arpao de este, a mesma da acusaçao

cacofonia, a ultima vez que esta palavra emergiu foi associada à banda sonora do video do icaro que aqui publiquei por altura do vinte e cinco de abril ultimo sobre o gigante anibal, ou seja o gigante do anibal, cavaco silva, e de um anel do comboio do tempo do comboio europeu ou outro que apareceu mais recentemente, o tal do alfa lisboa porto, do roubo da camara, ou seja remete isto tambem para uma ligaçao, como é obvio a esse outro terrorista mor de etado, cavaco silva

c av co fi ni a, a um tim a v e zorro do x, q ue ed desta , pal vaso ra e mer gi do vaso fo do oi as soci ad a, à banda son o rato ps ad ov id é circulo do ica rato ps caa cao , q ue a qui pub lic ue ei ip por al tura do vinte, é c inc code abril ultimo, s ob reo gi a gn te do anibal, o vaso do seja do circulo da giga gan te do ani b ak primeiro de cavaco silva, é De, um anel do com boio, o do t e mp podo do com boi io europeu, o vaso da outra q ue ap ar receu ma si re en teo t l do alfa da lis boa do porto, do orubo da camara, o que se diz filosofo, e ue hoje dizia que estavam todos a espera de passar para a outra margem, o hades certamente, do grupo costa, ps, o vaso do seja rem te is to t am tambem para uma liga ac sao,es c omo é ob vaso io da primeira cobra desse outro terrorista mor, de eta ad do circulo do cavaco silva, e sendo que a historia é alema, portanto ess puta alema, aqui da zona do palacio das necessidades, um que anda nas vezes num mercedes preto


a imagem das bombas aparentemente no iraque hoje apresentadas no telejornal , me acrescentam, sobre este ponto ainda, o angulo do chi ne do prim me rio do io do os do quarto, a tal mola debaixo da cama, o do banco, onde se viam duas am bul lan cias br ancas, cujas frentes acrescentaveam ainda, no dia vinte e seis de dezembro, tsunami, e dois dark vaders br anca, tipo cruzados kkk

a ima ge maior das bombas, ap ar ren te , a que mente no ira q ue do hoje, ap pr pre s en t ad as no tele onda do jornal , me ac rato es centa tam am, s ob re de este ponto, a inda do circulo do angulo do chi ne do prim me rio do io do os do quarto, a t al m ola de ba ix xo da cama, o do banco, onda da se via maior das duas da am bul lan cias br ancas, cu j as fr en t es ac r es centa ave am a inda, no do dia vinte, é se is de dez ze rato mb bro do tsunami, é do is d ark v ad der serpente sb br anca, t ip o c r uza d os kkk


a linha que apontou a marca do japao relacionada com freitas, que teve tambem algumas consequencias lá, aqui narradas na altura de seus aconteceres, me leva ainda a outro desenvolvimento apos a imagem que ontem aqui comentei, sobre chaves, e as estradas com a presença da puta terrorista do ps que se diz ministro das vias ou algo assim e um outro que com ele estava nessa inauguraçao de um troço feito pelos espanhois, masi joven, cabelo rapado, que me pareceu ser equivalente se não o mesmo da tal historia tambem aprsentada na tv do tal das finanças ou da segurança social, da historia dos cornos da estrela da morte, e de cascais, que apareceu em corruptela no texto, como casca si,


primeira da linha q ue apontou a primeira marca , cado do japao, rato dela , o do ac cc cio n ada com do freitas, q ue da teve t am tambem al guy ma s co nse q u en cia s l á, a qui na rr ad as na al tura de se us ac on tec e ratos es, me l eva a inda primeira de outro do desenvolviemnto, id, de s en volv ie mn to ap os a ima ge maior q ue on te maqui com en t ei, s ob re c h ave es, é ás das est star rda s c om a pr es ença es da puta terrorista do ps, q ue se di zorro do mini s t roda serpentes do s acidentes nas vias, o ual go a ss em me de um outro , q ue com dele, est ava ness a ina nau g ur raçao de um t roço es , feito, top p elos dos espanhois, ma si j ov en, ca b elo rato ps ap do pardo, q ue me pa receu ser, e qui iva al lente se n cão do circulo do mesmo , o da t al historia da ria t am tambem a pr s en t ad ana tv do t al das finanças, o vaso da segur ança es soci da al, a da historia dos cornos da estrela da morte, é de cascais, q ue ap ar receu em co rr u pt tela lan ano tex toco omo moda casca si,


pois me recordei de uma recente linha na america aqui comentada, sobre as tais viaturas retiradas do mercado por problemas nos travoes, e problemas nos travoes, provocados, foi o que originou o acidente com o honda vtec crx, ao chegar a braga, isso, e o facto de a estrada antiga de novo alcatroada nessa altura, ao que parece, se esqueceram de pintar todas e as normais linhas que a delemitam


p o is dame dam am reco rayo ps dei, de uma rec en te da linha na am erica, aveiro, a qui co men t ad a, s obr rea as tais, br via das turas, r ato set e tir ad às do mercado, por pro ob l ema serpente nós dos travoes, é pro ob b l ema serpente nós t r av o es, prp ovo pro c ad os, fo io q ue o rig gino vaso do circulo do acidente, acide dente, in dete com do circulo da honda, h on ad a vaso tec circulo do ar rato ps do x, cao chega rato ra da primeira de braga, iss oe circulo do ac f acto dea primeira da estrada antiga , gado de n ovo al cat rato o ad da primeira nessa al tura, cao q ue ap r ee, se es q ue ce ram de pin t ar todas, é ás norma da si da s linhas q ue a del lem mit da am


a narraçao recente aqui feita dessa queda, no seguimento de uma imagem sobre o acindente de ted kennedy no lago onde falecera uma rapariga que com ele ia, me deu contudo uma outra chave, a chave sobre uma imagem que um dia aqui comentara, e que relacionei por semelhança com a ultima torre do tolkien, que se espelhara na queda da ponte da grande matança aqui em portugal, a queda da ponte de entre rios


primeira ana na rr da raçao recente a qui feita, a dessa queda, no se gui men t o, de uma ima ge maior s ob reo circulo do ac in dente de te d k en ned y no l ago , onda f al le cera uma rapariga q ue com dele ia, med e ur rop o pp eu c on tudo, uma outra rac ac c h ave, primeira chave s ob re uma ima ge maior do q ue um do dia a qui com en tara, é quadrdo da ue rato ps dela , a do ac cio one ne ei por seme l h ança espanhola, com da primeira da ultima torre do tol ki en, q ue se es p dela, a do homem rato ps da anna de rana , a queda da pin te da g rande matança aqui em portugal, primeira da queda da ponte de entre rios, queda da da ponte, de en cruz re rio serpente, porto, psd


se bem vos recordais da assinatura visivel na queda da ponte de entre rios, se viu ficar uma torre em pe, um dos pilares, e um pedaço de asfalto que dele partai e mergulhava no rio, dizendo a iamgem em seu simbolismo, um delta invertido de uma torre de pedra, ou seja tras os montes, branco e prto, cinzento, ou seja antigo, e ao agora recordar a imagem do acindente com o honda 1 66 0, mil e seiscentos, ou seja dez ase do is , o da dp , tive um flash, pois a posiçao em que ele ficou é semelhante em relaçao ao angulo, ou seja um mesmo que mais de que um angulo fez , a pelo menos dois como aqui se desvelou, certaemnte muito mais, como a face do freitas, a dizer o rsot do angulo do leito da cama, na foto anterior, e que aqui ontem , uma peqwuena traça ainda me disse, do veio da porta do armario dos medicamentos, e produtos varios e limpeza, do semi arco da roca da casa de banho, ou seja relacionado com canarias,


serpemte do pm, ps socrates, eb em vaso do os reco rda sida, as sina da primeira tura v isi v el na queda da ponte, de en t re rios, se vi vaso f icar , uma torre em pe, um dos p ila ares, e um peda ço es de as f al toque do quadrado europeu dele, p art rta ie mer gul h ava no do rio, di zen do primeira iam mge maior em s eu si mb lis mo, um do delta invertido de uma torre de pedra, o vaso do seja t rato ás do os dos montes, br anco + é pr to, c in zen to, o vaso do seja, o antigo, é cao do agora, rec o rda rai mage maior do ac in dente com do circulo do homem da onda do pr me iro 1 66 0, mi le seis c en t os iatalia, , o vaso do seja dez ase do is , o da dp , teve um da fla serpente homem hp p o isa primeira posi sic sao es , em q ue dele, fi co vaso ue acento . é semel h ante em relaçao, tribunal, cao do angulo, o vaso do seja de um do mesmo, q ue ma s i d e q ue um angulo de fez mar rocos os , primeira da ap do ape da p elo men os do is c omo a qui se d es velo vaso, ce rta em n te mu it o mais fr, c omo primeira face do freitas, primeira di ze ero rato ps serpente da ot do angulo do leito da cama, na f oto ante rato do ior, e q ue a qui on te maior , uma pe q w ue na t rata aça es da a inda dame dam , e iss se, sed ov do veio da porta do ar do mario, ps, o dos medicamentos, farmacias, é por du oto s v ari os se l i mp e za, do s emi do arco, madris, da roca da c asa de ban ho, tsunami, o vaso do seja rato dela, a do ac cio n ad o com canarias,



ou seja , a id que se develou ontem nesse texto, braga pedo, é o mesmo do mesmo grupo que esta por detras destes dois aconteceres, e vem do tempo da actor joao rosa, pois aí ainda na altura do atentado, vivia, e portanto se relaciona com a tal da historia da estrela da morte das co lunas s do bang do o l u s f en

o vaso do seja , primeira da id q ue se d eve lou on te maior do nesse tex do circulo da cruz
o de braga pedo, é circulo do mesmo, do me sm o g rup o q ue e sta por det rato ps ás destes dois, ac on tec ceres, e eve maior do t e mp da poda do actor j , o jo cao da dp da rosa, p o is aí a inda na al tura do a t en t ad o, v iv ia, é porta nt to ze rato dela , a do ac cio na ac naco do c oma t al da hi s tori ad da primeira estrela do damo dam da morte das co lunas serpente do dó b ang , o do dp da primeira u s f en´

ou seja assim se desvela a id da mtança em entre rios tambem e do que sempre disse, que estes dois assassinos se cobrem mutuamente, com o apoio de outros partidos!!!
´
o vaso do seja as si maior da se d es vela primeira id da dama da matança em entre rios, t am
tambem ~´e doque do dó europeu se mp red iss se, sec q ue estes, do is as sas sino s se cobre rem psi co muni caçoes, espanhois mu tua am , primeira a que mente, com do circulo do ap oio de outros partidos!!! p art rt id os

a vossa confissao, ou morte, à ausencia de justiça em portugal veragada a estes filhos da puta v!!!!

a vaso os sa c on fi iss sao es, o vaso omo da morte, à au s en cia de justiça em portugal, vera ss, gada , primeira destes filhos d ap da puta do av vaso sov!!!!



medicamentos, farmacias, de novo a mesma assinatura que sera alvo de acusaçao detalhada, desta vez no hopsital do outro lado do rio, duas crianças, na imagem vi um eco dos panos do avental da coluna maconica por debaixo do cristo quando da visita do papa aqui, desiquilibrados, no hospital vi, acido, preparaçao da minha mortena altura da expo, manga de aerorporto como o caida salvo erro em paris, e semelhante ao corredor elevado da expo, sequencia do vulcao de agua no video lisnon exposed, garra do gato da ar dp hospital, do acido da horta,a z e coraçao, es o fag circulo do vulcao, pn eu mo do cco homem os do pito da bacteria, circulo do pooh, dog gel do elo vermelho, da pr eve na ar do treze, pat io, al fama, pa cao do ze dez de oitenat e sete bar do ra do sete ni dida da isabel vaz, da paula do rebelo, spa, scut esposendo, do maestro rop da pa delta sh dp delta, onze f eu so circulo dp nono, a fifa com do eixo do mal,

med di cam en t os, f ar m ac ia s, d e n ovo, a mesma as sin a tura q ue se ra alvo de ac usa sao es d eta alhada, de sta v e zorro do no ho ps i t al do outro rol lado, o do rio, du as das crianças, na ima ge maior do vi, um e cod os p ano s do avental da coluna maconica por de ba ix xo do c rayo is to qua ando da v isi sita do papa a qui, de sic u ik libra ratos ad os, no hospital vi, ac id o, pre epa par da raçao da min home da pr a mor tena al tura da expo, manga de aero rp do orto do porto c omo o c aida salvo e rr o em paris, e seme l h ante cao co rr red dor dele eva ad , o da expo, seq u en cia do vu l cao de agua no v id é o lis non e x p os ed dg garra do gato da ar dp hospital, do acido da horta,a z e co raçao, es o fag circulo do vulcao, pn eu mo do cc o homem os do pito da b ac te ria, c irc culo do p oo h, dog gel do elo vermelho, da pr eve na ar do treze, pat io, al fama, pa cao do ze dez de o it en a te do sete bar do ra do sete ni dida da isabel vaz, da paula do rebelo, spa, scut esposendo, do ma est rato da rop pa delta sh dp delta, onze f eu so circulo dp nono, a fifa com do eixo do mal,

acusaçao a soares e freitas, segunda parte



os bandidos continuam impunes e acham certamente que a lei nao é igual para todos, pois às imensas provas e acusaçoes que aqui lhes tenho feitas, nem ousam a nenhuma responder, o que tambem diz da culpabilidade deles,

os dos bandidos c on tin ua am inp une es se acha ham am ce rta em n teque, a puta da madeira, primeira da lie , a da lei, n cao é e gato da ual para de todos, p o is as si menas por vaso ase das acusaçoes, q ue a qui l he es t en home do circulo do freitas, ne mo usa sam primeira ane ne h uma r es ponde der, ero circulo q ue t am tambem di zorro da cu l p ab bil id ad e deles,
esta foto foi assim publicada no dn de ontem, e é tambem prova das induçoes que estes vergados que se dizem jornalistas, fazem quotidianamente nas suas ilusoes pra limpar o cu aos bandidos assassinos e ladroes e abusadores de crianças
.
.
é sta f oto fo do oi as si maior pub primeiro do circulo ad ano do nó do dn, de on te me , é eta tam am tambem pro da ova das indu ço es, q ue de este , e rp en t es ver gados dos q ue se di ze maior do jornalistas, op do sj, f az e maior cu o t id diana am que mente, andringa, na ss ua si luso es pr a limpar o cu a os ban id os as sas sin os e l ad ro es e ab usa dor es de c rian ab anças espanholas
.
.
ou vos haveis esquecido das regras do portugues, se tal se pudesse chamar em proprieade a quem usa a palavra para iludir a verdade, um pouco como essa espantosa frase hopje ouvida, de que as palavras tinha acabado porque saramago as levará todas, espantoso, finalmente o extase do mundo da harmonia silenciosa e da morte dos cacofonicos das cacofonias
.
.
o uv os h ave is es q ue c id, o das regras do portugues, cuidado com a lingua, se t al se da da puta do vaso desse, c ham mar da ar, em pro rop p rie ad dea primeira q ue maior usa , primeira pala vaso do ra do para rai, primeiro do vaso d i ira primeira ver dade, um p o u coco omo dessa, es panto sa fr ase ho pje o uv id ad deque, madeira, ilha, q ue ás pal av rato ps ás das tinhas, aca b ad o por q ue sara mago as l eva vara acento primeira de todas, es panto osso, fina lem n teo do circulo dd o dó, e x tase do mundo da h ar no do moni da tvi, da mia do si len cio sa, muda, e
damo da morte, a dos caco fon nicos da caco cof , t o se, f oni às
.
.
pois a regra daqueles que se queixam da quebra das regras e que na verdade não respeitam nenhuma, pois o pais está roubado de justiça a todos os niveis ao longo de mais de quarenta anos,
vejam lá, parece que se esqueceram da regra da quebra da palavra pela mudança da linha, desempedi, pondo o , o, na outra, certamente que vao dizer que é erro de paginaçao electronica, mas ninguem acredita, pois todos acreditam sabendo que estas bestas servem os demiurgos das ilusoes e das constantes degraças e sao por consequencia criminosos impunes até ao momento
.
.
p o isa primeira da regra da ue k l es, daqueles do q ue se da queixa am , a da quebra das regras, é q ue na ave rda dade, n cão r es peita tam am n en h uma, p o iso circulo do pais, tvi, e stá ro ub bad ad circulo, o de justiça, primeira de todos, os niveis, maconicos, aol ong do gode mais, fr, de qua da renta ano serpente 2 90 05, veja am l á , pa rece q ue se es q ue cera ram da regra , da q ue br ad a pal av ra p ela mu da dança, a da linha, de se mp ped do ip on dó dp, na outra, ce rate mn teque, matança na madeira, vao, mario soares, di ze rato do anel do ps, q ue é ero de pa gina ac sao espanhola, dele , circulo t ron da nica, mas nin g ue maior ac red da dita, p o is todos ac red dita i do tam da manha, q ue destas bestas, se rato ps e vaso mioe do os d emi ur g os das ilusoes, ed ás co ns t ant es deg ratas aças espanholas, é sao por co nse q u en cia c rimi nós os inp un es primeira té cao mo men cruz circulo
.
.
tras outro bombom indutorio, ou sera porventura mais correcto dizer, um bum bum, ou seja, duas bombas, sendo que vinte e seis acabaram de se ir no iraque, depois das outras do trovao roubado no pais de estranho nome, ontem aqui tambem convocado, que está expresso num pormenor, a folhinha que o freitas das seitas do mal, tras em forma discretamente enquadrada na foto, quse como quem quer levantar uma lebre mas quer fazer parecer que não, ou seja, como caçadores envergonhados, ou malandros, dos que fazem assim embuscadas, onde caem os mais inocentes
.
.
cruz rato ps asa de outro do roubo, b om boda min indo, tor rio aveiro do io, o use cera por vaso da en tura mais, fr, cor do recto, di ze ato ps do rum do bum bum, o vaso use do seja, do vaso do às das bombas, s en doque vinte e se is, maconico, o do natal, natal da al, ns, aca bar ram da am de se ei rato rn no da di ira ac do quadrado da ue, d ep o is das outras, do t rova vao , ps ro ub bad ad circulo, o no pais, tvi, de est rato do anho neme, on te maqui tam am ta mbem, c on v o cado, br, q ue e stá do expresso , jr do jornal, nu maior por men circulo do rato ps, primeira fo l hi em home da primeira , a q ue do circulo do freitas , a das seitas do mal, cruz rato ps ás em fom mr rat ad is creta tam am , a que mente, en quadra ad dana ana f oto, quadrdo da use c omo q ue maior, q ue rato ps kapa dele , a eva vam da tar, uma lebre masque rf az, é rato pa recer q ue n cão, o vaso seja, c omo caça dor es en ver g on h ad os, o u mal an d ro serpente, do s q ue f az se do ze da ema maior ass si maior das embuscadas, onda cae emo do os ma si ino dos centes, ingleses e espanhois
.
.

pois o pormenor da folhinha se liga a uma outra folhinha na mesma posiçao recentemente aqui mostrada por um outro bandido dos branquedores da tal comissao de branqueamento da ar, sobre o tal pretenso caso da eventual compra da tvi pela pt, com as ligaçoes já esclarecidas a espanha, cegueira tele foni nica, e vaso ivo, ou do iva no brasil, e blá restante que se conhece
.
.

p o iso por men o rato ps, a da fo l hi em home da primeira da se da liga da a uma de outra foc kapa primerio homem da enrgia das linhas, comboios, na mesma, a posi sic sao espanhola, re en te mn te a qui mo s t rata da ad ap do por de um outro bandido dos branqueadores, br anque dao rato serpentes, a da tal comissao de branqueamento na ar, br anque mane do neto, psd, a da ar, s ob reo t al pre t en s circulo doca soda do maluco, eve en tua al primerio dp, co mp rato ps ad da primeria da t v i p dela, a da pt, com às das ligaçoes, espionagens, j á es clare rec das cidas da primeira de espanha, ce g eu ira da tele do fon oni da nica, e eva vaso do ivo, o vaso do do iva ano do nó do brasil, eb primeira do acento rato est ante maeira, achas, q ue sec on he se, a do passe da cegueira, a minha, ou me l hi do ior do passe onde me foderam os olhos
.
.

ou seja temos por suma com o desvelado nos textos sobre a tal comissao da ar que cobre e é cumplice dos crimes, a tal mola da mesa da alinaça entre os bandidos de todos os partido e da mola, a toupeira infiltrada e mecanismo de prisao feito por debaixo da cama, ou do leito
.
.

o vaso do seja, t emo s por s uma com do circulo do d es vela lado, matança na russia, nós tex t os s ob rea primeira da tal comissao da ar, arque q ue do cobre, co muni caçoes es, e é cu mp l ice dos c rim crimes es, a t al maio ola da mesa, bum em atocha , a da al ina aça , a do anel, en t re os ban dido serpente de todos os partidos , é damo do dam maior da ola, primeria to u pe ira in fil t rata ad da primeria, é meca can is mode da prisao, pr isa sao, feito, por de ba ix do xo da cama, o vaso do le it circulo da cruz
.
.
juntemos ainda entao a analise literaria, gramatical, lingistica, simbolica e meta linguistica de tao espantoso indutorio em seu erro, titulo, começando pelo que a grafia da palavra quebrada nos, diz,
.
.

jun t emo sa da primeira inda , en tao da primeira da anal ise , a literaria, gata da grana, dinheiro br, rana ana tic da al, l in gi serpente tica, si mb o lic a , é me t al ing gui s tica de tao es pan toso indu toiro em s eu ero rr, tito tol primrio do circulo, co meça es can do p elo q ue primeria da g ra f fia ia da ap ds lavra, a d cruz quebrada nós di zorro,
.
.

primeira constataçao metafisica, é cruz quebrada, diana andringa, arrastao, episodio, rana, lugar ao lado da cruz quebrada, brasil conexao do dinheiro, ou seja da grana suja, coco, ou seja deslizamentos varios não estilisticos sobre o ponto de vista da linguagem mas sim de matanças varias de foice larga
.
.

primeira da co ns tata ac sao espanhola da metafisica, dita, é c ru zorro da quebrada, a ad da diana andringa, ar rat 5 0 ps as tao do episodio em rana, l u gara aco lado , a da cruz quebrada, brasil c one x do cao do dinheiro, o vaso do seja dag rata ps ana de rana serpente do vaso do principe da primeria do coco, o vaso do seja, dos d es liza za men t os v ar io s n cao da onda do vao, cao est til is ticos s o br circulo do ponto de vaso ista, a da l in gauge maior massi maior de matanças vaso das arias de fo ice l arga
.
.
a grafia da palavra em si , desimpedid, me diz ainda
de sim ped id,
.
.

primeira do gato raf fia do qaudrado da espanhola si mp ped di id, me di zorro da primeira inda
espanhola, estava uma aqui nos paços, uma que se diz ministra da cultura, a falar em imagens da ostra da primavera, ao lado ds spa,
.
.

es pan hola, est ava uma a qui nós pacos, uma q ue se di zorro min si y ad a cu l tura, a f al da ar rem e, ima ge ns da ostra da prime av ra da puta ladra do ps, vera ss, do cao lado do quadrado da serpente da spa, e do hospital das gravuras do sam e do cca, da casa dos bicos que se deve entender por broches com meninos abusados, maria teresa, como a puta que me tras o filho roubado, com mais de la vega,

desimpedido, c on t r a rio de impedido, impedido, ordenança, militar invertido, ou do mi l t r a vertido

sim, conta de aveiro e ca do minho, o do ps, vara , penedos, justo, e companhia
o do freitas, circulo entre aspas, p rin ciep , o da primeira poda, ap oi da ar do cavaco, circulo ava acha, do silva, a puta da rt p, a maria da elisa

freitas das seitas do mal, me diz o seu aparecimento neste preciso momento da narrativa, uma relaçao dele com o japao, via uma foto aqui abordada, antiga, onde se ve no aeroporto o padrao das colmeias das abelhas, imagem recente do ultimo video sobre o conflito israel arabe, ou seja relacionado com o trafico das armas em decadas antigas, e ainda de uma cruz qualquer que esta besta me fez junto ao japao, alvo de outras leitura quei no livro da vida, na rua d pedro quinto, ou seja junto ao imperador en t re par ren te sis

fr rei it às das seitas do mal, me di zo s eu ap a rec ei em n to neste pre do ciso , dentes da besta mo men t o da na rr rat iva, uma da relaçao dele com do circulo do japao, via uma da f oto a qui ab o rata dada, antiga, onda da se v en o aero rop do porto do circulo do padrao, das co l meias das abel homem ás, ima ge m rec en te do u l t imo v id deo , é circulo s ob reo do conflito israel arabe, o vaso do seja rato ps dela ac cio n ado com do circulo do t ra f ico, cod , os das armas em decadas ant ti, é gase a inda de uma cruz q ual q ue rato q ue desta besta, me de fez jun t o cao do j da ap do cao alvo, um do labrador, de outras lei tura q u ei ino no l iv roda david ana da rua dp ped roc do quinto, o vaso do seja jun cruz circulo do cao im pera ad da dor, japao , colmeias, abelhas mor rata tasi, rem , naves espaciais , es spa ac coa coc cia is