quinta-feira, outubro 21, 2010


21 10 10
2 31 MB (24,.2,  96., 2 , 74 b y t es)

sempre o mesmo , estou já pela segunda vez a tentar fazer o up load do video e o desviam como sempre, que filhos da puta sois!!! o da soci


...

oh rapazes de frança, esqueci-me de vos dizer, devem tambem ir apreender os da elf, nao confundir com os elfos que sao seres com umas orelhas muito belas e que fazem falta a todos pois ouvem muito bem, e disparam rapidas flechas certeiras e trazem uma bela rainha, e lhes digam, aos a quem falta o , O, que estao atrasados , que se deviam reconverter as energias verdes e coisa e tal,

o homem  ra ap z es de fr ança es, es q ue ci traço da inglesa me de v os di ze rato, d eve maior tam am tambem e r p ren der os da elf, n cao c on fun di rc om os elfos q ue sd da sao ser es com uma serpente pn do orelhas,  mu it o de belas,  e q ue f az é ema maior fal ata a de todos,  p o is o uve mu it o b e me di spa aram ra pidas fl e chas ce rte ria set ar rato az ze , uma bela rainha, e l h es dig am, a os a q ue maior f al t a o , O, q ue es t cao ata r sadas , q ue se d e vi am reco n verter as enr gi as verd ad e e co ia se t al,
foi-me evidente depois de ter falado nos passes de hipnotismo colectivos pela televisao, via o tal programa do gordo mor, que a manha é feita tambem com essa nova tecnologia das televisoes modernas, que projectam nas paredes, por detras do ecra, luz, em funçao dizem das dominantes cromaticas que aparecem a vez no ecra,

 f oi traço da inglesa me e vin dete d ep o is de teresa rf a aldo nos a ps s es de hi pn not is mo c ole c t i  v os epal tele visao, via do circulo do t al por gato da rama dog o rato  do mor, q ue da primeria da manha, é,  feita tam am tambem com essa da do ano da fac nova,  tec n olo gi ad as televisoes mode renas, q ue pop pr ject do tam am nas par ed es, por det r as d oe c ra da luz, em fun sao es di se md as do mina ane net ts c roma ticas q ue ap ar e ema v e zorro no ecra,

não analisei em pormenor ainda uma delas para ver a correlação das cores primarias, as que compõem a imagem, como as que são projectadas no que esta a trás delas geralmente uma parede, mas a sensação que tive ao ver as primeiras imagens assim, é de certa confusão cognitiva, e esta expressão aparece de facto indicar pelo menos parte do resultado, que é contrario ao que anunciam, pois quem a tinha me disse que a justificação dessa tecnologia, era a possibilidade de uma melhor captação das imagens em si mesmas, isto é do que esta dentro do ecrã ou visor 

n cao ana lise w ei em por m e n ro a inda uma delas,  para vera primeira  cor da do tribunal da relaçao,  ad  as cor es pri marias, as q ue com poe ema má ima ge mc omo as q ue da sao por ject ad as noque e sta a t r as del as ger al lem nt e uma da parede, masa s en s aç sao es q ue teve cao vera s prime iras das imagens as si mé de ce rta c on fusa usa sao co gn it iva, é e sta express sao ap rece de f ac to inc id ar p elo men os p arte do r es sul t ado, q ue é c on ta ria circulo do  cao q ue ano cia am, p o is q u ema tina homem da me di s sec q ue da primeria  just if do fi caçao dessa tecnologia, e ra ad da primeria  p os sibil bil id ad e de uma me home primerio circvulo do rato  capa da pata da sao do taçao, a das ima ge ns em si me sm as, is to é doque e sta d en t aro do ecra o uv iso sor

pois uma coisa , uma resultante é logo óbvia, uma vibração continua no plano de focagem, pois ao iluminar o plano anterior a imagem propriamente dita do ecrã, por essa mesma luz, os olhos tendem a focar esse plano ao mesmo tempo que focam o primeiro plano, ou seja o do ecrã, e isto se traduz pelo menos em esforço continuado da visão , pois essa luz é projectada intermitente, ou seja acresce a focagem diferencial continua, um outro processo de obturação do próprio olho, ou seja a adaptação que sempre se esta fazendo, pela quantidade de luz presente que emana de uma imagem , ou de um objecto se assim preferir-mos dizer, e luz é frequência,  partícula e onda, da mesma forma que o olho, nunca é só o olho, isto é, o processo de visão é complexo e muitas outras funções e processos cerebrais estão sempre nela envolvido

p o is uma co isa , uma r es u l t ante é l ogo ob da via, uma vi br raçao c on tin ua nodo  plano , p lan primero ano,  de foca cage maior, p o isa cao i lu mina aro do plano ante do iro ra da imagem por pr ia,  mente, a dita do ecra, por ess a m es ma luz, os olhos ten de ma foc ar esse pal no cao do mesmo tempo,  q ue foc am o prime rio do plano, o vaso do  seja do circulo  do ecra, é is to ze t r ad uz p elo men os em es for ço es conti nu ad o da visao, revista,  p o is essa da luz é por ject ad a inter mit ene, o u seja ac rece da primeira foca cage maior do difer en cia l c on tin ua, um outro por esso de bt ur aço es do rop do piro do olho, vaso  seja da primeira da ad a pt taçao es q ue se em pre rese e sta fax zen do, p ela qa un t id a  de luz pr es en teque ema mana da ana de uma mai ima ge mo u de um ob jec to ze as si maior pr efe rato, e rato traço ingles mos di ze r, e luz é fre q u eni, a p art tic u la é onda da mesa forma, madrid,  q ue circulo do primeiro ho, nu n ca é serpente dp o k l h  o, is to é o pop rec esso de visao é co mp le do xo , é mu it as outras fun ço es e pre c esso sc e r e b r a i s es tao se mp re nele en vol v id o


por outro lado a chamada psicologia cognitiva, isto é que estuda a percepção, o ver e os seus mecanismos desde longas décadas que nos explica a correlação entre frequência cor, luminosidade, isto, é intensidade da radiação da luz, e os chamados estados emocionais, e todo um vastíssimo conjunto de técnicas de controlo mental sempre aí se estribaram


por outro do rol  lado , primeira cn ah ad a psi sic colo g ia co gn it iva, is to é q ue e stud a a perce pa sao es , ove re os se us meca ni sm os de sd e l on gas dec ad as q ue nós , cruz é x p lic a primeira da cor relaçao en t re fre eq u en cia cor, lu mino sida dade, is to, é int en sida ad e da r ad ia sao es da luz, é os c ham md os estados emo cio na ise,  todo um v as t iss imo c on jun to de tec nicas de c on t rato circulo do prmeiro men t al se mp re aí se est r eb ar aram am


as técnicas de hipnose, e de auto hipnose, com certa expressão nos dias de hoje, baseadas inclusivamente nos chamados processos de auto ajuda, se baseiam em, cor,  padrões,  movimento, e alteração da frequência emocional em seu todo  e focagem da atenção, isto é da vontade, imagem de certa forma em sentido lato correlativa ao que acima se descreve como resultado aparentemente contrario, tensão,  nomeadamente na necessidade que o olho e o cérebro e consequentemnte todo o corpo tem ao precessar por exemplo a continua alteraçao dos planos de focagem, mesmo que eles se passem no plano inconsciente, pois , a percepção de que esta focando tambem em simultâneo, o segundo plano, nao é necessariamente uma acto consciente e menos o sera com o tempo, ou seja a habituação


as das tecnicas de hipo de ponse, barcelona,  é de auto hi pn nose nse, com ce rta express sao nós dias, psd,  de homem  oje, ba se ad as inc l us iva vam am , mente,  nós c ham ad os por c ess os de auto da ajuda, mc,  se ba se iam em cor e p ad r  o es , al ç te raçao da fr eq uen cia emo ci nl a em  s u todo,  é foca cage md a a t en sao es, is to é da vontade, ima ge mde ce rta da forma em s en t id o lato cor rato  dela t iva cao q ue ac ima se d es c reve c omo r es u l t ado ap ar nt em nt e c on t rai o, noe ema mad dama do dam am , mente, ado men rte,   en tena da necessidade, mne, nec ess sida ad~dade ,  q ue dp l h oe , o ce rb ro e co nse q uen te maior nt e todo do circulo do corp o te mao pre c ess ar por é x em p lo a c on tin ua al te raçao dos pal nós de foca cage maior do mesmo , do que deles, da  se p ass ema n p lan ano primeiro inc on ce inte, p o is a p efe p aç sao deque é sta foca n do t am tambem  se gun do p lan ano primerio, n cao é ne es s ria am, mente,  uma ct o co ns cien te e men os se ra c om o te mp da dp do vaso do  seja da primeria ,  a homem do bit da tua , o do ac da sao espanhola

a isto se junta obviamente o som, pois estamos a falar de processo de percepção, televisão que tem estas duas componentes

a is to ze da se da jun a t ob via am maior nt teo do  som, p o is est amos aa f al ar de por c esso de perce p sao es da televisao q ue te maior destas duas com p one ste es


nao é portanto displicente, isto é , nao é de menosprezar a hipotese de que entao quem conhece em fino a chave cromatica destes aparelhos, a conjugue cromaticamente e em termos de padroes, cenários, cores, elementos e linhas, perspectivas,  de forma a obter um certo resultado e dominante indutoria

n cao é por rat tnt o di sp lic en te, is to é , n cao é de men os pr e z ar a hipo te se de q ue en tao q ue maior c on home da ce em f ino priemira doc homem  ave c roma tica de ste es aparelhos, a c on ju g ue c roma tica cam mne net, é em termos, aquecedores,  de p ad r o es, cena r iso, cor es, dele , lem en t os e linhas, per sp e c t ivas de forma priemria ob teresa rum  de um ce rto r es u l t ad o e do mina te indu toria, 

 

da justeja da condenaçao à morte, face ao abuso continuado

da just  ju ste , ju kapa lie da eta, é ja da ad da primeria do conde do quadrado da dena en da sao espanhola,  à do dam da am morte, mor rte, a face do cao do abuso continuado


21 10 10
12,5 MB (13.1 21.66 4 b y t es
 que merda de europa é esta, onde um cidadao perseguido há decadas nao encontra resposta nem defesa  por parte de nenhum organismo que se diz de justiça

é uma europa que não existe e que morrerá 

eq ue merda de europa é e sta, onda um cida adao perse guido h á dec ada s n cao en c on t ra r es posta ne md efe sa  por p arte de n en home do primeiro  organismo que se diz de justiça , é uma eu rop aqui da ue do en cão,  é xis tee quadrado da ue , a am madeira do   mor rato e rá
seus badarmerdas!!!!!!
se ru sb bad da ad do dam das merdas

é o que vos digo minhas gentes está tudo louco

é circulo quadrado da ue vaso os do dog circulo lobo,  min do homem prime ria sg en t es e sta acento do louco

esta deve ser a piada do seculo, liberdade de imprensa, é de rir se nao fosse de chorar
 
e sta d eve sera pi ad dado da rua do sec culo, liber rda dade de imprensa, grupo balsemao,  é de ri rato da se n cao da fosse dec circulo do home da dp, a puta do hor rato  ar, a da ran do king, kapa inglesa

continua a mentira e os passes hipnoticos, nove, e a mortes em pagamentos por conta entre os bandidos, 2

ah querida cisninho, também a encontrei, veja lá que nem sabia que a menina aqui estava, tinha acabado recentemente de colocar aqui um clip seu como beijinho, mas andava certamente em outra lua qualquer, como ve os cães se comem uns aos outros, e na aparência a justiça olha de lado neste pais de merdosos, sabeis como eu gosto de si, e achei muita piada, à letra do sua canção,  sobretudo quando diz, com subtil ironia que é muito escandinava na sua presunção e organizar a liberdade, mas certamente que sabe bem organizar a sua, organizar a de outros é que na verdade parece ser sempre um pouco mais problemático

a h q ue r id a cis nin ho, tam am tambem primeira en c on t rei, veja láque.laca,  ne maior,  sa bia, sabia,  q ue primeira menina do qui est ava,  tinha aca b ad o re en te maior n t e de c olo car au e um c l ip s eu c omo bei jin h o, ma s anda ava cera rate maior nt e da onda em outro da lua q ual q ue rc omo v e os caes se com em un sao serpent de outros,  o u t y r os, e na a p rec cna ia da justiça o l h ade del lado neste pais, tvi,  de mer do ossos, s abe is c omo eu g os to de si, e ac he i mu it a pi ad a, á le t r ado s eu c l ip sobretuo d qua n dó di zorro, com subtil ior ni a q ue é mu it o es can dina da via na s ua pre s un sao e o r g ani niza r arto ps  a liber dade, mas cera rate maior nete q ue , sabe,  be m or g ani niza ra s ua, o r g ani zara deo de outros,  é q ue na verd ad e pa rece ser se mp re um pouco mais , fr, por rb lem ema primeiro tico

ouvindo com atenção , parece que escuto, assim, sou rá, aquele que pr es s u pos t a m e n te, se transforma, ou da sede dos trasnformers, em cores reais, azul, assim tipo fcp e também madrid, e depois acrescenta assim com sua face malandrinha que não sabe é quando trás de novo os goddies, os bens, sabe, a suma que ficou a ressoar em mim, foi que estes bens de que falamos são, os filhos roubados

 o uv vaso indo com a ten sao es , pa rece q ue es cu to, ass si mao do s o vaso do rá, a q u dele , leque pr ess u posta em nte da se t ra sn forma, o vaso  da sede dos t ra sn for mer serpentes, em cor es rea is, azul, as si ma t ipo fcp e eta tam am tambem em madrid, e d ep o is ac r es cent a as si maio mc om s ua da face mal lan dr da rinha q ue n cao , sabe,  é qua n dó t r as de n ovo o s g o dd ie s, os ben s, sabe, a s uma q ue fic ou  a r esso da ar em mim, f oi q ue estes bens , deque f al lam amo s sao, os fil home serpenet circulo  ro ub bad ad os

vela lá que acho que ainda não lhe contei, mas essa bela planície alentejana, que me remete para memoria do primeiro festival de jazz que organizei no Alentejo há muitas muitas luas trás, sempre eu disse a muitos que dava um belo lugar para festivais e veja lá ainda que quem lá os faz é o filho terrorista do cavaco silva

vela lá,  q ue ac hoque a inda n cao dele,  conte ei, ma serpente  dessa cobra da bela p lan ani  cie da alentejana, q u e da me reme te para me mor ia do prime iro do f es t iva l de j az zorro q ue o r g ani nize ei ino al len do tejo homem acento da primeira há muitas muitas luas atras, se mp re eu di s se a mu it os qe d ava um b elo lu g ar para f es t iva ise do veja lá a inda q ue q ue ml á os f az é o filho te rr o r is rta do cavaco silva




depois, a vi agora numa pequena foto, a mostrar-me as fibras opticas, e por esta que tirei ao lado da sua no jornal dos bandidos, o resto da soma parece aparecer pois a imagem me  mostra o pórtico das duas colunas da tmn, que é como uma cruz que abana de um lado para o outro, quase como um pêndulo, e se vir bem, ali esta acima uma sugestão de mergulhadores assim tipo submarinos, com uma boia anel muito grande tipo canga no pescoço de um rapaz ao lado de outro tipo com um botija de gas para  leitos ,a menina, esta sempre muito bela, com esse seus vestidinho que lembra cumes da america latina, e o ca do mane, parece que também cantou o fado, a ressoar em outra palavra dos fantoches políticos hoje nesse jornal a falar de destino associado ao orcamento, quem diria, destino de mortes, que eles matam, leio ainda da mão dc com do Hunter o u All,  is Fu do ll o f L ove da primeira , assim sugerem a letras dos bandidos sobre o artigo que fala de si

d ep o isa vi do agora numa pequena f oto, a mo st r ar do traço da inglesa me ás das fibras o pt icas, é por desta,  q ue tir rei cao lado da s ua no do jornal dos bandidos, o r es to da s oma pa rece ap ar e cer rp p o isa iam mg ge me ms mo st ra do circulo do port ico codas de duas cok l us da tmn, q ue é c omo uma da cruz q ue ab ana de um lado para do circulo do outro, qa use c omo um ped dn u lo, e se vi rb em, ali desta ac ima uma s u g est cao de mer g u l h ad dor es as si maior t ipo s ub marinos, com uma boi a a e n l mu it g rande t ipo can g on o p es coço de um ra p az cao lado deo u t r t ipo com um boi t jade gas para  leitos ,a menina, é sta se mp rem u it o b dela, com esse se us v es t id din hoque lem br a cu mes da am erica la t ina, e o cado mane, pa rece q ue eta tam am tambem can to u o fado, a r essa o rem em outra pal av ra dos fan toc h es doso poli ti coc home  oje ness e jo rn da al, primeira fa a l rato  de d es tino as soci ad o cao orca men to, que maior da di ria, d es tino demo mortes rtes , q ue deles mat am, lei o a inda dama da  mao dc com do hunter o u all, do  is fu do ll o f L ove da primeira , as si maior  s u ger rem, ema primeria das letras, le t r as dos ban dido s s ob reo s eu art ti gato c irc culo

sabe esta historia dos goddies, ou do filho roubado de novo aflorou em linhas sobre o 911, e mais uma vez apareceu LA, a relembrar as linhas de um filme do spike lee onde se lia que o bill gates, do porta , cds, circulo, portanto mais parece um outro gates, trazia um filho meu, e mais recentemente ainda a linha do valor da virgula, na altura da escritas das lamas no brasil

s abe desta hi s tori ad os god dd ie es, o u dos fil h s o ro ub bad ad circulo   de n ov a flor ru em linhas s ob reo 911, é ema  mais,  uma v e z ap a receu LA, a r dele , lem da bara as das linhas de um fil med o sp i ke lee onda da se li a q ue o bi ll gates, do porta , cds, circulo, porta nt o massi pa rece um outro g a t es, tr a z ia um fil h o me ue mais rec en cent e mne net a inda da primeira  linha do circulo da ova do valor,  davi  rato da gula, na al tura da es c ritas das lam as no bras si prike me iro

bela cisninha, se quiser cá vir comer uma ceia depois de cantar, sabe que será sempre bem vinda, com escamas ou não ou mesmo assim assim, se tremer muito tipo blur, eu a hipnotizo assim em versão doce docinha

b dela cis nin h ase qui ise ser cá vi r co mer uma da ceia depois de c antar, sabe,  q ue se rá se mp r e b em vaso inda, com es camas o un ~cao o vaso do mesmo,  as si maior massi ms, se t reme mer mu it o t ipo b  lur, eu a hip not izo a ass si maior em ver sao doc e da cinha

e veja lá bela cisninha de meu coraçao, ao lado encontrei esta antiga noticias que nao me tinha dado conta pois nao ando a ler jornais de bandidos, a nao ser para nas vezes os apanhar

e eve  vela do veja,  l á b dela sis nin h ad e m eu cora raçao, cao lado en c on trei  e sta antiga not ti cia s q ue n cao me tina hd ado do poker,  conta p o is n cao anda da primeria da ler, a do jornal, dos bandidos, is de bandidos, a na o ser para nas v e z es os a p anha da ar



que bela estais feita gatinha nesse belo sofá, e nem eu sabia que voltara aos palcos, eu tenho um assim mais ou menos parecido mas em vermelho , se quiser eu faço tipo esses pelinhos doirados e dedilho com os meus dedinhos o texto desse belo que vai representar, claro está para a ajudar a memorizar as linhas, ah que me dá assim uma vontade de ... toda , todinha, quando a vejo assim feita gatinha, a olhar para mim

q ue b dela es tais feita g a tinha ness eb elo sofa, e ne maior do eu sa da bia q ue vol da tara a os pal cos, eu ten ho um ass si maior do mais,  o u men os pa rei id o mas em vermelho , se q u ise ser eu f aço es t ipo esse pe linhos do irado se de di ilho com os me us de din h os o tex to de esse b elo q ue va i re p re s en tar, c  laro e stá ap ara primeria da ajuda ra me mor iza ratas as linhas, a h q ue me d á as si maior da uam von  t ad e de ... toda , to din h a, qua n dá da primeira do vejo as si maior,  feita,  g a tinha da primeri do circulo do prime rio do ho em maior da ar, a puta do gama, p + ara da mim

 parece que mesmo assim, com esta vontade que me nasce, que consigo mesmo ler as linhas que me dizem que o davi, é circulo do romer, ou seja a id do realizador, da inter rp da etar, do aborto, da primeria p eça, do se e cruz do doce passaro da juventude, parece pouco dozce, pois juventude remete para bandidos de estado portugues há umas luas muitas granes atras, da blue room, a lua az vaso do primrio, brt, da broa ad way, se existisse um way para alem dos bandidos, iso, e depois parece isto ser ainda relativo ao sw, que diria, um gigolo do chance wayne que me remet e para tubaroes, e pistoleiros das ex colonias, eli primeira do ka aza ane da geraldina do page  é paul do newman, ne dp man, e depois ainda de permeio o sam mendes, quem diria

  pa rece q ue do mesmo as si maior , mc om e sta vontade deque me na sc e, qu e co nsi sig o do mesmo da ler ás linhas q ue da me di ze maior do que do circulo do davi, é c irc uk lodo romer, o vaso do seja a id do rea liza ad da dor, da inter rp da etar, do aborto, da prime ria p eça, do se e c ru z do doce p ass aro roda juventude, pa rece po u co doz ce, p o is juventude reme te para sb andi do s  de es sat td do circulo do estado português há umas luas muitas  g r ane s at r as, da blue room, a lua az vaso do primrio, brt, da broa ad way, se é xis t is se um da m y way para al lem dos ban didos, iso, e d ep o is par ee is to sera da onda inda r dela t ivo cao sw, q ue di da ria, um gig olo do c h anc e w a y nec q ue me reme t para t u baroes, é piso t lie roda s ex col ni as, eli primeira do ka aza ane da geraldina do page  é paul do newman, ne dp mane d ep o is a inda de per me io o sam mendes, q ue maior da di ria