domingo, janeiro 23, 2011

decima setima parte das bombas em londres

decima setima prate das bombas em londres


dec ima set ima do p rate, a das bombas em londres



a primeira impressao que me veio à consciencia ao encontrar estas fotos antes do natal fim de ano, foi uma relaçao mais ou menos recente, pois a peça que forava o andar superior do autocarro, que se ve aqui caida à frente dele, nao só parece uma asa de aviao, como me lembrou de imediato, um outro revestimento recente que na aparencia caiu, de um aviao que vinha da australia ou da nova zelandia, e de uma linha que depois falou dos motores, e de problemas neles, que era rolls royce, pois a cor é a mesma,

a primeira impress sao q ue da me veio do ac e w nt o da primeria co ns cien cia cao en c on t rato da ar e stas f oto s ant es do na da nata do natal al kapa, ad da primeira da al, cruz da al do fi mde do ano, fo do oi de uma do tribunal da relaçao mais, fr, o uva do vaso do men serpenet circulo re cente, p co circulo da isa primeira p eça quadrado da ue da for rato do vao, mario soares, anda da ar do superior, o do autocarro, quadrado da ue da se vaso, e aqui circulo da aida à fr en te dele, n cao serpente do ó da pa rece, uma da asa, circuo omo da me lem br circulo do vaso de imediato, um outro rato é vaso do is tim en tor e cente quadrao da ue na ap w ar tec cne cia, caiu, de uma vaso do aio da quadrado da ue da vinha da australia, o vaso dan da ova ze lan dia, é de uma da linha, quadrado da ue do quadrado da ep oi serpente do falo do f alo vaso dos mo tor espanhois, é de por rb elma serpente ne el le espanhol , quadrado da ue é ra aro do ll da serpente do roy ce, p do circulo do ia do acor é primeira, é da ms sada, a da mesa, madrid



mais curioso esta linha se torna se nos lembrar-mos que em dia mais recente, aparentemente uma outra peça de uma cauda de um aviao, tambem vermelha, tornou a cair, aqui em lisboa, abordado no dia do furacao, aqui, um aviao da gazela, que é o desenho do logo, mas tambem nome de marca de vinhos, resta saber quais e com que fim usados

mais c ur iso serpente esta, a da lina homem da se torn ase se dos nós lem br ar traço ingles mosque em dia mais , fr, re cente, ap a ren te , mente, uma outra p eça cade es, uma x circulo auda de um avai circulol da primeira , tam am tambem verm, ela, el home da primeira, torno vaso a cia rato , aqui em lisboa, ab o rato do ado no dia do furacao, aqui, um avia circulo dag az dela, q ue é circulo do de serpente en do ho, o do dolo logi gido io, ma serpente do tam am tambem no mede mar cade vinhos, rato desta saber, quais, fr, é com do quadrado da ue do fi maior da usa sados



esta foto abaixo, da mesma serie de fotos do google tambem me parece manipulada, e tal é visivel num blur, uma zona mais desfocada, que se pode observar na parte de cima, entre as quatro pernas amarelas invertidas e uma peça onde se ve uma especie de puxador, vermelho e prata, que simultaneamente é desenho de uma serra e de um abre latas de conserva, como a sugerir que a parte de cima do autocarro tivesse sido aberta como quem abre uma lata de sardinhas, ou tal foi usado no processo da arte do bum

é sta f oto aba do xo, a da mesma se rie de f oto sd dog gg, o duplo, le e eta do tam am tambem , me ap rece man ani ip vaso lada, e ta al é v isi vaso do el n um b l ur, uma da zon primeira mais, fr, d es foca ada, quadra do ado da ue se da seda da pode ob ser vaso da ar na p da arte dec circulo do ima, en cruz re àss qa do au da cruz rato circulo da rop das per nas am ar delas, en vertidas, é uma p eça da onda da se vaso e, é uma es pec ei de p ux cao ratyo vermelho e prata, nome, quadra sd circulo da cruz da ane, mente, é do quadrado do espanho ingles do ho dede de uma, ser ra ed , é um abr e primeiro do ata sd dec circulo em serva, circulo do omo primeira serpente do vaso do ger do ie do rato doque quadrado da ue da primeira p arte de c ima mado do autocarro , ti teve desse cobra, serpente id do circulo do ab à berta da rta do circulo do omo quadrado da ue maior ab r e , uma al primero do ata de serpente da ar das dinhas, circulo do vaso cruz al fo do oi usa sado no pro roc circulo do esso da aret do bum

curiosa esta palavra que apareceu no final da ultima linha do corte das palavras no paragrafo anterior pois aret, duplo, é um dos elementos da tal mascara do pinoquio, socrates, alvo da manhas destas putas todas que me perseguem e a meu filho, comentado nas partes anteriores desta analise das bombas em londres

cu ur rio serpente, esta, pala av br braque ap a receu no fina al d a ul t ima da linha do c o rte das pala vaso rato as no pa rag rfao ante rato do ior p oio serpente do aret, duplo, é um dos dele del, lem en t os da t al ma da cara do pi no qui circulo do socrates, alvo dama das manhas destas putas todas, q ue da me perse g ue me , é am eu fi l ho, ana liza dana s p artes ante rio ratos es de sta desta, ana lise sedas das bombas em londres

e pensai que arte e manivela de latas de conservas trazem uma intima relaçao entre elas, pois ambas se cravam para puxar

e pen s ai q ue aret é man ani vela de l ata sd e c on servas t ar ze maior, uma int ima do tribunal da relaçao en cruz re delas, p o is isa am primeira do mba serpente da se c rato ava vam am do para p ux da ar

falo em arte dos rebentamentos pois, o blog escrito em ingles que aqui referenciei e cujo link me despareceu conjuntamente com outros elementos e documentos, no ataque informatico de que foi alvo antes do natal, onde se viam os diagramas das linhas de metro, tambem abordava numa analise com bastante profundidade, outros aspectos relacionados com os processos, ou seja, com o que a policia e a comissao de inquerito analisou , a ideia com que fiquei dessa leitura, nomeadamente em relaçao ao que se dizia ter sido usado como material explosivo, nao ser muito claro, isto, é , deu-me a sensaçao que mais uma vez como em outros inqueritos relacionados com actos de terrorismos, como o nove do onze, mais uma vez se escamoteou a analise de elementos probatorios relevantes para que uma conclusao se tornasse clara sobre os metodos usados, e portanto está aberta a porta para outras possibilidades de metodos a que chamo vulgarmente de arte

falo é maior ema ma da rte, a dos r e b en tamen t os p o iso circulo do blog , esc , es c ap ape, rt io em ingles, q ue aqui refer en si ei, + é cu jo dol em nk dame de spa receu cn junt ae mm, s mar tie es, nt é com de outros elementos, é doc um en t os, no do ataque in for mat cio deque, fo oi do alvo ant es do natal, onda da se via am os dia g ramas das serpentes das linha, sd é metro, tam am tambem, ab o rda dada nu ma ana lise com ba s t ante pro rof fun dida dade de outros, as pec t os rato ela , a do ac cio n ado s com os por c esso s, o u seja, com o q ue da primeira da pol ica, é a primeira da co miss sao , a de inq ue rato do iro anal liso ue da primeira da ideia, com q ue fi q ue ei id dessa lei tura, e ra no me ad dam am , a que mente em tribunal da relaçao, cao do que da se di zorro ds circulo do ia da teresa, s id o usa sado circulo do omo mate ria al é x p l os ivo, n cao ser mu it toc circulo do primerio aro, is to, é , d eu traço da inglesa me primeira s en s aç sao es q ue massi , uma vaso é zorro c omo em outros inq ue ratos iro serpente rato dela , a do ac cio n ad os com dos actos de te rr ori st mo s, c omo do circulo do nove do onze, mais, fr, uma vaso e zorro da se esca cam am amo teo ua ana quadrado da al lise sede dele, lem nt os por r b bat tor iso rato ele eva van t es do para q ue uma c on c lusa usa sao da se torn asse da clara, s ob re os met o d os usa sados, é porta nt o e stá primeira berta, primeira da porta, para de outras p oss sibil id ad es de met o do saque, c ham circulo do ovo vaso do primero rol gato da ar , mente, dea primeira da rte

considerando esta foto , a abaixo, tambem manipulada, a usa contudo para comentar alguns dos pormenores que nela sao visiveis, pois o autocarro em si mesmo nao me parece muito distinto do que se ve em outras imagens, parece-me mais que a manipulaçao é a incrustaçao em outra rua, mas em londres certamente todos saberao ao certo o que nela, na foto está mal, e porque é a maior que encontrei com uma tomada frontal e portanto me permite melhor ver os pormenores, alerto contudo, que deverao verificar se os que aqui vou analisar correspondem na realidade às formas que ficaram desenhadas depois da explosao, ou seja, as assinaturas

cc irc u l o on si id der ando desta f oto , a aba do xo, tam am tambem man ani ip vaso lada, primeira usa c on tudo do para co men da tar al gun sd os por men o ratos es q ue dela, a sao vaso isi vaso ei s, p o iso circulol do autocarro em si mes maior circvulo em cao da me pa rece mu it o di serpente is do tinto, doque da se vaso e em outras iam ge en ns, pa rece traço inglesa me massi, sic q ue a primeira da manipulaçao, é primeira da inc ru serpente do tacao es em outra da rua, ma serpente em londres cera do rate, é mne nete , todos s abe rato cao, cao ce rt dp q ue ne lana f oto e stá do mal, é por q ue, é primeira do maior, q ue en c on t rei com uma tom mada ad da primeira fr io n t al, é porta nt o me per mite mel hor ver os por men o ratos es, ale rt circulo, c on tudo, q ue de eve vera rato do cao v eri fi do car da se do os q ue aqui v o u ana lisa rc cor r es ponde ema mna rato ela , aida dade ás das formas quadrado da ue do fido do caram , de sena hd às do quadrado da ep do posi da sida da explosao, o do vaso do seja, às das assinaturas, ass sin ina primeira tura serpente

um dos primeiros pormenores que me chamou à tençao, é o farol do lado direito da imagem, o da esquerda do condutor que é visivel em outros fotos como tendo ficado acesso, e aqui nao, mas tal se pode dar somente por esta foto ter sido tirada depois, e alguem inclusivamente o ter no entretanto apagado,

um dos prime iro spor men meno, filomeno, circulo rato es quadrado da ue da me circulo do ham, circulo do vaso do acento à primeira da tensao, sao, é circulo dd da farol, grupo tvi, dol do primerio ado, di rei toda da imagem, o da esc da ue do rda do condo do vaso do tor do torque, quadrado da ue é vaso da isi vaso el, em outros da fo do oto do sc do omo da ten dó, fi cado ac esso, é primeira do qui aqui, n cao dama má serpente da sta da al, a da se da pode do quadrado da ar serpente do om da en te, mente, por esta, f oto teresa serpente id circulo da cruz da irada do quadrado da ep do circulo do is da se da al gato da ue da min da inc primeiro do us iva ivam am , mente, circulo teresa no en cruz do rato da eta nt circulo da primeira, primeira pado do gado,

ou ter sido colorido, o farol, na medida que exctamente pela presença da luz, me chamou a atençao para os dois quadrados que se vem à esquerda da imagem, ao lado dele, que sao como um certo simbolo usado por uma empresa portuguesa, a pt,

circulo do vaso da teresa s id doc circulol color do olo da rid , id circulo , o do fa aro do rol, na me dida qua dr do ado da ue, é x aca da cata em nt da ep dela, a do pr espanhol da ença es , a primeira da luz, me circulo do ham do circulo da ua da prime ria, primeira ten da sao, a da tensao, para do os de do is da quadra dd os quadrado da ue se vaso da ema da primeira da esq ue rda, a da ima maga am, aco do cao lado dele, leque da sao circulo do omo , um da ce do rt circulo, si mb olo usa sado por uma empresa do porto, delta da guesa, primeira da pt,

sardinha, é imagem de peixe pequeno, ou seja , reforça isto a noçao que se develou em parte anterior de alguem que foi abusado, provavelmente a dor da energia da explosao, e parece ainda acrescentar, ser entao uma criança, uma rapariga, e hoje de manha, mais se reforçou a ideia de que fora vitima, pois ontem na linha da demoisele, se colocava duas possibilidades, portanto parece indicar que o demo, é o demo que a abusou

ser per rn n te da ar da dinha, é ima ge mde do peixe pequeno, o vaso do seja , re força es is to primeira no sao es q ue da se d eve lou em p arte ante rato do iro de rodde, al gume q ue f oi ab usa sado, pro ova ave lem nt é a primeira da dor , a da ene r g iad , primeira é x p l o sao, é pa rec da primeira inda ac rato da es cent tar ar, ser en t cao de uma criança, uma rapariga, é homem do oje da de manha, mais, fr, se re for ço ua deia deque for primeira v it ima, p o is on te mna da linha, a da demo ise sele, se c olo cc irc culo da ava , duas p os sibil di iade s, porta nt o pa rece indica car q ue do circulo do demo, é circulo do demo quadrado da ue da primeira bus sao vaso

este simbolo dos dois quadrados aqui na imagem parece dizer proibido a defecientes, e simultanemaente o simbolo no quadrado vermelho e branco, cores templarias, é semelhante ao do metro, onde geralmente se le un der ground, ou seja remete para alemao e ny de alguma forma, ou seja provavelmente um link com a tal de dc, e o simbolo do ser em cadeiras de rodas remete ainda para cores azuis e brancas, ou seja, de uma casa real, e ainda porto, juntando a letra desenhada pela asa de duas, que está a frente do autocarro, temos a id da letra J, ou seja, ou maconico desse grau, ou um principe, que devera ser laranja elevado pois o pisca pisca por cima do farol assim o complementa

este si mb lodo serpente sd de dois do quadrados aqui , na ima ge maior pa rece di ze rato rp pr pro o ib bid id circulo da primeira d efe cie en nt es, é si mul t ane nema en teo circulo do si mb l on circulo do quadrado do verme primero do rol do ho , é br anco, cor es te mp l aria sé seme l h ante cao do metro, onda ge r lam am, mente, se le un der ground, o vaso do seja rem te do para ala ema mao é ny de al g ua maior da forma, o vaso do seja pro da ova ave lem mne net, um do l in k com, da primeira da cruz da al, a de dc, é circulo do si mb olo do lol, do ser em cade ria de rodas reme te a inda para das cor es az vaso da ise da br ancas, o vaso do seja, de uma ca serpente da ar rato ela, rea l, é a inda do porto, jun t ando da primeira le da cruz do ra de s en h ad a p ela asa sede de duas, q ue e sta da prmeira fr en te dó autocarro, t emo sa id da letra J, o vaso do seja , o vaso do maconico de esse cobra, g rato da au, o vaso de um pr inc ipe, q ue d eve vera se rr do laranja elevado, p o iso pi serpente cap isca p da dp rato rtc c ima , o do farol, as si mo co mp lem n en cruz primeira

letra, J, tras ainda aqui em lisboa ainda uma outra correspondencia, a de um bairro, uma especie de guetto, onde há alguns anos, um realizador , o leonel vieira, fez um filme onde creio que se abordava essa problematica, ou seja provavelmente alguem relacionado com o o grupo dele, leonel, tambem foi aqui uma vez comentado num passe no pingo doce de campo de ourique e creio ter sido casado antes com a marta leite, que é do norte, assim tambem o creio , esse bairro se chama , chelas, que é tambem palavra com correspondencia animal , chela, ou chita, ou seja provavelmente uma menina africana nova, e alta, já direi porque

le cruz ra, o J dat cruz rato do as a inda aqui em lisboa , a inda de uma outra cor r e ps on dec ia, a de um ba, é rr circulo, uma es pe cie de g ue tt o, onda homem do acento á al gun serpente ano serpente, 2005, um rato ela izza ad da dor , circulo do leonel vieira, fez , um fil me da onda circulo do rei , circulo q ue da se ab o rata rda da ava, essa pro ob le ema tica, o vaso do seja por v ave lem nt e al g ue m r ela cio n ado com da dp g rupo dele, leo n el, tam am tambem , f oi aqui , uma v e zorro co mena td circulo n um p as se no do ping circulo do doc , e , é de campo de ourique, é circulodo rei circulo da teresa s id o ca sado ant es com da primeira da marta lei rte, q ue é do norte, as si maior do tam am tambem, circulo doc rei, o desse cobra do bairro roda da se da chama de chelas, q ue é eta tam am tambem pal av ra rac ac com cor r es pond dn cia ani mal , c hel dela, o vaso chi tao vaso do seja por v ave lem nt , é uma men io na africana n ovo, é al cruz primeira, ja acento di da ir 3, é do rei por quadrado da ue



pois , a linha dos farois, o farol propriamente dito e o pisca pisca, está no eixo , vertical do tal simbolo da serra e do abre latas da sardinha, sentido de violada, que por sua vez está ao lado de dois elementos que adquirem sentido neste contexto desta leitura sobre este aspecto do drama, um the, assim parece visivel na outra asa, que nesta montagem , a da foto, aparece ainda indicar o tal poste de correio expressamente posto, assim parece, um , the, cortado que ao ser cortado se le como, cruz, he, pb cores otos, reforçado ainda pelo pelo negro que parece ter ficado pendurado, ou vertido, da tal serra e os quatro pés amarelos que se veem ao lado, indica uma mesa ou animal, neste caso uma girafa, ou chita, ou seja um jovem rapariga alta como uma girafa, e certemente elegante, como uma personagem de klint, provavelmente loira

posi , primeira da linha, lugar, a do serpentes dos f ar o is, iso circulo do farol pro da rop p ria am, a que mente, dito é circulo do pisca pisca, e stá no do ei do xo , vert ical do t da al si mb olo lodo, da da serra, e do ab r el ata sd da primeria sardinha, viol lada, q ue por serpente da ua vaso é zorro desta, cao lado, de do is ele , me en nt delta do os q ue ad qui rem s en t id o nest é c on tex to de sta das etas lei tura s ob re e sta as pec to do dr am a um ,the, as si maior pa rece vaso isi v el na o put ra asa, q ue nest primeira da monta tage mad ad da primeira f oto, ap rece a inda indica car do aro, o t al post, é do correio, cor rei circulo express sam am, mente, post circulo, jornal, , as si maior da pa rece, um , the, co rt ad doque cao ser co rta da se le com da cruz, he, pb cor es otos, re forçado es primeira inda p elo lobo, p elo negro q ue pa rece teresa fi cado pen d ur ad dp vaso do vertido, da t al da serra, é os quatro, tvi, p es a mr am elos, q ue da se v e cao lado, indica, uma da mesa, madris, o u ani mal, nest é caso, uma gi raf a, o vaso do chi cruz da primeira, o vasio do seja um jo be maior ra pr io g a al t ac omo uma gi rafa, e cera rate , mente, ele gan te, c omo, uma persona ge mde kapa primeiro do int,, por v ave lem nt e lio da pira



pois se observarmos o que antes era o painel que geralmente tras a indicaçao da carreira , e o numero, que aqui nao é visivel em seu todo, mas cuja chave completa inglaterra certamente conhecerá, ele desenha uma vesica pb aberta, com letras que parecem como pelos amarelos, dai se reforçar a ideia de ser loira, e uma placa tipo um forro, com um corte e uma linha que parece ser velcro ou algo assim, a vesica ficou descentrada, ou seja, tera sido no minimo ferida, pois tera sido violada com objectos, provavelmente de madeira, como se desvelou em parte anterior, numa casa onde haverá peças de mobiliario azul, pois a cama é sugerida na linha que corresponde ao plano do condutor,

p circulo da ise do ob ser vaso da ar do moso, nome, quadrado da ue da ant espanhola, é ra do circulol do p da pa da primeira do ine , primeiro rio rol quadrao da ue do ger la em nt, é rt rato da asa da indica caçao da car rei da ira , é circulo don , um mer do ero, quadrado da ue da primeira do qui aqui, n cao é vaso do is vaso el em serpente es europeu , todos, ma serpente cu ja da chave, com da p da lea cruz da inglaterra, cera do rate da rte te, mente com n he ce rá, ele, de sena home, uma vaso da es da sic primeira pb ab berta rta, com das letras, quadrado da ue da pa da recem do circulo omo, p elos am mna ar dos elos da ise re for car es, primeira da ideia, id deia, de ser loi ira, é uma p da laca, cruz ipo, um do forro, br, com um co rte, é uma lina homem quadrado da ue da pa da rece ser vaso el circulo rato da dp vaso al gato circulo lobo, primeira ass da ss sima , ima primeira, vaso espanhol da sica do fi co da ova do vaso do quadrado da espanhola do cent, rata ad da primeira, o vaso do seja teresa ra serpente id don em circulo do mino da fei rda, p circulo do is teresa ra serpente id ov io do viol lada com ob ject os, por vaso da ave lem nt , é da ema da madeira, ilha, circulo omo moda da se de vaso do selo do elo do vaso em p arte ante do ior, numa casa onda homem da ave vera ra p da eça es sd é mobil do ia do rio, os azuis, p do circulol da isa primeira cama, é serpente vaso ger rid id dana ana da linha qaudr ado da ue cor rato toe, é ps onda deao do plano, puta lan ano primeiro, o do cop pn do quadrado vaso do circulo do art, o condo do tor

se virmos a mesa, como os quatro pes amarelos, entao, o rectangulo onde esta a vesica descentrada, a violada, desenha mais a forma de uma especie de contador, sendo que referencia a contador, existe aqui uma neste livro da vida, que se relaciona com a pt, o tal contador indo paquistanez que existe no andar da administraçao da pt na av fontes pereria do melo, e um outro pormenor adquire entao sentido, os quatro varoes que na realidade corrrespondem as cadeiras do autocarro, sugerem quatro cadeiras e uma mesa, ou seja uma historia que terá começado num jantar com dois casais

se vi rato mosa primeira do dam da mesa, madrid,sd c omo os dos quatro, q au t rop es am ar elos, en tao, circulo do rec tan da dag da gula da onda desta, primeira ave da isca, d es cent rata da ad da primeira , a violada, de sen homem da primeira mais , primeira da forma de uma es pe cie de c on t ad dor, s en doque refer en cia da primeira do contador, é x is te a qui aqui, uma q ue se r ela cio na co ma da pt, o t ak primerio do contador indo paqui s t ane zorro do que é xis te , no do andar da administraçao, ad min s it rato do aço es da pt na av font es, per é ria do melo, é um outro da rop dp por men o rato da ad quadrado do vaso da ire en t cao s en t id o, os quatro varoes, q ue na rea al lida dade cor rr es ponde maior às cade ira sd do circulol do au ot cor rato circulo, s eu do gere da quatro, dog é rede da quatro, tvi, tvi , cade ira se, uma do dam da mesa, o vaso do seja, uma da hi s tori quadrado do vaso teresa ra com el cortez ado don um jan t ra ac circulo do om, dois casais, do isca asa sais, coca ou semelhante, semem emel pp rime iro do homem ante, for mig, a primeira

os quatro varoes, os quatro da gang da pt, entao , num jantar entre eles a combinaçao, pois as cores azuis nao deixam de remeter para o tal que comprou o titulo, o horta e costa, ou seja os quatro meninos dele

os quatro vao ratos es, os qua rt roda da pt, em nt cao , n um j antar en t re deles , primeira com bina ac sao es, p o is as cor es azuis, n cao dei x am de re meter para do circulo da ota da cruz da al , o que comprou o tit vaso primerio dc circulo, circulo do horta e costa, o vaso do seja os q au delta ratos circulo, os meninos del ele, el



a serem reais , isto é , realmente os carros que ali na outra faixa se encontravam, os visiveis na foto, leio ainda, ford kapa do ki do ia da primeira, o tejadilho da chunha vermelha , o ki car , ou kica car, circulo do quadrado s emi , can tora, da primeira do principe, sendo que será muito desvelador entender tudo o que dizem esses carros e sendo que nas fotos disponiveis, pouco mais se pode ler, mas inglaterra o saberá ler, em maior profundidade

primeria se rem rea is , is to é , rato ela , la lam am mente, os car rosque ali na outra , a da fai xa da se en c on t rata ava vam am , os v isi v ei is na f oto , le io a inda da ford , kapa do ki do kid circulo, ia da primeira, o tej ad da di da ilho da chu n homem da primeira ave vermelha , circulo do ki car , o vaso da kica car, circulo do qa u dr do ado do circulo da primeira do pr inc ipe, s en doque se rá mu it o d es vela ad da lado dor, en t en der tudo do circulo doque di ze mao do maior desses cobras carros, s en doque na serpente f oto s di sp oni vaso é is, p o u co massi da se da pode del da ler, ma s in g la terra circulo , o saber , ale ler em maio rato pro rof da fun dida id da ad e



outro estranho pormenor e relaçao se desvela no prumo vertical do outro lado, o oposto a da serra e do abre latas e do fio negro, tipo canhecol que dali sai, como pendurado, pois um pedaço de forro tipo cor de madeira, e um retrovisor, que parece ser uma lamina, um lamina inclinada ou seja a lamina que inclinou, e está ela em relaçao de eixo com a tal cunha vermelha por cima do do ki car, ou do car do ki, parece ser uma espatula que se usa em consultorios e exames medicos, tambem em ginocologia, e portanto pode ainda isto indicar, esta violaçao ter provocado uma doença , ou o pretexto da abuso e da matança ter sido a decoberta de uma doença e eventualmente a transmissao a terceiros, ou ainda presença de um ginecologista nesta manha, sendo que me lembrei agora ao isto ver, de uma historia talvez com um ano narrada num jornal de um medico do porto que ao que parece abusou de uma ou mais raparigas em exames desta natureza

outro da rop é ts rato anho p por men o re da relaçao se d es vela no pr umo vert ical, o do outro do rol lado, dp post circulo da primeira da serra, é dó abr, el ata se d circulo do fi do io fio em negro, t ipo can he cv ol q ue dali, sa i, c omo ped dn ur ad o, p o is um peda ço es de forro, br, t ipo cor de made ira, é um r e t r ov iso sor q ue pa rece ser uma la lam am mina, um la mina inc lina ad cao vaso do seja primeira lamina, o que inclinou, é esta, ela em relaçao, de ei do xo com da primeira da cruz da al , cunha vermelha do ki car, o vaso do ca rato do ki, pa rece ser uma es pat u laque da se usa, em co n sul tori os , é exame serpente dos medicos, tam am tambem em gino c olo gato do ia, é porta nt o da pode da primeira inda is to indica car, esta, a da violaçao, teresa pro ovo cado uma da doença , o u o pre tex t o da ab bus oe, é da matança, teresa s id o primeira deco berta, de uma do ença es , e eve en tua al lem nt e primeira da trans miss sao primeira te rc eiro s, o ua inda pre s ença de um g ine colo gi sta nest primeira ma ny homem da primeira, s en doque da me lem br ei do agora o a is t ove rato, de uma da hi s tori a t alvez com um , ano na rr ad primeira ano , um do jornal, de um medico do porto , q ue cao q ue par ref ce a bus o u de uma o vaso mais ra par rig gas é maior mex am es de sta na t ur e zorro do x da za



kika, ki ika, ka, ressoa ainda estranhamente num postal de aniversario que a puta que me tras o filho roubado me escreveu como sendo o francisco depois de ele ter nascido em dois mil e um, como se fosse ele a te-lo escrevido, uma vez aqui comentado, pela estranheza desse passe, o facto de ela o ter desenhado sem boca, e por lhe ter chamado de kiko, a unica vez em que assim o chamou

kika, ki ika, ka, rato do esso da primeira, a inda est ran anha ham am , a que mente, num postal de aniversario, q ue da primeira puta q ue me t rato ps as do circulo do roubo de meu filho, fil do natal r o ub bad ad circulo do ado da me esc rato eve eu c omo s en dó circulo do fr anc sico de posi de ele, teresa n as c id o em do is mi da ile, é primerio , c omo da se da fosse dele, lea primeira te traço ingls primeiro do circulo, esc rato e v id o, uma v e za do qui com en t ad o, p ela est r anhe za desse passe, circulo do f ac to de ela , circulo teresa de s en h ad o se maior boca, é por le homem da teresa, c ham mdo de kiko, primeira da unica , vaso é zrro em q ue ass si do imo circulo do ham da am, o da ova do vaso