segunda-feira, janeiro 31, 2011

vigesima terceira parte das bombas em londres

vigesima tercira parte das bombas em londres


vige vi ge da sima teresa circulo da ira p aret das bombas em londres

o oraculo do sonho de hoje me mostrou a mesa, a mesa que tambem esta figurada na analise da bomba do autocarro, como uma mesa que foi tombada, voltada, ou seja quem tombou a mesa, que tambem é sinomino de atentado em madrid, atocha,

circulo dao rac ac culo serpente circulo do sonho de hoje , me ms ot rato da au primeira ad, a da mesa, a primeira mesa q ue é eta do tam am tambem e sta figo ur ad dana ana da ana lise, a da bomba do autocarro, circulo omo , uma da mesa, madrid, q ue vaso do oi tom bad ad da primeira, volt ad cao do vaso do seja, foi quem tombou a mesa, q ue é etam do tam am tambem , é sino mino do a tena td circulo em madrid, atocha,

ali estava na minha frente o genro de cavaco silva, ligado como sabeis as produçoes musicais, e a distintos grupos de media, pois desde que cavaco foi eleito para presidente, logo ele foi promovido a cargos nas chamadas empresas publicas de comunicaçao, como a antena tres, me recordo disto por lhe ter mostrado na qualidade de director da altura, o canal zero, que foi depois roubado e que deu no you tube

ali, algarve, seuper do mer do cado, br, estav na min do homem, o mino, primeira fr en teo circulo do genro do cavaco silva, g en rode c av co do silva, ex admistrador da rtp do ps, liga do gado circulo omo sabe is às por duç o es mu sic ia se da primeira di s tintos eg sg gato da sa dos rupos de media, p o is de sd deque do cavaco , f oi ele lei it circulo, para pr es ie dn te, l ogo ale f oi por m ov id circulo da primeira c argos nas c ham ad ás das empresas publicas de comunicaçao, com moni caçoes, circulo do omo da primeira da antena tres, me record circulo disto, por l he teresa damo da mostardo, gas pimenta, na quadrado do vaso kali ali id dade do di rec tor da al tura, circulo do c ana l zorro do ero, q ue f oi ide ep p o is ro ub bad ad circulo oe é eq ue d eu no you t ube be maior

comia ele camaroes, que remete para esta ultima linha de envenamento de que fui alvo recentemente como aqui comentei, ou seja relaçao com o grupo do passe no supermercado de campo do ourique que nao só é o bairro de cavaco silva como dele, visto ele morar no cima da rua nas tais chamadas janelas para a lapa

co mia dele , cama aro rato circulo dos es, q ue reme te para desta u l t ima lina hd é eve en ane maior do nt circulo deque fo do oi do vaso do alvo re cente , mente , circulo do omo aqui com en t ei, o vaso do seja da do tribunal da relaçao com co circulo do g rupo , o do passe no supermercado de campo de ourique, deo ourique rato q ue n cao serpente do circulo do ó , é circulo do bairro de cavaco, sio primeiro do vaso da primeira circulo do omo mode dele, vaso is to dele mora ar no c ima da rua nas tais, br, c ham ad as jane l as para da primeira da lapa

cortava um camarao, e eu ao ve-lo via que o camarao era simbolo de barata , ou seja de chips, ou seja o passe que referencio em palavra orada nesta ultima conversa com inglaterra , onde recordo a tal encenaçao, dos constantes crimes que contra mim fazem, atraves dos medias, e da enorme rede de influencias que neles quase todos se nao todos, trazem, do tal professor portugues que esta em inglaterra e que veio ao programa da camara clara falar de estrelas de morte, relacionadas, ou as pretendendo relacionar, com a bang e olusfen, onde como sabeis tambem dectetei passes de manipulaçao diversos, vide os textos aqui no livro da vida sobre este assunto, e tambem dos grupos da livreiros, onde tambem tem sido constantes os passes de acusaçao veladas, e pior, induçoes de caracter subliminar inclusive nas montras como a ultima que aqui dei conta relativa ao meu filho, na livraria das amoreiras, salvo erro de um outro grupo editorial, pois neste campo tem sido muitos tambem os que me roubam sistematicamente, e plagiam em formas diversas

co cor rta ava, um da cama mar rato do cao, é europeu cao ove traço ingles primeiro do circulo via q ue do circulo do camarao, e ra si mb olo de barata , o vaso do seja dec hi ip do ps, o vaso do seja do circulo do passe , q ue ref fr ren do cio em paola vaso ra circulo do rato ad da primeria da ane do neste u l t ima convers ac om inglaterra , onda record circulo da primeirea , a tal da encenaçao, en cv en aç sao es, dos cos na tn e ts dos crimes q ue do contra da mim f az ze maior mat ata rato vaso dos es dos medias, é da en o rata da me rede de in flue en cia serpente q ue nel es q au use todos da se n cao , todos t r az ze é md circulo lobo do t al por rf ess sor portu gues q ue e sta em inglaterra, é cruz rr primeira, eq ue da eve do veio, jason, prim eira da camara clara, f al da ar de estrelas deno da morte rte , rato ela , a do ac cio andos com da primeira do b ang e o l us f en, onda circulo omo , sabe si tam n be maior da forma dec teta ados serpente dos p ass es de man ani ip pul açao divers o serpente de vide , os tex to da primeira do aqui aqui no l iv roda da vid a s ob re de este assunto, é eta tam am tambem gato do rupo da livreiro, onda tam am tambem te maior serpente id circulo dos constantes, os dos passes de acusaçao da vela ladas, é pi o rato ior indu ço es de ca rac teresa s ub li mina ar rin da inc c l us ive na s mont rato ps às circulol do omo da primeria u l t ima q ue aqui dei conta, rato ela , a da cruz do iva cao de meu filho, na livraria das am o reia serpente, serpente alvo é rr rode um outro g rupo editorial, p o is nest é cam po te mai ior s id o mu it os tam am tambem , soc q ue da me r ero o ub bam am sis t ema tica cam nt e, é pal gi am em formas diver vera às

olhava com pormenor o camarao, e via que as pernas eram minusculos tubos metalicos, que me lembrou os das varetas do chuveiro recentemente alvo de uma imagem aqui tambem narrada, na mesa estava tambem o david ferreira da emi valentim de carvalho, e as respectivas esposas, a margarida merces, ex rtp, a patricia cavao silva, ou seja, é um grupo de gente liagada aos medias e as editoras, sendo que mais uma vez tambem na ultima conversa aqui dei conta de outras das facetas deste crime, o roubo do patrimonio que a latina europa produziu as longo de cerca quinze anos , e que em finais de noventa pelo valor da integraçao do patrimonio do arquivo publico na televisao publica, por correspondencia do valor regulado pelas autoriedade, lhe dava um valor de quase um milhao de contos, e sendo que parte significativa desse mesmo patrimonio, se prende com musica, portanto o roubo, terá interesse a quem opera nestas areas

circulo dol do primeiro home da ava com por men o rato circulo do camarao, é via q ue às das pernas, e ram minu us culos dos tubos met ali cos, q ue da me lem br o u os das ave v aret tsa , ts da primeira, o do chu ue eve do iro re cente mne net alvo de uma mai ima ge maqui tam am tambem na rr ad ana primeira da mesa, est ava tam am tambem do circulo do david ferreira , a da emi valentim de carvalho, é às ratos es pec t ivas es peo sas, primeira da margarida mer c es, é x circulo do rato tp, prie emi miura da pat rica c ava circulo do silva, oui, seja é um gato do rupo da pode de g en te lia gda , direitos autores, a os dos medias, é ás das editoras, s en doque mais, fr de uma vaso e zorro do tam am tambem na u l t ima convers primeira aqui dei conta , dee deo de outras das f ac eta serpenet de este crime, circulo do eri meo, o do roubo do patrimonio, pat romo no io q ue da primeira la ti an da europa pro d uz ze vaso às l on gode ce rca q ue in ze ano sec ue em fi an s ide de noventa, n ove en a t p elo do valor, a da inter gato da raçao do par rt toon mu do io dos arquivos, a qe rato q u ivo na tele vaso do sia circulo da publica, por cor r es pod dn cia do valor re gula lado, p elas au torie ed dade, le homem do qaudrasdo da av da qa , um da valor, dec qaudrado da ua ase , um milhao de contos, é s en doque p aret si gn if ica t iva desse mesmo , o do pat rim moni o, sw é pr ed dn de com mu sic a, po rat tnt da dp circulo do ro ub o, teresa rá ine net rato do esse da primeira , a q ue maior o pera n es sat ts ar rea serpentes

esta imagem da vareta remete para as ultimas merdas e gravaçoes que em forma criminosa aqui terao feito como sempre fizeram ao longo deste anos todos deste continuo crime, e serviram como espirito me desvelou provavelemnte tambem para criar estes ultimos incendios no mundo, com a mao da sic e associados, sendo que esta parte será detalahada mais à frente em pormenior,

é esta , a varta  sta desta imagem , a da mda da ava vaso do aret reme da te para a s u l cortez t ima serpemte da merda, é gato r ava aço es q ue em forma cir mino sa aqui teresa cao , feito, cic circulo omo sempre, fi ze ram aco cao l on gode de este asnos, todos deste, cio nt yin u o crime, é se rato vasp iram circulo do omo es pei rito da me do quadrado da med f es velo lou pro ova ave lem nt e é eta do tam am tambem para c ria rato ps este serpente u l t imo s incendios no mundo, com ad da primeira da mao da sic e as soci ad os, s en doque desta, a da p aret se ra d eta ala h ad a mais a fr en te em por men eni ior,

ao que aprece se desvela aqui um re laçao com a tal casa que o mexia da edp fazia em foma velada grelhar em dia recente em mais um cio, com um numero que remete tambem para londres , 88, vide referencias dos foto frames do video em dois mil de londres

deluxe é nome de uma empresa de copias em portugal que trabalha com as majors americanas tambem, nomeadamente nas dobranges da walt disney, e é um nome que aprece tambem relacionado com as bombas em londres e do autocarro em particular, numa das linhas que começei a desvelar nas utlimas partes, os cic, listas, ou seja sic primrio do ista, e de outras relaçoes, que passam tambem por un nome que já apareceu nestes textos, dan, um bike ingles, uma das imagens que como aqui de novo narrei em dia recente muito me intrigou em dois mil na minha ultima vista a londres, a este fio irei em maior detalhe de seguida,

dek kapa lux é rato ps, é noe mde de uma em re psa de c o pi as em portu gal q ue t rato da aba do bal , home da primeira com as majors am mer erc cano às tambem, no me ad dam am, mente , na serpenet sd d ob br rages da w la t di sn é y, e é um nome quadrado do priemiro da ue ap rece tam am tambem rato , ela , a do ac cio n ad o com às das bombas em londres, é do autocarro em p art tic cu vaso do primeiro da ar, nu ma d as linha ss q ue co mecei qa d es vela rato na serpente u t lima p art es, os cic, listas, o vaso do seja sic pri mr io do ista, é deo de outras r ela laço aco es, q ue p ass sam am t y am be maior mp por un noe maior q ue da já ap ar receu nest es tex t os, dan, um b ike ing ll es, uma das ina ge sn q ue c omo aqui ide n ov anr rei em dia re cente mu it o da me int rigo vaso em do is mi l na min h a u l t ima v ista primeira dea dee londres, p ori rime me da ira de este f io ire rei ei em maio rato d eta alhe de se guida,

depois desse jantar , o ambiente era de discoteca, entrava tambem o to ze brito, o que esteve a frente da universal que é empresa que me roubou como aqui provado com o conluio da spa, a onde ele pertence, e com o concluio tambem do estado portugues via ministerio da cultura, e palacio foz,

d ep o is der esse do j antar , aro circulo am bi en te e ra de disco teca, en t r ava tam am tambem do circulo do tio ze br rui to, o q ue es teve primeira do ff fr ren te do quadrado da qa unive serpente rato as primeiro , q ue é em presa q ue me r o ub o u c omo aqui por v ad o com do circulo do c on lui , circulo , o da spa, primeira da onda ed dele per ten cee, é com do circulo do c on c lui o tam am tamnbem do estado portugues via do minsiterio da cultua, min s it te rio , o da cu da primeira tura, é pal do cio da foz, porto, a tal imagem do desfile de moda aqui narrado, que remete para karen ny

nessa discoteca, um outro que estara a mando do to ze brito, que me pareceu ser o toze martinho, me enfiava uma lingua na orelha, ou seja uma puta que foi por eles utilizada que se infiltrava assim em mim, ou que lhes permitiu a infiltraçao, nomeadamente aqui em casa onde entram todos os dias e portanto terao copiado paulatinamente grande parte se nao todo o arquivo audivisual que aqui se encontra, este motivo de crime, em parte significa toda a constantes acusaçoes que me fazem atraves de muitos, tambem para desviar a atençao e cobri-lo,

ness primeira, a da discoteca, um outro q ue es tara primeira do mando do to ze, zorro we do br rito, q ue da me ap receu s ero t oz é martinho, me en fia ava uma lin g ua ana do orelha, o vaso do seja de uma puta q ue f oi ip por deles, u tili iza zada q ue se in fil t r ava ass si maior em mim, o vaso q ue l he es per mit ti ua da primeira ion fil t raçao, noe mad dam am ene net aqui em casa, onda en t ra sm todo ds , o do circulo dd do dias, psd, é porta nt circulo terao co pi ad o paula tina am mer nt é dp g rande po aret se n cao todo do circulo do arquivo aqui id v is da ual q ue aqui se en contra, este m ot ivo de c eri rime, em p arte si gn if ica toda da primeira cos nt ane net das acusaçoes, q ue da me f az ze maior at r av es de mu it os em forma cos nt ante, d es via ara ra a t en sao es,e é co br i traço ingles primeiro do circulo

esta imagem de discoteca, remete me para mais uma tentativa de me matarem em mil novecentos e noventa e nove, na discoteca vip club, ou seja falamos provavelmente dessa , a tal das fotos nesse club aque aqui comentei quando esta materia analisei em detalhe, e sendo que a ideia simbolia da cobra que entra nao se esgotou aqui no tempo, pois os submarinos na minha vida e empresa tem sido constantes e provenientes de todos os sectores politicos deste pais, que tambem se tem alimentado de todo o meu pensamentro e obra como aqui amplamente provado

é esta a sta da imagem md é disco teca, reme da ted da me para mais, fr uam t en t aiva de me mat ar rem em mi l n ove c en rt os se n ove en a te n ove, na di s co da teca do vaso ip circulo do lub, o vaso do seja f al ala lam am os p dp rato vaso ave lem mne net, primeira dessa, ad es sd sa t ak primerio das fotos ness é c lub a q ue aqui co men tei qua n dó desta mate da ria ana lise ei em d eta alhe, e seno do quadrado q ue da primeira da ideia , id deia , si mb boli o c ad da primeira cobra braque que en t rana circulo da se es sg oto vaso aqui no te mp o, p o is os sb bum mar is nós na mina homem vaso da id da primeira, ida, e em presa rte maior serpente id circulo , loc, c on st ane net se pro rove ove en ie ene net sd, é todos os sec tor es pol it cos de este do pais, tvi, sub do marino, q ue é eta tam am maior n be maior da sete m ali men t ad , o de todo do circulo do me eu pen sam en t rato oe, é ob rta c omo aqui am p lam en teresa pro ova ado

depois aparecia um terceiro espaço, era um condominio de luxo, na zona das avenidas novas, onde é a poeta mistral, e onde a familia vivia antes da separaçao e do roubo de meu filho, ou seja a operaçao passa por alguem dessa zona, e uma nova infiltraçao nesse tempo terá sido feita, curioso predio, pois a parte de cima, era como se fosse antiga, ou seja um predio antigo recuperado, e essa forma superior do predio era como um prepucio, ou seja falo, e tambem imagem da relaçao com as matanças em israel, que como aqui no livro da vida provei, passam por portugal, como a ultima guerra entre israel e a palestina, como aqui em pormenor narrei, e desde o tempo do trafico das armas portuguesas e de todas as outras que passaram pelos portos portugueses, e sempre alimentaram as guerras no medio e extremo oriente,

do quadrado da ep circulo lis is ap ar e cia , um terceiro es paço, e ra , um do condo mino de lux on a zo andas serpentes das avenidas novas, onda é primeira da poeta mistral, é onde da primeira fm ili a vi ava ant es da separaçao , é a do roubo de meu filho, o vaso do seja ad da primeira o pera raçao p ass primeira por al g ue maior desse zon primeira, é uma n do oi iva in fil t raçao nesse tempo , teresa ra s id o , feita, c ur rato dd da iso do predio, p o isa primeria p arte de c ima, e ra c omo da se da fosse antiga, o vaso do seja, um pre do qaudra sd , o do io antigo rec cup pera ado, é essa fr oma super ior do predio , e ra c omo um pre puc io, o vaso seja falo, é eta do tam am tambem ,ima ge md da primeira do tribunal kapa primeiro rol da relaçao com as das matanças em israel, q ue c omo a qui no l iv roda david a por v ei, p as sam am por portu gal, c omo da primeira ual , u l t ima g eu rr a en t re is ra é kapa primeiro rol da lea primeira pal es t ina, c omo aqui em por men o rato na rr rei ei , é de sd deo do tempo do tarfico ,.t raf ica das ramas port guesas, é de todas ás de outra q ue p ass ar maior p elos portos portu gueses, eq da ue se mp re ali men t aram ás das guerras no med io é e x t remo ior ie en te , o do oriente, expo

olhava por fim com atençao o tal camarao, era como se fosse feito em vidro transparente, e correspondia a um homem deitado, um morto, que tinha um curioso, pormenor de id, uma casa com telhados em V sobre o ventre, e duas portas de frente, que se juntavam ao meio e numa delas havia um falha, ou seja remete isto para outra tentativa que fizeram para me matar aqui em casa em dois mil e cinco, pois a lasca na porta remete para a linha do movel , o armario a que chamo ingles, a imagem simbolicamente ainda expressa, o noe, a ara de natal, a arca do noe, que tambem salvo erro foi programa da rtp,

circulo do primero homem do av por fi maio rato do mc com a t en sao es , circulo do t al cam mr do rai o, e ra c omo da se da fosse , feito, em v id ro t ra sn a parente, bnp, é cor r es pondi qa da a uma do homem cao per rf da fil de um homem deitado da a um morto, q ue da tinha um c ur ti iso, por men o rato da id, uma da casa com tela hd os em V s ob reo circulo do ove do ventre, é duas das portas, cds, de fr en teque da se juna t v am cao me io, é nu ma d ed delas , homem avia um f alha, o vaso do seja rem te is to p arta de outra, a da t en tat iva q ue fi ze ram para me mater aqui em circulo do às em do is mi le circulo inc circulo , p o isa primeira lasca na porta, cds, reme te do para da primeira da linha , a do m ove erl , circulo da ar mario, primeria q ue c ham am circulo ingles, primeira rai ima ge maior si mb boli cam nt é express primeira , circulo do noe, primeira ara da dena do natal, primeira da arca do noe, q ue tam am tambem s alvo é rr circulo do rof f oi por g rama dea da rtp,

e a meta ideia do tesouro, ou seja da arca que salva a humanidade, portanto a imagem expressa aqueles que entraram cá em casa nessa altura, para preparar a minha morte, no natal de dois mil e cinco, ou seja ainda, os responsaveis pela grande matança do tsunami asiatico

é primeira met ad dide ei id circulo do te souro, o vaso do seja da rata da aca q ue s alva primeira h uma nid id dade, porta, cds, nt circulo, primeira rai ima mage m ex pressa a de aqueles q ue en t rato aram caa acento, em ca sa ness primeira da al tura, para pre epa ara ar rata primeira min homem da primeira do damo da minha morte, no do natal dedo is mi ile le c inc o, o vaso do seja jada ada a inda, os r es pons c ave is p ela g rande mat ana aça cado ts un ami asi primeiro tico

estranha visao de presságio no ceu de lisboa ontem pela noite

es tar n h a visa caso isa visa vao de pr ess a g io no  c eu de l i b s o a ponte m p e l a n o i t e

pressagio é palavra de sentido porventura inedequado a esta imagem, pois ela me deu um sabor de coisa já acontecida, chegara ao balcao do jardim das necessidades e persenti que algo estaria para ser dito, e de repente quando ergui os  olhos para o ceu, dois passaros voaram alto, como se indo embora, olhei a minha esquerda, e vi a ponta da piramide como ela é figurada nas notas americanas, por detras estava uma grande luz, como uma estrela, que ontem tambem vira figurada numa luz sobre a colina de monsanto cá em baixo, que se apagou ao istante, a suma como que dizia que dois passaros elevados duas aguias iam partir ou partiram, e uma luz grande no cume da piramide parecia apagar-se , lembrei me agora de dois retratos que apareceram num jornal salvo ero na sexta feita, depois de num deles ter falado,  o greeenspam,  e o bill clinton ao lado

pr essa gi o é pala v r a de s en t id o por v en tura ine neda cu quadrado do vaso do a e sta desta imagem, p o is ela me d eu um do sabor,  de co isa já ac on tec id a, chaga da gara cao bal cao do jardim das necessidades e perse en ti q ue al g o est aria para ser dito, e de r ep en te qua n do e r gui os o l h os para o c eu, do is p ass r os vo ar m al to, c omo se indo em bora, o l he ia mina h esquerda, e vi a pon at da piramide c omo dele,  é figo urda sn as notas am erc ia sn, por det r as est ava uma g ar n del uz, c omo uma  e ts r ela, q ue on te m tam am tambem v ira figo ur ad a n u ma l uz s ob re a coli ian de mon st o cé me ba e xo, q ue se apa g o u cao s it ante, a s uma c omo q ue di z ia qu e do is p ass r os ele v ad fo,s duas aguias iam p art tir  iro u,   p art iram, e um al uz g ar n de no cu me de uma piramide par e cia pa g ar traço inglesa se , lem br ei me a g r o ade dois r e t r ts o q ue ap r ee ram nu m jornal s alvo e ero na se z x t fei rta, de posi de n um del es ter f ala lado o gr ee en spam é circulo do onze do bi ll c linton

descriçao do crime feito com a energia em parte relatado no video aqui

http://ourosobreazul.blogspot.com/2011/01/acusacao-edp-e-aviso-navegacao-todos.html


para que este crime fique bem caracterizado relativamente ao passe feito com electrecidade, para alem do que narro em voz no video, aqui neste post publicado, esta acusaçao é na realidade contra a pt e a edp que terao necessariamente actuado em forma conjunta, como a descriçao dos factos o prova

para rac ac q ue de este crime , fic quadrado da ue do be maior da cara , rac teri zorro da ad do circulo do rato ela cruz iva em nt é cado, o do passe feito, com ele cruz rec da cida dade, para al lem doque na rr primeir em voz, radio, on ov id deo, aqui neste post pub li cado, é sta desta acusaçao, ac cu usa sao es, é na rata ela id ad e contra da primeira da pt , é primeira e dp quadrado da ue da te do rato cao nec essa sari am , a que mente, ac tua ad circulo em forma circulo na junta, circulo do omo moda da primeira do quadrado da espanhola circulo rato isa sao espanhola , a dos f ac atos circulo do por pro do vaso da primeira

antes do apagamento, o computador, estava em sleep mode, arancou por si mesmo, ou seja uma tensao foi introduzida na rede, que o fez de novo arrancar, e logo de seguida, um estalo grande audivel na rede electrica e as luzes se foram,

ant tea , é a primeira do ap a gam en to, circulo do com put ad dor, estav em s le ep, a do damo da mode, a ra rac o vaso do por do si do mesmo, o vaso do seja , uma ten sao f oi int rod uz id dana am ana rede, q ue do circulo de fez , de n ovo ar ran care l ogo gode se guida, um est la g r ane ned audi vaso el na rede ele c rt ica , é às das luzes da se for am, ou foram , grupo pt av fontes pereira, o do melo

pareceu-me ouvir pouco depois alguem que fechava a porta do predio com alguma delicadeza, isto é como se nao quisesse ser escutado, o que me levantou a primeira hipotese de alguem aqui ter entrado e com a respectiva chave ter aberto o contador geral do predio e o ter desligado

pa rece vaso inglesa meo uv é rato rp po u co de p o is al g ue maior do quadra da ue fec h ava primeira da porta, cds, do pre di do io com al gum primeira deli cade za, is to é circulo omo da se n cao qui ise esse ser es cu t ad dp q ue me l eva van to ua da primeira hipo te sede al g ue maqui teresa en t r ad oe, é com da primeira r es pec t iva da chave , teresa ab e rt dp com t ad dor ger da al do pr ed io , é circulo da teresa do quadrado da espanho al, a da liga do gado

nas janelas dos perdios das traseiras, nao havia nenhuma luz, sendo que geralemente estao algums tambem pela noite fora, ou seja deu-me ideia que fora num caixa ou trasnformador de um sub sector ou algo assim e telefonei primeiro para o cento e doze, para obrter o numero de telefone do piquete da edp

na s j ane l as dos per di os das traseiras, n ao h avia n en homem uma luz, s en doque ger ale lem nt e est cao al gum ms t am tambem , p ela, lam ano 2005, no it e for a, o vaso do seja d eu traço ingles da me da ideia, q ue for primeira ano n um da caixa , o u trasn for mad ad da dor de um s ub sec tor o ual goa ass si me tele fone ei ip do primeiro para do circulo do c en toe, é do ze, para obr t ero nu mer ero de tele fon one, é do piquete, cor red dor, da ed da dp

o rapaz que me atendeu, logo desvelou a primeira manha, no modo em que acrescentou, a sua atençao por favor, por duas vezes, depois de eu começar por lhe ter dito, que precisa de apanhar um lapis pois estava meio às escuras, ou seja logo entendi, que alguem lhe encomendara a frase, que é normal, mas a forma como a disse e a repetiçao bastaram para eu ter tido essa leitura, como quem dizia, a serpente da aua da tensao, ou seja ten sao da tensao, uma outra tensao,

circulo do ra ap zorro do que da me a ten d eu, l ogo do gode d es evel velo lou, a da primeira manha, no modo emc, é maior do quadrado ue ac x w en t o ua s ua a ten sao es por rf do f do av o rato, por du as v e z es, d ep o is de europeu co meça es rato ps rp do por l he teresa do dito, q ue pre cisa de ap ana home rum lapis, p o is e ts av me do io às das es curas, o vaso do seja l ogo en ten di, do dique al g ue ml he en com en d ara a fr ase, q ue é norma al, massa do foram circulo do omo da primeira di s se , é primeira r e pet tiçao ba st aram para eu teresa we s sa lei tura, circulo do omo q ue maior da di zorro do ia, primeria serpente da au , a da tensao, o vaso do seja ten sao da tensao, uma outra do rat da en sao,

a primeira conversa com a primeira do piquete da edp está narrada em voz no video, curiosa coincidência se as houvesse pois o nome que ela me disse ter, é patricia borges, ou seja, o nome da filha do cavaco silva, de nome com nome equivalente a esta mesma rua, ou seja como dizendo em suma, a patricia da rua do borges, ou como agora se esvela a patricia, do borjes, escritor

a primeira convers do ac oma da prime ira da primeira do piquete , br, da e dp é sta na rr ad da primeira em voz no v id deo, cu rio sa coin c id en cia se ás h o uve esse p o iso circulo no mec , quadrado e vaso é ela, me di s se teresa, é patricia borges, o vaso do seja, circulo do no da meda fil home da ad da doca vo do co do doc el vaso da ad circulo , em circulo da me com do nome, eq vaso da iva da al lente, primeira desta mesma, a da rua, o vaso do seja c irc uk lo omo di zen do em s uma, a patricia da rua do borges o u circulo do omo do agora da se es vela primeira pat rica, do bor j es, esc cap ape cia do circulo do rito tor

a energia esteve em baixo talvez um quarto de hora, um pouco mais, e eu decidi ligar outra vez para a edp para saber o que se tinha passado, pois o processo como o descrevi em voz orada, fora manhoso e me pareceu o que na realidade, foi, alguem que ficou assim com a minha morada excata, certamente para fins de amor

primeira ene rata gato da ia es teve em ba e xo t alvez , um quarto de hor a um p do circulo da ova do vaso do co mais, é eu dec id di liga ar de outra , vaso é zorro do para da primeira da ed dp, para saber, o q ue da se da tinha do p ass sado, p o iso por c esso c omo do circulo d es c rato ps do vi em vaso io do oz o r ad a, for am man homem osso , é me pa receu circulo q ue na rea lida dade, f oi, al gume q ue fi cc coc cv vaso ass si maior com da primeira min , homem da primeira mora ad a é xa cata, cera rate maior nt e para fi ns de am o raTO TOP DO PS

a segunda operadora, que devia ter alguem ao lado dela no preciso momento que lhe ia indicando as deixas, meteu as maos pelos pes como se costuma dizer, quando lhe perguntei afinal o que tinha sido a avaria, primeiro que nao era politica da casa e que poderia obter a informaçao por escrito, que nao tinha registo do piquete, isto depois de obter de novo a confimaçao excata da minha morada, depois lá deitou a segunda deixa, tambem em duas veze , no armario, eu alucinando a ouvir, no armario, quais armario é que a edp tem na ruas, suas bestas manhosas,

prima se gun da o pera da ad dor da dora, q ue devi vaso ia teresa al g ue emo maior da dp lado dela, ano pre ciso meo maior nt no q ue l he ia indica cando ás dei x as, met eu às maos p elos p es circulo do omo da se cos t u am di ze rato, qua n dó l he per gun t ei a fina alo q ue tina home s id circulo da primeira av raia, prime iro q ue n cao e ra pol it da tca , a da casa , eq ue pode da ria obe t ra in for maçao por es c rito, q ue n cao tinha regi st o do piquete, br, condo tor can tor, is to d ep o is de ob teresas reas de n ov da primeira c on fi maçao , é x cat ad da primeira min home da primeira mora da, d ep ois l á dei it to ua se gun da de ix a, tam am tambem em duas, vaso é ze , no arma do mario , eu a lu cina ando primeira o uv e rato art on o armario, quais , pj fr, ar am mr rato iso é q ue ad da primeira ed dp te maior mna rua serpente , sa da us das bestas manhosas,

mexias , dois existem nesta historia como todos saberao, quanto ao da edp, me pareceu ver o menino a brincar às tensoes, provavelmente por este processo que agroa qui se devela, via rf, como continuam activos pelos locais em redor aqui, mesmo nas barbas da gnr, que certamente é cega, no palacio da necessidades, ainda ontem brincavam assim com os candieiros da iluminaçao publica, situaçao que já à muito tempo aqui relatei e caraterizei como crime, foi na epoca da passagem de ano, na mesma rua que vem do rato, agora entrada em texto anterior, ao passar por uma determinada casa, a caixa eletrica antiga que se encontra na rua começou a fritar, mais a frente , parado no hospital ingles, me pareceu assim ver o mexia da edp com uma outra menina, meio escondidos dentro de um smart, que engraçados sois

mexias , dois é x it, é maior mne nest primeira da historia c omo td os saberao, qua nt o cao da ed da dp, me ap receu vaso do ero circulo do menino a br inca rata as das ten s o es, por v ave lem nt e por e ts pro roc circulodo esso q ue do a g r o da primeira do qui aqui da se d eve dela, vaso do ia, o do rf, c omo c on tin u am ac t iv os p elos l o sis em red dor aqui, o mesmo na serpente br ab bd ad da primeira dag da gnr, q ue ce rta em n te é c ega, no pal cio da nec ess sida dade es, a inda on te maior br rin c ava vam ass si maior com os can di ei r os da iluminaçao pub l cia, s it ua sao es q ue da já da primeira mu it o te mp o a qui r ela t ei , é cara rate eri rize ze ei c omo do crime, fo in a ep o c ad da primeira da p as sage md é ano, na mesma da rua q ue vaso, é maior md o art o, agora net r ad a em tex to ante do ior, aco p ass ra por um de te r minada casa, a da caixa, ele t rica na tiga q ue se c non t r ana da rua co meço ua fit ar, ma isa fr en te , par ad on o h os pita al ingles, me ap receu as si maior vaso do ero circulo do mexia da edp com de uma o ur rta menina, me io es cod dn dio serpente, dentro, rode um sm do mar art, quadrado da ue en g raçados circulo do sis

as autoriedades portugueses, que deve ser piada do seculo, isto sao crimes, espero eu nao ter que vos expliar, aguardo a pressucuçao do vosso inquerito,

as das autoriedades portu gueses, q ue d eve ser pi ad ado sec uu , comboio, primerio do circulo, is to sao crimes es, es pero europeu n cao teresa q ue v os é x p l cia rato sp ps, a g ua ard o da primeira pre ess o cu sao do ovo do vaso do osso inq ue ei rt circulo,

segunda parte da conversa com inglaterra e assuntos dos caes em campo de ourique


30 01 2011 segunda parte da conversa

se gun da p aret da cv one vaso serpente ra



sobre os caes de campo deo urique , acresço , que depois da gravaçao deste video, me lembrei de onde vira o triciclo ou bicicleta que me apareceu no sonho, que aponta a tal zona do chale,  pois ele me foi antes mostrado em dia recente , e me lembrei onde o vira,

serpente pn te ob r e os ca es de cam pode deo urique , ac r es ço coc q ue d ep o is da g ar v aç sao es de este v id deo, me lem brei deo da onda do vaso da ira do circulo  t rici cic clo o u bic sic l eta , quadrado é vaso eq  me ap receu no do sonho, psi, p o is ed dele,  me f oi ant es m os t ard circulo em dia re cente , e me lem br ei onda vi

ao descer a rua ao lado da sol ao rato para o rato, o tinham deixado, no interior de um vao, que estava prepositadamente iluminado e tinha um curioso pormenor que para ele me chamou a atençao, baloes coloridos por cima, ou seja como dando a ideia que essa puta do dn espelhou na foto do dn, a recentemente aqui comentada a seguir ao dias das eleiçoes, com dois sentidos, elevaçao, que pode ser morte, e ainda festa, ou seja parece dizer isto de uam elevaçao numa festa, a tal do pino, melhor dizendo a que tera servido para cravar um pino, e se calhar de uma morte como dinamo dessa enegria  

cao ed ds cera da primeira da rua cao lado , polacos, a da sol cao do rato para do circulo do rato, circulo dao tinha ham am dei x ad on o inter iro rode de um do vao, grupo d omario soares, q ue est ava pre ps o sita ad dam we en t ei lu minado,  é tinha um c uri s o por men o r q ue para dele , leme c ham o ua primeira,  a ten sao, b alo es c olo, nec,  rid os por c ima, o vaso do seja circulo do omo dando,  primeira da id dei ia q ue dessa puta do dn,  es p el ho un primeira f oto do dn, a rec ee en te aqui,  com en t ad a , primeira se guir cao do dias, psd,  das ele eri ço es, com do is s en t id os, ele eva sao es , q ue da pode,  ser morte, é a inda fe sta, o vaso do seja par rac ce di ze raro disto,  de uam ela lava ava sao es numa festa, a t al do pin do ino, mel hor di ze ene nedo da primeira q  ue teresa ara s ee rato vaso id o para c r av ara um pin oe, é se c al ç homem da ar de uma morte c omo din am io dessa ene gato rato ps do ia 
 

depois descansei um momento e num sonho, uma outra id se defeniu, o filho do uri
d ep o is d es can s ei,  um mome en toe,  n um do son ho, uma outra id da se d efe ni vaso , circulo do filho do uri