terça-feira, fevereiro 15, 2011

quinquasegima parte da arte das bombas em londres

quinquasegima parte da arte das bombas em londres


quim, kim , ou quinc, tinta marca, q ua se g ima p arte da arte das bombas em londres

voltando ainda ao ultimo oraculo, a proporçao dos animais, melhor dizendo, a escala e a proproçao entre o cao urso e o gato, nao deixa tambem de ecoar, na imagem expressa no ceu de salema aqui recentemente de novo recordada do tal tubarao, a comer o golfinho, tubarao que como tambem aqui disse, me apareceu tambem como imagem do helicoptero, o vario, em posiçao invertida, ou seja um que deitou o helicoptro abaixo,

volt ando da primeira inda cao u l t imo o r au l o, a por rp p roça do pocao, cao dos anim a is, mel hor di zorro do nedo, primeira da es cala, é primeria por pro roca çao en t reo cao urso , é circulo do gato, n cao dei xa tam am tambem de e coa ar, na ima ge m ex press ano c eu de s al ema maqui rene te maior nt é de n ovo record dada do t al t u bar aro roda da primeira, primeira co mer do circulo do ero do gol fi n ho hot cruz vaso do barao quadrado da ue circulo do omo tam am tambem primeira do qui da di serpente se, seda da me da ap arc circulo do eu tam am tambem ,circulo do omo ima ge md circulo do hel i co pt ero, circulo da ova do vario, em ps oiça cao es circulo io n em vertida, o vaso do seja um q ue dei io vaso do circulo do hel eli lido do copper to aba do xo,

barao, é tambem no me de vila ali ao pe

barao, b arao, é eta do tam am tambem no mede da vila ali, algarve maior cao pe

sao as seis e meia da manha, ouvi agora uma serie de trovoes ao fundo, como distantes

sao ás se is e da meia da manha, o uv i agora uma da se rie de t rato do ato ovo es ao fundo, criculo do omo di st ant espanhola

volto entao aos apontamentos, sendo que como verao, um deles, esta repetido pois o contei de novo, agora em parte acima publicada, mas o corto na mesma, e finalizo com outros aspectos da aplicaçao roubada e cultura e do que dela se relaciona ainda com as bombas em londres

volt circulo en t cao a os ap on tae maior nt os, s en doque c omo vera do verao, um deles, esta r ep pet delta id circulo do por iso cn t ei de n ovo, maso co rt on primeira da mesma, é fina lizo com outros as pec t os da ap lic cc sao es r o ub ad a é cu l tura , é doque dela da se rato ela , do cio na a inda com às b o mba se ml primeiro em dr es



um esclarecimento, no final do video, creio que o primeiro dos dois, onde introduzo esta analise, falo do sumario dos passos seguintes desta analise, e misturei em palavras as duas leituras , dos dois sabados nos olivais, , ou seja o elemento do tal casal de meninos no templo, apareceu no segundo sabado, mas nao deixa obviamente de acrescentar algo na suma da leitura, como se ira desvelar,

um do esc da clare da cie do maior nt circulo , no fina l do v ide o, c rei o q ue do circulo do primeiro dos dois, onda int rod uz zoe é sta ana lise, f alo do s vaso do primero mario dos p ass os se gui nt es desta ana lise, é mi st ur rei em pala vaso rato asas de duas lei it turas , do sd de deois, oi s s ab bad ados, o u seja do circulo le lem nt circulo do rta al ca s al de meninos no te mp olo do polo, ap ar receu no se gun do s ab ad o, ma serpent n cao dei xa oi b v iam nt e de a ac r es cent ar al g on da primeira serpente, uma da lei it tura, circuo do omo se da ira d es vela ar rato ato top ps

analise dos outro elementos gal veias, g a rta al ns, veias da gal, can tora tambem palacio galveias, galeria galveias,

ana lise dos outro lee maior nt os g al veias, g a rta al ns, veias da gal, can tora tam am tambem pal do cio em galveias, gale ria gal vaso do ei ás,

madredeus, para alem de nome da banda é tambem nome do bairro onde mora o general eanes recentemente aqui mencionado num passe onde me apareceu a esposa como narrei num dos pequenos ultimos video em portugues, ou sejam , x mix, ou seja inda é x do ministerio do exercito, é a cruz do exercito, uma que me tera sido feita por um militar , aqui esta a relaçao com a tal cunha vermelha na aprada com o que se diz ministro ss, ou seja imagem de ss, no sentido nazi, o miliatar nazi,

mad red e us, para al lem de no meda da banda , é teta tea eat do tam am tambem no med do circulo do bairro onda demo da mora do circulo do dog do general eane sm re cente em nt e aqui men cio n ad on um do passe da onda da me ap receu , primeira es a posa circulo do omo na rr rei ei n um dos pequenos u l t imo serpentes vaso ide deo em portu gues, o vaso do sej da am do x do mix, o vaso do seja inda, é x do min si teri o do exercito, é primeira cruz do exercito, uma q ue me tee teresa sas ra s id o feita por um militar , a qui é esta, a do t rib bn un al da relaçao com da primeira t al da cunha vermelha na primeira do prada , com o q ue se di zorro min s it ross, o vaso do seja ima ge md é ss, no s en t id o nazi, circulo do mi li lia primeira tar nazi,

outra confusao noventa e cinco, com o ano onde fiz a serie zero de audiencia, 95, com o ano de 199 9 ou dois mil onde fiz o triunfo dos porcos, ou seja me diz isto em suma, zorro do erro da audi, alema, cie en cia, a da cie da en cia, a do trinfo do porcos em novenat e cinco, ou seja de mais uma qualquer mentira, que estes cabroes de terroristas teram inventado

outra c on fusa usa sao de noventa e cinco, ano onda fi za da primeira se rie zorro do ero de audi en cia com do circuolo do ano de 199 9 , circulo do vaso de dois do mi primerio da onde fi zo iso do triunfo dos porcos, o vaso do seja da me di zorro disto em serpente uma, zorro do erro da audi, alema, cie en cia, a da cie da en cia, a do t rin fo do porcos em n ov en a te c inc o, o vaso do seja de ema mais, fr, uma quadrado do vaso luc , é rato da mentira, q ue destes cabroes de terroristas te ram in vaso da en cruz da ad circulo

restart, a escola de audivisual, creio que relacionada com a filha do apv, que declina tambem em antonio padre vieira, padre jesuita, e ainda me liceu de alvalade, que eu controlei durante um periodo, onde andavam meninos muitos activos da extrema direita no tempo do prec, balatazar, os irmao baltazar dos olivais, um da moda, outro jornalista, e o outro nao sei , e um que creio ter morrido entretanto, aqui narrado estas linhas

rato ps es tart da art , ad da primeira da escola de audi v is ual, c rei o q ue rato ela , a do ac cio n ad a com da primeira filha do apv, q ue dec lina tam asm tambem em antonio do padre vieira, liceu, o padre jesuita, é a inda me liceu de alva lade, q ue eu c on t rol ei d ur na te , um per rid id o, onda asna ava vam me nin sm u it os activos sd da primeira da extrema direita no te mp o podo pr é circulo do os bal cat az e rato, baltazar, os irmao baltazar dos oi l iva is, um damo da moda, outro, o u rt o , jornalista, e o outro n cao s ei , é um q ue c rei o teresa mor r id o en t r eta nt circulo aqui na rr ad o destas das linhas

extraindo um sumario pelos alinhamentos dos segmentos dos videos na primeira pagina da aplicaçao, ou seja a que convencionei chamar de destaques, tenho entao, o falo da donna do designer, de um sessenta e nove, uma mentira, sobre um romance com alguem do cinema, e de sessoes sado masoquitas, da margarida dura do home do iro s sima, rtp, da comedia off, ou seja de viseu, alguem da dança, assim parece contar este ponto, gal ria do palacio galveias, ou seja da biblioteca municipal, onde uma imagem consta tambem deste livro da vida, na apresentaçao de um livro de um profesor de educaçao fisica de evora salvo erro com a presença do tolentino e de um casal das pilulas brasileiras , já descrito acima

est ra u indo um s u mario p elos a lin ham am en t o do v ide on a primeira, a pa gina da ap li caçao, o vaso do seja da priemira do duplo quadrado da ue c on v en cio n ei c ham mar ar de d est a q u es, ten ho en t cao, circulo dofalo da donna do de sig ne rato ps, de um sessenta e nove, uma mentira, s ob re um roma n ce com al g ue do cinema, é de s esso es sado masoquitas, da margarida dura do homem do om iro serpente do sima, mr rtp, da com ed ia o ff, o vaso do seja de viseu, al g ue md da primera dan ça, ass si maior pa rece c on tar de este ponto, gal ria do pala ac do cio gal veia, serpente circulodo vaso do seja da biblioteca municipal, onda de uma mai ima ge maior c on sta tam am tambem de este liv roda david ana ap resen taçao de um liv rode de um pre f es sor de edu caçao fi sic a de evora s alvo ero com da primeira da pr es en ça do t ole lendo tino , é de um ca s al das pi lulas bar sile ira serpente ja doc ua dr ad o es circulo do rito ac ima

e de novo a imagem do 360 e das espadas tipo sabre, a relaçao arabe,assim parece contaresta linha

e d en ovo primeria ima ge md circulo do 360 , é das es padas t ipo sabre, primeira da relaçao arabe,ass si maior pa rece c on tara desta da linha



acresço que o pequeno aviao que um madrugada rasou os predios nos olivais, p 35, ou 54, curtis, ou corsair, corsa , corso serpente air vos relebrando que pelas leis é poribido tais voos

ac r es cç o di do peq un o aviao q ue um mad ru gada r as o u os pre di os nós oli v is, p 35, ou 54, curtis, o u corsa ir, corsa , corso serpente air, v os r ele, brando, q ue p elas leis é por i bid o tais, br, v o os cu rio sa jun çao, de mais uma morte matada que aqui aflora, iam curtis, de ema mais, marte, uma mao morte orte matada q ue a qui a flor a, iam curtis



flag cw,



ou seja flag , bandeira, ano de oitenat e dois, primeiro do circulo

flag cw, ou seja flag , bandeira, ano dd é o it en a te dois, por i mr rodo circulo

na verdade nao sao espadas sabres mas assim me apareceram ao olhar quando agora coloquei os videos da aplicaçao no editor, para fazer a montagem aqui publicada, da aplicaçao e cultura

na verd ad e na o sao es padas sabres mas ass si maior da me ap ar e ce ram aco o l homem da ar qua n dó do agora colo q u ei os v ideo s da ap li caçao no ed it tor, para f aza é rata da primeria mona tg ema 1 qui pub l c ia da, a da aplicaçao e cultura

foi a soluçao tecnica que eu apresentei neste aplicaçao para a secçao dos museus se bem que pudesse obviamente ser aplicada a muitas outras situaçoes, pois como sabeis este formato, o 360, como se convencionou chamar permite a quem ver navegar em todas as direçoes dentro da imagem, ete conceito , a aplicaçao em video é tambem meu, e foi parar as maos do steve job, pelos habituais ladroers

fo ia sol u sao es tecnica q ue é vaso ap r es nete ei nest é a p lic sao para da primeira da sec , estado portugues, sao dos museus, m us u es se eb maior q ue pode esse ob via am, mente, ser a poli c ad primeria, a de muitas outras s i tua ço es,. p o is cok circulo sabe is de este for mato, o 360, circulo do omo da se c on ven cio no vaso c ham maar per mit , é primeira q ue maior, ver n ave gato da ar em todas às di reç o es de sn t roda ima ge maior , é te c on ce it o , a da aplicaçao em video, é eta do tam am tambem me ue fo ip do par da ar ás maos do steve job, ep leos h abi tua is l ad r o e rato ps serpente

é um video em quick time 360 que o editor ao importar assume como um normal video quick time, e partanto o que resulta da importaçao das iamgens que sempre se faz para editar seja o que for, é um um só fremae onde este simbolo de que qe vos falo esta de alguma forma como comprimido na horizontal e portanto a leitura em pequenino, como se ve numa time line, ao alterar as formas, deu me esse leitura dos sabres que como sabeis esta relacionados com o com motion, os furacoes e a antiga linha dos ninja, e dos sabres no ano de 93, ou seja oto, tambem, no final do pop off , serie musical tv, como aqui narrei em voz e imagem no video onde abordo esta linha

p circulo lodo is set rata de um vaso ide o em qui ck time do 3 60 q ue do circulo do ed i tor cao im porta rato ass me c circulo omo, um norma l vaso ide o quico ck do time, e p art ant circulo dp q ue rato es sul cruz da primeira da im porta taçao das iam ge ns q ue se mp rese se f az para ed it tar seja do circulo q ue da for, é um, um serpenet do ó fr ema é onda de este si mb olo deque qe vaso do os falo alo destal, de al gum da primeira forma circulo do omo com prim id dona hor sio natal, é pao rta nt circulo da primeira da lei irt da tura em pequenino, circulo do omo se vaso é n uma da time l ine, cao ale t rato ar às das formas, d eu da me desse cobra lei it vaso delta do ra dos sabres quadrado da ue circulo omo , sabe , is e é sta rato dela , a do ac cio n ad os com dc circulo do com motion, os furacoes é primeira da antiga lina hd os ninja, é dos sabres no ano de 93, o gato do vaso do seja oto, tam eb maior no fina al do popo ff , se do rei da mu sic al da tv, circulo omo a qui na rr ei, é maior da radio voz, é ima ge maior no vaso ide o onda ab o r do desta da linha

popoff, e nome tambem de um excelente mimo russo,



a imagem no time line que resulta da importaçao do 360


primeira rai imagem no do time l ine en nec q ue r es sul t ad a im por rata taçao do 3 60
 
 
o video na secçao do e cultura, museus, o indio, nós, ou seja nós do indio, uma da exposiçao do museu de etnologia, é da cnc dp




a imagem real dos sabres,e consequentemente dos ninjas corresponde a este simbolo

primeira ima ge maior mr rea al dos sabres, é co nse seq u en te men net dos ninjas cor r es ponde prime ik ra de este si mb olo da matança



ccpp
ou cc cp do pp

 http://www.flag.pt/

a rede dos chupistas das chamadas formaçoes,   ladroes de dinheiros publicos , como desvios contantes de dinheiros publicos vindos da comunidade europeia ao longo de decadas,

          primeira da rede dos chu pi sta sd as c ham ad as forma ço es, l ad r o es de din he é rato serpente circulo dos pub l cios , c omo d es vi os c on t an stes de din hei rt os publico jornal,, serpente  vaso indo, a da comunidade europeia cao l on god dec ad dd as,



nick l agent provocateur,
ni ck l a gente é o por pro vaso circulo dao cate ur,
CG, revista que remete ainda para os cios de belas, lugar, vide aqui ref r en cia s, e da auto estrada norte sul , serpente suk uk pri mr io circulo

na verdade bela vrum vrum, mais engraçada esta lingeri, a da teia de aranhas nas costas, é um bocado estranha, como deve ser elastico, dá para fazer plin, plin nas costas, mas tambem nao tem assim muita piada, bem, melhor é sempre nuazinha

na verd dade ad bela vaso rum,  vaso rato ru maior, mais en g r aça ad a esta in gei ra da teia de aranhas na seprenet  costa sé , um b o cado est rata anha, circulo omo dd da eve ser ela s tico, da para f az e rato p lin, p linna s costas, ma ser pn te  tam am tambem n cao te massi maior mu it a pi ad a, be maior , mel hor é se mp ren ua zinha, cinha

bico semelhante ao do puffin,. ou assim a sugerir
bico da bic circulo coda seme emel pri mr io homem ante cao do puf fi n

quadrasegima nona parte da arte das bombas em londres

quadrasegima nona parte da arte das bombas em londres


pequena nota, a palavra mercedes no cartaz da helena, remete ainda para 88, e tambem para uma imagem de porto bello , vide notas

p eu quadrado na nota, a pala vaso ra mer cd es no car rat zorro da helena, reme te a i onda para 9 8 8 9, e é eta do tam am tambem para uma mai ima ge maior md e porto do bello , vide not as

acresço a imagem ultima deste estranho oraculo, o mais estranho naquilo tudo era que nao havia nenhum som, ou seja toda a acçao decorria em silencio, como o silencio qua antecede uma coisa boa ou uma desgraça e na verdade cada vez que mais penso na imagem da escola me parece de facto a dos olivais, o portao ao lado da predio do sandro, e da fisoterapia ou algo assim e onde depois existe uma janela com vitrais com belissimas rosas inglesas que eu gosto muito e que fico sempre a olhar, foi ali naquele portao, quer eu vi a vareta e o circulo com outra vareta ao meio que depois me remeteu para a imagem dos magicos na america,

ac rato do es ço a ima ge m ul t ima de este est rato do anho orca u lo, o mais , fr, é ts rato do anho naquilo cruz vaso f dó, e ra rac q ue n cao h av ia n en home primeiro s om, o vaso do seja toda da primeira ac sao es deco rr ia em si len cio, fr, c irc cv u lodo omo do circulo do silencio qua ante cede uma co isa da boa, o vaso uma d es sg rata aça , é na verd ad e c ad a v é zorro q ue massi penso , na ima ge mda es soc la me ap rece de f ac ato primeira dos oli vaso is, iso circulo do porta , circulo dao lado da c às do sandro, e da fisoterapia, o ual goa ss si me onda d ep o is é xis te , uma jane la com vita ars com bel iss ima s ratos circulo do as das ingleas q ue é vaso g os tom u it oe q ue fi co se mp rea primeria do circulo do primeiro d homem da ar, fo i ali, algrave, naquele port aol, q ue rato europeu do vi da primeria vartea, é duplo circulo com de outra v ar eta cao am e io que d ep o is da me reme t eu para a ima ge maior dos magicos na am ar ica,

foi nessas madrugadas em que andei pelo espirito investigando nos olivais a linha de beslan, que passou às paginas tantas um pequeno aviao do tempo da segunda geurra rasando os predios, vide refrencia aqui, e agora me lembrei do nome do outro modelo, o curtis, p 35, ou p 45, mais ou menos equivalemte ao messsersmith,

f oi ness as m ad dr ru gadas em q ue and ei p elo es pi rito in v es tiga ando nós olivais primeira lina hd é bes lan, q ue p ass o vaso do às pa ginas tam nt as de um pequeno avio do te mp o poda da se gun da g eu rr a ra sando os pre di os, vide refren cia aqui, é agora da me lem br ei do no med o de outro modelo, o cu rt isp 35, o vaso da p 4 da 5, mais, fr, o u men o eq u iva lem nete cao mess s erc mit homem , existe ainda uma outro foto relacionada com a sombra em westmisnter igualmente, um video frame do video de 2000 que aqui agora me fez sentido, tambem outrora aqui publicada,

é x it e a inda uma outro rof fo to rato ela , ac cina da c om a sombra em west mi sn teresa rea igau ale lem nt e, um vaso deio fr a med ov ide circulo de 2000 q ue aqui do agora da me de fez s en t id o, tam am tambem outrora aqui pub li circulo da ad da primeira

tiradas na bela loja das madeiras da alice em porto bello

tir das iradas na ble loja das madeira, ilha serpente sd da primeira alice do p oto do bello, be onze bel pri meo circulo



me lembrei agora tambem desta foto a que crismei , a de cima, que correponde a sombra da face o dezasete da alice dois, ou dez ase set da alice, o en te rata par ren te sis segundo da alice, e a de baixo, dezoito, o rei do mundo, ou seja maconico grau dezoito deo oi it circulo, o rei do mundo, periodico espanhol, tambem

me lem brei a gor ata me bm de sta dsta fo to primeira quadrado do vaso c r is me io de c ima, o de cima, q ue cor r e ponde da primeira s om n bra da face, revista, circulo dez za ase do set da alice do iso vaso do quadrado espanhol da ase set da alice, circulo en te rata par ren te sis segundo da alice, é a de ba nono do xo, dez zo it circulo da dp rei do mundo, o vaso do seja maconico g rato do c au dez o it o deo oi it circulo, o rei do mundo, per io dic o espanhol, tam am tambem

e me lembrei dela tambem por dois ecos recentes, pois a sombra é uma sombra de uma onda, ou seja parece ainda apontar assuntos de tsunamis, o primeiro eco, é a sombra que vos mostrei no video, salvo erro o segundo , da imagem, que aqui se manfestou nesta mesa e nas ancas, como dizendo a ondas das ancas, que é tambem imagem da onda dos futebois, que esta tambem na cassete do video de londres, em alvalade, vide ref fr e aqui sobre estes frames tambem analizados,

é me lem brei dela tam am tambem por duas , e cos re cent es, p o isa primeira sombra , é uma s o mb ra de uma onda, o vaso do seja par ee a inda pao nt tar da ar ass un t os de ts un am is, circulo do primeiro, é co, é primeira s om braque vaso os maior mao ostre rei no v ide circulo , seerpente alvo é rr dp do segundo , da ima ge maior ,qaudrado da ue aqui , se man f esto vaso nest primeria da mesa, madrid, en as das ancas, cic culo do omo di zen dó da primeira das ondas das ancas, q ue é eta do tam am tambem ima ge md da primeira onda dos fute bois, q ue desta tam b en a ca s sete do vaso ide deo circulo de londres, em alva ala lade

como apareceu est tom mago, devera entao ter sido comido,

circulo do omo ap ar c eu est tom mago, d eve vera ra en t ao teresa s id o com id circulo,

curioso pois para alem dos detalhes que aqui constam sobre essas imagens de alvalade, na altura em que filmei o tal clip da selecçao que depois os filhos da puta da rtp, o do dia seguinte fez um passe com ele no ar, na expo, me recordei que fiz um plnao no centro do relvado a acompanhar a onda, que era de trezentos e sessenta graus, ou seja bes, e linhas recentes das imagens dos trezentos e sessenta graus

c uri iso sp oio s para al lem dod d eta alhes es q ue primeira quadrado do primeiro ui co ns tam s ob re ess as ima ge ns de alva lade, na al tura em q ue fil mei o t al c l ip da sele cç sao q ue d ep o is os fil h os da puta da rtp, circulo do do dia seguinte , fez um p ass , é com dele no da ar na expo, me record dei q ue fi zorro um p ln cao no cent 5 rodo r elva ad o primeira aco mp ana homem rato da prime ik ra onda, q ue e ra dos trezentos, é se ss en t a g r a us, o vaso do seja bed o ze das linhas re cent es das ima ge ns dos te r zen to ze se ss en t a g rato primeira us

a segunda imagem equivalente a esta sombra a vi no sabdo passado nos olivais, pois já a trazia activa em minha consciencia, a vi num reposteiro do res do chao salvo erro lado esquerdo do primeiro predio da rua cidade de bolama, com um tecto em maderira que me lembrou ao momento aqui as placas de madeira que andei a por no quarto e me lembrei de uma rapariga que tambem lá vi num outro fim de semana recente, foi muito curioso, pois subi as escadas do predio e quando olhei abaixo, ali estav ela com um cao grande tipo s bernrado, de costas vestida de fato treino como um capuz, eu me disse, parece um duende, e de repente ela se volta , e me sorroiu e se foi embopra, era muito bela,

a se gun da ima ge m eq u iva al lente, pr mk primeira, a desta sombra, primeira vino ino sa bdo p ass sado nós olivais, p o is ja da primeira t ra z ia da activa, revista, em min homem da primeira co ns cien cia, primeria vi num r ep poste ior do r es do chao s alvo é rr circulo rol lado es q ue rato dodo do primeiro do predio da rua cidade de bolama, com um tec to em mader ira q ue me lem ,br o vaso do cao mo men to aqui as p alcas de ema da madeira q ue ande ia da primeira por no do quarto , é me lem br ei de uma r ap riga q ue eta do tam am tamm be maior ml á vi n um outro fi md e se mana re cente, fo i mu it o cu rio s o, p o is s ub i as esc cd as dd o pre di oe eq ua n dó o l h ei aba do xo, ali, algrave, est av dela com um cao g rande t ipo serpente be rn r ad o, de costa serpente vaso est id a de fato t reino circulo do omo, um c ap uz, eu da me di s se, pa rece um d u en de, e de r ep en te dela se vaso bolt a , é me sorro i ue se f oi em bo pr a, e ra mu it ob dela, parecia o jardim, na madeira depois da tragedia,



Madredeus

continuando o e cultura

depois madredeus, diz a cançao , quem me dera ser a pedra em que tu te lavas no rio, lisboa noventa e quatro, estadio de alvalade, vide referencias aqui, pedro ayres magalhaes, teresa vide referencia clepsidra

d ep o is mad ad rea rato sd u es, di za can sao es , q ue maior da me der primeria ser primeira pedra, é maior q ue cruz vaso da te l ava s no rio, li boa noventa e quatro, est ad io de alva lade, vide refe rn cia serpente do qui, pedro ayres magalhaes, teresa vide refer en cia c le ps pis idra, hi id dr ratao prime ria

o pedro fez tambem parte de uma outra banda com o rui pregal da cunha, os herois do mar, uma banda que criou polemica em seu lançamento por alguns dizerem estava associada a ideias ou valores fascistas,

circulo do pedro rof de fez tam am tambem p aret de uma outra, circulo do vaso delta ra banda com do circulo do rui pregal da cunha, os he ori sd circulo omar, uma banda q ue c rio vaso pole mica em serpente eu lança men to por al gus sn di ze rem est tara ara as soci ad do circulo da primeira id deia f as circulo do irc do cu do uk loi do ista serpente,

madredeus é tambem nome de bairro aqui em lisboa, o bairro onde mora o general eanes, aqui recentemente comentado em duas vezes, uma directamente sobre ele, uma noticia em que eles respondia as tais acusaçoes sobre o fundo do ultramar e das despezas justificadas e que tinha provas de pagamento e outras nem tanto, aqui comentada, pois a interpretei no seguimento da linha do documentario que fiz em mocambique, looking for jose, e depois pela esposa dele, manuela eanes que comigo aqui se cruzou em dia recente, como aqui narrei em video tambem, e que creio ter estado relacionado com um outro passe que me fizeram aqui recentemente

m ad dr é d u es, é eta do tam am tambem no mede ba e rr circulo da primeira qui em lis boa, circulo do ba é rr circulo da onda da mao mora do general eanes, aqui re cente maior nt é co mena td circulo em duas, vaso é zorro do es, uma di rec tamen te mente, s ob re dele, uma no it tica ica em q ue deles, r es pond ia ás tais, br, ac cu das usa ço es das cusaçoes, s ob reo fun dodo ultra primeira am mr , é d as d es peza s just if ica ad as eq ue da tinha por vaso as de pa gam en toe, é outras ne maior cruz ant circulo aqui co men t ad a, p o isa inter rp pre te ino se gui men to da lina hd do circulol do doc um en tar io q ue fi zorro em mo cam bique, l oo king for do jose, e d ep io is p elas es posa dele, man é ual eanes q ue co mig circulo a qui se c ru zo vaso em dia re en tec omo aqui na rr ei em v ide circulo otam tam am, tambem, eq ue c rei circulo da teresa do estado , rato ela , a do ac cio n ado com de um outro rop dp passe q ue me fi ze ram aqui re cente em nt e

x mix, mix, , é a cruz do exercito, a de noventa e cinco, na altura do zero de audiencia, ou seja um do exercito tera sido entao o que fez a cruz de noventa e cinco, assim este sentido se desvelou na conciencia pela analise neste ponto

x mix, mix, , é primeira da cruz, do e x erc irt circulo kapa, a de n ov en a te ce inc o, na al t rua do zorro do ero de audi en cia, uou do seja de um do exercito, é x ce rito teresa ra s id circulo do en ato quadrado do vaso q ue de fez, a primeria da cruz de noventa e cinco, as si maior de este s en t id o da se d es velo lou na c on cien cia p ela ana lise nest é ponto

lisboa noventa e quatro de novo a aparecer em forma indirecta, pelo ultimo video, madredeus, gravado em alvalade, outra vez xx, os dois x, e alva lade, polonia, e ainda sej outra vez, o tal da sej, o do estado , dessa altura, como o referenciei ao comentar o tal spot das tendencias, onde se ve as torres de ny inclinadas e ainda onde estao os ecos bem mais tarde dados no spot da charlize thieron, vide ref aqui no livro da vida sobre a analise deste spot e das relaçoes que dele emergem

li boa n ov en a te teka da quatro, tvi, de n ovo primeira ap rato ee rem da forma indi re cta, p elo u l t imo v ide o, mad red é us, g r ava dó em alva lade, o u t ra rta primeira da ava do vaso é zorro dos dois xx, os dois x, é alva lade, polonia, é a inda do sej circulo do vaso cruz rta ato ave zo t al da sej, o do estado dessa altura, circulo do omo circulo ref ren cie cao co men tar do circulo do tal da spot, tvi, das tendencias, italia, onda serpente eve às torres de ny inc lio n ad as e a inda onda es t cao os é cos be maior do mais da t arde dos dados no da spot da c h ar lize t hi eron, vide ref a qui aqui no liv roda david a s ob rea primeira quadrado da ana lise de este da spot , é das r ela laço aco es q ue dela, é mer ge maior

a este linha do exercito voltarei por outros fios no cio do primeiro e segundo dia deste ano, que passaram tambem pelo terreiro do paço

primeira de este lina hd circulo do exercito volt ar rei por outros f iso no do cio do primeiro, é se gun do dia der este ano, q ue p ass sara ra sm tam am tambem p elo do terreiro do paço

no dia recente em que foi entregar a carta ao patriarcado, aqui narrado, depois desci pela feira da ladra que estava em seu final, descobri uma loja de maquinas antigas na rua diogo do couto onde me entreti um instante a ver as belas, salvo erro na antiga loja do barbeiro, e depois apanhei o autocarro para os olivais em santa apolonia onde comprei umas castanhas e ainda vi umas belas sem rodas dentadas

no dia re cente em q ue f oi en t r ega gara da primeira ca rta cao do patriarcado, pat rai rc cado, aqui na rr ad o, d ep o is de sci p ela fe ira da ladra, q ue e ts v a em s eu fina al, d es co bri uma loja jade ma quina serpentes anti ti gas na rua diogo do couto, onda me en te rr ti a vera serpenet de belas, s alvo e rr o na ant ti gal o jado bar bn eiro, é d ep o is ap anhe io auto carro para os oli vaso is em s anta a polonia onda com pr ei uma s cas tam homem as é vi uma serpente de belas, se maior rt circulo do quadrado do às das dentadas

as antigas instalaçoes da latina europa, que depois foi um local de venda de material de casa de banho e afins, fechou ao que parece, e reparei ao passar num estranho pormenor, em frente a janela dos aneis onde no chao estavam as pegadas do toiro, e o tal E,

às da anti ti gas is n t ala laço aco es caçoes da la ti mna europa, q ue d ep o is f oi um l ocal de v en da de mate ria al de ca sade ban ho é a fi ns, fe cho vaso cao q ue pa rece , é r epa rei cao p ass da ar n um est rato do anho por men o rem fr en te a primeira jane la dos ane s ui onda no cha o est ava vam am ás pega gadas do toiro, é circulo do t al , E,

tinham, posto contra essa janela uma parede vertical em croma azul, igual ao de aqui em casa, com um pequeno alpendre em angulo recto onde as lampadas eram identicas ás de aqui em casa, as circulares, as do tecto, que entraram na visao da chave da matança dos polacos

tinha do ham am ps oto contra da ad dessa cobra jane la uma da pa red vert ical em circulo roma azul, igual cao dea primeria do qui aqui em casa, com um pequeno al pen dr , e é maior man angulo do vaso primerio circulo do recto da onda às lam p ase ram id en tica es serpente ás dea do pr rima ie ra do qui aqui em casa, as circulo do irc cu l ar da es sd, do tec do to do toque en cruz da rata aram na visao da circulo do homme ave da am tança dos pol cao serpentes

no autocarro fui em pé ao lado do condutor e de uma senhora crescida que muito animada conversava com ele, e que percebi que nao se podia sentar pois tinha duas muletas, ali ia ela cheia de genica, e passamos pelo bairro da madredeus, e quando a senhora saiu, a ajudei , e o incrivel, é mesmo o coraçao deste povo, pois a senhora nao pode dobrar as pernas, e entao, como existe uma cova no alcatrao mesmo em frente a paragem, o condutor, meteu a roda lá dentro, com a ajuda da indicaçao dos outros que estavam na paragem, para baixar assim o chao do autocarro de forma a facilitar a saida da senhora

no do autocarro fo ue em pe cao aldo do condu do tor , é de uma s en hora c rata da es cida q ue mu it o as nim mad a convers ava com dele, eq ue per cebi q ue n cao dac se pod ia s en tar p o is tinha sd duas mul eta s, ali dela , e l ac he ia de g eni ca, é p ass sam amo sp elo do bairro da mad red u es, eq ua n dó da primeira s en hor a si do au, primeira jude dei ei , é circulo do incrivel, senhor incrivel, vide refrencias, inc x e rao vaso el, é me sm circulo do cora raçao de este p ovo, p o isa primeira s en hora n cao da pode d o b rato ps ar as das pernas, é en t ao, c omo , é xis te, uma c ova no al cat rato cao do mesmo em fr en te a pa rage emo condu tor, met eu da primeira da roda, l á d en t roc om a da ajuda, mc, da din dic sao es dos outros q ue sta ava vam na pa rage maior do para baixa rato as si mo cha circulo do auto carro de forma da primeira f a cili a t ra a s aida da s en hor primeira hora

depois em chelas entraram os fiscais , um nao tinha bilhete, lhe tiraram os dados e lhe disseram para depois ir a carris, sai nos olivais em frente a igreja e ao centro, um outro homem sai ao mesmo tempo e começa a meter conversa comigo sobre o assunto , que era incrivel e coisa e tal, que se fosse ele, o teria convidado a sair do autocarro, que estava desempregado, mas que nem por isso deixava de pagar as coisas, nao gostei muito do tom, e a conversa parou ali

d ep o is em chelas en t r aram os fi cais , um n ao t rin primira rina home bil he tel he t ira ram os dados, é l he di ss e ram para d ep o is ira carris, sa ino nós dos olivais em fr en te a igreja , é cao c n e t rato circulo, um outro homem sa, é cao do mesmo tempo , e co meça es primeira do meter , c on cv é rata sa co mig circulo s ob reo ass un to , q ue e ra inc rt ive le co isa eta al, q ue da se da fosse dele, circulo da te da ria c on v id dado primeira serpente do air do auto carro, q ue est ava de se mp reg gado, masque ne maior do por iss circulo de ix ava de pa gara serpenets co ia serpente , n cao g os t ei mu it o do toi mm, é a primeira convers , a par aro circulo o vaso ali, algrave
bela helena, sois vos que me dais a quentura de vossos seios a dormir, se si, chegai, nao apanhai assim frio que eu vos dou o meu, e nao trazeis laços de bandidos consigo senhora, sois demasiado bela para isso

quadrasegima oitava parte da arte das bombas em londres

quadrasegima oitava parte da arte das bombas em londres




agora, sai para a rua talvez dez e meia , um pequeno temporal com chuva, o vento com o chapeu me disse , que o chapeu da garagem teria levantado voo, de alguma forma, depois na capitao pallas, dei com o primeira prova da arte deste ataque, ou de mais este tentativa de me matarem, um cartaz, razia azia, ou seja rato az do io da, iod primeira do mar az ze ia

agora, sa ip para da primeira da rua t alve zorro de dez , é me ia , um peq un circulo do temporal, da loja ao lado do mne, te mp circulo da al com c homem da uva, durao barroso, circulo do vento com do circulo do chapeu me di s sec , q ue do circulo do chapeu da gara rta rage maior da teresa da ria l eva van t ad ovo da dp, de al gum da primeria da forma, d ep o is na ca pita circulo da pallas, dei com do circulo da prime ria por vaso da primeria da arte de este ata q ue, o vaso de ema do mais de este ten tat iva de me maior mat do rem, um do cartaz, sic, razia azia, o vaso do seja do rato top ps az do io da, iod primeira do mar az ze ia

já chegando a mne, iluminado dei com outros olhos de betti davies, por debaixo de uns oculos que sao parecidos com estes que agora comprei, com os utlimos euros que trazia quando os outros se partiram, a bela helena coelho, olhei e li roupa,  moss, mas está ela nuazinha como veio ao mundo, de longe, me pareceu ver um slip branco, depois ao perto vi que era a outra perna que esconde a rosa, portanto o sentido  do menstruo se clarificou ali ao momento, um carro a passar, me diz , da ep do terceiro, ou seja de um grupo de um dos bandos dos terroristas das empresas publicas que servem os terroristas do ps

já chega gan do da primeira do mne, i lu min dao dei com de outros olhos de bet ti d av ie es, por den ba e zorro do xo de un serpenets dos oculos, q ue da sao par e c id os com este es q ue da primeira do agro , a com pr ei, com os u t lim serpente circulo do euro , futebois, serpente q ue t r az ia qua n dó os de outro rose se p art iram, primeira bela helena cole ho, ol he ie li r o up a moss, ma serpenets esta, ela, nu az azinho circulo do omo ov veio, jason, cao mundo, de l on ge, da me pa receu ver um s l ip branco, d ep o is cao pet circulo vique , é ra da primeria da outra perna, q ue es conde primeira rosa, porta nt circulo, o s en t id o ed circulo do menstruo , da se c l ari rif if fi co ua li cao mo men to, um carro primeira p ass da ar, me di zorro do ze da ep do terceiro, o vaso do seja de um gato do rupo de um dos bandos dos terroristas das empresas pub l cia s q ue ser vaso , é ama mad ad da dp do maior do os terroristas do ps

no jardim, olhando a casa continua a da goa, onde um dia o espirito me desvelou de um jantar de um lorde ingles, ou algo assim, aqui narrado, o chapeu começou a abanar para cima e para baixo, como tremores, ou pregos, ou movimento de embolo, por cima do Cristo do outro lado uma nuvem na cabeça, ou seja sobre os olhos tambem, e na ponte a mesma coisa,

no jardim, bcp, circulo do primerio kapa homem da ando da primeira circulo às o conti nu primeir ua, a da goa, onda de um dia do circulo do es pe it o me d es velo lou , de um j antar de um lorde ingles, o ual go a ss si maqui na rr ad o, o c home do ape co meço es ua aba ana rata para c ima , é para ba do xo, circulo do omo dos tremores, o vaso pr ego s, o vaso m ov ie maior nt circulo de, é mb olo, por c ima do Cris to do outro lado, almada, uma n uve mna cab beça, o vaso do seja s ob re os olhos tam am tambem, é na ponte , primeira me sm aco isa,

no cartaz da bela helena com olhar que me pareceu triste, que pena ,pois sois bela a meu olhar, li ainda do grupo dos mercedes, ou seja da mer da cedes, grupo de bandidos politicos, aqui diversas vezes comentados, tambem relacionado entao com o passe na sombra da minha visao como se desvelara em parte seguinte tambem por outras duas fotos do video de londres de 2000

no do cartaz, sic, da bela helena com circulo do primeiro home da ar q ue da me ap rc eu t rato is tec ue da pena ,p o is s o is b dela , primeira me vaso oi homem da ar, li a inda do g rupo dos mercedes, o vaso da seja da mer da cedes, gato do rupo de ban dido s pol it cos, aqui divers primeira vaso , é z es co mena td circulo tam am tambem , rato ela cio n ad o en tao com do circulo do passe na s o mb r a da min homem da primeira da visao, porjornal, circulo do omo da mose se d eve lara em p arte se gui inte tam am tambem por outras duas, f oto sd ov ide deo circulo de londres de 2000