terça-feira, abril 26, 2016

26 April, one day after the nazi revolution some decades ago

I demand answers that are due to me and my son 

these  6 letters on this link whore sent by register mail day January six, 2015
   and still without any answers


one extract just to remember


Exmos Senhora e Senhores
Presidente da Assembleia da República de Portugal
Senhora Assunção Esteves
Senhoras e Senhores presidentes de todos os grupos parlamentares
e presidente da primeira comissão
E ao Presidente juiz do tribunal criminal europeu
Senhor Jagaer

Carta registada com aviso de recepção
Lisboa, Janeiro, seis, 2015

Exª Senhores

Como é do vosso conhecimento, estão os senhores acima mencionados, presidente da assembleia da Republica, membros das direcções politicas com assento no parlamento e presidências da primeira comissão,  implicados em diversos crimes não só contra mim e meu filho, como contra a Republica Portuguesa, e o constante comportamento é prova deste mesmo facto e afirmação.

A todos recordo, que desde 2007, relativamente a este crime contra mim, meu filho e muitos mais, tento contactar o parlamento nas figuras dos seus dois presidentes destas duas últimas legislaturas, bem como o presidente à data da primeira comissão, bem como igualmente todos os presidentes de todos os grupos políticos com representação no parlamento e que até à data de hoje nunca obtive uma resposta efectiva, entendo como resposta efectiva, acções que pusesse fim a estes crimes.


Recordo-lhe que a seguir à senhora ter tomado posse no cargo que desempenha a tentei contactar, enviando-lhe ao tempo, 02 11 2011, (de acordo com as minhas possíveis actuais referências) um primeiro correio electrónico, seguido de contactos telefónicos (registados em vídeo e publicado no meu espaço de comunicação publico ao tempo, e sendo que de memória creio que pelo menos um dos telefonemas foi posteriormente apagado), e posteriormente uma acusação contra si e o seu gabinete a 23 11 2011 em carta registada com aviso de recepção que a todos em forma pública mostrei, e que é parte integrante da minha acusação criminal, também já apresentada ao tribunal criminal europeu.

Sem comentários: