terça-feira, março 28, 2017

um primeiro divorcio de muitos mais?

A primeira baixa na realidade comunitária nazi da europa?

Ontem dia 20 03 2017 durante as minhas navegações tentado fazer o carregamento de um conjunto vasto de importantes documentos, como sempre com os constantes crimes de impedimento e de roubo reel time, alguém por programação, construiu a seguinte leitura que aqui com todos partilho, creio em termos técnicos, através de uma hiperligação que apensaram no número de fax do tribunal da Cúria, que consta dessa mesma minha missiva.

Quando da publicação de mais uma acusação sobre os constantes roubos de documentos e os constantes crimes de programação, neste caso, mais uma acusação contra a Vodafone e Samsung, crimes na Bios, me fizeram aparecer no meu blog ouro sobre azul, uma antiga carta, um dos primeiros fax enviados por mim ao tribunal criminal europeu no Luxemburgo, onde dou conta do roubo do primeiro fax a eles endereçado, o primeiro crime no contexto dos meus contactos com esse tribunal que como sabeis, foi alvo de uma queixa-crime apresentada por mim em mão alguns anos mais tarde no Parquet, policia de Luxemburgo, quando finalmente consegui ir ao tribunal para entregar a minha queixa crime sobre o roubo de meu filho.

Como sabeis, continuo passado todos estes anos sem qualquer resposta tanto do tribunal como da polícia do Grande Ducal do Luxemburgo sobre esta queixa que como disse configura pelos indícios a existência de uma associação de malfeitores infiltrados no tribunal.

A leitura por programação, reforçada por uma outra mensagem online, como é vezeiro neste tipo de construções, apontava o terceiro, ou seja o que é passível de ser entendido como uma referência ao conteúdo dessa mesma carta, ou ainda o terceiro do tribunal criminal europeu, e a pergunta que aqui vos faço e faço ao tribunal, é se um terceiro do tribunal que não faço ideia de quem seja, é responsável por todos estes crimes de impedimento da defesa de meu filho.

Por outro lado ainda, esta indução de leitura pode ainda enquadrar-se no outro documento também ontem publicado, na carta introdutória ao power point sobre a linha de encenação protagonizada recentemente pela chanceler Ângela Merkel, pelo presidente Hollande e pelo senhor da Commonwealth, ou seja, nesta transposição, o terceiro corresponde então a esse senhor, que apareceu na linha do tempo se bem vos recordais associado a crimes de devassa, e espelhos nos médias portugueses, sobre os eventos em torno da demissão de Cameron, ao tempo primeiro ministro da Grã Bretanha, a sublinha das almofadas, da rapariga dos filmes dos black and blondes, e da bicicleta de Boris, Mayor de Londres uma linha que advêm das minha analises sobre os atentado de londres e da viagem em 2000.

Curiosamente ou não ao mesmo tempo, isto é, também ontem online uma estranha notícia e foto de um outro mencionado no meu documento ontem publicado com o título, “Nova queixa-crime contra a Samsung, Vodafone portuguesa, e eventuais terceiros desconhecidos, com um pedido ao príncipe Harris”, o senhor Juncker e a senhora PM da Grã-Bretanha, May, cujo nome como sabeis, estranhamente está impresso no transformador de tecto que mais uma vez ontem mostrei em vídeo publicado, pelos constantes passes nas luzes do meu escritório o que considero crimes de tortura psicológica. (vide referência ao meu manuscrito onde esta matéria e ids se encontram detalhadas).

A imagem da notícia encontra-se comentada no vídeo acima publicado, e refere valores aduzidos aquando da minha estada no Luxemburgo e em particular reflecte detalhes de uma exposição de uma artista alemã que se encontrava exposta ao tempo, as sub linhas, dos sacrificados, dos cinquenta galos, da lista de Schlinder ou equivalente, e reflectia ainda pelo aparecimento, um detalhe comentado no vídeo anterior, sobre as cristas de galos, ou os galos da Crista, presumo então poder-se referir a Assunção, também recentemente citada num dos últimos comentos.

Da mesmo forma no vídeo acima se encontra um comento sobre a recente explosão se explosão em Londres que pelos factos que vos refiro, provavelmente mais parece uma encenação para cobrir a linhas dos mamilos e outras quejandas que como sabeis são sérias por debaixo do que se apresenta, ou que tentam apresentam aos olhos da opinião pública.

E um outro acrescento sobre a última imagem de Rajoy e das relações com um grafismo de um programa Alemão de edição vídeo e dos crimes no interior dele, coisa normal na Europa nazi onde os crimes são o pão nosso de cada dia e a ausências de respostas e de respeito dos direitos humanos, a torta pauta! Talvez a senhora chanceler tenha ido tratar este assunto ou parte dele com o presidente Trumps.

Continuo a insistir no que escrevi e de novo comento no vídeo acima, os crimes de roubo e de adulteração são usados para matar, a ser verdade a notícia do MSN que comentei na última sequência de posts.

Até quando os poderes políticos e judiciais ficarão a ver e a cobrir estes crimes e quem com eles por detrás mata, servindo ainda outros criminosos, sendo como sabeis, a ser verdadeiro os valores da imagem, as óbvias relações com outros factos das minha analises recentes, nomeadamente os PP a que chamei, Yasmine, the Queen and joe, que reflectem aspectos de diversas tragédias e mortes ao longo de décadas e inclusive aspectos do 911.

Mais uma vez tive que reinstalar o sistema de raiz, e de novo estou com problemas, continuam com o acesso ilegal, o vídeo acima publicado que começa com um comento sobre a Firewall da Centúria europeia em Roma com a vestal de branco, como May se apresentava ao lado de Juncker, quando fiz o editing já tinham estragado os codecs, e não tem aparentemente frame rate, ou seja nas propriedades, aparece um valor de zero, isto é um crime de uma perversidade tremenda, pois visa como será estendível, tentar pintar um quadro de desequilíbrio emocional, pois na parte do fim em que estou deveras e com toda a razão que me assiste zangado com estes constantes crimes de impedimento, de tortura, a velocidade do vídeo aumenta nesse preciso ponto, ou seja pretendem assim criar uma ilusão de desequilíbrio, ao mesmo tempo, como é vezeiro e amplamente provado ao longo de estes onze anos, vieram cá de novo roubar documentos que tinha acabado de referenciar em vídeo anterior, ou sejas, as técnicas de manipulação psicológicas dos filhos da puta do nazis, tem sempre ou quase sempre os mesmos ingredientes.

Provavelmente haverá um texto intermédio em relação a este, a ser publicado posteriormente.  

Continuam a fazer sistemáticos esforços de diminuição da qualidade nomeadamente das imagens do vídeo, do áudio, de tudo e só posso mesmo rir quando recordo as recentes declarações de Obama a dizer que tinham subestimado os programadores russos, se calhar porque a Microsoft é russa? Será?

Esta é a realidade de caos que hoje se vive em total impunidade para quem rouba e trafica informações, e nas vezes mata, e a ausência sistemática da lei e dos direitos de cidadania vos conduzirá a cada vez mais guerrilhas urbanas e morte.

Exijo esta canalha presente num tribunal,
Exijo as respostas que me são devidas por lei a mim e a meu filho,

Exijo a respeito integral dos meus direitos e dos direitos de meu filho!

Sem comentários: