sábado, julho 01, 2017

breve analise sobre a truncagem na foto da Premiere publicada abaixo

Uma breve consideração sobre o que parece uma truncagem gráfica impressa na Premiere visível no detalhe do que sugere uma luva na mão de um dos policias que pela posição do olhar , para cima, sugere estar olhando as torres no 911 a arder, e relembrando que esta construção teve outros ingredientes preparados ao tempo do lançamento do filme, com uma outra truncagem na foto de capa inteiro do DN com o actor soterrado no chão, olhando o vazio e um peça metálica que figurava uma bailarina ou uma flámula, como analisado por mim em detalhe ao tempo e integrado na analise do 911, e recordando ainda que esta imagem da flámula /bailarina vem antes de uma aguarela publicada numa revista de moda aqui, salvo erro a Máxima e de outros valores adquiridos e igualmente narrados ao tempo, através nomeadamente de uma imagem da Kin Kardishian.

A linha da luva é como sabeis uma linha vasta em seus valores, mas geralmente associada a policias ou agentes de lei e de socorro, se relaciona com sangue e a própria proteção deles, ou seja sugerindo ainda e assim , questões de sangue infetado no âmbito e como eventual causa da queda das torres, ou seja e de novo questões de sida e de infeções que se teriam de entender como expressamente provocadas para poder permitir a invocação do direito de retribuição, ou seja como se quem assim truncou a imagem, dissesse que a queda das torres foi o uso do direito de retribuição por parte de um infetado ou de mais do que um e até este sentido é reforçado pelo filme em baixo desta noticia, o filme polémico sobre homossexualidade e cowboys, sendo que se bem me lembro também um desses atores depois morreu.

Depois na foto ao lado, aparentemente de um outro filme sobre a mesma temática, o voo 93, porque se vê um actor sentado com uma face que lembra vagamente um outro, o super homem, fazendo o gesto de detonar, algo, se o avião e ele como os outros passageiros seriam os sequestrados, e digo isto com reservas neste ponto, pois não vi o filme, e ainda sugerindo a face dele, alguém como por exemplo portador de trissomia 21 ou equivalente? Uma sugestão complementar de id?

Como entendível pela narrativa de toda a Premiere, publicado no meu blogue To the french beloved one, as construções narrativas são bem mais vastas e serviram propósitos incriminatorios

Sem comentários: