sexta-feira, março 26, 2004

Oh Meu Querido Filho
Belo Rebento da Vida
Pela manhã Birrinha
De Quem Desde Sempre
Acha a Escolinha
Longa Demais
Grande Demais
Para Seu Coração
Pequeno E Grande
Na Grande Atenção
Que O Amor
Lhe Dá

Oh Meu Querido Filho
Belo Rebento da Vida
Pela Manhã Birrinha
Solucinho Encravado
Lágrima a Escorrer
Coração a Estremecer

Paciência A Reclamar-se
Oh Que Bom É
Quando a Ternura
E a Paciência
Me Toma

Tem Vezes

Mas Aqui Peço
Ao Amor
Que Todos Os Dias
Assim
Me
Ensine


Oh Meu Querido Filho
Belo Rebento da Vida
Pela Manhã Birrinha
Ânsia dos dias Grandes
Como Tu Lhe Chamas
Dias Soltos
Teu Sabor
Na Grande
Família


Oh Meu Querido Filho
Belo Rebento da Vida
Pela Manhã Birrinha

Não Quero ir p´ra escola
Quero Ir para Casa da AvÓOOOOO

Tu Que Sabes Tudo
Eu Que Não Sei Nada

Sem comentários: