domingo, maio 23, 2004

Fome Imensa
Não Infinita
Porque
Assim
Não
Poderá
Ser

Oh Carinho
Do Mundo
Porque Partiste
Porque Te
Esqueceram
Os Homens

Porque Tem
Porque Trazem
Seus Corações
Ao Outro
Fechado

Porque Esqueceram
Os Homens
O Gentil Trato
O Claro Pacto
O Firme Acordo

Olhos Nos Olhos
O Outro Olhar
Coração Rosa
Na Mão Palpitante
A Irradiar
A Interior
A Anterior
Verdade


Porque Esqueceram
Os Homens
O Terno Olhar
O Deleitar
O Belo
O Bem
Querer


Porque Esqueceram
Os Homens
O Quente
E Doce Ser



Porque Esqueceram
Os Homens
O Aconchego
Aconchegante
Que Então
Assim
É

Porque Esqueceram
Os Homens
O Tranquilo
Tranquilizante
Afecto
Do Cumprimento
Palmada
Nas Costas
Do Breve Toque
Da Saudação
Do Saudar
Do Cumprimento
E do Cumprimentar

Oh Quando Te
Cumprimento
Oh Quando Assim
Te Encontro
Me Fazes
O Encontro
E o Encontrar

Que Escolho Eu
A Te Desejar
Alegria
Homem Irmão
Que Tristezas
Não pagam
Dívidas
Assim Falou
Este Povo

E Depois
Já Trazemos
Tantas Dentro
Em Cada Um
Assim das Tripas
Faço Coração
Força
Homem Irmão

Porque Esqueceram
Os Pais
Suas Crianças
Em Seus
Colos
Seus
Risos
Sua
Paz


Porque Esqueceram
Os Pais
O Eterno Brincar
O Feliz
Acompanhar
Amparar
Aconchegar

Fome Imensa
Não Infinita
De Ternura
Porque
Assim
Não Será

Oh Carinho do Mundo
Recorda-te
Ouve os risos
Cristalinos de
Todas as Crianças
Do Mundo
Que Se Unem
Em Quente
Trança

Oh Carinho Todo
Do Mundo
Beleza
Da Vida
A Acontecer

Oh Carinho Todo
Do Mundo
Tu És O Viver
Tu És O Proteger
O Criar
O Cuidar

Sem comentários: