sexta-feira, agosto 31, 2007

Amada Amadinha Muito Amada

boas noticias mesmo seria ter teus lábios ao pertinho e muito sempre os beijar e ouvir meu filho e os que virão a chilrear pela casa alegres alegrias, mas no entretanto aqui vai uma , na esperança que o blá blá se faça blé, para que o blá blá, sabes aquele bom, onde as linguas se enroscam todas no mar e os olhos abertos se fundem no uno olhar e a alegria nasce por todos os poros possa mesmo, continuar

http://biopact.com/2007/08/vienna-un-conference-consensus-on.html


ainda não li, mas antes de ontem vi mais uma negra desgraça neste campo, onde os amados incas davam conta do roubo à má fila dos seus genes, que agora muitos tomam nos iogurtes, francamente assim não dá e essa ideia de fazer dos seres, coisa distinta, se continuar, muito mal irá acabar, ou melhor, que será sempre pior, acabará mesmo com eles, e esta desgraça é já antiga, foi feita e é feita há algum tempo, e espero que este bio pact tambem tenha reflectido sobre esta delicada matéria, ah amada delicada e delicados és tu e teus lábios em forma de almofada onde poisam os meus

antes de antes de ontem, transantontem, que parece quase ser aquele totem, que cresce a teu lado, ou mesmo ao longe quando penso em ti, comprei uns peitinhos de frango, umas batatinhas redondinhas e pequeninas que cortei aos pedaçinhos, juntei um pingo de azeite, sal grosso, um outro pingo de vinho branco, umas folhinhas de louro e levei ao forno e como estou sozinho deu para três refeições, por um preço muito em conta, conto-te eu isto, a ver se sentindo o cheirinho se te apressam as belas pernas a aportar à minha porta, que para ti não existe, é só chegares

e depois vi na televisão um jogo de futebol, a final da taça da uefa entre o milão e o sevilha e assim nele li

o ue fá serpente do vaso do parlamento europeu, pe, rato de bari castel neta ne te muito eta e kapa e primeiro do putin de saravejo e que é o oz invertido duplo rato da rádio renascença e de repente me lembrei de bari, de uma noite quando lá estive num festival de video e levei uns videozinhos que se chamavam zap, como o som e a imagem da espada do zorro,e os meninos e as meninas muito gostaram, e depois à noite fomos todos conhecer bari e suas discotecas e estava numa, e uma bela menina que eu vira a ver durante a tarde comigo se meteu num balcão, e foi tipo in e out muito rápido, pois logo mostramos os dentes um ao outro por coisa absurda de adloscer e que basicamente se podia assim traduzir o que nem foi correctamente dito, ou seja, o que estava nas entrelinhas do por detás que é nas vezes mais importante do que as palvras que saem pela frente, não que elas não sejam belas, ou necessárias nas pontes, em seu fazer, mas é sempre bom perceber o que elas velam ou trazem velado e no fundo da linha a coisa era assim, a rapariga achara-me piada, eu tambem, ela dizia acha-me piada que eu sou bela, eu lhe respondia, acha-me piada que eu sou belo tambem, e triste conclusão, cada um ficou em seu lado, e a conversa nem mais conversa foi, ali acabou, e depois eu fiquei a pensar em meus botões que pena fora, porque a beleza é sempre um mundo e aqueles dois seres sem margem de duvida belos, nem mesmo se encontraram e certamente se perderam flores e sementes e quem saberia o doce feno do doce deleite do belo repousar

e vem isto a propósito,primerio, porque te amo muito e te gosto sempre de contar histórias, que são a vida em seu acontecer, depois pelo resto que neste caso foi o seguinte, tinha a discoteca um corredor que ligava o bar à pista de dança e que estava mergulhado na penumbra, e quando o atravessei, coisa estranha aconteceu, primeiro pensei que já tinha bebido de mais, depois tornei a nele caminhar e reparei que afinal era ele e não eu, que assim me fazia sentir ao andar, era às ondinhas, como o mar e na escuridão sem referência do horizionte, que sabes amada, é aquele vale entre teus seios, que me orientam os beijos, parecia ser eu a abanar

rato efe referencia sd da ren cia do homem rizi de zion na cruz do quadrado europeu serpente ab bes ana vaso todolatine inglesa teresa cruz rato e té us se ios, quadrado da me oriente os bei principe os par e cia europeu primeiro an ban do ar

e agora no jogo ao bari recordar me apareceu na consciência a imagem da onda do mar, como um certeza funda emergente que a a onda do grande mar, ou mesmo mais de que uma teria tido sua proveniência em bari ou em itália

circulo do dr da se, a semente, o mna da manigância da sósia, do beijo invertido homem dia da segunda cruz do z no y do ipsilon, segundo dedo da mão da teresa e tambem o que fez a marca no y, do segundo dia,ip ps sil londres

o homem do circulo man da mani kapa da uva, da cia da sis ia do bei principe do circulo no verde francês rti homem do dia do ome da segunda cruz, gun da se dia ed circulo da mão da teresa e tam segundo maria circulo europeu de fez primeiro mar rca, no do y

os rapazes marcaram o golo e se abraçaram, mãos apontando o céu, dedicavam o golo ao outro rapaz que em dia recente se fora, sua graça, puerta e desta vez se havia um desfibrilador por perto, como comentou um médico, pareceu faltar o bom senso, pois um rapaz que cai assim de repente sem ser mesmo tocado, deve sair em maca por precaução,talvez se assim tivesse sido, não se tivesse ido,e seu falecer me recordou a morte de feher e de outros jogadores de futebol, há uma linha, uma elevada frequência neste acontecer, para pensar que elas, não são assinaturas de algo mais

circulo da serpente di rá pá do z espanhol marca ram circulo gato olo e serpente vara da raça do ram mda amria da primeira onda os a ponta da cruz do ceu , dia edi di ca ica ava maria circulo gato olo primeiro circulo ao outro da cruz do ró quadrado europeu em dia do rato ce parente da sé do forte da ora , serpente ua graça portugues vaso eta rta do sta vaso e z serpenete homem avi primeiro da primeira via dia espanhol da s do fi brasil rato da ilha portugues do pé do rato da cruz no circulo do co do mo da onda em homem cruz do circulo do vaso do primeiro médico, par e ceu falta e rato circulo segundo om senso sen serpente do circulo do po is primeiro ra pá do z europeu que cai primeira meria serpente de teresa rás os dos montes. me s mo da toca dia eve em maca portuguesa pr ec au cão alto do vaso e z se primeira trás os montes cruz ive ss e sid circulo, serpente europeia falo le ce rato me reco rato do circulo do vaso a mor rte de homem da fé e de outros jogadores de fute á prim eira lin homem primeiro, da ma si el eva elavada francesa quadrado un cia ne serpente te ac em t ce rato pa rá do pen sar europeu das raparigas, das muitos ladras da são às da sin primeiro da sina, todas gato do circulo maior da segunda ara

e continuavam meus olhos a ver o futebol assim, onda de bari a iza e aparece nesse momento o berlusconi na bancada, golo do milénio do mil ano, do ano mil, vaso do angulo li da ce, vaso de dois angulos ce e de repente realizo que o camisa negra que aparecera recentemente nas entre linhas de texto anterior, deverá então ser de bari, e uma outra relaçao me pareceu no momento à consciência, que está plasmado em maior detalhe integrado na narativa mais extensa, a teresa guilherme e o avião que caiu no jardim de sua casa ao pé de cascas numa aldeia sobre a falésia, que me faz lembrar a cornualha

e conti muito vaso ava da primeira manhã me us, primeiro vaso e rato circulo do futebol primeiro ss em onda de bari à iza e primeiro par do E da ce ness e mo do homem da cruz do circulo do berlusconi, do cone da serpente do lu ser~guno rato na banca ad primeira gato do olo, falo, do mi do circulo da léni do angulo da primera no mil, eurpeu ap ar e ce rá rato e cen em te homem do ter nas inglesas linhas de teresa ex do cruz do circulo dia eve do rá inglês de bari e raro ela cão me par ce vaso mo em serpente do circulo da ciência do quadrado europeu espanhol da seta primeiroa portuguesa la serpente do ciculo mad em maiorca dia eta na te gato rado a muita ara rá aa ativa mis ex ten sa, primeira tereza gato do vaso do circulo do primeiro herme e circulo do avião europeu que caiu, muito no jardim dia e serpenet à cierculo da asa de casca de si de cascais mu it primeira alde ia de primeira manha da queda da l que caiu na falésia do quadrado europeu primeiro maria em me forte az lem vaso ar or primeiro co run ua primeiro homem da cornualha da ep da ren do lu da ser onda da arma circulo do rato rao co da onda run

no campo um outro guerreiro no chão estendido no fragor da batalha escorre um fio de sangue de seu sobrolho, como um pugilista que levara um murro e me disse, palop, pal d circulo pr portugues primeira puerta galli , po do li sp circulo orti, gennera gatto us , do joelho, do angulo do gato todo terreno, general nn aro do ar do circulo da cruz dupla na rectangulo vermelho, cruz a negro san tan dia do laço do rato segundo da dupla dor em preto e vermelho, a faca maior apontada à taça, ao calice, do quadrado gat to us circulo, i n sa gato homem da vareta hi, see d´orf primeiro do oitavo ca, no mui cruz do circulo do segunda dpla dor em jan vaso kapa do lo do vaso sky, ou o jan kap do vaso lo love do ski bari ue fá da janta da cup, vemelho, amarelo, vermelho, espanha, se caso e vareta do vi do angulo ao primeiro homem dos losangos laranja em fundo amarelo, 18 jo maria

no do po do cam primeiro gato ue rato circulo rei no cha espanhol ten di dido no dia, id,circulo no fragor, fogão, da bata da batalha espanhola corre primeiro fi do circulo de san gato europeu se serpente europeu serpente circulo br do olho da visão, co mo primeiro pugilista, que hoje aparecia na revita do jornal, quadrado europeu da primeira eva rá um mu rato ro e mi da di ss e pal do lobo, pal dia sir do ra bo do pr de cores do porto do porta do gali, general nn era gato at to is do jo do gat, to us rei ro inglês genral da né rá

josé luis matti, do trix tim, principe circulo da sé ma tt da vareta do trix tim, do primeiro quadrado do renato raposa do acto do véu das duas asas do vaso aberto, na te de sport verde alemá , do spot francês , 888 ca eta, aparece na imagem michel platini a morder o dedo, portugues ut it da dupla dor da fomiga da estrela duda tam dia japão primeira di ida serpente , bari au rato is do coll pass da pa sg circulo uss cole pu e rta , circulo quinto do quaarto vermelho e sapatos de prata que levou a bolad nas prtes sem bola, p seis do x na asa invertida sen do super da cup 10, primeiro do circulo gali do po do li super san circulo in te rato serpente do porto francês, primerira bola vermelha , o ponto vermelho que desiquilibra a vareta azul sobre branco da lan dia ra no da lan do adrian , de italia, sport p lay lau serpente , ondas da ba tota que fez as ondas do mar, a prenda da sofia borges da marca da minha cicatriz na minha cabeça, e me rato son da segunda dor dupla em car ls be rg brasil quadrado amarelo, terceiro invertido ari ca eta , ingles zo marosca da má rosca, so mar do espanhol ká, cá da estrela amarela sobre meia lua crescente 21, cm., duplo quadrado do cast e li muito eta, 4 no portugues vaso e rta do dani alves , dan e todo vaso espanha, da chama de prta do santander, quatro quadrados ari keta , keit thor italiano, circulo ni kapa e fo duplo te da bola de sevilha cá muito no, a u r is da mar espanhola ca vó da fo da né, ab primeiro da cruz dos templários do ratao eve rato se e gato le ,inglês e latino da onda espanhola ag ai nat ra sis maria e fá rectangulo azul na coluna que seustenta a telhado das estrelas das arcadas , em duas cores de verde às riscas, co cam po do fu te bo l serpente do sexto circulo joma ga me ue fá da cup ava n guar di primeira kan du te es cude l fabiano conrad, do f air p la y azul segundo , negro angulo a e amrelao da fortaleza, p ue rta do ball do po ss e sion maria lan vareta 888.com super san do co le pa ss do gali do castelo see dia orfeu, a ur is do bar da vareta espanhola, da grande pena li de idade do duplo ka, da coca 22, da segunda dupla or em sevilha, primeiro principe branco sobre azul do terceiro golo de cabeça na recarga comand port renti di circulo palop dos cornos, o segundo dos quatro amachucados , do po che te de anka do principe branco e azul dos palops cristão br circulo cc , cristina coutinho, ho clara em ce sse d´orf brcuplo circulo chi, dos anos noventa, setmia pu e kapa ta da lan do dr ian circulo mo da vareta da ana rtp se gun dia circulo se vi l h a , be rato se sexto ba ari dani el alves, todo al ter nat iva, p l
vareta primeira do y ip sil circulo do calice eue fa super cup lan ian br duplo circulo do i do b da dupla dor na alemanha, 90 , 3, 55 , 90/3/10 dos dois arpões de sevilha fc da cruz no é do calice pr ou a v el que mente do bombardeiro digital pt p ab ban pa do vaso lo da x e ixe eira pin do tó, do primeiro ar di mari seis em sal vaso espanhol do bico do quadrado da maria rose do corpo do cão da primeiro buzz do brasil sdo moinho nn vareta primeira fonte a gen cia lu sa , vareta dupla vermelha brasileira, do circulo sobre a dulplp vaso e son do mer da marca cic a , sic a triz, ds a da braçadeira amarelo do capitão alberto principe, jan po koulos do reflexo da falecida trça feira za do mor primeiro , ex ce ss o celo vaso elo cid idade, da porcaria da da tvi invertidam, cruz as cha y arquitecto tecto tresa , a segunda do M, a norte do carro que agorra no final do jogo se espetou, muito dia do seis abe circulo em sar serpente maria br eu e ra nt co bb e rato silva thunder bird

que estranho e complexo futebol!

a onda, ou melhor as ondas do mar, foram carregadas em diverso pontos, tal não desdita ou contadita que sua origem, ou a origem de seu pensar tenha sido feita em itália, pelo tal da camisa ngra das tristes memórias, e sendo que para ele concorreram muitos factores, e que uma onda tem pelo menos e sempre dois lados em seu mover, e o mar em que se move e se movendo o move e que onda é mar e mar onda

bom , bom, amada, seria mesmo numa onda em teus braços eu aportar e descansar em teu peito


y e kappa e circulo do vv da cruz
w forte principe ki homem segundo da vareta anzol, vaso duplo da primeira formiga muito to , ou da cruz do circulo, da formiga que muito cruza o circulo, dois angulos
primiera vareta grande da ira ra n ari ram serpente da se pr n te da net do poente rato da vaso e rta v ar da fe vareta grande, ira da primeira manhã da mna homem srl. muito kapa teresa xu kapa dos dois xx, uk xx , serpente décima quadrado x xt gato

quinta-feira, agosto 30, 2007

Ah Amada, hoje ao aqui chegar
A Lua no Céu das Estrelas Toda Laranjinha
A Começar a Subir

A eu fiquei para Ela a Olhar
A ver se Nela Te Via a Face
Se Desvelava Assim Teu Rosto


e eu isto aqui a escrever, e a canção do outro lado do rio, como seta afiada a morder sua ponta, me dizia, voce não tem medo de mim, tem é medo do amor,tem é medo de me amar, e eu que não sei em que curva do rio moras, sorrio ao instante tristeza por dentro, assim são os corações nús e depois a canção decrescenta ainda, e dizes de mim que eu sou má ou coisa qualquer semelhante e eu sei em meu peito que não é assim que te trago,e se nele habitas tambem saberás que assim não é, nem tal te acho assim e uma canção é sempre uma canção de amor e todas moram em meu peito, mas amada, como me podes dizer assim se teimas ao longe de mim, chega-te, achega-te, que logo por demontração dos beijos e das palavras e dos factos das mãos, vais logo assim perceber, ah amada setas roladas, dão volta ao mundo do uno coração, atiras uma e depois chega a ti, crês mesmo que eu tenho medo do amor ou de ti?

ar do ze vaso circulo forte

deve ser a brisa que agora me acariciou as costas neste escrever
e acrescenta gato quadrado kapa te principe da pj, o demo do sn, serviço nacional sul norte do rá da são br, rp rato py do y ls
escrevi eu no Livro da manipulação da vontade das gentes em actos eleitorais recentes, produzidos em diversos paises do mundo, que fizeram parte de um plano da nova ordem mundial, e de como diversas substâncias foram utilizadas nesse negro fazer, e no dia a seguir aqui em portugal o eco se deu, numa aprensão de uma transportadora, em que o alumino tinha contaminado pridutos alimentares, o aluminio, uma liga, sendo que as ligas ligam diversos elementos distintos e são então com oestradas , permitem as coisas se passar e ir de um ponto para o outro e cuja estrutura molecular é unica e se aproxima muito da ideia da trindade


Adenda, primeiro dia, ou dia d do den dad

A iluminação da visão da sózia da magdalena, em s.vicente, na outra senora mais menna que era parecida e que tinha muitas estrelas na pele, no dia em que filmei no monte da lua com meu filho, em que ele me disse, pai, Deus está aqui, e estava, como sempre está, e eu muito lhe sorri

é a varte, bateria da lu mina cão serpente do dia europeu ao portugues or do quadrado europeu, serpente ua do forte do ace do primeiro ce, é serpente me formiga primeira maria circulo do vaso da cruz do rá do forte ace, ac E, serpente maria em x acto ao circulo ser, vaso da maria do fa da ce com.,do quadrado europeu da maria primeira cruz do ar que arde, nó cab circulo de serpente. Vicent e rato esa me circulo rato uz ei quadrdo europeu me is serpente espanhola e rato do gato sat da rega maria sé na verde ad E do circulo lol ser, a ss em me falo, uvas circulo nó mo men cruz do circulo do cora cão e es pan hol cruz ava av a ex ac a primeira me muito teresa, a espanhola circulo da reve rato serpente circulo br e espanhol da serpente inglesa c o tic primeira onda na cruz do rá q ua dia do circulo à maria gata cauda da lena forte duplo circulo do ui dia do ar, magdalena é primeira nó me com. uma gata raf ia mu it do circulo do bo muito italiano q ue dia seta á primeiro rio, belo, serpente do circulo da maria rai em serpente europeia portugues ro nun cia rato, portugues do or circulo au dia a do gato das formigas do dia da junta primeira, ideia da gata que ata a maria ad a lena serpente rata na primeira manhã, s em pr e gato os te i mui cruz do circulo de a ss no circulo do pr e nun da cia ar, co do mo quadrado europeu forte az, uma edinha quadrado do europeu inglês em rola enrol, inglesa rolada,cia ad a, português elo serpente europeia de permeio, do pé do rato, dia do meio circulo

azpulmu

primerio z do empurrão da mu
ou az portuguesa vaso primeira mu, a que foi pull
buymp, da compra mp, comprada pelo mp, maria da vareta sni serpente té do rio, mp
z segundo cama dos macacos ap espanhola
seria digitla principe z cn

quarta-feira, agosto 29, 2007

oh amada muito amada amadinha, só um beijinho em teu passar, que eu gosto muito de te ver passarinhar, a cantar e louvo e louvo e louvo a antena dois e todos os seres que naquela santa casa vivem, suas palavras e a musica, as vozes, os cantos que me enchem de alegria os dias, pois tudo é musica e o amor a pauta, antena da minha companhia e da tua, que sei que dela tambem muito gostas

e depois no fim da tarde os prommenade, promenade fazia eu contigo beira mar a passear em teus abraços aportar e um concerto com a obra, assim falava zaratrusta, disse ao que parece o compositor aos seus amigos que o interpelaram por tamanho sacrilégio, que a sua musica não era filosofica, como que à laia de se defender dos que o acusavam de tamanho e falso, digo eu, sacrilégio de ousar adptar a obra do filosofo, pois em verdade a filosofia é tambem filha da musica, pois tudo dela vem e aquela obra em verdade no ouvido se vê a história completa do tempo do homem,desde pequenino até mais grandinho, se na realidade ele cresce, bem amada, cresce e crescer, cresce uma outra coisa ao pertinho de ti, e mesmo na distância quando te trago em meu pensar e imagino muito te beijar,e que é uma especie de vareta de condutor da musica do amor, quando te encontra a ti feita harpa e meus pelinhos se poem em pé

ah amada que eu gosto muito de opera, embora frequente muito pouco, alías assim a bem dizer, estou mesmo muito pouco frequente seja do que for, à tua espera na tarde, mas enfim sem qualquer fim, muito te amo e só posso mesmo te amar e depois saí de casa com opera, a morte de melesinda no pensar e me disse o algoritmo musical que se chamava ema, e que tinha duas irmãs cegas e que as três não viam o amor, o que é sempre uma grande tristeza e às vezes trás e faz coisas más acontece, pois em verdade, só ele existe

depois tive uma iluminação porque fui dar a casa da bela senhora magdalena kozena, com uma setinha para baixo no z e me deletei a ouvi-la, que bela voz e que belo sorriso em tons toda ela arruivada, olha só que belo sorriso a arrulhar

http://www.kozena.cz/core.php?section=oceneni&lmut=1&li=6

e a iluminação se deu, porque sua face é semelhante a uma outra face sem em exacto o ser, uma face com quem eu uma tarde no cabo de s. vicente me cruzei e que me isse ser grega sem na verdade o ser, assim me falou no momento o coração e estava exacamente a escrever sobre esse encontro quando à magdalena fui dar, magdalena é um nome com uma grafia muito bonita que dá um belo som em seu pronunciar,por cauda do g antes de do d, junta a ideia de gata a madalena ser, sempre gostei muito de assim o prenunciar, como que faz uma ondinha que enrola enrolada pelo seu permeio

e depois naveguei neste mar e lembrei-me de ir ver o que na rede do pesca dor aparecia relacionado com a marquesa virginia cujo nome aparecera nas entrelinhas de um texto recente,relacionada com a ideia da primeira eve da roménia, e assim li

marquesa virginia, mar da maria do ar do quadrado europeu da sa da virgin do instituto das artes, que é uma forma de falar de artes colectivas, a marquesa primeira mé do circulo da kapa austin apostrofo serpente da elevação do super, cd da comida e co da ming e ra circulo isi da se rato vi do circulo elevado do orçamento de estado espanhol serpente dos serviços de informação de sing do forte de la e homem co dan ce rato serpente ao gus, ponto da gruz em 15 de j de 2005, virgin ni a sp serpente circulo da onda a ponce e serpente rato e homem os da teresa primeira forte la do homem có dan ce dos trabalhos da dupla dor de ork, ou york, serpente homem do circulo portugues para be gin e rato serpente ao circulo do tim, o do leme, mar qu es primeiro de e com dresen da dupla dor primeira aolf woolf do y vaso do ur cem do ar do mar da gata ue do rite do z na primeira manhã br no maria, marquesa e dam do asco, maldição do asco, teresa homem gugu, pat da cruz te rato na isa serpente mall ce muito teresa ral vaso~, treceiro do primeiro do sexto ma na st re et da quinta da ville da virginia, e forte ma lo muito dn em ba ss y da chave de west da vareta inclinada da fla, traço usa traço kuwaite da praia da virginia, ac re da albo e ro ed de la mar quadrado espanhol primeiro do fu e rte do traço ao homem I principe do ar

ah amada, que vi hoje o dia nascer, o ceu plumbeo carregado e dois tracinhos vermelhos um ao lado do outro se desenharam a oriente e eu por dentro no momento estremeci ao perceber o seu dizer, dois traços de sangue no céu a oriente e depis apareceu um por cima, no meio que se deslocou e era branco e parcia um serra e corte circular e me lembrei das bombas à volta da pedra cubica negra e depois vieram do mar duas gaivotas e depois outras e as pombas e por fim acordaram os pardais, e enisto na varanda estava pousando meu queixo neste todo a ver e uma pequeissima pluma branca subiu vertical, vinha da rua e passou por mim a subir, e eu me lembrei de ti e dos colchões de plumas onde contigo gosto de descansar me sorri na bela lembrança e assim adormeci

e me levantei e ouvi

a mais leve, a ami serpente, primeira europeia ex ige , o pr rui exige primeiro do duplo circulo mg e eu não gosto nada desta palavra exigir, mas por exigir, o que é certo de exigir, mais nas vezes o tom em que é feito, onde a exigência se confunde com arrogâncias várias avariadas e sai para a rua lento de acordar meio ainda dormir e li, o homem da segunda onda, horta dois, maria josé dn, 85, um porche preto inglês na rua parado, o homem ix em 83?

e quando voltei um menino vinha pela mão de sua mãe, poisaram seus pés na sombra da cabeça, como quem dizia, a cabeça da sombra por debaixo dos pés do menino loiro, cabelinho cortado com um pajem, laranja e azul suas veste, de branco calçado e depois o menino serigaitou, olhou o redor, o peqeuno campo de relva ao lado do prédio viu, uma pau e rapidamente a ele se dirigiu e nele pegou e enquanto sua mãe poisava as compras e abria o carro, começou a betre ele no carro ao lado, um leão de prata, depois pôs seu pé no saco dos rolos de papel hi gi é nico s, que fguravam colunas brancas dispostas lado a lado, depois entraram , sua mãe a mão na chave da ignição, conferia o pael das compras, o custo da ignição, ero o dizer de tudo aquilo, a ignição, ou vareta do gato ni são, da custo do mar, da segunda mão, a menino loiro com o cabelo à pegem, seta na maior, de bicileta azul com caixa de molas azuis, que pende as velas, o menino loiro, oiro, sol, laranja e azl de sapatos brancos, a sombra da cabeça preta em seus pés, a sombra do homem da caneta que rolou por debaixo do sofá na vespera do sessenta e nove, do triangulo do sesenta e nove no porto, o isqueiro azul e prata com o home do bico da caneta, o homem da caneta do circulo inglês, rato da pj 1777, primeiro do deus quadruplo rup lo do dr do quadrado da ua, verde e preto tá xi da comte muito ur, no super, meu olhar poisou nas maças royal gala que se apresnetavammuito bonitas, tipo leopardos às pintas,gato ue s no sw eden, o ponto vermelho nono dos três apitos do circulo de quatro , a da esquerda baixa, o nono ee do circulo de prata , são santos, serpente formiga do os da cruz, escutei uma travagem de um carro que pareceu bater, uma pancada ecoou

serpente kapa e homem segundo teresa kapa, ou cruz kapa, vaso w principe homem do vaso, todo dupla vaso da dpla dor primeira do ac primeiro
Ah Amada, recordas-te daquela vez em tempo muito ido em que foras visitar tua familia em cidade e pais longinquo e depois voltas-te e trazias um saquinho e lá dentro uma flor, a flor de sal, que era das mais belas flores refinadas dos cristais do nosso amado mar e depois de muito te beijar, o que te farei, quando de novo chegares, olhei aquela rara e preciosa carga e me lembrei que durante tua ausência, tivera que levar o boi às costas, um dia ao mercado, porque ele, cheio de saudades tuas, como eu, não queria caminhar e o levava ao mercado, para o trocar por sementes para semear e madeira para compor o telhado da nossa casa e reforçar nosso leito de amor onde quando chegares te vou deitar e já me tinha antes o mesmo acontecido com os patos, e as galinhas e mesmo a girafa que tinha vindo à muito tempo atrás na arca

Ah Amada, nessa noite quando chegaste ao entardecer, muito nos amámos, recordas-te?

e ficamos os dois muito felizes e tu me deste os parabens pelo novo leito, que era gentil, simpatico, cuidado e resistente e leve como onda do mar e assim estavamos em nossos devaneios de amor, quando a ideia surgiu, da flor de sal, fazer o valor, o valor que simbolizaria a vaca e as galinhas, simbolizaria o valor e assim na manhã seguinte parti para a cidade e falei com os homens e como todos já tinham tido problemas de transportes do que queriam trocar, lembras-te daquela tarde em que no fundo do campo vimos um homem que levava mesmo sua casa às costas?, como cansado estava e comentamos, quão pouco prático aquilo tudo era e tu foste à cozinha e correste pelo campo fora a oferecer-lhe agua e pão.

Ah Amada que doce e bela em tua doçura amante és
Ah Amada chega depressa, que morro de saudades


e na cidade dos homens e das mulheres, com eles falámos e assim acordamos nas flores do sal figurar o valor, viviamos nesse tempo pertoem itália e os seres começarem a receber em sal, salarium, o chamaram e todos andavam com belos saquinhos que tu por amor lhes fazias e todos tinham seu pedaço, seu pedaçinho de terra e seu tecto para muito se amarem e pretegerem, quando caso disso


Ah Amados, não vos escrevi eu há muitas luas do problema triplo do que representa o valor e da esquizofrenia entre o objecto, o valor e a relação de valor,que às vezes parece grassar, por mão e errada obra humana e que quando assim acontece as correspondências se rompem, porque se insuflou a representação do valor e não o objectos do valor e como qualqeur balão, uma vez cheio sobe e se afasta da mão e depois costuma tambem de novo esvaziar, e quando assim é com a moeda, ficam geralmente os bolsos mais pobres

Ah Amados, ser rico é viver, e amar, e amando vivendo, e o amor não tem valor nem câmbio em nenhum banco, nem mercado, nem se merca a não ser no coração e ninguém vive com a moeda pela etrenidade nem a beija nem com ela faz amor e muito menos por ela é amado

e a esquizofrenia grassa e vai grassando, se vão onze mil crianças por dia à fome e por falta de cuidados diversos, e uma minoria muito minoritária nada em dinheiro,ou melhor se o tivesse nos bolsos dos calções de banho, logo se afundaria, sem retorno nem margem e se compram armas e se investe nelas, e continuam todos comoo canibais a comer e a fazer desgraças ao corpo comum, que está doente e desregulado e a todos os seus pedaçinhos o mostra

hoje ao que parece, durão na comissão a dizer, o problema , bla e blé, do financiamento do psd se passou em rotugal e não na comissão europeia e portanto não tem nada a acrescentar, nem em nada o afectará

como se le não fosse responsavel na altura, e como se a responsabilidade, fosse coisa que se lavasse das sujas mãos, ironia, das ironias, esta gente alguns, que me acusam a mim de ser corrupto e a questão dos finacimantos é tranversal a todos os partidos e como bem algume em dia recente dizia, isto é só a ponta do iceberg

e todos os partidos ficaram mal na fotogrfia das contas do tribunal e afecta o cds, via portucale, o psd via somague e o ps , ao que parece por uns dinheiros vindos do brasil, que ainda estou para saber ao certo, seu pormenor, e já passaram alguns dias e mais nada sobre o assuto se disse

espantam-se mes ohos com a qualidade dessta gente e com a tolice dos que estão a seu lado, é a resposta curta, muito curta, para a gravidade da situação, a ver se verá

vaso circulo lu serpente décima


rucrzti rato do vaso circulo rato do z vareta da teresa e cruz a mim, vaso figueira segunda quadrado serpente do Y, a gi ra do fá
vfibqsy
wpbvntrj

dupla dor pb vaso muito nt do principe do rato

terça-feira, agosto 28, 2007

ah amada amadinha
a lua cheia e grávida e redondinha no céu como meu desejo de toda te beijar

porque não chegas amada, amadinha

que triste os dias assim
sem Ti ao perto pertinho

Amada não te recordas no céu nosso casar

não te recordas de como mergulhamos um no outro pelo olhar
não te recordas o sorriso da fonte do amor pelos olhos a jorrar

só te conheço no céu assim
não te conheço o corpo ao perto de outro jeito ou modo

como posso assim a ti chegar

dá-me a mão
que eu não posso viver sem ti

é amor ou sonho de amor amando-te
e é o amor um sonho que sonha amor

porque não chegas?

disse-me um pássaro que comigo estavas zangada
sem eu mesmo saber nem porque

ontem assim a noite triste em mim e o dia melhor não fora, ah amada, rapidinhas, rapidinhas, a mim me parecem mais para o lento, em verdade te digo, que já terminei os textos em mão ou na lingua ou no ver do visto desvelado e pensado e no entretanto se encheu de novo um caderno todo e há dias comprei um novo, hesitei, a ver se lá vinha teu nome e morada no interior, mas ainda não, e dia que passa mesmo que economize a caneta, lá se vai paulatinamente enchendo e tudo isto podia ser assim, contigo ao perto, que não vejo razão para que não

se fosse médico metia no entretanto férias, mas promessa é promessa e é para se cumprir, e estas bestas que para aqui andam em meu país, trazem-me o filho de mim desentranhado e continuam em seu silêncio que lhes irá ser mortal, por isso continuo a escrita, fecho os olhos um bocadinho à paisagem quanto se pode fechar, que ele nunca fechada está e sonho com encaixes, contigo em nuvens brancas e doces feitas colchões, onde o braço direito, não se cansa nem adormece durante toda a noite em ti encaixado

sabes amada, tambem gosto nas vezes de dormir sobre finos colchões onde o corpo repousa sem se mexer, tipo zen, muito quietinho todo o sonho a dormir, o corpo a sorrir, estático sopro como planta pausada em tuas petalas de amor, cheiro, doce doces colchões de penas, delicados afudanços e doces levitações, e o corpo, em posição de chocolate derretido como no ventre da mãe, ah amada o amor, esse levanta e poisa e dança e voa em redor

sabes amada, em verdade não me apetece muito dormir, apetece-me sempre amar-te sem fim

e o amor é redondo redondinho como a andorinha a voar e os seres redondo à sua imagem são e faz o ser com seus dedos circulos que representam a esfera que é, e dividiu o circulo do dia, um dia, em doze pedacinhos do mesmo pedaço e dá a volta completa ao chegar à decima segunda badalada divisão

a questão é saber se continua depois, o ponteiro, quem o fez, quem o pensou

não existem seres médios nem médias de seres, mas vê o video que tem um belo gatinho e vê-o só uma vez e repara que a velocidade e o tempo das imagens é imagem da velocidade do modo de viver, e pensa então assim, ao estarmos na décima primeira hora, se por exemplo passases este video numa assembleia onde os seres se entretem a fingir governo e governação, ou numa repartição publica, ou mesmo num tribunal superior, quantos reconheceriam cada imagem, quantos saberiam dizer de seu conteudo, quantos saberiam identificar as boas práticas, as ideias de inovação que urge implementar e depois no final lhes perguntarás a todos, o que quer dizer a cada um, sente-se preparado para dar a boa e urgente e necessária resposta à gravidade da situação?

e ainda, é isso que faz em seu dia a dia, em seu fazer e agir?

e pergunta ainda a cada um, se não o faz, acha que os filhos terão possibilidade?
e diz-lhes então, porque não se reformam, porque não reformam a demo cracia e dão espaço a amorcracia e aos mais novos?

e relembra-lhes o principio universal que quem não sabe, erra sempre, e diz-lhes para ir explicar isso a seus filhos quando se forem como tordos, pela inépcia, o mal fazer, e o apego colectivo ao suicidio, por opções variadas de status e das mil moedas que não levarão nem servirão em mais lado nenhum




já reparas-te que o sistema politico que temos com os actores que temos não dá resposta ao que é necessário responder?

e se existe sempre espaço no permeio, ou no interstiscio,para que ele se corporize, não podem as margens funcionar com caduca e velha represa, sem imaginação criadora

demo cracias, aqui terra, temos um problema!

eu por mim tenho diversos, a saber

não ter teus lábios ao perto para beijar molhado

o meu filho raptado

viver num país de tontos, surdos, perversos, cobardes

e contudo o Amor, Só o Amor, Tudo Compõem e Cuida


No berço da antiga civilização que a todos no moldou, a imagem se manifestou, a Mãe com seus filhos em seus braços, dentro de um artefacto da civilização dos artefactos, incapaz de a eles salvar

a esta imagem em maior detalhe voltarei porque mais nela vi

beijo-te muito amada, onde quer que estejas e Te digo Sempre Que o Amor É a Vida, que o Amor Cuida e É Cuidado Sem Cuidar




gato do vaso do principe forte do fm da maria do vaso de ny
união europeia vaso da cruz, ou da té do circulo do Z do is
po, portugues, do circulo do vaso himem do homem x da dupla dor do homem do vaso do principe kapa serpente principe primeiro quadrado kapa, sja
Ah Amada, era a noite noite recente e me deitei por um instante no sofá e do bolso me caiu um primeira moeda, de um euro, depois uma outra de vinte centimos e por fim a terceira de cinco centimos e ficaram todos com os numeros para baixo voltadas desenhando um triangulo, que era o exacto triangulo que na manha seguinte via na capa de um jornal de três estrelas assim alinhadas por debaixo do que parecia ser um neblusa onde se desenhava um seis e um nove

depois caiu o isqueiro, que rolou por debaixo do sofá, um isqueiro azul com a cabeça em semi circulo de prata e um homem com uma caneta com a cabeça toda negra, e a imagem se completou, o homem do fogo do sesenta e nove feito no porto,que trás as cores azuis e prata caiu ao chão,foi-se no buraco da neblusa

evocara eu nas palavras a menina do norte do cordão do triplo voto e aparecera em dia seguinte o menezes com a mão na cabeça, como quem exclamava uma qualquer confusão, depois fui percebendo que a confusão fora com o seu blog, que ao que parece não é escrito por ele, embora tivesse seu nome por cima, mas sim por um tal de pedro não sei de que familia que nem fixei, e de uma outra acusação que apareceu de o blog ter extractos que nem são dele nem do outro mas simples e integral copy paste

no correio da manhã costuma o menezes aparecer numa secção que eu praticamente todos os dias leio cujas letras de diversos me agradam particularmente, pela frontalidade dos muitos que aí escrevem e pela inteligência de seus olhares

perfilhava-se menezes nessa altura como candidato ao psd, afirmando que consigo, o nacional porreirismo do nacional podre compadrio não teria continuidade e logo o ataque lhe foi feito de lisboa por parte dos fieis a mendes

nesses dia falara eu do sinédrio, na queda da ponte de miniapolis dizendo que não me parecia que existia um de novo em preparação, mas um comentarista dizia à laia de pergunta, e porque não é de avançar o menezes, e eu em meu peito, me disse, se ele quiser que avance, o direito tanto a ele como a outro lhe assiste agora que há directas no partido, e sendo que mesmo com directas nem todos terão as mesma iguldades de oportunidades, ou um dos problemas dos partidos, e da partidarite não fosse neles existirem os sub partidos dentro do partido, e as ordens e confrarias das vénias das obediencias e das benesses no rapa tacho multiplo em que há trinta anos todos sem grandes excepções se entretem

para que alguem não o faça tem primeiro que se purificar em toda a extensão ao seu coração necessária, coisa que menezes pareceu ainda não ter comprendido, pois não o traduziu na sua resposta, e quase seria caso para dizer, entre os dois, que venha o ... e escolha, que eu tambem não escolho, nem voto mesmo, donde é com cada um e todos

bom mesmo foi ver a iniciativa dquele social democrata gentil, calmo e simpatico, a fazer cursos de verão para aspirantes politicos, era bela a imagem daqueles jovens, de pequnino se torce sem torcer o pepino

dia do quadrado do homem europeu, serpente do circulo todo cia demo circulo rat primeira gato inglês do til, cal mo e serpente em pat e có a forte az e rato curse, cruz dior, pe quadrado un nino tor rato ce raro circulo pep ino

o tal pedro é o senhor do duplo circulo dos ee, dos electricos do porto, me acrescentou agora o espirito, do quadrado da ua da vareta dp gato do vaso de la ad primeiro pai e me subiu agora ao instante em que completo este texto uma outra imagem que hoje se manifestou, através do gato do telejornal da hora de almoço da rtp, do norte e dos futebois do norte, qe portanto a eles conhece e que falava num tom particularmente incisivo, hoje, como quem gritava, e dizia no eter do não dito, qualquer coisa como, da zanga dos generais electricos do norte me tom de ameaça e truculento que eu não gostei e depois fiz ums setinha e depois de novo acordei e vi uma bela menina que corria com seus dois cães de oiro, sendo um , um perdigueiro, que bela imagem em meu acrdar e depois olhei a torre das quatro torres em frente e lá estava mais um reflexo luminoso, onde apareceu em outro dia o bacalhau, que assim me contou, é a capa da borboleta do homem do circulo ee, norte sul, do circulo da serpente do mar da teresa carvalho, a raptora de meu filho, do circulo da sg triade, 81, o treceiro do sexto do 66 em noventa e um, gpc da dupla dor , as das duas setas de prata e negr do duplo quadrado electrico ao circulo da estrela, o primeiro da esquerdad da primeria coluna dos quatro colunas duplas com circulo inca de cinco andares cada uma, 4 da vareta dos raios do porto


o primeiro da maria sobral setinha, ou a set pequenina, a pequenina seth
o homem dos futebois, o tal pedro do blog do menezes, do circulo da maria sobral , primeira seta, a do porto e a dos nós, e é a do dia de 98, do 69 em noventa e oito, na expo, da maria ua



depois vi o sesenta e nove de novo em imagem no ar a passar, um red bull, de asas inclinada entre dois cones a passar, naquela posição das asas que não se pode durante muito tempo manter com pena de cair no chão e se me fez o sentido, do sesenta e nove que me fora feito no porto,não literal convenhamos, ou não, que é posição de meu agrado como todas, mas da inversão que terão feito sobre factos comigo relacionados ou com a minha pessoa

do os si da são toda pistola toda gume da faca na asa da ten primeira do quadrado do portugues uri do rif car ex ten são a circulo se vaso cora cão ne ce ss ária

ontem ao chegar a casa depois de aqui escrever, olhei a cuvette da cozinha e nela pela disposição em que deixara os objectos assim li, o cone de prata da segunda la mina ou das duas lã minas krups, kapa do ru, ratão do vaso, do ps estava por de cima do circulo doirado do cinzeiro de sintra do castelo, com quatro cigarros em cruz deitados com canecas de cerveja do barros de gingas sem elas, com três lâminas como velas pretas de um moinho pintadas e com o simbolo de um calice invertido, como um vaso alquimico e e um dó em escrita musical espelhado na sua vertical, como um taco de golfe

e pr da vieira do esteves que faz um laço de pelo entre a vareta em cuja ponta está o circulo do primeiro centimo, e duas facas africanas em posição de sesenta e nove sendo que a mais pequna tem no cabo u chumbo, que parece de pressão de ar, que se encosta ao tringulo da bainha da maior de marfim e ferro no tringulo da bainha com uma linha de vesicas e ondas do mar, no cubo azul e lápis lazali e do asa delta ultra ligeiro e balão invertido, circulo do gato do cavalo marinho principe do vaso do gato un circulo e pr do cuplo circulo acentuado ao cubo no circulo de prata da arcada azul da sam serpente gato un, samsung, alberto ferre diap e di dan te a di VI na co do mé dia circulo inferno, a travessia da barca de c ro ente do dn fo no, gancho das letras vermelhas entre os cachecois azuis aos quadradinhos, do banco frances do by tt el da ilha do piso do realizador invertido sobre a saquete de picos master, quadrado ua muito te gy porto sis serpente kaa ordálio book , vic bo, invertido ge na ou mia sexta do bico gos da vareta partida pela seta de prta e vermelha qie sai da meia azul , ra muito dei pa arte nú e co mo serpente olivo com, primeiro vaso angulo deitada, para a esquerda ob ico

principe kapa rp rpk circulo do vaso, duplo gato com teresa em meio da frente nacional, circulo quadrado kapa e dupla dor da dupla vareta, ou das das colunas, da dupla unidade, do onze

domingo, agosto 26, 2007

ao senhor que diz ir na vestes de presidente da re publica portuguesa

pr ova do ká do baile da kapa de cabul na nona ua antiga, nos anos noventa, no tráfico das armas para o extremo oriente do circulo do mp do lápis SA da ria do duplo sultão, ou do sulyão duplo, di XI it no circulo europeu quadrado europeu e mm mé serpente , co do mo da se mp ré ali às do enchimento da serpente ua da fun do cão do circulo dos gritos da ar , a do circulo mp de oiro, da cruz de castela na is má do circulo it inglês e do quadrado europeu a primeira manhã dos portugueses,lan do homem da teresa da sé inglesa no circulo da cruz ao carneiro forte, fi rte, ac actores dos toiros torre muitos são , pá do rá ao circulo da sen serpente dos muitos aís, mn cruz do circulo da cruz dos ritos do pé do rato serpente so spe circulo da cruz do iva ká português dos Z dos muitos ovos ao primeiro pi inglês tupir, circulo do lodo rr , pá da cisão da mé ia do pio do is do ino da fe io e priemiro ua di serpente do quadrado décimo dos et do mau circulo da serpente quadrado europeu dos fi da maria có espanhola do circulo do cid, pelo gato das aves da serpente eta, homem da cruz do ar de la , as mocas da sé espanhola pam cá da aranha são, dia p do pó is par tic ad a primeria serpente mula do rr da onda ao mó do ram do dão das odes ao homem ine inter rato do pr da eta naria, ap li carro com primeiro circulo em serpente europeia do quadrado parente, rato esapnhol , serpente pne do pon saibi li de idade e do circulo da se do quadrado europeu da né da cia cá do ac da cruz do circulo do homem uma, da dor dupla do pó ss do vi, primeria onda quadrado europeu do nó inglês, da cruz na estrada recta dia negro br inca cad eira à pr aia ap portuguesa do vaso tó rek lam br, pr eve da cruz do rato ida,do balão esvaziado espanhol az liam e inglês do quadrado ua muito durão, maria vó da manhã pá do rá para o ab do abismo, tampão st a do susto rr do pe quadrado europeu do mi no do ar vo re pa rá serepente net europeia do pai virado , e aprimeira serpente da di do circulo espanhol st ad circulo, que foi abs movel da cruz do ac da cruz do circulo do recto, serepnte primeira na crus do ps do ratp, do circulo olé e circulo tivo , lam primeira portuguesa ria ba serpenet fina cia do homem da cruz do circulo e có rr português cão v do ar da eta latina europeia gal da face le is , mé serpente do mo do quadrado europeu das tortas orta serpente da sufi companhia e fé italiana serpente pa rá serpente alva gato vaso rato do dia ar os co rup cruz os, do tampão dos corruptores da via mn da cruz no ni tim, dia do ar, dia iza , a treceira em dia recente, a le v ar eta e gato ual a rá e ss mo ac do tua, serpente inglesa , soci el , oto, quadrado ual e onda do ur circulo peu co do mo portugues circulo vaso mp das ondas sar ko zi, do tubarão do dia ep do pó is do mba, serepnte da eta, da sé com, porta primeira dia serepnet X espanhola da cruz do ratp ap rui do jornal da republica, quadrado ur em mé us irmãos da te rr ori cruz SA, dia eve da ria do dó do rato mir, serepente do circulo br e as un cruz do circulo e mu dia ar ten cruz cr maria vareta principe serpente quadrado portugues da caneta ss, primeiro rá portugues do vaso inglês, da cruz primeira do ur do circulo de aro ferre do rio serpente do acento no circulo espanhol do sr cruz do circulo da serepenet do espeto da pá do vaso, a granbde besta mé bes cruz primeira seta, pa rá di ize rato ao senhor do quadrado do vaso E do vaso dos ais do pr sid dente do ira priemiro da cruz de este da ava li primerio cão do quadrado europeu da reza primeira ss, ex xis serpente teresa, có rr ep cão, no principe us tica ,mo serpente par da cruz dos idos, os oregam di do vaso da onda do pó , av, vaso do pá ao princiepe us tic da fun primeira no no do circulo do dia nono ue ado e XI serpente teresa mé serpente do mo da vaso invertido le europeu gato rab arma do Z em quadrado euroepu , fo posto a di sp osi cão cam pó da anha do cem homem ró à Y ten inglesa, ba serpente do tam duas cruzes, circulo ro do rá das cruzes no céu de lisboa, pá do rá circulo senior suiço bar, serepnet primeira do sis, co da isa do pr do ia, o homem abi da lua que mente do circulo da né europeia par do tic ad primeira serpente de mira, tampão da via mn da circulo da cruz terceira da iza do ia do homem aboi da lua que mente, o primeiro da mn da teresa, primeiro da ar, ss primeiro da casa do ferrer do rio do rato da eira do rei, co do rr da ep do cão rup gato do rab ,rá segundo do campo da ana da se´do homem ró par rti à primeira ten,


paula do co latino da cruz do fogo, homem is da rack do rá da ck mé, todos bum da cruz do fogo do homem is dia ad a primeira cruz do ar is, me AB bum vaso e rato de sion, pão primeiro it a da ba kapa e rato cá do vaso do gato homem da cruz do vaso português na cruz do homem do rap ur e frota da dupla dor do dia do duplo circulo do bosque, maria ac gato Y do ps Y, maria ira general miramac,homem da dupla dor do circulo do rato kapa, dupla dor do homem do circulo can, it b e no da dupla dor do bus sin, ne ss às todos do vaso us da maria serpente são no da serpente do sis





se o senhor vaz cunha diz o caso ser encerrado, estará ele tambem encerrado

o senhor jóse luis arnaut diz que assume a responsabilidade politica
e portanto tambem está em via de ser rapidamente encerrado

o que é isso de responsabilidade politica, tenha a gentileza de explicar?

abandona todo e quaquer cargo politico durante quanto anos?

e me responda tambem, de que forma se relaciona a tal ainda indefenida responsabilidade politica com a responsabilidade criminal de acordo com as molduras penais?

que trabalhos é que a novo design fez pressupostamente para o jsd, que é se bem mem lembro a face da juventude do mesmo partido que dá pelo nome de sociais democratas

e que mais facturas pagaram nas eleições a seguir, e se não foi a somague a fazê-lo, quem foi?

já vos expliquei que houve manipulação subliminar nas ultimas campanhas, para além de actos que se encontram nitidamente fora da lei, como manipulações via susbtâncias, da vontade das gentes, manipulações de resultados e a morte de um homem que continua ainda por ser explicada

e que tal foi feito não só nas autarquicas como tambem nas nacionais que elegeu o senhor que se diz ser presidente na actualidade

tudo isto é questão de nba, basquetebol aereo que toca a todos ou quase todos os politicos profissionais dos partidinhos

e me diga lá senhor presidente se ainda conseguir falar, pois continua em total siêncio em relação às cartas que lhe enviei, porque razão neste preciso momento, vem o senhor tentar travar uma proposta de lei, que tenta acabar com a responsabilidade do estado no dominio da sua responsabilidade civil?

é tão grande o medo face o que se irá desvelar, que toca desde já a eximir às responsabilidades?

com o acréscimo de que os argumentos que apresenta são insustentáveis, e como não sendo o senhor um burro, só demonstra, a sua falsidade e quão distintas são as suas razões, e as suas intenções, acrescente-se de muitos outros que consigo tambem estão a ver se fogem com o rabo à seringa

vejamos a luminária que faz prova cabal da iniquidade dos argumentos apresentados

... para além de tudo os tribunais ficariam entupidos.... e não sei se tal compensaria o resultado.. não dixit, na forma mas no contudo que é m mesmo, como sempre, aliás

não sabe o senhor, sendo presidente e exactamente pelo perfil da sua função, que é o de saber, cuidar e ajudar a compor, que os tribunais estão há já muito entupidos, que para isso concorrem diversos factores, que ainda não foram corrigidos, e que implementar se encontram neste livro descritos bem como do caminho das soluções, que nsão para além de tudo a muitos consensuais?

e assim não sendo e sendo, porque justiça não funciona quando as vias estão engarrafadas, é este argumento da familia das pretensas lebres espertas, que dizem ao pato, estão a tentar encanar a perna a rã, e o esquilo ao fundo, responde ao assistir ao negro carnaval, olha, olha, a tentar tapar o sol com uma peneira

e a raposa ao fundo da negra clareira, diz, se o senhor se fizesse competente canalizador e resolve primeiro o entupimento, então depois quando os detritos em perspectiva se apresentassem em tamanho capz de novo a pia entupir, teria então meia razão a considerar este argumento para pesar a decisão, e digo meia, porque a coisa pia mais fino, muito mais fino e feio

muito mais grave do que este pedaço da conversa de animal para animais, ceguinhos, acrescente-se, asssim pensa quem fala, é por assim dizer, o miolo da pão e o tipo de fermento que trás a terreiro em sua mão


e a lua diz, o estado é abstracto e concreto, ou seja, as leis são elaboradas e aprovadas pelas luminárias parlamentares, que são abstractas e concretas, visto que tem mãos com que carregam os botões para votar e outras para as escrever e se as leis os decretos, mesmo os que ficam esquecidos nas gavetas para não as regulamentar, a ver se as moscas se escapam da aranha, são depois praticadas pelo estado nas multiplas repartições repartidas onde moram homens que com as suas mãos as interpretam e sobre outros homens as fazem aplicar com a consequentemente responsabilidade e consequencia que cada acto humano possui

todos os actos tem uma acção, mesmo os que não são feitos, ou produzidos, assim por exemplo grassa a fome no país, e as leis não são cumpridas, pois a lei Materna diz que cada um tem direito a poder comer, a viver com e educar seus filhos e ter saude e o senhor que se diz fazer de presidente, nada disto trás ou tem bem cuidado, pois cada vez mais são os que tem fome e mais e maior miséria e as escolas fecham e os centros de saude tambem

e uma onda que no entretanto da negra brincadeira à praia aportou, relembrou,

maior responsabilidades, maior poder, maior inteligência, maior o dever, maior empenho, melhor mais fazer e quando os que trazem maiores responsabilidades, menos bem se empenham e menos bem fazem, tudo mais se estraga, pois trata-se então de uma equação prevertida que como balões se esvaziam e enquanto duram voam para o abismo,

não obstando a que se um burro for em verdade burro, logo tudo isto se estraga mesmo antes de começar, pois as permissas atrás indicadas nem se podem mesmo concretizar, na falta delas

mas não é o senhor um burro, pergunta o pássaro mais pequenino da arvore, para seu Pai virado, pois não?

e o mar acrescentou relembrando, o estado é tambem um contrato, um contrato colectivo em termos e com termos individuais e que sobre individuais e grupo se reflecte e assim sendo um contrato, sempre pelo menos dois estão presentes e ambos tem obrigações, direitos e deveres por sua via e não pode o mais forte, ou mais abstracto eximir-se a ter menos responsabilidade que a parte mais pequenina ou individual e portanto habituamente mais desprotegida, agravada nas situações em que a justiça e menor, como é o caso do portugal de hoje

e acrescentou ainda ao lamber a praia, e os deveres e os direitos são de ambas as partes e seu emquadramento é regulado pelas leis particulares, da mesma forma que responsabilidade politica nada diz por si só, mas finaciamento e corrupção ilegal o diz a face das leis, mesmo que tortas e insufecientes e feitas para salvaguardar os coruptos

assim o senhor que diz ter o cargo de presidente da nação, o que está a fazer é colocar-se fora do estado do direito,a intentar contra ele, e de imediato se levanta com legitimidade, se não estará a cobrir corruptores, o que fará de si caso assim o seja, um, em sua certa medida e responsabilidade, e como tal deverá ser investigado pela justiça, pois é grave que assim tal aconteça com um dignatário da nação, isto obviamente se a policia tambem não fosse corrupto e lá vivessem homens que não se deixassem intimidar por outros e que se lembrem como o senhor que se diz ser presidente, dizia em dia recente, a lei é igual para todos

e ssim actuando o senor está a quebrar o contracto sociel do estado com os cidadãos e sendo tal exemplo feito por um senhor que tem como cargo e função a presidencia do pais , desde logo autoriza todos e qualquer cidadão a pelo seu lado um mesmo fazer, como por exemplo deixar de pagar impostos, pois as leis não são cumpridas, e ainda mais agora ninguem por tal poderia vir a tal responsabilizado

disse, o presidente sarkozi depois das bombas da eta que os terroristas são cobardes e em verdade quando um homem assim vai, é e actua em modo cobarde.

um presidente que se comporta a destruir o contrato social da republica, o que é?

um terrorista e um cobarde, tambem, porque não responde directamente a um cidadão quando ele em justeza o interpela

querem meus irmãos ter um presidente terroritsa, ou ainda tentamos que portugal seja um estado de direito, direito?

o senhor deveria dormir sobre o asunto e mudar de opinião e amanha de manha pedir desculpa por ter mal pensado e inverter caminho

já reparou quantos no mundo se demitiram nestes ultimos tempos? pensará porventura que em casa de ferreiro só espetos de pau?

e um pássaro chegou por fim e falou, a grande besta me disse para dizer ao senhor que vai de presidente

que lhe irá fazer um teste americano de avaliação que reza assim

existe corrupção em portugal?

existe corrupção na justiça,nos partidos, os orgãos diverso de poder?

a justiça funciona em modo adqueado?

existe mesmo justiça?

o que se passou naquele grande armazem que foi posto a disposição da campanha do senhor?

que contrapartidas houve para quem o cedeu?

atenção, bastam duas cruzes, que já apareceram outrora no ceu de lisboa, para o senhor chumbar


cruz norte sul circulo do y ao vaso, muito vera, da nave vvera da era do rá, fax principe do pe da onda ao decimo angulo ao forte gato duplo, das três pancadas
vaso teresa do quadrado iva ei

sexta-feira, agosto 24, 2007

quinto selo, fiquei a pensar que selos são pelos textos antigos, como que sinais, sinais indicadores de perigo em progressão e perigo para a humanidade em progressão não é nada de novo nos tempos que correm, pois tornou o homem por sua própria mão a vida em seu todo com uma perigosidade nunca alcançada, e assim se candidata mais uma vez ao pódio da queda no abismo final ou novo começo redemptor, mais uma possibilidade, mais uma voltinha, se sobrar alguém, coisa que nunca se sabe ao certo certo antes de seu acontecer

recordo visão que me foi desvelada, digo desvelada porque revelada e revelar é como por um veu onde outra já existe, assim se declina re, recordo de nela me ter sido confimada duas datas, um da queda final caso não se componha antes o que há a compor, e outra bem mais próxima que será um tempo apertado, de curvas muito perigosas por volta de 2010, 2015 sendo 2012 a mais perigosa, porque na altura um conjunto de informações à volta dessa data emergiram

hoje acordei com isto em meu pensar e durante todo o dia assim dentro de mim esteve, porque se o que se passou neste pico correspondeu ao quinto selo, faltam só dois, caso e será preciso muita inteligência para não quebrar os dois que faltam e em mim trago a sensação, mais uma vez, que outras momentos já a senti, de que as coisas se estavam a acelerar muitissimo, e a sensação em mim persiste, pela velocidade da carruagem, se assim continuar, as curvas apertadas decorreram muito antes dessa desse intervalo que era mais ou menos a metade do outro

por outro lado não se vê no mundo e em quem nele as redeas por delegação, ou não trás a sua condução a inteligência necessária e a prova mais uma vez foi provada, um dessaranjo no corpo que se reflete em simultaneo em diversos lugares do uno corpo, não tem o homem vontade nem saber real para a elas todas bem acudir,triste imagem que nos diz tambem, que quando se tornar pior, menor a capacidade de acudir, maior o numero dos que em grande número se irão, em cada vez

é muito aconselhavel que este assunto seja reprensado com caracter urgente, com comprometimento e vontade real renovada, e na prática executada

mas vão cegos e surdos e parece não apresentarem grandes melhoras

no filme que ilustrava uma das possibilidades com base num fenomeno por assim escrever climatérico irregular de grande dimensão acontecer num mesmo tempo de expressão, no triste rescaldo, o governo e a população da america que restava fora acolhida no méxico, que era menos afectado, o presidente então irmandado pela desgraça, como sempre ela faz ao redimensionar o tamanho e a hubris dos homens ao por de novo o coração a melhor trabalhar, à laia de agradecimento, perdoava a divida extrena a esse país, se bem que o dinheiro em quantidade já não servisse muito depois do day after, ma mesmo assim o fazia, talvez uma medida desta naturesa, assumida globalmente, possa em sua certa forma e medida reequilibrar o Uno Vaso por um tempo mais, antes de que um novo selo se quebre

que tal um perdão das dividas de todos a todos?
acertar de novo a zero os saldo negativos entre todos.
cada um que por si pense, o deseja, e o faça, se a essa conclusão chegar

e que tal uma ajuda dimensionada ao que aí pode de desgraça rapidamente vir?

circulo da dupla dor da vareta sg, certamente referente a texo anterior, ou talvez nem tanto assim, forte dia ao gato da teresa rato

continua quase um mês passado o vosso absoluto silêncio que cobre a iniquidade, os fora da lei, e os corruptos e corruptores e vos poem a todos o mesmo sangue em vossas mãos

como é senhores?
como vai ser?

a proposito de milhum pardalis est e de discussões e blas eblas a proposito da actuação da guarda do milho republicana, já passou o mai orientação para que cada vez que uma criança desapareça, se fechemde imediato as fronteiras, enquanto as houver?

e já alteraram as leis para permitir resposta nas primeiras horas, ou continuam a favorecer os raptores?

e não se esqueçam de tambem alterar os labirintos sobre noção, de raptor, de rapto e espaço, que já aqui há pelo menos dois anos vos expliquei, não só a asneira, mas tambem o caminho, que deve estar certo,visto que ninguem durante este tempo o constestou

kapa maior do forte gato principe forte
não sei de que forte se tratará, visto que um forte, não se apresenta de kapa, deve seo o falso forte da kapa do forte da kappa
ah, vem agora o complemento

o men do circulo dos dois ZZ ou do zm maria e rato do circulo do quadrado, ou do nono, do quadrado do mer, donde do quadrado francês, relacionada com as questões no mar

quinta-feira, agosto 23, 2007

e mais um rapidinha, amada, sendo que todas elas são pelo amor eternas como Ele O É
e sendo amada amadinha muito amada, que eu estou mais nas lentinhas, pois em verdade verdadeira verdadinha te digo, que as rapidinhas são rápidas e boas e refrescam e fazem os olhos brilhantes de alegria que se espalha em todo o redor, mas nem sempre tiram a sede imensa que eu trago em meu peito a te beijar

tambem é bom quando chegas eu a casa e tu me saltas em cima e me dizes, sal e pimenta,nham nham, vem cá vou-te comer, sem na verdade me comer, que o amor é alimento sem fim e sempre se reproduz, corpo é alimento e filho do espirito e da alma e te sentas em mim e me dizes faz-me mar e eu peixinho ao instante me torno em ti a nadar, tu em mim, o mar, o amor, a faiscar, os corpos humidos a começarem a escorrer

que quando se ama se deseja e desejo e desejar e fazer o desejo é amar e é para festejar que temos o Corpo

depois de encher o balão se dá um nó com o próprio ou com uma guita e assim muito fazem os seres a muitas coisas do seu dia a dia, as metem embalões ou coisas semelhantes, lhes dão depois um qualquer nó, para elas não se escaparem, mas no fim como no balão por muito bom que seja o nó, o guardado no fim de novo se junta ao resto, ou seja, não resiste parede nem cofre sem fim,a alguma separação de uma parte no todo que a faz e a comporta e a é, como em nossos corpos, ainda nos dias de hoje, não nos de amanhã

e as chuvas caíram em diversos locais da una terra e o chão como uma onda se abanou e as casas foram ao chão e muitos ficarem sem tecto nem de comer, e as doenças provocadas pelos pequeninos seres se aproveitam da falta da higiene para logo aparecer e se multiplicar e parece que os irmãos continuam cegos e surdos ao que se lhes disse, da necessidade de em forma comum, nas mesas das casas comuns existirem dispensar comuns com meios e bens para a todos acudir à medida das necessidades, pois o corpo grande anda muito desregulado e estamos todos fartinhos de o bem saber e mesmo assim sendo, parece que trazem esquecidos a ajuda, o ajudar e o cuidar e isto não é só problema de falta de notas depositadas num balao comum, uma conta comum de auxilio, pois nunca vi nenhuma nota com perninhas a entrar num supermercado e dizer, faz favor de me dar dois quilos de feijão, nem a ver marcar um telefone de uma companhia de aviões para reservar um para levar os feijões e muito menos a um carregar para de seguida o pilota, ou seja para que o fundo se torne real e possa a acudir em tempo real, que mais uma vez se prova não estar a muitos mas muitos a acontecer, não se trata só de uma questão de dinheiro, para não falar na forma como as luminárias que governam e as outras todas em que nos incluimos que assim deixamos acontecer, do enorme desperdicio, da imensa cegueira, da imensa falta da imaginação criadora do bem e do bom e do belo, que são três pedaços da mesma una vida

e no dia seguinte a aqui ter escrito sobre as doenças pequeninas e invisiveis que se espalham nos corpos pequeninos, lá veio de novo o organização mudial de saude lembrar e alertar e pedir a todos que se produzam mais vacinas e sendo que as vacinas são panaceia necessária e vital e tambem imagem de quão errado vemos e não fazemos para em verdade cuidar o que é necessário cuidar e tratar, e assim sendo enqunato no entretanto, e enquanto o entretanto durar, sendo que os entretantos são geralemnte por sua natureza entretantos, ou seja coisa de permeio entre um lado e um outro, quanto dois há,e tambem por sua natureza tipo enquanto não reboco aqueles tijolos, ponho lá uma estaca a escoar e se muito tempo demorar, poderá no entretanto o vento forte chegar e tudo de novo derrubar e eu ficarei a olhar as mãos e a chorar na palma me dizendo a meu coração, que burro, ou cego, ou preguiçoso fui.

pois saude é sempre um problema de sanidade global de todas as partes do uno corpo, da mesma forma que se uma ferida num pé não for tratada e lavada se estende a todo ele, e pode acabar por lhe põr mesmo fim

saude é questão e equação dos cuidados primários de saude e como cuidados primários podem existir e funcionar, se cerca de noventos milhões não tem nem de comer quanto mais educação em saude, ou mesmo saude, e se funciona num braço do mesmo corpo, mas em outro não, não se espalhará, a doença?

e não voam e nadam no mesmo uno ar e mar e sangue os seres pequeninos e não aos olhos visiveis?

que nó em que saco, em que balão se pode dar, se somos nós inteiros o ar, a agua e o sangue e o mar?

e olho a lua, amada, e não vejo nenhum selenita a fazer um balão tão grande para por à volta inteira da una de terra e de nós, no uno corpo que tambem a lua é

alguns em alguns locais à imagem dos antigos muros para parar as barbaras hordas, querem agora de novo fazê-los e alguns mesmo são feitos, mas haverá algum muro que tape o ar e a agua e o isole de seus irmãos quanto o uno é mutiplo e uno?

olho no jardim sujo as crianças por falta de educação que seus pais não dão e vejo-as assustadas com o lobo grande que se levanta ao lado ao fundo, ou mesmo em maior rigor nas vezes, a sombra do lobo, que nem o lobo é, e assim se assustam e vão assustados fazendo o susto, como um muro, cada um poem seu tijolo, que trás dentro de si em vez de o tirar,e são crianças, porque do lobo ou da grande sombra medo tem e o levam e o fazem, mas do pequenissimo ser que não vêem, creem que nem mesmo existe e pensam que as coisas grandes mais mal fazem que as pequenas, quando muitas se juntam

na sujidade e na falta de higiene e de agua e ar potavel e de sol e de muitas outras coisas, grassam os pequeninos bichinhos de quem não se conhece terem passaporte

os bichinhos pequeninos funcionam como os grandinhos, ou seja modificam-se adaptam-se enquanto podem, reproduzem-se e se espalham pelo uno lugar etreno

quando o homem não sabia por tijolos para fazer sua casa, chegava a noite e escolhia uma copa de arvore frondosa e elevada, na qual trepava em busca de abrigo, umas vezes funcionava, outras não, ou porque chovia dias sem fim, ou um animal grande e cheio de fome trepava na arvore,ou qualquer coisa se aloja em seu pedacinho de orpo e um dia caia de maduro e podre no meio do chão

bem vistas as coisas para muito não mudou assim tanto, nem para o bicho homem nem para o bicho mais pequenino

os homens preferem o jogo da roleta e fazem assim prova perante a Mãe e o Pai e o Filho, das suas tendencias, dissociativas, esquezofrénicas e compulsão para o suicido colectivo

vejamos uma simples constipação, de que talvez hoje em dia se conheçam mais de duzentas estirpes, variantes na mesma familia, o que quer dizer que um ser que apanhe duzentas constipações em sau vida e todas diferentes, não teria mais nenhuma, pois o seu corpo teria produzido oa anticopros para todas as variantes, não teria constipações mas poderia ter uma outra qualquer virose

na realidade o corpo do homem e do virus faz a mesma coisa, ambos se adaptam e se modificam perante as resistências que os querem parar ou fazer extinguir

o médico vive no casino montado, porque o casino foi assim na casa comum montado e assim vai, porque todos o deixam ir, mesmo que ele não entre para comprar uma ficha daquelas que se metem nas slots machines, um casino não deixa por isso de ser um casino e as maquinas se bem que distintas provem de um mesmo pensar

os médicos da casa comum tem uma slot machine que é uma especie da familia das bolas de cristal, todos os anos se reunem na cas comum da medecina , olham para a listagem das estirpes, de todas as variantes conhecidas e dizem no final, é provavel que este ano as estirpes que terão mais força em sua expansão da lista sejam estas e esta e ainda a outra, sendo que são bem mais do que estas que na realidade recomendam então aos fabricantes das vacinas que as preparam de acordo com essa previsão

quando a previsão falha, e uma estirpe que não se acertou se multiplica em forma desenfreada morrem centenas de milhares ou mesmo milhões, porque as vacinas são produzidas em massa antecipadamente para a muito poder responder

não são maus os medicos nem incompetentes, nem o fizeram de proposito,pois errar é humano, pois um casino é um casino e uma slot machine uma slot machine, como poderiam ser diferentes se o pensar que as pensou e a vontade que as fez, é uma mesma semelhante?

e se tudo é feito à imagem e semelhança do casino, as pequeninas partes do corpo, tambem estão condenadas a viver na mesma maneira, na mesma realidade, e pode-se então dizer que tanto o homem como o virus jogam no casino, apostam um contra o outro e vice versa e a parada vai sempre subindo, pois cada vez que se faz uma nova vacina, o micro organismo faz uma nova mutação, para escapar à vacina inventada

ou seja, mais vacinas, mais variantes, mais variantes, menor resposta das vacinas em seu todo considerado e cada vez a lista será maior, e maior se tornarão as possibilidades de mais a elas escaparem, em progressão geometrica bastante, para acabar num só inverno com quem as faz

há sempre um dia em que a banca vai ao chão e quem perde é a caixa, que consta ser ideia e realidade formada pelos organismos de tamanho médio, pois se vir-mos os homens a partir de plutão, os veremos como microbios

a outra via, dá mais trabalho, se bem que a inteligência tenha tambem como função tornar a vida mais simples, mas bela e portanto melhor, contuo o mais trablho, deriva só do que está mal feito em saldo negativo acumulado

ou seja, nos casinos e nas slot machines enquanto os homens gostarem mais de arriscar do que produzir, que só se metam as respectivas fichas que lá existem
e no restante não operar em mesma ou semelhante óptica, assim todos terão maior possibilidade de sobrevivência, inclusive os próprios casinos

se componha o uno corpo, a agua que somos, o ar que somos, a comida que somos, o mover que somos, o tecto que somos, para que os cuidados primários da saude universal, deixem de se ter que chamar de cuidados, porque cuidados finalmente estão

eu em meu ver, vos digo, que não existe mesmo outro caminho, mas vós pareceis fazer orelhas moucas e vistas cegas ao que sempre vos vou dizendo e se assim for, nos encontraremos mais cedo do que masi tarde todos no ceu, menos os mais perversos que nem mesmo no céu habitam, e sendo que o céu e a terra é um mesmo lugar

ah amada, vês falo-Te eu em rapidinhas mas as rapidinhas tendem sempre a ser mais longas, que bom, assim melhor e mais dura o prazer e prazer é ser feliz


quase um mês, as cartas diversas que foram enviadas às autoriedades deste país, aos mais altos dignatários continuam sem nenhuma resposta, e isto não é bom para meu filho, nem para nenhum, pois para um pai, todos são filhos, até uma espiga de milho

milhum pardalis est




ljbbvhz, principe lisboa jiboia bb vaso homem zorro, b quadrado y do quadrado maior











mbfcjmep
ryjgyxow
qigib
o quinto selo

ah amada que ontem depois de te escrever, daqui sai e me dirigi a tabacaria do casino pra comprar cigarros e quando dou a primeira curva lá estava um cartaz a dizer, vamos a outra, as rapidinhas, e eu por dentro e por fora ao instante me sorri e depois entrei e sai com os cigarros e voltei a casa e agora que a tarde se começa a por aqui de novo par uma rapidinha voltei e quando estava a chegar de novo ouvi, pum, depois de passar a ponte vermelha dos comboios, onde passava um depois de eu a atravessar com um ruido que mais me fazia lembrar o motor de uma traineira, fosse eu pescador, tu sereia, e redes para te apanhar sem nunca te prender, assim é o mar do amor do mar em que peixinho me faço na tarde da praia à tua espera, contando a areia e as conchinhas do mar e me voltaram elas de novo ao pensar, ontem à noite depois das ultimas linhas escrever, da parede das conchinhas feita vertical no casino da figueira e numa imagem que escolhi, das muitas que me deram dos espectaculos do antigo casino e que abria o video, e que era uma bela senhora que saia de uma ostra gigante que a albergava e fiquei a pensar na lagosta, que com suas pinças no ceu a voar a concha abria e da perola perlada que no ceu como lua subia

e chego ao pum, no sitio dos pums habituais e desta vez vinha da rua do polo sul de ocidente para oriente um clio branco do ox de 79 do quadrado da estrela, que terá, teresa rá d circulo da eva latina má que levou em cima com o o italiano de prata primerio do nono do quadrado primeiro do gato do vaso da av do mediterraneo que descia de norte para sul

a pancada foi forte e o circulo do lio e a senhora que ia lá dentro se enfiaram mais ou menos no local onde a outra estrela branca, a do ultimo tambem ficara, desta vez o clio ficou fazendo a perna do maeio do vaso da esquina dos quadrados de marmore rosa do edifico da sony,no eixo do serpente do circulo de nova yorque

ao lado do clio, uma cabeça de bomba de agua vermelha dos bombeiros e quando olhei a senhora, vi que ela trazia em seu pescoço pendurado um cartão de congresso ou algo assim, que dizia delegate, lima, peru, do dia do portão do de lima,peru, latina

o fiat de prata do pr que ata a te, primeria atadura, se enfiou na porta da condutora, do circulo no dia vaso ut tio da ora, que ficou com o braço arranhado, o clio atrás tinha um quadrado preto na altura do bigode traaeiro de reboque mas em gancho nem bola e a mala da senhora tinha duas asas da mesma cor rosa de sua mala de mão,

no carro italiano à volta do suporte da cabeça do codutor um lenco vermelho, onde invertudi se lia et tico, e teresa tic circulo do ourobos, da inversão da estrela, cuba, e um jipe amarelo de palstico com um pneu negro na traseira desenhado pendurado em seu retrovisor, o primeiro ponta do segundo, ou a primerira divisão em dois sava , serepnet ava , av a, tor 13,o me mo, e o mesmo numero de mortos na contagem de hoje do furacão dean


o para brisas do clio ficara com rachas multiplas do lado da condutora e tinha na sua curva junta ao capot um circulo azul colado, e mais acima na avenida do mediterraneo mora desde ontem ou antes de ontem, os retsos de um outro em cima de um dos cubos com riscas amarelas e vermelhas, cheio de pequeninas pedrinhas,

nas imediações do acidente, trace via do portugues nono das docas, do parque das docas, t ra da ce , da race da via do portugues nono, três circulos em cima de um triangulo em baixo, como desenhadno um trevo de três folhas, pa vaso vi vareta grande do homem aõ, aõ, cão, deduzo, e leio depois he, o cão que aparecera entretanto do outro lado do passeio de pelo castanho grande como um pastor, da clinica do mediterraneo, ox loures odivelas, primeiro do circulo de la, asus dvd.com , no ecrâ , acabarei com ele e tambem contigo, tira o cavalinho da chuva, te digo eu, fotograma parado circulo a do ra da ara portuguesa, espanhol t ava do filme ghost ryder

no vaso dos cartazes aberto se via serpente do circulo do homem da guerra , ze ene ne do sexto circulo do general ce rato, the terminator, da formiga no raio, e em sua frente para ele voltado do nigth mare be fore christmas , cinco setas na casa do diabo em forma de diamante, ou por outro mesmo distinto dizer, ni gato homem do mar segundo do rata e circulo do homem chris serpente suprema do tribunal, ou do furacão ou da té, serpente má`ao pó rato do vaso primeiro de ba de la, isa primeira deitada em ibiza, cote d´azur , quatro estrelas, dido do si subornne, bo rato no fran ss circulo do vaso dos 50.000 euros, que deve ter sido o custo do diamante do suborno e do pagamento da traição e se calahr o numero de mortos que resultante, do circulo da ala do homem do rato, da se, hotel carlton, do carl do tom, josé guerra isa bela ao quadrado do francês clu dos Z et e teresa, circulo homem serpente que ri tia e vincent, a vie ne roso do il ca vareta da mano do circulo do homem do ultimo beijo do sunshine ghost rider, do garo do ró da host, homem os da té rato da vareta do ro da gare da ama má do or e sta vaso do primeiro circulo da arte do primeiro z do ss europeu do dia das muitas ondas ao un Ká, pei xi mé, às do circulo no chinas do mar. muito ovo da portuguesa do pen e s ar, par rapid primeiro, cá serpente ao ino do sin debaixo da figueira do quadrado do vaso espanhol e sserpente pe cta vaso vareta os do os do furacão rá da ostra dos garndes gigas , gant da té al berg ava, av a pen sar lagos furacão primeiro pin ça serpente do céu, vo ar à concha al ria da pe rola pe rato lada quadrado eno ceu co mo ua lua serpente ub do ia

à prova de bala,o amor certamente

ah amada assim foi meu chegar

beijo-te muito em amor

primeiro principe do y da vareta do bo, circulo z da tv, b homem zagalo maior


maria da dupla dor do duplo vaso que se faz triplo dj do dia do principe vaso da vareta de Y, Z

e me subiu em mim o anoitecer das setes maravilhas como se elas fossem só sete e me deu um sono breve e súbito como às vezes costuma acontece nas horas mais estranhas e quando acordei o dia se punha na cidade e no ceu eram visiveis duas grandes asas que se apresentavam m agulo fechado e muito próximas como asas de um condor e no meio dela se via a cabeça do touro como que em osso

set sne

poucos dias antes do dean, um filme da tarde dava conta de como três furacões grandes com raio aproximado ao do dean, cerca de oitocentos e cinquenta quilometros, alterava por completo a atmosfera do planeta e criava uma nova idade do gelo, um forma do corpo se limpar, quando os seus filhos, os pedacinhos peqeuninos muito o estragam

o quinto selo, apareceu visivel no momento deste pum

quarta-feira, agosto 22, 2007

rapidinhas Amada, chega-Te a mim que Te mostro o constante desejo do amor desejante, rapidinhas é estar em casa e ver-Te entrar pela porta dentro nos belos trapinhos que trazes em teu belo e amoroso corpo e virar no instante mar inteiro e começar a dançar com o corpo ao pé do teu e te fazer muito sorrir e rir e te poisar numa parede vertical do corredor ou no primeiro sofá da sala ou mesmo nas tabuinhas do chão ou na banca da cozinha se estiver para ti a cozinhar e poisar as minhas mãos a sorrir por dentro dos belos trapinhos, e dizer-te minha amada,como és bela e te desejo tanto, imenso e muito e sussurante baixinho e cocegante que está muito calor e ter as mãos a tremer e a trepar por teu peito a festejar os biquinhos a crescer, e baixar os de baixo e me ajoelhar e beijar as petalas da rosa e ouvir de ti depois o dizer, vem , dento da casa a mim, e eu, yes my lady, your wishes are orders at my love command I always obey ou em qualuer outra lingua ardente no espirito ardente, e entra o colibri na rosa e rosa no colibri e se fazem dois e um e um terceiro e por ai fora ao infinito, que rapidinhas são expressão do desejo sem fim que galopa em meu peito e que me faz sentir o coração nos ouvidos que te ouvem arrulhar e eu pomba e tu pomba e nós céu e céu e mar e o mel escorre dos labios dos beijos às plantas dos dedinhos de nossos pés, e os corpos se fazem mar e mar a ir e voltar e voltar a ir a voar e depois sorrimos muito e ficamos calmos e doces e desenhamos belas paisagens em nosso viver nas palmas das mãos que tanto te vou sem fim sempre beijar, assim elas e tu nelas chegam aberta em flor perto pertinho do meu coração em nosso uno bater

ah amada que falei aqui na senhora de segur, a condessa profissional da escol de segur e um carro da prosegur na estrada de pernas para o alto com as quatro rodas ficou e falei da figueira e do primeiro e ontem ao que parece um vento forte e subito em rajada na figueira da foz apareceu de repente e deu cabos de uns carros, sem ninguem ao que parece magoar, e relaciono em meu saber e meu pensar e nas letras e nas noticias de hoje uma outra antiga relação com a cristina coutinho e um dos sócios da empresa novo design e de um cambalacho com uma construtora e um apoio ao psd no tempo do que ministro do governo do durão, que estava na inauguração do casino do amorim na figueira, a penultima vez que lá estive antes de outra que estará narrada mais em pormenor no livro que ainda se escreve e mais uma sincronia significativa, as instalações da latina europa, a produtora, foram, vá-se lá saber, de quem, da novo design e um sentir, que hoje me ficou a ver do ver dos olhos doces do presidente de israel, e que me levou a outro que ficou em coma, e de uma serpente a primeira letra do tetragrama do Nome de Deus e está aqui um fio, o segundo me diz agora este escrever, com a relação deste evento e de um outro que a ele é concomitante, com a morte de arafat, os dois inimigos de sempre, um que se foi de corpo outro que se foi de espirito e ficou em corpo num mesmo tempo da terceira fase da mesma guerra de sempre e me soa em mim os nomes na figueira e à volta dela, arnaut, amorim, cancio, socrates, figueira, laurent e o novo design e a construtora do betão

ah amada, chega rapidinha, se poderes, claro está, e se for essa tua vontade, as letrinhas que se estendem já terão para ai umas duzentas páginas e ainda não acabaram, mas nelas estou trabalhando

xo , x no ciruclo ue vaso homem hi, ou homem da vareta
maria forte do gato circulo sg, português, da tabaqueira, da triade ps do raid rai, gata rato gato maria europeia da da dupla dor minha, sg w jj, portugues duplao vaso da dupla dor do duplo principe

terça-feira, agosto 21, 2007

ah amada, que a cidade está cheia de cartazes redondinhos que dizem , vai uma rapidinha, e eu estou mais numa lentinha, o livrinho se estende e se estende nas entrelinhas das linhas entretidas e tecidas em amor a ti e contudo nada tenho contra elas, as rapidinhas sobretudo se forem, eternas, uma vez assim, outra assado e ainda outra diferente, estou brejeiro amada, para não explodir como um maçaroca transgiénica, perante tamanho circo

e o senhor todo pimpão aperaltado, que a lei é para todos, e não me responde, e pensará senhor e os senhores, quanto senhores se podem chamar, por acaso, que uma espiga de milho, ou uma questão à volta de campos de milhos é mais merecedora do respeito pela lei do que um roubo e tortura de um filho?

blá e blé e blé da treta das contra informações de todas as ilusões, e o homem inventa como sempre, hoje o milho modificado, ontem a propriedade privada e o respeito e antes o porquê disto tudo e mais além, se são homens e pais, já que pelo menos os cargos que dizem desempenhar, prova provada provadissima está de que não o fazem, nem sabem fazer, nem lhes mora ideia util, nem coração para o albergar.

e a destruição, a via correcta, coragem ratinhos de passo em passo até ao fundo do abismo final, que criativiadade não vos falta nas saladas em que misturais tudo para criar os nevoeiros das ilusões

não falta comida no mundo?
não está porventura o corpo grande em parte abandonado a fenecer?

e vem uns e dizem, sem trans, não existe mesmo plano de a todos alimentar, mas a racionalidade da produção está a vista, tolos e tolinhos, a cair no fundo,

isso, isso, inventais e descobrireis depois ao fazerem de aprendizes de feiticeiros, as consequências mais tarde, muito mais tarde, que já cá não estarão, curtos as curtas vistas de quem não tem coração,venha a peste negra ou amarela ou outra, de repente em massa, porque pensais que os organismos se modificam, serão eles , estarão eles vivendo isolados do resto do corpo, serão porventura ets como vós que vão cegos, muda ali, muda aqui, e muda acola, no mesmo lá que se transforma mais tarde ou mais cedo em grande fá, misere, misere

e depois a rebeldia civil, a costatação dos que vem dizer que estão pelos outros entre a espada e a parede, brincais, vós todos que não garantis a presença viva e diária da justiça neste país e depois vos espantais, com esta imagem?

oh filabusteiros dos partidinhos, porque em vez de virem a terreiro nem sei de que milho, não me respondeis ao que aqui vos venho perguntando sobre o rapto em que alguns com a complacência de muitos que mentem e cobrem e trazem meu filho?

ao grupinho do sol em tres foices, talvez para o cortar aos pedaçinhos, porque não vão à casa do miguelinho e do francisquinho e lá entram e trazem os bens para a rua e os dividem e dão aos pobres?

vamos começar a resolver assim o milho e os problemas do milho?

as vossas balanças vão tortas , os ventriculos não equacionam os auriculos e vice não versa, blá e blá e circo e muito circo, de bilhete a borla pelos raios catódicos e vem um ministro e outro e outro ainda, ministro não sei de que função nem de nada, e se discute a acção da guarda, porventura ficariam felizes, uns, se a pancada tivesse reinado?

e se fossem todos presos? para quê, se nem sabem nada de justiça, falta justiça, faltam homens nesta terra e o circo dos medias faz o falso pão e as barrigas com fome, aqui no acola que é um mesmo lá no uno lado

e veio logo o ministro e hoje mesmo dizia, rápida a conta e contar que o prejuizo do agricultor fora de 3900 euros com e sem iva dupla das duplas tributações legais e plenamente justificadas à luz da justiça manhosa das vossa manhas, senhores, justiça, sabeis ainda o que é? ou já se habituaram a ser escravos, desde que o pingue no fim do mês, que vossas senhoras e os vosso senhores cumpram regularmente a função de vos dar milho a tolos, e que hajam bikinis para ver verões torridos da vida torrada,

espantavam-se meus olhos se ainda se pudessem espantar, tão rápido, precioso e exacto, e festinhas no homem e tudo, e quanto a uma criança raptada e coberta pela corrupção do negro polvo que sois e que cultiveis e deixais andar, nada, silêncio,

e uma espiga de milho, mais valor que um filho?

segundo Meu Pai,ambos são filhos, vós certamente os bastardos, do comércio do diabo com a besta que trazeis dentro de vós a espumar misérias, que a peste desça no peito de cada um de vós

circo de macaquinhos amestrados, peguem lá amendoins no entretanto, depois quando terminar o livro vou por-vos uma trela em cada um e levo o bordão, o maior que o caminho me deu

e proventura fizeram algo do que vos disse,

as casas aumentaram seu valor em seu modo de construir?
trazem elas vestidos de paineis solares?
fizeram delas centros produtores de energia e de rendimento, visto o crédito ser de risco, porque a quem o deram, não tem dinheiro para o pagar, foram inteligentes na forma de reproduzir o milho, cultivaram bem?

ou pensaram que coma falta de crédito da operação iriam fazer mais valia?
tão pouco assim conheceis os perfis, e os meracados?
e as cidades passaram leis que estendessem a construção em vez de a concentrar em caixinhas de fosforos?
e trouxeram as arvores e as plantas para o lado e para dentro das casas?
e naquelas que tem condutas de lixo, já as dividiram e multiplicaram para de acordo com os critérios à data de reciclagem?
e já pensaram melhor neste assunto, ou ainda não se deram conta da imensa confusão e do consequente desperdicio na própria reciclagem, ironia das ironias?
e já aplicaram o mesmo pensar, conceito e solução às aguas da cidades e do uso domestico, que não, mais canos, valha-nos o diabo dos custos a crescer e do lucro a estreitar
e já resolveram o problema da poluição amosferica nas cidades
e dos modos de locomoção, ou ainda estarão entretidos a pensar se poem ou não o cimento equivalente a uma nova muralha da china na ota a ver se portugal, se torna de vez jangada a solta no fundo do mar?
ah que não, os radares, são solução, dão rendimento e não protestam
e as escolas das gentes pequeninas, já tem jardins e riachos e professores e paredes e equipamentos modernos?

hoje o apelinho do banco falava dos ninjas, não rendimento, não pagamento, quem são então os ninjas desta história, quem assim como maus ninjas se comporta, quem não faz nem parece saber fazer o render?

e se esqueceram de como são os balões?

que se mete lá um ar mais leve do que aquele que respiramos ou não, sendo que no primeiro caso sobem, os outros não, mas ambos com o passar do tempo se esvaziam e que isto é noção e regra de valor e de valor mal visto, porque mal medido, porque mal pensado, sem imaginação critiva nem saber, e que sempre que assim é, um dia mais tarde ou mais cedo, tudo tende a esvaziar, mera acção da correcção do mercado pela acção do fundo da gravidade, e depois façam lá as contas, se o que se perdeu nos mercados e mais o que foi injectado, a quantos no mundo que morrem todos os dias e que nem mesmo casa ou comida tem, daria para salvar?

anda tudo doido, amada, tudo no circo a facturar no arame vazio sobre o meio do ceu de nada, sem coração a dar a dar, só falta mesmo chegarem os leões, a ver se de novo os comem, assim pelo menos haverá carne para os mais necessitados, um bocadinho mais radical do que ir arrancar milho em ceara alheia

ainda existem seres pensantes, aqui em portugal?

ou será já muito imaginar?

Ah Amada, milho, és tu para mim em campo infnito de amor, ummilho que se come e volta a comer e dá sempre mais , um mistério do campo, da sementeira e do colher

sentença, para os meninos,

ir cultivar o que destruiram, de preferencia convencendo o senhor que os plantava a plantar milho não trans, se o milho trans der maior rendimento no quadro da asneira montada, então que encontrem e ponham de pé novas formas de rendimento de forma obstar que o seu rendimento não decresça no entretanto, se forem mesmo bons de coração e consequentemente tiverem olhos e saibam ver e queiram mesmo o bem fazer, que o aumentem ainda, assim farão prova ao mundo que melhor solução existe, porque fostes capaz de a fazer, ou irão esperar por vosso pais, que vos venham acudir?

e no entretanto, garantir à familia afectado os rendimento normais que traziam

ah amada, chega depressa depressinha, que eu tambem sou milho e estou em ponto de rebuçado, é do calor do verão


pn vaso figueira da dupla dor do pm

será que lhe dói alguma coisa, ou será mais, pm, de paulo miguel,
certamente que a ele não lhe doi nada, pois parec mesmo não existir,e ao que não existe nada doi

deve ser contudo da história anterior

dizia-me o espirito que a maior parte dos malandros que vão sendo listados pertencem ao quadro daquele que porta tal insignia, sem a saber mesmo usar, talvez como o betão na ota, se afunde com o peso dela.

cu, cu, estás aí alguém?
alguem sabe o que é a justiça?
alguem pensa que ela é importante no dia a dia?

é favor contactar Deus sobre o assunto, se é que O conhecem, coisa dificil visto parecer, tudo mas tudo assim o indica,pois nem vos conhecem a vós próprios

quero o meu filho de volta, e aguardo ver o que se diz ser presidente e o ministro da justiça e o da agricultura na televisão a dizer que a lei é para todos, que as queixas apresentadas são para proseguir as investigações que pela sua natureza dela decorrem, bem como a expressar voto de fidelidade à justiça e voto de afastamento dos corruptos, sobretudo os que estão no dominio da justiça, pois quando assim não é, se abre caminho para destruir os campos de milho alheio, quanto o milho e o campo e o agricultor é alheio, ou assim não estudaram na escola

corruptos e cobridores de corrupções e incumpridores das leis, vós que dizeis por elas velar

quadrado do circulo da kapa da vareta grande do vaso no dia da dupla dor do y inglês da dupla dor do gato dos muitos xs , yen, vareta grande do principe zaz , do duplo z primeiro, com o primeiro no meio

segunda-feira, agosto 20, 2007

no olho do furacão na trejectória que apontou ao Corpo de Cristo


AVEVERÛCORPUSNATÛDEMARIAVIRGINE

VEREPASSÛIMMOLATÛINCRUCEPROHOMINE

CUIUSLATUSPERFORATÛFLUXITAQUAETSANGUINE

ESTONOBISPRAEGUSTATÛINMORTISEXAMINE

OIESUDULCISOIESUPIEOIESUFILIMARIAE

o primeiro vaso da EVE da companhia da rumênia do circulo de oiro , relaçoes publicas das duas ondas a serpente do orçamento do estado e serpente sna nascida na america, nat, do vaso do chapeu de três bicos do mar da ria da dina rato da maquesa virginia, vaso verdadeiro da empresa publica primeira da primeira divisão, pá ss do vaso do chap~eu de bicos,do suiço ap da onda europeia, na mol da mola primeira dos ultimos uis na cruce do ce guarda redes belga presidente do circulo ho da mina da mi né, circulo da vareta do vaso duplo, di serpente dos uis latino americanos, do pé da rádio frequência da hora do circulo do rá rato do vaso do chapeu de três bicos, no vaso do rati fl ux flux it primeiro co x no morto xita, chiita, quadrado do ua et san da gui da ine da guine, e st to no segundo serpente praga, sp rá gustavo tatui do vaso do chapeu de três bicos da vareta no nm mor ti sex amine, da primeira manha da min e e mi ne, circulo da verta espanhola do vaso duplo DD do doce lci do sis sir circulo e serpente da ascensão da pie do circulo sufi do fi do li lima mar da ria do filho da quinta da maria

Ave, ave verum corpus, natum
De Maria Virgine,
Vere passum, immolatum
In cruce pro homine,
Cujus latus perforatum
Unda fluxit et sanguine,
Esto nobis praegustatum
In mortis examine.

imagem da ave verdadeira do circulo doirado do relações publicas us do natiel primeiro da ma da ria do vaso da vareta do rato gi do ine, vaso e rato dad da eira da pá ss primeria e maior, vaerta mm do mo do primo latino imo l ado no circulo do ru da ce preseidente do circulo ho da face da mi ne do cirtculo do vaso duplo da serpenet do principe us latino do tim la portugues e rato do forum do ra ao primeiro perfurado da un no dia primeiro da onda do fluxo do ux IT et serpente inglesa gui da né espanhola do supremo, antónio, no segunda serpente portuguesa rá e gus sta tio da maria tatu da vareta n mo reel time is ex ami , né

Rorate caeli desuper, et nubes pluant justum.

Ne irascaris Domine, ne ultra memineris iniquitatis :
ecce civitas Sancti facta est deserta :
Sion deserta facta est :
Jerusalem desolata est :
domus sanctificationis tuae et gloriae tuae,
ubi laudaverunt te patres nostri.

Peccavimus, et facti sumus tamquam immundus nos,
et cecidimus quasi folium universi :
et iniquitates nostrae quasi ventus abstulerunt nos :
abscondisti faciem tuam a nobis,
et allisisti nos in manu iniquitatis nostrae.

Vide Domine afflictionem populi tui,
et mitte quem missurus es :
emitte Agnum dominatorem terrae,
de petra deserti ad montem filiae Sion :
ut auferat ipse jugum captivitatis nostrae.

Consolamini, consolamini, popule meus :
cito veniet salus tua :
quare moerore consumeris,
quia innovavit te dolor?
Salvabo te, noli timere,
ego enim sum Dominus Deus tuus,
Sanctus Israel, redemptor tuus.


alta defenição do homem do dia da primeira letra do tetragrama do nome e nume divino, y, do quinto homem tbz, tambem segundo zoro, dia do rato dr do vaso do gato Y


Ro ra te ca eli do super, et nubes p formiga da lua nt do principe americano tio justum.

Ne ira s ca ari s Do mine, ne ultra me mineris ne eri s i ni q ui tatis :
ec cc ce c iv i t a s San c ti fa c ta es t de se rta :
Sio n de se rta fac t a es t :
Je rusa lem de sol a t a es t :
d o mu s san c ti fi cat ion is tu ae et g lori ae tu ae,
u bi lau da ver unt te pa t r es no s t ri.

Pe cc av i mu s, et fac ti su mu s tam q ua m im mun d us no s,
et cecidimus quasi folium universi :
et i niquita t es no st ra e q ua si v en t us ab st ule runt no s :
ab s condi st i fa ciem tu am a no bi s,
et al lis is ti no s in manu in i q ui t at is no st ra e.

V ide D o mi ne aff li c tio ne m pop u li tui,
et mit te q ue m miss ur us es :
emi tt e Ag num dominatore m te rr ae,
de petra deserti ad mon te m fi li ae Si on :
ut au fe rat i pse j u gum ca p ti vit a ti s no st ra e.

C on sol am mini, c on sol ami ni, pop u le me us :
c i to v e niet sal us tua :
q ua re mo e r ore c on sumeri s,
q uia in nova vi t te do lor?
S alva bo te, no li tim e re,
ego e ni m s u m D omi nu s D eu s tu us,
San c t us Is ra el, red em p tor t u us.

kpa serpente do circulo do duplo dj , dia segundo do duplo principe