terça-feira, janeiro 16, 2007

Boa tarde Amadas bestas, que o dia aqui está lindo e entre e ontem e o agora, quanto existe um ou o outro, no mesmo Uno Mundo do Mesmo Uno Lugar, cerca de onze mil crianças se foram com fome e falta de cuidados, a provar que estamos parados no mesmo tempo sem tempo do circulo do inferno, onde escolhemos por mão própria viver, pois todos os dias a contagem continua, aumenta, acumula.

Amado Mário Bettencourt Resende razão tem no seu artigo no dn. acrescentaria só em breve, que a cia ou as agências desta natureza não são a besta nem são organizações compostas por homens que levam e praticam actos de terror, o que tambem não as exime de serem avaliadas por quem de direito e de serem sempre enformadas como qualquer outra organização, estrutura ou sistema, que se diagrame em piramide pela face da alma de quem as conduz e inspira, e que só um tolo ou mal intencionado não colabará com quem por natureza tem, preservar a paz no dia a dia, e que colaborar, nunca que dizer, nem é sinónimo de perder cada um que colabora no colaborar, sua própria identidade, seu próprio modo de ver, de julgar, de actuar e de ser, sua liberdade e respeito, dignidade de ser.

E é por estas e por outras, pela inépcia que os que governam, conduzem em forma publica a comunicação sobre os assuntos públicos, que muitos, neles não tem nem confiança sobre eles, nem sobre suas práticas, nem sobre os resultados das suas acções, do que não resulta do governo, que mais se transforma em desgoverno, e onde a impunidade parece sempre reinar para os poderosos profanos, aqueles que pelos outros são mandatados para governar, como se isto pudesse ser aceitavel, pois a responsabilidade e a justiça é direito e dever de todos e não olha a diferença de estatutos e poderes materiais dos homens e maior responsabilidade é sempre proporcional a maior poder e maior poder implica sempre mais responsabilidade, mais acerto na condução dos assuntos, no modo do seu conduzir.

Pois se é verdade que algumas destas matérias pelo segredo que decorre de serem muitas delas feitas em forma preventiva e de actos de prevenção, sobre os quais muitas vezes não se podem falar no antes ou durante, nada disto implica por consequência que se metam os pés pelas mãos no que de publico há a tratar nestas matérias, nem a verdade e o justo que é possivel em cada momento dizer, tem que ser feito ou baseado na confusão, para ser gentil, ou na mentira, no sentido de que é mentira usar argumentos errados ou em forma errada, para sustentar a verdade e a confiança, sempre nasce da verdade e a descofiança, as acusações e os julgamentos sumários mais e melhor se fertilizam na confusão inocente ou não, isso o averiguará cada um em seu coração e Deus em todos.

E preciso seriedade e confiança na condução destes assuntos no espaço publico. Uma das preocupações que nasceu neste caso, foi constatar que o sistema de controlo do esapço aereo não está funcionar como deveria e esta forma de tratar dos assuntos em nada contribuiu para acreditar que irá ser tratado convenientemente e as queixas que tem vindo a publico são diversas nestas matérias e cobrem diversas àreas.

Vide agora o tremendo, da morte no mar dos pescadores com terra à vista, de um senhor que demorou sete horas até ao hospital chegar e o que se entende sobre responsabilidade efectiva, quais os termos do contrato social, juridico e criminal que a democracia trás com os que governam, inclusive com as suas forças armadas ou de salvação.

Não é crime não poder salvar alguém tendo meios para isso?

Não é crime de negligência ter esses meios mal coordenados ou mesmo sem coordenação?

Se não querem pensar bem ou não sabem, como podem conduzir a outros, se se pudesse falar em propriedade de condução e como se os homens não se conduzissem sempre a si mesmos.

E que entendem então por responsabilidade? até onde se extende, quais são os seus limites?

Meritória e de registo a iniciativa de um jovem magistrado que avançou com queixas crimes contra os pontos negros das estradas, aqueles que se tornaram eternos ao que parece, eternos na matança.

Existirá porventura muita diferença entre alguem que de carro mata outro, ou daquele que o mata a tiro, não é o mesmo o resultado, não tem ambos o mesmo enquadramento legal, juridico e criminal no tocante a sua natureza e aos danos que dela decorrem?

Ontem qualquer coisa acordou em mim ao ver a reunião entre o o Presidente Bush e Durão, de repente disse-me, pois é, era aí onde estavamos antes de começar esta enorme confusão em que poucos mergulharam muitos no mundo com tremendo custo de dor e de sangue.

Estava-se exactamente a tentar resolver os problemas de herança sobre os modelos de trocas comerciais entre os continentes e politicas internas de protecção e do necessário novo equilibrio entre duas tendencias que são necesssárias em simultaneo salvaguardar e que trazem em si uma tremenda carga e peso histórico e são responsaveis por muitos dos desiquilibrios, por assim dizer endémicos.

Depois começou a ilusão e as guerras e o sangue começou a correr por todos os lados em quantidades e com uma côr carregada, nunca até então vista e ontem ao ler sobre a reunião, recordei-me da ultima vez que conversava com um amigo sobre esta matéria e sobre a quadratura do problema e ao olhar cinco anos atrás , dei-me conta que efectivamente a normal rota aí se tinha interrompido e que o mundo e nós todos enlouquecemos entretanto e que agora parece que se dão de novo os sinais de retoma de olhos abertos, pois novas politicas de produção, da energia e modelos de trocas e distribuição de renda são necessários e urgentes como pão para a boca para muitos, para todos se pensarmos que sem resolver esteas questões não criaremos a necessária paz e que os niveis de terror tenderão de novo a crescer e se manterão ao longo do tempo.E que de igual modo colaborar para a defesa de paz e das formas em que trazemos acordados o viver, é direito e dever de todos, e que essa acção se explana por distintos níveis à imagem polissémica do próprio ser e que portanto em cada e sobre cada plano ou face, deverá o homem ter opinião parcelar que não deverá em sua suma colidir, com sua coluna vertebral, aquela que Existe em Seu Templo, o Coração do Amor No Amor.

Nestes ultimos anos em que a grande besta andou à solta muitas tragédias aconteceram e vivemos todos tremendas sequências de negros aconteceres onde a dor foi muito violenta e onde o sangue correu a jorros e cada um de nós trás ainda muitas delas gravadas em sua consciência, na consciência do seu corpo que comunga com o Uno e múltiplo Corpo.

Beslan, para mim continua gravado a fogo e ferro em meu peito e cada vez que me recordo, ainda estremeço, meus olhos começam por chorar e uma imensa tristeza desce e sobe por mim a cima e depois me veem ainda uma enorma raiva, terreno onde nascem as sedes de vingança e depois preciso de me dar o tempo para de novo me acalmar, para acalmar, para que a vingança não cresça e se transforma ela mesma em pedaço de corpo, pois o que sentimos se tansforma em acção, acção sobre a matéria, que é ela própria sentir e sentimento, valor do sentir, a forma como sentimos e como o valorizamos, de comoa a partir daí estruturamos nosso ver, pensar e agir.

Beslan acordou e desvelou uma antiga memória, tudo aquilo pareceu terrivelmente ao exterminio do povo judeu na alemanha durante a segunda guerra, muitos foram os elementos da tenebrosa imagem de sangue que o avivaram, como a susssurar, atenção, aqui algo de novo no mundo, igual ou equivalente ao que noutro tempo se passou e a cascata das deduções se abriu no pensar.

Beslan, gritou a Todos Nós, o que na altura escrevi, que o Mundo dava conta que nem mais conseguia proteger seus filhos, este foi o tremendo grito na amplitude de todo o seu tremendo e negro acontecer, acontecer feito por mão dos homens, do mundo e seu viver e do elevado nivel de odido e violencia que nessa tempo o mundo inteiro atravessou.

Londres e Madrid, de igual modo, que me foi dado anuncio no ver e em meu próprio corpo, algumas outras tambem, outras foi sentir um pedaço que saltava como se uma bomba ou um tiro o tivesse levado a cada momento que aconteceu.

Muitos e muitas outras marcas, relações que se substanciaram em tragédias, continuam hoje como cicatrizes em meu corpo e eu vou honrando o compromisso de verdade que assumi neste altar perante os olhos de todos que me leem e antes e sempre pelo Amor e por Deus e por Todos os Seres do Mundo que Coligados em Luz Vão no que foi esta tremenda batalha entre a Luz e as Trevas.

E por ser humano como outro humano percebo que muitos tambem as tragam ainda em aberto em seus corpos, em seus corações, em suas consciências e que busquem por direito natural o seu entendimento e seus responsáveis e queiram para eles a devida punição de acordo com o que trazem em seus corações, o que acordam como punição.

E na punição se coloca o primeiro problema pois ainda não é no Uno Mundo Inteiro entendida uma das Leis básicas da Vida e do Viver, Que o Ser É o Universo Mas Não Tem Todo Seu Tamanho e daqui derivam as suas imprudências e arrogãncia, e que pagar o mal com o mal faz sempre soma agrava, é só matar é aceite como salvaguarda da própria vida e daqui deriva as vastas fronteiras da questão, seu entendimento e as zonas de cinza que permitem a cada um puxar a brasa à sardinha alheia.

Para mim e de acordo com a minha natureza, desvelo o que sei, o que me é dado a ver com a Clara Fronteira que Não Deve Ser Ultrapasada, de a punição, qualquer que seja o motivo ou razão, não passar nunca por retirar mais vidas e assim é para a maioria dos Seres do Mundo, Meu Coração Está Disto Certo.

E mesmo que Todos já tivessem e troxessem este ver no mndo inteiro acordado, tal não obstaria necessáriamente a que todos os carniceiros deixassem de o ser e que não existam alguns a só ou em grupo que procurarão deste modo fazer as negras contas e continuara assim o negro contar.

E entendo que alguns que trazem suas suspeitas por algumas tragédias e acidentes que ocorreram durante esta loucura do mundo, averiguem o que pretendem averiguar, mas meu colaborar nessas perguntas e nesse perguntar dependerá sempre da forma como quem as traga, vier.

Mas chegar a um lado e olhá-lo como talho de carne à disposição, ou tentar fazer aqui cobrar aparentes dívidas que os próprios trazem no bolso e acrescido fazê-lo com manhas de visão obscurecida, nunca será politica aceitável no Império do Espirito Santo que Não Tem Lugar Porque Está em Todos os Lugares do Lugar.

E sejamos claros a chamar os bois pelo seu nome, alguém que entra pelo espaço aereo e assim faz e se daí resultam aqui mortes, de crianças e jovens e mulheres, não tem margem de dúvida, quem são ou como classificar a natureza dos seus actos e consequentemente do tipo de resposta necessária.

E muitos voam e viajam no espaço à imagem do espirito que alcança o alcance que é, e que cada um é e muitas organizações, por assim escrever, no mundo existem, e nem todas elas são terroristas e quem pensa que as piores ou mais culpadas são a cia e congeneres ou equivalentes, deve andar na maior parte dos casos, para ser suave no por e no questionar, cegos, outras com maiores poderes existem e voam pelo espaço.

E a Jurisdição do Quinto Império Tem Sempre o Tamanho dos Olhos e do Ver de Quem Vê Sendo que o Amor Vê e seu Irmão Desamor Errado Vê, e que o Espirito Não Conhece Nem Tem Fronteiras Nem Possui Passaporte.Todos os Seres do Mundo Tiveram neste negro periodo da história recente, um quinhão grande de sua parte, de sofrimentos, muitos deles tremendamente pesados e os corações se bem que Luminosos, Mais Luminosos Porque Surge Sempre Uma Luz Mais Forte do Seu Interior, Estão Rachados e em Dôr e Dôr Precisa do Passar dos Dias e das Noites, De Beijos e Abraços Para Sarar e de Paz, de Clima e Vivência Diária de Paz.Por isso Só Vos Desvelarei o Que Sei do Que Vi e Foi Pelo Amor Congregado Desvelado no Tamanho Exacto de Meus Leves e Pianíssimos Passos e não mais depressa ou precipitado por qualquer razão externa e reservo sempre como escritor deste blog de o fechar quando entender, ou escrever sobre outras matérias que não de certa forma a explicação do que passou e ouço ao longe e ao perto muitos perguntarem, porquê, valerá a pena e a resposta sempre se me afigura clara, vale sempre a pena desde que Alma não seja pequena e pequena nunca Ela O É, Pois É Ela que Não Sendo, Todo Dota do Sentido e da Compreensão e Este É Sempre Caminho da Luz, do Amor, de Deus, do Deus do Amor.

E escrevi aqui em texto recente, dos heróis, de um punhado de heróis que Dando Seu Amor e Seu Sacrificio, Salvaram o Mundo, mas não falei aqui ainda dos Martires e Santos, Não Aqueles que Muitos ou Todos Conhecem, porque os Reconhecem Assim e Assim os Trazem, mas os Anónimos, os que Ainda Estão Anónimos Nestas páginas da História dos Homens e do Ser.E Martires e Santos Todos Os Lugares do Uno Lugar os Tem, Cada Um os Seus, cada um Tem a sua Lista na medida exacta do que conheceu do que aconteceu, e Cada Um É Ainda Um Dor Aberta que Tomará Seus Dias a Fechar.

E a Memória dos Herois que Cairam, Nunca Se Deve Esquecer, Pois Seu Sacrifico É Sempre Tremendo, Vão-se as Mãos dos Homens Irmãos para os Salvar.

Honro eu o compromisso ao Amor, à Verdade, a Deus Pela Verdade Que Lhe Prometi Honrar, Sabendo E Trazendo Dentro de Mim que o Amor Ultrapassa em Largo a Justiça Embora Seja Justo.

E a Memória, a Luz e a Verdade São Sempre Capitais de Salvação, do Caminho Do Amor em Amor e Por AmorE Com a Luz e Verdade Se Entendem os Homens e os Seres.

Honro o compromisso da Ajuda e Ajudar, a Todos os Que Vierem em Bem , Pelo Bem