sexta-feira, junho 08, 2007

Ah semi deuses de coisa nenhuma, cegos, acéfalos de todas as hipocrisias a germinar, blá , blá e blá, ao inferno ireis todos assim parar, para que aqui estais, se não o Estais

mais um hoje nos jornais, choram as arvores de tanto sacrificio em vão para fazer de suporte a tão iluminadas ideias e pensar, pois se os funcionários judiciais, ou adminstrativos, ou do que fosse, a corporação, ou género, ou sub do sub genéro de todas as profissões, escolas, lojas, e mercearias, ah se cada um , dizia o douto iluminado das lentes grossa, quem em dia não muito ido, na d.pedro quinto, à coca `espera e a escuta marcada pelos cumplices, quase mergulhou seus olhos dentro dos meus, a procura da pupila dilatada, que depois assim a outros se conta e depois finalmente a muito custo e esforço da torta espinha de feição aos mandantes, se obtem o prémio da carreia efémera e inclinada que como nos lembrava o sam, que todos elas sobretudo aquelas que não assentam no mérito, que pressupoem as escadas e os degraus da inteligência, mais inclinadas são, pim pam pum, caia já no chão, e vá chorar para a freguesia dos legumes e rabanetes, batatas e afins, se mais não vê, coitadinho, então senhor douto doutor, se cada um dos funcionários, imagine-se lá, escolhesse quando queria ter suas férias, era a bagunça total , o caos, os serviços deixavam de funcionar, o rendimento dos julgado menos do que é, como se tal pudesse ainda mais ser, e por aí fora na demonstração de que a rotação de férias, não é ciência exacta nem foi ainda inventada e o senhor ainda não encontrou as letras e a formula do calculo da rotação de forma a que o serviço, mais aberto possa sempre estar, pois a bicha de espera, é grande nos processos, olhe só na camara, estou mesmo à espera oito dias para saber quando posso falar ao telefone com uma senhora, vá-se lá pensar e deduzir face a processos de mil páginas de assuntos complexos, como a faca do cão e do roubo das ervilhas e das alfaces, o que será e seria de esperar, que até as barbas se tornam brancas e crescem até aos pés e depois grande o trambolhão, acudam-me senhores, se ainda os há, perante tal luminárias, o que há a fzer, e veio o pássaro e disse, feche-se, feche-se e feche-se o país e vão todos de férias eternas a antecipar verões.

senhor doutor doutourado da ordem dos advogados, porque não me respondeu ainda o senhor, ao que aqui em forma aberta e publica inquiri, nomeadamente sobre o comportamento ccorrupto de alguns menbros escritos na ordem? ou dirá como o juiz que estão todos vacinados e por consequencia imunes às ditas corrupções, serão super homens e senhoras, e lá vai mais um mandato, mais uma voltinha na feira popular das vaidades, a guerra de novo a estalar, e o que de feito foi , e mais pertinente pergunta para ter o jackpot da reforma dourada, o que de bom foi feito, em mais um mandato, oh habitantes da fonte eterna, onde os dias passam ser passar!

e diga-me lá, sff, será tambem o senhor um dos do grupo dos treze raivosos, que me mordem as canelas, em modo sofisticado com punhos de rendas quando não me apertam o pescoço na rua?

e uma simples pergunta se não se ofender, tem algum plano para melhorar seja o que for?
usou bem o seu tempo para o fazer, se seim, certamente que nos veremos no máximo na próxima semana em julgado, se não me desentranarem entretanto mais um pedaço, nem que seja uma alegação.

país de brincar onde as crianças que nem mais o são, o desgovernam por inteiro, partido aos mil pedações, do dá cá, pega lá de todos as protecções para meia dúzia dos clubes.

o senhor doutor, vai-me por ventura defender oficiosamente e à borla, depois de eu fazer justiça por minhas próprias mãos, visto que não me garantem outra?

considerar-me-a como, assasssino ou herói, quero o meu filho de volta, quero poder trabalhar e ganhar normalmente a minha vida e quero uma resposta às inqueirções que aqui fiz sobre a senhor doutora vera saudade e silva, ue se não me falha a memória é do douto conselho ético de v. exª

pimpampum, todos mortos em espirito, que se vão mesmo em carne.

não sabe o senhor que uma interpelação ou denuncia em forma publica merece pela lei o seu proseguir, porque não foi assim então feito?!!!

banda desenhada do gato homem, kapa do homem zorro
e no dia seguinte a ter aqui escrito à Senhora da espada erguida, ao passar no jardim da estrela, num circulo de uma arvore na porta onde em dia recente o canal história tinha colocado um fita vermelha e onde vira o Catroga, um papel habitava no circulo, era um página de revista, que assim reza, manuel maria carrilho: a vaidade não tem limites e tinha como subtitulo, mas você sabe quem eu sou?" e depois acrescentava em caixa amarela, resposta: sim, um politico arrogante e derrotado( de cabelo pintado?)

e contava o artigo que não está assinadonem sei ao certo de que reveista, que era quase natal, época de perus, galos capões, gansos emproados e outras aves de capoeira de peito inchado e que no feriado de dia 8, à porta da pastelaria , ou deveriamos dizer, patisserie? versailhes, o deputado acompanhado pela sua mulher, chegara para um brunch, passava pouco do meio dia, e estacionou o seu bmw x3 à má fila, que um policia lhe ordenou que o tirasse e que ele lhe teria dado como resposta, mas voce não sabe quem eu sou, e que o policia que não era formado em filosofia, mas sabia que em democracia somos todos iguais, ou deveriamos ser, não se deicxou intimidar e depois dá conta o jornalista do lançamento do livro sob o signo da verdade, no qual ele disserta sobre as supostas cabalas que se considera ter sido alvo po parte de metade da socieadade portuguesa, ( onde é que eu já ouvi, isto, acrescento, eu, aqui e agora) e depois a sua fotografia de corpo inteiro com gravata amarela às pintinhas vermelhas, está assente num só pé como um flamingo, e tem o número seis em cima de um traço ambos em amarelo, grandes e visiveis.

no outro lado da folha e quando agora a vira, ela se dobrou, e me mostra o sua cabeça invertida bem com o titulo onde então leio, o U invertido , os quinto invertido da inversão do vaso, da dupla dor , a quinta do seis e serepente da inversão AB, do chapeu no quinto invertido, a estrela, do vô, o C, serpente da dupla dor do A invertido

e dizia eu antes desta explicação que o espirito agora me deu, que do outro lado da folha, está um outro artigo que dá pelo titulo, dez histórias quentes de que toda a gente fala esta semana, adriane galisteu e ainda o caso da falta de lingerie, fiquei supermal, por mim e pela minha mãe, que querida!!! a amarelo, acrescenta o narrador que dá conta deste tipo de epidemia de muitas meninas dos jet sets e coisa e tal, e depois eu que apanhara a folha do circulo da arvore, lá escrevi o que o espirito na altura me desvelou, que não sendo tudo,é uma parte, na medida em que entroncará com outras notas no mesmo dia, depois de transcritas para aqui,

...espanhola, côr de rosa que inverteu o sentido do elevador que bate a porta de ferro e a fecha no oriente no muro de tijolos brancos e rectangulares da parede, pequeninos, que chia o sexto do metro, aguia.. que tira o telefone dos elásticos e das fisgas 53, que puxa a menina pelo pescoço com corrente, a serpente invertida ao vaso da paula nogueira,sobe ao U ki das ilhas cayman da serpente nove, da condução da corocha invertida, do vaso amarelo sobre azul dos tesourinhas dos aneis de prata, da palma do B, das marchas e arraiais das calças, vestidos e formação, dos sapatos do Y vermelhos, da música, anzol com bico, da serpente do W da deita da A.

a asa de al é a serpente elo alfa terceiro do T do fio do bico do traço sobre o infinito que fez a gravidez dos dois paus da ue, do leopardo duplo, pb do fumar mata da serra da emel, dos is la serpente ptdo vaso sobre o triangulo de fogo e pi da serpente do vaso

da bienal de arquitectura da maria Z X, vazios urbanos, estrela do cotovelo verde de dois azuis sobre azul em 73, salsa etic, L ca do mo grande

da festa serralves, o B Fr do X ao J, pizzadela, serpente da vara do chapeu à dupla serepente da dupla marca z no coração deitado, serpente anzol ao vaso C da maraia da ligação que tapa o U , chave do coração do ministério da economia, seta e anzol ao todo sexto

que desapertou o banco de trás da carrinha de prata toyota, cm co 91, 6067 r 9 tenac trio saco legumes, pingo doce do 11 mb de 97, clinica do sal, em angulo do vaso, serpente finaceiro do bo, de 58, serviços de limpeza do sexto do primeiro.

o fi, assobio ou silvo, do dia do vaso duplo da dupla dor do triunfo do sporcos, homem CD, o c do duplo vaso da dupla dor ao paulo
Ah Amada, que ontem ainda mais Te escrevi, e de novo despareceu no ar o post inteiro, cada vez mais giro sem piada mesmo nenhuma e nas palavras de Amor que escrevera falara do Amor à Rosa Leonor e a Ana Encandescente e a Madelena e depois num instante , tudo despareceu, continuam estas pedrinhas aqui neste template que tem agoara auto save e tudo e assim sendo , alguém com o save ficou, que eu embora não encontre a direcção de teus abraços, não sou burro, não, mais do que sou, acrescente-se por Amor a Meus Irmãos.

e se aproxima o dia de portugal, como minha amiga me escrevia, deve-se em sua opinião, grafar com minuscula e é dia de medalhas e condecorações e coisa e tal, pelos serviços prestados à pátria e finalmente ontem no Dia do Corpo de Deus que Sendo Eterno São todos, e sendo dia de Corpo de Deus, É dia como Todos Os Dias do Corpo de Todos e de Tudo, e mesmo antes da última hora acabar, consegui obter um carimbo de recepção na esquadra da policia de Stº Condestável, e assim sendo, por mim, uma parte das medalhas já estão distribuidas, são finalmente arguidos, os arguidos, não será todos os dias nem em todas as nações que um cidadão consegue levar por exemplo o presidente a essa condição, foi a forceps, mas foi, disse-me o policia, a quem eu perguntei se tinha sido ele que me telefonara na sexta feira, e que eu tentara retorno, mas ccomo o número é geral, acaba em 600, não se pode saber quem nos telefona, mesmo que o só faça uma vez e não deixe recado, provavelmente porque deve existir um decreto lei, que diz que os policias não podem deixar recados, para não gastar periodos, porque não há dinheiro, para combater os crimes, pois se gasta muito mal gasto, administrado por quem não o sabe administrar, e me disse ele, que sim me tinha telefonado, e só ontem depois de diversas tentativas e que lá consegui na esquadra de novo apanhar, salvo o seja, o apanha, e disse-me ele que tinha que acrescentar, o que fiz, que desejava procedimento criminal contras as pessoas e entidades mencionadas no sumário queixa e os restantes que constam do depoiemento escrito, que será acrescentado, sempre, à medida deste escrever

e me diz o espirito agora que é a serpente décima do ministério do exercito da direcção geral do francesa, ou do forte, K, el zorro, nono rato dos n T, o rato da T que fez Z no vaso do U e vou já fazer publish, antes que isto desapareça outra vez

Ah Amada Dizia-Te eu ontem, que Deus estava Triste, pois Tu tinhas ido dar uma volta e tardavas em novo chegar, mas que voltarias, sabia-o Ele e que ele Te esperava Muito, Muito