terça-feira, junho 12, 2007

eh,eh, eh. sorriu meu coração de contente contentamento e não quis deixar de vir aqui com vôces partilhar e agradecer, foi logo a seguir a ter publicado que pelas mãos do amor lá fui dar

http://impact.myspace.com/

http://news.yahoo.com/s/ap/20070611/ap_on_el_pr/anti_poverty_campaign

Um Santo Dia para Todos e Tudo, daqui a umas horas, Santo António dos Casamentos e do Casar

Que Todos os que Querem Casar Se Casem e Sejam Felizes e Se Amem Todos Os Dias, Muito , Muito e Muito
Hoje É Dia de Matilde, Diziam As Letras Ontem a Anunciar o de Hoje

Não, todos os dias são de Matilde, e quando aqui à biblioteca cheguei, as belas Senhoras montavam no canto do pátio quadrado do palácio dos amores que Eça um dia cantou e cujo chão são quadrados pretos e brancos de pedrinhas de calçada, um pano preto, uma flanela que cobre algo, que não sei o que é em sua forma exacta, mas que agora ao vê-lo, alguém ao aqui passar, lhe chamava de monstro, tem seis mãos, que são luvas brancas cada uma com um dedal laranja,
E me disseram as Senhoras, que no dia seguinte seria inaugurada com a presença da Matilde, uma exposição com trabalhos que a gente peqeunina tinha feito em seus templos de aprender, sobre um livro que ela agora publicar que se chama o capuchinho cinzento e dele falá-mos , e sorrimos, pois esta versão do lobo é a que desde menino, me pareceu ser mais acertada, que é o lobo amigo da menina, pois sempre me pareceram os caçadores potencialmente mais perigoso e como provam as histórias dos homens, fazem eles, poucos com armas, nas vezes maior mal, que porventura os lobos todos juntos.

pedi à Senhora para lhe dar beijinhos da minha parte e e nestes dias tenho olhado o que os meninos foram fazendo.

disse o joão do grande vermelho coração, por palavras suas e escritos e desenhos seus, à Matilde,
olá matilde, gosto de escrever
dá-me um autografo

e desenhou por baixo um grande coração vermelho, maior que elas todas juntas, onde ao perto no seu interior se pode ler, jc e depois do c parte um traço que arredonda para baixo e faz um nove, Jesus , o Cristo da Humanidade, sendo que o J é desenhado como vaso, ou como simbolo do carneiro, o vaso do nove , o vaso da humanidade dentro do coração, o cordeiro de Deus.

diz o filipe a Matilde,

Olá estás boa? gosto dos teus livros.
e os teus livros são divertidos
e deves ter muita força!

o seu é que ele desenhou na frase, em que diz a verdade, que a Matilde Rosa Araujo, tem muita força no coração dá mais duas curvinhas para baixo do primeiro laço, é assim filipe o nome do terceiro, rato, pois acaba aqui de cair um ao lado, de africa ou ligado aos assuntos africanos.

o sharif diz,

olá, estás boa? gosto de teus livros

o pedro dos santos

Matilde, eu gosto muito od steus livros, quero muito conhecer-te, eu gostei muito da história do capuchinho cinzento

e a maria acrescenta em seu ver,

já tens uma idade idosa, mas mesmo assim ainda tens força para escvrever livros, tenho dois livro teus, o teu nome é lindo e gostava de te conhecer

o vitor ,

eu tenho cinco livros teus e já li dois e espero que tenhas uma boa vida


A Agua quando fica presa dentro da cantaria, não pode correr





A Bruxa de manto de papel de seda com laço de ráfia e sobracelhas em vaso com olhos azuis e pupilas de Sol e Coração de Oiro, leva uma garrafa de fio de cor e do arco iris quem vem da Nascente da Grande Mãe.







A velha já vai ficando cansada, as pernas estão fracas, doridas de tanta idade







e a Senhora Eterna e Sem Idade tem corpo e e Asas de Sábio Mocho, Sobre o Altar







A Pedra Cúbica sobre o pedestral vermelho, rodeada de belas plantas trepadeiras, ao lado do Arco dos Tijolos e da Arvore de Folhas de Prata







Bate em silêncio o coração escondido no bosque







Assim é nas horas sem horas em que o pensamento respira e o silêncio é o seu certo bater







N Biblioteca de S. Lázaro, as crianças







fizeram mãos, as crianças, que as são







Desejos da Mão Irmã e do Amor Inteiro. Esta tem um Dedal de Prata e Serve para Bordar Estrelas no Céu







diz sua Palma de Jornal, muitas letras de encantar, ponto, os portugueses estão a ler mais







futebol como motor, o fica cão, guilherme de aguiar, antigo director do CJ, o legado de Freud de pernas para o ar e o imaginário sexual na obra de sá carneiro.







está sobre suspeita, os técnicos que o pi, an, diz que o enganou







rapto, oito etiopes libertados na Eritreira







Dedal Brilhando como uma Lágrima de Estrela







patromónio dos Te mentos, gueseses, cavaco silva na tribuna vip, o que anda a fazer?Basta começar, putin, o vizinho urso.







Ao lado do telefone público 1872, MF da Pt Azul, de prata como um chapeu







Viram um dedal brilhante no dedo da velha do capuchinho cinzento?







Mão, diz a gente pequenina, uma mão com pêlos nos pulsos e um dedal amarelo com piqeuinhos, umpuzzle de palavras de jornal, rei, o torres, perto de si, sua serpente do cócó, es iori, de ck7, yer é um jpogo por debaixo da mão, breves taxistas, pode levar um quarto, cofap, jogo benfica, belenenses







a seu lado o lobo tem uma bota de espinhos, parece a torre de belem, castanho com pauzinhos por todo o lado colados, do leão de arroios e fico a assim a pensar no visto, o leão de arroios, é a bota do senhor da torre de belem, bota cheia de pauzinhos que devem cair no chao em seu caminhar, e se calhar fazer outros tropeçar, isto se o lobo fosse o vermelho e mau, mas como é cinzento e bom, deve ser então a bota do leão de arroios que traz pauzinhos para alumiar o fogo em belem, se calhar ambas são verdade, serão dois então os leões de arroios, um vermelho e outro cinza, e se calhar entram em versões distintas da história do capuchinho, onde cumprem papeis distintos. um terá um faca na mão, será o que apareceu numa recente foto de jornal no porto, a qual em epormenor mais adiante voltarei, será a faca do presidente em belem.



a escola do Eb 101 do prof. rui lopes trabalhou a frase

ai passaritos de cristal, para onde vai a velha do capuchinho cinzento

o tronco são dois bidões de agua, por cimo do coração jorra a fonte a agua para o céu, no debaixo para o chão, os braços são rolos de papel

a minha cabeça entontecida a escutar, a escutar,

ao lado um livro laranja e vermelho com rectangulos de estrelas que contam as histórias, um desenho de uma menina de cabelos verdes grandes como fonte de seiva e mar, tem seu coração um vaso vermelho do sangue e seu vestido e azul e verde, cor do Céu e das Folhas, das Flores e da Relva, diz a cabeça do livro, novo espaço para o capuchinho, ao lado do livro branco dos pássaros de prata


a serpente do pássaros do presidente



o bico do pássaro grande aponta, agenda cultural, BLN, o B môr, da gazeta das artes gráficas.



lambe docemente a mão... a velha do capuchinho cinza adormece. quase acorda ao sentir a lingu àspera que lhe passa pelas mãos que seguram... a cantarinha



saiem traços vermelhos nos lábios da cabeça ovo castnho dos dois olhos de horus sobrancelhas em capa de laço preto e laço preto preto no pescoço a segurar, e na mão direita, o dedal no dedo maior a apontar



No centro do pátio do palácio, um chapéu com base quadrangular amarela com sua coluna redonda pintalgada de preto sobre o branco.



o lobo com a lingua de fora aos pés da menina de cabelos verdes, márcia



é a história do capuchinho cinzento que foi o capuchinho vermelho da menina que levava uma merendinha à avó e encontrou o lobo mau



sobre o tronco cortado de uma grossa arvore com um camuflado o avozinho lê o livro aberto em seu colo com o dedal de prata no dedo da mão.

a passagem do tempo, do vermelho a cinza, são ainda vermelhas as botas, pretas as meias, branco seu vestido, cinza sua capa, vermelhas as mãos, usa já oculos, cabelos brancos de nuvens de algodão, olhos azuis como o mar e lábios rosa com flor a beijar



digam-me, contem-me, o que aconteceu ao capuchinho cinzento com tanta idade



as crianças olham o espelho da prata em moldura vermelha, como um barco de crianças na praia



Ah, mas agora eu continuo a ver o labo caminhar em direcção à velha de capuchinho cinzento



daniel, ouve a história que a avozinha lhe está a contar, deitado no chão, apoiando seus cotovelos nas almofadas das flores, j ´ai le plus jardins avec une belle maison, jolie



que S lo temps avec sur je



suas mãos à frente da boca, cruzam seus dedos de espantar



o lobo mau



e o lobo , devagar, devagarinho, chega-se mais à pedra, o lobo, com botas de espinheiros, os olhos luzem, uma bocarra enorme mostrando alguns dentes ameaçadores



é como uma pedra, o lobo feitos em caixas de cartão, todo preto, olhos azuis, focinho de tampa de enroscar e lingua vermelha cm L dobrada, é do fastio , da serra do Gerês

e um lobo ods jornais feito de muitas +eças, a aranha carlkinhos, com voz de partir, que mandava na bancada para subir de divisão, Realeza, bebé, desejo em Espanha, a feiticeira Gali, Princesa barbie, almanaque da Mónica, STR, Bugs Bunny

o Rei reporter Alberto, visita a escola infantil Riga e a Rianha da Béligica, conquistou os mais pequenos, o Rão cozido, gelado, madagascar, oito, o sul sexto do alias, a salada álias 1999 S, St Iria Claúdia Sofia

antigos móveis naturais, modelizados auto sufecientes para garantir, Eurosport XX

o raio serpente maior SS, é o Expresso

São Gonçalves, joão paciência

dos rasgões na alta de lisboa, BA , no na hora das 949.00 da agualva do santo gil

lá fora ao momento, as crianças chilreiam, olho em volta ao primeiro instante para ver se era o som de um video cá dentro, na sala da biblioteca, não são crianças que entram num autocarro com as cores do brasil, uma menina vem subindo as escadas com uma bandeira brasileira em seu peito, uma camisola rosa atada nas ancas. em casa uma revista do cartaz da tv ou algo assim trás balsemão de perna cruzada com os belos flamingos, num campo de golfe, apoiado no taco ao lado do buraco na relva, como a bola não se vê , deve ter entrado, essa é sua cara satisfeita, ao fundo, uma arvore , como uma pena doirada de escrita, como a da casa das penas de escrever da visão na spa.



passaritos de cristal, porque andais em volta na minha cabeça a cantarem uma história que não conheço



tem bico laranja em conde de antena com uma argola, é como um infinito deitado, branco pousado em triangulo vermelho, e de seu corpo saem , espirais de filmes, como se fitas magnéticas fossem, tudo em cima de um caixote onde os meninos, no corte, recorta e cola, desenharam corações castanhos, cavalos cor de ros escuros, setas, estrelas, serras, arvores, caravelas e outras figuras geométricas à medida das suas pequenas mãos redondas, com a tesoura, a aprender a segurar



lambe docemente as mãos que seguram a cantarinha, lambe o dedal, estrela de sol



viva o lobo mau

o mosquito!



o lobo é como um pente com quatro de dentes, forrado a palha, sua cabeça, uma embalagem de correios com dois triangulos compridos amarelados a fazer de orelhas, dois olhos azuis como tampas de agua, que não o devem deixar ver muito bem, um nariz farfalhudo, vermelho e uma língua vermelha amarelada, está sobre um paralelipipedo embrulhado com pintas amarelas e verdes e cobras castanhas.



o lobo ternurento



o lobo avança, avança em sua direcção, e a velha não escuta seus passos...(....) e para, deslumbrado, os seus olhos são luzeiro de ternura



cinzento, luvas fofinhas dos andes, cachecol colorido e capa com muitos bolsos bordados em X do spider man, como cartinhas de amor, lingua de fora a dara a dar, cabeça preta com pelos brancos, kafka



o mobil das mensagens, são garrafinhas agua vital, não ar arranques as plantas, não deixes a agua a correr com as torneiras abertas, assim no belo cuidado , tudo se equilibra como no mobil, que á como arvore de vida em moviemnto perpetuo equilibrado.



o bosque mágico



com o sussuro das folhas que dançavam com o vento



é uma ravore , com flores espiraladas como cabelos ao vento a sussurar, feitas de papel renova das letras de encantar, em frente, a estante dos livreos, os três amigos, a garrafa aberta em flor, são como dedos coloridos, girassois e cata ventos, os três amigos do macaco, o srevo escapista.



por debaixo do espelho



não vamos deixar a velhinha, pois não? vejam ela sonha e sorri, o rosto cheio de rugas debaixo do capuchinho cinzento



tem capa de jornal, assinaturas independentes M/F, diabrete da capinha de verniz, do pirilau, um pele vermelha da pele dos diabos, pim pam pum, o grilo e a borboleta, omosquito, o gavião dos mares, pelo mundo fora, flecha d´oiro



dos disabos , o cão do dylan, quadradinhos sobre hipnose, da flávia e do prata, o peso cruel da memória, le brochet do pequena enciclopédia do tintim, grups super, as tartarugas ninja em Bd, a história do automovel, como obelix caiu ao caldeirão, noites de lisboa, o achamento do brasil. livros proibidos, o centro do desejo do luis veremelho, o paquiderme, a rosa e o unicórnio



o lobo em pente é o X a mim, o ABC zinho, o mosquito, o diabrete, rebelo sousa, o cavaleiro andante, muller, o papagaio



e o lobo vem devagar, muito, muito mesmo para não assustar



e feito de estralas das belas formas nestle, re L , olhos amarelos e nariz azul , mac donalds, do queijo do casario, o 50 ra T, IS



não deixem de contar, voar, para esta história de claros segundos, nunca acabar.... que posso eu contar



o capuchinho e os pássaros na creche, só bebés, leite fresco, pasteurizado, meio gordo, BB



um pássaro inclinado em cima de sion e Lu S e tem em vez de agua, papeis de rebuçados divresos do el casario, o chão verde e rosa

o lobo devagar, devagarinho chega-se mais à pedra, o lobo, com botas de espinheiro, os olhos de luzeiros, uma bocarra enorme, mostrando alguns dentes agudos, ameaçadores

e Tudo Isto o Amor Me Mostrou, As Crianças Com Seus Desenhos da Arte de Desenhar, Sempre Pertos da LAgo da Luz, Seus Pés Lá Dentro a Se Banhar, o Coração Alumiado a Alumiar

A Matilde com meus Olhos de Luzeiro de Ternura, Uma Ternura Muito , Muito Grande

sabes Matilde, não sei quantos anos tenho, mas tenho um livrinho teu desde que era pequenino e que sempre me acompanha e dorme quando não está nas mãos nem no olhar, nas estantes da minha casa inteira. Beijo-Te Muito Muito e como o Filipe, digo-Te que Tens Muita Força, Muita Força de Amor Em Teu Coração

...

a foice do mickey é o sexto, o sétimo traço da lâmina de Paris, o que está em Paris, diz o mago do caderno do bico do P que fala da serpente dos herdeiros, o rapaz do helicoptero que vê a pegada no chão. depois apareceu outros elementos da identificação da impressão digital, da caixa que a congela no décimo segundo andar, o anverso da minha casinha de rés do chão à beira mar, mas de todo este visto no desvelado do Imenso Amor dos Seres Amante, mais Tarde , será aqui Seu Contar

utaybux hq grlrd


o duplo vaso, da dupla dor no Y n vezes, que colocou o x na un


n dj dos beijos invertidos

C, X maria, homem serpente da Humanidade, a argola de prataem semi arco ao x negro da negra mala, dos oculos de sol invertidos que invertem o verde dos prados, o principe da rosa do dia, dois Kapas, do rato francês do vaso



o c do angulo no dia da dor do duplo vaso ao deus da humanidade
vaso do rato serpente francesa do gato da vareta da serpente ou da serpente na vareta
do duplo angulo das colunas inclinadas do gato duplo do rato
gato da humanidade francesa, homem k da vareta do B
Ah meus Amados, razão tem, mesmo quando dizes bono, que por vezes dizem dos musicos que não sabem fazer contas, pois as continhas de todas as economias cabem e são separadas por celulazinhas em folhas de calculo, mais ou menos transcendentes e vê-se bem a transcendencia de mil e uma formas, e a música e o canto e a canção não tem as notas separação, são moeda universal do espirito que tudo permeia e trás religado como uma canção de amor e as notas não se separam e o som não tem nunca fim nem cabe num quadrado a não ser quando é digitalizado, ou seja, de alguma forma amputado e a transcendência se vê, em que por uns papelinhos e umas rodas de metasl que dão cabo dos bolsos e das carteiras, novecentos milhões passam fome e desgraças várias no mundo e os oito mais ricos na aparência não, que por exemplo se não me falha a memória, são sessenta milhões de americanos que não tem acesso a cuidados de saude por não ter dinheiro para a pagar o que faz demonstração assim, tipo soma, que a miséria está por todo o lado, mesmo naqueles que se consideram ricos, mas sendo igual verdade que existem os muito pobres e hoje ouvi mais um exemplo do surrealismo deste processo de mediação tripla entre o que se produz, seu valor e o que é distribuido, ou não é, pois dava conta o presidente do senegal se bem percebi, que já há alguns anos atrás tambem os oito paises mais ricos do mundo, que tambem são pobres em suas casas, pelo menos alguns, em algumas celulas da distribuição, que prometeram tambem muitos milhões de ajuda a africa e que segundo o presidente dizia, não tinha chegado nenhum, mas nenhum , nem um dolar e razão tem geldof quando diz que é preciso falar isto muito mais à séria, não esquecendo garantir uma forma de que a ajuda não seja desviada para fim perverso, como nas vezes acontece, e depois a transcendência aqui continuava, nos telejornais, as sete foi dada a informação que eram sesenta mil milhões a ajuda acordada, no das oito, já era de 45 e certamente à meia noite será já trinta e daqui a dois anos pode mesmo com alguma habilidade criativa de contabilidade chegar mesmo a ter sido zero.


ah meus amados, amados todos, que assim não pode ser mais, quanto mais se agrava o fosso, mais serão os que vão sofrer e ninguém escapa no corpo uno que é o mundo e o viver e não trás ninguem dentro de seu bolso ou cabeça nenhuma justificação plausivel para ao irmão não ajudar e depois e depois eu fico a pensar e a pensar e muito triste e muito triste às vezes, e dei conta que a semana passado me tinham aparecido na matriz um conjnto de espermatozoides negros muito grande, que me afligiu a pensar que se iriam desenvolver no mundo e depois foi rezar e no dia seguinte já estavam só uns trinta e depois no terceiro dia só sete que já nem se mexem e fiquei contente e depois triste mais uma vez, e me pergunto, e pergunto a todos se valerá mesmo a pena assim fazer, e não rezar em seu contrário, para que eles, que tambem são filhos de Deus crescam e se multipliquem e me dá ganas mesmo por vezes de não ajudar e depois continua o mesmo, os policias e os que se manifestam, e tareia e pancada e magoam-se os irmãos, que o são, mesmo a manifestar ou a defender e assim nada se resolve nem compõem e depois vi um barquinho que levou com outro em cima e fiquei preocupado se alguem se teria magoado à séria e quem me dera a mim, meus irmãos que me levassem aqui em minha terra de habitação, um pouco mais à seria em termos de respeito, pois assim poderia mais ajudar nomeadamente no que se vai passar na cimeira com africa e porque gostaria de escrever sobre a europa, mas à luz do que aqui vou vivendo, à mão de meus irmãos, não me parece que vá suportar muito mais tempo este desaforro e pergunto aos pouco que assim me trazem encurralado, com o filho raptado, o que querem que eu vos faça, eu que sou contra as violências e os actos de terror, o que quereis então que vos faça em Deus, quereis porventura, esperam por ventura, os chicos espertos que eu irei me tornar um homem dado a actos de terror, que começa a fazer a apologia do terror? não meus irmãos não o farei, nem matarei a mãe do meu filho, mas qualquer dia se calhar entro no seu sitio de trabalho e obtenho uma confissão escrita de quem está por detrás de toda esta maldade, de quem lhe dá as negras proteções e se calhar aquilo descamba para o torto e ainda acaba mal, mas mal é o que me fazem , mal é o que fazem a meu filho, mal é corrupção impune, malandros e malandrins, pimpampum!!!

ah amado bono, que já tivemos nossas divergências no passado em decada dos blodys sundays no tocante a esta mesma questão, qual o caminho e como se faz, quais são os limites éticos para o caminhar, mas meus irmãos estamos todos neste barco, de pôr os pés no verdadeiro chão e as Gentes quando avisadas e quando mostram à séria o que querem e desejam, ninguém contra elas se pode voltar, portanto toca mesmo a tocar, todo o que serve para comunicar com o coração, que tambem não são os oito amados igualmente filhos de Deus que se sentaram na mesa redonda, como cavaleiros da tavola redonda, que são extraterrestres, nem são surdos nem mudos e sabem pensar com o coração, portanto vamos lá acordar por escrito um plano, que ao que dizia o presidente já existia, portanto vamos lá acordar num cronograma e numa forma fazer o que tem de ser feito e que urge fazer no menor curto espaço tempo para bem de todos e de tudo!!!!!

e que avançam os homens talhados para isso com um plano e a gente toda toca a apoiar o melhor dos planos e bate o pé a nós mesmos e se for preciso todos os dias ao acordar-mos damos uma bofetada em nossa própria face e dizemos, porque são tão burro que ainda não o fiz, toca lá a acordar e a caminhar e se convide a Kofi annam que tem muito experiência no assunto e o senhor do banco dos pobres e toca lá a cozinhar comidinha e saude escolas para quem falta nesta casa comum e deverão os parlamentos nacionais enquanto existem nações, passar amanhã leis sobre o seus comprometimentos nestas matérias e aprovar os passos necessários e dá-los, que é sempre o mais importante.

qual de vós, meus irmãos, não gostaria da vida fazer a alegria de saber que as coisas são bem feitas, que se cuida do que há a cuidar e de quão bom é viver para beijar a quem se ama?

digam lá ao vosso próprio coração, quando hoje de manhã se olharem ao espelho, digam-no aos vossos filhos na mesas das refeições, contem-lhe de como vai o mundo para muitos dos irmãos.

Ah Amados a via é o amor, amor, amando-se, nada mais resta para na vida fazer e ainda bem que Ela assim É

o corpo se agita, os furacões de toda a especie nascem nos mais estranhos lugares as montanhas perdem seu gelo e tudo entra em convulsão, e ao que parece nestas matérias mais uma vez a américa a todos nos envergonhou com a timidez de seus passos, serão os que mais irão sofrer, a crer na Justiça Divina, que é em parte a dos Homens do Ver Acertado e do Coração Quente

Ah Amada Senhora Merkel, que hoje me apareceu no jornal para mim a apontar e eu fiquei a pensar o que me quereria dizer, se era a doença bipolar do coração com um bocadinho de arterioesclorose pela idade do corpo, ou seja, se em meu coração moram dois amores, pois lhe digo que moram muitos, todos, e mais haverá sempre lugar, mas se souber senhora, quem é a senhora que me trás em seu peito, se falasse com ela e lhe disse-se que muito a amo e se ela em sua palavra acreditar, talvez ma possa depois apresentar, depois fiquei ainda a pensar, se não seria de ética que me estava a falar como me dizendo como Mãe que é, para eu ser ser ético, o que concordo consigo e lhe devolvo o mesmo apontar, pois ética é garantir que as promessas prometidas se cumprem e saem das intenções das palavras. e ainda fiquei a pensar se deveria ainda outras coisas pensar, mas não me parece ser o caso depois de tudo pesar, mas sem problema em qualquer tipo de questão ou averiguação ou doce e gentil perguntar, pois a Si em Amor a Trago, poderia ser distinto?

e eu que votei em si em meu coração e portanto a considero também minha representante, lhe pergunto aqui, porque razão as ajudas anteriormente acordadas não se consubstanciaram e o que pretende, pode e fará para que tal não venha a acontecer

e se bem me recordo de um dia ter ouvido no esprito a necessidade global será de duzentos e cinquenta mil milhões, e ainda não percebi se esta verba agora acordado, inclui ao não as acordadas anteriormente e mesmo que assim o seja, somando-as não chega ainda para resolver o que há e necessita de solução e assim sendo, talvez mesmo melhor, seja em vez de oito, reunir mais, ou mesmo dividir por todos os que possam, pois assim, o esforça é sempre menor para cada das partes do Tudo e do Uno, e sem que, necessariamente se necessário, quem possa dar mais, menos dê.

é sempre bom ter saldo positivo no Humano

e quando começamos a acção?


Ontem?!!!

sendo o ontem há mais de dois anos, se pensarmos então na concepção da agenda do milénio, então são mesmo sete anos , um ontem muito, muito grande, bolas será que ninguém dorme nesta terra de Deus?



dava conta hoje uma noticia no Yahoo de um estudo que aponta a estimativa de gastos no planeta em armamentos e na manutenção da guerras, 1, 2 trilhões de dolares, sendo que são cinco os paises responsaveis com quota de leão neste gastos,



Como se vê, daria para compor a casa muitas vezes, se bem usado, mesmo para encontrar no cosmo outra e construir uma outra nova toda de raiz, se se recilasse as industrias de armas e por aí fora, que eu não gosto muito de andar sempre a dizer o que já expliquei, e não é só das misérias e doenças da parte muitas da parte do croação pequenino do corpo que necessitamos cuidar, o corpo grande em seu todo tambem não vai muito bem de saude, como todos sabemos e muitos outros orgão, como por exemplo, a respiração e o respirar, e o próprio sangue que nos alimenta, tambem tem de ter de ser cuidados em forma rápida e substancialmente distinto fazer do até agora feito

e a bono e geldof, do segundo não sei, mas de ti, sei que és muito rico, não poderás dispensar uma parte de teu dinheiro e bem sei que o fazes, ainda agora montaste com outros uma fabrica num país onde as Gentes não tem recursos e bem ajas por isso e por isso eu te louvo, mas será que não podes dar um bocadinho mais, assim as contas se tornam mais simples.

Ainda ontem vi uma excelente reportagem sobre o micro crédito, os desafios que tem pela frente para não cair em perversão como parece que nalguns casos pode acontecer, se é que já não aconteceu, e a equação da divisão das aguas, alguns a traziam muito bem sabida e clara, seria inaceitavel sob o ponto de vista moral, que organizações que ajudam economicamente a gente sem recursos, para melhor e ou mais rápido o fazer, o fizesse em forma e método, em que outros que não necessitam, através delas ganhassem dinheiro, com a agravante de que esse crescer, justificado pela mais pertinente das questões, que é a rapidez necessária para fazer que a ajuda a mais chegue, fosse em forma a tornar essa ajuda menor, a clássica equação do crescere do como crescer, sem desvirtuar a Alma das coisas feitas pela Alma Amorosa do Ser

a questão charneira, é essa mesma, e se se pode inclusive financiar estas instituições , digamos, no normal mercado financeiro e de capitais, para que assim se obtenham meios de estender o apoio e mais alcançar, tudo bem, desde que a perversão não ocorra, porque são cerca de oitocentos e noventa e um milhões que precisam , se não me enganei nas contas redondas, eu que sou um especie de músico, meio surdo

...

yritw txc, rato da vareta da T da dupla dor de Deus, tem X, o C



maria forte do principe da rosa, capa por cima do C, do forte do motor K, Z

que é vaso da gasolina da teresa portuguesa, cb que é serpente da columa do vaso maior, ou cb da serpente da coluna do vaso da humanidade de e em Espanha

nono ko ao vaso b do maior raio, disse o espirito, não eu que não quero bulha nem bulhar