quinta-feira, agosto 23, 2007

e mais um rapidinha, amada, sendo que todas elas são pelo amor eternas como Ele O É
e sendo amada amadinha muito amada, que eu estou mais nas lentinhas, pois em verdade verdadeira verdadinha te digo, que as rapidinhas são rápidas e boas e refrescam e fazem os olhos brilhantes de alegria que se espalha em todo o redor, mas nem sempre tiram a sede imensa que eu trago em meu peito a te beijar

tambem é bom quando chegas eu a casa e tu me saltas em cima e me dizes, sal e pimenta,nham nham, vem cá vou-te comer, sem na verdade me comer, que o amor é alimento sem fim e sempre se reproduz, corpo é alimento e filho do espirito e da alma e te sentas em mim e me dizes faz-me mar e eu peixinho ao instante me torno em ti a nadar, tu em mim, o mar, o amor, a faiscar, os corpos humidos a começarem a escorrer

que quando se ama se deseja e desejo e desejar e fazer o desejo é amar e é para festejar que temos o Corpo

depois de encher o balão se dá um nó com o próprio ou com uma guita e assim muito fazem os seres a muitas coisas do seu dia a dia, as metem embalões ou coisas semelhantes, lhes dão depois um qualquer nó, para elas não se escaparem, mas no fim como no balão por muito bom que seja o nó, o guardado no fim de novo se junta ao resto, ou seja, não resiste parede nem cofre sem fim,a alguma separação de uma parte no todo que a faz e a comporta e a é, como em nossos corpos, ainda nos dias de hoje, não nos de amanhã

e as chuvas caíram em diversos locais da una terra e o chão como uma onda se abanou e as casas foram ao chão e muitos ficarem sem tecto nem de comer, e as doenças provocadas pelos pequeninos seres se aproveitam da falta da higiene para logo aparecer e se multiplicar e parece que os irmãos continuam cegos e surdos ao que se lhes disse, da necessidade de em forma comum, nas mesas das casas comuns existirem dispensar comuns com meios e bens para a todos acudir à medida das necessidades, pois o corpo grande anda muito desregulado e estamos todos fartinhos de o bem saber e mesmo assim sendo, parece que trazem esquecidos a ajuda, o ajudar e o cuidar e isto não é só problema de falta de notas depositadas num balao comum, uma conta comum de auxilio, pois nunca vi nenhuma nota com perninhas a entrar num supermercado e dizer, faz favor de me dar dois quilos de feijão, nem a ver marcar um telefone de uma companhia de aviões para reservar um para levar os feijões e muito menos a um carregar para de seguida o pilota, ou seja para que o fundo se torne real e possa a acudir em tempo real, que mais uma vez se prova não estar a muitos mas muitos a acontecer, não se trata só de uma questão de dinheiro, para não falar na forma como as luminárias que governam e as outras todas em que nos incluimos que assim deixamos acontecer, do enorme desperdicio, da imensa cegueira, da imensa falta da imaginação criadora do bem e do bom e do belo, que são três pedaços da mesma una vida

e no dia seguinte a aqui ter escrito sobre as doenças pequeninas e invisiveis que se espalham nos corpos pequeninos, lá veio de novo o organização mudial de saude lembrar e alertar e pedir a todos que se produzam mais vacinas e sendo que as vacinas são panaceia necessária e vital e tambem imagem de quão errado vemos e não fazemos para em verdade cuidar o que é necessário cuidar e tratar, e assim sendo enqunato no entretanto, e enquanto o entretanto durar, sendo que os entretantos são geralemnte por sua natureza entretantos, ou seja coisa de permeio entre um lado e um outro, quanto dois há,e tambem por sua natureza tipo enquanto não reboco aqueles tijolos, ponho lá uma estaca a escoar e se muito tempo demorar, poderá no entretanto o vento forte chegar e tudo de novo derrubar e eu ficarei a olhar as mãos e a chorar na palma me dizendo a meu coração, que burro, ou cego, ou preguiçoso fui.

pois saude é sempre um problema de sanidade global de todas as partes do uno corpo, da mesma forma que se uma ferida num pé não for tratada e lavada se estende a todo ele, e pode acabar por lhe põr mesmo fim

saude é questão e equação dos cuidados primários de saude e como cuidados primários podem existir e funcionar, se cerca de noventos milhões não tem nem de comer quanto mais educação em saude, ou mesmo saude, e se funciona num braço do mesmo corpo, mas em outro não, não se espalhará, a doença?

e não voam e nadam no mesmo uno ar e mar e sangue os seres pequeninos e não aos olhos visiveis?

que nó em que saco, em que balão se pode dar, se somos nós inteiros o ar, a agua e o sangue e o mar?

e olho a lua, amada, e não vejo nenhum selenita a fazer um balão tão grande para por à volta inteira da una de terra e de nós, no uno corpo que tambem a lua é

alguns em alguns locais à imagem dos antigos muros para parar as barbaras hordas, querem agora de novo fazê-los e alguns mesmo são feitos, mas haverá algum muro que tape o ar e a agua e o isole de seus irmãos quanto o uno é mutiplo e uno?

olho no jardim sujo as crianças por falta de educação que seus pais não dão e vejo-as assustadas com o lobo grande que se levanta ao lado ao fundo, ou mesmo em maior rigor nas vezes, a sombra do lobo, que nem o lobo é, e assim se assustam e vão assustados fazendo o susto, como um muro, cada um poem seu tijolo, que trás dentro de si em vez de o tirar,e são crianças, porque do lobo ou da grande sombra medo tem e o levam e o fazem, mas do pequenissimo ser que não vêem, creem que nem mesmo existe e pensam que as coisas grandes mais mal fazem que as pequenas, quando muitas se juntam

na sujidade e na falta de higiene e de agua e ar potavel e de sol e de muitas outras coisas, grassam os pequeninos bichinhos de quem não se conhece terem passaporte

os bichinhos pequeninos funcionam como os grandinhos, ou seja modificam-se adaptam-se enquanto podem, reproduzem-se e se espalham pelo uno lugar etreno

quando o homem não sabia por tijolos para fazer sua casa, chegava a noite e escolhia uma copa de arvore frondosa e elevada, na qual trepava em busca de abrigo, umas vezes funcionava, outras não, ou porque chovia dias sem fim, ou um animal grande e cheio de fome trepava na arvore,ou qualquer coisa se aloja em seu pedacinho de orpo e um dia caia de maduro e podre no meio do chão

bem vistas as coisas para muito não mudou assim tanto, nem para o bicho homem nem para o bicho mais pequenino

os homens preferem o jogo da roleta e fazem assim prova perante a Mãe e o Pai e o Filho, das suas tendencias, dissociativas, esquezofrénicas e compulsão para o suicido colectivo

vejamos uma simples constipação, de que talvez hoje em dia se conheçam mais de duzentas estirpes, variantes na mesma familia, o que quer dizer que um ser que apanhe duzentas constipações em sau vida e todas diferentes, não teria mais nenhuma, pois o seu corpo teria produzido oa anticopros para todas as variantes, não teria constipações mas poderia ter uma outra qualquer virose

na realidade o corpo do homem e do virus faz a mesma coisa, ambos se adaptam e se modificam perante as resistências que os querem parar ou fazer extinguir

o médico vive no casino montado, porque o casino foi assim na casa comum montado e assim vai, porque todos o deixam ir, mesmo que ele não entre para comprar uma ficha daquelas que se metem nas slots machines, um casino não deixa por isso de ser um casino e as maquinas se bem que distintas provem de um mesmo pensar

os médicos da casa comum tem uma slot machine que é uma especie da familia das bolas de cristal, todos os anos se reunem na cas comum da medecina , olham para a listagem das estirpes, de todas as variantes conhecidas e dizem no final, é provavel que este ano as estirpes que terão mais força em sua expansão da lista sejam estas e esta e ainda a outra, sendo que são bem mais do que estas que na realidade recomendam então aos fabricantes das vacinas que as preparam de acordo com essa previsão

quando a previsão falha, e uma estirpe que não se acertou se multiplica em forma desenfreada morrem centenas de milhares ou mesmo milhões, porque as vacinas são produzidas em massa antecipadamente para a muito poder responder

não são maus os medicos nem incompetentes, nem o fizeram de proposito,pois errar é humano, pois um casino é um casino e uma slot machine uma slot machine, como poderiam ser diferentes se o pensar que as pensou e a vontade que as fez, é uma mesma semelhante?

e se tudo é feito à imagem e semelhança do casino, as pequeninas partes do corpo, tambem estão condenadas a viver na mesma maneira, na mesma realidade, e pode-se então dizer que tanto o homem como o virus jogam no casino, apostam um contra o outro e vice versa e a parada vai sempre subindo, pois cada vez que se faz uma nova vacina, o micro organismo faz uma nova mutação, para escapar à vacina inventada

ou seja, mais vacinas, mais variantes, mais variantes, menor resposta das vacinas em seu todo considerado e cada vez a lista será maior, e maior se tornarão as possibilidades de mais a elas escaparem, em progressão geometrica bastante, para acabar num só inverno com quem as faz

há sempre um dia em que a banca vai ao chão e quem perde é a caixa, que consta ser ideia e realidade formada pelos organismos de tamanho médio, pois se vir-mos os homens a partir de plutão, os veremos como microbios

a outra via, dá mais trabalho, se bem que a inteligência tenha tambem como função tornar a vida mais simples, mas bela e portanto melhor, contuo o mais trablho, deriva só do que está mal feito em saldo negativo acumulado

ou seja, nos casinos e nas slot machines enquanto os homens gostarem mais de arriscar do que produzir, que só se metam as respectivas fichas que lá existem
e no restante não operar em mesma ou semelhante óptica, assim todos terão maior possibilidade de sobrevivência, inclusive os próprios casinos

se componha o uno corpo, a agua que somos, o ar que somos, a comida que somos, o mover que somos, o tecto que somos, para que os cuidados primários da saude universal, deixem de se ter que chamar de cuidados, porque cuidados finalmente estão

eu em meu ver, vos digo, que não existe mesmo outro caminho, mas vós pareceis fazer orelhas moucas e vistas cegas ao que sempre vos vou dizendo e se assim for, nos encontraremos mais cedo do que masi tarde todos no ceu, menos os mais perversos que nem mesmo no céu habitam, e sendo que o céu e a terra é um mesmo lugar

ah amada, vês falo-Te eu em rapidinhas mas as rapidinhas tendem sempre a ser mais longas, que bom, assim melhor e mais dura o prazer e prazer é ser feliz


quase um mês, as cartas diversas que foram enviadas às autoriedades deste país, aos mais altos dignatários continuam sem nenhuma resposta, e isto não é bom para meu filho, nem para nenhum, pois para um pai, todos são filhos, até uma espiga de milho

milhum pardalis est




ljbbvhz, principe lisboa jiboia bb vaso homem zorro, b quadrado y do quadrado maior











mbfcjmep
ryjgyxow
qigib
o quinto selo

ah amada que ontem depois de te escrever, daqui sai e me dirigi a tabacaria do casino pra comprar cigarros e quando dou a primeira curva lá estava um cartaz a dizer, vamos a outra, as rapidinhas, e eu por dentro e por fora ao instante me sorri e depois entrei e sai com os cigarros e voltei a casa e agora que a tarde se começa a por aqui de novo par uma rapidinha voltei e quando estava a chegar de novo ouvi, pum, depois de passar a ponte vermelha dos comboios, onde passava um depois de eu a atravessar com um ruido que mais me fazia lembrar o motor de uma traineira, fosse eu pescador, tu sereia, e redes para te apanhar sem nunca te prender, assim é o mar do amor do mar em que peixinho me faço na tarde da praia à tua espera, contando a areia e as conchinhas do mar e me voltaram elas de novo ao pensar, ontem à noite depois das ultimas linhas escrever, da parede das conchinhas feita vertical no casino da figueira e numa imagem que escolhi, das muitas que me deram dos espectaculos do antigo casino e que abria o video, e que era uma bela senhora que saia de uma ostra gigante que a albergava e fiquei a pensar na lagosta, que com suas pinças no ceu a voar a concha abria e da perola perlada que no ceu como lua subia

e chego ao pum, no sitio dos pums habituais e desta vez vinha da rua do polo sul de ocidente para oriente um clio branco do ox de 79 do quadrado da estrela, que terá, teresa rá d circulo da eva latina má que levou em cima com o o italiano de prata primerio do nono do quadrado primeiro do gato do vaso da av do mediterraneo que descia de norte para sul

a pancada foi forte e o circulo do lio e a senhora que ia lá dentro se enfiaram mais ou menos no local onde a outra estrela branca, a do ultimo tambem ficara, desta vez o clio ficou fazendo a perna do maeio do vaso da esquina dos quadrados de marmore rosa do edifico da sony,no eixo do serpente do circulo de nova yorque

ao lado do clio, uma cabeça de bomba de agua vermelha dos bombeiros e quando olhei a senhora, vi que ela trazia em seu pescoço pendurado um cartão de congresso ou algo assim, que dizia delegate, lima, peru, do dia do portão do de lima,peru, latina

o fiat de prata do pr que ata a te, primeria atadura, se enfiou na porta da condutora, do circulo no dia vaso ut tio da ora, que ficou com o braço arranhado, o clio atrás tinha um quadrado preto na altura do bigode traaeiro de reboque mas em gancho nem bola e a mala da senhora tinha duas asas da mesma cor rosa de sua mala de mão,

no carro italiano à volta do suporte da cabeça do codutor um lenco vermelho, onde invertudi se lia et tico, e teresa tic circulo do ourobos, da inversão da estrela, cuba, e um jipe amarelo de palstico com um pneu negro na traseira desenhado pendurado em seu retrovisor, o primeiro ponta do segundo, ou a primerira divisão em dois sava , serepnet ava , av a, tor 13,o me mo, e o mesmo numero de mortos na contagem de hoje do furacão dean


o para brisas do clio ficara com rachas multiplas do lado da condutora e tinha na sua curva junta ao capot um circulo azul colado, e mais acima na avenida do mediterraneo mora desde ontem ou antes de ontem, os retsos de um outro em cima de um dos cubos com riscas amarelas e vermelhas, cheio de pequeninas pedrinhas,

nas imediações do acidente, trace via do portugues nono das docas, do parque das docas, t ra da ce , da race da via do portugues nono, três circulos em cima de um triangulo em baixo, como desenhadno um trevo de três folhas, pa vaso vi vareta grande do homem aõ, aõ, cão, deduzo, e leio depois he, o cão que aparecera entretanto do outro lado do passeio de pelo castanho grande como um pastor, da clinica do mediterraneo, ox loures odivelas, primeiro do circulo de la, asus dvd.com , no ecrâ , acabarei com ele e tambem contigo, tira o cavalinho da chuva, te digo eu, fotograma parado circulo a do ra da ara portuguesa, espanhol t ava do filme ghost ryder

no vaso dos cartazes aberto se via serpente do circulo do homem da guerra , ze ene ne do sexto circulo do general ce rato, the terminator, da formiga no raio, e em sua frente para ele voltado do nigth mare be fore christmas , cinco setas na casa do diabo em forma de diamante, ou por outro mesmo distinto dizer, ni gato homem do mar segundo do rata e circulo do homem chris serpente suprema do tribunal, ou do furacão ou da té, serpente má`ao pó rato do vaso primeiro de ba de la, isa primeira deitada em ibiza, cote d´azur , quatro estrelas, dido do si subornne, bo rato no fran ss circulo do vaso dos 50.000 euros, que deve ter sido o custo do diamante do suborno e do pagamento da traição e se calahr o numero de mortos que resultante, do circulo da ala do homem do rato, da se, hotel carlton, do carl do tom, josé guerra isa bela ao quadrado do francês clu dos Z et e teresa, circulo homem serpente que ri tia e vincent, a vie ne roso do il ca vareta da mano do circulo do homem do ultimo beijo do sunshine ghost rider, do garo do ró da host, homem os da té rato da vareta do ro da gare da ama má do or e sta vaso do primeiro circulo da arte do primeiro z do ss europeu do dia das muitas ondas ao un Ká, pei xi mé, às do circulo no chinas do mar. muito ovo da portuguesa do pen e s ar, par rapid primeiro, cá serpente ao ino do sin debaixo da figueira do quadrado do vaso espanhol e sserpente pe cta vaso vareta os do os do furacão rá da ostra dos garndes gigas , gant da té al berg ava, av a pen sar lagos furacão primeiro pin ça serpente do céu, vo ar à concha al ria da pe rola pe rato lada quadrado eno ceu co mo ua lua serpente ub do ia

à prova de bala,o amor certamente

ah amada assim foi meu chegar

beijo-te muito em amor

primeiro principe do y da vareta do bo, circulo z da tv, b homem zagalo maior


maria da dupla dor do duplo vaso que se faz triplo dj do dia do principe vaso da vareta de Y, Z

e me subiu em mim o anoitecer das setes maravilhas como se elas fossem só sete e me deu um sono breve e súbito como às vezes costuma acontece nas horas mais estranhas e quando acordei o dia se punha na cidade e no ceu eram visiveis duas grandes asas que se apresentavam m agulo fechado e muito próximas como asas de um condor e no meio dela se via a cabeça do touro como que em osso

set sne

poucos dias antes do dean, um filme da tarde dava conta de como três furacões grandes com raio aproximado ao do dean, cerca de oitocentos e cinquenta quilometros, alterava por completo a atmosfera do planeta e criava uma nova idade do gelo, um forma do corpo se limpar, quando os seus filhos, os pedacinhos peqeuninos muito o estragam

o quinto selo, apareceu visivel no momento deste pum