sexta-feira, maio 30, 2008

OO CC SS NN EE DD CC DD EE EE, está muito dito nestas siglas, se o souberem ler

Oo cc ss sn ne ed dc cd dd dee ee, e t am b em nas ua s v aria sn te s, ou dec l ina ç oe es , tudo na linha v eri c al, ou sej a en t rea terra e o ce u

Oh bandido porta voz dos bandidos, não trago eu paciência nem para uns nem para os outros, e ainda outros que são políticos profissionais, que me pus a pensar, mas será que todos os dias pagam assim as imensas colunas onde estendem suas palavras?, será que é assim que hoje se pagam e se fazem os jornais? Nem uma linha leio, digo já para ficar claro, o de ontem até o comprei, nem sei para quê, deve ser ainda da dependência, ainda não me desabituei de os comprar mesmo assim em definitivo, por ali ficou, nem o abri, até dele me esqueci, está a ver, melhorias profundas face a esta antiga dependência, e depois se escrevo, para que leio, ainda por cima bandidos surdos e mudos, nem há dialogo, está a ver, pois conversar sempre é bom

O h band id o p orta v oz dos ban d id os, n ão t rago eu p ac i en cia ne m p ar a u sn ne m p ar a os o u t ro s, os outros são os poli ticos por fis sio na is, q ue me p us a pen sar, mas se rá q ue todos os dias pa g uam as simas i m en sas co l un as onda este n d em s u as pala v ra s ?, se rá q ue é as si m q ue h g o je se pa g uam e se f az emo s jo rna os? Ne m uma linha lei o, di g o j á para fi car claro, o de one t m at é o co mp rei, ne m s ei para q ue d eve ser a inda da de pen dc ia, a inda n áo me de sabi tu e id e os co mp ra r me s mo as si m em de fi ni t ovo, po rai l fi co u, ne m o ab ria té dele me es q eu ci, est á ave r mel h o ira s pr o f un d as face a est a ant i g a de pen dec ia, e d ep o is se es c r e f v e o, par q ue lei o, a inda por c ima ban d id os s ur do se mud os, ne m h á dia l o g o, est á ave r, p o is c on v e r s ar se mp pp r e é b om

Contudo um pássaro a passar, certamente jornalista, me disse assim, os canos estão vazios não corre lá agua, lhe perguntei, trazem teus filhinhos sede, ele me disse que não, só os bandidos, ah bom se é assim não te preocupes, respondi-lhe e continuei a caminhar

Cont u do um passa ro a passa r, ce rta e mn te jo rna l ista, me d i ss e as si m, os canos es tao av zi os não co r re l á g a ua, l he di ss e, t ra ze m te us fi l h in h os sede, el e me di ss e q ue n ão, s ó os ban d id os, a h bo m se é as si m n ão te pr e o cup es, r es pon di do primeiro ingles e conti n eu ia co mina h r

Sobre o resto, saberá, que quem não deve não trás razoes para temer,
Tambem é verdade que as contas sempre se fazem, e as vezes as moras, são mais elevadas que pagar antes, mas estúpidos e até assassinos, são todos filhos do mesmo Deus

S ob reo r es to, s ab e rá q ue q eu mn cão d eve não t ra s ra z o es para n ad a te mer,
T am b em é verdade q ue as c on t as se mp r e se fa ze m, e as v e ze sas mor as, são mai s el eva d as q ue paga ra ant es, mas est u pido s e at é as sas sino s, são todos fil h s o do me s mo De us

Numa terra distante nada distante, um senhor foi dizer a tribunal que tinha financiado um outro senhor que é chefe de governo, a bela senhora lira , veio então dizer que é preciso pensar em novas eleições, mais umas linhas se acrescentaram mas como são do conhecimento de todos, nem vale de comentar, contudo folgo em saber que países existem onde os tribunais parecem funcionar, não é aqui o caso infelizmente

Nu ma te r ra di s t ante n ad a di s t ante, um s en hor f o i d i ze ra t rib un al q ue tinha fina n cia d o um o u t ro s en hor q ue é che efe de g ove r no, a b e la s en h o ra l ira , veio en tao di ze r q ue é pr e c is o p en s ra em n ova s e l e i c ç o es, ma si uma s linha s se ac r e c en t aram mas como são do c on he cie mn to de todos, ne m vale de co m en t ar, c on t u d f o l go em sabe r q ue pa ise s e x is te monde os t rin « b un a is par e cm f un cio n ar, n ão é aqui o c as o in f e li s m en te

Eu por mim não fui pago por ninguém, me sustenta minha mae e o amor de muitos, pelo contrario, comigo é mais os ladroes e a impunidade que nos tribunais e nas polícias gozam, até meu filho anda roubado e torturado

Eu por mei m n ão f o ip a g o por nin g eu m, me s us t en ta min h a mae, e o amo r de mui to s pe l o c on t r ´ rio co mig o é ma sio s l ad r o es e a i mp uni dad e q ue n os t rib un a si e nas poli ca s g oz am, at é me u fil h o anda ro ub ad oe tor t ur ad o

Depois fala de discutir clausulas ou deixar para mais tarde e coisa e tal menos nada, pois justiça, em direito reclamada, nada vejo, não trago razoes para responder a nada, nem treinar nada, alias não sou treinador e a ginastica que faço , a que eu gosto, é toda uma outra

D ep o is fala de di cut irc l a sul as ou de ix ar para ma si t arde e co isa e t ak m en is n ad a, p o is ju s ti ç a, em di r e to rec n al am ad a, n ad a v e jo, n ão t rago ra zo es para r es po dn e r a n ad a, ne m t reina r n ad a, al ia s n ão s o u t reina dor e a gina s tica q ue f aç o , a eu g os to é to da uma o u t ra

Começem por prender os bandidos, depois talvez aja bases de conversar

Co me ç em por pr en d ero s ban di d os, d ep o is t alvez a j a b as e s de c on v e r sar

Devolvam-me meu filho e meus direitos!

D evo l vam ingles meme u fil h oe me us di rei to s!

E não façam mal aos Amantes Amados, que nem vos passe pela cabeça

En ão f aç am m al ao sa man te s amado s, q ue ne maior vaso do os passe pela ca beça

Eu tenho andado a ver danças, pois às vezes me deixam entrar à borla, o que é bom e de muito agradecer, mas isso sabem todos vós, meus passos, nos intervalos vou escrevendo, talvez esteja pronto no próximo século


Eu t en ho anda do a ve r dan ç as, p o is à s v e ze s me de ix am en t ra r à bor la, o q ue é bo m e de mui to a g ra dec e r, m as iss o s ab em to do s vó s, me us passos, no sin te r val os vo u es c r ev e n do, t alvez es t a j p ron to no pr o x i mo seculo

que belos e belas chegaram à cidade, que as pedras rolem, nada partam, a nao ser a maldade que mora nos coraçoes dos maldosos, essa que seja pela Pedra que Rola reduzida a pó,de preferencia sem cinza e tudo

beijos mil, musica e musicos

gato/a do principe da jc da ce da ep da pj

ad t y nm