quinta-feira, setembro 18, 2008




tremeu agora, ou melhor ontem, ao largo de Timor leste, eco da história da engrenagem no queque às ondas

cruz reme vaso agora, ou mel hor on te mao primeiro argo de T imo do mo do rato leste, e co da hi serpente tó ria da ingles gato rato e segundo a ge mno queque às das ondas

Richard wrigth dos grandes pink floyd para o ceu se foi, uma das melhores bandas de sempre, com uma excelente musica e excelentes letras que infelizmente ainda fazem todo o sentido, teatcher live the kids alone, ou breaking the wall

Ric h ard w ri gato cruz muito do gato rand espanhol pi muito k forte primeiro o y quadrado para o ceu se forte o i, uma das mel hor espanhol ban da sd e se mp rec om uma e x cele ingles te mu sica e e x cele ingles te serpente letras quadrado ue in fe primeiro i zorro mente a inda forte az em todo o serpente ingles cruz id o, teac tc h w rato primeiro ive the ki ds al one, o ub rea king cruz he w a ll

Pelo espirito ouvi, que as ondas estavam finalmente defendidas,

P elo espanhol ps si rito o vaso vi, quadrado ue a son da serpente espanhol cruz ava am forte ina primeiro mente quadrado efe ni da serpente,


Bela degeneres, por aqui a menina me apareceu em estranha posse, como sua mao em seu cabelo, como me dizendo uma pequena madeixa ou o sexto do cabelo, e depois a foi assim ler meio em diagonal, e para lhe ser franco assim fiquei na duvida do que me diria, ou se mesmo não seria tudo isto mais um ajuste, e então olhando sua face ,me pareceu dizer que a menina que aqui é parecida consigo será então a kapa da face da estrela, como de branco estava pressuponho que se fale da tal franka potente, que como não conheço nenhuma, declino ingles francesa anka p da ot da cruz ingles da teresa, será isto que quererá dizer, sendo que a semelhança aqui que me subiu assim de imediato foi a menina com que eu aqui fui falar ali no tal palácio que dizem ser dos negócios estrangeiros, a moreira, como ficou a ressoar o mei, tambem lembrou o tal toiro do mei que agora nas letras aparecera, é sito que me diz? Ou ainda que a diane das unhas grandes é capa da fr anka potente? Vai haver facas entre meninas? Que ninguém se magoe, é meu voto, que a menina já uma vez foi atingida com um carro no meio dee um dos ecos desta história


Be lea de gato ene rato espanhol, por aqui a me nina me ap rec e eu em espanhol cruz rato anha p os se, co mo serpente ua mao em serpente eu cab elo, co mo me di zen do uma pe quadrado eu na me die, m de ix a ouo sex to do cab elo, e dep o isa forte o i as si m ler meio em dia gato on al, ep a ar primeiro he ser franco, as si m fi quadrado eu e ina du vaso ida do quadrado ue me di ria, o use me espanhol mo muito cão se ria tudo is to maís um a j us te, e ingles tao o primeiro h ando serpente ua face ,me par e circulo eu di ze rato que a menina quadrado ue aqui é par e ce ida co ns i gato o se rá ingles tao a kapa da forte ac e da estrela, co mno de branco est ava pr ess vaso p on ho quadrado ue se forte al e da cruz al fr anka p ot ingles te, quadrado ue co mo muito cão circulo on he ço muito ingles h uma, dec primeiro ino ingles fr anc e sa anka p da ot da cruz ingles da teresa, se rá is to quadrado ue quadrado eu rato e rá di ze rato, sed o quadrado ue a semem hp homem primeiro anka aqui quadrado ue me serpente ub bi vaso as si maior de imediato forte o ia me nina com que eu aqui forte vaso e fa al ra primeiro ino cruz al pala cio quadrado ue sd de i zorro ser serpente ne gato duplo circulo is oe ts rato e ge iro sa moreira, co mo fi co ua rato esso ar o mei, ram segundo em primeiro em br vaso do duplo circulo da cruz al toi ro do mei quadrado ue agora nas letras ap ar ce ra, é si to quadrado ue me di zorro da foice, o ua inda quadrado ue a di ane das un homem as gato rand espanhol é capa da fr anka potente foice eva e homem ave rf aca serpente ingles cruz re me ninas foice quadrado ue nin gato eu ms e mago oe, é me vaso do ovo oto, quadrado ue a me nina j á um ave zorro forte dp o ia cruz in gida com um car ron o mei o dee um dos e cos de sta hi serpente tóri a










Este é o frame do video da ascensão que ressoa no pormenor da imagem de background incrustada por detrás da senhora rice ao lado de socrates, num dos jornais dos bandidos, o bastão torneado, e tambem a figuração da kundali

Este é o fr am me do vaso id e o da as circulo ingles sao quadrado ue rato espanhol ss o ano por m ingles o rda i mage m de segundo ac k gato ro un quadrado inc rato us cruz ad ap o rato det ra sd a serpente ingles hor ar ice ao primeiro ado de serpente o circulo rat espanhol, muito um dos jo rna is do sn adidos, o segundo as tao tor ne ado, e cruz a m segundo em a fi gato ur raçao da k un dali


Curioso e múltiplo sentido de leitura para além do que se desvelou agora no corte das letras trás esta fotografia do casal encenada, o que faz ali um bastão de comando de origem africana, que kundali, terá sido despertada no meio do ritual, qual a relaçao dos dois e de caa um da foto com estes elementos e a acção que por detrás está?

Assunto a desenvolver em outras núpcias,

Cu rio serpente oe mu primeiro cruz ip lo serpente ingles cruz ido de lei tura para al é m do quadrado ue se quadrado espanhol velo lou agora no corte da serpente das letras cruz rá serpente est a forte oto gato raf ia do ca sal ingles cena ada, o quadrado ue forte az al i um segundo as tao de comando de ori ge ema fr i cana, quadrado ue k un dali, te rá serpente id o de sp e rato ta da no mei o dori it ual, quadrado ual a relaçao dos do ise dec aa um da forte oto com est espanhol el em ingles to sea ac sao quadrado ue por dee cruz ra serpente espanhol cruz á foice

As sun to a de serpente ingles volver em o vaso cruz ra serpente muito up cia serpente








mais um curioso pormenor neste frame, é visivel um vaso com um pinça que aponta seis quadrados digitais, o vaso dos quadrados digitais das ondas provocadas pela net



maís primeiro cu rio do osso por men do ingles circulo do rato nest e fr am me , é vaso isi vaso do grupo onze com, primeira pinça quadrado europeu da ap da ponta da seis da se do is dos quadrados da di gi tais , circulo do vaso dos q di gi cruz primeira is das ondas pr ova vao circulo ad as pe la net





a pedra das aguas em cascata como onda gigante saido da boca da mulher



ap da pedra pe dr ra das aguas em cas cat primeira com co do circulo giga gan da te sa id do circulo da boca , segunda oca do circulo doca da mul do her




na rotaçao do casal na transiçao da agia para o fogo, é visivel o grito, o munch

na rata ota sao do circulo da asa norte sul na cruz ra ns da sic sao da primeira gi ap do para do forte do gato do duplo circulo , é vaso isi vasol e primeiro elo do leo do grito do circulo do munch, dom un ch


Vós continuais todos a brincar aos véus em pretensas peças de puzzles e julgamentos em diagonal do que deve ser sempre feito em modo claro, então aqui via jornais dos bandidos, todos os dias é masi dos que as tortas maes, eu por mim vos digo, o que já vos disse, minha paciência para estes vosso joguinho acabou, ou melhor está mesmo pelo resto da restea, e quase deixei mesmo de ler vossos pasquins, o que é bom e em mesmo a todos aconselho, visto, primeiro, os jornais terem deixado des ser o local da notícias, segundo, mentem, e terceiro a mentira sempre é perigosa e conduz a desgraça, contudo o espírito me parece sempre indicar os mais importantes,

Vó serpente conti muito ua is todos a segundo ric muito ar ao serpente vaso e us em pr e cruz inglesa sas p eça sd ep vaso zz le se j vaso l game inglesa to serpente em dia gn al do quadrado ue de eve ser se mp rato e forte e i to em modo circulo l aro, inglesa tao aqui vaso ia jo rna is dos bandidos, todos os dias é masi do serpente quadrado ue as cruz orta serpente mae serpente, eu por mim vaso os di gato oo quadrado ue já vaso os di serpente se, min h ap ac i inglesa cia para est espanholas vaso osso jo gui muito h os ac ab ouo vaso mel h ro est á me serpente mo p elo rato espanholas to da rato espanholas tea, e quadrado vaso ase de ix e i me serpente mo de ler vaso osso serpente p as quadrado eu i ns, o quadrado ue é bom e em me serpente mo a todos ac on se l ho, vi to, p rim e rio, os jo rna is te rem de ix ado de ss ero l ocal da no tica serpente, se gun do, m inglesa te me cruz rec e iro am inglesa cruz ira se mp rato e é pe rig o sa e circulo on du za de sg rato a ça, contudo o espanholas pei rato e to me pa rece se mp rato e indica ros maís i m porta muito te serpente

Espantoso como as figuras pretensamente masi importantes do estado a eles se prestam, primeiro uma foto de uma comemoração com muitos marinheiros não a marinha mercante, mas da marinha de guerra, talvez referencia obtusa ao trinta e um da armada, onde um só oficial, olhava de frente, por detrás de cavaco que se debruçava sobre socrates como que dizendo, está a ver aquele ali, não é boa rês, a mim me veio a memória o beijo invertido do terreiro de paço da ultima vez que tentei falar com o bode, do supremo, e cobridor dos juizes corruptos no âmbito de sua função no conselho superior de magistratura que como todos sabem pela lei e função é o local onde se apresentam as queixas contra juizes corruptos, o que me foi como cidadão negado, depois me pus a pensar , e então por onde andará o severiano, que nunca mais apareceu, e me pus a pensar será que o tal de teixeira, que agora me aparecera na factura da carne grelhada metida no pao vulgo hamburger, será ele?

Es p ant oso co mo as fi gato ur as pr e cruz inglesa sa que mente masi i m porta muito te sd o estado a el espanholas se pr espanholas tam, p rim e rio uma forte oto de uma com inglesa o raçao com mui cruz os marin he iro serpente muito cão a marinha mer rca can te, mas da mar ina h de guerra, cruz alvez rato efe ren cia ob e cruz usa ao cruz rin ta e um da ra mad a, onda um serpente ó o fi cie l, o l h ava de fr ente, por det ra sd e circulo ava o quadrado ue se de br vaso ç ava serpente ob rato espanholas o circulo rato e cruz espanholas co mo quadrado ue di zen do, est á ave rato a quadrado eu le al i, muito cão é boa rato espanholas, am mim me veio a m em mor ia o bei jo in vaso e rt id o do te rato rei iro de paço da vaso l tim ave zorro quadrado ue cruz inglesa te i forte al ar com o do bode, do serpente up rato emo, e co br id dor dos ju i ze serpente co rr up pt os no am bit o de serpente al forte un sao no co nse l ho super rio rato de magi serpente cruz ra tura quadrado ue como todos serpente ab em pe la lei e forte un º cao é o l ac al onda se ap rato espanholas inglesa tam as quadrado eu ix as contra ju i ze serpente co rr up pt os, o que me foi co mo cida dao ne gado, dep o is me p usa pn sara , e inglesa tao por onda ana da rá o serpente eve ria ano, quadrado ue muito un ca maís ap ar ceu, e me p usa p inglesa sar se rá quadrado ue ot al de te ix e ira, quadrado ue agora me ap ar ce rana forte ac tura da car ne gato rato el h ad a quadrado met id ano pao vaso vaso l gato o h am segundo ur ge rato, se rá ee el le foice

Depois ainda mais em diagonal, na capa tambem do jornal dos bandidos, a propósito das comemorações dos juizes bandidos, cuja bandidagem reina já a cento e setenta e cinco anos, na sala, o bode, com a mao nas folhas como dizendo a faca, e apontava a um outro que estava por detrás do que se via a frente, parecia assim o patriarca pelo cabelo que em pouco, mesmo muito pouco se via, ao fundo um outro olhava de frente como a reforçar a direcção da leitura, um tapete vermelho, desenhava entre os corpos um faca vermelha que se reflectia na imagem do raio em inglaterra, nos frames que isolei do video em Londres já publicados, o que andam a fazer, senhores, nem mais vergonha tem? Não sabem que os julgamentos se fazem nos tribunais, não é assim que a lei dita?

D ep o is a inda masi em dia gato on al, na capa cruz am segundo em do jo rn al dos bandidos, a pr o p os i to das com inglesa o rações dos juizes bandidos, cu j ab ban dida ge m reina já a circulo inglesa to e set inglesa ta e circulo inc o ano sn a sala, o bode, com a mao nas forte o l h as como di zen do a faca, e ap on cruz ava a um outro que est ava por det ra sd o quadrado ue se vaso ia a fr inglesa te, par e cia as simo pat ria rca p elo cab e lo quadrado ue em pouco, me serpente mo mui to p o vaso co se via, ao forte un do um outro ol h ava de fr inglesa tec omo a rato e forte orça ra di rec sao da lei tura, um tapa e te vaso e reme l ho, de senha ava inglesa cruz reo serpente corp os um forte aca vermelha quadrado ue se rato efe l ct tia ia na i mage m do rai o em in gato la terra, nos fr am espanholas quadrado ue i sol e id o vaso id e o em l o br espanholas j á pub li circulo ad os, o quadrado ue andam da dam a forte az e rato, serpente inglesa hor espanholas, ne m maís vaso e rato gato on ha te maior foice muito cão serpente ab em quadrado ue os ju l a ge mn to serpente se forte az em nos cruz rib un a is, muito cão +e as si m quadrado ue a lei dita foice

Depois mais um enigmático e anzol artigo do viegas da ler no correio da manhã, ou da manha, melhor dizendo, que o leitor e o vizinho, quem lesse o artigo poderá com justeza na forma como está escrito que se trata de um vizinho seu e de um leitor seu, sendo que um leitor, seu, para ser leitor , terá então que entrara em sua casa, e ler as imagens da alma que em cada casa habitam, ou seja é certamente um vizinho espião e criminoso, evidentemente que o bandido irá alegar, que é em sentido figurado e por ai fora ao infinito torto e negativo, contudo não deixava a imagem de ecoar, aqui precisamente em minha casa, no que o bandido por suas palavras descrevia como uma desgraça, iminente, quando a derrocada do domino se invertesse, ora aqui na estante uma parte se inverteu, e para o saber, é certo sinal que trás acesso directo ou indirecto a minha casa e portanto seria caso de policia se a houvesse, visto que continuo sem resposta dos pretensos policias, por outro lado ainda, como não assisti a derrocada contrária, me pergunto mesmo, se em parte o apagão provocado, em noite recente, que sabiam que me faria sair para rua, visto saberem que nem um vela cá tinha, terá sido utilizado para que os ratos e os gatos assim o viessem fazer, isto atendendo a que se trata de um pedaço e importante da imagem sobre o acidente do comboio na california e da queda do aviao russo, portanto os malandros, devem estar com o fogo no rabo, o que justificaria mesmo ter apagado uma parte da cidade, visto que pelos telefonemas que fiz, a coisa logo desvelou sua manha, e o espírito depois mo confirmou, portanto se quem aqui entrou, inverteu então os tais livros, para depois quando eu deles falar, continuarem um qualquer jogo de incriminação a terceiros, não sejam bandidos, que para as vossas manhas, já vos conheço eu de ginjeira, e se nao for cobarde, explique lá isto tudo direitinho, e tudo o resto que já lhe inquiri, a mim parece-me que está com os ditos apertadinhos, seus filhos da puta!

D ep o is ma sis um eni gato am tico e an zo l ar cruz i go do viegas da ler no co rato rei o da man h â, ou da man h a, me k hor di zen do, quadrado ue o lei tor e o vi zi muito ho, quadrado eu m l esse o ar ti gato o po de rá com j us te za na forma como est á espanholas circulo rito quadrado ue set rata de um vi zorro in h os eu e de um lei tor serpente eu, serpente inglesa do quadrado ue um lei tor, serpente eu, para ser lei tor , te rá inglesa tao quadrado ue inglesa cruz rato ar a em serpente al circulo asa, e ler as iam ge ns da alma quadrado ue em circulo ada circulo asa h a bit tam da am, o vaso seja é ce rta m nete um vi zorro in h o espanholas pi a oe circulo rim ino osso, e vi dente que mente quadrado ue o bandido i rá al ega ar, quadrado ue é em serpente inglesa cruz id o fi gato ur ado ep o rai forte o ra ao in fi muito tio cruz orto e ne gato at ivo, com cruz vaso ds on cão de ix ava a i mage m de e coa ar, aqui pr e circulo isa que mente em min h a circulo asa, no quadrado ue o bandido por serpente vaso as pala vaso ra serpente de serpente circulo rato e via como uma de sg ra ç a, i m inglesa i net, quadrado vaso ando a de rato roca ada dodo mino se in vaso e rato cruz espanholas se, o ra aqui na espanholas cruz ante uma p arte se i muito vaso e rato e te i, ep para o saber, é ce rto sin al quadrado ue cruz rá serpente ac esso di rec to ou inde rec to a min h a cas ep porta muito to se ria circulo as ode poli circulo ase do sea hi uve ess e, vi serpente to quadrado ue conti muito vaso o se m rato espanholas posta dos pr e cruz inglesa serpente os poli cia serpente, por o vaso cruz ro l ado a inda, por outro l ado a inda, co mo muito cão as sis tia de rato roca da circulo on cruz rá ria, me per gato un to me serpente mo, se em p arte o ap a gato ao pr ovo circulo ado, em no i te rec inglesa te, quadrado ue serpente ab iam quadrado ue me faria sa i rp para rua, vi st os ab e rem quadrado ue ne m um vela cá tinha, te rá sid o tuti l za do par serpente que os ratos e os gatos as si mo vi esse m forte az e rato, is to a cruz inglesa den do a quadrado ue set rata de um peda aço e i m porta muito te da i mage m serpente ob reo a cin det e do com boi na california e da quadrado eu da do aviao rato russo, porta muito to os m a l na dr os, de eve m espanholas cruz ra com o forte ogo no rabo, o quadrado ue j us ti fi caria me ms o cruz rato e ap a gado um ap arte da cidade, circulo is to quadrado ue pe lo serpente tele forte one ema serpente quadrado ue i fi za co isa l ogo de serpente velo lou serpente ua manha, e o espanholas pei rato to dep o is mo com fi rato mo vaso, porta muito to se quadrado uam aqui inglesa cruz ro vaso, in vaso e rt eu inglesa tao os tais l iv ros, para dep o is quadrado vaso ando eu del espanholas forte a al rato, conti muito aura um quadrado ual quadrado eu rato j ogo de inc rim ina sao a cruz rec e iro sn cão se j am bandidos, que para as vaso os sas manhas, já vaso os circulo on he ç o eu de gin geira, e se muito º cao for co bar de, e x p l i quadrado ue l á is to tudo di rei cruz in ho, e cruz vaso dp o rato espanholas to quadrado ue j á l he in quadrado eu ira mim pa rece do traço da inglesa me quadrado ue est á com os ditos ap e rta din h os, se us fi l h os da puta!

Uma outra brincadeira de tremendo mal gosto liguei a tv um momento e apanhei a entrevista do tal que se diz ser juiz da associação dos juizes, e tive um deja vu, outra vez a tentarem vender o peixe dos erro grosseiros dos juizes, como se fosse este o caso que trazem contra mim, oh suas bestas, acham porventura que muito repetindo a mentira a farão verdade, bem sabemos que assim tentam, mas quem saiba somar, os paus que me meterem neste processo fascista em que me trazem a mim e a meu filho, logo deduzirá sem margem para duvida, que nunca terá sido erro grosseiro, mas sim acto intencional como já o expliquei e fiz demonstração em pormenor,

Uma o vaso cruz ra br inca de ira det rato em inglesa do m al gato os to li ge vaso ia tv um mo m inglesa to e ap na hi e a inglesa cruz rato eve ista dot al quadrado ue se di zorro ser ju i zorro da as sico cia são do ju i ze set iv e um de j a vu, o vaso cruz rato ave za cruz inglesa cruz a rem vaso inglesa quadrado ero peixe dos e rr serpente o gato rosse iro sd os ju i ze sc omo se forte os se est e o circulo as o quadrado ue cruz ra ze m circulo on cruz ra mim, o h serpente ua serpente best as, ac ham por vaso inglesa tura quadrado ue mui to rato ep pet indo a m inglesa cruz ira a forte a ra ove rda de, segundo em serpente ab em os quadrado ue as si m cruz inglesa cruz am, mas quadrado eu m serpente a ib a serpente omar, os pa us quadrado ue me met e rem nest e pr o circulo esso forte as circulo ista em quadrado ue met ra ze ema mim e a me vaso fi l ho, l ogo ded vaso zi rá serpente em mar ge m para du vaso id a, quadrado ue muito un ca te rá sid o e rato ro gato rossi ero, mas si m ac to in cruz inglesa cio muito al co mo já o e x p li quadrado e vaso i e fi zorro demo st raçao em por m inglesa o rato ,

Curiosamente depois da palavras evocar quatro irmãos ou seja quatro maçónicos, aparecia no correio da manha, o ministro da admistraçao interna, com cara de contente e os quatro em fotografias de passe com cara de quem tinham sido apanhados, um deles era esse senhor, um outro da pj e masi dois que já nem sei bem e não irei agora ver as notas, seus malandros, continuo a espera de justiça!

Cu rio as que mente do quadrado da ep do os da pala vaso ra serpente evo car quadrado ua cruz roi rato maos do circulo do vaso seja quadrado ua cruz roma ac oni cos, ap ar e cia no co rato rei o da manha, o min si cruz ro da ad o mis y cruz raçao in te rna, com cara de circulo on cruz inglesa te e os quadrado ua cruz ro em forte oto gato raf ia sd e passe com cara de quadrado eu maior rt cruz em ham sid circulo da ap da anha do serpente, um do p rie mr rio das espanholas e ra esse serpente inglesa hor, primeiro do circulo do vaso da cruz ro da pj e masi do is quadrado ue j á ne mai ro da se ibe me muito cão e rei agora da vera serpente do no da sta serpente, se us maior norte sul e ros, conti muito vaso o a e zorro serpente pera de j us to circulo de corte, primeira!

No entretanto depois da Palavra falar dos bandidos das docas, ao que parece o tal restaurante onde se dera a campanha de apoio a candidatura do durao, ardeu

No da inglesa cruz do rato eta muito do to quadrado da ep do circulo is da pal vaso ra forte norte sul e rato dos bandidos das docas, ao quadrado ue pa rec ota norte sul restaurante onda da se do quadrado e ra do ac da am da p anha de ap oio ac on dida tura do durao da ar de eva vaso

A tecla é sempre a mesma, cada vez que se encontram entalados, esperneiam, mais umas desgraças no mundo acontecem, e depois recomeça a fita a me tentarem por elas incriminar, fugindo assim com o rabo a seringa e acham que as gentes do mundo são estúpidas e não pensam e não vos irao cobrar a quem as faz e igualmente a quem as cobre

A tec la é se mp rea me serpente ma, circulo ada ave zorro quadrado ue se inglesa circulo on cruz ram inglesa cruz al ado serpente, espanholas per ne iam, mais uma sd espanholas gr aças no mundo ac on tec em, e quadrado da ep do circulo do is rec ome ça primeira fi cruz primeira da am e cruz inglesa, cruz uza rem por el as inc rim ina rato, forte vaso gato indo as si mc om o ra bo a set in gato a e ac ham quadrado ue as gato inglesa te sd o mundo são espanholas cruz vaso pidas inglesa cão pen sam inglesa cão vaso os irao co br ar, primeira do quadrado eu ma serpente do forte az e igual e mn tea quadrado eu ema serpente cobre

ww do rato do primeiro vareta do duplo vaso c k homem

kapa quadrado da serpente do forte do homem da di

a s m g primeiro quadrado da serpente








De novo o texto publicado no post anterior mas com corte em todas as palavras de forma a melhor explanar o seu sentido,

o frame que mais próximo da narração da de cima corresponde ao trajecto do vinte e oito, no cimo da rua vitor cordon em lisboa, onde se passaram parte do visto relatado no texto anterior, e onde se ouve no video igualmente aqui já publicado, o som de dois pings, que para alem de a palavra referenciar em exacto, o seu conteúdo no campo das aplicações informáticas na rede, s om é como o que se ouve num sonar de submarino em modo de silencio

o fr am e q ue maís pr ox i mo dana r raçao da dec ima co rr e es ponde ao t ra ject o do vinte e oito, no c imo da rua vitor co r don em l is boa, onda se pa s sara am p arte do vi s to r e la t ado no te x to ante rio r, e onde se o u v en o v id e o igual mente aqui j á pub li c ado, o s om de do is pi n g s, q ue para al em de a pala vaso ra refer en cia rem e x ac to, o s eu c on te u do no cam p o das pali caçoes in for mat i cas na rede, s om é como o q ue se o u v en um son ar de s ub marino em modo de si l en cio

pala vaso ra refer rec ni ar em x cat circulo do om é c omo n um sonar de águia segundo marino em mode de si l en cio cia

p al ava s o ra refer rec ni ar em x cat circulo do om é c omo n um sonar de a guia se g u dn o marino em mode de si l en cio cia

e, e ts, esta imagem se clarificou na minha consciência, co nsi cie n cia, pois tivera ela um primeiro eco que alguém, al gume, assim ao meu passar na rua do patrocínio me mostrara ao lado de um vespa de prata, p rta, um rapaz, ra p za, que ali estava sentado com um camisa assim às riscas, e com uma luva de cabedal de inverno enfiada na mao, que me remeteu pelo sincronismo na analise dos desenhos, sd, da teresa dias coelho, e de outras leituras, para o vinte e quatro horas, vesica g or as , tadeu e letria, contudo depois se me afigurou na distancia da leitura destes primeiros elementos, que a imagem é referencia muito semelhante a este senhor que assim ia no eléctrico, el e ct rc cio, numa altura, noventa e quatro, ou noventa e cinco, em que ainda não existiam, e sis t iam, assim tantos telemóveis, como a dizer a mao negra da vespa que ia no eléctrico ou que corresponde ao local, primeiro do circulo do vaso dao cale, as gentes que ontem na rua ao passar com este preciso ponto do seu trajecto relacionei

e, e ts, est a i mage m se c la rifi co un am in h ac on cie en cia, co nsi cie n cia, p o is t iv e ra el a um p rim e iro e co q ue al g u é m, al gume, as simao me u pa s sar na rua do pat roc i ni o me mo st r a ra ao l ado de um v es spa de p rata, p rta, um ra p az, ra p za, q ue al i est ava s en t ado com um ca misa as si m à s r iscas, e com uma l uva de cab e d al de inverno en fia ada na mao, q ue me reme te u p elo sin c ron is mo na ana lise dos de s en h os, sd, da t e r esa dia s coelho, e de o u t ra s lei turas, para o vinte e quatro hor as, v e isca g or as , tadeu e letria, contudo dep o is se me a fi g ur o u na di s tan cia da lei tura de st es p rim e i ros el em en t os, q ue a i mage m é refer en cia mui to semem l h ante a este s en hor q ue as si m ia no el e ct rico, el e ct rc cio, n uma al tura, n ove en t a e quatro, ou noventa e cinco, em q ue a inda n cão e x is t iam, e sis t iam, as si m t ant os tele mo ve is, co mo a di ze ra mao negra da v es spa que ia no el e ct rico ou q ue co rr es ponde ao l ocal, p rim e rio do circulo do v as o dao cale, as g en te s q ue on te m na rua ao pa s sar com este pr e c is o ponto do s eu t ra ject o r e la cio ne i


pop up remete para uma serie de televisão que a sic produziu e que fora feita por uma produtora de um rapaz que de repente muito cresceu no panorama audiovisual nacional, um tal rui , q ua q lu e r, qualquer coisa, em cuja produtora um dia fizemos um pré montagem, que muito mal correu, e fiquei, fi q eu i, eu com má imagem profissional do rapaz, relacionado, real cio n dao, com a produção, por du sao, do t al magazine de moda que a barbara apresentava, ap r es net ava, e cujo carro, um alfa romeo prata descapotável, d esca pt ove l, em negro, me g ro, numa garagem subterrânea, era o genérico, como se fosse da produtora, ora estando este rapaz ligado a sic, e tendo agora aparecido no texto anterior, poderá então estar, es t ra, t a m bem ligado ou trazer relaçao, el ac sao com as empresas dos pings

pop up r e met e para uma se rie de tele visao q ue a sic pro du z i ue q ue f o ra fei ta por uma pro du tora de um ra p az q ue de r e pente mui to c r es ceu no p ano rama au di o vi s u al na cio n al, um t al rui , q ua q lu e r, q ual q eu r co isa, em c u j a pro du o ra um dia fi z emo s um pré mo n tage m, q ue mui to m al co rr eu, e fi q eu i, fi q eu i, eu com má i mage m pro fi ssi cio n al do ra p az, r e la cio n ado, real cio n dao, com a pro du sao, por du sao, do t al maga z ine de moda que a ba rb a ra ap r es en t ava, ap r es net ava, e cujo car ro, um al fa rome o p rata d es capo t ave l, d esca pt ove l, em negro, me g ro, n uma gara ge m s ub te rr ane a, e ra o g ene ric o, co mo se f os seda pro du tora, o ra est ando este ra p az li gado a sic, e t en do agora ap ar e cid o n o texto ante rio r, p o de rá en tao est ar, es t ra, t a m b em li gado o u t ra ze rato da relaçao, el ac sao com as e mp r e sas dos pi n g s

circulo do duplo vaso do delta do si, ou circulo do vv do Y si, sendo vv, vaso de vingança

vaso nono ge mm