sábado, novembro 29, 2008

este video ao ser no final da manha de hoje , g rav ado e transferido, e co di fi cado, encoding, assumiu por defeito o numero oo7, mais curioso se pensar que existe um oitavo e um sexto, ou seja se pôs no meio, ou seja um trio, o tal trio da grande penetração


este v id e o a o ser no fi n al da manha de h oje , g rav ado e t ra ns fer rid o, e co di fi cado, en condi ingles, ass s um mi vaso por d efe it to on primeiro ero oo7, duplo circulo do seth, maís cu ur rio s os e p en sar q ue e x is teresa primeiro oitavo, ou seja dezoito, ou seja dezembro, e primeiro sex to, o use seja se p ô s no mei oo use seja primeiro trio, o ta al t rio dag rande pe en cruz raçao e ts vaso vi id e circulo, a prim keira do circulo do no fi na al da manha de homem oje da cruz rt ra trans fe rid, ot ra sn ferido, circulo e doc i fi cado en conde cd din ding, maior ass serpente do p rie mr rio mu vaso por d efe oto to circulo em me primeiro ero do oo7, do es pe ia ode sua ma je t ad es ua maje do stade, ma sic ur rio serpente da se pen sar aqui ee c is teresa prime iro oitava e prime iro sex to, c ur rc y dez do vaso do seja se p os no me iro ao car regra, carregar este video, a id e dupla est r e la prike maior, mei c ur rc y k o rato, de noventa quatro, cinquenta e nove, nono da estrela, do ft da p primeiro odo onze, v id e o oo7


quem é esse nono do jardim, e de que jardim falais, do ft, o banqueiro, banqueiro, ou do jardim da madeira, que ainda nao, na it tive, oportunidade, oportunidade, porto para in v es ti gare este ecu t ado p elo es pi rito

q eu em é ess en on o do jardim, e de que j ardi maio rf al ala is, do ft, o ban q u iro, ban q eu iro, o u do jardim da mad eira, q ue a inda n cao, na it tive, oporto uni dade, o pr ot uni dade porto para in vaso es ti da gare este ecu da cruz zorro ado p elo es pi rito dez zorra e ted o bar do ra dez ase sete, dez a set e do dez ase see set, de z a sete do bar do ra do dez a sete, in di do ice a j da ajuda , usb j ane la principal do kanguru laranja, ou da laranja


vos disse que numa dos vossos ultimas brincadeiras ali no jardim, na fonte com folhas e pauzinhos na fonte, que a minha intuição, fora feito propositadamente para tramar alguém, que a factura se tinha expressado numa forca e alguém que lá iria por sua cabeça na casa da mae inteligência, que ecoava por sua vez no ovo da serpente do vulcão, um dos desenhos da visao da prisão,

v os di s se que, cano, canon, n um do s v ossos u l t ima s br bric cna de ira s al ino jardim, na fn orte com fi l h as e p au z in h os na fonte, q ue a min h a ino vaso do tição, f o ra fe it to pr ep posi da sita damen en teresa para t ram ar do am mr al g eu maior, q ue da primeira factura da se da tinha e x press ado numa f orca rca e al gume q ue l á iria por s ua cab beça na c asa da mae intel i g en cia, q ue e coa ava por s ua ave zorro zoror no ovo da serpente do vulcano, vulcano, um dos de s en h os da visao da pisa , pi isa são de pisa , da to torre inclinada em italia

ontem depois de publicar, o texto, ao ver uma noticia no peru sobre o casal judeu que fora morto na sinagoga, belo rapaz sorridente de quem diziam ser sempre assim, um cabeço, apareceu aqui no lado direito do ecrã que trás as cores oto, negro e prata, o cabelo desenhou uma forca, e a coluna que se apresentava a direita , quem le, o ecrã, mostrava e disse o seguinte

on teresa rea d ep o is de pub l i car, o texto, ao ove rata primeira das not ti tic cia no do peru s ob reo casal ju d eu q ue f o ra morto na sin a goga, goa, b elo ra p z a sor rid dente de q eu em di z iam ser se mp rea s si em, um cab e ç o, a ap rece u aqui no l ado direito dec ra que t ra sas cor es oto, negro e p rta, o ca belo dez de s en h o u uma f orca, e a co l un a q ue se ap r es en t ava a direita , q eu ml e, o e c rã, ms ot tar v a e di s se o se gui mn teresa

vesica como um ovo deitado em cor azul prata, ou seja do mar, como a imagem do ultimo texto do sessenta e nove das duas semi colcheias, referido no texto anterior, com um delta do peru sobre o ovo, real state sea arch homes serpente for sale, serpente hi homem ze and rent location en te rata par ren te sis cir y segundo zorro da nota do anzol do ft serpente tate circulo rato zip, da compressão, ou, e , ainda, zorro do ip listining cruz delta pe homes for sale, ou da casa do ford salé, americano e francês, ap art cruz men ts for e w en t foreclosures ne w homes price e cruz circulo to bed to ro om ms dos dois pontos any, ou a ny, bat homem da roca, to om s a ny sea arch homes more fr om da s eta cravada no chao, real es tate s argento voudou s ark oz i co ur rt doll do circulo do anzol home circulo vaso do angulo do triângulo de fogo not be stabbed a ll homem mo st vie w ed ´s ar e gn to, serpente argento

v e sic ac omo primeiro ovo deitado em cor az u l prata, o use seja do mar, com o a i mage m do u l ti ml texto do se s sem t a en ove das du as s emi co l che ia s, refer id on o texto ana teri o rc om primeiro delta do peru s ob reo do ovo, real s tate sea arch do homes serpente for s al e, serpente hi homem ze and rent location en te rata par ren te sis cir y segundo zorro da nota, dinheiro, do anzol do ft serpente tate circulo rato zip, da com press sao, q au dr a tura do circulo, o ue , a inda, zorro do ip lis ti ning cruz delta pe homes for s al e, o u da casa do ford salé, am mer i c ano erica e fr anc es, ap art cruz men ts for e w en t f o rec lo sur es ne w homes pr ice e cruz circulo to bed to ro om ms dos dois pontos any, ou a ny, bat homem da roca, to om s a ny sea arch homes more fr om da s eta cravada no chao, real es tate s ar g en tp voudou s ark oz i co ur rt do ll do circulo do na z u l h om me circulo vaso do angulo do t r ian gula dez de fogo not be sta b bed a ll h om me mo st vie w ed ´s ar e gn to, serpente argento

lembrei-me depois de ter visto, da imagem da espia italiana, numa imagem que uma tarde se desvelou ali em frente a casa com a parede da arcada biselada da pt qualquer coisa, ao lado da estação de caminhos de ferro do campo grande, ou entre campos onde depois ouve a carambola dos carros que um enfiou, en fou, dentro do metro, a imagem está mo livro da vida em seu pormenor descrita, com a visao da galinha dos ovos de salazar, quadros de um pintor qu estavam expostos num restaurante, ou seja pergunto-me se esta forca que agora se simbolizou, terá ver com essa espia, ou se a ela foi, f u ip da, posta

l em br rei do traço da inglesa me d ep o is det e r vi s to, da i mage maior da es pi ia a italiana, n uma mai mage maior q ue uma t arde se d es v e li u al i em fr en te a c asa com primeira da parede bi sela ada da pt q ual q eu rc o isa, ao l ado da e ts sa corte sao de ca minho s de ferro do cam p o g rande, ou en t re cam p os onda d ep o is o uve a caram bola dos car ros q ue um en fi o u, en fou, d en t ro do metro, a i mage m e stá mo l nono ro da vi da em s eu pro rome no r de s c rita, com primeira visao da gali n h ad os ovos de s la az z ar, q ua dr os de um pi n tor do ot rato do t orque, da tor sao, q ue es t ava am e x post os n um r es taura n te, o use seja per gun to do traço da inglesa me se e sta f orca q ue agora se s im bo li z o u, te rá ave rc om ess a es pi a, o use a e la f o i, f vaso do ip da, posta

pt prime, já me recordei, a pt para as empresas, ou coisa e tal, bando miguel horta e costa, nao vou agora detalhar as quase cem mil palavras vezes mil em cada uma delas, deste video, mas foi-me evidente agora ao isto ver, a lembrança entre a posição em seu final, da flauta, do seu bico, no seguimento do pepino, pepino, declina em pepe ino, ou seja do restaurante em atocha, que tambem trás numero de mortos próximo do que agora aconteceu na india, , flauta aqui representa, som, ou seja masi uma vez frequências, e ondas pela net, simboliza tambem, e me recordei agora da tal linha que um dia ouvi, da tal aplicação informática que era vendida aos amigos, do empresário, cá pra mim, cada vez mais me convenço que a penetração com preservativo, é do miguel horta e costa, ou de alguém a ele ligado

pt prime, j á me record e ia pt para do as em me presas, o u co isa eta l, n cao v o u agora d eta alha ra s q u ase sc em mi l pala v ra s v e ze z mi l e m c ad a uma de l as, de ste vi de o, mas f o i do traço da inglesa me e iv e dn te agora ao is to ove ra vera l em br ança en t rea posi sao em s eu fi n al, da fla u t ado s eu bico, no se gui mn to do pepino, pepino, de ll ina em pp e pp e ino, o use seja do r es t aura n te ema da primeira tacha, q ue eta t am e b em t rá s n um ero de mortos pro x imo doque agora c on tc eu na india, , fla u ta au i re pr es eta, s om, o use seja masi uma ave z fer q u en cia s, e ondas pe l ane net, s om bo l iza t am b em, e me record e i agora da t al linha q ue primeiro dia o u vi, da t al ap li caçao in for mat it ca q ue e ra v en dida aos ami g o ss, do em mp r e sário, cá pr ra mim, c ada ave z maís me c on v en ç o q ue a p ene t raçao com per serva tivo, é do mig u el horta e costa, o u de al g eu ema el le li gado

tambem na imagem a tesoura, que recentemente aparecia nas lacas l oreal, depois do rp primeiro cio com a varinha magica da penelope, tambem descrita neste livro, ou seja remete por associação para madrid, e remete tambem que de madrid seja então o podador das maças em nova Yorque, pego eu na tesoura às paginas tantas , e falo das bet beast que se põem a cortar os homens sobre todos os pretextos, os nazis, os ss, e faço como se cotasse o canto do livro negro de capa negra da deportação, ou seja um homem, uma tesoura de poda nazi, um home que trará relaçao com os nazis franquistas, o home que terá o conhecimento desses rituais que agora apareceram reflectidos nas imagens do próprio livro, por outro lado o sofá negro e prata, entra na imagem tambem, e desenha um angulo em relaçao à minha pessoa, ou seja o que me fez o angulo, ou seja mais um que me fez tambem um angulo, sendo que o puxador na porta está na perde do escritório da madeira dos furinhos, o que remete para bcp e para beslan, um administrador do bcp, parece que hoje se retirava, ou seja mais uam vez, uma relaçao, se a houver, entre esse homem e o episódio dos bastões na ilha, foto do publico aqui analisada, dois senhores do comité central tambem parece que se demitiram ou foram convidados a se demitir, um deles trás nome de atum, tum, como dizia meu filho em pequenino quando chamava tio, e um outro da direcção dos intelectuais com quem eu uma vez me recordo no vitoria de ter tido já nem sei sobre que assunto uma pega, uma discussão, ainda no ps, o rapaz seguro, lá vou eu formosa e nao segura à fonte e parto a bilha, foi afastado, ou algo assim, no jornal, uma senhora parecia tirar um cravo vermelho de um arranjo na mesa do congresso, mas parecia tambem estar a po-lo, será portanto do grupo que nos chamou de tendência negra ou algo assim, e que levou à nossa saída, e que depois terao feito mais umas gigasosa, ao longo do tempo, via jaques rodrigues lapa pam mo

t am b e mna i mage ma te soura, q ue rec en te mn te ap ar e cida na s lacas l o real, d ep o is do rp prime iro cio com a varinha magica da p ene lope, eta am b em de sc rita nest e l iv ro, o use seja reme te por as soci ac sao para madrid, e reme te t am b em q ue de mad rid seja en tao o poda dor da s maças em nova y o ru q e, pego eu na te soura às pa gina s t anta se do falo das bet beast q ue se poe ema co rta ro s h om en ss ob r e t u o do os pr e textos, os nazis, os ss, e f aço com o se cot asse o canto do l iv ro negro dec capa negra da de porta sao, o use seja primeiro homem, primeira te soura de poda nazi, primeiro home q ue t ra r á relaçao com do os nazis fr anque ista s, o h ome q ue te rá o c on he cie mn to de ss es rita u is q ue agora ap arc e ram r e for mula one ct id os na si sima mage ns do pro p rio l iv ro, por o u t ro l ado o s o fa ane negro e prat, en t ra na ima mage maior cruz da am e segunda em, e de serpente en home da primeira da a um angulo em r e l aç º ao à min home da primeira pessoa, o use seja circulo do q ue me fez circulo do angulo, circulo do use seja quadrado masi um quadrado da ue me fez cruz da am e segunda em primeiro angulo, serpente en do q ue circulo da p ux ad ado circulo da rna porta e stá na per dedo es circulo do rito ria da mad e ira dos forte do ur rin ho serpente do os, circulo do quadrado da ue reme te para b cp e para segundo espanhol da lan, do primeiro ad min si cruz ra dor do bcp, para ce quadrado da ue homem do oje ser e cruz ira ava, circulo da use seja maís uam vaso e zorro primeira relaçao, sea hp circulo da uve ren cruz r e ess e homem do om em e oe do pi is o do p dos bas to es na ilha, f oto do publico aqui ana l iza da, do is s en hor es do com ite c en t r al t ab me par ce q ue se d emi it iram o u foram c on vi dao s ase sed emi tir, primeiro del es cruz rá serpente sn no me dea cruz primeiro, tum, com circulo do di zorro do ia me vaso do fi l homem do oe maior do pe quadrado da ue en ino quadrado do vaso ando co rc u dez do homem da am ava ti oe primeiro vaso da cruz dot ro da di ire cc sao dos in tel e ct us ia com quadrado da eu me eu primeira ave zorro do me rc e circulo do r do no vito toro tori ria det te rato rt id o j á ne ms se is ob br e quadrado da ue as serpente da un to primeira pega, uam di sc uss sao, a inda no ps, ot ra p az sg ur o, l á vo vaso do eu for masa en cao segur aa fonte e p art circulo da primeira bil homem primeira, forte do circulo do ia f a s t ad di, circulo do vaso da al goa ss em, no jo rn al, uma serpente da en hor primeira par e cia tir da ira rum car vo verme mel homem da ode primeiro da ar rato anjo na mesa doc em gre esso, mas par re ceia iat cruz da am e segunda em me star ap do circulo do traço da inglesa do forte do alo, se rá porta muito to dog rupo quadrado da ue no sc home da am o vaso de t en quadrado da en cia negra do circulo do vaso al goa serpente do si em, e quadrado da ue l evo vaso à no ss asa da aida sida, e d quadrado da ue d ep o is terao forte e it to masi uma giga serpente do circulo das sas, ao primeiro em gato do circulo do st em po, vaso do ia j a q u es rog dr rig vaso da espanhola lapa do pam mo

sobre os jardins, agora durante este tempo da escrita e da imensa espera neste tratamento do up load do video como lhe chamam, mais uma vez meu manto ficou preso ao passar, no angulo de cor de prata do puxador, coisa que está muito a acontecer nestes últimos tempos, pois a porta não abre como deve ser, desta vez me lembrei de uma das ultima imagens do que diz levar as vestes de procurador da republica , o pinto monteiro, onde ele estava com uma mao poisada num puxador e uma outra na chave como a indicar um ovo ou uma vesica, como se me mostrasse, a origem do ovo e do angulo que me levou a prisão, complementado por uma ligação que hoje aparecia no jornal da relaçao entre a cândida e van dunen, que ressoa numa família com mesmo nome, que eram meus amigos na infância dos olivais, se bem me lembro tambem com ligação da família van dunem dos diamante de angola e historias assim, e então agora me perguntei, o que isto quer dizer, fechei a porta e vi ao fundo na parede os dois varões equivalentes em sua altura total ao da imagem da visita de cavaco aos acores, um deles, está torto, invertido, como se fizesse assim um semi arco, ou seja parece que ligação com a minha prisão terá tambem passado por uma ligação à ilha, para alem das já referidas, através do vicente, em textos mais recentes

s ob reo s jardins, agora dura n te est e te mp o da es c rita e da i men sa es pera nest e t rata men to do up lo ad do vi de o com o l he ch amam, maís uma ave z m eu man to fi co u pr es o ao p ass ar, no angulo de cor de p rata do p ux a dor, co isa q ue e stá mui to a acontecer nest es ú l t imo s te mp os, , de sta ave z me l em br rei de uma das u l t ima mai mage ns do que di z l eva ra s v est es de pro cura dor da r e publica, o pi n to monteiro, onda el e est ava com primeira mao p o isa sado n um p ux ad dor e uma o u t ra na ch ave com o a indica rum ovo o u uma v e sic a, com o se me mos t r ass e, a o rig em do ovo e do angulo q ue me l evo ua pr isã o , co mp le men t ado por uma li g ac são q ue h oje ap ar e cia no jo rn al da relaçao en t rea cândida eva van da dunen, q ue r esso a n uma f am í l ia com me s mo no me, q ue e ram me us ami g os na in fan cia dos ol iva is, se b em me l em br o t am b em dc om li g ac sao da f am i l ia van d un em do s dia que mente de ab b n gol a e hi s t ap s ot lo serpente ero roi as as si me en tao agora me pr e gun te i, o q ue is to q eu r di ze r, fe ce hor a porta e v ia o f un do ana par de oo sd o is v aro es e q ui v al en te se m sua al tura t ota l ao da i mage m da vi isi sita de c ava co aos aco r es, um de l es, e stá to rt o, in v e rt ido , com o se fi ze ss sea s si m um s emi arco, o use seja pa rc e q ue li g ac sao com a min h a pr isa o te rá t am b em p ass sado por uam li g ac sao primeira ilha, p ara al em das j + a refer rid as, at r v es do vic en te, em textos maís rec en t es

e loures, no dia da gravação da resistência, a família, lá aparecera, juntamos em mesas próximas, e algo de estranho nessa gravação se passou, alias muitas coias estranhas, como se uma outra gravação tivesse sido feita, loures cuja câmara era comunista salvo erro nessa altura
e lou r es, sn no dia da g ar ava sao da r es sis t en cia, a f am i l ia, l á ap ar e cera, j au un at ramos em mesas pro x ima s e al g ode es t r anho ness a g ar av sao se p ass o ual ia s mui t as co ia s et s r anha sc omo se uma o u t ra g ar ava sao t iv ess e s id o fe i t a lou r es c u ja ca mara e ra com un sita s al vo e r ro ne s sa al tura

b en ur ron, para ceta moll, para da ceta, a cheta, che eta, da seta cetra ceuta ceia, ou seja da morte da menina, oficina do oo mo da moll, mo onze, o que corta as lamelas, la primeira am me primeira la as serpente, com comprimidos cortados, dealer
o mo ll que co rta as do com dos comprimidos, da sne hola, onda homem da hp l a, se dos ângulos un ho

uma breve imagem de gravação anterior se insinua tambem no video, num determinado momento, mais um passe, que alguém terá feito nas cassetes, pois não parece ser coisa natural de seu uso, mais desmagnetização localizada e precisa, desvela contudo em relaçao com uma linha do conteúdo das palavras, uma relaçao com estes dois eventos, pois salvo erro, é relato do que vira na av de ceuta e tambem das mortes que ocorreram com assistências atrasadas, que elevaram a demissão do correia dos santos, é exactamente esse ponto que se ouve, deveria fazer contrição e grade, poi são muitas as mortes, e se demitir

uma br v e i mage m de g r av aça na te i o r se in sin ua t am b em no vi de o, num det r emi ina ado mo m en to, maís primeiro passe, q ue al gume te rá fe i to nas ca s set es, p o is n cão pa rece ser co isa nat ura l de s eu us o, maís de sg mag net iza sao l ocal iza ada e pr e cisa, d eve la c on rato tudo em relaçao com da primeira da linha do c em te vaso do das pala av vaso ra serpente da primeira da relaçao com es t es do is eve en t os, p o is s alvo e rr o, é r e la to do q ue vi ar ana av dec eu t a eta t am e b em das mor te s q ue oco rr eram com as sis t en cia s at ra s sad as, q ue el eva ram a d emi miss sao do co r rei ira dos santos, é e x cat am net ess e p on to que se o uve, d eve ria f az e rc on t rid dao e g ra ad e es e d emi tir

medicamentos, médico tambem, outra vez a assinatura de uma mesma profissão
med di cam en t os, mé di co t am b em, o u t r ave z a as sin a tura de uma me s ma professor fi da iss sao

minesse

o mi en es ess se , é a min ne do ness da espanhola se

ne ss, mons t ero l o ck ne ess

o rr ra f fla