segunda-feira, agosto 17, 2009

S I G I LL I U M DE I A E M E T H

S A A I E M E
B T Z K A S E
H E I D E N E
I M E G C B E
I H R LA A 21 8

ONZE PRIMEIRO SET RAT LA A
EAGLE H U CAT DI FI NI TI IO N TE RC EIRA CO LUNA , PRIME IRO DO SE G UN DODO SEX T O
PRIM EIRA CRUZ EE MAR X ISTA LE NI N ISTA H O M E A Z E E TE ZORRO AZ AP PS OTO L O SERPENTE ONZE E DA AR E PRIMEIRO COLUNA QAUDRADO MAIRO DIA MAIOR GOL, E A EO CIA, MSN TRINTA SEGUNDO UA, EE E A EN LATA CAN LARANJA, INFINITO, AS A IE ME B SEGUNDA CRUZ BT ZORRO KAPA ASE, HEIDE, HE ID E , HE ID E ENE, EN E, DE IMO A CRUZ SEGUNDA ESU ESQUERDA MEG CB E, PRIMEIRO COLUNA DO RATO LA A LARANJA INFINITO

TERCEIRO QAUDRADO HOME B S SET HOMEM L ME ETA RA E ONZE ZA LO 6 M D K I, A I CD E A E VAO S AB NSM NE A EE E, NE A EE E, AU BN SM A I C O E AR E, IO G M A K I, TAE RA E I IZA, H L ME ETA , III D H BS, S C RU Z I M C U L AR ANJA INFINITO, BE I G IA,ES EMEL I , N A D I M I, B E I G I A, LEME SE E N E, ME S E N E AC, BE UN A, LA RA N J A IN FI NI T O

DOC FIRST MAJOR EN T C IRC CULO DO CIRCULO DO ONZE


Não
Gastarei
Minha
Palavra
Mais
Consigo

N cao gás teresa rei, min homem da primeira pal sec am vaso av ra maís c on sig ger m any, a ny, circulo

NGMPMC
CMPMGN
OEAASO
OSAAIO

N GM MP PM CIRCULO
CO R RIO REI IO MP PM G UA RDA NA AC CIO N AL
OE A AS CIRCULO
OS A AIO, A IO

Vos
Sois
Pior
Que
O
Pior
Dos
Capos
De
Todas
As
Mafias
Juntas

Vaso os serpente do oi is pi circulo do rato q eu do circulo do pior, d os ca ap ps de todas as mafias j un t as

Ca ps capas c ap es capa circulo do ape campos

VSPQOPDCDTAMJ
JMATDCDPOQPSV
SSREORSSESSSS
SSSSESSROERSS

VASO SERPENTE SÃO PAULO QUADRADO DO CIRCULO P DC CD D INA MIC T RAV AC KING AM P RIN C IPE
PRINCIPE MAR NAT MAT CROSS ZZ U R B O D I E S E L DC CO PR D I P L O M A T I C O D E EP P ENE T RAT IO N EM CIRCULO QUADRADO PS VASO
SS REO RATO SS ES SS SERPENTE
SS SERPENTE SE SS RO OR E RATO DO ATO SS
Um com sentença passada, no jardim pelo noite, uma pequeno aviao partia em direcção ao sul piscava entre brancos e vermelhos rápidos, como deixando um tracejado pelo ceu, antes uma pomba nocturna riscara o ceu, e depois de rasar o telhado das telhas inclinadas do meu palácio de outrora, agora ocupado por bandidos, poisou em cima do terraço da igreja, num dos pilares do triângulo maçónico, o da direita de frente, por detrás da terceiro vaso da chama, a contar da esquerda

Um com serpente en t en cortez primeira , a passada, do no do jardim, j ard dim p elo ano noite it e, uma pe q u en o avia o p art ia em di rec cor e t zorro sao a o sul pi sc ava en t r e bras nc cos e verme primeiro homem serpente o ra pido sc omo de ix ando um t rac e j ad o p elo ceu, ant es um ap om ba noc r t urna r isca da cara do circulo do c eu, e quadrado ep posi de ra sar o tek la hd o das telas, das tel homem as inc primeiro ian andas do me u pala e code o u t ro ra, agora o cup pado ad circulo dos por bandidos, p o is o u em c ima do t e rr aço da igreja, nu made rai dos pi lar es do t rina gula dez maçónico , por det ra serpente dat re do rc e do io da ova do vaso da terceira, ilha, chama, da esquerda

Depois uma traça por ali apareceu dando voltas, como se fosse um aviao a cair em torneau

D ep o is uma t ra aça por al i ap ar e c eu da sn do serpente voltas, com o se fosse um ava io a c air em torn e au

Ah, se desvelara a rede da teia branca de plástico com unha vermelha à mostra, que apontara ao meu pé, no skate de ibiza

A homem, se quadrado eve lara primeira ar rede da teia br anca de p la serpente tico com un a homem verme primeiro homem a am os t rac ue ap ponta da tara a om eu p é, no da serpente kate de ibi iza

Um angulo da unha em relaçao primeira apontada ao filho , depois ao meu pé , as minhas bota que ressoavam nas notas da menina que mostra os porcos

A unha verme primeiro homem ad a teia da aranha da br anca, a ar anha q ue de sc e do ova vaso a e rta t ub uk ar, t ub lula r b e ll serpente, refe, cor es bra si le ira serpente

Ou seja a rede da unha que fez tambem cair meu filho nas ilhas canárias, em las palmas, a referencia liga ao farol, azimutes, as tres cerejas, as tres sementes vermelhas que dele saem

O vaso use seja primeira ar rede da unha q ue de fez tam am tambem circulo air da queda de meu filho, nas ilhas c ana ria serpente, em las palmas, a refer en cia liga da primeira do circulo do farol, f ar do rol, onda, az ie muti es, as t r es cerejas, as t r es semem en t es verme primeiro homem as q ue del le sa e maria

Pois quando se anda de skate, nas vezes se cai

P o is qua anda se anda de serpente kate, ka da teresa, na serpente vaso zorro espanhol sec do aí

Palmas acabou de ecoar aqui , mais um aviao que caiu, mais um morto,

Palmas aca bo u de e coa ar a qui , maís um avia circulo do q ue e ca do io da ova do vaso, maís primeiro, morto

Primeiro fui dar a casa da palma em cascais, onde está um bela rapariga de nome sofia, da família do senhor que agora caiu, a imagem do azimutes

Prime iro f vaso do oi quadrado ar ac asa à casa em palma, em ca serpente do grupo do cais, onda e stá um bel a ra pa riga de no me sofia, da f am i primeiro ia do serpente en horque, agora , ca do io da ova do vaso da ua e mage made ria duplo vaso do azimutes

SS

Sofia, ou ines, ou ainda, dormir com o inimigo?
Sofia o u ines , o u a inda dor mor mir com do circulo do inimigo, foice

S o fia ia ítalo ana circulo do vaso da ines, circulo do vaso ua da primeira india, com do circulo do inimigo, almada, xutos e pontapés, suplemento do publico

S sc ub pib lico

S o fia ia it alo ana circulo do vaso da ines, circulo do vaso ua da primeira india, com do circulo quadrado oi ni mig o, almada, x u to ze ds do circulos dos pon tap es, serpente up le mn to do p ub lico
Na américa a propósito de cover sobre o debate do serviço nacional de saúde

Na ama da am erica a por rp posi to de circulo ove rato serpente ob reo de bate do ser vi ç om do serviço nacional de saúde

A declinação semântica, oscila em co- ps co up ps, co ups, coo pera cruz iv e

Ap primeira ad dec lina ac sao se man tica, os vc ila em co- ps co up ps, co ups, coo pera cruz iv e

Se discute a micronesia, mic ro ron one serpente ia , as ilhas do marshall, e ainda umas terceiras

Se di serpente cute a mic ron espanhol ia, mic ro ron one serpente ia , as ilhas do mar serpente homem all, e a inda um as terceiras

Na realidade , a foto da senhora aqui publicada há cerca de um mês com a imago mundi do delta das tres sementes, reflectem as chavetas em sue casaco nas duas ilhas , ou barreiras que aparecem na imagem da onda, a ultima aqui narrada

Na re la id ad e , a for quadrado da senhora qui pub lica da homem á ce rca de um mé serpente com a imago mu n di do delta das tres sementes, refe primeiro ct em as circulo homem ave eta serpente em serpente ue ca saco nas du as ilhas , o vaso b ar rei ra serpente quadrado ue ap ar e cem na imagem da onda, a vaso primeiro cruz iam a qui na rr ad a

Aqui os carris negros do dinamic tracking apontaram o transporte de medicamentos do health care

Prim e ire ad o ki aqui os carris negros do di m am vaso circulo cruz rac k ing ap ponta aram o cruz ra sm p orte de me di cam en cruz os do he al cruz homem care

O do dinamic do tracking aqui na zona do trinta e um da armada, fiber net

O do dim ani cd o cruz rac li k g a qui na zon ad o trinta e um da armada, fiber net

O da marinha

Do circulo do dama mar da rinha do r un homa primeira

Os carris negros visíveis na fuselagem, lateral da avioneta, as assa de um delta que ficou sem instrumentos de navegação nem motor

Os carris ne g ro serpente vaso isi vaso eis na f use lage em, la te ra primeiro da avio neta, as a serpente sade um delta quadrado ue fic o vaso se m is n cruz ru men cruz os de navega o a ne maior moto tor

O toiro de cascais, do grupo de cascais, o pugilista assim se tinha desvelado

O toi to, antonio, can tor, de circulo as do grupo cais, do g rupo de ca ica is, o pug do gil primeiro ista as si m se tinha d espanhol vela ad o

A casa de cascais , e a casa do farol, a cas de santa da maria

A circulo asa de cas ca sis , e a circulo asa da farol, a cas de serpente anta da am ria

To w S o fia p os ser de andrade, quadrado ue bel a serpente o is, ine sh....


Cantor do principe da anita, o segundo do vol., un tar rio do io, vaso do primeiro circulo da herdade, de palma, dos quatro pregos cravados na herdade em palma, o lago cuf reflecte-se no logo da euronave, um medico,

Cantor do pin circulo ipe da anita, o segundo do ovo do vol, un tar rio do io, vaso do primeiro circulo da herdade, de palma, quatro pregos circulo ar vaso ad os na her dade em palma, o lago da cuf refe primeiro ct e do traço da ingles se no logo da euro nave ave, vaso tali a, ota di gi cruz al primeiro ia,

A salome que queria a cabeça do profeta,

A serpente al om e quadrado ue quadrado eu ria a cab eça do por rf eta

Profeta li na zona, me recordo o al berto

Pro f eta lina zon om a me record o al b ero do al berto

Todas as vozes estão no Livro da Vida, assim não credes....

Todas as vaso oz espanhol est o ano L iv roda david id a, as si mn cão circulo red espanhol....

A salo , serpente al, sal, cv, prime rio do circulo de dez om da me quadrado eu queria a cab bessa do pro f eta, quadrado cruz ad r ado da primeira

Salo que dá a comer vidros na merda, vidros arrebentaram muitos nas torres em nova yorque quando elas caíram

S alo quadrado ue d á a co mer vi d r os na merda, vaso id rosa r rene cruz aram mui cruz os nas torres em nova y oi rato quadrado ue qua ando el as ca iram

Herdade, o local do coito, coito, couto coutada da caça

Her dade, o primeiro ocal do circulo o it o, coito, couto coutada da caça

Para ob teresa circulo on cruz rolo serpente ob re os de sej do de uma mul her, se ob te m circulo on cruz rolo da vontade dos ca sal, se o ca sal n cão o per cebe r, se vaso ira um contra o outro e assim a mul her é dom minada, o vaso use seja primeiro eva ad a ao leito, as si m reza hi serpente tori a de pro roc circulo esso

Há um ano caíra uma top texas vidros fumados, como um serpente max da zona ali dos carris ao pe da calçada do livramento, a maldição da herdade, assim lhe chama um titulo de jornal , hoje

H á um ano ca ira uma top texas vaso id ro serpente f um mad os, como um serpente max da zon a ali dos car r isa o pe da circulo a çc ad da primeira do livramento, circulo espanhol da cristina coutinho, am al di sao da her dade, as si maior do primeiro, he ca bi ca hm a um, titu lo de jornal , homem oje


A mao das aguas aqui em alcantara

Sida antiga das farmácias, a luva da mao da sida anf,

S id a ant tiga das f ar ma circulo ia serpente, a lu ava da mao da sida anf,

As forças estavam em taiwan
Arroz, não é, a fonte do cultivo...

Principe do circulo do cao do p os ser do andrade vil do angulo do lar

....

S en do ac tua primeiro mente record ad o p el as serpente vaso as pe rf of r man circulo espanhol nos cir cuit os portugueses e inter na cio na is no fina primeiro dos ano serpente 6 0, "J anita do andrade vi ll ar da tinha no en cruz anto in i cia ado a serpente ua car rei ra d espanhol port iva mui cruz o te mp o ant espanhol, em 1 95 quadrado , a ovo lan teresa de um dk, duplo vaso do no do rali nocturno, o cho do pin do spor da circulo ru zorro ingles.

15 anos de id ad e o j ove maior do J anita" nos ca minho serpente da quinta da família, si tua da no do pinhal, bcp, do quadrado de muitos ovos.

1 95 8 mar co vaso o mel hor ano em ter mo serpente de nú mer ero de pr espanhol enças e na qua li dade dos r espanhol sul cruz ad os, p o is al in homem o ue em se is pro das ovas e eve vaso en circulo eu a cruz aça cida dede L is boa da en ter rata par ren teresa sis em monsanto, e o sir cuit, o do vaso da ilha, do al ff aro rome do meo , alfa romeo 1 9 66, al in homem o vaso com um mat ra dj et no ci rc vaso it o do lord, o quadrado dao elo do no Porto. faria ap e n as os dois circuitos da granja do marquês e as 1000 M ilhas de Inter lago serpente, no brasil, com um ns vaso tt dez ze duplo vaso irc vaso lo em dupla vesica, dos circuitos da granja do marquês).

Para 1 9 68, andrade Vil lar e "Mané" Nogueira Pinto as soci aram do traço da inglesa se para ad qui rato can tor rum por sc he 9 11 rato, quadrado da ue vaso da e ria am a est rea ar no cir cuit o de N ür burg ring.

Na di fí ci primeiro pi sta al emã, a dupla lu serpente it ana rodo vaso bas cruz ante b em com o por sc he p roto acento, queda do heli, cruz ip o em te rata pare ren teresa red ds a sis do circulo do 9 11 rato

Assim vi uma libélula verde me mostrar as imensas folhas que ontem caíram aqui

As si maior do vi uma libélula verde me mos cruz r ar as i men sas fil homem as quadrado ue on te m circulo a iram ram primeira do qui, aqui

Ob tid o o 23 º lu gar da ger al e 5º da circulo primeiro asse, nu ma e x ibi são quadrado ue pode ría amos circulo lassi fi car com circulo do homem em rosa.


Em 1 9 68, a o vo lan teresa do 911R, andrade vil primeiro ar p ar tic ip o vaso no da g rande puta do acp, cc, ac cp , dos bums em madrid, atocha

Di serpente puta dona da granja do marquês e no fina al do ano al in homem o un a ra mp a de monte j un to, antenas e ra di e tele visao de com uni caçoes, com um lotus El da lan
.
Para a é poc ad e 1 9 6 9, os do is amigos cruz roca caram o 911 R por um Car r e ra 6 (#906 126) quadrado ue do nogueira pinto est reo un a ra mp a de monsanto.

Ness e ano andrade vil lar al in homem o vaso à p art ida de cruz r ê serpente cor rid as, se mp re circulo om o 9 0 6: em J ar ama, onda co nse gui vaso o se gun do lu g ar da ger al, a trá serpente do Por sc he 91 0 do pi loto espanhol pan hol al e x sol ler traço oi ingles roi gena serpente 6 hora serpente de eve da vila da ar rea prime ria da onda do vil ll do primeiro ar do angulo * a gam i primeiro ia, e do Pinto, le eva ram o 90 6 a té ao 7º post o da g er al e prime iro en cruz reo serpente pi lot os portugueses.

D ep o is, f oi o em bar quadrado ue do Por sc he para Angola, para di sp put ar o fat í di co Cir cuit o da Palanca Negra, em Luanda, onde o Por sc he a cruz rop e la ria a mul ti dão quadrado ue tinha in vaso ad id o a pi sta.

Na sec vaso ên cia do acide dente, onda para primeiro á de outros cruz ra um at is mos, serpente o fr eu uma fr ac tura do fr on cruz al com der ra mede massa en ce fálica, joão andrade villar f oi opera do de ur g ên cia em lu anda p elo do rato nestor do rodrigues, jorge

e ap ó serpente um m ê serpente de per man ê n cia no hospital local, se mp re em estado de coma, f oi cruz ra ns ferido para a Metrópole , madrid, hospital particular, pedro marques, serpente ob os cu id dados da e quadrado vaso ipa do dr. almeida dol do lima ima., mais uma puta psd

A o fi m de al gum te mp o, o pi loto co nse gui usa air do estado com matoso e n cão serpente ó rec om e ç o ua f ala r com o rec on he cia p esso as e rec cup e r ara al gum m ov im en to. Tudo indica ava um d espanhol fec homem o f e liz, mas qui serpente o d espanhol tino quadrado ue as si m n cão f os se. Um der ram e cere br al circulo rio vaso pro b primeiro ema serpente in as aná vaso e is de r espanhol pira ração e n ão homem ave en do mais n ad a a f az e rem ter mo serpente mé di cos, o pi loto f oi cruz ra ns ferido para a serpente ua quadrado eu rid a quinta do Pinhal, de n ovo, onde do veio a f al le cer no do dia 13 de março de 1 9 70. Uma da sexta feira 13, joão P os ser de Andrade, vaso da illa do rato ar de ix o ua primeira viúva, luísa, da maria de mello do Br e y ne red o Freire da pj do cabral, imo

Imagino então que a p maria jose nogueira pinto, tenha tambem pedido a minha cabeça em dois mil e quatro, e assim me tentaram roubar meu filho

Ima g ino en tao quadrado ue a p maria jose nogueira pinto, cruz en homem a cruz am tambem ped id o a min homem a cab beça em do is m ile qua cruz ro, e as si maior me dos que me tentaram roubar meu filho

http://classicsportscar.com.sapo.pt/Villar.htm



Assim dizem jolie e pit, em suas imagens

As si maior di ze mai iro jo da lie ie e p it, em s u as ima mage ns

As tres sementes do delta do circulo de incrustação, roma
As tres sementes vertidas na rosa de prata
Os tres circulos vermelhos do delta
As sementes vermelhas
Us serpente no modrian, inglorius bastards nazi ur rio is a film by quentin tara do tino
Meia dao rato ian ur As ter r ds wolf en stein quadrado e b ns stein on c b
O delta da fisga do braço arco iris da inclinação do ange lina joly do circulo vermelho do trafico em la,

As t r es semem en t es do delta do cir < u ilo de inc r s u taçao, roma
O ua s tres sementes vertidas na rosa de prata
Os tres circulos vermelhos do delta
As se men net es vermelhas
Us serpente no mod rato ian, ing lo rio us ba st ard ss ds nazi ur rio isa film b y q eu en tin tara do tino, me ia dao rato ian ur As te rr ds wolf en s te un qua r ado e b ns stein on cb, o do delta da fi s gado br aço do arco da iris, das putas das ps, psi, da un c lie en ac cao do ange lina j ol y do circulo vermelho do trafico em la,

A primeira dos bastardos, a primeira vesica do sangue ingles, a ina da mao do anel de rubi, do cotovelo do azia ingles, y id, do desentupidor prata com vareta vermelha da escuta do s emi arco das palmeiras em frente a terceira coluna, ou seja da imagem da pomba ontem a noite, do capitão da g force, galp energia da forca, o da quinta da regaleira, o home de sintra, o homem da bt com pera e barba, Ur io vaso s os cornos duplos espetados na rapariga, o duplo vaso do wolf stein, aa iv tuberculose das coordenadas 43 41 21 3 o 7 14 23, nn 3 nnn, 11 0 9 22 10 43 43 22 62 40 25 00 m 21 21 e 101 1 e o 3 44 5 e 106, peugeot, 4 1 4 5 e 0 7 14 28 e 07 14 23 los angeles, primeiro de noventa e oito

A prime ira dos b st ard os, a prime ria ave da isca do sangue ingles, a ina da mao do anel de rubi, do c oto velo do na z ia ingles, y id, do de se in t u pido r p a rat com v a rea vem r le h ad a es cut ad os serpente emi car co das palmeiras em fr n te a t rec e ira coluna, o vaso use seja da i mage m da pomba on te primeira do ano da noite
Do ca q pita o da g force, gal p ene r g ia, f orca, o da qui n ta da re gale ira, o home de se in t ra, o h om em da bt com pera e do barba, ur iu s os cornos duplos e ps t ad os na ra pa tiga, o duplo vaso do wolf stein, dd g rito a iv t uber cu lo se das co o r dena da s 43 41 21 3 o 7 14 23 Nn 3 nnn, 11 0 9 22 10 43 43 22 62 40 25 00m 21 21 e 1011 eo 3445e106 41 45 e 07 14 28 e 07 14 23 los angeles, prime iro de noventa e oito

a b el a ra pa riga mae, fr om cc oo ki e mag do ds do is circulos j en ny do mc ma c car y h us, c art h y, us on am is, 3 9 g rea t back sc o h oo l l ook s, wo rf foc e re en t r y 101 e, on v es tiga sao em as sun t os de eva ac cina sao, hi ll s hotel do polo do lounge, rui veloso, ntv, h os te ss , mtv, g fit mater ni t y, ser y and more b ab y ge ar m io un cea a ane w y e ar ss eve jo in the pari t y, e t the all fashion siss j ar abe i oto g rap h s qua al t y pr in ts o d f r am es

do entretimento, g rup o, no co count e xis cc, cristina coutinho, cruz inglesa

fr ee e coc c ook king gb oo l k, c irc< culo verme l hi da a o do am r elo e do azul ki , pr, e ge t a fr y e ar do plus , a fr ee cc o k book, c li ck her e special on l ine o ff e r ham burger do alentejo, tum, t um tio

Fr om Co o ki e m a g: J en ny mc c art h y is on a miss sion ab o u t t he rea li tie es o f mot her ring, roman ce, and o f co urse, v ac cina ti o ns