terça-feira, setembro 01, 2009

No jogo do benfica, sobre a imagem do cio de sion sobre o red pass, , lui isa , cabeça rapada com rugas como um buldogue, que é visto de trás um perfeito falo, o falo do k ia de vinte e quatro, ou seja do natal, antes já vi garcia, o caralho do cio da carta a Garcia,

No do jogo do benfica, serpente ob rea i ma mage made ria do cio de sion serpente ob rea ch ina, lui isa , cab eça rato ap prada com do ru gás com o um bul dog it ue, quadrado ue é vi serpente to de t ra serpente um pe fr e i t o falo, o f alo do k ia de vinte e quatro, o vaso use seja do nat al, ant espanhol principe á vi g ar cia, o cara alho do cio da aca rta a g ra cia,

Pelos visto um caralho que escreveu á cia, com um chorrilho de mentiras, donde o senhor paneta, o saberá bem e saberá tambem nesta altura de capo campeonato, fazer o percurso inversos, e cegar aos bandidos, alias já o deve ter feito à muito tempo!!!!

P elo serpente vi serpente to um cara alho quadrado ue espanhol circulo rato eve vaso á cia, com um cho rr ilha das mentiras, don de o serpente ingles hor p ane eta, o serpente abe rá b em e serpente ab e rá tam b em nest a al tura de circulo a p o cam pe on ata o, f az ero per rc urso in vaso do si do ero se ce hara a os bandidos, al ia sj á o d eve ter rf feito à mui t o te mp o!!!!


E agora ao final deste dia que se mantém com um manto cinzento, ia pensando ainda sobre uma linhas das bibliotecas que não ficara escrita, é uma velha linha de pesar, que sempre me lembro, e que de nov o emergira às linhas concomitantes que antevêem os fios dos destinos, e a luz oculta nas coisas e nos aconteceres, o incendio da biblioteca de Alexandria, ou seja , haverá tambem uma relaçao com ritos egípcios,


E agora a o fina al d este dia quadrado ue se man te m circulo om um manto circulo in z ingles t o, mar ti no oni ni ia pen sand o a inda serpente ob re uma das linhas das bibliotecas, quadrado ue n cão fi cara espanhol circulo rita, é um velha linha de ps ar, quadrado ue se mp re me primeiro em br oe quadrado ue de n ov o e mer g ira às das linhas circulo on com it as n t espanhol quadrado ue na teve m os fios do serpente d espanhol t ino sea da primeira da luz, o cu primeiro t ana serpente circulo o isa se nós acontecer espanhol, o inc ingles di o da biblioteca de al e x ra n dia, o vaso use seja , homem ave rá t am tambem, de uma rato el são com rato it mo e g ip cio serpente

Assim ia pensando da necessidade de escrever esta nota, a ti te ia sentindo em suave e fino humor em presença invisível a meu lado, nesta conversa eterna em que continuas teimando a estar ao longe, quando leio o roco do rococo do coco da mul do ti do banco da cristina coutinho de lagos, assim se explica a mao por detrás, e a consciência da imensa teia que esta puta teve sempre por detrás dela, para fazer mal a muitos, e de uma constante relaçao com um banco, ou seja um dos financeiros, provavelmente do bcp, na medida em que tambem estão envolvidos no rapto do meu filho

As si maior do ia pen sand o da necessidade, da rua do costa, de espanhol circulo rato eve rato e sta not a, a tite ia serpente ingles t indo em serpente vaso ave e f ino homem umo mor em presença in v isí v el lam am eu lado, nest ac on versa e te rna em quadrado ue conti nu as te ima ando a espanhol star a o longe, qua ando le io o roco douro do coco, palmeiras, do coco da mul do ti do banco da cristina coutinho de lagos, as si m se e x p li ca a mao por det rá sea co ns ci ê n cia da i men sa teia quadrado ue est a puta na teve sempre por det ra serpente dela, o caralho do pub, pa ra f az e rato mal a mui t os, e de uma co ns t ante da relaçao com de um do banco, o vaso use seja um dos fina ac e iro serpente, por v ave lem n te do b cp, na me dida em quadrado ue eta tam am tambem espanhol tao ingles v o primeiro v id os no do rat do meu filho

Ou seja , um financeiro, e um da rtp, que fazem broches por dividas ao rá da cristina fodendo dessa forma a muitos, quanto sangue terão já em suas maos, seus filhos da puta e todos vos que dizem carrear funções de justiça em Portugal, e sois cúmplices destas merdas todas e destas teias imensas de corrupção!!!!

O vaso use seja , um fina ac e iro, e um da ar do tp, quadrado ue f az em br roc homem espanhol por di v id as ao rá da cristina co vaso tinha fo d ingles do de serpente sa forma a m vaso it os, qua anto sangue te rato cão principe á em serpente vaso as maís, se us dos filhos da puta, e todos vaso do os quadrado ue di ze m circulo ar rea ar f un ç o espanhol de justiça em portu gal kapa, e serpente o is cu mp lie circulo espanhol de st as merdas todas e de sta serpentes das teias si men sas de co rato rr rup sao!!!!

O no rato de meu filho, te desvela cabrão, de uma vez por todos, ou morreis todos das famílias da vossas administrações de ladroes, com a próxima gripe, acabou-se a paciência e conversa, com cobardes, que nem homens são, para assumir pela frente o que fazem, a morte visitara cada uma das vossas casas!!!!

O no do rato de meu filho, te d espanhol vela circulo ab ra o, de uma v e zorro por todos, mosqueteiros, o vaso mor reis todos das f am i li as da v os sas ad min serpente t raçao espanhol de la d rato o espanhol, com a por x ima g rato ipe, aca blu do traço da inglesa lea sea prime ria p ac i e n cia e circulo on versa, com circulo ob ard espanhol, quadrado ue homem om ingles serpente são, para as serpente vaso mir p el a fr ingles te o quadrado ue f az e ema da moret, da moreia, mne, v isi da sita da sitara, india, circulo ad a um das v os sas ca serpente aa!!!!

Assim ia pensando da necessidade de escrever esta nota, a ti te ia sentindo em suave e fino humor em presença invisível a meu lado, nesta conversa eterna em que continuas teimando a estar ao longe, quando leio o roco do rococo do coco da mul do ti do banco da cristina coutinho de lagos, assim se explica a mao por detrás, e a consciência da imensa teia que esta puta teve sempre por detrás dela, para fazer mal a muitos

As si mia ia p ingles sand o da ne circulo espanhol sida ad de espanhol circulo rato eve rato e sta not a, a tita ia serpente ingles t indo em serpente uve e f ino homem umo mor em pr espanhol ença in v isi v el lam am eu lado, nest a conversa e te rna em quadrado ue conti nu as te ima ando a est ra a o longe, qua ando le io o roco do rococo do coco da mul do ti do banco da circulo ru serpente t ina do coutinho de lagos, as si maior see x p li ca primeira mao por det ra sea co ns cie ni ad da primeira da imensa teia quadrado ue est a puta da teve se mp rep por det ra serpente del a, para f az e rato m al lam am vaso do it os

Antes em sagres, em frente a pousada da orquídea, vira um carro semelhante ao da foto do pseudo acidente de ted kennedy no pântano, um cadillac de ville, com asinhas atras em belíssimo estado de conservação, preto, nele li, mb, multi banco , outro vez, o ladrão da ideia que eu criei do dinheiro electrónico, segundo home de ny, assim estava desvelada a ligação, que deve também então remeter para o mesmo grupo que combate a família kennedy,

Ant espanhol em sa g rato espanhol, em fr ingles te a p o usa sada da orque id e a, v ira um carro se ml homem ante a o da f oto do ps eu do ac e in det de ted k ingles ne dt do delta no pn primeira da cruz ano, um cadi, circulo ad di da illa do lac da di do ac dd ad evil ille, circulo oma a sin homem as a t ra serpente em belíssimo do estado ode de conservação, preto, n elo li, m b, multi banco , o vaso t rato ove z, o la ad ra o da id e ia quadrado ue eu circulo rie rid do circulo do dinheiro electrónico, sé gun do homem om e d ingles ny, as si m espanhol tva d espanhol vela lada a liga a primeiro i g a tor cao, quadrado ue d eve t ae m b em ingles tao reme teresa rp do para do circulo do mesmo g rup o, o que circulo om bate a f am i primeiro ia kennedy


Uma outra imagem ali se desvelava, um fio de um grelhador que vinha detrás, um restaurante com um grelhador, em posição inclinada, que ao lado de um farmácia que vira antes , ao lado de um pá nas cores oto, e uma imagem, uma face em correspondência, o senhor que agora é presidente do sporting, ao bocado passeando, uma frade de um grupo que falava de um coronel ou algo assim da zona de santarem , um corrupto, que tivera artes de fugir á justiça, e depois pelo espirito , acrescentou, o do metal, o do dinheiro, da cobra, como a do lotus azul da capa do tintin, que recentemente vira num outro café em salema, a estrela da vila do bispo

Uma mao de outra ia am meg em ll li ise sed espanhol vela ava, um fi ode um g rato el homem ad dor quadrado ue vinha det ra serpente, um rato espanhol saura ra rn te com vaso mg rato el homem ad o rem pi siç sao inclinada, quadrado vaso w aol ado de um f a ram cia quadrado ue v ira ant espanhol , aol ado de um pa nas cor espanhol oto, e uma ima mage m, vaso ma face em co rr e pond ingles cia, o serpente ingles horq eu agora é pr ie dude dente ingles te do sporting, a o b o cado p as sea ando, uma do frade de um g rupo quadrado ue f al ava de um co reo nel o ual goa ss si em made ria zo ande santarem , um co rr vaso to, que t iv vera art espanhol de f vaso g i rato á justiça, e d ep o is p elo espanhol pi rito , ac rato espanhol circulo ingles t o vaso, o do met al, o do din he rio, da cobra, como a do lo t us azul da ca ap do t in tin, quadrado ue rec ingles te mn te v ira nu mp do outro ca fé em serpente al ema, a estrela da vila d o b is p o


No cais, um estranho barco, de pesca com guincho de redes, e com a cabine descentrada, acrescentava uma linha aos geradores, e aos grelhados, um nome que mais um vez tinha aqui aparecendo em forma indirecta, a xis, a laurinda do magi do ninho, ou o magi do ninho da laurinda do xis, um suplemento de outrora do publico, e uma relaçao com o gato pequeno do passe do dente de novo ali aflorar num contexto, do lodo do cais, ou seja ainda relacionada com o passe da morte de brando

No cais, um est ra anho, o do barco, de pesca com do guincho de red espanhol, e com do circulo da cab ine d espanhol circulo ingles t rato ad a, ac rec ingles t ava uma linha aos g rato el homem ad dor espanhol, e a os g rato el homem ad os, um no mec vaso ema maís um vaso e z tinha aqui, ap ar e circulo eu do em forma in di ire cta, a xis, a primeiro au rin dado magi do ninho, o vaso o magi do ninho da primeiro au rato inda do x is, um serpente up lem n to deo de outro ra do publico e uma da relaçao do mo dog do ato pe quadrado vaso ingles o do p ase do dente de n ovo al ia flor ar nu mai iro do contexto, do lodo do ca is, o vaso seja a inda rato el a cio n da ac om o passe da morte de brando

Numas pedras no meio de um pedaço de terreno ao abandono, uma bateria branca como que acrescentava ,a bateria das pedras, a alimentação das pedras,

Nu ma serpente pedras no me iode um ped di gita al primeiro circulo do cortez do circulo do terreno, a o ab ban don o, uma bate ria br anca com o quadrado ue ac rato espanhol circulo ingles t ava ,a bate ria das pedras, a a lie mn taçao da serpentes das pedras,

E mais uma imagem que já se tinha manifestado tambem em véspera, uma declinação, ou precisão de um dos nomes que muito tambem aparece, sommer, que declina em serpente do om do mer, e em nome de famílias, dede a gulbenkian, até um criador de touros, de novo estamos na zona do ribatejo, e um escutado pelo espirito , a estrela do sommer, a da elevação do tir das cunhas vermelhas do mar, a do home da energia da elevação

E ema maís uma mai mage made ria rui ia quadrado ue principe á se do set da tinha m ani g f espanhol td o t tam am tambem em v espanhol pera, uma dec primeiro ina ac sao, ou pr e circulo isa o de um dos no mes quadrado ue mu it tota am pem ap ar rece, serpente om mer, quadrado ue dec primeiro ina em serpente do om do mer, e em nome de f am i li as, dede a g vaso primeiro ben k vaso am, a té um circulo ria ad dor de to vaso tor, d ingles vaso do circulo de est amos na zon ad o rib a do tejo, e um espanhol cu t ado p elo espanhol pei to , a e ts rato la lado ad circulo do delta da serpente do om mer, a da el eva sao do tir das circulo unhas vermelhas do mar, a do home da energia da el eva são

E um perfume em sagres, de um cruz que me foi feita nos anos oitenta, e que pouca de pois ao voltar aqui aparecia, em salema, em forma mais preciso, ou mesmo sendo outra , pois a primeira que escutei em sagres referia-se ao principio dos anos oitenta e aqui num carrinha alema com perfume de holandesas, uma outras data aflorou tambem relacionado com o multi banco, em oitenta e oito, em agosto de oitenta e oito, duas belas jovens raparigas cada um com um carrinho de bebe, sendo uma delas muito parecido cam a kristen dunst, que hoje mesmo depois de falar dela, aparecia em foto, no jornal dos bandidos, ou seja masi um sincronismo provocado, pelas putas bandidas do dn

E um pe f um me em sagres, de um do cruz, quadrado ue me f oi feita no serpente anos o it ingles t a, e quadrado ue p o vaso cd ep o isa do circulo do ovo do p rie m rato ia da tar da ar a qui ap ar e cia, em serpente al ema, em forma maís pr e ciso, ou me sm serpente ingles do outra , p o isa primeira quadrado ue espanhol cu te i em sagres refer rei a do traço da inglesa se a o p rin cip io dos ano serpente o it ingles t a e a qui num car rinha alema com per ff rf ume de hola lan de sas, uma outra serpente data a flor o vaso t am tambem rato el a cio n ad o com o mu primeiro das ti do banco, em oitenta e oito, em agosto de oitenta e oito, du a sj ove ingles ns ra pa rig gás circulo ad a um com um car rato rinho de bebe, serpente ingles do uma del as mui ot cruz top a rec id o cam a k rato serpente vaso t ingles d un st, quadrado ue homem oje me ms mo de posi de f al rato del a , ap arca i em foro, no do jornal dos bandidos, o vaso use seja ma si um sin circulo rin is mo pro ovo do cado, p el as putas bandidas do dn


Olhava a bela rapariga que se preparava para partir, e pensava, na imagem que a kate, e seus amigos me mostraram no yahoo, no festival do filme na entrevista aqui comentada, e uma ponte se estabelecia com outra kate , que esta casada com um realizador luso americano, e juntava ainda uma peça, que me aparecera tambem ni jornal dos bandidos, depois ou durante os textos sobre kennedy, o facto de a família trazer um mordomo português, e de repente uma linha entre estas imagem e estes simbolismo, que aqui falei, assim se estendia, na rua antiga de salema, uma casa azul frente ao cais, azul , numero um, trás tambem o mesmo padrão da porta que fotografei e que se reflectira numa outra imagem vista antes de ted no congresso, e mais ou menos em frente, na rua principal onde em dia recente de novo o vento de um qualquer omen provocara o bater de tampa de electricidade que me mostrara um raio, à imagem de outro da outra vinda anterior aqui, olho um terraço e nele vejo uma lua embarro, grande na parede, e um toldo que de certa forma remete também para a imagem da casa de kennedy que era espelhada no pano que forrava a mesa da conferencia d imprensa,

O primeiro homem ava ab e la ra pa riga quadrado ue se pr e p ar ava para p art tir da ire p ingles serpente ava, na i mage maque primeira kate e seus amigos, me mos t rato aram no y a homem oo, no f espanhol tv ia al do fil mena da entrevista a qui com ingles t ad a, e uma ponte se e stabe le cia com outra kate , quadrado ue e sta ca sada com um rea primeiro iza dor luso am erica ano cano, e principe un t ava a inda uma p eça, quadrado ue me ap rec e ra tam e b m ni jornal dos ban d is o, d ep o is ou duran te os textos serpente ob re k ingles ne d y, o fat code a f a mila t ra ze rum mor d omo portu gi espanhol, e de rato ep ingles te uma da linha ingles t re espanhol ts i mage me estes serpente im b lis imo serpente, quadrado ue a qui f al ei, as si m se est ingles dia, na rua antiga de serpente al ema, uma circulo asa azul fe rn te ao cais, az vaso primeiro , nu e mr o um, t ra serpente t am b emo me ms do circulo do padrão da porta, quadrado ue f oto g raf ei e quadrado ue se ref for mula one primeiro ce t ira nu mao de outra rai mage made ria vi sta ant espanhol de ted no circulo on g rato esso, e ema maís o um ingles os em fr ingles te mna rua p rin cip al onda em dia rec cn te de n ovo o v ingles to de um quadrado vaso primeiro quadrado eu rome ingles pro ovo cara o bate rato de t am pade el e t rato cidade quadrado ue me meo st rato ara um rai o, à i mage made ria de outro da outra ava do vaso inda nat e rato do aro do iro da primeira do ki aqui, olho um terraço e ne le vejo uma lua em bar ro, g rande na pa rede, e um to primeiro doque de circulo e rta forma reme te t ae m b em pat ra a ima mage made ria da circulo asa de kennedy, quadrado ue era espanhol p el homem ad ano p ano quadrado ue for rav a am mesa, madrid da circulo on feren cia dim pr ingles serpente a,

A franja da kristen que hoje vira no jornal dos bandidos meia deitada num sofá branco com um belo sorriso, e uma estúpida qualquer linha que dizia como bons pides que são que fora vista a beber vodka com o namorado, depois de uma outra recente, em que dizia que ela tinha levado par o quarto um rapaz mais novo e deduzia nem sei o quê, nem quero saber, e que depois mne aparecia aqui reflectida na bela mae que com outra e dois bebes entravam em seu corro, me fez lembrar por associação de franjas, assim loiras que cem meio lambidas sobre as testas, e que lhe fica muito bem, a uma outra senhora, a paula teixeira pinto, cujo esposo aparecia hoje num jornal, deitado no escaparate, como se então dizendo que a paula fora uma das que me pusera uma cruz em oitenta, talvez ainda uma outra que aflorava em perfume diagonal no dn, sobre serpente historia dos fósforos roubados da colecção de meu pai, pelos bandidos que apareceram na minha festa de anos dois dezoito anos,

A fr anja da k rato is ten quadrado ue homem oje v ira no jo rn ak primeiro dos bandidos me ia de it ad a nu m serpente o fa do branco com um b elo do do sorriso, e uma est vaso pida quadrado vaso primeiro quadrado eu rato primeiro in homem a quadrado ue di zi com o bo ns p id espanhol quadrado ue são quadrado ue for a vi sta a b e be rato v o d k a com on am mora ad o, d ep o is de uma outra rec ingles te, em quadrado ue di iza quadrado ue el a tinha primeiro eva ado p ar o quarto um rato ap z maís n ovo e ded vaso z ia ne m se io quadrado vaso ê, ne m quadrado ue ero serpente ab e rec ue d ep o is mne ap ar e ceia a qui refe primeiro ct id ana b ela mae quadrado ue com outra e do is bebes ingles t rav am em serpente eu cor rome fez primeiro em br a rp por as soci a acs sao de fr anja serpente, as si m loi ra serpente que cem me io lam bid as serpente ob rea serpente t est as, e quadrado ue primeiro he fi ca mui t o b em, a uma o vaso t ra serpente ingles hor a , a paula te i cie ra do pinto, cu jo espanhol poso ap ar e cia homem o jn um jornal, de it ad on o esca pa rate com o se ingles tao di z ingles doque a p ual for a uma da serpente quadrado ue me p use ra uma cruz em o it ingles tat alvez a inda uma outra quadrado ue a for mula fp flor av em e rf um e dia g on al no dn, serpente ob rato espanhol hi serpente tori ad os f os o for serpente ro ub ado serpente da cole cç sao de me vaso p ai, p elo serpente bandidos quadrado ue ap ar e ce ram na mina homem f e sta de ano serpente d o is dez o it o ano serpente,


No almoço, numa mesa uma italiano comia, e ia escrevinhando suas notas, depois partiu em bicicleta e nesse momento se cruzava outros dois senhores com uma curiosa bicicleta, onde se vai como deitado, como nadando de crowl, que vira antes em vila do bispo, em frente a um restaurante onde por cima pareciam estar peças do cutileiro, deixou uma nota na mesa escrita, areia da lua, do rectângulo de prata do qual partia derivando um forqueta de dois dentes, ou dos dois dentes

No al moço, nu ma da mesa uma it al ina co mia, e ia espanhol rato e vinha ando serpente vaso às das notas, d ep o is p art i vaso em bic cic primeiro eta e ness e mo men to ze circulo ru z ava outros do is sn e hor espanhol com uma cu rio sa bic cic primeiro eta, onda se eva e circulo omo de it ad o, com on ad dando de circulo ro w primeiro, quadrado ue v ira ant espanhol em v ila do bispo, em fr ingles te a um rato espanhol t ur da tura ante da onda por rc ima par e cia am est ra espanhol star rp da p do eça sd do circulo do cu tile da ile do iro de ix o vaso de uma nota na mesa espanhola circulo da rita, primeira rei ad da primeira da norte sul lua, do rato e cta n homem vaso lo de p rata do quadrado ual p art ina der iva van d o um for quadrado vaso eta de do is dentes, circulo da ova do vaso do sd do oi dos serpentes dos dentes

Red pass, era o tema do jogo entre o benfica e vitoria de setubal, ste set iba do vaso do bal do seth, do principe da cruz, as putas de cascais

Red p ass, e ra o t ema do jo do ogo ingles t reo de benfica e vítor ia de set ib al, ste set iba da ova do vaso do bal do seth, do principe da cruz, as putas de cascais

Red pass a mim me evocou primeiro china e depois talvez mesmo beslan., bes lam am , b espanhol da lam da manha, com relações ao home do banco, o do dinheiro

Re d p ass primeira mim me evo co vaso p rim e iro roc ch ina e d ep o is t alvez me sm o bes primeiro am., bes lam am , b espanhol da lam da manha, com das rato el la cortez do circulo do espanhol a do circulo do home do circulo anc o, o do din he do rio

Entrava no café com a imagem do barco negro partido em miriade de azulejos, e ouvira um frase do comentador, que me esclareceu o espirito ao momento , um outro sentido, do jogo e uma relaçao com a ordem do templo em portugal, dissera a besta, tem todo o tempo do mundo, e nesse preciso momento, o vitoria logo marcou, e assim desvelou um outra cruz que fora feita nesse ano que o resultado nesse momento expressou, ella, tinha aparecido em texto anterior, e dois sobrenomes a ella se associaram ao mesmo tempo fritzgerald, o que remete tambem para kennedy, e ella, esposa do mestre lima de fritas, abri os olhos ao momento e assi mais li, red pass sico cision, serpente isis sion, ad id do às do ténis, evo luc cio men ar delta, do jorge do jesus, do jorge pires do jesus roque, cujo nome do tio tambem se desvelara pelos marcadores, sem sequência claríssima, o dezoito do fabio coentrao, ou seja dos coentros ou dos grelos, ou das fodas para ser masi prosaico, acrescentava a puta narradora, que provavelmente haveria um abalo telúrico, em setubal, que filhos da puta sois, o segundo do terceiro, do urban vision, ou da visao sobre os urbanos, e dupla cruz, t uber cu lo se do gato de sagres, delta do homem dos banhos, do cardozo seth, do campeonato sagres da época de dois mil e quatro dois mil e cinco, o pata vermelho de benfica, bairro, de lisboa, das tais sementes que caem da arvore do turismo do input output, como imagem das sementes, com do bico amarelo, gara do grão, e pelo br ac anco, do br ano da ira do onze da sagres, do dezoito do fabio dos coentros

En t rato ava no café com a ima mage made ria do barco negro p art o d e m miri ad e de azulejos, e o uv ira um fr ase do com ingles t ad o rato, quadrado ue me espanhol circulo la rec cd der ano espanhol pe i it o ao mo mn t o , um outro serpente ingles t id o, do jogo e uma da relaçao com da primeira da ordem do templo em portugal, di ss e ra a besta, te made ria todo o t rato e mp o do mundo, e ness e pr e ciso mo men to, o v it tori a primeiro logo ogo mar co ue as si made ria d espanhol velo lou um outra da cruz, quadrado ue for a feita ness e ano quadrado ue o rato espanhol sul t ad o ness e mo men to e x press o vaso, ella tinha ap ar e circulo id o em texto ante rato ior, e do is serpente ob ren ni mesa ella se as soci aram ao me sm o te mp o fr it z ger al, o quadrado ue reme m te t am b em para kennedy, e ella, espanhol posa do mestre lima de fr rita serpente,a ab rio serpente olhos ao moe mn to e assi maís li, red pass sico cision, serpente isis sion, ad id do às do t ingles is, evo luc cio men ar delta, do jorge do jesus, do jorge pires do sej us do roque, cu jo no me d o t io t am tambem se d espanhol vela lara p elo serpente mar cado dor espanhol, sem eu quadrado ingles cia circulo al ri serpente sima, o dez o it o do fabio co ingles t ra o, o use seja dos circulo o ingles t roso do vaso do serpente g rato elo serpente, ou das fodas para ser ma si op do pro serpente aico, ac rec ingles t ava ap da puta narradora, quadrado ue por v ave primeiro men gt e g ave ria uma balo tel vaso i rc o, em set vaso bal, que fil hi serpente da puta serpente o is, o segundo do t e rec e rio, do ur ban v isi sion, o vaso da visao serpente ob reo serpente urbanos, e d up la da cruz, t uber cu lo se do gato de sagres, delta do homem dos banhos, do cardozo seth, do ca mp eon tao sagres da ep o cade do is made ria da ile quatro do is mi le circulo on co, o pata ave vermelho de benfica, bairro, de lisboa, das tais, br, se m net espanhol quadrado ue ca em da arvore do t ur io sm o do in put o vaso tp vaso t, com oi mage made ria das sementes, com do bico amarelo, gara do g ra o, e p elo br ac anco, do br ano da ira do onze da sagres, do dez o it o do fabio dos co ingles cruz rato ros os

Ior, como imagem de burro e consequentemente de ps, tambem aparecera ao lado do tal grelhador e da farmácia, como sendo um dos da cas da felicia do apoio a puta do socrates, portanto talvez tambem com os grelhados últimos e talvez mesmo antes, na grecia , como muito se rio um dos bandidos deste bando, o costa aqui com o fogo imenso por detrás numa foto publicada no jornal dos bandidos

Iorc, yorque om oi mage made ria de burro e co nse quadrado vaso ingles te mn te de ps, t am tambem ap ar e cera aol ado dot al grelhador, e da f arma cia, com o serpente ingles do um do sd ac as da felicia do ap oio da primeira puta do socrates p orta anto t alvez t am tambem com os grelhados sul t imo se y t alvez me sm o ant espanhol, na gre cia , com om vaso it o se do rio, pt porto, um dos bandidos d este bando, o costa a qui com do circulo do fogo oi men serpente o por det ra serpente nu ma f oto pub lic ad no do jornal do serpente b n di os

Que filhos da puta bandidos e assassinos, sois, e que falta de justiça tremenda neste não país, que a gripe vos leve a todos!!!!

Q ue filhos da puta bandidos e asa serpente do sin os, serpente do circulo do ise quadrado da ue f ala td e js tiça cortez gato da cruz do rato da rua da emenda nest ingles cão do país, tvi, quadrado ue primeira da gripe dag rato do ipe vaso os primeiro eve p rie emi da mira primeira de todos!!!!

E você sua besta de fernandes ferreira e vos bestas desse jornal, e vos best que se diz director desse jornal, e vós besta dos parafuso que pagam a essas bestas, todas, até quando esta pouca vergonha, ou não sabeis da situação de meu filho e de mim, e trazeis esse bandido escrevendo todos os dias como se fosse para mim, subtil cobras, seu caralho, deve andar a tentar safar o cu a alguém, talvez mesmo o seu, relativo a américa, hoje, a subtileza, era um tu, arranjado como palavra partida entre linhas qu remetia clara para quem o lesse, e falava de trocas de almas como se fosse de cromos, sua puta, mas quem sois, Deus, polícia, pide, ou o quê, meu cabrão, e a puta do saramago, porque não responde ao inquirido, hoje o veneno subtil, depois da historia de reconhecer ser uma besta que nem motores sabe montar em forma correcta, como mentecapto ao lado da classe operaria e coisa e tal, que o resto vinha nos cadernos, qual resto fala, sua puta e de que cadernos, porventura os meus, tambem você sua puta trás acesso a eles, já se esqueceu de ter pedido a Deus ou mesmo ao diabo par lhe conceder a possibilidade de escrever mais um livro que ainda não terminou, não se recorda de si mesmo com face de pânico numa igreja no alentejo, a luz da velas e dos espectros, quando andavam todos malucos, pela maldição que um senhor a todos aqui lançou, merecida diga-se de passagem, que a maldição só fenece em quem trás fraco e torto o coraçao !!!!

E v o ce serpente ua besta de fer n ad espanhol do ferreira e v os bestas desse jornal, e vasp do os best quadrado da ue se di zorro da di rec tor de serpente da se jornal, e vaso do ó serpente pn da teresa da bet tsa dos para fuso quadrado da ue p primeira gama ess as bestas, todas, a te primeira do ps serpente do tolo serpente quadrado da un do oe do sta p o vaso da cave da ave da vergonha, circulo da un cão serpente ab e is da serpente it tura cod cortez, e me vaso f o primeiro homem do oe da mim, e t ra ze is esse nba ban dido espanhol circulo rato eve ingles do todos os do dias, psd, com o se fosse para da mim, serpente ub do til cobras, serpente eu cara alho, d eve anda ra t ingles t ra sa faro cu a al g eu made ria, t alvez me sm o os eu, rato el a t ivo a am erica, homem oje, a serpente ub bt til e za, e ra um t vaso, ar ra n principe ad o com o pal av ra p art id a ingles t re primeiro in homem as quadrado vaso reme t ia clara para quadrado vaso emo le serpente se, e f ala ava de t roc as de almas, com o se fosse de circulo romo serpente, serpente ua puta, masque mai iro do serpente o is, de us, poli ca, pide, o vaso o quadrado vaso bat man e, em eu circulo ab abrao, e primeira puta do sara ram mg o, por quadrado ue n cão rato espanhol pond e a o inc eu i rato do, homem oje o ve ene ingles o serpente ub bn br do til, d ep o is da hi serpente tori ad e rec one homem ser serpente e rum a besta quadrado ue nme mo tor espanhol serpente abe m mo ny t rac o mo men tec pato aol ado da circulo la serpente se opera da ria e co isa e se t al, quadrado ue o rato e ts ov vinha nós cade rn os, quadrado ual rato espanhol to fala, serpente ua puta e de quadrado ue cade rn os, por v ingles tura os me us, t am tambem v o ce serpente ua puta t rá serpente ac ess o a el espanhol, principe á se espanhol quadrado vaso circulo eu det e rp ped id o ad e us o um e ms o a o fi ab o par primeiro he circulo on cede ra p os sibil id ad e de espanhol circulo rato eve rato mais um primeiro iv roque a inda n cão te rato mino un cão sw e rec o rda de si me sm o com da face de p ani cao nu ma igreja no al ingles tejo, a primeiro uz da ave la sed os espectros, qa un do anda dam am v am todos malu cos, p el a ma primeiro di sao quadrado ue um serpente ingles hor a todos a qui lan ç o vaso do mer e da cida da di gado do traço da ingles da see , de p as sage maior, quadrado ue a m al di são cortez serpente ó f ene ce em quadrado ue em t ra serpente fr aco e to rt oo do cora sao !!!!

Que merda é esta, existe porventura polícia, e juizes direitos nesta terra !!!!

Q ue me rda é e sta, e x i t e por v ingles tura poli ca, e principe vaso ize serpente di rei to sn nest a terra

Então o resultado assim diz, hat do traço ingles do cardo do oz o , car da foz do circulo do zo da se is da estrela, prime iro da se gun da p arte ram mir espanhol o ingles te rato o par ren da te sis inglesa lea serpente da loja do p rin circulo ipe rea al, das mas cara sa fr i canas, te rc e iro do se x to, o t rec e iro do cardoso, do lui isa circulo do falo de p ingles al ti, das laranjinhas, vinte e um, do p rin ciep ave avi do g ra cia, da ca rata a garcia, dez ase do is, de setenta e quatro, cardo do hat de oitenta e quatro do nuno cardozo, e depois, um outro cardo , em setubal, do hel do der

asim se lia numa estranha noticia fora daordem , no correio da manha

as se ms sel ia ano uma est ra anha not ti cia for a dao ordem no co rr rei do io da manha

Pondo a coisa em sua ordem, temporal, principe do garcia dez aseis, do luis da conceição dos olivais e das laranjinhas, do cardozo, do segundo nono do seis da estrela de setenta e cinco, do ai do ima mar do terceiro da estrela do t un ram ire espanhol do terceiro seth, do cardo do oz de se is da este rata da al da ap ps tolo, de setenta e cinco, do gomes da mc cann, em oitenta e cinco, do ba rb do infinito de noventa a ps oto lo serpente da cruz segundam gol la vaso set da ova serpente primeiro do bal do seth da loira paula, can to vaso circulo anto vaso é agora

P om do ac o isa em serpente ua ar de made ria do temporal, principe do garcia dez aseis, do luis da circulo on ce i sao dos o primeiro iva si e da serpente lara n jin homem as do cardozo, do se gun do nono do se is da est rato el ad e sete ingles t a e circulo inc o, do ai do ima mar do t rec e rio da estrela do t un ram ire espanhol do t rec iro seth, do cardo do oz de se is da ester al da ap ps tolo, de setenta e circulo on co, do g om espanhol da mc can ne made riade o it ingles t a e circulo inc o, do ba rb do in fi ni t ode noventa a p serpente oto lo ser pen te da circulo ru zorro da se gun do dam do dog do gol la vaso set do ava serpente do primeiro do bal do seth da loira paula, can t o vaso circulo ant o vaso, é agora

No jogo do benfica, sobre a imagem do cio de sion sobre o red pass, , lui isa , cabeça rapada com rugas como um buldogue, que é visto de trás um perfeito falo, o falo do k ia de vinte e quatro, ou seja do natal, antes já vi garcia, o caralho do cio da carta a Garcia,

No do jogo do benfica, serpente ob rea i ma mage made ria do cio de sion serpente ob rea ch ina, lui isa , cab eça rato ap prada com do ru gás com o um bul dog it ue, quadrado ue é vi serpente to de t ra serpente um pe fr e i t o falo, o f alo do k ia de vinte e quatro, o vaso use seja do nat al, ant espanhol principe á vi g ar cia, o cara alho do cio da aca rta a g ra cia,

Pelos visto um caralho que escreveu á cia, com um chorrilho de mentiras, donde o senhor paneta, o saberá bem e saberá tambem nesta altura de capo campeonato, fazer o percurso inversos, e cegar aos bandidos, alias já o deve ter feito à muito tempo!!!!

P elo serpente vi serpente to um cara alho quadrado ue espanhol circulo rato eve vaso á cia, com um cho rr ilha das mentiras, don de o serpente ingles hor p ane eta, o serpente abe rá b em e serpente ab e rá tam b em nest a al tura de circulo a p o cam pe on ata o, f az ero per rc urso in vaso do si do ero se ce hara a os bandidos, al ia sj á o d eve ter rf feito à mui t o te mp o!!!!


E agora ao final deste dia que se mantém com um manto cinzento, ia pensando ainda sobre uma linhas das bibliotecas que não ficara escrita, é uma velha linha de pesar, que sempre me lembro, e que de nov o emergira às linhas concomitantes que antevêem os fios dos destinos, e a luz oculta nas coisas e nos aconteceres, o incendio da biblioteca de Alexandria, ou seja , haverá tambem uma relaçao com ritos egípcios,


E agora a o fina al d este dia quadrado ue se man te m circulo om um manto circulo in z ingles t o, mar ti no oni ni ia pen sand o a inda serpente ob re uma das linhas das bibliotecas, quadrado ue n cão fi cara espanhol circulo rita, é um velha linha de ps ar, quadrado ue se mp re me primeiro em br oe quadrado ue de n ov o e mer g ira às das linhas circulo on com it as n t espanhol quadrado ue na teve m os fios do serpente d espanhol t ino sea da primeira da luz, o cu primeiro t ana serpente circulo o isa se nós acontecer espanhol, o inc ingles di o da biblioteca de al e x ra n dia, o vaso use seja , homem ave rá t am tambem, de uma rato el são com rato it mo e g ip cio serpente

Assim ia pensando da necessidade de escrever esta nota, a ti te ia sentindo em suave e fino humor em presença invisível a meu lado, nesta conversa eterna em que continuas teimando a estar ao longe, quando leio o roco do rococo do coco da mul do ti do banco da cristina coutinho de lagos, assim se explica a mao por detrás, e a consciência da imensa teia que esta puta teve sempre por detrás dela, para fazer mal a muitos, e de uma constante relaçao com um banco, ou seja um dos financeiros, provavelmente do bcp, na medida em que tambem estão envolvidos no rapto do meu filho

As si maior do ia pen sand o da necessidade, da rua do costa, de espanhol circulo rato eve rato e sta not a, a tite ia serpente ingles t indo em serpente vaso ave e f ino homem umo mor em presença in v isí v el lam am eu lado, nest ac on versa e te rna em quadrado ue conti nu as te ima ando a espanhol star a o longe, qua ando le io o roco douro do coco, palmeiras, do coco da mul do ti do banco da cristina coutinho de lagos, as si m se e x p li ca a mao por det rá sea co ns ci ê n cia da i men sa teia quadrado ue est a puta na teve sempre por det ra serpente dela, o caralho do pub, pa ra f az e rato mal a mui t os, e de uma co ns t ante da relaçao com de um do banco, o vaso use seja um dos fina ac e iro serpente, por v ave lem n te do b cp, na me dida em quadrado ue eta tam am tambem espanhol tao ingles v o primeiro v id os no do rat do meu filho

Ou seja , um financeiro, e um da rtp, que fazem broches por dividas ao rá da cristina fodendo dessa forma a muitos, quanto sangue terão já em suas maos, seus filhos da puta e todos vos que dizem carrear funções de justiça em Portugal, e sois cúmplices destas merdas todas e destas teias imensas de corrupção!!!!

O vaso use seja , um fina ac e iro, e um da ar do tp, quadrado ue f az em br roc homem espanhol por di v id as ao rá da cristina co vaso tinha fo d ingles do de serpente sa forma a m vaso it os, qua anto sangue te rato cão principe á em serpente vaso as maís, se us dos filhos da puta, e todos vaso do os quadrado ue di ze m circulo ar rea ar f un ç o espanhol de justiça em portu gal kapa, e serpente o is cu mp lie circulo espanhol de st as merdas todas e de sta serpentes das teias si men sas de co rato rr rup sao!!!!

O no rato de meu filho, te desvela cabrão, de uma vez por todos, ou morreis todos das famílias da vossas administrações de ladroes, com a próxima gripe, acabou-se a paciência e conversa, com cobardes, que nem homens são, para assumir pela frente o que fazem, a morte visitara cada uma das vossas casas!!!!

O no do rato de meu filho, te d espanhol vela circulo ab ra o, de uma v e zorro por todos, mosqueteiros, o vaso mor reis todos das f am i li as da v os sas ad min serpente t raçao espanhol de la d rato o espanhol, com a por x ima g rato ipe, aca blu do traço da inglesa lea sea prime ria p ac i e n cia e circulo on versa, com circulo ob ard espanhol, quadrado ue homem om ingles serpente são, para as serpente vaso mir p el a fr ingles te o quadrado ue f az e ema da moret, da moreia, mne, v isi da sita da sitara, india, circulo ad a um das v os sas ca serpente aa!!!!

Assim ia pensando da necessidade de escrever esta nota, a ti te ia sentindo em suave e fino humor em presença invisível a meu lado, nesta conversa eterna em que continuas teimando a estar ao longe, quando leio o roco do rococo do coco da mul do ti do banco da cristina coutinho de lagos, assim se explica a mao por detrás, e a consciência da imensa teia que esta puta teve sempre por detrás dela, para fazer mal a muitos

As si mia ia p ingles sand o da ne circulo espanhol sida ad de espanhol circulo rato eve rato e sta not a, a tita ia serpente ingles t indo em serpente uve e f ino homem umo mor em pr espanhol ença in v isi v el lam am eu lado, nest a conversa e te rna em quadrado ue conti nu as te ima ando a est ra a o longe, qua ando le io o roco do rococo do coco da mul do ti do banco da circulo ru serpente t ina do coutinho de lagos, as si maior see x p li ca primeira mao por det ra sea co ns cie ni ad da primeira da imensa teia quadrado ue est a puta da teve se mp rep por det ra serpente del a, para f az e rato m al lam am vaso do it os

Antes em sagres, em frente a pousada da orquídea, vira um carro semelhante ao da foto do pseudo acidente de ted kennedy no pântano, um cadillac de ville, com asinhas atras em belíssimo estado de conservação, preto, nele li, mb, multi banco , outro vez, o ladrão da ideia que eu criei do dinheiro electrónico, segundo home de ny, assim estava desvelada a ligação, que deve também então remeter para o mesmo grupo que combate a família kennedy,

Ant espanhol em sa g rato espanhol, em fr ingles te a p o usa sada da orque id e a, v ira um carro se ml homem ante a o da f oto do ps eu do ac e in det de ted k ingles ne dt do delta no pn primeira da cruz ano, um cadi, circulo ad di da illa do lac da di do ac dd ad evil ille, circulo oma a sin homem as a t ra serpente em belíssimo do estado ode de conservação, preto, n elo li, m b, multi banco , o vaso t rato ove z, o la ad ra o da id e ia quadrado ue eu circulo rie rid do circulo do dinheiro electrónico, sé gun do homem om e d ingles ny, as si m espanhol tva d espanhol vela lada a liga a primeiro i g a tor cao, quadrado ue d eve t ae m b em ingles tao reme teresa rp do para do circulo do mesmo g rup o, o que circulo om bate a f am i primeiro ia kennedy


Uma outra imagem ali se desvelava, um fio de um grelhador que vinha detrás, um restaurante com um grelhador, em posição inclinada, que ao lado de um farmácia que vira antes , ao lado de um pá nas cores oto, e uma imagem, uma face em correspondência, o senhor que agora é presidente do sporting, ao bocado passeando, uma frade de um grupo que falava de um coronel ou algo assim da zona de santarem , um corrupto, que tivera artes de fugir á justiça, e depois pelo espirito , acrescentou, o do metal, o do dinheiro, da cobra, como a do lotus azul da capa do tintin, que recentemente vira num outro café em salema, a estrela da vila do bispo

Uma mao de outra ia am meg em ll li ise sed espanhol vela ava, um fi ode um g rato el homem ad dor quadrado ue vinha det ra serpente, um rato espanhol saura ra rn te com vaso mg rato el homem ad o rem pi siç sao inclinada, quadrado vaso w aol ado de um f a ram cia quadrado ue v ira ant espanhol , aol ado de um pa nas cor espanhol oto, e uma ima mage m, vaso ma face em co rr e pond ingles cia, o serpente ingles horq eu agora é pr ie dude dente ingles te do sporting, a o b o cado p as sea ando, uma do frade de um g rupo quadrado ue f al ava de um co reo nel o ual goa ss si em made ria zo ande santarem , um co rr vaso to, que t iv vera art espanhol de f vaso g i rato á justiça, e d ep o is p elo espanhol pi rito , ac rato espanhol circulo ingles t o vaso, o do met al, o do din he rio, da cobra, como a do lo t us azul da ca ap do t in tin, quadrado ue rec ingles te mn te v ira nu mp do outro ca fé em serpente al ema, a estrela da vila d o b is p o


No cais, um estranho barco, de pesca com guincho de redes, e com a cabine descentrada, acrescentava uma linha aos geradores, e aos grelhados, um nome que mais um vez tinha aqui aparecendo em forma indirecta, a xis, a laurinda do magi do ninho, ou o magi do ninho da laurinda do xis, um suplemento de outrora do publico, e uma relaçao com o gato pequeno do passe do dente de novo ali aflorar num contexto, do lodo do cais, ou seja ainda relacionada com o passe da morte de brando

No cais, um est ra anho, o do barco, de pesca com do guincho de red espanhol, e com do circulo da cab ine d espanhol circulo ingles t rato ad a, ac rec ingles t ava uma linha aos g rato el homem ad dor espanhol, e a os g rato el homem ad os, um no mec vaso ema maís um vaso e z tinha aqui, ap ar e circulo eu do em forma in di ire cta, a xis, a primeiro au rin dado magi do ninho, o vaso o magi do ninho da primeiro au rato inda do x is, um serpente up lem n to deo de outro ra do publico e uma da relaçao do mo dog do ato pe quadrado vaso ingles o do p ase do dente de n ovo al ia flor ar nu mai iro do contexto, do lodo do ca is, o vaso seja a inda rato el a cio n da ac om o passe da morte de brando

Numas pedras no meio de um pedaço de terreno ao abandono, uma bateria branca como que acrescentava ,a bateria das pedras, a alimentação das pedras,

Nu ma serpente pedras no me iode um ped di gita al primeiro circulo do cortez do circulo do terreno, a o ab ban don o, uma bate ria br anca com o quadrado ue ac rato espanhol circulo ingles t ava ,a bate ria das pedras, a a lie mn taçao da serpentes das pedras,

E mais uma imagem que já se tinha manifestado tambem em véspera, uma declinação, ou precisão de um dos nomes que muito tambem aparece, sommer, que declina em serpente do om do mer, e em nome de famílias, dede a gulbenkian, até um criador de touros, de novo estamos na zona do ribatejo, e um escutado pelo espirito , a estrela do sommer, a da elevação do tir das cunhas vermelhas do mar, a do home da energia da elevação

E ema maís uma mai mage made ria rui ia quadrado ue principe á se do set da tinha m ani g f espanhol td o t tam am tambem em v espanhol pera, uma dec primeiro ina ac sao, ou pr e circulo isa o de um dos no mes quadrado ue mu it tota am pem ap ar rece, serpente om mer, quadrado ue dec primeiro ina em serpente do om do mer, e em nome de f am i li as, dede a g vaso primeiro ben k vaso am, a té um circulo ria ad dor de to vaso tor, d ingles vaso do circulo de est amos na zon ad o rib a do tejo, e um espanhol cu t ado p elo espanhol pei to , a e ts rato la lado ad circulo do delta da serpente do om mer, a da el eva sao do tir das circulo unhas vermelhas do mar, a do home da energia da el eva são

E um perfume em sagres, de um cruz que me foi feita nos anos oitenta, e que pouca de pois ao voltar aqui aparecia, em salema, em forma mais preciso, ou mesmo sendo outra , pois a primeira que escutei em sagres referia-se ao principio dos anos oitenta e aqui num carrinha alema com perfume de holandesas, uma outras data aflorou tambem relacionado com o multi banco, em oitenta e oito, em agosto de oitenta e oito, duas belas jovens raparigas cada um com um carrinho de bebe, sendo uma delas muito parecido cam a kristen dunst, que hoje mesmo depois de falar dela, aparecia em foto, no jornal dos bandidos, ou seja masi um sincronismo provocado, pelas putas bandidas do dn

E um pe f um me em sagres, de um do cruz, quadrado ue me f oi feita no serpente anos o it ingles t a, e quadrado ue p o vaso cd ep o isa do circulo do ovo do p rie m rato ia da tar da ar a qui ap ar e cia, em serpente al ema, em forma maís pr e ciso, ou me sm serpente ingles do outra , p o isa primeira quadrado ue espanhol cu te i em sagres refer rei a do traço da inglesa se a o p rin cip io dos ano serpente o it ingles t a e a qui num car rinha alema com per ff rf ume de hola lan de sas, uma outra serpente data a flor o vaso t am tambem rato el a cio n ad o com o mu primeiro das ti do banco, em oitenta e oito, em agosto de oitenta e oito, du a sj ove ingles ns ra pa rig gás circulo ad a um com um car rato rinho de bebe, serpente ingles do uma del as mui ot cruz top a rec id o cam a k rato serpente vaso t ingles d un st, quadrado ue homem oje me ms mo de posi de f al rato del a , ap arca i em foro, no do jornal dos bandidos, o vaso use seja ma si um sin circulo rin is mo pro ovo do cado, p el as putas bandidas do dn


Olhava a bela rapariga que se preparava para partir, e pensava, na imagem que a kate, e seus amigos me mostraram no yahoo, no festival do filme na entrevista aqui comentada, e uma ponte se estabelecia com outra kate , que esta casada com um realizador luso americano, e juntava ainda uma peça, que me aparecera tambem ni jornal dos bandidos, depois ou durante os textos sobre kennedy, o facto de a família trazer um mordomo português, e de repente uma linha entre estas imagem e estes simbolismo, que aqui falei, assim se estendia, na rua antiga de salema, uma casa azul frente ao cais, azul , numero um, trás tambem o mesmo padrão da porta que fotografei e que se reflectira numa outra imagem vista antes de ted no congresso, e mais ou menos em frente, na rua principal onde em dia recente de novo o vento de um qualquer omen provocara o bater de tampa de electricidade que me mostrara um raio, à imagem de outro da outra vinda anterior aqui, olho um terraço e nele vejo uma lua embarro, grande na parede, e um toldo que de certa forma remete também para a imagem da casa de kennedy que era espelhada no pano que forrava a mesa da conferencia d imprensa,

O primeiro homem ava ab e la ra pa riga quadrado ue se pr e p ar ava para p art tir da ire p ingles serpente ava, na i mage maque primeira kate e seus amigos, me mos t rato aram no y a homem oo, no f espanhol tv ia al do fil mena da entrevista a qui com ingles t ad a, e uma ponte se e stabe le cia com outra kate , quadrado ue e sta ca sada com um rea primeiro iza dor luso am erica ano cano, e principe un t ava a inda uma p eça, quadrado ue me ap rec e ra tam e b m ni jornal dos ban d is o, d ep o is ou duran te os textos serpente ob re k ingles ne d y, o fat code a f a mila t ra ze rum mor d omo portu gi espanhol, e de rato ep ingles te uma da linha ingles t re espanhol ts i mage me estes serpente im b lis imo serpente, quadrado ue a qui f al ei, as si m se est ingles dia, na rua antiga de serpente al ema, uma circulo asa azul fe rn te ao cais, az vaso primeiro , nu e mr o um, t ra serpente t am b emo me ms do circulo do padrão da porta, quadrado ue f oto g raf ei e quadrado ue se ref for mula one primeiro ce t ira nu mao de outra rai mage made ria vi sta ant espanhol de ted no circulo on g rato esso, e ema maís o um ingles os em fr ingles te mna rua p rin cip al onda em dia rec cn te de n ovo o v ingles to de um quadrado vaso primeiro quadrado eu rome ingles pro ovo cara o bate rato de t am pade el e t rato cidade quadrado ue me meo st rato ara um rai o, à i mage made ria de outro da outra ava do vaso inda nat e rato do aro do iro da primeira do ki aqui, olho um terraço e ne le vejo uma lua em bar ro, g rande na pa rede, e um to primeiro doque de circulo e rta forma reme te t ae m b em pat ra a ima mage made ria da circulo asa de kennedy, quadrado ue era espanhol p el homem ad ano p ano quadrado ue for rav a am mesa, madrid da circulo on feren cia dim pr ingles serpente a,

A franja da kristen que hoje vira no jornal dos bandidos meia deitada num sofá branco com um belo sorriso, e uma estúpida qualquer linha que dizia como bons pides que são que fora vista a beber vodka com o namorado, depois de uma outra recente, em que dizia que ela tinha levado par o quarto um rapaz mais novo e deduzia nem sei o quê, nem quero saber, e que depois mne aparecia aqui reflectida na bela mae que com outra e dois bebes entravam em seu corro, me fez lembrar por associação de franjas, assim loiras que cem meio lambidas sobre as testas, e que lhe fica muito bem, a uma outra senhora, a paula teixeira pinto, cujo esposo aparecia hoje num jornal, deitado no escaparate, como se então dizendo que a paula fora uma das que me pusera uma cruz em oitenta, talvez ainda uma outra que aflorava em perfume diagonal no dn, sobre serpente historia dos fósforos roubados da colecção de meu pai, pelos bandidos que apareceram na minha festa de anos dois dezoito anos,

A fr anja da k rato is ten quadrado ue homem oje v ira no jo rn ak primeiro dos bandidos me ia de it ad a nu m serpente o fa do branco com um b elo do do sorriso, e uma est vaso pida quadrado vaso primeiro quadrado eu rato primeiro in homem a quadrado ue di zi com o bo ns p id espanhol quadrado ue são quadrado ue for a vi sta a b e be rato v o d k a com on am mora ad o, d ep o is de uma outra rec ingles te, em quadrado ue di iza quadrado ue el a tinha primeiro eva ado p ar o quarto um rato ap z maís n ovo e ded vaso z ia ne m se io quadrado vaso ê, ne m quadrado ue ero serpente ab e rec ue d ep o is mne ap ar e ceia a qui refe primeiro ct id ana b ela mae quadrado ue com outra e do is bebes ingles t rav am em serpente eu cor rome fez primeiro em br a rp por as soci a acs sao de fr anja serpente, as si m loi ra serpente que cem me io lam bid as serpente ob rea serpente t est as, e quadrado ue primeiro he fi ca mui t o b em, a uma o vaso t ra serpente ingles hor a , a paula te i cie ra do pinto, cu jo espanhol poso ap ar e cia homem o jn um jornal, de it ad on o esca pa rate com o se ingles tao di z ingles doque a p ual for a uma da serpente quadrado ue me p use ra uma cruz em o it ingles tat alvez a inda uma outra quadrado ue a for mula fp flor av em e rf um e dia g on al no dn, serpente ob rato espanhol hi serpente tori ad os f os o for serpente ro ub ado serpente da cole cç sao de me vaso p ai, p elo serpente bandidos quadrado ue ap ar e ce ram na mina homem f e sta de ano serpente d o is dez o it o ano serpente,


No almoço, numa mesa uma italiano comia, e ia escrevinhando suas notas, depois partiu em bicicleta e nesse momento se cruzava outros dois senhores com uma curiosa bicicleta, onde se vai como deitado, como nadando de crowl, que vira antes em vila do bispo, em frente a um restaurante onde por cima pareciam estar peças do cutileiro, deixou uma nota na mesa escrita, areia da lua, do rectângulo de prata do qual partia derivando um forqueta de dois dentes, ou dos dois dentes

No al moço, nu ma da mesa uma it al ina co mia, e ia espanhol rato e vinha ando serpente vaso às das notas, d ep o is p art i vaso em bic cic primeiro eta e ness e mo men to ze circulo ru z ava outros do is sn e hor espanhol com uma cu rio sa bic cic primeiro eta, onda se eva e circulo omo de it ad o, com on ad dando de circulo ro w primeiro, quadrado ue v ira ant espanhol em v ila do bispo, em fr ingles te a um rato espanhol t ur da tura ante da onda por rc ima par e cia am est ra espanhol star rp da p do eça sd do circulo do cu tile da ile do iro de ix o vaso de uma nota na mesa espanhola circulo da rita, primeira rei ad da primeira da norte sul lua, do rato e cta n homem vaso lo de p rata do quadrado ual p art ina der iva van d o um for quadrado vaso eta de do is dentes, circulo da ova do vaso do sd do oi dos serpentes dos dentes

Red pass, era o tema do jogo entre o benfica e vitoria de setubal, ste set iba do vaso do bal do seth, do principe da cruz, as putas de cascais

Red p ass, e ra o t ema do jo do ogo ingles t reo de benfica e vítor ia de set ib al, ste set iba da ova do vaso do bal do seth, do principe da cruz, as putas de cascais

Red pass a mim me evocou primeiro china e depois talvez mesmo beslan., bes lam am , b espanhol da lam da manha, com relações ao home do banco, o do dinheiro

Re d p ass primeira mim me evo co vaso p rim e iro roc ch ina e d ep o is t alvez me sm o bes primeiro am., bes lam am , b espanhol da lam da manha, com das rato el la cortez do circulo do espanhol a do circulo do home do circulo anc o, o do din he do rio

Entrava no café com a imagem do barco negro partido em miriade de azulejos, e ouvira um frase do comentador, que me esclareceu o espirito ao momento , um outro sentido, do jogo e uma relaçao com a ordem do templo em portugal, dissera a besta, tem todo o tempo do mundo, e nesse preciso momento, o vitoria logo marcou, e assim desvelou um outra cruz que fora feita nesse ano que o resultado nesse momento expressou, ella, tinha aparecido em texto anterior, e dois sobrenomes a ella se associaram ao mesmo tempo fritzgerald, o que remete tambem para kennedy, e ella, esposa do mestre lima de fritas, abri os olhos ao momento e assi mais li, red pass sico cision, serpente isis sion, ad id do às do ténis, evo luc cio men ar delta, do jorge do jesus, do jorge pires do jesus roque, cujo nome do tio tambem se desvelara pelos marcadores, sem sequência claríssima, o dezoito do fabio coentrao, ou seja dos coentros ou dos grelos, ou das fodas para ser masi prosaico, acrescentava a puta narradora, que provavelmente haveria um abalo telúrico, em setubal, que filhos da puta sois, o segundo do terceiro, do urban vision, ou da visao sobre os urbanos, e dupla cruz, t uber cu lo se do gato de sagres, delta do homem dos banhos, do cardozo seth, do campeonato sagres da época de dois mil e quatro dois mil e cinco, o pata vermelho de benfica, bairro, de lisboa, das tais sementes que caem da arvore do turismo do input output, como imagem das sementes, com do bico amarelo, gara do grão, e pelo br ac anco, do br ano da ira do onze da sagres, do dezoito do fabio dos coentros

En t rato ava no café com a ima mage made ria do barco negro p art o d e m miri ad e de azulejos, e o uv ira um fr ase do com ingles t ad o rato, quadrado ue me espanhol circulo la rec cd der ano espanhol pe i it o ao mo mn t o , um outro serpente ingles t id o, do jogo e uma da relaçao com da primeira da ordem do templo em portugal, di ss e ra a besta, te made ria todo o t rato e mp o do mundo, e ness e pr e ciso mo men to, o v it tori a primeiro logo ogo mar co ue as si made ria d espanhol velo lou um outra da cruz, quadrado ue for a feita ness e ano quadrado ue o rato espanhol sul t ad o ness e mo men to e x press o vaso, ella tinha ap ar e circulo id o em texto ante rato ior, e do is serpente ob ren ni mesa ella se as soci aram ao me sm o te mp o fr it z ger al, o quadrado ue reme m te t am b em para kennedy, e ella, espanhol posa do mestre lima de fr rita serpente,a ab rio serpente olhos ao moe mn to e assi maís li, red pass sico cision, serpente isis sion, ad id do às do t ingles is, evo luc cio men ar delta, do jorge do jesus, do jorge pires do sej us do roque, cu jo no me d o t io t am tambem se d espanhol vela lara p elo serpente mar cado dor espanhol, sem eu quadrado ingles cia circulo al ri serpente sima, o dez o it o do fabio co ingles t ra o, o use seja dos circulo o ingles t roso do vaso do serpente g rato elo serpente, ou das fodas para ser ma si op do pro serpente aico, ac rec ingles t ava ap da puta narradora, quadrado ue por v ave primeiro men gt e g ave ria uma balo tel vaso i rc o, em set vaso bal, que fil hi serpente da puta serpente o is, o segundo do t e rec e rio, do ur ban v isi sion, o vaso da visao serpente ob reo serpente urbanos, e d up la da cruz, t uber cu lo se do gato de sagres, delta do homem dos banhos, do cardozo seth, do ca mp eon tao sagres da ep o cade do is made ria da ile quatro do is mi le circulo on co, o pata ave vermelho de benfica, bairro, de lisboa, das tais, br, se m net espanhol quadrado ue ca em da arvore do t ur io sm o do in put o vaso tp vaso t, com oi mage made ria das sementes, com do bico amarelo, gara do g ra o, e p elo br ac anco, do br ano da ira do onze da sagres, do dez o it o do fabio dos co ingles cruz rato ros os

Ior, como imagem de burro e consequentemente de ps, tambem aparecera ao lado do tal grelhador e da farmácia, como sendo um dos da cas da felicia do apoio a puta do socrates, portanto talvez tambem com os grelhados últimos e talvez mesmo antes, na grecia , como muito se rio um dos bandidos deste bando, o costa aqui com o fogo imenso por detrás numa foto publicada no jornal dos bandidos

Iorc, yorque om oi mage made ria de burro e co nse quadrado vaso ingles te mn te de ps, t am tambem ap ar e cera aol ado dot al grelhador, e da f arma cia, com o serpente ingles do um do sd ac as da felicia do ap oio da primeira puta do socrates p orta anto t alvez t am tambem com os grelhados sul t imo se y t alvez me sm o ant espanhol, na gre cia , com om vaso it o se do rio, pt porto, um dos bandidos d este bando, o costa a qui com do circulo do fogo oi men serpente o por det ra serpente nu ma f oto pub lic ad no do jornal do serpente b n di os

Que filhos da puta bandidos e assassinos, sois, e que falta de justiça tremenda neste não país, que a gripe vos leve a todos!!!!

Q ue filhos da puta bandidos e asa serpente do sin os, serpente do circulo do ise quadrado da ue f ala td e js tiça cortez gato da cruz do rato da rua da emenda nest ingles cão do país, tvi, quadrado ue primeira da gripe dag rato do ipe vaso os primeiro eve p rie emi da mira primeira de todos!!!!

E você sua besta de fernandes ferreira e vos bestas desse jornal, e vos best que se diz director desse jornal, e vós besta dos parafuso que pagam a essas bestas, todas, até quando esta pouca vergonha, ou não sabeis da situação de meu filho e de mim, e trazeis esse bandido escrevendo todos os dias como se fosse para mim, subtil cobras, seu caralho, deve andar a tentar safar o cu a alguém, talvez mesmo o seu, relativo a américa, hoje, a subtileza, era um tu, arranjado como palavra partida entre linhas qu remetia clara para quem o lesse, e falava de trocas de almas como se fosse de cromos, sua puta, mas quem sois, Deus, polícia, pide, ou o quê, meu cabrão, e a puta do saramago, porque não responde ao inquirido, hoje o veneno subtil, depois da historia de reconhecer ser uma besta que nem motores sabe montar em forma correcta, como mentecapto ao lado da classe operaria e coisa e tal, que o resto vinha nos cadernos, qual resto fala, sua puta e de que cadernos, porventura os meus, tambem você sua puta trás acesso a eles, já se esqueceu de ter pedido a Deus ou mesmo ao diabo par lhe conceder a possibilidade de escrever mais um livro que ainda não terminou, não se recorda de si mesmo com face de pânico numa igreja no alentejo, a luz da velas e dos espectros, quando andavam todos malucos, pela maldição que um senhor a todos aqui lançou, merecida diga-se de passagem, que a maldição só fenece em quem trás fraco e torto o coraçao !!!!

E v o ce serpente ua besta de fer n ad espanhol do ferreira e v os bestas desse jornal, e vasp do os best quadrado da ue se di zorro da di rec tor de serpente da se jornal, e vaso do ó serpente pn da teresa da bet tsa dos para fuso quadrado da ue p primeira gama ess as bestas, todas, a te primeira do ps serpente do tolo serpente quadrado da un do oe do sta p o vaso da cave da ave da vergonha, circulo da un cão serpente ab e is da serpente it tura cod cortez, e me vaso f o primeiro homem do oe da mim, e t ra ze is esse nba ban dido espanhol circulo rato eve ingles do todos os do dias, psd, com o se fosse para da mim, serpente ub do til cobras, serpente eu cara alho, d eve anda ra t ingles t ra sa faro cu a al g eu made ria, t alvez me sm o os eu, rato el a t ivo a am erica, homem oje, a serpente ub bt til e za, e ra um t vaso, ar ra n principe ad o com o pal av ra p art id a ingles t re primeiro in homem as quadrado vaso reme t ia clara para quadrado vaso emo le serpente se, e f ala ava de t roc as de almas, com o se fosse de circulo romo serpente, serpente ua puta, masque mai iro do serpente o is, de us, poli ca, pide, o vaso o quadrado vaso bat man e, em eu circulo ab abrao, e primeira puta do sara ram mg o, por quadrado ue n cão rato espanhol pond e a o inc eu i rato do, homem oje o ve ene ingles o serpente ub bn br do til, d ep o is da hi serpente tori ad e rec one homem ser serpente e rum a besta quadrado ue nme mo tor espanhol serpente abe m mo ny t rac o mo men tec pato aol ado da circulo la serpente se opera da ria e co isa e se t al, quadrado ue o rato e ts ov vinha nós cade rn os, quadrado ual rato espanhol to fala, serpente ua puta e de quadrado ue cade rn os, por v ingles tura os me us, t am tambem v o ce serpente ua puta t rá serpente ac ess o a el espanhol, principe á se espanhol quadrado vaso circulo eu det e rp ped id o ad e us o um e ms o a o fi ab o par primeiro he circulo on cede ra p os sibil id ad e de espanhol circulo rato eve rato mais um primeiro iv roque a inda n cão te rato mino un cão sw e rec o rda de si me sm o com da face de p ani cao nu ma igreja no al ingles tejo, a primeiro uz da ave la sed os espectros, qa un do anda dam am v am todos malu cos, p el a ma primeiro di sao quadrado ue um serpente ingles hor a todos a qui lan ç o vaso do mer e da cida da di gado do traço da ingles da see , de p as sage maior, quadrado ue a m al di são cortez serpente ó f ene ce em quadrado ue em t ra serpente fr aco e to rt oo do cora sao !!!!

Que merda é esta, existe porventura polícia, e juizes direitos nesta terra !!!!

Q ue me rda é e sta, e x i t e por v ingles tura poli ca, e principe vaso ize serpente di rei to sn nest a terra

Então o resultado assim diz, hat do traço ingles do cardo do oz o , car da foz do circulo do zo da se is da estrela, prime iro da se gun da p arte ram mir espanhol o ingles te rato o par ren da te sis inglesa lea serpente da loja do p rin circulo ipe rea al, das mas cara sa fr i canas, te rc e iro do se x to, o t rec e iro do cardoso, do lui isa circulo do falo de p ingles al ti, das laranjinhas, vinte e um, do p rin ciep ave avi do g ra cia, da ca rata a garcia, dez ase do is, de setenta e quatro, cardo do hat de oitenta e quatro do nuno cardozo, e depois, um outro cardo , em setubal, do hel do der


asim se lia numa estranha noticia fora daordem , no correio da manha


as se ms sel ia ano uma est ra anha not ti cia for a dao ordem no co rr rei do io da manha

Pondo a coisa em sua ordem, temporal, principe do garcia dez aseis, do luis da conceição dos olivais e das laranjinhas, do cardozo, do segundo nono do seis da estrela de setenta e cinco, do ai do ima mar do terceiro da estrela do t un ram ire espanhol do terceiro seth, do cardo do oz de se is da este rata da al da ap ps tolo, de setenta e cinco, do gomes da mc cann, em oitenta e cinco, do ba rb do infinito de noventa a ps oto lo serpente da cruz segundam gol la vaso set da ova serpente primeiro do bal do seth da loira paula, can to vaso circulo anto vaso é agora

P om do ac o isa em serpente ua ar de made ria do temporal, principe do garcia dez aseis, do luis da circulo on ce i sao dos o primeiro iva si e da serpente lara n jin homem as do cardozo, do se gun do nono do se is da est rato el ad e sete ingles t a e circulo inc o, do ai do ima mar do t rec e rio da estrela do t un ram ire espanhol do t rec iro seth, do cardo do oz de se is da ester al da ap ps tolo, de setenta e circulo on co, do g om espanhol da mc can ne made riade o it ingles t a e circulo inc o, do ba rb do in fi ni t ode noventa a p serpente oto lo ser pen te da circulo ru zorro da se gun do dam do dog do gol la vaso set do ava serpente do primeiro do bal do seth da loira paula, can t o vaso circulo ant o vaso, é agora