domingo, novembro 15, 2009

Continuaçao do texto publicado a novembro oito,


na mesma cassete ainda outros spots,


na am me sm primeira ca serpente do sete, porjornal, primeria inda de outros da spots, editora tvi


um outro da cml feito e produzido pelo z e pinheiro, e montado na latina europa, me ziz, o terceiro de noventa e quayrro, certamente da capital da cultura, maconico, dia vinte e quatro , vespera de natal, o x no dia vinte e quatro, linha azul, no largo do chafariz de dentro, electrico amarelo da bica,


um outro da cml, feit, feit oe , pro do uz id circulo p do elo do zé pin made ria he iro, elo dozé pinheiro, e montado na al tina da europa, me zorro e zo , circuo do terceiro de bo en ove da bventa e qua delat ra dio rena sc enca serpente, ce rta tam am net da capital, discoteca, do cu da pimeria tura do maconico, dia do natal, nata al, au quadrado c uz ro, vas espanha oe e ra ad do natla, o c no dia vainte e quatro, linha azul, no l argo dc doc chafariz, de d en cruz ro el e ct rico am mar el do lio da bica

depois vejo o dvd da partimpim, a musica cinco me diz, de um raapz da nau catrineta na cabeca, ou seja de um blog, com um barco , que fica por obra e caridade divina com uma bela mulher, e quando vao no mar fazem sapateado nas aguas do amor, aquilo amplifica, e acaba feito tsunami, assim me conta ela sua historia, com os spatos coloridos da sapataria no predio do antigo regime do areiero, onde muitas visoes aqui constam neste livro da Vida


d ep o is do vejo, br, circulo do quadrado do vaso dd da partimpim, am mu ma sic me di zorro, de um ra ap zorro da nau cat rine eta ba cab bec da primeira , circulo do vaso seja, de um dos blogs, com priemrio bar co, q ue fi ca por ob br ra e ca rid ad e di vaso ina, com uma be la mul her, e qua ando vao mario soares , a puta, no mar f az ze made ria sapa te ad circulo na sa das aguas do amo mor, pimeira q u ilo g rama, am mp le fi ca e aca aba ba feito, ts un ami, ass si made ria me conta, ela serpenet ua da historia, hi st tor ia, com os spa par c olo rid os da spa da pata da ria no do pr é di do io, do ant togo reg gi me do ar rei e ero da onda mu it as vasp iso , norma, espanha saqui primeria do ki, co ns st tam am nest primeiro do angulo iv roda david


em mim o escutado, fui eu que te matei na latina com os ovos, com a ajuda da arte da aguia kapa do zorro do coa, coa, tex, dinausaurios, me recordo de quem trazia relacao com um dos do coa, o parque ex libris da puta carrilho que depois o albergou, ao jorge, no palácio da cultura, o jorge pires, o homem do manuel carrilho, latina europa, la tina do europa, la cruz ina do gato europa, o psi, do encantamento, e a carruagem a se afundar com todos la dentro, can tora lema zoe tropa, no dia seguinte as putas da cia do canal dois, depois de terem acesso as minhas notas, puseram um anuncio no ar onde aparece uma bela zoe, num espectaculo do rui horta, outro que aparece no spot de cascais, dos filmes, do paulo branco, e da primeira menina que insistem em mostrar no pequeno ecra, tropa, nome de um da rtp, tambem. e un ropa. comida, co mida, tudo o que toca doira, e mata, rua d oiro bcp., o paulo da paula e o vara, face ocukta e mercedes de prat aiguais ao que a puta aqui de cima apareci, donde a morte que oiço falar, deve ser aqui , quando as instaalaçoes eram a latina europa, e nao na rua diogo do couto, um ano com um martelo penumatico em cima, em obras que nao eram só obras, em dois mil e cinco, no muro da rua alguem deixou um pedaço de pedra das pedras da minha casa de banho, imrpessionante, alguem que teria ficado com um resto, e umas lampadas philips semelhantes a estas que aqui trago depois, num saco plastico em cima do mesmo murete, o x nas peras, pelo nome do home que aqui fez o servico, o bakal, remete para a imagem que obama um dia me deu, e que me levou aos envelopes dso belos cartoes da unicef, com fios de furcaoes, ou de cordas e velames, como o do veleiro, o paquito, cartoes de natal, e restantes pistas pistas dessa leitura que faço no video,


duplo vaso maior em mim do circulo do espanha cu t ad circulo , f vaso ie q ue te mat ei na l at ina com os dos ovos, com da da ajuda, da arte da aguia da kapa d zorro do coa, cia , co ia, te x di sn nau dos sauriso, me record circulo deque em cruz ra az ia da relaçao, tribunan, unl, com um dos dos coa, circulo do hoem do parque, é x li br is da puta carrilho, q ue d ep o is circlo do al be rato da gaat do primeira ano do pal cio da cu priemria tura, circulo sdo jorge pires, circulo do home do maneul carrilho, la t ina da europa, o ps psi, do en can ram tam am do men mne do neto, psd ou dn, é priemria carruagem, ase primeria da funda ar ratp com todos la d en t ro, cn tora l ema zoe tropa, no do dia seguinet, às das putas d c anal dois, d ep o is de te rem ac esso às minhas notas, p use ram priemrio ao un cio do io, do no da ar, gama, onda ap par rece uma bela do zorro do oe, no priemrio espanha pe cta culo, do ui horta, circulo ur do circulo ap par rece no sport de caos de cascais, dos serpenets dos fil me sd circulo do paulo branco, e da primeira menina, q u in sis te me em mos st rato ps ar, no p q ue en no do ecra, tropa, no mede de um da rata do tp. Delta am tam tambem, e un ropa, it, comida, co mida tudo, circulo do quadrado europeu toca do ira, e mat ar ua da rua do oiro, bcp, circulo do paulo da paula, é circulo do vara, face circulo uk cruz primeira e mer sede serpente, de prat, prta, prata, priemria e g ua is , circulo da primeira do circulo do q ue da primeria puat, primeria do ki aqui dec ima ap par reci, do quadrado da onda da am morte circulo orte, q ue oiko, f al da ar , quadrado eve cera do ki aqui, qua anda das ins t priemria aç dag circulo espanha e ram al cruz ina e ur ro ap, en nao na rua diogo do couto, priemrio ano com do primeiro mar rt lo pen uma tico em c ima em obra serpente q ue n cao e ram serpente o ob ra serpente, em do is mi da ile c inc o, no m ur o da rua al gume d ei zo u um peda dag circulo, o de pedra, das pedras da min h a c asa de ban ho, i mr p espanha sio nante, al g ue em q ue te ria fi cado, br, com um rato est o, e umas lam mp padas phi l ip ps semem l h ant espanha a e sta serpente q ue a qui t rago d ep o is, num do saco plastico, roseta, em c ima do me sm o m ur e te, o x nas peras, p elo no me do h om mec q ue a qui fez o servico, o ba ak kal, reme teresa para primeira da imagem , q ue ob am a um, dia, med eu, e q ue me l evo u aos en velo lopes ds o b elo serpente ca rt o espanha da uni cef, co, made ria dos fi os de f ur cao espanha, o u de cor dad e ve lam espanha, com o o d ove l iro o paquito, ca rto espanha de nata al de natal, e e r st ant espanha pi sta sp ista sd ess al ei tura ue f aco no v id é circulo,

hillary aparecia aterrando em marrocos, no enquadramento do aviao na pista, se via no nariz dele, como um arpao desenhado, o arpao , grande do nariz, do nose, do che iro, assim parecia dizer, o contexto era dado numa reuniao onde ela dava conta dos avanços das negociacoes israel arabes, onde israel para sua supresa tinha prometido nao continuar a expandir os colonatos, colon atos, colon de plaza colon em madrid e colon de recto, ou seja do enrabanço em madrid, assim parecia dizer, sem dizer, colon actis sa c is jordan ia, os paineis de madeira do palácio do rei onde estava, reflectiam o padrao mescelado em tons castanhos que acabava de ver na photo no manto do tigre ou algo assim, do dali, com a mao, candieiros como chapeus sufi amarelos, se reflectiam num espelho à volta desse mesmo padrao nas paredes de madeira, obama, aparecera primeira na casa branca numa festa do hallowen, onde apontava o pateta seu embaixador nas naçoes unidas que distribuia guloseimas às crianças vestido de pateta, sua esposa, vestida de cat woman, a imagem da rapariga da pfeifer, da farmaceutica, e eu a ver o pateta, me lembrei ao momento dos bigodes de foca, como o que acabara de interplar em video, quando falara com a puta besta abusadora de criancas do que se diz ser preidente deste podre e inexistente país, como se entao a imagem que viera da onu, da cimeira, a que chamei de quim ze de outubro, fosse algo a ver com o embaixador americano, o bolton, bolt on, o trovao, depois uma outra micro cimeira , se via obama no final a expllicar a solana, e solana, o xavie sol da ana, que por lá aparecera tambem com o bandido durao, que o truque em washigton era sempre falar muito de forma a pouco ou nada dizer, que lhe poderia dar formaçao, falara eu de projectos e de dar fomacao se necessario, via microsoft ou faculdades para nao me começarem a dizer logo, que adjudico sem concurso, às putas da casa das putas sobre planeamento e orcamentaçao, as frases chapeu que se lera os dj, era, a mu danca che gou a america, e t he magic bus is ove ran dt he h one y moon, kim ban iwo, sc lan sol , astro rei da na ana, asa , do irao, se via umm x do megafone que estava ao lado, mata o ditador, assim se ouvia nas entrelinhas das linhas hertzianas, ali k om vaso ei, intrenet, bus amarelo do taxi verde, te h ran rally, a puta do lamy, muito direitinho sentado numa qualquer sala, o ditador, dizeis, sem dizer, o pedro, f r ab anc cop katiuska, orgao de staline, miss ei serpente, fn g lote sete, julitette bono binoche cronember, e francis, bad g r mo arpao da sida dentro da roda da vida, assim o meu desenho o figura, mp pad ad dig ton do spitz, bea g k es sm luas circulo quatro, hera no metro quatorze, vaso em br i atrcao fatal, tres circulos como um triangulo deo do fogo, elevador, mb r, o dinheiro, do acidente, b en ny mna o tem que ter fim, uma boa historia, assim diz um actor a outro, dois cozinheiros, os ratos das copias, t ra ns c en det em indu t ria l, sin te tico, a c h ave d o v e rn i z, di l ue en te f 18, rid bar do ra ad rato, circulo al, delta bar dos cem circulo do sete, p do bar do ra da relva, futebol, vinte e um de noventa, a boba dela do irs, o cozinheiro, o ladrao e a amante, tribunal de contas e mota en gil, en do bar do ra do gil, norte estradas, gil merda, chuvas em cabo verde, pois acabara de ver a imagem de maria joao no euroritmias, ricardo, tele cu t




hi ll ary ap ar e cia at te rr ando maior mar rocos, no enqua d ram en to do avio na pi sta, se v ia o nariz dele, com o um a rp pao d es en h ado, o a rp pao , g rande do na r i z, do nose, do che iro, ass si maior par e cia di ze ero do contexto, e ra d ad o nu ma da reuniao, tvi, onda dela d ava conta dos ava anc os sd as ne ego cia ac o es is ra el a rba es, onda is rale para s us up r es a tinha por met id don dao nau do conti nu ar priemria e xp andi iro sc serpente colon atos, colon atos, colon de plaza colon em madrid e colon de recto, o use seja do en r ab banco em mad rid, as si maior par e cia di ze r, s em di ze r, colon actis s ac is jordan ia, os pa in ei es de made ira do pal do cio do ei, onda es tva ref le ct iam do circulo do padrao, mes cala ad o em to ns cas cruz anho s q ue aca bava de eve rn a photo no do manto do tigre, o ual goa ss si made ria de dali com da primeria do mai, can di ei iros circulo omo cha ap vaso es sufi am mar elo s , se refe l circulo tim nu maior es p el ho a volta d esse me sm o padrao nas pa red es de madeira, ob am a, ap ar e cera prime ira na cas branca numa fe sta do h a ll owen, onda ap pao n cruz ava o pat eta s eu em ba ix ad dor nas naco es uni id as q ue di st riu b ua g vaso l o simas as circulo ria sn circulo as, v est cruz id ode pat eta, s ua es posa, v est id a de cat w oman, a ima ge made ria ra pa riga da p f ee fer, da f ar am mc circulo eu tca e eu ave ero circulo do pat eta, me le br ei ao mo men to dos big ode s de foca, com oo q ue aca bar a de inter p l ar em v id e o, qua ando fala ra com da primeria puta best a ab usa dor ad e circulo rian ancas, doque se di z ser pr ei dente de ts pod re e ine xis t en te do pais,tvi, com o se en tao a ima ge maior q ue v ire ra da onu, da circulo im me ira, a q ue circulo ham ei de quim z de outubro, fosse al goa ave rc om o em ba ix ad dor am e rc ian o, o bolton, bolt on, ot rato da ova o, d ep o is uma o ur a mic roc em eira , se via ob am ano fina la e xp ll i car a sol ana, e sol ana, o x av ie sol da ana, q ue por la ap ar e ser cruz am tam tambem com do circulo do bandido durao, q ue ot ru q e em w as hi g ton e ra se mp re f al ar mu it o de for ma a po vaso co o un ada di ze r, q ue l he poe de ira da ar for macao, fala ra eu dd e por ject e de dar fom oma macao se ne circulo ess sario, v ia mic ro s o ft ou f ac vaso dd es para nao me com eca rem a di ze r logo, q ue ad dj ju di co em cn circulo urso, as putas da casa das putas s ob re p lan ema neto e orca men tacao, as fr as es cha ap eu q ue o r d avam os dj, era a mu danca che g o ua ama e ica, e cruz he magic bus is ove ran dt he h one y moon, kim ban iwo, sc lan sol , astro rei da na ana, asa , do irao, se via um mx do x do mega f one q ue est ava aol ado, mata o dita dor as si ms se o uv ia nas en cruz r linhas da sin h as hert z ian anas, ali k om vaso ei, int rene net, bus am mar elo do taxi verde, te h ran rally, a puta do lamy, mu it o di rei tinho s en cruz ad o nu ma q ual q ue r sala, o dita dor, de i z ies, se maior di ze ero do pedro, f r ab anc cop kati us ka, o r g a ode staline, miss ei ser pente, fn g lote sete, juli tete bono binoche circulo rone maior ber, e fr anc is, b ad g r mo ar pao da sida d en cruz roda roda david a, ss imo me vaso de s en ho o figu ra, maior pad dig ton do spitz, bea g k e sm lua sc irc culo quatro, hera no metro qua tor ze, vaso em br i atrcao fatal, tres circulos como um triangulo deo fogo, elevador, mb r, o dinheiro, do acide dente, b en ny mna o te made ria rui q y e teresa fi maior, uma boa hi s t o r ia, as si maior di z um ac tor da primeria de outro, do is circulo oz in he irs, os ratos das copias, cruz ra ns circulo en det em indu cruz rial, s en te tico, ac h ave do ove do verniz ni zorro, di lu ue en te f 18, rid bar do ra ad rato, circulo al, delta bar dos cem circulo do sete, p do bar do ra da relva, futebol, vinte e um de noventa, a boba dela do irs, o cozinheiro, o ladrao e a amante, tribunal de contas e mota en gil, en do bar do ra do gil, norte estradas, gil merda, chuvas em cabo verde, pois aca bar ad eve vera rai imagem de maria joao no e ur o r it mia serpente do ricardo, tele cu cruz



a imagem da adriana da nau catrineta com chapeu e face de poucos amigos a cantar e a contar a historia, step in water, e imagem do tsunami, ana nau cat tin eta net primeira, a chave dos pasos de sapateado da monica, anotados em meu caderno de viagem, na nossa viagem a madrid, fui eu que te matei com os ovos na latina europa, a frase ouvida pelo espirito, espermatozide, co ll onda circulo espanhol, estou vendo os spots, o quinto e o do alfa, a historia do barco da primam set in ra te serpente, o mundo roda com uma faixa onde aparecerem os concertos da madre deus, em cima no polo norte, russia, uma antena como a da rko, emite raios que sao mais como trovoes, o anel a volta do equador, a imagem da republica dominicana, ou cabo vede, depois a ventoinha, mercedes, electrica, sopra sobre o mundo, que roda enevoado, o ecra dividi-se em multiplas casas, que sao como multiploso ovos, matriz, sobre cada um, cai um pingo de agua, ondas concentricas, pin, o som , a aplicacao para saber dos percursos da rede , ou acto de epionar as navegacoes e alguem, os ovos das comunicaçoes, e o onze espanholo ca do onze, ciculo da onda espanhola, lot arias, cod circuloda ova do vaso do ze, a imagem de londres do helicoptero,. remete para o tamiya e as tintas que agora recentemente entraram, os ovos desaparecem e ficam um só, canto inferior direito, na direçao latina europa ainda na rua diogo do couto, traço um azimute e dou mais ou menos por transposicao ao quioque das revistas, e uma garagem que por ali estava, ki os q ue, dos jornais e das reviatas, comunicacao, comunication, ex socio do carlos cruz, ferro ,do rodrigues, rita ferro,quenma latina aprendeu



a ima ge m da ad rina da nau cat rin eta c omo chapeu e da face, r e vi isa sat, de po u cos am mig os a can tar e a conta ar a hi stor ia, st e pin da water, e ima ge m do ts un am ia ana nau cat tin eta net primeira, ac h ave dos pasos, loucos, de sapa te ad o dam am monica, ano t ad os em me u ca der no de via ge mna ano no ss ava vagem ema primeira de madrid, f vaso oi eu q ue te mat ei com os ovos na la t ina da europa, a fr ase o uv id ap elo es pie it o, es per rn mato oz id e, co ll onda circulo espanhol, est o uv en dó os s pt os, o quin to e o do alfa, a hi s tor ia do bar cod a pr imam set in ra te serpente, o mundo roda com uma fa ixa onda ap ar e ce rem os concertos da mad dd red e us, em c ima no polo norte, russia, uma ant en ac omo a da r k o, emi te raio s q ue sao maio sc omo t r ovo es, o ane la v o l t ad do circulo do equador, a ima ge m da r e pub lic a do mini c ana, o u cabo verde, ove de, d ep o isa v en toi n h a, mer ced es, el e ct ric a, sopra s ob reo mundo, q ue roda ene v o ad o, o ecra di vi di bra do ra do ze, em mul t ip las c asa, q ue sao c omo mul t ip lo s o ovos, mat r z , s ob rec ad a um, cae um pin gato da ode de agua, ondas c on c en t roi cas, pin, o s om , a p li cacao para, saber, dos per rc urso dd a rede , o ua ac to de e pi on ar as navega co es e al g ue mos do os dos ovos das com muni cao es, e o onze es pan homem do olo ca do onze, cic culo da onda espanhola, lot arias, cod circulo dao av do vaso do ze, a ima ge m de londres do he li cop pt ero, reme te para o tam y a e às das tintas, q ue agora rec en te mn te en t r aram, os ovos de sapa rec em e f icam um s o conto in fe r ior di rei it ton a di rec sao l at ina europa, a inda na rua di o god o do couto, icep, t ra aco um az im mute, e do um mais, fr, o u men os por t ra sn posi sic cao, a o qui o q ue das revistas, e uma gara rage ge m q ue por ali est ava, ki os q ue, dos jo rna is e das r e via t as, co mini cacao, com uni cat io ne x soc do cio do io do carlos cruz, ferro ,do rodrigues, rita ferro,



mercedes, vaso n toi ina, vinte paus, notas, vaso maio do ac oni cos paus, not as, espanhol mne, me es pe cta culo monica calle no tel homem do ado da dol no lux, crux ac on, priemeira do dog do gui lll, priemrio do es, vaso est cruz id do ove vermelho, flor es no cha circulo, com do circulo do onze da primeira da olga roriz, na terra, br, home primerio id da primeria, priemira X ac ca rta é circulo doca f e, e priemria agua, o es p el ho, natal, ode da agua, a t roca no oi v id é o, sebastiao s al gg o, se bastiao do gama, vasco da gama, o iren ren t m torres, gina sio, c h av es bo eu e t u ca f e, se bas t ia o, o fil h o da marta sed el la for,


escutado , a certidao de nascimento é falsa, qual , de quem, do francisco, alterarada estará , pois a puta da sua mae, ainda me anunciou que lhe queria por um, de, entre nomes, a puta, que achava melhor e coisa e tal, e me pergunto, certamente, tal seria capa de outras mudanças, ou a certidao do sebaastiao, filho aparente da marta lapa, é falsa,


es cut ad o , a c e rt id dao de na sci ie em n to e f alsa, q ual , deque m, do francisco un der sc cor e, , al te rato ps ar ad a est tara , p o isa primeria puta da s ua mae, a inda me ano un cio u ue el he q ue ere r ip por um de en t re no mesa primeira puta, q ue ac h ava mel hor e co isa e t al, e me per gun to, ce rta tam am que mente, t al se ria da capa, de outras mu dancas, o ua ce rr t id dao do se ba as ti a oe f al s a, alsa, p vaso da dim


girassois é imagem de crianças no clip da tori amos, seguidores do sol, filhos do sol, fca, ficçao cientifca primeira, irma de agua, gato roc ar, caixa de cartao , linda de susa, linda mae do jesus roque, do cartao da mae do jesus, roque, troca de torre, sacrificio de torre pela rainha, a rainha da torre, linda mc carty, mc car teresa delta, a linda do mc, a barbara, caixa de cartrao do poema da minhna aldeira, imagens da previsao das desgracas no mundo, que depois apareceram no filme do gore, girava na roda circular igual a que o zbig usava na quarta dimensao, quarta dimensao, compressao de tempo, igual a espaco, a rapariga da paragem noo tempo, arret sur l imagem, o arpao da imagem, um magazine frances, assim se chamava, o araao do sul e a serpente ina mage, moby dick, laurent a bertrand do chiado, a lauren do chiado, a baleia branca, sara, sara parker, escritora. patrica, tra;o le ia br anca sara virgula sara parker, da can eta, usa eta, baleia, a que morreu no tamisa


g ira ss o ise ima ge m dec rian ancas boc l ip da tori amos, se gui id dor es do sol, fil h os do sol, fca, cica o cien tif fca primeira, irma de agua, gato roc ar, caixa de cartao , linda de s usa, l inda mae do je uss roque, do ca rta o da mae do jesus, roque, t roca de toore, s ac ri fi cio de torre p el a rai rainha, a rainha da torre, linda mc ca rt y, mc car teresa delta, a linda do mc, a barbara, ca ix ad e ca rt ra o do poe ema da min h na al de ira,, ima ge ns da pr iv isa sao da sd e sg ra acas no mundo, q ue d ep o is ap ar e ce rea am no filme, dog gore, g ira ava na roda c irc cu l ar i g ual a q ue o zorro do big usa ava ana qua rta di ie mn sao, qua rta da dimensao, co mp r ee en sao e te mp o, i g ual a es paco, a rapariga da par rage em ni io te mp o, arret s ur l ima ge emo a rp pao da ima ge made ria, um maga z ine fr anc es, as si ms sec ham ava, o ar ap pao do sul é primreira serpente ina mage, moby, dick do laurent, priemria da bertrand do chiado, a lauren do chiado, a bal lei ab br anca, sara, sara p ar k e rato ps, es c rito tora pat ric a, t ra dag o le ia br anca sara vi r gula sara p ar k e r, da can eta, usa eta, b al ei a, a q ue mor r eu no t am misa isa


a rapariga da paragem do tempo, é a imagem da bailarina de um video que está aui no blog, onde depois da queda do par num ciclorama, ela fica imovel no espaço em voo, mas viva esta, pois seus olhos varrem o espaço dentro de um corpo preso, como uma imagem de paralisia total, da queda de um homem, e de uma paragem do espaço tempo


priemria rapariga da par rage made rua dot te mp o, é a ima ge made ria da bailarina de primerio v id é circulo, q ue e stá au ino b lo g, onda d ep o is da queda, do par no priemrio m cic lo rama, el a fi ca imo ove el no es paço em v oo, mas vaso iva e sta, p o is se us o l h os v ar rem o es paço d en t rode um corp do circulo do preso, com o uma ima ge made ria de par al is ia tota primeiro, da queda de primerio io do homem, e de uma par rage made ria sw, do es paço teresa mp circulo





o poema, da minha aldeia, joao grosso, joao bebedo, bat bas tao e circulo ub bate ted doc co angulo homem cao, da minha aldeia, do caeiro, um outro fotografo, aqui convocado com da puta da maria elisa, com uma treta de insinuacao, que filhos da puta, sobre a morte da princesa diana, na antena de servico publico paga por todos nós, para servir estas bestas assassinas. Morrei !!! caiero o fotografo pr quadrado vaso da ana da maria elisa, a princesa maria elisa, a filha de elisa, qual elis, ise lisa, lisa ap arc ceia uma mu it o be la na s aguas d en t rode um onda tunel, ts un uma ni, vestida de agua como a gisele, que com ela, parece, apareceu um dia tambem num anuncio das aguas, a tal senha do bode do supremo, da concentraçao no modelo


o poe ema, da min h a al de ia, joao grosso, joao bebedo, bat bas tao e circulo ub bate ted doc co an h u lo homem cao, da min h a al de ia, do cae iro, um outro f oto g raf o, a qui c on v o cado com a puta da maria elisa, com uma te rta de in sin ua ac cao, q ue fil h os da puta, s ob rea am morte da princesa diana, na ant en ad e, ser vic o publica paga por todos, nós do para ser vi rato ps destas bes sat ts as sas sin as moe rr ei serpente !!! ca ie ero o f oto g raf o do pr quadrado vaso da ana da maria elisa, a p rin c ie s a m aria elisa, a filha de elisa, q ual elis, e lisa, lisa ap par rc da de ceia, uma mu it o be lan ana na s aguas d en t ro de um onda t une el, ts un uma ani ni, v est id a de agua com o a gi sele q ue l he pa rece ap ar e c eu um dia tam b em num anu un cio das aguas, a t al senha do bode do supremo, da c on c en t raçao no mode elo



al berto, norte sul berto, can tor espanha , e lisa vimieiro, aguas das pedras sem gas, arieiro, a imagem da gisela, gisele, a princesa da elisa, a gisele, qual, a da gda, i,agem do cli, al gore,uma verdade inconveniente, os vermes, os poluicao,os guerras, ki oto, kapa io cruz circulo kapa pai io oto, tres quadrados, um anzol no do meio, no dizco do pc, ciganos alentejo, a senhora de negro no metro, a vi, no cais de sodre, em dia recente , pampulha, lapa,


al berto, no rte sul berto, can tor espanha , el isa vim ie iro, aguas das pedras sem gás, arieiro, a ima ge made ria da dag da gi sela, gi s ele, a princesa da elisa, a gisele, q ual, a dag da, ia ge made ria do circulo do li, al gore,uma verd a e inc on v eni en te, os vermes, os p o u li cao,os guerras, ki oto, kapa io c ru z circulo kapa pai io oto, t r es quadrados, um anzol no do meio, no di z cod o pc, cig ano s al en tejo, a s en hora de negro no metro, a vi, no cais do sodre, em dia rec en te , p am mp pulha da lapa,


com gautier, agora me aparece, ao arbir alberto caieiro, e aleister, crowley


com gautier, a gira me ap ar rece, ao ar e rato aro do alberto ca ie iro, e al e si teresa,


da minha aldeia vejo quanto da terra se pode ver do universo,


dam am min home da primeira al de ia do vejo, br, qua ant dicrculo da terra, rea , se pode eve rato do univeros


por isso a minha aldeia e tao grande como uma outra terra qulquer


por do iss circulo am min home da primeira al de ia e tao g rande com o de uma outra da terra , q vaso l q ue rtao ps.


porque eu sou do tamanho do que vejo


por q ue, eu serpente circulo vaso dot am man ho duque do vejo


que aqui na minha casa no cimo deste outeiro


q ue da primeira do ki aqui na minha casa, min homem da preimeira casa, no co circulo imo do quadrado este outeiro, circulo do vaso si te iro


e nao do tamanho da minha altura


n cao dot am man ho do bar da ra da am min home da priemira da al tura bar ra dos tres ponti,


nas cidades a vida é mais pequena


na serpente cida d espanha , priemria vaso id da priemria e msi mais pequena


que aqui na minha casa no cimo deste outeiro


q ue a qui bna min home cas no circulo imo do quadrado de este , circulo vaso te iro


na cidade as grandes casas fecham a vista a chave


na cia ad e da ra di o cidade, as g rand espanha ca sas f e cha am ham , primeria vaso ista primeira da chave


escondem o horizonte, empurram o nosso olhar para longe de todo o ceu


espanha conde emo mo do horizonte, em p ur ram o no do osso o l hoemem da ar para do longe, disco, de todo o circulo doc eu


tornam nos pequenos porque nos tiram tudo e tambem nao podemos olhar


tor rna am nos pequenos, por q ue nos t iram tudo e eta tam am tambem n cao pode emos o l hor da ar


e tornam nos pobres porque a nossa unica riqueza e ver


e tor na am no sp ob br espanha por q ue ano os sa da unica, revista, ric q ue za e eve rato ps


doze cinquenta e um, vaso segunda coluna cinquenta e um , est rea primeira


colado veio na capa por cima da ovelhinha que esta escrita com um aparo com pintelhos de tinta negra, a mulher incesto, ou a mulher do incesto, rosa leonor pedro, mulheres e deusas, sonata e preludio, di e me vaso e quadrado homem da primeira da st te ad a mulher da anca direita sem cabeca, e de perna esquerda e bracos cortada


c ola lado do ove do veio na capa por rc circulo ima da ove el h in h a qu e e sta es c it ra com um ap aro com pintelhos de tinta negra, a m mul her inc cesto est circulo, o ua am mul her do inc est o, rosa leonor pedro, mul her es e de usa s, son at a e pr e lu di o, di e me vaso e quadrado homem da primeira da st é primeria da mulher da anca direita s em cabe bessa beca, e de pe rna esquerda e br acos co rt zorro do quadrado da primeira




abro ao calhas e me saiu cavaleiro errante


amo fr nest


amo vos tanto senhora minha

mais do que nenhum cavaleiro errante

neste mundo jamais vos amou


amo santo


amo vos tano etrena dama , tanto e mais como jamais

santo algum net s v id av os ad doro vaso


amo v os qua ant circulo fr


amo vos cada dia mais e mais e tanto mais

quanto mais perto da mimha alma estou


amo ovo vaso os sc circ culo do circulo ad adu = ia maís ema ise seta ant o mais

qua anto mais per to da mim muito do homem da primeira da alma est circulo da ova do vaso


primeira mais ma si


ah amo vos muito mais do que dante no inferno beatriz amou

mais do que romeu amou julieta


a h do ham do amo do ovo io vaso do os mui it oma tomas s id o q ue do dante no inferno bea t rato ps iza amo vaso ma s id o que rome eu amo vaso da juli eta


que só por uma morte passou


q ue s o por uma mor orte morte p ass o vaso


sao q ue t anta serpente


sao tantas as minhas mortes de amor de vbos

que nem cristo por amor de humanidade

tantas vezes ressuscitou


sa ot da anta sas min homem às da morte orte sd e amo rato ps de vaso segundo os

quadrado da ue ne mc rato ps is to por amo rato de homem da uma ni dade

t anta s vaso e ze es rato do ess us c it o vaso


ao lado prometo


aol lado ad circulo do ado pro rome met circulo



beijei te o pescoco por maldade

queria sentir a tua pele estremecer

e o teu corpo cambelear

queria ver te nervosa

mais do que isso , queria saborear teu cheiro

tactear te com a boca

riste e fugiste como um gato esquivo

que nao se pode domar

e eu fiquei com medo que te assustasses

ou me arranhasses....


beij ei te o p es coco cop por mal dade q ue ria s en tir a t ua pele ester ne ser

e o te u corp o cam bel lea ar ps, q ue ria ver te ne r v os a ma sd o q ue iss o , q ue ria s ab o rea ar te u che iro t ac tear te com da primeira boca rato do site, e f u gi ste c omo um gato es q vaso ivo

q ue n ao se da pode dó mar, e eu fic ue ei com med o q ue te assus t ass es o um me ar ran homem ass es....


para onde vais, para onde foges

que dono tens

nos bracos de quem te estiras com uma vontade de rainha

em que colo te aninhas nas noites de luar

quando menos espero apareces

so nao vens quando te quero

podes vir, prometo que o pescoco por maldade

nao te beijo mais

mas por bondade, beijo te o corpo ate desmaiares


para onda v a is, pt ra onda gof es q ue dono te en ns nsós br acos dd e q ue em te est tir das iras serpenet sc do com uma vontade de rai in h a em q ue c olo te anin h as nas no it es de luar, qua ando men os es pero ap ar e ce es s o nao v en s qua ando te q ue ero pod es vi r, pro rome met o q ue o p es coco por mal dade n cao te bei jo maís, ma spor bonda, bei jo te o corp o a te de sm maia ares


na verdade, senhora, ceio ter sido mais ou menos assim, sem relatar os pormenores, como dizia a mulher que anda a cavalo do publcista maluco que saltou das torres, e um homem casado, certamente sua esposa nao gostaria deo ouvir falar assim, contudo e sem nada, senhora se a vir por ai, a mulher minha esposa oculta sem o ser, diga-lhe que a amo muito mais do que tudo isto


na vera ra e, s en hora, ce io teresa s id o maís o um men os as si m, se m r el at tara tar aro os por men o r es, c omo di z ia a mul her q ue anda a cavalo do pub l si ista maluco q ue s al to u das torres, e um h ome em ca sado, ce rat maior net s ua es posa nao g os tar ia deo o uv ie rf al ar as si em, contudo e se mna ad a, s en hora sea vi rp por rai, a mul her min h a es posa o u c l t ase emo ser, di g a do bar do ra do primeiro he,q ue a amo mu it o maís do q ue de tudo isto, is antonio


agora me lembrei , pois esta noite , mesmo fazendo de puta e estando cheia de olheiras a morrer, nao deixa de ser sempre muito bela, de um dos contos da anais nin, de um pintor que leva as meninas para o atelier onde tem um cavalo, e nuas as pintas, um cavalo esperto, assim tipo mecanico que comeca por sua ordem a abanar, e ele fica a ve-las ter orgasmos,


agora me lem br ei , p o is est noite , me sm o f ax z en do de puta e est ando che ia de o l he ira a mor r e r n cao de ix ade ser, se mp rem u it o be la, de um dos contos da ana is do nin, de um p ino ot r q ue l eva às meninas para o atl le ei rt te maio, primerio cavalo, onda nu as as das pintas, um cavalo es per to, as si m t ip o mc anin coc ue com eca por s ua ordem a ab ban ar, e el e fi ca ave la s teresa o r gás mos,



pode detras do movel onde em dia recente o rabo da porca da bicha se enfiou, mais ou menos onde estao às facturas e recibos anulados, ao afasta-lo para limpar o pó contas baratas, um estranho fenomeno se desvelou a meu olhar, pois alguem com o po tinha ali desenhado um perfeito E , mesmo no canto dele, no primeiro quadrado de seis , primeira da direita vertical onde estao as aplicacoes informaticas, um E em branco feito com o po, anti baratas dum dum, primeiro de noventa e cinco, dez sete na te e tres oito, sara lee, zon as insecto tampa vermelha e tubo negro, no eixo em cima a antiga caixa de alarme que ja cá estava , me diz , principe invertido vc do traco ingles circulo do quadrado da detel ou le ted, ax c circulo duplo vaso circulo i r x men on circulo ff nove hor as, x na ficha do nariz do porco, ficha inclinada, estrela descentrada,


pode det ra sd omo mo ove el pn de em dia rec en te o rabo da porca da bic h ase en fi o u, ma sio u men os o onde es tao os f ac turas rec ibo s an u lado sao a f a sta bar dez priemiro do circulo do para li mp para o po contras bar ratas, um est rn ho f eno men o sed es velo lou am me uu o l h ar, p o is al g ue mc om o po tinha al id d es sena hd o um pere it o E , n ms mo no canto dele, no prime iro quadrado de se is , prime ira da direita ver tic al onda es tao aas ap l cic cc cico oes informaticas, um E em branco f e it o com o po, anti ba rta s du maior dum, prime rio de no v en a te c inc o, dez sete na te e t r es o it o, sara lee, zon as insecto tam p ave vermelha e tubo, metro, negro, no eixo em cima a ant toga ca isa de aka r mec q ue j aca est ava , me di z , p rin ciep invertido vc do t ra aco ib bg l es ingles do circulo do quadrado da detel ou le ted, ax c circulo duplo vaso circulo irx men on circulo ff nove hor as, x na ficha do nariz do porco, fic h a inc lina ad a, estrela d es c en t r ad a,


a aranha que tece a teia no meio dia, ou no meio da vida, antigo poema a que chamei de contos da lua cheia, apareceu ao preciso momento em que com isto dava meu olhar, escondida no bordo da parede, de fora da casa de banho no eixo exacto da cruz e do parufoso da cruz em roma, do tgv italiano, como ela propria mo mostrarae m vespera,


primeira aranha q y é tec, é primeria teia no me io dd ia, o un om ei o david a, ant togo poe ema a q ue c ham ei dec contos da lua che ia, ap ar e c eu ao pre c iso omo mo men to em q ue com is to d ava me eu o l h ar, es condi dida no bor do da pa rede, de for ad ac cas de ban ho noe ix o e x acto da cruz e do pa ruf os na c ru z em roma, dot b v maio do tgv italiano, como ela pro rop e ia mo mos t r ara am vaso da es pera,


dentro do armario no eixo do tal E no chao desenhado como os em metal na latina europa da diogo do couto e uns outros que as putas aqui deixaram na rua em dia recente, o ultimatte, para mac intosh, quem diria e um cd com uma animaçoes de bolas, de futebol, pentagonos pb, que a puta da federacao portuguesa de futebeol me trouxe da parte do filho do madail, quando do clip que fiz para a selecçao, aquele aqui narrado, um curioso cd com duas cores, unicas, amarelo e azul, que dz bolas, pergunto-me ao certo de que genero falamos, sabendoa luz do que desvelei sobre estas putas da fp e do tal trio de ataque e do dia seguinte, day after, viseu


d en t ro do ar am mario no e ix o do t al E no cha o d es en h ad o com o os em met al na la t ina europa da di o god o couto e un ns de outros, q ue às putas a qui de ixa xaram na rua em dia rec en te, o u l tim matte, para mac int to sh, q ue em di iria e um cd com uma anima macoes de bo la sd e fut be ol, pentagon os pb, q ue a puta da federacao pro tutu es a de fut be ol me t ro ux e da p arte do fil h o do madail, qua ando doc l ip q ue fi z para a sele cao, a q ue le a qui na rr ad o, um c ur io rio sc cd com du as cor es, un cia s, am ar elo e azul, q ue d z bolas, per gun to bar do tome. A o ce rto deque g ene ero f al lam amos, o sabendo a l uz doque d es vele ei s ob re e sta s putas da fp e do t al t rio de ataque e do dia se gui inte, d a y a ft e r, v ise vaso


na verdade a aranha e sua teia era figurada numa artigo do jornal do sol, onde no centro estava o tal da sucata dos mercedes prata quinhentos sl ou por ai, e na periferia, o que devia estar no centro, o socrates, pois como e obvio para alem de terrorista e cobarde, sempre actua mandando outros,

na ave verd e ad é priemria aranha e s ua te ia e ra figu r ad a numa art i god o jornal do sol, onda no centro est ava ot al da suc cat ad os merdes p rta quin h en t os s l o u por rai aí, e na per onze fe do rio, o q ue d e v ia etar no do centro, o soc rat es, p o is c omo e ob v io para al lem de te rr roi sta e co bar de, e sam pr e ac tua man dando de outros,


na verdade esta carta se chama , de carta a minha amada em tres belas, e mais algumas, e alguns terroristas para apimentar a coisa, e para entreter o tempo à sua ausencia, e nao matar ja os bandidos de vez, começando pelo piro o socrates , com singela homenagem aos titulos de lina wertemuller, incluida, e muita vontade de sem fim de te beijar



na vera ad e e sta ca rta sec da chama hama , de ca rta a mina h am a ad a em t r es de belas, e ema si al lu gm as, e al gun ns s te r roi sta s para ap pimenta ra co isa, e para en t r eta ero te mp oe en nao mat ar j a os bandidos de eve z, com eca c ando p elo do piro do soc art es , com sin gel a h om mena menage mao s tit u l s ode l ina wert mull we r, in l cu id a, e mu it avon a td e se m fi made ria de teresa bei do do pr do rin c ipe da ar



continua...


durante a escrita dos textos que ainda nao estao publicados mas que já mencionei no ultimo video publicado, e pensando sobre as questoes espanholas, nomeadamente as ondas que se reflectiram aqui em casa das rocas, em barcelona, este folheto ao chao caiu,

sur duran re primeira es circulo rita, do sw serpente textos, do espanhol ato, q ue da primeira inda, pub ub lic cado sm as q ue j é, men cion on ne ei, no do ultimo, vas id circulo pub li cado, e ps pen sand s ad circulo , s ob rea s q u es toes oe es, es pan holas, no me ad dam am que mente às das ondas, q ue se ref fe e ct iram primeia do ki aqui em casa, das rocas, em bar celo na primeira de este we fo primerio he antonio, primeria do circulo cha circulo ca e cv vaso

serpente pn te ua vaso do ab, sl e d a ru f al , la f ur a del sb bau , bao , pt, us, a o bs il e d siva van cruz invertida, se es f



no plano geral, se vê sobre a fulu, a rapariga de carato, da tal revisat de moda de figurinos, aqui abordados, e ainda o reverso do catalogo da gozzo, onde se ve tres colunas e onze pacha, umas asas verdes como libelinhas, que seguram dois morangos, que aqui nesta foto nao se veem, e um corte queimado, que algume me fez na chaise longa de minha avo

nno p lan ano do pal no ger al, se eve vaso maconico, priemira fulu, primeria rapariga de dec ca rato ps, da cruz al, da tal revista , rato e vasi isa sat do demo da moda, de figo rinos ino saqui, japan, ab bor rda dad is e primeria inda, circulo do reto eve da inverasao do verso, do cat al do logo, dag do oz zo onda se eve tres c olunas e onze no pacha,disoteca, uma s asas verdes, com circulo libe kapa linhas, que segur ur ram am do is morangos, q ue da primeria ki aqui nest primeria sta f oto n cao se eve en , e um delta vaso corte q ue imam mad ad circulo, q ue al gume me de fez na cha ise longa da min home da primeira do circulo av



aqui vos deixo, notas ainda nao transcritas, onde aparceram nas eleiçoes do iram o mesmo simbolo das patas da galinha como sao visiveis, ou seja um delta triplo que me eoca um delta de rios no oriente, a confluencia dos tres rios, egipto

primeira do ki aqui, ivo vaso os de ix circulo not as sa inda, n cao cruz ra ns sc ritas serpente , onda ap par rc ce ram nas eleiçoes, do iram circulo mc, om es sm circulo s em b olo das patas dag al ina home c omo sao vso isi vaso ei s, circulo do vaso use seja, primerio dellta cruz rip ip dez, q ue me e circulo ca de um deles, del la cruz, de priemrio d rio no do oreinte, epo, priemira o ac co on flue en cia do st rato es rios e gip do ip pt o


uma leitura de espanha, pela moeda maior dois euros de face espanhola, o xl, da cobra segundo euro espanhol

que é o delta do primeira vareta, do buraco no negro


o tal espelho que já conhecem, que refrencio no texto anterior, onde as cebolas, cresceram uma mao com seis dedos, que apanha os se mi circulos das torres, e dos pratos ingleses e nao só, de acordo com imagem em video recente

circulo delta ota al, es spa alho q ue j acento priemira c on he cem , que ref fr rn en cio no te x to ante rato do ps ior, costa, onda Às ce das bolas, c rato es ce ram uma mao, com se is dedos q ue ap anha, os s emi, can tora, di , mi do circulos das torres, e dos sp pr ratos dos atos sin ingleses e ne cao serpente acento ema nu elle ac cor do com ima ge ,made ria em vaso id, é circulo rec en te



uma leitura que se deu ainda sobre o elefante de rabo , tromba e e marfins cortados, na disposiçaodos objectos , fotografaos hoje antes de para aqui vir escrever

uam lei tura cruz ira q ue sed eu a inda sib ub br reo do elefante, de r ab circuçp da tromba, e mar rf fi ns co rta ad os na di sp posi sic sao ob j kapa e ct os , f oto g rat fao o ds, homem circulo pje ant es, do para primeria ki aqui vas e rato es circulo son ho, eve rato ps

will ian la w s on ns e uma factura debaixo da asa negra do sofa italiano vermelho

bul homem os a dos books ft, contabilidade, conta an nil bil iade, ft do l iv ingles


quadrado pp jb bel ei nono quadrado do circulo



a pá vermelha e negra inverida



primeiro antes das meias, o elefante ali estava no chao mais ou menos onde está, uma noite apareceu um ponto vermelho a seu lado, assim a relaçao ao instante se tornou clara, pois está tobanndo, e com sangue, imagem que remonta a saramago, aqui se ve um meia negra que com o cruz do x de prta da rede, net comunciaçoes, o marcou, ou matou

pr rim me iro ant es ds sm me ia s ciruculo do elefante, al e est stav ava ano ni ca ho, ma sio vaso primeri men os onda é sat sta acento, uma ano noite, ap pp par rc eu pimerio do circulo do ponto vernmelho, a s eu lado, as sima primeria da rlaçao, circulo da primeria ins st ante, se torno vaso da clara, p o is est cruz priemria toba bam n dó, e com do sangue, ima ge made ria q ue remo mna mona cruz primeria sara mago, primeria ki aqui se eve primeiro me ia ane negra, q ue com circulo ca da cruz do zorro , x p rta a red e , net com un cia ac cortes oe es , circulo omar mar rc co vaso , circulo baso mat cio rc circulo vaso



esta cadeira foi usada no primeiro programa , para explicar que um progama de trinta minuto tinha, x imagens, vinte e cinco por segundo, vezes sesenta, vezes trinta, o programa se chamava z ero de au di en cia, as meias evocam em mim, o homem morto, e a imagem da menina russa morta em nova yorque, que trazia assim mais ou menso os cabelos em circulo

e sta cadeira cade ira f oi usa sada no prime rato, pro garto rama do triunfro dos porcos, gb, para e sp li car q ue um por gama, ps, det rin cruz primeria min vaso ts circulo tina homem , do x ima ge en ns moconico e cin inc circulo por do segundo, vaso es s es sen en ra, vaso e z es cruz rin da priemria do circulo do pro gato top da rama, sec hom ama ava zorro do ero da au di i en c ia, eas me ia s evo cam am em mimo, circulo do home morto, e primeria ima ge made ria da menina russa morta em bo av yorque, q ue t ra az zorro do ia, ass si em mais, fr, circulo ibas um men s os cabelos, em circulo


um outro pormenor da imagem do elefante

os livros na estante que a cauda do elefante cortada no chao e visivel na imagem seguinte, apontam, sevilha expo noventa e dois, e madrid, tempo do tierno galvan e da movida,

os livros, primerio iv o ps na est ante, q ue ac ca auda, do el e fan te co rta ad da primeria no chao oe vaso isi vaso el na ima ge made ria se gui inte ap ponta tam am se vaso da ilha espanhola, e xp circulo no do vaso en cruz primeria da venda, e do is ise ema madrid mad rid id te mp circulo dot ir rn do no galvan, e da dam am ov ida priemria

na verdade se verem com atençao o começo do primerio video, lá está um pequeno zoom, talvez a primeira vez que tal acontece, em tantos ali gravados na chaise longue de minha avo, e esse pequeno zoom, reenquadrando a imagem da bailarina que dança parecendo entrar no buraco azul do ceu, e se vendo ao lado, o florao, do topo do movel ingles cujo perfil figura a mascara do diabo, o relogio, como simbolo do templo, com a p o rat, porta, em si mesma, como muitas vezes aqui no Livro da Vida foi referido, ou seja, desde o inicio, que o video fala sem dizer, do que se estava na verdade falando, da tal rapariga , figurada como galinha deitada, com um x pela iluminaçao das portas de bradenburgo

na ave verde dade se vaso e rem co at en sao circul com e cortez circulo do prime rio vaso id é circulo , priemria do acento e sta acento primerio do pe q ue en no do zo do om , t alvez za primeira ave do zorro, q ue eta cruz al, ac on te s se, em cruz x ant os al e g rato ps ava ad do sn da primeira da cha c j a ise, d longue, di s c oe tca, discoteca, de min home av circulo , e cobra pe q ue en no do zoom, rene vaso da primeria do para ad rato, ps circulo , priemia ima uma mage made ria da baila rina, ba ila da rina am, q ue da dança, par rec en dó en cruz rato da ar no do buraco azul, b ur aco do azul doc eu, e se vaso en dó priemria do circulo aol lado, circulo flor primeira do circulo do top, circulo do do do ove primeiro ingles, co vaso do jo, per rf fil figo ra, priemira am mas car do diabo, com circulo mu ia serpente, vaso e zorro espanhol, priemria do ki aqui no l iv roda david, f do oi, rafer id circulo , circulo do vaso use seja, circul em nico, q ue ov id é circulo do fala, se amde ri di se rato, doque ki ie se est ava ba abe verde dade f al ll lan ando da tal rapariga, figo rato ad circulo, com circulo da gal da linha de it ad primeria, com primerio x p el da primera e lu mina da mna do ac da sao das portas, serpente de br ad d en burgo

ainda ontem sabado pela madrugada, depois da noticia de furacoes bastante intensos, na ilha de man e em sul de londres, a confirmar assim , primeiro, um disparao do outro lado do atlantico, segundo, a verdade da relaçao do dito, aqui em texto anterior, da id de londres das fotos, e da relacao com a republica dominicana e do andrew, apareceu primerio michel gorbachov, depois angela markel, com umas estranhas legendas onde no final, se lia , cette , como sendo em frances dizendo essa, rapariga, referindo-se pela continuidade, da linha deste ponto desta historia, a da dança

priemira ida in te made ria da da sabado, jornal, p el am mad ri gada, d ep o is sd da priemra do ano ana not ti cia de f ir racoes oe es, ba st abnt ete ene ts os na ilah de man ane em sul, del on qaudrado rato espanhol de londres, ac on fi rati mar ass si em p rie ie mr rio primerio, di spa ara circulo do outro do rol do ouro lado doatalantico, se gun do ave cera de da realçao, do circulo do dita, priemira aqui e cruz x to ante trato ps ior, costa, da id de londers das s fotos, e da relaçao, com da primeira da republcia, dom mini ca circulo da cana da aan, e do andrew, ap par rec eu prime rio mica do hel gato circulo rba bach ov, it, d ep o is da angela mar rato kapa el com uma s es t ra anhas le g en d as onda do no da fina, primerio se l ia set tuberculose, te , com circulo da se do ra am da min do fon, efe, do em fr anc es, di zen do ess primeira cobra, da cabra, ra pa riga, ref fr rei indo do traço ingles p el priemria conti nu id ad e , a da dn anca cortez

na verdade a imagem dizia assim


na ave verda dade primera ima mage made ria di iza ass si maior

um senhor checo, com vos embragada, como se tivesse perdido uma filha, uma referencia a republica checa, os dedos da mao verde da ce da bola, um mosteiro antigo, tipo , capela imperfeita, ou as ruinas do carmo, uma relaçao com lou reed, que me remete por memoria para lagos algarve, verao, os concertos, e jamaica, audiovisuais, parecidos com os da rapariga que aqui estivera recentemente do grupo europa, com um especatculo onde se viam, elementos audiovisuais semelhantes, michael gorbachov, e depois angela markel, com a tal traduçao, onde ele confirmava ser da tal rapariga que se falava

primeiro rio sen hor ce homem co, com vaso os em braga gada, x com do circulo da set iv cobra per dido primeira da fil homem da primeira, um refer rn cia da primeira rep ep pub ub primeira cia checa, os dedos da mao, verde da ce da bola de um do mosteiro antigo, cruz ip circulo cap da capela, em pr per rf feita, circulo vaso as rui ina sd circulo do carmo, uam da relaçao com lo vaso rato do aro ee ed, q ue me rem te por me emo ria para de lagos, al gato rato ps rave ave, vera circulo os concertos, au di v is ua s com circulo par rec id os , da primira da rapariga, q ue primeria do ki aqui est tie ie vaso ra rec en te mn te do g do rup o circulo europa, com do priemiro es pe cat tc culo onda se vi am el lem men to ss do audiovisuais, semen primerio homem ane net serpente da mic primira do home miche k l, el gato circulo rba back ov, it, e d ep o is da p rai primeira ana gel a eg la do mark , el com da primeira cruz al , c ru uz zorro radu sao, onda d3 dele, c om fi rato maio ava ser da atl rapariga, q ue se f al ava

a rapariga prometida, assim, ouvira nas entrelinhas da primeira conversa no dia das portas, de brandenburgo, e fora precisamente essa parte que as putas no video cortaram, mas tal nao deixar de ser reposto, pela escrita, pois senhora markel, como tambem sabera, ainda agora uma senhora que foi recebida à porta fechada em casa do seu partido na alemanha, sua congere de casa partidária, aqui, acabei eu de a acusar de ser mae espiritual de um assassino, e portanto toda esta questao, será esclarecida em bastante detalhe, quando puder passar para computador o que se encontra já escrito

primeira rapariga, pro rome t id da primeira, ass si em circulo uv, it vas da ira, na s en cruz re das linhas, de pr ie emi mira c on ver s ano do dia das serpented dos porta, sd e br ande den bdo burgo, camara, e for primeira da ap pr e cisa isa am am que mente, cobra da p da rate q ue às das putas, no vaso id é circulo , co rta tam ma st al, n cao de ix da ar, de ser rep ps pt oto p el primeira es circulo da ita, p o is s en hora mark , e primeiro com circulo tam am tambem, sabera, a inda do agora de uma s en hora, q ue f oi rec ceb bid priemria da porta, cds, fechada, em cc sas asa do s eu p art id circulo de primeiro assasino, ass as do sino, casas de cascais, e porta anto, toda esta q ue es serpente do ato, se ra es cc cortez clare rec da cida, em ba st ante de eta alhe, qua ando vaso der, p ass da ar, do para co mp puta da ad dor, circulo q ue se en c on cruz ra p rin ciep do ac cn do antonio da primeira espanhola cir culo do rito

pois para alem de tudo, o simbolo da patas da galinah traz ainda outras ligaçoes, com o irao, tambem, e nao deixa de estar refelctido tambem, em tres, ou seja uma galinha e um perneta, asim parece, uma imagem e um frances, e tambem, de um pirata, igualmente num dos meus ultimos video, filmado, na minha secretaria da asa, onde falo de nova yorque e das quedas das torres, e de serem uma questao que na altura me dava conta que tambem teria passado pela america do sul

p o is para al lem de tuo, circulo s im b olo, da pat as da gal ina home cruz rato ps az, primeira inda de outras liga ac cortez, oe espanhol, com do circulo do irao, tam am tambem, e en cao de xa de es star, ref fel ct id circulo em tres, circulo use seja , uma gal in hoem da primeira e um per net a, as em par rece , uma mai mage me um fr rn c es e eta tam am atamebm, de um pi da rata, e g ual am que mente mun dos me is sul cruz imos ultimos, vaso id é circulo, do fil mdo, na mina ina home da secreta ria da asa, onda do falo de nova yoruqe e das quedas das torre4s, e de se rem , um q ue eta tao q ue na al t ur, med ava cona cruz q e , e eta tam am tambem da te ria, do passado, do louco, p ela a am erica do saul, sul
ora, o video, eu, depois e o gravar, o transcrevi para o i movie que trago dentro do mac, e logo procedi ao seu encoding para o formato final, que agora uso para depois fazer fora, os uploads

circulo do ra, circulo do ov id , é circulo do onze deo do quadrado ep o is ise circulo gato ra ava do aro, circulo cruz ra ns circulo rat, ps, vaso ip do para, circulo do io do imo do movie, ov do ie, q que t rago den cruz rodo do mac, dom ac, e logo, por ce di primeira do circulo do s europeu do en cod ding para do circulo for mato da fina al, q ue agora da sis usa sao, para d ep o is f az ze rato for da primeira, os vas da puat lo ad ds

curisamente como gravara dois, ao proceder ao encoding, do segundo, o que começa com o livro , onde te falo, amada, um pedaço do anterior, o que fora cortado, ficara na time line e disso só m apercebra durante o encoding, quase em seu final, quando percebi que o video tinha mais de uma hora, o que é impossivel visto a cassete original ter só, esse tempo

circulo ur rato do aro do ps, isa sam am que mente, com circulo gato tpo ra ava ra do is sao por rc se der , primeira do circulo do en cod ingles, do segundo, circulo q ue com eça com do circulo do livro, onda teresa falo, am ad da primeria, um peda aço do anterior, circulo q ue for do co rta ad circulo, fi car ba time, l ine e di iss do santos silva, serpente do cento manu elle kapa lem , made ria ap per rc e br ad duran teo do en cod ingles quadrado use em s eu fina primeira, qa un dó, q ue do circulo ov vaso id é circulo mais, fr ua am hor da hora primeira, q é em mp os s iv el vao ps mario soares, vi st circulo priemria ac aca serpente set, circulo rig gina ina primeira te serpente ac on to no circulo emanulle lem, ess , e teresa mp circulo

o curioso disto que te conto, e que o sentido do pedaço do primeiro com o segundo, desvelava ainda mais claramente, um dos aspectos sobre a tal questao moral, que era abordada pelos dois lados , a europa da aliança, eixo franco alemao, e obama do outro lado do atlantico, e era exacatamnete essa parte, que eu depois abordava em mais pormenor, que as putas ladras editaram no video, tirando, esse pedaço

circulo si ur rio serpente circulo di st circulo , q ue te do conto, e q ue do circulo s en t io id circulo do peda co cortez do primeiro, com do circulo do segundo, do quadrado es vela ava , priemria inda, mais, fr, clara ram, o que mente, um dos as pe ct delta os, s ob br rea al al da questao, mor mora al, norte sul, q ue e ra ab bo rato dada, p els sd o is lado sa priemria do grupo europa, da al encsa, e ox do io do xo alemao, e ob am primeira, do outro do rol ad do circulo do outro lado do atlantico, e ra e x aca tam nete ess ap da arte, quadrado do vaso eu do quadrado da ep o is ab bora av em mais, fr , por men circulo do rato ps, q ue às das putas ladras, e dita tara am , no ov id é circulo , rir anda do esse, cobra, peda serpente do circulo

pois o primeira video que estava colado ao principio do segundo, acabava exactamente no ponto onde a id pelos gesto se desvelava e confimava, em relaçao ao que era dito na imagem da festa nas portas de bradenburg, os braços se elevam, em posição de dança, e depois descem, dobrando-se como se fosse uma posiçao nas barras, e depois começa, o video, com a conversa a minha amada, e o texto da decima primeira liçao da krisha,

p o is circulo pem pm prim me ira vaso id é circulo , q ue est ava cc co lado, priemria do circulo do p prin cip do io do segundo, aca ab bava e zorro ax, c it ro en, e x ac cta, em n t en do ponto onda da priemria id p elo sg es cruz circulo sed es vela lava ava e c on fi made ria ava, em relaçao, tribunal, priemria do circulo do q ue e ra dito, na imagem, da festa, na serpente dos portas, de br ad en burg, os bra aços se dele eva vam am, posi sic cod do circulo da dança, e d ep o is d es sc cem, do quadrado do ob brando do traço da inglesa se, com circulo se fosse, uma posi sic sao, nas bar ra se ep pose com eça, circulo do ov id é circulo, com da priemria do ac circulo enm ver sa, min homa do homem da priemira am mad da primeria, é circulo da te do zorro do z do antonio, da dec ima prime ira li sao da kapa rato ps is homem da primeira sha

este video ficou com o seguinte nome, 13 de novembro de dois mil duzentos e nove, e nas notas em meu caderno de seguida, se lê, triangulo do fogo pedro, parou o video, dia treze nov 2209, pedro, serpente dos jogos olimpicos, na alemanha, carha, gesto dança, dezoito, o filme está colado ao outro, thusday, friday, kiss to my love, raio do bar do ra o treceiro do doc, lang , fr, o supremo segredo, tu mo desvelaste, malasia, zaratrusta, da lei universal, a forca, raapz, seis quatro cinco, porcuradoria, e depois o video de novo entupiu ao ve-lo no ponto, 1, 85, 9, o tal juiz de face doce, do circulo superior, supremo, em evez de superior, assim troca a palavra , ou seja relativo ao irao, provavelmente à morte do ayatola, o juiz de oculos de tartaruga como os das finanças, e como o vasco, o que foi morto, o primerio de oitenta e cinco, do nono do circulo do juiz da face doce, a puta, o que dizia, que sim, se entao os juizes passassem a investiagadores, por ele tudo bem

este vaso id, é circulo fi co vaso com circulo do se gui inte no me do treze de novembro, no ove em br circulo, dedo do is sm el do uz zen td do to ze, e en ove, e na serpenet das notas, em meu caderno, de se guida, se priemiro maconico, cruz riam gula deo do fogo do pedro, par aro circulo do ov, italia, abruzzo, id é circulo dia cruz rato ps e ze en ov do vinte e dosi do circulo do nono, do pedro, ser pen te dos jogso olimpicos na alemanha, ca rato ps homa da primeria do gato est circulo da dança, dez o it circulo , circulo da fil, do me, e sta co lado da primeria do circulo do outro, do jornal quinta feira, t h us day, fr id da primeria do delta, kiss, discoteca, kapa do iss da puta do santos silva, rai circulo do bar do ra do terceiro do doc lang, fr, circulo do supremo, o segredo, cruz vas mo d es vela lado velado, da ma la s ia, circulo do juiz deo culo serpente de t art tar ru gato da primeria, com circulo os da seprente das finanças, e circulo omo do circulo do vasco, o q ue fo mor to, circulo d primrio em oitenta e cinco, o it en na te cio em cod circulo no pn do circulo do juiz da face, do ce da priemria puta, circulo do vaso di zorro do ia, paulo, q ue si em se en tao, os juizes, p ass as se ma in v est tiga dores, por ele, tudo segundo em truta da universal

continua...
falei-te eu tambem num dos ultimos video publicados, o que interpela os pedofilos que se dizem juizes nesta podridao de não país, que me tinham andado a roubar a conta gotas, levando aos dez e aos vinte euros de cada vez, umas economias que estavam dentro de um envelope, dei eu com a falta do dinheiro, que levaram aos pedaços, a fazer prova de como constantemente entram em casa, quando partiram o computador, e ao isto agora pensar, é obvio, que o que pretenderam foi tambem assim obstar a que nao podesse nem pensar em comprar um outro

a la lei ei do traço ingles eu tam am tambem num dos sul, cruz imo seprente, vaso id é circulo pun lic cado serpente, circulo q ue inter rp do elo os dos pedofilos q ue se di ze dos juizes, nest da primeira da podridao, ap pod rato ps id do do dão, do pais, tvi, q ue me tinha ham da manha, anda do dado om poker, primeria ar circulo ub bra da primeria do conta gotas, sin os it teresa, lea caso n do da primeira do os de dezembro, e priemria do os dos vinte, maconicos, dec ad ave zorrom uma serpente e co no mia serpente q eu est ava vam am de um do en vaso do el do lope, e ro sd dele, eel, onze, eva ram priemia do os peda acos, a fazer prova, a f az ze rato ps por da ova, do oe circulo omo co ns tan te que mente en t ram em casa, quando partiram o computador, e primeria do circulo do is do antonio, do agora pen serpente da ar, das putas deputadas que se confirmam assim mais uma vez serem terroristas de estado, é ob vas do io q ue do circulo do q ue pre ten der ranm am f do oi, tam am tambem, ass si s mar tie es, ob star da primeria da tara, primeira do q ue pode da cobra, ne mp pen s ar em co mp pr da ar de um outro

lope, declina tambem em lupo, pequeno carro, negro de dois mil e um, que ali vive na rua um pouco mais acima, lope, lopes, santana lopes,

primeiro, pr rie ie emi en io, do circulo de dez pe dec l ina tam am tambem, em lupo, pe q ue en no do carro negro do is mu da ile e priemrio, q ue ali vaso ive va rua , um p circulo do vas do co mais, fr, ac ima, lo pe do lopes, do santana lopes

continua...

on tin ua
falara eu de que tinahm cortado o pio ao rapaz da saude aqui na televisao, numa particualr noticia onde falava da tal gripe dos porcos, e de como isto foi, mais uma prova de que existe censura, quando um dos meus ultimos videos aqui opublicados, como muitos terao reparado foi ele alvo de um corte, ou seja de mais um acto de censura, contrário a lei e a liberdade de expressao que elas consignam nos chamados estados de direito

f al lara eu deque tina hm co rta ad circulo da p do io , priemira do circulo do rapaz da saude, ministerio, priemria do ki na televisao, numa p art tic cu al rato ps, not ti cia onda f al ava da t al gato do ps do ipe, o dos porcos, e dec omo is to f do oi, mais, fr, uma pro da ova, deque e xis te, c en surur primeira , qua ana anda, um dos ps me us sul crz imo ultimos , vaso id é circulo os da primeira do ki aqui do circulo dos da pub, lic cados, jornal, com circulo om mu it os terao rato ep par ps ad circulo f do oi dele, , alvo de primio corte, circulo vaso use seja, de mais, fr, primeiro acto, dec en sur , primeira do circulo ra serpente do rio, rui, primeira al lei e primeia liber dade de e ex press sao que delas, , co nsi sig gn na am nós circulo hen mad os do estados de direito

concretamente, um pedaço muito importante da resposta a obama e de certa forma a um insinuado nas entrelinhas da senhora angela markel quando das intervençoes referidas, sobre os vinte anos da queda do muro de berlin, foi o que conseguiram cortar

c on circulo creta cee, tata tam am mn teresa, um ped aco cio cortez mu it circulo em mp porta cds sm ante, da rato da es posta , primeira ob ama e dec ce rta forma, norte sul, in sin vaso ad circulo a s en cruz el das linhas, da s en hora da angela mar kapa do el qa un dó, das sin int rato eve en cortez oe es refer rid as , s ob reo s vinte, t r ipem, ano serpente da queda dodom ur rode de berlin, f do oi circulo quadrado do vasp do quadrado e c on se gui iram co rta rato

me disse o espirito contudo que quem o ouviu, pressuponho por processos que espiam e gravam o que digo quando falo em casa, sabem que eu disse a verdade

me di isss circulo do es pi do rito com tudo, doque q ue emo circulo uv vaso io, pr ess up pom n homem hi do io, q ue es pi am e gato rac ava vam, circulo q ue di gato circulo qua anda do falo em casa, s ab em q ue di ise sea priemira da puta vera ave verde dade

aliás se viu ele em diversos ecos, nomeadamente no noticiario de ontem na euronews

al li as se vaso vi vaso dele em di dos versos, e cos no me ad dam am men da cruz no do noticiario deo on te mna eu ur ron one ws

continua...
doce senhora de meu coroçao, vê o poder do Amor

doc e s en hora de me eu co roc cortez sao, vaso ê, circulo pode der do am mor

falara a palavra há não muito tempo ido, de peantar legumes em arvores, como imagem, da necessidade e mais do que isso da possibilidade de encontrar novas formas de porduçao que permitam responder a necessidade crescente de alimentaçao no uno mundo, e,

f al ara primeria pal av ra homem acento primeria mu it circulo te mp circulo id circulo, de pe lan tar dos legumes, imagem da special spaigne, em ar vaso o rato es com o im a mage ge made ria ru necessidade, mne, e ema mam maria sobral, s id circulo q ue iss circulo da p os sibil id ad em de enc on t rato ps ar nova, fac, serpente de por do ortez coa q ue per mit am r es ponde der primeira da mne do crescente da el li men tca tacao, sao pn no un circulo do mundo, e, maconico

em dia recente , um agricultor da latina america, mostrava as batatas que acabara de plantar em vez de as criar na terra, e mostrava ele, que assim se tornavam muito mais rentaveis, que cresciam mais depressa e sobretudo poupavam imensa agua, entre 40% a sessenta por cento menos, do que o processo tradicional,

em dia, realizador, rec cente en te , um a g ric da cultura, da latina am erica circulo za, mos t rava as das batatas, q ue ac aca ab bra ad e ep lan tra em vaso e zorro de a sc ria bna terra, e emo st rato ps vaso da primeira dele lem, q ue as si em se tor ava van am mu it os mais, fr, ren t ave is , q ue c raro es sc cia am mais, fr, dep press primeira e s ob br r tudo po up p ava vam am e men sa da agua, en ter quadrado do circulo per cen tel, primeira ase s senta por cento, em mn nós, doc q ue do circulo do porcesso, tribunal, cruz raad di cio na al

aqui fica a noticias e o apelo e de certa forma a prova que a inovaçao é possivel e trás melhorias de rentabilidade no voto que este e outros novos porcessos de cultivo se implementem pelo Uno Mundo

a ki aqui fi ca ano not tic cia se circulo do ap p elo de c ce rta forma , primeira da ap da pro da ova , q ue primeira da inovaçao,é, p os ss iv el, e t ra serpente mel hor ria sd e ren t ab bil iade, no vaso ot, q ue de este, e outros, de outrso ovos por c ess os sd e cu angulo cruz ivo, se em mp lem que mentem pelo un circulo do mundo