terça-feira, novembro 17, 2009

no sumario do catalogo da gozzo cujas fotos estão publicadas, o abdecedário diz

no s uma mario, ps, doc cat al falo do dup duplo circulo dag oz do zo das comunicaçoes, cu j as do f oto, es cruz cao pub lic c ad as cd co circulo abe dec e qaudrado da ar do rio di zorro

am mx, ou primeira cruz do mx, primero do ed dt tir ria al da rapariga oi ra q ue olho do ceu, sat, circulo bc, back ground da pub do delta da sofia d en p ub do zorro dc capoiera, capo do circulo oi do ie da era, do sergio alves, do falo do oz, dag do gato do homem das lãs da nazare, judaia, jud aia, a ia, dos ds do anzol do ca da fe das raparigas aa, do cardoso do queiroz, cds, irs do ab da serpente pn te do ac do principe da cruz mu sica fernado girao, vaso up pub ub ad, kapa vaso angulo duplo vaso pub af, antoni forte, do angulo forte, é a grande muda dança, ab qaudrado fg, se is homem energia, principe kapa angulo maior no, puta do quadrado ratp ps st vaso s emi can tora duplo vaso pub do xy, do fio das cordenadas, zorro capa eiro, aa ab ac ad ae au to foc us, a gil id ad é a da fiesta ford, x rato vinte e um dez ase is vaso




acrescente-se ainda sobre esta matéria, que o do exercito que mora por cima, e tras uma audi que diz aguia, tinha no outro dia ao lado da jante o seguinte papel no chao, que diz, delta duplo, do x, um para cima outro para baixo, azul sobre branco , delta do zorro da al, amarelo, di c or id rato del evo set tir rato e zorro ina estrela mg co mr mp rim id circulo rato e vaso est id os por da pelicula, vinte um , dos olivais, co mp pr rim id os cio cod di gato do circulo de barras

ac rato ps es sc cente do traço da inglesa se primeira inda, e sta ma té ria, q ue do circulo do do exercito, q ue da mora por c ima, e cruz ra serpente , uma au di, q ue di zorro da aguia, tinha do no do outro, do dia da primeira do aol lado ad circulo da jante,j ant teo, circulo se gui inte pap ,antonio pedro vasconcelos, el no do cha circulo, do zorro da al, am mar elo dd di circulo cor id do rato del do evo set tir do ps e zorro ina estrela mg, mega primeira am, co mr mp rim id cic do rato e eva vaso de ets, id os por de p el lic cu la do vinte um, dos olivais, co mr mp rim id os cio do cod da di gato do circulo de barras

o papelinho com a id da identificaçao do do mx, estava há dois dias em cima deste banco de desenhador, onde se ve uma marca equivalente há do golpe que me fizeram no cabo do mac g qautro, portanto pressumo que esta puta deve ter a ver com a sabotagem, e por extensao com os terroritas associados, à queda das torres

circulo do pap, antonio pedro vasconcelos, el do linho no natal, com da primeria id da id en ti fi caçao, dodo mx, maior z do mx, est ava homa do acnto da primeri do is do dias, a puta do psd,em c ima do quadrado de este, do banco, de quadado es s en homam ad da dor, onda se eve vaso e primeira mar ca, e qui iva al lente, homem do acento na primeira, do dog do golpe, q ue me fi ze ramno do cano, circulo ab circulo do mac gato qa vaso cruz ro da quatro, tvi, porta, cds, ant circulo pr es sumo, japao, q delta da ue do sta puta do quadrado de eve, teresa ave rc om oma primeira da sabotagem, s ab bota tage me por, é x ten sao, com os teroritas ass soci, sic, iad os , primeira cento queda das tor ratos es a pn h o is
complemento da imagem do pó de baratas que encontrei quando limpei o chão do movel, no quadrado de seis , primeiro da direita vertical, onde estao as aplicaçoes informaticos, , um E em branco feito com o po anti barata serpentes do um dum, dum, do elefante primeiro de noventa e cinco, dez , setenta e tres , oitavo, sara lee, zon as insecto tampa vermelha tubo negro, no eixo em cima, angulo principe invertido vc circulo do quadrado, da detel ou le ted, ac do traco ingles do circulo duplo vaso, circulo irc, men on o ff , nove hor as , x na ficha quadrado dentro do circulo, inclinada, como a imagem do anuncio dos palhaços na photo special spaine, ou seja em rotacao, a aranha apareceu nesse momento, escondida entre o chão e a parede, do lado de fora, do sitio do eixo do parafuso romano, da cruz romana, na casa de banho

co om mp lem en to da ima ge made ria do quadrado do oe em pode bar ratas, q ue en c on cruz rato ps do ei do qua ando kim oe io cha circulo, do emo do ove do el, no do quadrado de se is , prim me do io da direita ave vaso e rt ical, onda es e serpente tao as ap lic dag o es in for mat ticos, , um E em branco, feito, com do circulo do po dan ti barata serpente sd do circulodo primeiro dum, dum, quadrado do vaso do elefante, primeiro de noventa e cinco, dez , setenta e tres , oitavo, sara lee, zon circulo home ave eta do às do in sec to tam p ave vermelha do tubo negro, noe ix o em c ima, angulo pe inc ipe invertido v cc irc culo do quadrado, da de tel ou le ted, ac do t ra aco ingles do circulo duplo vaso , o do circulo irc, men em circulo do ff , no da ove hor às do x na ficha quadrado dentro do circulo, com circulo da priemira
imag em do anu un cio dos pal homem do aco sn ap homem oto sp e cia al spa e ge, inc l ina ad a, o use seja em rota tacao, da primeira aranha ap par rc c eu ness emo men to , es condi dida en t reo cha oe e primeira da parede, do l ado da ode de for ad do circulo do siti, o do e ix o do para raf fuso romano, da ac ru zorro da roma ana, na cas de ban ho

complemento da chave do elefante caido e das fotos, quando o primeiro passo da id se desvelou, ou seja quando apareceu um ponto vermelho ao lado do elefante caido ao lado da cadeira, uma precisa camisa nas costas da cadeira estava, uma de riscas pretas e branca da zara, ou seja a camisa, a id de quem está por detrás da rede, rede de imagens video, como já aqui o escrevi, no texto que acompanha as fotos jé publicadas, depois há ainda um linha de id que o almuna, espanhol, logo de seguida na tv apresentou e que aqui entrara em texto, na sua devida altura

co om mp len to da ac homem s argento da ave do elefante ca id o, oe das f´oto s, qua ando do circulo do onze da primeira do passo, do louco, da id se d es velo o use vaso do seja qua ando ap ar c eu primeiro ponto ove vermelho, primeira do circulo lado, do elefante ca id o aol ado da cade ira, uma pr e c is ca misa na s costa sd da priemria do ac da cade ira es ava, uma der iscas pr eta se br anca da zara, o use vaso seja primeria d ca misa, a id de que em e sta por det ra sd primeira da rede, rede de ima ge ns vasp id é circulo, c omo j c homem ave da priemira do ki aqui, e ess c rato ps e v ino te x to q ue ac om p anha as f oto s j circulo do homem ave eta, primeria p uv lic ada sd ep o is homem da priemira aa inda, um lina hd e id q ue o al m un a, es pan hol. logo de se guida na tv ap r es en to u, q ue a qui en t r ara em te x t oo na s ua do quadrado da eva vasp id da primeria al tura

e segue o texto maior, que corresponde a mais um caderno inteiro e mais algumas linhas

e se gato da ue do circulo da ot e x antonio maio rato, ps, q ue cor raro es sp onda am mais, fr,um cade rato no int teiro e ema mais, fr, al gum às das linhas



o primeiro do bar do ra do onze do nove, traco ingles da queda das torres,

video de dia um do onze de dois mil e nove, publicado, vaso id e circulo anal lise, do bar do ra do rate sabado do filme das natas co mer ge cruz o,o s ken ko, kapa circulo, yulia, julia, vesica deitada no ponto do seio, mamilo, ma milo, vaso do delta do angulo do li, ou ia tim imo s kapa enko, ferro duplo vso rato ps el s, ferro rails, comboios, ingles, ko, knoc out, time out, revista, kapa do circulo e dos alhos e das ebolas, roma nono, oitenta e nove, treze, o namorado da bela, camram diaz, correspondecia arquetipo com o puta da sic, tom y c lan cy, ciam, c ia iam am

vaso id é circulo do dia, um do om do ze d e do is mi da ile le en ove, pub lic ad o, ova do vaso id e cir culo anal lise, do bar do ra do rate s ab ad o do filme das natas co mer ge cruz o, os ken ko, kapa circulo, yulia, julia, vasp es sic primeira deitada, no do ponto do se do io, mamilo, ma milo, vaso do delta do angulo do li, ou ia tim imo s kapa enko, ferro do duplo vaso do serpente do circulo do rato ps el s, ferro rai primerio serpenet dos comboios, ingles, ko, knoc out, time out, revista, kapa do circulo e dos alhos e da s ebola serpente de roma nono, oitenta e nove, treze, o n amo mor ad o da bela, ca mr e andi az, cor r es ponde dec cia arquet ip o com do circulo da puta da sic, tom y c lan cy, ciam, c ia iam am

paquistao, duplo vaso da a 21, laranja, rato is to fata sina dez ase set cebolas, c 4, serpente das baterias do a fag ni st cao, do delta da lua da moreia, ou das amoreiras, pari zorro do angulo do dente,cds e amoreiras, mikal gorbach ov. circulo do alemao de setenta e oito, georgia , bi motor, skri lanka, sam b ov, cp rato, rem, preos de aveiro, e tambem o simbolo por detras do spulveda, chile, crime e castigo, dostoi ise es serpevre vaso sky, beslan, capa ista, teresa tito morais, ger anda, china taithi, havaiana, havaneza, lusi spulveda, a arvore torta, e, curva por detras na entrevista dele, ao lado da casa das janelas que representam tambem compressaa espaço temporal, ou seja temporal, queda das torres, beringer, e ainda o logo da ren, cadeira cisa, pavilhao icep, a puta do admistrador da altura, que depois aparecia na tv, o bandeira, a s om br a do que f omo s , quatro de sessenta e oito, set x, a foice e o martelo dentro da chavena de cafe, como espuma dos dias, chavena de cafe, assim pretende a chave da imagem narrar

paqui st cao, duplo da ova do vaso da a 21, laranja, rato is to da fata sin ad dez ase set ce bola s, c 4, ser pente das bate ria sd o a fag ni st cao, do delta da lua da mor reia ia, o vaso das amoreiras, pari zorro do angulo do dente,cds e amoreiras, mi kapa al g o rba bach ov do ponto do circulo do alemao de setenta e oito, geo rato gi ia , bi motor, s kapa rato e lan anka, sam do segundo ov, cp rato, rem, pr é circulo do sd e aveiro, e eta tam am tambem do circulo do simbolo, s im b olo, por det ra sd o spulveda, chile, c rim e eca st tigo, do s toi ise es se rp e vasp ratp eva vaso do sky, beslan, capa ista, teresa tito morais, ger anda, china t a it hi, h ava i ana, havaneza, lu si spulveda, a arvore da torta, to rta,e, c ur vaso vao mario soares, rato det ra sn a en t r e vaso ista dele, aol ado da c asa das jane la s q vaso r ep r es en tam tambem co mp r esso primeira do es paco, e es spa aco, temporal, o vaso use seja temporal, queda das torres, be rin ger, e primeira inda do circulo do l ogo da ren, cade ira rc circulo da isa, p av e ilha do circulo do icep, primeira puta do admistrador, da al tura d ep o is ap ar e circulo da ina tv, do circulo do bandeira, a serpente dp om br ad primeira doque f omo serpenet , quatro de sessenta e oito, set x, primeira fo do oi do ice é circulo do mar telo d en cruz roda c h avena dec a fe, c omo es puma do s dias,psd, c h ave en ad dec eca f e, ass em pr e t en de ac homem ave da ima ge mna rr ar

simbolo ren, cabelo lado esu esuerdo comprido, a cadeira ]eum x da asa de prata num angulo da cobra segundo, ice p cade ira do siza, cadeiras 2, raio quadrado do segundo, faculdade close, rectangulo deitado, tres outros rasgoes, do ceu, um quarto sobe, tres, arpao, o primeiro duplo vertical, como nas torres, dosi pontos, o simbolo na foma como o simbolizei, e a figuracao de um ibis gravida, como um lirio que se encosta a coluna esquerda, ou engravidado pela da coluna esquerda do templo, primerio traco ingles do rato, dos dois pontos da foice, do valdo ezequiel, n 22, 8 ana circulo, sati f az, s o setenta e seis estrela com pino primeira, circulo do principe , faca do arpao az duplo vaso, a imagem do aviao da hillary a aterrar em marrocos,

s im b olo da ren, cab elo lado es q ue r do c om pr id o, a cade ira e um x da asa de prata no primeiro angulo da cobra do segundo do icep cadeira da ira do siza, cadeiras do segundo, rai circulo do quadrado do segundo da fac u lada dade c lo se, rec tan da dag da gula de it ad ot rato es de outros rasgoes do ceu, um quarto serpente ob e, t rato es do arpao, p rei me iro do circulo do duplo , ove vertical, c omo nas torres, do sip ponto serpente do circulo do s im b olo na fom ac omo os im bol ize ie , primeria fi fur racao de uma ibis g ra vaso id da primeira, com do circulo do primeiro lirio q ue se da encosta , da primeira coluna esu e rda, o vaso en g rav id ad op el ad da primeria coluna esquerda do templo, prime iro t ra aco ingles do rato, dos do is pontos da fo ice, doc aldo e ze qui do el, n 22, 8 ana circulo, sati f az, s o sete en t a e se is da estrela com do pino do ino da primeira do circulo do p rin c ipe , faca do ar pao do az duplo da ova do vaso, a ima ge made ria do avia , circulo da hi ll ary primeira a te rr ar em mar rocos,

no aviao de hillary eram visiveis os buracos, como representacao da matriz, que inicialmente era, treze , treze, do chao elevado da regie, mas na verdade ao ver, eram no momento em que a vi, 13 x12, ou seja do treze do x em dezembro, buracos figurados na imagem do jumbo de hillary, que lembravam tambem pelo sincronismo da linha de eventos, o corte no cabo do mac da maça, ou seja uma matriz , comunicaçoes, relativas a nova yorque, e ainda me evocou nao só, a fachada que aparecia associada à imagem que spulveda mostrara, ciza, ou porto, como tambem uma outra que vira nos blinds na ar, num vinte e cinco de abril, onde estava em frente uma manifestaçao free tibet, ou seja, passando por um fr ee das ti bet, da aposta que pela tecnologia, as torres poderiam cair, como uma escala musical, ou seja alguem musico, ou à musica ligado, em bora, a pa ddo arquitecto da tusa, ou seja da criacao do ero que pelas tecnologias foi feito, para levar a queda das torres, de certa forma se encaixa no recente escutado, que a key é tecnologia, uma relacao com a ar, e porto, portanto um deputado do porto,

no avia circulo da ode hi ll la tcruz delta, e ram v isi vaso do ei serpente os buracos, com o r ep r es en tacao da matriz, q ue in nic cila da ilha da lam da am que mente, e ra treze , treze, mas na ave ra dee primeira do circulo do ove rato e ram do no mo men to em q ue primeira vi, doc homem da primeirado circulo do elevado, da regie, tvi, 13 x12, o vasouse seja do treze do x em dezembro, b ur acos , os fi girao sn primeria ima ge made ria do jumbo, elefante de hi ll a cruz delta da hillary, q ue lem br ava vam am tam am tambem p elo sin ron is mo da linha, o dos eventos, circulo do core ren do encabo do mac da dama dag primeira, o vaso use seja, uma matriz , com muni unica dag o es, r el at iva asa sa ane ne do delta de yoque, e primeira rai made ria me evo co un a os circulo home ave eta, o da primeria faca homem ad da primeira do q ue ap ar e cia as soci ad aa ima ge made ria do quadrado do vaso do espanhokl, do spulveda mos t rato ara, circulo da iza do ciza, o u port tp da puta, com o tam am tambem de uma outra rac do quadrado da ue vaso da ira nós blind ds na ar, nu primeio vinte e c inc cod da ode de abril, onda es tva em fr en te uma m ani f es tc cao fr ee t ib bet, o use seja, p ass sand do circulo do por de um fr ee das ti bet, da aposta q ue pela tec no ligia, as torres pode ria am c air, como uma es c la mu sical, o use seja al gume mu sico, o ua am mu sica liga do gado, em bora, a pa ddo arq u tec to da tusa, o use seja da c ria ac cao do ero q ue p el as tec no ligia s f oi f e it o, para l eva ra queda das torres, de c e rta forma se enca ix ano rec en te es ct ad o q ue a k e delta e tec no lo g ia, uma da relacao circulo da cp do pm ar, e pop pr rt antonio porta anto um deputado do porto,

o arpao que se via desenhado no nariz do aviao onde hillary em marrocos aterrara, trás tambem uma correspondencia com um outro figurado no chao elevado da regie, uma falha no revistimento que me parece ter sido feita por essa altura, ou seja , por alguem que assim pretendia estabelecer a correspondencia, está ele, a marca do arpao, numa linha de junçao de peças, onde se ve a sombra projectada da cadeira de verga que simboliza a venus da primavera, e precisamente em frente, o simbolo do crane, da elevaçao, e bota, com um cd do supermarket music, que faz como sola, peça esta, que estava dentro do armario dos cds na altura em que ele pelas colunas dos empilhados, simbolizou num determinado momento as torres de nova yorque como se recordarão pelos apontamentos desses fios, neste Livro da Vida

circulo do arpao q ue da se da via ,d es en h ad do circulo do no nariz do avia, circulo da onda de hillary em mar rocos at e rr ara, cruz ra s t am am tambem, uma cop rr es ponde den cia com de um outro figu ur ra ad do circulo do no do chao, el eva ad do circulo da regie, tvi, uma f al homem da primeira do ano do revistimento, rato e vaso is tim en to, q ue me par rece teresa s id o, feita, por ess primeria da al tura, o vaso use seja por al g ue made ria do que ass si em pr e t en dia e stab e le cera co rr es ponde dec cia, e stá dele, a mr cado do arpao, numa da linha de j un çao ode p eça serpente da, onda se eve primeira s om bra pro ject ad, primeira da cadeira da ira de eve da verga, q ue s im bol iza primeira ave venus da primavera, e pr e cisa sam am qu mente em fr ente, o s im b olo do c rato da ane, da el eva sao, e bota, com um cd dd do circulo do super mark e cruz mu sic, q ue f az com do circulo sola, p eça e sta q ue es tva d en t rodo ar mario do s cds na al tura em q ue ele p el as co luna sd os e mp ilha ad os, s im bol izo vaso norma, nu primeiro det r emi minado mo men to às sd das torres de nova yorque, com circulo do onze da sé rec corda arão p elo s ap on tamen t os do quadrado da cobra desse fi do os, nest e L iv roda david primeira

de novo fui ler o cd, que correspode a sola, a sagraçao da primavera, e assim nele agora li,


super market mu sic, t h is sn not ad dama dana mage da fan c lub t rib but e, da rapariga de cabelso a francesinha, como amelie poulet, com um ctso de compras com dois paes tipo bombos que parecem tambem um delta de torres tombadas, ju home do x, du mb td da teenage trash do toast, toast estrela titani um, da pin he ad society trust, do fun do soci ie cruz delta do fun do, da bunnie, repression breddd violence, dos forretas ocultos brain wash, gasoleene de sessenta e oito, streo vi e w makes no sense, more republica masonica, sun k en, radioactive man getta, ou zetta, deesseeez, do x acto, x do traco ingles da bay wathc, do dr frankenstei n v e n tures bee, pj, captain do clown, super red taxi, a c id flowers bun ny gum, marbles quite the same, teenage bubblegum fra nkestein, strikes back, jamie allergic to lov e, blister laster chanche, velevet te en like the poets do timmy serpente dupla milk, charlie brown, peanuts, al ien pic nic high, bee keeper

super do mark e cruz da dama do dam am da mu sic, tc cruz homem is sn not ad dama dana mage da fan circulo lub bt cruz da rib dos porcos do but e, da rapariga de cab el serpenet do circulo da francesinha, com o amelie poulet, gal da linha, com um ct ts ode dec co mp ra sc om do is do paes, tvi, t ipo b om bosque, par rece em t am tambem, um delta de torres tombadas, ju home do x, du mb td da te en a ge t ra serpente do homem hd do circulo do toast, toast estrela tita ni um, da pin he da ad soci e cruz delta do trust, da fun do soci ie cruz delta do fun do, da bunnie, r ep press sion br e dd do quadrado da viol en ce, dos forretas ocultos do brain wash, gas o le ene de se s senta e o it o, st reo ov vaso do ie dupllo vaso maior ak espanhol do no serpente da en se, do more da republica masonica, sun kapa do cao de coa do en radioactive man get t a, o uze zetta, dee ss ee e zorro, do x acto, x do t rato do aco ingles da bay wat h cd d circulo do dr frankenstei em vaso da en t ur es bee, pj, ca pt a indo clown do super red taxi, ac id flo we r serpenet da aguia da bunny de ny gum, mar rb l es do ble, quadrado do vaso ite the s am me, te en a ge b ub bb ble gum fr ra ank es ste in, s t rik es ba ck, j am ie a ll e rato gi circulo do to l ove, b l is ter la st e rc h anc he, vele eve tt te en l ike the poets do tim m y ser pente da dupla milk, charlie brown, pea nut ts, al ien pic nic high, bee keeper


e voltando à imagem do spulveda e dos fios correlativos, se bem que em termos de arquitetura estes dois fios de imagem sejam distintos entre si, o do edificio enquadado na imagem do sepulveda, e o da ar, a assembleia, um palácio antigo, e o outro moderno, estamos a falar de porto, e me recordo da ultima vez que o ciza em imagem em meus passos se manifestou, na tentadora de campo de ourique uma manha de fim de semana, e a audicao clara de um enorme estrondo, e uma percepcao subliminar da presenca do siza, que me pareceu ver num carro, a passar na porta nesse preciso momento, um bum, que como relatei fora de alguma forma combinado com a cumplicidade das gentes da tentadora, pela reacao de um dos empregados,

e se b em q ue em te rm os de arq u te tura e ts es do is fi os de ima ge m s seja do j da manha, di st tinto s en t re sio, o do circulo do edi fi cio enqua dado na ima ge made ria do sep u primeiro do veda, e a ar, e ra co mp l eta q ue do que mente da fac moderna, a ass em bel ia, um pala ac cio ant ti goe do circulo do outro do colegio moderno, est am mos a f al ar de porto, e me record do circulo da u l t ima ave zorro do q ue do circulo do ciza em ima ge made ria em me us p ass os se m ani f es to un da primeira da tentadora, de c am pode de ourique, uma ma homem ad e fi made ria de se mana, e a au di cao da clara de primeiro enorme est estrondo, e uma per rc ep cao s ub li mina ar da presenca do s iza, q ue me par rece uv e rn um carro, a p ass ar na porta ness e pr e c iso mo men to, um bum q ue c omo r el a t ei for ad e al gum primeira forma do combinado, com b ina ad circulo, com da primeria ad circulo do ac cu mp li cidade das genet net ts da tentadora, p el a rea aco cod, é um dos em pre gados,

yulia, julia, e o put do tim,onde se viam po detras dele, as asas laranja xomo fogo a arder, na conversa capa sobre o pagamento do gás, que introduzira este fio da imagem, da torneira vermelha do oitenta e oito, sessenta e cinco serpente emi arco, madrid, marelo negro iman

y u l ia da julia, é circulo do pi vaso da cruz td do tim, onda da se via am pod det ra serpente dele, as das asas laranja, ps, x omo do fogo da primeira a arder, na c on versa da capa, revista, serpente do ob reo do pagamento do dog do gás, q ue int rod u ira de este fi do io da ima ge mader ia da torn e da ira ave vermelha do o it en t a e o it o, se s senta e c inc circulo da serpente emi arco, madrid, mar do elo do martelo negro iman

e uma relaco com o passe que me fizeram no passaporte ingles, que esta rasgado, por mao terceira, ou para inglaterra por extensao, que ontem no documentario da queda do muro, se via o mesmo precesso, nele espelhado, o fazer da stassi, quando da abertura, de carimbar as fotos como forma de saber quem eram os que na altura consideravam indesejaveis, fui pegar no passaporte ingles, e um mesmo nele está, o carimbo, na parte que diz, english, está a palavra, sobre a foto, portanto algum que me terá posto ou conseguido que a gb me pussesse de alguma forma um carimbo na face, ou seja uma id, em mim, equivalente, sendo que isto remete para bruxelas, pois este passaporte, foi obtido no consulado de bruxelas, quando lá vivi, ou seja , um passe feito, por alguem da belgica, o tal principe que o espirito tinha desvelado, depois de encontar o tal flamengo nas dancas da cidade, o tal amigo do mark deputter, que declina em duas palavras que muito uso, deputado e puta, ou seja um deputado que é uma grande puta, um que estará portanto cobrindo e suportando o mark, e esse grupo de um tal principe da flandres

é uma da relaçao, rato ps do el aco com do circulo do passe, q ue me fi ze ram do no do passaporte ingles, quadrado da ue e sta ra sg gado, por mao te rc e ira, o vaso da dele da eva sao do para da ingletarra da por e x ten sao, q ue on te mno doc um en tar io da queda do muro, se da via do circulo do mesmo, pr e circulo do esso, nele espelhado, o f az e rda da stassi, qua anda da ab e rato reel time da tura, dec car im bar rp da primeria serpente oto, com circulo da forma de, o saber, q ue em e ram os quadrado da ue na al t ur c on s id der rava vam am inde seja ave is, f vaso do ip pega ar rato nono do p ass ap orte ingles, e um me sm nele est, circulo do car rim bo, na p arte q ue di zorro do english, e sta primeira pala av ra serpente ob rea primeria do f oto, porta anto al gum, q ue me te ra post circulo duplo do vaso co nse do guido, italia, q ue da primeira da gb me p us serpente do esse de al gum , primeira da forma de um ca rimbo na r e v isa sat da revista da face, o use seja uma id em mim, e qui iva al lente, s en doque is to reme te do para de bruxelas, p o is este p as saporte, f oi ob bt id on circulo do consulado de bruxelas, qua ando la vaso iv io do vaso use seja , um p asse, feito, por al g ue made ria da belgica, circulo do tal pric ipe, q ue do circulo do es pi rito da tinha do quadrado do es velado, do quadrado da ep do circulo do is de en conta ar aro do t al do flamengo, nas dancas da cidade, ot al do amigo do mark deputter, quadrado da ue dec si primerio na e em duas, pal av ra serpente q ue mu it o us circulo, deputado e puta, o use seja um deputado, q ue é uma gata rande puta, um q ue est tara porta anto c ob br indo e s up porta orta anda do circulo do mark, e esse, cop , gato do rup , do circulo da ode um tal principe da flandres, dprimerio da cruz da al do tal p rim c ipe ped da primeira fla e do quadrado rato ps espanhol dp rime do rio, porto

a serpente ave da borboleta , sul africana de dc, a ana de dc


FOTOS







e mais uma vez se prova assim que continuam a entrar em minha casa todos os dias, roubam coiasas, e de outras dão cabo, e ainda preparam armadilhas, e tudo isto se passa com a conivencia das putas das autoriedades portuguesas, que me continuam a negra todos os direitos e a perpetuar o roubo de meu filhos, seus cabroes de merda, que o inferno vos seja quentinho, é meu voto!

é ema mais, fr,uma ave zorro se do pro da ova, ass si em q ue conti ni uam primeria a en cruz rat da ar, em min homem da primeira do ac à casa, todos do os do filho da puta e terrorista do dias, loureiro, psd, ro ub bam am, co ia asa serpnete e de outras, do dão , o cabo , e primeira inda pr ep par ra am armadilhas,arma mad di da ilha serpente , e tudo isto, se p ass da primera com da primeira ac c oni vaso en cia ad às das putas, das autoriedades portuguesas, q ue da me conti nu am primeira negra, todos os dos direitos, e primeira ap do pe4r pet do vaso da ar, filho da puta do gama, morra seu cabroa, de merda terrorista de estado, e primeira do circulo do roubo de meu filho, se us dos cabroes, circulo ab br oe espanhol de merda, q ue do circulo do inferno, circulo da puta mor terrorista do antonio costa, vao, mario soares, vaso do os do seja quadrado en en tinho do natal , nata da al, é me vaso vv da oto, morrei, seus filhos sd a puta , todos !!!!

ou seja pelo que declina do ultimo paragrafo, com das putas da casa goesa, com as putas que moram em cima, e um do exercito, e mais uma serie deles, a mando destes cabroes terroristas de estado

circulo do vas use sej, p do elo q ue dec l ina do vaso do prmerio da cruz tim imo, para rag rf fao, com das putas, da csa casa goe sa, com às da putas q ue mor mora ram am em circulo ima, e un, um do exercito, e ema mais, fr, uam se rat ps do ie deles, primeira a mando destes cabroes terroristas de estado, e tambem da ira do quadrado de est es c ab br ro oe es terrorristas das rita sd e do estado

como é sua puta que se diz ser presidente do supremo
como é sua puta que se diz ser procurador da republica
como é sua puta que se diz ser presidente, que compra o fiambre na loja das meninas,

com c irc lo é se pr rn te da ua da puta que se di zorro ser o presidente do s up per do mo, com, circulo é serpente da ia da puta q ue se da sed da di zoro ser p rio, porto, cura ad dor da rata ep publica, c omo é s ua da puta, q ue se di zorro ser presidente,q ue da compra, do circulo do fiambre, fia am br e, na loja ds meninas, loja de putas, acrescente-se para que a todos fique claro

irao todos para tribunal penal criminal ou direitinhos ao inferno, escolhei, suas putas|||

irao, todos, para do rato do tribunal penal criminal, o filho da puta que aparecia logo de seguida na tva ameter os pes pelas maso sober o caso de santa maria depois das minhas ultimas palavras sobre o tpi, o para do tribunal criminal int rena ac cio na al prime rio do circulo do hell, he do onze, do inferno, es co prime rio homem in homem ingles do primeiro espanho l00 do ie, ser o pen da teresa da ua serpente das putas


continua...
mais se afundam o bode e o pinto monteiro e aqueles que eles cobrem

mais, fr, se a f un dam do circulo do bode, é circulo do pinto monteiro, aqueles que eles cobrem

hoje no dn, de raspao li uma linha que dizia que afinal o bode, ia ler as transcriçoes das gravacoes que pressupostamente contem as escutas a socrates, portanto, a posicao anunciada previamente, de que teria ordenado a sua destruicao, indica entao, que o iria fazer com base, e só com base no parecer do pinto monteiro, espantam se meus olhos se ainda se espantassem neste pantano

ho oe j no do dn, de ra spa o li, um da linha, q ue di zorro do ia q ue a f ina al kapa do circulo do bode, ia da ler às t ra sn rato ps id da dag oe es, da sg rava ac co es q ue pr ess u posta tam am maior net conte maior às es cu t asa primeira de socrates, porta anto, a posi sic cao ano un cia ad a pr e via am que mente, de que eri a o r dena ad o a s ua d es t rui cao, p indica en tao, q ue o iria f az rato e rc om com base, heroina, e serpente do circulo com b ase no pa rece rato do pinto monteiro, es pan tam am se me us o l h os se a inda se es pan t ass em nest e p anta ano

e a preposito, alguem sabe o motivo que deu origem as escutas em si mesmas,

e primeira ap do pr ep posi to, al g ue made ria s ab e o mo t ivo q ue d eu o rig ema às es cu cruz ás em si me sm as, mesa s, madrid, serpente

mais se espantaram meus olhos no dizer de uma das fotos onde esses dois bandidos apareciam com mais alguns personagens e elementos de decor figurativos, certamente

mais , fr, se es pan t aram me us ol ho s n o di ze rato de uma das f oto s onda ess es do is dos dois bandidos, ap ar e cia am com amis al gun s persona ge ns e el em n t os de dec cor circulo do rato figo vaso do ur rat ivo s, ce rta tam am mente

por detras umas grades, que me lembraram ao momento a antiga prisao das monicas, local onde a puta ladra maria sobral mendonca, fez tambem uma exposicao, que se bem me lembro, um dos programs da latina na altura noticiou, andava a menina com uma puta assim meio loirinha, ligado aos gabinetes dos politicos bandidos, que mais tarde com ela, vim a conhecer de raspao, o bastante para ter achado que nao era flor que se cheirasse

por det ra s umas g rata ad es, q ue me lem br aram ao moe mn to a ant tiga pr iso ad às monicas, l ocal da onda da primeira puta ladra maria sobral mendonca, fez, mar rocos, t am tambem, uma e xp posi sic cao, q ue se b em me lem n ro de um dos pro g ra ms da la t ina na al tura not ti cio vaso, anda ava da primeira menina com uma puta, ass si em me io loi rinha, liga gado da primeria do os gabi net sd os pol it ticos bandidos, q ue maís t arde com ela, v ima ac conhecer, de ra spa do pau, o ba st ante para teresa acha ado q ue n cao e ra da flor, q ue se che ira asse

o pinto monteiro em tres quartos amorce, como que apontava um outro que estava a frente das tais grades, que parecia espumar de raiva pronto a saltar ao pescoco de alguem, o braço do pinto como que lhe dizia, se o fizer vais preso, como o dito, tinha pinta de polica , deve ser entao um da graca , oitenta e oito, me apareceu pelo espirito a referencia, ou seja um dos envolvidos na minha prisao, e provavelemente tambem relacionado portanto com a morte da monica lapa, o outro bandido, o barata tonta, do bode, olhava a direita de costas para os dois e os dedos de sua mao, apontavam dois, ou um vaso, um delta, deitado, o primeiro delta assim parece dizer a imagem em seu todo

circulo do pinto monteiro em t ratos es qua rt os am mor da ce, c omo q ue ap ponta ava da a um, de outro q ue est ava a fr en te d as tais, br, g rato ad es, q ue pa e ci es puma ar de ria ava pr on to a s al tar ao p es coco de al g ue emo do circulo do br aco do pinto, com o q ue l he di zorro do ia, se o fi ze rato vaso da priemira is pr es circulo, com oo do dito, tinha pinta de pol e ca , ad quadrado da eve ser en tao um da graca , o it en t a e o it tome ap ar e rece vaso da ele eva sao p elo es pie it o, priemira da refer en cia, o use vaso seja, um dos envolvidos na minha prisao, e pro ova ave le lem n teresa t am tambem, r el ac cio na ado porta anto com da priemria da morte da monica lapa, do circulo do outro bandido, circulo do da barata, parente tnt primeira do bode, o l homem ava primeira da ad da direita dec ota spa do para ra os sd dos dois, e os dedos de seprnete ua am mao, ap ponta ava vam am do is, o vaso duplo maior vaso, primeiro delta, o primeiro delta ass si m p ar e ce di ze ra rai ima ge made ria em serpente eu, todo

o homem que estava a frente da grades da monica, ou da graca, bairro, cujo texto, legenda e infomacao era omissa na id, era como um macaco alvo cheio de raiva pronto a explodir, como se de alguma forma fosse o que mais fora atingido pelas minhas ultimas Palavras em video sobre o sistema judicial e judiciario

circulo do h om me q ue es tva a fr en te dag rato ad es da monica, o vaso da g rata aca da graca, ba e rr circulo, cu do jo rt e x to, o vaso le en d a e in fom oma macao, e ra o missa ana id, e ra com o do primerio macaco alvo che do io de rai iva pr on to a e x p lo di rato ps rc omo sed e al g ua am forma fosse, o q ue mais, fr, for a a tin gido p el as min h a sul t ima s p al av ra s em vaso, id é circulo serpente ob reo do sistema judicial e judiciario, sis t ema ju di cia al e ju di cia ar rio do io
ah senhora amada, ontem depois pelo espirito ainda ouvi, que a chuva fora porque leras o blog, sabe que te amo, mesmo na distancia em que insistes em entre nós manter

primeira homem s en hora am mad da primeria on te made ria do quadado da ep o is p do elo do es pi rito, primeira inda circulo uv e q ue da primeira do cho do vaso da uva, mulher de durao, por q ue ler às circulo do blog, sabe, q ue teresa amo, me sm circulo na di st tan cia em q ue in sis cruz espanhola, m en cruz reno nós, man teresa

fiquei a pensar, na imagem com que dera da kate winslet, de como sua face estavaestranhamente parecida com a uma, que acabara de entrar no texto, numa outra imagem, dos miserables, uma imagem de alguam forma espelho, de uma outra grande matança, como em dia nao muito ido comentava em Palavra Orada, numa conversa com uma outra bela francesa, tambem, actriz, a quem li dois poemas que os dedos me fizeram ao momento aparecer

fic ue ei priemira pen sar na ima ge mc om q ue der ad da primeira da ka da teresa w in serpente le cruz, dec omo s ua da face, est ava es cruz ra anha ham am que mente, par cid com da a uma, q ue aca ab bar ra ad e en cruz art ar no do te x antonio, numa outra rai mage made ria do os mise rato ab bles, uma ima ge made ria al g uam forma es p el ho, de uma outra g rande mar anca espanhola, com circulo em dia n cao mu it id circulo com en t ava em pal av ra circulo O rata ad primeira, numa c on versa, com de outra ela fr anc es primeira, tam am tambem, ac cruz iza q ue ml id oi is poe ema s que os sd dedos, me fi ze ram primeira do circulo omo men to ap par recer

mais um jogo de espelhos, como um veu que é mascara e continuamente mascara, a tentra assim esconder as id, e de repente me dei conta que aquela imagem da conversa do video em que te falo, de certa forma, parecia tambem nisto encaixar, na imagem dela como imagem da, uma , tambem

mais fr s argento , primeiro rop do j ogo de es e p primerio homem os, c omo primeiro vaso eu q ue é ma sc ara e conti nu am que mente do quadrado do delta, primeira ten cruz ra ass si em es conde der priemira serpente id, e de rato ep pen te me d ei conta, q ue aquela, ima ge made ria da ac c on versa do ov vaso id é circulo em q ue te do f alo, dec ce rta forma, par rec ia tam me segundo mn ni st circulo enca iz ar , na ima ge made ria dela c omo ima ge made ria da uma , tam am tambem,