domingo, novembro 22, 2009

no spot das festas de lisboa, aqui publicado no dia vinte do onze do corrente, assim leio

no da spot, tvi, da serpenet das festas sta es st del is boa, qui aqui do ie pub ub lic ad circulo no do dia, maconico de onze dec cor ren te as si ml kapa le do io

a engrenagem do de noventa e oito, ou seja da expo, o de oitenta e sete, o sete do se is do quadrado da esterla do quadrado do terceiro, do vento e das nuvens cor raçao de dali, espanha, la t ina eu ur ropa opa spot, tvi ser pr net da margarida do porto, dos labios vermelhos como rosa menstruada, taxi , banda porto do rimel do dias do longa , das not t as q eu en t es liada do br anca terceiro ste do quadrado do cuplo circulo pre e coa espanhol ap pp p a gata ar da sombra, s om br a, s emi arco mad rid, da casa dos nós dos lençois e camas, cc, da casa do provedor, a da lapa, por ove da dor , primeira da lapa, da monica, lis boa, fo do ge da rot ina dos nós dos l enco is co raçao de es sa sj jose se sed dos gados do dia das festas, al meda, f orte az dan c ando es no teja da di da ilho do taxi, porto

priemria en g ana rana ge made ria da ode de noventa e oito, circulo do vaso use seja da expo, ode circulo it en na te e sete, circulo do sete da se do is do quadrado da ester de la, do quadrado do terceiro, do ove do vento ingles e da snu uv v en ns, co rato da raçao de dali, es p anha la cruz ina eu ur da rata da opa spot, tvi, tv ise ser ep pr net da dama dam am mar ra gato da rid da primeira do porto, do sl ab io os vermelhos com circulo do rosa, men st ru ad dd da primeira, t ax iba da ban da ap do porto, dor ime, do di isa do longa, da sn not as q ue en cruz espanhol lia ad dado br, anca terceiro do ste, do quadrado doc up dez, circulo pre e coa espanhol da ap do pp da pa da gata da ar da s om br as, om br primeira, as s emi arco mar dira, id, da c sas dos n´ps des l en ç o ie es e camas da cc, da ac asa do pro vaso da dor , a da lapa, por ove dor, primeira da al da lapa dam am monica, ie es is da boa, gato doge da ar do aro ot ina ima do s nós dos l en co is co raçao da es sas do jose, dos sg gados do dia das f es sta s al meda, f orte az dan circulo anda esno do te j primeira da di da ilho dot axi em porto
primeira parte


senhora
minha
abro
as
folhas
da
rosa
do
mundo

s ma a f d r d m
md rdfaams
aa iss aa oo
oo a ass o aa
s en hira min homem hi da primeira ab br ro as das folhas, da rosa do mundo

mil
vezes
mil
vezes
beijaria
a
tua

m v m v bat
t ab v m v m
l s l sa aa
aa a sisi

mi primerio vaso e ze es mi primeir vaso e ze serpente bei j ar ia priemria do tua, linha do doiro

leio
te
a
conversa
de
ardjuna
e
do
senhor
krishna

l ta cd a e dsk
k s d e a d c a t l
oe aa e a e o ra
aro é a e aa e o

le leio do io teresa, primeira ac on versa, ver sade, de ar dj un primeira e do s en hor kapa raro is homem na

por
devocao
do
primerio
se
manifestou
o
segundo
em
forma
nunca
vista
ou
pouco
vista
se
formos
mais
precisos

p dd ps mose fn v o p v s f m p
pm f s v p ov n f e s o m s p dd p
roo oe io oma a au o a es ss

por devo cao do primeiro ministro, se em ani f est circulo vaso do circulo do segundo, se gun do, em forma n un ca vaso ista circulo do vaso po vaso co vaso ista se for mo serpente fr, pr e c is os

no
final
daquela
visao
pede
ardjuna
tremente
a
krisnha
que
lhe
mostre
de
novo
a
doce
e
quente
casa
humana

n f d v p a t a k q lm dn a d e q c h
h c q e dan d ml q k at a p v d fn
ola oe a e aa eeee o a ee e aa
aa ee e a oe ee e a e a e o al n

no fina al daquela da visao, o pede, ar dj juna cruz reme men te , primeria kapa rato ps is sn home da primeira, q ue do primeiro he, mo st rede en ovo , primeira ad o cee, e quadrado vaso en te da c asa homem primeiro da ana

ele
assim
faz
como
poderia
negar
o
amado
a
amada
a
habitacao
da
doce
e
quente
casa

e a f c p n o aa a a h d d e q c
c q e dd h aa a a in p c f a e
el zo aro aa a o a e ee c
a ee e a o aa a oo ra oz me
ele ass si em f az c omo pode der ria ia ne gato da ar circulo do amado, mne, primeria am mad da primeira aa homam abbit tacao da do ce e q u en tec circulo da asa, editora

e
triste
ando
eu
por
nem
lhe
ter
ainda
nem
mostrado
o
jardim

eta e pn nl tan mo j
jo om mna t l pea te
ee o ur mer ra moom
mo oma mar mr rem ru oe e

e t rato is te anda do circulo europeu ne ml he, a inda ne emo mo st rato ado circulo do jardim

mais
ainda
de
nele
comsigo
passear
e
nele
em
si
morar

mad ad n c p ene sm
ms sene pc n dam am
sa ee o re emir
rime ero ee as

masi, fr, a inda dele com sig circulo en ele em si mor da ar

falo
contigo
em
muitas
horas
ao
deitar
encaixo
meu
corpo
no
teu

fc em homem ad e mc cn t
tnc meda hm me c f
o om ms soro u oo u
u o oe o ross moo



falo c on ti gato circulo em mu it as hor as , primeira do circulo de it tar ar enca ix circulo me vas corp circulo em te delta


adormecemos
nus
nos
braços
um
do
outro

an n bud o
o du b n na
ss s sm oo
o om ms ss ss
ad éc irculo ceo dr mec emo serpente
ad dor circulo rato emc emo serpenet

deposito
te
eu
beijos
em
teu
pescoço
até
à
lua
e
o
sol
nos
acordar

dt e bet tp pa àl e os sn a
an s o e l à e pt e bet td
oe us mu oé à l é o l serpente rato
deposito, te eu bei j os em t eu p es sc coc o, a té à l ua e circulo sol nós ac aco rda ra tp ps


recordo
tambem
senhora
amada
de sentir
a
intimidade
que
conhecem
os
corpos
dos
que
se
amam


rt s a d s a i q coc cd q sa
as q dc o c qia sd a st rato ps
om a ar a e em ss se em amam
me ess sm e e ara amo

record o t am tambem s en hora am ad a de s en tir a in tim id ad e q ue c on he cem os corp os
do s q ue se amam

sin circulo ron is mo omo é, circulo da serpente , s en hora, circulo corp, circulo dama dam am mole, maior do ole, +e r el xa ad circulo, r el ase home o doc irculo, em minha casa, s en tir dog do atio, primeiro do circulo es pre gui circulo cortez ar, espanha pre, gui catr , es paulo militra dogui, car, cara gui e g ual guilherme, gui l herme, fr, dog vaso duplo angulo serpnte dog gui l herme car,

sabes
como
é

sc
é
é circulo serpente
s o é
é o circulo do duplo
s abe es c omo é

sentir
o
corpo
mole
e
relaxado
em
sua
casa

s o cm me é r e sc
c s e rem cos
ro oe é o ma a
a amo é e oo r
s en tir circulo mo mole ole e rato el ax az ad circulo s ua circulo asa casa


sentir
gato
ao
espreguiçar

sg a e
e a g s
r oo r
r oo r
s en tir gato , primeira do circulo da primeira do circulo es sp pr e gui circulo cortez ar

nao
aceites
senhora
nao
dês
ouvidos
aos
que
os
outros
dizem

n c sn do a q oo d
do o q cao dn s an

n cao ac cd ei it es s en hora n cao d ê s o uv is sd os a os qi ie os outros di ze maior

que
nosso
destino
é
ser
cada
um
em
seu
lado

q n d és c ue es sl
l s eu c sé dn q
e oo é ram mu u o
q ue no do osso do quadrado es st cruz ino é ser c ad da a um em s eu lado, l ad circulo

e
nao
ao
lado
no
doce
alado

en al n d a
ad dn l ane
e oo oo e o
oe oo oo e
en cao primeira do c irc uk ll o lado , l ad circulo no doc e ceal ad circulo ado

o
escreveste
assim
senhora

oe as see o oe ema am mé o
circulo ie rc culo pen sa is q ue eu ass si em imo mo es c rato e vi do io vaso es c rato eve rei

pensais
que
eu
assim
o escrevi
ou
escreverei


en al de muitos angulos quadrado da primeira da oe a s p quadrado e, a circulo E , oe




na
tv
a
moura
do
pinheiro
dizia
que
parece
vamos
entao
falar
senhor
fantasma

n tam dp d q p v e fs f
f sf e v p q d p d mat n
av aa o o a e es o rr a
ar rose e a p p a av a
na tv , am moura, do pinheiro, ze, di zorro ia q ue par rece vaso am amo s en tao f al ar se en hora fantas sm primeria

nao
sei
se
me
hei
de
rir
ou
zangar

ns sm hd d r oz
zo r d hm s sn
oi e ei e r ur
r ur ei ee io
n cao se ise me homem he do ei der e rato ro vaso z angar gat

fanstasma
nao
sou

fn s, sn fao uu o a
fan st asma n cao serpente circulo do vaso

trago
ainda
carne
em
meu
corpo

t ac e mc
cm e cat
o ae mu o
o um me a o
cruz rago a inda car ne em me eu vaso corp circulo

fantasma
de
muitos
o
tentam
fazer

f d mo tf
ft om d f
a es om mr
r mo sea

fan t asma de mu it os circulo t en tam am f az ze rato ps

desculpa
de
quem
o
é

dd q o é
é o q dd
é om e a

d es sc cu primeria pa da culpa deque ue emo é

pois
eu
sou
o
banido
sem
o
nunca
o
ser

pe s ob s o n o s
son o s b os ep
s uu o om o a o r
p o is eu s circulo vaso , circulo ban nid id circulo s en emo nu unc cao ser


é
a
mim
que
esta
cidade
se
assim
a
pudesse
chamar
trazem
as
portas
fechadas

é a m q e c s a a p c tap apf
fpatcpaasceqmaé
ss sm mr am ee a em a é
é am e a e ema e rata da ms ss

é a mim q ue es sta da cidade, cida dade , se sea ass si sima , ap vaso do esse s hom ama mar da ar às portas, cds, fechadas, f e cha ad às serpente, china

tentando
assim
me
transformar
num
deles
certamente

tamtnds
sdntmat
om e rm se
es mr emo o

t en at ando ass si em mn um deles, del es se rta tam am tamen que mente


pois
eu
trago
corpo
e
substancia
e
respiro
na
alma
do
ser

pe t c é se rato rn ad ser
sd an r es sec ct ep
s u o oe ae o a o r
ro ano e a e oo us

p o is euroopeu da cruz ra, corp circulo é s ub s tan cia n ak l alma do ser



o
pino
do
tesouro
tendo
por
cima
a
torre
de
belem
vista
do
março

o p d t p c a t d b v d ma
m d v bd t a c pt td dp circulo
ooooo ra a e em a oo
circulo da p do ino do pino do te souro t en dop por c ima primeira toore de belem, vas ista do mar de março


dentro
de
um
veleiro

dd um vaso
vaso primeiro dd
o emo
om me é o
quadrado en cruz rode da ode de um vaslo el lei iro

dava
recente
noticia
que
o
tal
da
secretaria
para
a
justiça
do
tal
governo
tinha
comprado
um
veleiro
a
seu
amigo

d rn q o t d ds spa j d t g t c uva asa

as av u ct g td j ap s d t o q n r d
ae a e o l a ap a a d l o a omo au o

am mig circulo s eu primeira ave vaso el le iro , um co mp prado tinha governo gato ove rn no t al do da justica, primeira da ap do para da screta ria dat al cirulo q ue not ti cia circulo ia rec cente c en te do quadrado da ava

qaudrado da ava rece n te not ti cia q ue da primeira al al c ru ux x, secreta ria da justiça , tinha com prado, veleiro, a um, s eu am mig circulo

parado
na
doca
de
alcantara

pn dd a al
al dd n p
o aa e a
a e aa o

para ad circulo na doca de al can tara

tesoura
e
tesouro
nao
vao
bem

te e tn v b
bv n te t
a e o om
mo o oe a
te soura serpente oura circulo ura ra e te souro , n cao do vao, mari soares, be maior

a
nao
ser
para
um
atilho
cortar

an sp u ac
ca u p s n a
a o ram o r
roma ro aro a

ana circulo ser para primeria atilo priemria cruz ilo ho co rta ar rat

indica
outra
acçao
a
imagem

ioaai
ia a oi
aa o am
mao aa

indica , outra, ac cc sao, es, a ima mege em made ria

um
pino
um
ferro
cravado
num
tesouro

up u f c n t
tnc f u p u
mo mo o m o
om o omo maior

priemrio da p ino , primerio do ferro, ps, c r av ad circulo no priemiro te es souro, s o ur ro circulo

numa
rapariga

nr
rn
aa

abrem
as
tesouras
as
fitas
dos
presentes

aa t a f dp
p d fata a
ms ss ss s

ab br rem Às te souras Às fitas do sp pr es sene ene net ts serpente es a p n hola

mesmo
quando
sao
envenenados
ou
dados
pelos
envenadores

m q se o d p e
ep d o e s q m o o os us ss
s ss us o oo

me sm circulo qua anda sao en vaso en en nena ad ds os circulo vaso dadas p o k e rato p elo s en vaso eb ad dor espanhola

um
pino
de
tesoura
cravado
ou
mais
literalmente
uma
tesoura
cravada
uma
morte
matada
assim
ocorrida

u p t c o m l u t c u m mao
um p ino de te soura c rato av ad circulo , circulo vaso mais, fr, um te soura espanhola, umamo mor orte morte mat ad da cprimeria ass si emo corrida, cor rid id da primeira


num
barco
a
dar
sentido
complementar
às
imagem
da
partimpim

nba ad ds sc cà i d p
p d i à c sd ab bn
no pr ie mr io bar coa ad da ar s en t id circulo com mp lçem en tar cruz ar às sima mage made ria da p arrt tim mp pim

que
nao
fora
um
acto
de
amor
mas
de
morte

q n f u a d a m d m
m d mad a um, f o r n q
+ e o am oe rato se e see
q ue n cao for a , priemrio ac acto de am mor ma sd e em mo rte

ah
senhora
me
veio
hoje
pela
noite
um
passaro
aqui
na
janela
cantar

a s m v h p n u p a n j c
c j na p u n p h v m s a
h a e o oe a emo ia ar
ra a i o me ae oe a h

priemria do homem s en hora me do veio , home oje p el ano noite, primerio p ass s aro na jane la can tar,

e
cantou
na
perfeiçao
de
convite
de
amor

e cn p dc d a
ad cd p n ce
e can cruz circulo vaso un a ap per rf f ei sao dec on vaso it e de amo mor

belos
dotes
tenores
trazes
assinha
à
tua
ausencia

bd tt a à t a
at à a tt db
ss sas á aa
b elos leos d ot es t en no rato es t ra az ze esa as sin home da primeria acento tua au use en cia

continua...

ainda um pormenor sobre o spot das tendencias, uma das chaves da queda das torres de nova yorque


primeira inda , um por men circulo ps, s ob reo spot, tvi, o que era das ten deci a s t en den cia serpente uma da sc circulo da homem ave es sd da primeira queda das tor rato espanhol de nova ld eta orc do delta


quando a rapariga desfila, com as cal;as que o filme scaramouche, da uma id complementra, como sendo uma ruiva, na imagem da montagem do spot h]a um flash que e tambem auidvel na banda sonora, click, e declick, uma referencia a uma histoira do manara, onde se fala exactamente de um maquina, um remoto controlo, que por processos de inplementacao no cerebro, pretextado como cura ou tratamento no ambito da psi, permite a quem o actua, desencader um enorme ero que mete a rapariga nas situa;oes mais incriveis


qua anda da primeira rapariga tui iva, ruiva, do quadrado espanhol fi da ila, com }as cal dag as q ue do circulo do filme scaramouche, sc cara ar primeira ram am mouche, mo vaso che, de uma id co mp len eb cruz ra , com circulo s en do de uma ruiva, na ima ge maderia da montagem, do spot, sp ot, home circulo ave eta , a um, ns, fla, acores, serpente homem, au id do quadrado do vaso el, na ban da son circulo ra da hor, c li ck e dec li ck, uma refer ren cia , a uma, hi st roita, do dom ana ra , onda se do fala, e x ac cta am tamen te de um ma q u ina, um remo emo oto c on cruz rolo, q ue por pro c ess os de inp le lem men tacao no cerbro, cao de duas cab ecas, pr e te x t ad circulo com do circulo do cura, circulo do vaso cruz rata tamem to, no am bit circulo do ps psi, per mite primeria q ue emo ac tua, acindetes na via dos combois, quadrado es s en ca der, um en circuo rato me do ero q ue mete a rapariga nas si tua dag o es mais, fr, inc rive is


a imagem do manara e obviamnete para ser lida em termos latos, como metafora de todos os porcesso de controlo do inconsciente , na vertente que exactamente abordava em texto recente, e tras ainda essa semelhanca de o associar a porcesso executados por psi,


primeira ima ge made ria dom ana ra ]e. ov ima anete net para ser, lida, em te rato ps mo s la atos, com circulo met a for primeira de todos, os por rc do esso s ode controlo, do inc on ns sc c ie en te , na ave , ver rt en teque, madeira, q ue e x ac tamen te ab circulo rda ava em te x to rece en te e cruz ra seprnte primeira inda ess ase semem primeiro homem anca, deo as soci, ar primeria do por rc circulo do esso , e x e cu t ad os por psi


ou seja uma rapariga, usada por um psi, provavelemente no ambito de um tratamento, com alguns dos aspectos da id revelados, nos paragrafos anteriores e tambem de algumas da funestas consequencias, visto terem alguns morrido, nos acidentes de comboio, com a cumplicidade por continuada omissao, por parte da autoriedades que deveriam velar pelas condicoes de seguranca da linhas como aqui em detalhe na altura do seu acontecer se fez clara prova


circulo do vaso seja , uma rapariga, vaso sada por do primeiro psi, pro ova ave lem b te no am bit circulo de primeiro da cruz rata tamen to , com al gun maria sobral dos as pe ct os da id rato eve lado sn n]os para rag raf ds ante rio rato es e eta tam am tambem de al gum as da f une sta sc on sec ue en cia s vaso is to te rem al gun s mor rid circulo, id circulo no serpente dos acidentes, de comboio, dec om boi do io, com a primira do cu mp li ca id ad e por cinti nu ad da om miss sao por p arte de au tori e dad es q ue d eve ria am vela rro el as condi co es de segur anca da linhas, com circulo da primeira do ki aqui em quadrado eat al dag he, na al tura do s eu acontecer, ac on tec e rato, se fez da clara por vaso da primeira


uma rapariga nova casada com um insdustrial


uma ra ciculo do honen ave eta da nova, ca sada com de um in ds us ria al industrial


relembrai minha gente, da puta que se dizia ser secretaria dos trasnportes na altura a dizer que a linha estava em perfeitas condicoes, e as criancas um dia de manha passeando na linha com sua pequenas maos nuas, tiraram cavilhas da vigas muitas delas podres, e houve algum processo judicial ao estado, nada, zero, como na ponte entre rios, e depois ousam falar de que existe justiça em portugal,


rato ele lem br rai min homem da primeira da gente, da puta, q ue se di zorro do ia ser secreta ria dos st ra sm portas, cds, na al tura ad di ze rato q ue da primeira da linah, es tva em per rf , fritas, condi co es e }as cc irc culo rina acas , um dia de manha, p ass sa e ado dona da linha, com s ua pequenas mai snu as , t ira aram c av ilhas da vi do g]as mu it as del as sp pod rato espanhola se e home circulo uve al gum por rece roc esso judi c ia al , primeira do circulo es sat td circulo n ad da primeira az ero como na ponte de entre rios, e d ep o is vaso circulo usa sam am f al ar deque e xis te justica em porto gal


bate isto ainda certo, com o recente escutado que o psi tinha prestado declaracoes, ou seja, pressepoem se que tera contado a verdade, e sendo que um psi aparece associado aos bandidos do caso de aveiro


bate is to a inda ce rt circulo, com do circulo rece cen te es cu t ad circulo q eu circulo psi tinha, pr estado del lara racoes oe es, circulo vaso seja pre ess poem sec ue teresa ra conta ad circulo ave verde dade , e s en doque de um psi ap par rece ass soci ad circulo primeria do os dos bandidos doca do serpente da ode de aveiro


daqui se extrai acusaçao contra o estado portugues a ser feita no tibunal penal internacional


da primeira do ki aqui, se est rai ac cu usa cao, contra do circulo do estado, porto gi es , primeira ase ser , feita, no t i b un al eo pn al inter na cio na al


s ad do quadro maior do mi mil da mila dam am da ila, canarias, indiana polis mu se um da arte



quarta parte deste video

quadrado do vaso ua rta p arte de este , vaso id é circulo do lio, dol kapa dos nós do io


ap rte



terceira parte

p aret da arte do vinte um, o l i cias, lara ana j às, onze do circulo do nono


segunda parte do video


primeira parte

ps rte

embora pareça ser oum video anterior, é uma ponta dele que ficou em seu inicio, e que assim tambem cumulativamente desvela pelo texto residual o seguinte,

em bora par raro eça ser, circulo do primeiro , vaso id é circulo ante rato ps ior, antonio costa, é uma ponta, cio, dele, q ue fi co vaso em s eu e een ni cio do io, e quadrado eu ass si em tam am tambem cu mula cruz iva vam am que mente, do quadrado da espanhola vela p leo do t e , x antonio, re es id dual , ual circulo da sé do gui intem, it

antonio costa dat, t hur sd primeria do delta de fr id a y, terceiro do onze do trinta e um, ob do circulo duplo do nono, coluna just, a gen c y, mode els, cam e da her, tomy l ove, to gato ive first kin , to major delta abgle ove, it serpente not cat circle point square, dt circulo man ave suc man first co mp lex, di gita ota al, da life, w it man circle vase, sp e k ing, antonio delta circle vse, major angl ove, 32,dag do primeiro do circulo do segundo do onze, vinte um , primeiro, laranja primerio, psd, i wi ll be vaso ery g l ad, e f delta circle vaso s h ar e, t he sun anda t he moon, w it man ne all, cross he time, as delta circle vase k no double vase , hat, i can, sa y to y o u eve en not k nu lu ll ing delta circle ur na am me barras, inter tv, feren cia serpenet adaga


algumas da questoes abordadas neste videos serao ainda complementadas por palavra escrita, nomeadamente, por assim escrever, a resposta à questao moral que obama enquadrava ao responder de certa, dec e rta primeira da angle do mar kapa do el, forma a angela markel, e que fora por mim abordada em video anterior,


al gum as sd da prmeira q ue este teo os, ab rda ad das neste vaso id é circulo se ra circulo da primeria inda co mp kapa em men t ad as por pa al vaso ra, es circulo rita, no me ad dam dam que mente, por ass si em es circulo rato eve ra ar espanholo posta, acento q ue st circulo da primeira am mor al q ue O b am primeria en qa vaso ad rava, primeria do circulo ra es ponde der de e circulo rat forma , primeira ang le do mark , el, e q ue for primeira ap por da mim, aab circulo rda da em vaso id é circulo ante do rio rato, porto

pois se nocao por parte de algume, na europa, existe de que se esteve entao perante um acto por muitos organizado, tal levaria à questao de o conseiderar como sendo um acto de guerra, e consequntemnte se poria a questao, paz ou continuidade de guerra

p o is se no cao por p arte de al gume, na da europa, e xis te deque da se es tev, en tao pr ren te, um ac cv vaso cruz circulo por mu it os, o rato gan, l uva, iza s ad circulo , t al le eva ria priemria do quadrado vaso st da primeira da ode deo co ns ide der ar com do circulo s en dó , prikemrio acto de guerra, e co nse eu q n te mn tese por ria ia , primeria q ue es sato , s ato, paz , circulo do vaso conti nu ad ad de dede guerra

ou vi eu pelo espierio nessa altura,alguem que dizia, que vos tinha obrigado à paz

circullo uv ie eu p elo de es pie ie eri rio, ness a al tura, q ue di zorro ia, q ue vaso os da tinha, ob br rig gado à p az

sorri em meio por dentro a tal escutado, pois se é bom levar as partes à paz, uma paz obrigada, mesmo que seja pela desvelaçao da luz, sufeciente e bastante para que por ela assim aconteça, a obrigaçao da partes em fazer a paz, é sempre de desconfiar em parte, sobre sua possibilidade de real sustençao, na medida em que como a frase indica, há, ou houve, em parte uma obrigaçao, mas sempre na esperança de uma paz sólida entre todos, assim meu voto

sor rato ei em me do io por d en t ro , primeria da cruz al, es cu t ad cierculo, p o is se é b om l eva ar às ap pr t es à p az, uma p az ob br rig gada ad da primeira, me sm o q ue seja p el ad es vela la sao, da al uz, sufe ce i rn te, bb bas st en na cruz, ep ara, q ue por ela, ass si mao cn teca sao es, priemria ob br riga ac sao, de ap artes es em f az e rao ra paz, é se mp rede d es sc em fio da ar em p arte, s ob rea s ua p oss sibil bil id ad, e, de rea l s us ten t ac sao, na me di iad , primeira em q ue com do circulo da priemria da fr ase indica, homem acento , circulo do vaso homem uve, em p arte da primeira ob br riio riga sao, mas se mp rena esperança, de um da paz, s ac rt no ema nu elle en cruz re td os ass si em me vaso uv vaso oto

o sonho relatado, indica ainda, duas coiaas mais, uma acusaçao de abuso, e um armadilha, ou seja, parece apontar que o beijo, tenha sido um isco com vista a produzir uma acusaçao da qual resultou um emparadamento, com a particularidade de quem o fez, a mao, ou seja, o grupo do spot alfa, relaçao fr e america, já aqui abordada em detallhe, o tenha feito tambem de forma a enganar prepositadamnete, ou seja apresentando-se na altura como querendo ajudar, na verdade fazia parte do complot da acusaçao que pelo espirito, depois pela vela ouvi, que me quiseram por isso mesmo matar, portanto pressumo que falaremos de acontecimentos no natal de dois mil e cinco, e ainda ouvi tambem um referencia a uma antiga ordem, os irmaos dos santo sepulcro,

circulo do sonho, rem, rato el la cruz ad circulo , indica primeria inda,do as c do io da asa maís, fr, priemria ac cu usa ac sao, eua, de ab us circulo do oe primeria armadilha, ar da arma da di da ilha, circulo vaso use seja, ap ponta rato ps q ue circulo do beijo, ten homa primeira s id circulo de primeiro isco, com vaso da sita da primeira pro do vaso zorro e rato da primeira acusaçao, da q ual, rato es sul cruz circulodo vaso, priemiro em para ad dam am que mente, com da primera p art ti cu l ar id ad e, de q ue emo de fez, primeria mao, circulo do vaso use seja, do circulo do gato do rup , circulo do spot, tvi, e do alfa, comboio norte sul, a rata do el ac çao em fr e na am erica, p rin do ciep, primeira do acento do ki aqui, ab o rda ad a em quadrado do eta alho, circulo d ten homa da priemria, feito, t am tambem, de forma, a en g ana rato ps, pr e posi t ad dam am que mente, o vaso use seja ap r es en t ando sena al tura, com o q ue re en dó a ju ad rata rana ana ver dade f az ia p arte do c om mp lot da acusaçao, q ue p elo es pi rito, dep o is pela vela o uv e, q ue me q ue ise ram por iss, ss, circulo, ps, o me sm o mat ar, porta ant o pr es sumo q ue f al ar emo sd e ax, c it ro en, c on tec ie mn to sd no natal de dois mil e cinco, e a inda o uv it am tam am tambem, um refren cia a uma antiga ordem, os iram dos s ant do circulo da se do pe do cu primerio circulo do ro, o santo da se p vaso primeiro circulo do lodo

quadrado da puta do zap, ou seja do herman, assim me desvelou agora mesmo o espirito


depois de dormir umas horas, este sabado para domingo nos entertantod desta codificçao, um outro oraculo me apareceu em sonho, e assim em geral rezou

do quadrado ep o s dedo dor mir, uma serpentehor do às, de este, s ab ba ad circulo do para do ming circulo nós, en cruz e rta ant tod, do quadrado sta cod di fic sao, um outro, circulo rac ac culo, me ap par receu eu em son ho om, e ass si em ger al, rato e zo vaso

um jardim em degraus, como a imagem do bairro novo em telheiras, aqui abordada, dos sete lagos do mar, em mix com um outro jardim num outro lugar, tipo o jardim constantino ao pe do chile, ou ainda parada, ou seja algume do tempo da monica lapa, quando morava com ua mae aí, e que porvavlemnet morará agora em telheiras, onde no metro se conta a historia de picas, e de mortes, como narrado aqui no Livro da Vida na altura de seu acontecer

um do jardim, banco, em deg ra us, com da primeria do circulo da nova imagem, do ba e r o do ovo em tel he das iras, primeria do qui aqui abn rda ad da primeira do serpente sete do ste de lagos, algarve, do mar da dom da ar, em mix, min site rio da guerra, com de u outro do jardim, num outro do lu gato da ar, cruz ip o circulo jardim, constantino, priemria do circulo do pedo do chile, chi da ile le, circulo vaso use seja, al gume dot te mp circulo da am dam da monica lapa, qua anda mora ava com ua mae, primeria do ai, e q ue por vaso av lem net mora rá d agora, em tel he iras, onda no metro sec conta, primeira hi st o ria da histoira de picas, e dd demo mortes orte sc omo na rr ad circulo da prmeria do ki aqui, ino ang gula david, na al tura de s eu do acontecer, programa da tv canal dois

uma arvore em delta negra e toda queimada, imagem de vida ida, como a que se ve na photo no mali, com os meninos subnutridos,

uma ra av circulo re em delta negra, e toda q ue ima mad da primeira da imagem de vaso id da primeira ida, com do circulo da primeira q ue se eve na p hot do no do nali, com os meninos s ub bn vaso nut rid id os

ao lado dessa arvore, uma escada negra com pequenos apoios em s emi circulos , entre um poste de bombeiro e os postes refeidos em viode a proposito das mortes na base americana em woods, tres rapazes sao visiveis nos degraus de aguas desse jardim,

aol ad circulo desse, ar vaso circulo ra, uma da es c ad daane negra, com pe q ue en os ap posi sio circulo em s emi circulos,en cruz re priemrio p os te de b om bei iro e os postes ref fr rei id os em vaso vi io ode da primeira por rp posi to da s morte mor orte, na b ase am erica ana em w oo ds, tres rapazes da sao , vaso isi vaso ei is nós degraus, de aguas da cobra desse, do jardim

oiço uma linha de uma histoira de um bolo comido, que nao estaria bom, veneno ou droga, numa festa de aniversario, dois mil e sete, talvez numa igreja, ou talvez ecoando, em visoes na zona da expo numa festa de aniversario de crianças, aqui referedo no Livro da Vida

oiko, uma primerio ina homem de primeira da histoira, de um b olo com id circulo q ue n cao es sat ria segundo om, veneno circulo do vaso d droga, numa f es set de ani , ver sario, do is mi da ile o sete, t alvez numa da igreja, circulo vaso cruz alve zorro e coa anda dao, em si is s oe es na zon ad da primeria expo, numa da festa de ano , ani ver sario dec crianças, priemria do ki aqui refer rato ps don circulo angulodo figado david primeria

figado, a transmissao de uma doença de figado, assim se desvela esta linha a ecoar, na confissao de socrates, da nossa marca, a dele e dos deles, na tal peça de tv onde o medico barrosso, familia do soares recebia uma medalha de oiro, vide video, onde tal é abordado,

fifa fig gado ad ciruculo ru priemrio do circulo, da primeira transmissao, miss circulo da primeira, de uma do dó enca, de figo gado, ass si em sed es vela e sat sta da linha, priemria e cia ac coa rato ps na c on fi isso da primeira de socrates, a do ano da os sa da marca, adele e dos del es, na cruz al p eça, det tv vaso onda do circulo do medico bar rosso , it, familia, f am milia, do soares, rec ce bia ia ma med da ala home primeira da ad do circulodo deo do iro, de vide, castelo , vaso id é circulo onda eta al é ab circulo ra da do poker

a criança trazia um prenda, vejo o ratinho do s martinho, mas quando se senta em meu colo, me diz que se esqueceu, como no ano anteiro, olho, os seus labios, e vejo virus que nele se mexem, como as figuras do spot dos indios da meia praia, bes, zona de alges, cores kadinsky, os labiso estao azuis, sinal de veneno, os olhos injectados de vermelho, indios da me do ia do pr aia,

ac rina ina aca cruz ra zorro ia primeiro pr en da ave do vejo, br, circlo do rat tinho do serpente martinho, ma serpente qua anda dd circulo da sé en cruz primeria em me vaso c olo, me di zorro q ue se es qaudrado vaso ceu, com on circulo ano ante iro, olho, os se us la ab biso, e vejo, br virus, vaso vi ru serpente do virus, q ue ne le se em mx em com às figo ur às do spot, tvi, dos sin in dido da me ia pr aia do b es zon ad de al g es, cor es ka ad din sky, os l ab biso, est cao az u is sin al de eve do veneno, os olhos, in ject ad os de eve vermelho, em didi d dam am me med circulo do ia da ap pr ap do rato ps aia

o sonho se mistura com a informaçao real dada pelos pais do ricardo no restaurante, igreja do campo grande, onde ontem havia a missa anual do colegio das putas socialistas e onde me disseram que meu filho estaria, mortos ali, me lembro do ultimo que vi no velorio, o roque, o pai de jesus

circulo sonho, se da ms it da tura com da primeira ifor maçao, rea al dada p elo s pais, tvi, do ricardo don rato es taura ante ran te igreja do cam pog rande, onda on te made ria homem avia am miss sa ano ual, doc cole gi do io das putas soci al ista se onda da me do quadrado iss se ram q ue me vaso fil ho, est aria morto s al li em lem br circulo rod do u l t imo q ue viino basl el circulo do rio, circulo roc ue circulo do pai de j es us esu serpente

dez, onze do vinte um, emprego, festa de natal, homem as ac dor,

dez onze do ov int do vinte e um, maconico primerio, em mp prego ro rego, chile, f es sta de en at al home omam às ac dor,

a arvore negra, flu influ ue en cia , gripe dos porcos, emprego, uma refrencia no texto da cidalia, ontem na revista dos bandidos, cida dalia dali al ia, caixao, deixaram um no caminho no final da semana passada em frente ao palacio de alcantara, onde se via um guarda redes, tofa, com referencia a enca, talvez, o dizer , do mataram o home errado

primeira ar vaso circulo rene negra, for mula one vaso in flu en cia,gato rato do ipe, dos porcos, em prego rego, uma ref fr ren cia no te x to da ac cida dalia , on te mna rata e vaso ista, a dos bandidos, , ca ix circulo do elevado cao, de iz xaram , x aram, no ca minh, no fina al, da se mna passada, louca, em fr ene net priemeirda do circulo do pala ac do cio do io de alcantara, onda se via de primeria guarda das red es, tofa, com refer ren cia priemria enca,t alve zorro circulo di ze rato, do mat aram do circulo do homem e rr ad circulo


indios me is pr aia sofia de alges

id in di is s om me is pr aia sofia de al g es

a segunda eta a ki ck time p layer dama dam am ac mac cin to sh


vendo o tal dossier equivalente ao do ultimatte que vinha espelhado no senhor rompuy e no bode nas fotos do dn, ao abri-lo, uma marca dobra na pagina cinquenta e sete, ste, assim reza, set up men us dupla estrela e esterla do set, e fc sc c re en cor rec tion, cor rec cross re es ste. fo reg ro un d men u, sig gn al, can be t ole ra ted, u l tim ima tt e sys te m traco ingles se is t r ad e mark fo up pt to dez sec on ds w h ile it, r es set ts , the cor rec ti io em para rem mete rato serpente , quadrado fi da ile c lea ar, sa hd o w do shadow noise, bg l eve l bal ance, sam am me func ti io em as sim fg mat te primero men vaso

vaso en do circulo cruz al do oss si ie rato , e qui iva al lente en te, a o do u l tim at teque da vinha es p el la hd circulo no s en em hor rom do om do p u y e o bode na s f oto sd do dn, priemria do circulo ab br e traco ing kapa primerio es pan hol dez, primeira marca do bra ana na pa gina cin q ue en t a e sete,