sexta-feira, novembro 27, 2009

Continuação….




os
jovens
galos
chegam
à
capoeira
dos
que
se
fazem
assim
padrinhos

o s g c à c d q s f a p
p a f s q d c à c g j
ss sm à as e em ms ss

sm me es a à m
os j ove en ns gal os chega gam am primeira do capo da eira da capoeira, do os q ue da se f az ze maior ass si em padrinhos, pad ad rinhos, do dog do governo, ove rn do no,
pad ad rinhos sas so e, f az ze ms se q ue do os capo da ei ira à chega g am gal os os j ove en ns serpentes

governo
do
desgoverno
conhecido
e
por
isto
provado
de
quem
se
mete
com
o
ps
leva

ge dc e p i p d q sm cop l

lp o cm se q eu em de por ova ad o is to por é c on he c id o, d es sg do governo , gato ove rato no, do governo

l Eva do ps circulo dom met es se q eu em por ova ad circuloo is tio por e c on he c id circulo d es sg gi ove rn no do governo

gato ove rn no do d es sg g ove rn no, c on he c id circulo é por is to por da ova ad circulo deque eu em met e com do circulo do ps da priemria Eva



ou

o

giro

que

é

agora

ministro

do

exercito

que

declara

contente

de

riso

que

o

que

é

bom

e

malhar

na

direita

ou

na

esquerda

ou

onde

fosse



duplo circulo do giro, helicóptero, roque q eu é agora do ministro, do exercito, q eu de clara da ar c on t en ted e rato isso , q eu circulo do q eu é bom ema al home da r, na direita, circulo un da priemria da esquerda, circulo vaso da onda fosse



porque

até

se

está

em

posição

favorável

para

com

muito

maior

dano

o

fazer



por q eu primeria Teresa, se e sta acento primeria em posi sic são, f av circulo rato ravel, para com um it circulo Maio rato do dano do quadrado do ano circulo faz ze rato ps



se

assim

vão

os

que

sois

tutores

não

diferentes

saíram

os

tutelados



se sea ass si em vao, mário soares, os q eu s o is t vaso tor es n cão dide id der rene en t es sa iram acento os t u te kapa lada serpentes

cruz vaso tela ad dos circulo ss a iram acento, difer ren t es n cão cruz vaso tor es s o is q eu s vao ass si ms se



espalham

se

por

todo

o

estado

às

fornadas

regulares

de

quatro

em

quatro

anos



es pt circulo estado às for na ad das reg gul ares es sd quatro, tiv, à quatro anos

es p al do ham da manha se por todo circulo do estado, `s fon rn ad das reg gula ares de quatro em qua cruz ro ano serpente

m e r o oo ss se om os



e

nas

vezes

sobrevivem

mesmo

á

criação




en as vaso e zorro espanhol, sob br e vaso iv em me sm circulo acento pim, primeira circulço ria ac são cão



os

olhos

do

bandido

mentiroso

e

portanto

não

incapaz

de

levar

função

em

qualquer

governo

num

regime

justo

e

de

rigor



os olhso do ban dido men tir roso, sócrates, e porta orta rta ant circulo n cão serpenet O ema nu elle, inca ca ap paz del Eva ar rato rf fun são, em qual q eu rato g ove rn no no prik e iro reg gi me do j u st o e de rato der igor



chispalhavam

os

olhos

também

por

em

mais

uma

ideia

roubada

ter

encontrado

a

puta

a

porta

de

entrada

no

castelo

para

suas

hostes



chi hi ispa spa al h ave abe vam am em os olhos, tam am também por em mais, fr, uma id é ia ro ub ad a Teresa en c on t r ad circulo primeria puta, priemira porta p o rta, de en t r ad da primeira do ano do castelo, para s ua serpente homem os st espanhol



os

jovens

galos

trazem

o

defeito

de

seus

pais

são

arrogantes

e

perante

tamanha

tentação

à

ausência

de

rédea

quando

necessária

não

resistem

às

tentações



o j gt o dd ds ps a e pt t à ad e quadrado duplo n ràt

t á rn n q r da à tt pe a sp sd dot g a l o s j o v e n s os

os j ove en ns galos , gal al os, cruz r az ze emo do quadrado efe feito, de se us pais, tvi, são ar ro gante t es e pêra ante ta m manha da t en tacão da são, à au s en maconica cia iade rede red ac e t no da prime ria qua anda ne c es saria, n cão rato es sis te má serpente das tentações, t en tca tacoes, onda sobre circulo espanhol



fast

boys

ou

the

fast

lane



fa st bo delta serpente circulo vaso cruz he , o hi home fa st l ane, fb ot fl, for mula one, l ft circulo boys fa st, ts eu te, é te vaso st



jovens

em

telele

continuo

assim

a

rede

está

montada



je tele le conti no circulo as sima priemira ar rede e sta montada,.

Jet caa rem

S meo om, oma é aa

Aa e amo amo oe ms

j ove en ns se em tele le conti no circulo as sima priemria rede e sta montada



ouvi

eu

depois

pelo

espírito

recentemente

que

tinham

escolhido

para

chefe

um

assassino



oe dp e r q t e p c ua

a um c h efe para es co l hi id circulo tin ham manha quadrado do eu rec en te que mente es opi rito p elo do quadrado da ep do circulo do is europeu circulo uv vi

circulo uv ei europeu do quadra sd o es p is p do elo es pí acento rito, rec en te mn teque, madeira, q eu tinha ham a mes co pr ie mr io hi id circulo do pr ar circulo h oe mm efe, prime rio assassino, ass as sino serpente ino



um

assassino

estribado

num

grupo

onde

até

muitos

que

nem

o

sabem

são

assim

levados

a

muitos

outros

matar



primeiro ass as sino , sin serpente ino, no priemrio g rup circulo onda primeria té, um it os q eu ne emo , o sabe, s abe em são ass si ma um it os de outro sn mat da ar

mo om oe é se momo ms as s rato ps

rato ss as mo mo me sé é omo om

ua en Goa, m q b o s s al am om

moma al as s on q mão g n e au



a

esse

senhor

que

porta
nome

de

tão

belo

pintor

a

minha

clara

acusação

clara



a es q pn dt bp a mc ac

c a c m a p b t d n p q sea

a e re ae ee o ora a aa o a

a o aa ar o oe e a e rea

prime ria cobra desse senhor, s en hora, q eu porta, no me de tão, b elo do pintor, pin no tor, am min homa da primeira da clara da acusação, ac cu usa são, clara, circulo prime ria ar da primeira

cca, espanhola ka, clara acusação, min homem oprimeira da ap do pintor, bse guid, segundo elo, tão ode no me porta q eu s en hor esse, cobra da primeira



pois

calhou

em

dia

de

fome

de

pão

literal

para

a

boca

seu

gabinete

contactar

quando

desempenhava

função

de

ministro

da

dita

solidariedade

e

nenhuma

mão

foi

estendida



p o i cal alho ho vaso em dia, de fom med e pau lite ra al, para priemira a da boca, s eu gabi bin nete c on t ac tar ar qua anda do quadrado es s emo penha homem ava fun cão de min st roda da dita, Sado , sol id ar rie dade e ne ne homem uma mão, f do io est en dida

pc e dd f dp l p ab s g c q d f d m d d s en m f e

e fm mão n en home da uma e sol id ari ie rei ie dade dita dam mini st rode fun cão qua anda de s en pen h ava qua anda c on t ac ct da ar g ab inte s eu boca , priemira para lite ra al pão de fom om me de dia em cal alho circullo vaso

s u ma ee e ol aa au e rp ro a oe oaa ee a oi a

es tem dida, id da primeria, f do io n en homem uma é sol id ar rie ie dade dita da ministro, de fun são de se mp en home ava qua anda c on t ac ct da ar gabi nete s eu da boca, +priemira para lite rato ps al pão, de fom é de dia, di ia, em circulo al alho vaso p oi is




mais

como

é

publico

e

por

isso

também

conforme

com

o

que

as

leis

determinam

como

motor

de

investigação




mc é pe pit cruz da cc do cok às das leis, dc made ria de investigação

id mc dl a q o cc ti pe p é cm

masi, fr circulo irc cc culo é publico, e por iss circulo tam am também, c on for me cm com circulo q eu às das leis le is , det te rmina ina am como mo oto rato de em vaso est tiga são

em vaso est tiga são, demo motor, mo oto tor rato erc omo det Teresa eato maior mina ina am, le is as q eu circulo com c on for me tam am também iss circulo por e oe publico, jornal, com circulo mais, fr

sc é circulo , ero mm, s mar tie ie es, moe ss mor reo



aqui

dei

conta

de

diversos

actos

de

corrupção

no

ministério

que

era

de

sua

alçada

e

nenhuma

resposta

tive

nem

acto

de

correcção

algum

vi


primeira do ki aqui do quadrado deles da ei conta, de di ver s os ac actos de c cor rup são do no do ministério, q eu e ra serpente da ua da alçada, e ne ne home de uma rata espanhola posta, ti vaso en ema acto, dec cor rec são al gum vicente, publico, again,

ll a es se o o oe a e ss e aa em o e om vaso

e m o e , emo moe oe, me aa é a s u a de a e o o o e s s e a ll



a

postura

e

sobretudo

a

ausência

de

postura



ap ps ot tira ur primeiera é serpente ob br e tudo , primeira au s en maconica cia ad e ps ot tura ur da primeira, ap es a ad ps aa é o da aa e a

ps circulo da c ru x tura ur da primeira de au s en maconica cia , primeira sobretudo, é ps ot tura ur primeira , onze aa



até

prova

contaria

é

cabal

se

possível

de

ser

produzida



apc é ca ab bal al se p ss iv aento do el de ser pró rod vaso uz id da primeira é aa é al primeiro el e rato ra

primeira té pró da ova é ca ab bal norte sul se p os s iv do acento do el, de se rato pró rod uz id da primeira



aos

olhos

da

lei

tal

faz

dele

no

mínimo

cúmplice

e

corresponsável

dos

danos

e

tal

é

suficiente

para

ser

exonerado

de

funções

e

inibido

de

levar

cargo

de

natureza

publica


primeira os olhos da lei, lei cruz al faz dele, del el leno, no mini imo cu acento mp l ice é co rr es ponsa ave el dos serpenets dos danos, e eta al é sufe cie en te para ser , é x one rato ad circulo ado de fun circulo cortez onda sobre o circulo espanhol, e em ni bid id circulo del Eva ar rato rc argo dena Ana t ur e za da publica,

priemria do circulo da gita, fernanda can cio, o dl ce ru uz fo rte dn mc e cd dd e te es se bp pse do quadrado foret da fe , é f e id g ita al circulo do quadrado da dn puta

continua…



cinte e dois, onze, noventa, segundo ou fevereiro
maçonico, cin inte é dois, onze, de noventa, se gun dó circulo onze vaso f eve re ei iro

sabes, na realidade ao ir agora buscar o martelo, lembrei-me não só de troskistas, como também que o meu vidro martelado da gaveta dos legume do frigorífico corb ero, apareceu em dia recente partido, alguém outro o fez, pois assim partido dele já dei conta

s abe es na ar rea al id a de, dea circulo e rato ps do agora, b us car circulo do aro do circulo do om oma mar ert rte elo, lem br ei me n cao , serpente acento circulo ema nu elle, fr, ode t ro ski ista sc omo tam am também, q ue o om me eu vaso id roma mare rta aldo al dó, dag ave eta dos legumes, do fi g ori fi co co rb do ero, ap par receu,em quadrado vaso ia rec en te p art id circullo, al g ue em outro do circulo de fez mar rocos, p o is ass si em mp art id circulo dele, j acento da primeira dei conta

troskistas, remete também para um quadro no filme da frida, que trás de certa forma um perfume de queda das torres, algo misto com a imagem do king kong

t ro ski ista s reme te tam am tambem, pt para primerio quadrado, no do filme da fr id a, q ue cruz ra serpente dec ce rta forma, um do perfume, s us kin, per rf um me deque da queda da s tor rato aro espanhol das torres, al gato circulo om is to c o m com a ima ge made ria do k ing kapa ong
comecei agora a escrever e de novo o céu se abriu nesta noite , já começo desta sexta feira, acabei de jantar , abrira a rosa do mundo, amada, e te ouvi num poema dizer, que estavas sem mim sem ti e sem Deus desde que me viste, e que ouvias o coro de todos os que dizem que eu te tenho e terei, ah senhora, porque não chegas e fazes teu ninho em meus braços, todo eu anseio por ti
co mec ei do agota, agora, primeira espanhol circulo rato eve rede ingles ovo, circulo eu se ab rio vaso nest primeira dd do ano da noite, j ac im meco de set x da primeira feira, aca ab bei segundo ei, de jantar, ab br ira primeira da ar da rosa do mundo, am ad a e teo uv e ingles primeiro poe ema di ze rato dizer, quadrado doue est ava serpente se maior mim, se madeira ti, e serpente em De delta us, de sd deque do ie me vaso is te, e ue o uv ia serpente do circulo do cor rode ode de todos, os quadrado doue di ze made rua quadrado doeu e vaso te ten ho oe te rei, a homem serpente ingles hora, por quadrado doue n cao das chegas g]as e f az ze espanhol te europeu do ninho, nin ho, em me us br acos , todo eu e se io seio ori,
seriam entre as sete a e as oito da final da tarde e chuva de antes de ontem, saíra da calcada do combro, e caminhava por entre os pingos que caíam forte, dirigia me a paragem do vinte e oito, ali ao pé do pequeno café onde em dia recente conversara com o senhor sobre lotes de café enquanto esperava o eléctrico, os guinchos, sobre os carris, então fizeram a conversa acabar assim meio bruscamente, poisara minha mão na dele e dissera lhe adeus, agora estava fechada na equina antes uma ambulância de piscas parados, levava alguém a casa, café fechado meio abrigado debaixo do toldo, o eléctrico parado atrás da carrinha, avanca, e por fim quando me preparo para subir, o condutor se levanta e como que me barra a entrada olhando-me fixamente, depois percebi que traziam na aparecia a porta encravada, pois em cada paragem lá se levantava, abria a tampa de cima e accionava o mecanismo que com uma espécie de sopro abre a porta
se eri ria am ingles cruz rea serpente ste , primeira e as o it circulo da fina ll dat arde e circulo homem uva, de ant espanhol de ontem, sa da ura da teresa calcada, a do combro, e ca min homem ava por ingles cruz reo os pin g , os quadrado doue caim made ria forte orte, circulo rte, do oi rig do ia me ap para rage made ria do vinte e oito, maestro, ali primeira do circulo do pedo, do pequeno cafe, onda em dia rec cente, circulo ingles te, circulo on vera ra, com do circulo do serpente ingles hora, serpente ob rato el lot espanhol sd dec a fe, ingles qua ant circulo espanhol pr ava do circulo do eletrico, os guincho, sss ob rei io os carris, ingles ta fi ie ram primeira ac circulo on versa aca ab br ass si em me do io br ru sc ca ingles maior net, po isa sara min hin do io do homem da primeira mao na dele, e di iss se ra l he ad e us , agora espanhol tva fechado, me do io ab br rig gado de ba ix circulo dot toldo, circulo o do elecrico, para ado at ra sd da primeira car rinha, avanca, e por rf fi made ria qua anda do me pr epa aro para serpente ib iro condo do tor, se l eva vam cruz primeira, e com o quadrado doue me bar ra primeira ingles cruz rda o l homem ando do per circulo ingles til me fi za am que mente, d ep o is per rc cebo bic quadrado doue t ra az z imam mna ap pare rec cn ia primieria da porta, cds, ingles circulo rato ava ad da ap o is, em circulo ad da primeira para rage em la se e eva van rato ava , ab ira primeira tam pde dec ima e ac cio na av circulo , circulo do meca ni sm circulo quadrado doue com uma espanhol sec ie de sopro ab rea primeira da porta, p o rta
seu olhar fora fixo, demasiado para eu não ter percebido que houvera ali uma leitura, um intercomunicador discreto na orelha, acrescentara a imagem a faceta que nao seria um normal condutor, ao subir mos da ar para a estrela, ali ao pe do quartel, a aparente fila de carros nos fez um momento parar, uma motorizada ultrapassando, deu um audível rate, depois, ouvi três tiros de pistola seguidos como se alguém tivesse disparado três tiros dentro do quartel, ninguém reagiu no autocarro, como se ninguém os tivesse ouvido, como se os corpos caídos, que pensei em meu imaginar, associados aos tiros, fosse como uma encenação, uma mensagem, ou mesmo um aviso, e a junta de freguesia e o tal do dam da monica, ao instante m meu espírito se figurou como um dos destinatários, de contas assim saldadas, fora das leis comuns dos homens e dos tribunais, mas tudo poderia ser uma só encenação, uma forma de tentar infiltrar o medo por debaixo da pele,

se do uu, com boi do io, o l homem ar for a f ix o, de, as iad o para p ara eu ingles cao teresa rp per rc cebi bid o quadrado doue homem o uve ra da vera al é uma da lei tura, um inter rc com muni cado rato do aro di sc reto na orelha, ac rato espanhol circulo ingles tara a imã ge ema fc eta quadrado doue caa oo se ria um norma al condu tor, a o serpente ub i rato mos da ar para da primeira da estrela, al ia circulo do pedo do quartel, a ap ar ren te forte da ila de car rosso nós de fez, um mo men top ar a rato ps, uma mo tor iza ad a vaso l t rp as sand o, de eu um au id vaso el do rate, d ep o is, o uv it rato espanhol tir dos tiros de pi st ola, se guido, it, sc omo sea l g eu m t iv esse di spa rato ps do ado dos tres tiros dentro do quartel, nin g ue em rea gi un o autocarro, com o se nin g eu mos t iv esse o uv ido, com o se os corp os ca id os, quadrado doue p ingles sei em me vaso imã gina ar, as soci ad os a os tiros, fosse circulo omo uma ingles circulo ingles ac sao, uma men sage emo um espanhol mo um av iso, é primeria da junta de reg eu us ia, é circulo do tal da cruz al d do dam da monica, ao in st ante m me eu espanhol p ei rito se figo ur ro vaso circulo omo um dos d est ina tar io os, de dec contas as si m serpente al dada serpente, for ad as das leis comuns dos homens e dos tribunais, mas tudo pode ria ser uma serpente o ingles circulo ingles cao, uma forma de t ingles t ar in fil t rato aro med o por de ba ix o da pele, br
na estrela o condutor sai e entra um outro, e uma conversa com o outro intercomunicador, acrescentava a linha que o primeiro era de outro tipo de comunicações,

na da estrela do circulo do condo do tor sa ie e ingles t ra de um outro, e uma circulo on versa com do outro inter rc om muni cado rac, ac rato espanhol circulo ingles t ava primeira da linha quadrado do ue do primeiro em me io e ra de outro t ip pode das odes de com única caçoes circulo oe espanhol,


na tarde ao sair ou entrar num café, uma noticia de rodapé, dizia que soares, não compreendia o futuro presidente , assim era a linha sem contexto que saltará aos meus olhos no preciso instante , um perfume se insinuou como uma mandíbula, de lobo certamente disfarçada de cordeirinho, pela noite, o mistério em parte se esclarecera e se adensara, as declarações de gonzalez, já comentadas em vídeo, e uns belos olhos azuis, de uma bela rapariga na sala, como que buscando alguém, ou simplesmente os mostrando, sorri por dentro à sua beleza espantado, e sorri por dentro a ver a linha de teatro, a tentar espelhar uma das minhas ultimas linhas, que eu conhecia minha amada só pelos olhos, que bestas sois, que nem sabeis que os olhos são janelas da alma, e que conhecer minha amada pelos seus olhos, é conhecer o amor em que me trás, e isso, seus burros, sabem, e conhecem os amantes, que se amam, e sabem os dois em doce encontro, seja em que plano for,

na cruz da trade, a os a io serpente air o ue ingles tv rato top ps az de um ca fé, uma ni ot ti cia de ro da apé, di z ia quadrado doue do mário soares, n cao cop ren dia o fu do tiro pr espanhol id dente , as si mer a al linha, se m circulo on texto quadrado doie sala art, serpente al tar, a os me us o l homem serpente on o pr e ciso in st ante , um per rf fu me se in sin vaso ou com o uma mandíbula, de lobo ce rta em n te di serpente fr aç ad ad e co rato dei rin do hi io, pela noite, o mi st té rio em p arte se espanhol clare da cara e se ad ingles sara, as das dec Lara rações de gonzalez, j á com ingles t ad as em vaso íd e o, e uns b elo serpente ol homem os az vaso is, de uma bela rapariga na sala , sa al, com o quadrado doue b us can do al g ue ingles m, ou simples mente os mos t rato ando, sor rip ip por d ingles t ro à serpente ua be le z espanhol pan t ad o, e orri por d ingles t ro ave ra da primeria da linha do teatro, L ina hd os teatro, y on t a, a t ingles tar espanhol p el homem ar uma das min homem as sul t imã serpente linhas, quadrado doeu cio one homem cia min homem a am ad a serpente ó p elo serpente ol homem os, quadrado doue be st as serpente o is, quadrado doue ne ms abe is quadrado doue os olhos são jane l as da alma, e quadrado dou ie circulo one ser min homem a am ad a p elo serpente se us sol homem os, é circulo on he ser ero amo mor rem quadrado doue met rá se iss o, se us b ur ro serpente, sabe, e circulo on he cem os am na te sm, quadrado doue se amam, e sa serpente ab b emo os do di serpente em do o circulo ingles circulo on t rose seja em quadrado doue p lan ano pr ie mr io o f ot do circulo do quadrado, poda da tv, sic, o do quarto, ou do leito, ou da cama da maldição, certamente


no pingo doce, um menino ali estava encostado a um varao que ladeia a entrada, parecia chorar, ou ter febre, quando por ele passei e lhe disse, então rapaz, à saída me meti com ele e lhe perguntei, se estava triste , que não, esperava somente sua mãe,

np chaveta mg do gp do oe da ce , uma menino dali, espanhol tva, ingles co ns tam di de um outro, ao vaso arao, que la de ia a ingles t rato ad a , par rec ceia id cho ra, qua ando por ele p ass e ise l he di isse, ingles t cão ra p az, à serpente aída, me met ti com dele e el he per gun t ei serpente e e t serpente homem cruz ava t rato is te, vaso don te , quadrado doue n cão, n cão espanhol tva a à espanhol pêra dama am dam maior mãe
.....
continuacao
ah
o
fervilhar
maligno
dos
telefones
dos
partidos
as
boas
novas
ve
arranjei
lhe
um
cargo
a o fm dt td dp pa bn vaso al circulo
culavnbapdtdmfoa
circulo argo, um do primeiro he, ar ran j ei vaso enn ovas boas as dos partidos, dos serpentes dos telefones, do os do maligno, mali gn no circulo f e rato vaso iilha ar rato, circulo da primeira do homem
primeira do homem do circulo f e rato vaso ilha rat do tp do ps , o dos telefones, com mini única do caçao da dag oe es, do os p art id ps. as boas nova serpente ve ar ran j ei primeiro he de um do circulo argo
nao
te
disse
querida
do
negocio
dos
votos
nt td quadrado dodn d vaso
n cao te di iss e quadrado doue rid id da primeira do one do negocio, dos serpentes vaso otos
ss pp ae ep, ss oo a ee o, oe e a do negocio oo ss
vasp pt tp dp vaso oto sd os negocio, be g o cio do io, quadrado doue rato id da primeira da ad di iss se te n au, au, a pedra rolou
assim
co
comum
usam
e
abusam
os
pares
a circulo cc co ue a os p ares espanhol
poaeu cca
mommemss
ss me mm om
ass si mc co com um usa sam am e me avbu usa sam am os p ares espanhol
vem
trabalhar
comigo
sobre
a minha
tutela
a
minha
asa
a
minha
malga

Vaso tc sat tam a am mm,
Vaso em cruz rato Ana aba bal do hoem da ar co mog circulo serpente ob rea min home da primeria da tutela, tute de la, a am min homem da primeira asa , am min hoem da am ma al gata primeira

Ve
Quem
Ta
Da


Vaso do quadrado do td, dt quadrado do vaso
Vaso e, q eu em cruz primeria ad da primeira

Sou
Eu
Que
O
Faço
Em
Nome
Do
Estado
Por
Minha
Mão
Estás
Aqui

Seq o f en d e pm me a
Serpente c irc u l do vaso europeu e , q eu do circulo do forte do ac do aco, em nome do estado , o do dão, por min homam da primeira mão, es t as pr ie mr ia do ki aqui
continua...

ao tribunal penal internacional, antes de ontem, mais uma manipulaçao feita atraves do canal dois da televisao publica, a provar o envolvimento destes nos cios que conduzem as desgraças, narrado nesta conversa em video,

priemria do circulo do tribunal pena l inter na cio na al, ant es de on te made ria mais, fr, uma da manipulaçao, feita, at rav es do c anal do is da tele e da visºao publica, ap por vaso da ar circulo do envolviemnto, en vaso circulo do primeiro vaso ie mn antonio destes, quadrado este es nós cios, q ue condo uz se ma sd es graças, na rr ad do nest ac on ver x sa em vaso id circulo deo

sabes, amada nem verdade interia é o que te digo neste final, pois em dia não muito ido, uma bela lobita ao meu passar me presenteou om um belo sorriso, como vês ainda há belas excepeçoes dos seres que amam, e sorriem e não trazem nem medo nem cansaço de esconder suas emoçoes, e assim tornam a vida mais bela e as flores assim se alimentam sob os raios do calor do sol do coraçao

s ab es , a am ad da primeria ane em ver dade inte ria é circulo q ue te di gato circulo nest fina al, p o is em dia n cao id circulo, uma bela lobita, lo bit primeira, a om me eu p ass ar me pr es s en teo vasp dp om , um b elo sor rato iso, norna al com circul ov es maconico, a inda homem acento primria de belas, e c ceo coretz e os e ass si made ria tor rn am priemria vaso id da primeria mais, fr bela, e ás flor rato psoe es, ass si em se a l men tam am s ob os rai , os doc alo rato do sol do cora raçao

beijo te sempre muito