domingo, novembro 29, 2009


ao tribunal penal internacional, a polica inglesa e a interporl, para que nao restem duvidas, do cio expressamente montado na exibicao do filme blow upo no canal dois nest a semana, esclareco a quem nao saiba que nao e costume a rtp programar filmes nesse dia da semana aquela hora, nem tal correponde à normal grelha de programacao, e asim sendo este facto prova para alem de qualquer duvida que foi expressamente e com intencao feito, e que a rtp estará, portanto dentro do conhecimento de quem o ordenou, sendo então, trigo limpo, chegar aos mandantes e por peritagem identificar a tal voz injectada no filme, que certamente seré do conhecimento de quem o misturou, no ar, ou por gravacao previa, sendo mais provavel esta segunda possibilidade, pois a primeira seria prova evidentissima,

primeira do circulo do tribunal penal internacional, inter na ac cio na al , primeira poli ca inglesa, ]e primeiera inter ri por do primeiro, para q ue nau rato ps este em qaudrado uv,it, id as do cio, e z pr press sam am que mente, nontado na e x i bic cao do filme, segundo dez duplo vaso ele da el eva sao, no c ana al do is nest primeira ase mana, es clare rec coa q ue em n cao sa iba, q ue n cao ]e cos t um me primria rato do tp, por gata ram am mar da ar dos filmes, ness dia , da se ema ana daquela hor , primeira pra al lem de q ual ue rato ps do quadrado uv id da primeira, q ue f fo io , e x p press sa em n te e com int en cao , feito, e q ue da primeira ar da rata do tp, est tara porta ant circulo do quadrado dd dn, , dentro, dec on ge cimento deque emo que o ordenou, s en do en tao cruz rig circulo li mp circulo, cha fara os mandantes, e por per rita tage em id en ti fi car, primeira da cruz da voz, in ject ad da primeira, no fil mec ue ce rta tamen tam am qu emente , se ra do c on ghe ei cm en t o, de que emo que om is t ur cir ulo vaso, no da ar , circulo do vaso por dag ad gravacao, pr e vaso via ia, s en do mais, fr, por vaso ave dele, el, e sta se gun do quadrado da ap os sibil bil id ad e ep o is se ria da por da ova , e vaso id en ti iss do sima
e sendo que este processo de indução, não é a primeira vez que aqui dele dou conta, ou seja, é passivel tambem por investiaçao, séria, chegar, a quem de outras vezes o fez, se distinto, pois este processo, é, e foi usado em diversos canais, distintos da rtp, ou seja , aponta uma forma de operar que terá de ter o conluio de todos os operadores, o que explica em parte porque as autoriedades do sector os cobrem a todos, com as manhas evidentissimas que aqui venho desvelando, e sendo que a prova, e admissao de culpa de co responsabilidade, foi feita, quando a puta terrorista da erc, o disse na forma que o disse, na propria rtp,
e s en doque quadrado eu de este, pro roc esso serpente a ode de induçao, indo, sao, n cao é a primera ave do zorro q ue do au id dele, conta, circulo vaso use seja , é p ass s iv do el, tam am tambem, por e em vaso est t ia ac sao, sé ria che gato ar ra priemria aqui do ki, q ue made ria de outras vaso oe zorro do espanhol de fez, mar rocos, se di st tinto, o bode, p o is este, por rc esso, é circulo do fo do io, fernendes ferreira, usa sado em di dos versos dos eros serpente canais, di st tinto, bode, da rata rell time do tp, circulo vaso use seja, ap da ponta , um forma de opera ar q ue teresa rá, det cruz d ero c on lui id o, de todos os operadores, q q ue e x p lica em p da arte por q ue às autoriedades, dd es, do sec tor, seprente circulo quer cobre a todos, com às da manhas e vaso id dd dente en t ti serpente sima, rtp, q ue da priemira do ki aqui, vaso en ho p, d es vela ando, e s en do que da primeira da eu, por vaso da primeira, feita, qua anda da priemria puta terro rato p ista do ps do erc, o que refrenciou em forma eleiptica, como piscotico, circulo di isse bn na foram , q ue circulo do quadrado iss sé
ontem pela tarde passei nas tais instalaçoes militares, onde ouvira distintamente, os tres tiros de pistola, introduzidos pelo rate da motorizada que ultrapassara o electrico, como sinal previamente combinado, assim parece retrospectivamente, e o que li ,vindo depois no mesmo distinto electrico, foi medecina dentária, ou seja os tres tiros a meus dentes, assim se desvelava na imagem,
on te mp el da primeria cruz arde, p ass serpente do ei na s tais, br, sin in st ala dag o es militares, onda o uv da ira di st int am que mente, os dos tres tiros de pi st ola, int rod uz id os p elo ra te da, mao oto r iza ad a q ue u l t ra p ass sara o el e ct rio, com o sin al pr e v ia am men tc om bina ado, as si m pa rece r e t ro sp e ct iva vam am que mente, e o q ue li vaso indo no me sm o di st int o electrico, f oi med e cina d en t circulo hoemm ave eta ar ria do ia, o use seja os tres tir da rosa sam am me us dos dentes, as si made ria ms se d es vela ava na ima mage em,
in te mp el primeira da cruz arde, p ass se ei ina serpente br, in st ala dag oe espanhol militares, onda deo uv vaso da ira di st int tam am tamen que mente, te os dos tres tiros, de pi st ola, int roduz id os p elo ra teresa da ma mao oto rato iza ad da primeira q ue vasl primeiro cruz ultra, ap passa sara circulo do dele e do ct do ro, com circulo sin al pr e vai am men da cruz combinado, bitoque, bit circulo to q ue, ass sim mp par rece e rato cruz ro sp e ct iva vam am que mente, ]e circulo li vaso indo, di st int circulo elecrtico, forte do io mede c ina do quandrado en t c homem ave eta da aria, circulo do vaso use seja, os tres tiros, primeira am me us sd dentes, as si made ria da se da sed es vela ava na ima ge made ria
do outro lado da rua, uma pastelaria com o significativo nome, doc e estrela, o medico da estrela, bairro,
do quadrado do circulo do outro rol ado da rua, uma p as tela ria com o sig gn ni cart ivo, doc e est rato e ]e la, circulo do medico da estrela, ba e rr , circulo
na imagem que comeco a contar, no ultimo video publicado, quando estava no miradoiro,
esperando a hora da biblioteca, e depois do ceu me ter mostrado um arco equivalente ao grande iate que entrava no tejo, que parecia se dirigir em direccao ao terreiro do paço, que me avivou de imediato a imagem da tarde das fragatas e da tal bola de futebol dos hexagonos ligados a federacao portuguesa de futebol, porto, quando da ultima vez que pretendi falar com o bode do supremo, olhei uma das casas ao lado esquerdo, e de repente reparei que no muro pintado em azul croma, no terraco da casa, um micro ondas e uma mesa de madeira assente, em pes como trinagulos de fogo em bico, depois o espirito me confirmou que uma das primeiras marcas que me fizeram em oitentas , principio , fora feito por uma vespa lam br eta do principe do calhariz , a casa continua se o for, ao richard, ou seja a do banqueiro, ali como espelho montado , como em minha propria casa
ma ima mage do ge em q ue co do meco, priemria ac c on tar ar, no vaso primerio da cruz do tim do imo ov ,italia, id e circulo pub lic ad circulo , qua anda est aba ano do no do mira do doiro, es pe rato anda da primeira da hor primeira da biblioteca, e quadrado da ep o is doc europeu, mo st rato ps ad circulo do primeiro, um arco, madrid, e ki iva vaso al lente , primeira do circulo gato rande do iat , e q ue en cruz rata ava no do tejo, e par rec ia q ue se da sed di rig do ia, em di rec cao priemria do circulo do erreiro do paco, q ue me ave e vaso circulo do vaso de, imediato, primeira ima mege made ria dat trade das fr gt ase seda da tal bola, de fu te bo primeiro dos serpntes dos hexagnos maconicos, liga do gado sa da feder racao porto gues, do fu te da bola, p oto, e da primeira da cruz al, qua ando da ul t ima ave zorro q ue pr e ten di f al da ar com do circulo do bode do supremo, s up pr remo emo, circulo do primeiro he do ei, uma das casas aol ad circulo esquerdo, e de rep pen te rp par rei quadrado do no, mu ur circulo pin t ad circulo em azul, c oma coma, circulo roma, no te rr aco da cas , um mir ro das ondas e uma da mesa , es, de maderia as s en te , em p es com circulo cruz rina ina gulas de fogo em bico, d ep o is circulo do es pei it circulo mec on fi rato mo vaso q ue, de uma das primeiras mar ca s q ue me fi ze ram em oitenta s prin cip do io , for primeria , feito, por uma aso es spa, da lam am br eta do p rin c ipe do cala rato do ar rr oz, calhariz, c al homem ar e zorroa casa conti n ua se o for, a o richard, o use vao seja, priemria da ad do c ric culo do banqueiro, al e com o es p el ho do montado , com o em min h ap pro p ria c asa da casa, ou seja putas, que refelecetm minha propira casa, ou pedaços dela, e assim montam as desgraças, circulo vaso use seja, putas, q ue delta e rato ps efe f el set cruz maior min h da priemria pro da pira da minha casa, circulo do vaso dos peda acos dela, kapa, e ass si mm, s mar tie ie es, montam, mo n tam am às desgraças, circulo da pira de minha casa
a imagem do spor das festas de lisboa feito pel ze pinheiro, me disse,
primera ima mage made ria do spor, spot, tvi, spot de italia roma, l ocal , das festas de lisboa, feito, p el do ze pinheiro, me di iss se,
pb traço de vinte e quatro, natal, ou jornal, ou rtp, ou até os tres, pb trinta e gato da ual, cego, vinte q quatro, x, tercerio circulo, ou seja , o que se espelha no spot das festas de lisboa, feito pelo ze pinheiro e que se expressou agora no tal pseudo acidente na va da liberdade, eletrico cruz invertida no ceu, calçadas, pedras do pb azul da casa das aguas furtadas, ou dos furtados, catarina e pai da catarina, do carril do percentil, s ob pb do x no natal, das rosas vermelhas e azuis, electra, dos riscos da cml p laca top ciirculo do cio mini ca do ml, do letrico, de bico amaerlo, br, do vinte e quatro, jornal rato do om, o da teresa rá, o do traço no fi do culo da guita, hor as st men inc antonio, trinta segunda coluna, do dias, psd, no castelo de s jorge, terceira cruz do ponto da estrela dos binoculos, da ceifa do rio azul, da tui tuberculose, do contra baixo da teresa
pb bt rato ps aco de vin te e qua da cruz ro nata natal, circulo do vaso do jornal, circulo do vaso da r tp, circulo do vaso ua teresa os dos tres, pb bt rin da cruz primeira é gato da ual, circulo do ego do vinet, vas ines net do maconico, quadrado do quatro, tvi, x te rc e rio do circulo , circulo do vaso use do seja, circulo q ue se es p el home ano do no do spot, tvi, das festas del is da boa, feito, p elo do ze pin he do iro, e quadrado do eu da se, e x pr pres circulo do vaso do agora, not al ps eu dó acide dente, na ava da liber dade, el e cruz rico, c ru uz in vertida, noc eu, calcada, teresa, serpente, das pedras do pb ba az vaso do primeiro da ac casa das aguas f ur rta ad as, da puta silvia, do gupo do furtado, circulo do vaso das aguas furtadas, ou seja ladroes de semem di v eros e filhos, catarina ep da p aida,cat da primeria da ar da rina, doca rr e primeiro do per c en til, s ob bp do pb doó , do x no ntala, das rosas vermelhas e az u i, da electra, dos ratos do isco sd da primeria da cml, circulo ml, da p da laca do top circulo do doc do cio do io mini ca cado cm ml, dol e cruz rico, do bico , am mae rato dez, br do vinte e quatro, jornal, jo rn na al do ratto top ps, do om , circulo da teresa, rá, o dela, o do traço no fi do culo dag da gita, din he iro, do no do castelo de s jorge, do ponto da estrela dos bin ino culo s da ceifa do rio az vasl do primerio e da tui, t uber rc culo sed circulo do contra baixo da teresa,
que aparece refectido juntamente com o simbolo da cml, e um grande buraco nas pedras do chao, no video que aparece de seguida ano fim da gravaçao da segunda parte de hoje, remete tambem para o restelo, pois ali estao os ultimos moinhos de lisboa, ou seja a puta da sic, envolvida na morte dos meninos do aqua parque, e ainda universal, to ze, pois ali eram as instalçoes
q ue ap pr rece rato ps efe , ramon fon, ct id circulo, j un tam am tamen te com do circulo is si m do bolo, da ac cm ml, é um gato rande b ur aco cona seprente das pedras, doc cha circulo , china, no ov ovavaso id é circulo q ue ap per rece de se guida ano fi maior da dag rata av sao, da se gun da a p da p da arte, de home dooje, reme mr te tam am tambem do para do circulo do restelo, rao es tel circulo, p os al e es tao, os s ul tim serpente do circulo dos moinhos, del is sb circulo da primeria, circulo do vaso da puta do seja, a da sic, en vaso circulo priemiro id da primeira dana ana am morte mo rte dos serpenets dos meninos do aqua do parque, é primeria inda universal do to ze, p o is al e e ram às das ins t al cao espanhol, e, maconico
o do palácio do c al h ar i z de dentro, o dos foguetes, com boi os das festas de lisboa, serpente de noventa e cinco , o do corvo, ou seja do cayatte, e dos vasos do pavao do parlamento, a puta constancio, pavao, que aparecia tambem refelectido no filme do blow up, numa das modelos que o fotografo filma, ou seja, usando uma modelo,
circulo, o do pal do cio doc gata primeria forte ar zorro, de en cruz ro , o dos fogutes, comboiso, com do boi do os das festas de lisboa, ser rp pen te de en no ove da venta inglea e c cin co , o do corvo, circulo vaso use seja do ca delta a tt e. é dos vaso do p ava circulo , o do parlamento, primeria puta do constancio, p ava circulo, q ue ap pre rec ia tambem rato ps efe fel el tc id circulo no do fil me do blow, up, el eva sao, num mad às dos modelos, mode elos serpenet q ue do circulo do f oto tog rf fao fil mao circulo do vaso use seja usa sand circulo, uma, mode elo
a restante imagem no miradoiro, de que em parte em forma orada, aqui já falei, me disse o seguinte,
ar est ante ima ge emo do no do mira, o do doiro, de que em p arte em forma o rato ps ad a, a qui j á f al lei ei, me di iss se o se gui inte, italia,
terreiro do paço, a s eta dogui, cu eca serpente dog vaso do ui, da tara per didad, no dia da defes nacional, grimaldi, lines casco azul e branco, c ml, es gato oto serpenet
lynx
li n
x
x n y l – y 2
xn y 2
x4 ny y nl x
lx, y nm, ny, xl
mer cabo s negros j uk e box, r s k mercedes, estrela alemana esplanada um girasol, a raapriga martini, x over lranja hard rock cafe, primeria gui etarra, quebrada, cruz quebrada, alma, ter mono circulo do vaso laranja, s emi arco no c eu da lis nava, assim o iate a entrar no rio direcçao terreiro do paço com um se mi arco em cima e tres antenas, negras como cento e onze, buzinas e sirenes na cidade, ao momento, as botas da cavaleira das fivelas, tendencias , falo, de nova yorque, anca asa da p as sala, rr,
te rr rei do iro do paço, a s eta dog u i, cu e ca se rp en te dog vaso do ui, da tara per dida ad, no dia da d efe ws es na ac cio n al, g rim al di, l ines casco az u le do branco, c ml, es gato oto se rp ene net, l lp ip do primerio delta de n x, lin z , z nt o rui, primeiro do traço ingles do delta segundo, s n delta segundo,, x 4 , ny , delta nl, hol anda, primerio x, lx, restaurante e revista, delta nm ny xl, revista, moda, large number, primeira ar do ge do nu um be rato ps, numero, digital codigo
continuaçao do capitulo, depois de mais tres atentado terroritas no mundo, com elvado numero de mortos
conti tin ua ac sao do c doca apit pit u lo, d ep o is de mais , fr, t rato es atentado te rr o rita s no mundo, com el v ad o n um mer do ero de mo ortos, o rt os
na
luta
de
poder
no
galinheiro
os
jovens
galos
à
solta
dividem
se
em
grupos
e
facçoes
e
lançam
entre
si
as
guerras
pelo
poder
e
pela
lideranca

na l ua lua luta, de pod der, no do galinheiro, gal in he iro, os j ove en ns gal os a
sol t ad di iv id em se, em g rup os e fac dag oe es se , é lan dag da am en t re
si, às das sg guerras, p elo do pod der do poder, porgrama da tv, e p el a lider anca
assim
sempre
funcionaram
e
funcionam
os
gangs
qualquer
que
seja
a
sua
natureza

a s fe fog qq s a s n
as si em se mp ref fun da un cio na aram ar ram am vaso e sic primeira e fun c io n am
os gan g s q ual q ue r q ue seja, a s ua ana natureza
neste
texto
de
novo
emergiu
um
que
foi
coberto

nt td dn um q ue f oi do coberto
nest é te x antonio, de en ovo em mer gi vaso primeiro , um do q ue do f do io do coberto, ob berto b e rt circulo
um
jovem
de
um
gabinete
ministrial
que
na
aparencia
caira
ao
rio

u j d u g m q n a c a r
r a c a n q mg u d j u
mm e me l e a aa a o circulo do rio
primeiro jovem, j ove en em um do primeiro do gabinte, gabi nete min si it ria al q ue na ap pre ren cia ca ira da primeira do circulo do rio
rio da primeira co rc circulo ca ria ap par ren cia na do q ue min s it ria al gabi nete de um de j ove em do gabinete do primeiro
muito
indica
ter
sido
ele
porventura
um
ponto
charneira
nesse
combate

mit se p u p c n c
cn cp u pe st i m
oa roe a um, o a ee ess
mu it o indica, teresa rato, s id o, dele, por v en tura, um p on ny o cha rn ne da ira
ness e com bate
e
a
ausencia
de
mao
firme
e
a
opcçao
de
cobertura
devera
ter
contibuido
em
larga
medida
para
uma
sequencia
de
accoes
das
quais
muitas
outras
mortes
resultaram

é primeira au use s en cia de mao fr rim me, é dao p dag cao dede c ob e r tura
d evera teresa rato, c on t ib u id o em l arga me dida para de uma da sec ue en cia
de ac cc co es da s quais, fr, mu it as de outras mortes ,r es uk t da tara da ar aram ram am
que
apontam
desvelar
parecem
confirmar
possuirem
ligacao
entre
si
se
entendidas
nesta
logica
de
plausiveis
motivos

q ue da ap da ponta do tam da manha, d es veso do el da ar, par rece em
c on fi rato do mar, p oss u ire rem em ki g ac cao en t re si da se en t en dida as
nest a logica, de palu s iv ei s l mo t ivo ser ep pn teresa
chamei
eu
em
dia
recente
a
atencao
para
o
que
o
perfil
do
socrates
tem
desvelado
nesta
cobertura
intencional
que
a
partir
dai
tiveram
que
montar

cha circulo home da primeira ch me do ei eu em dia rec en te, a a t en cao para o q ue
o per rf fil do socrates, te made ria d es vela lado, nest sta primeria da cobertura
intencional, int ten cio na al , q ue da prmeria a p art tir rda ai, t iv e da puta vera ram
q ue do montar, dom on t ar, da sela, a da ase da sela dela
disse
vos
eu
que
ha
como
dois
socrates

di iss se vaso do os do eu, q ue do homem da primeira c omo do is do socrates
que
isso
era
visivel
e
se
tinha
tornado
visivel
em
seu
comportamento
seus
gestos
seu
modo
de
falar
em
determinadas
ocasioes

q ue iss oe ra v isi v el, e se da tinha do tornado, v isi v el em s eu comporta com porta men cruz circulo, se us dos g est cruz os, s eu mod, ode f al ar em det teresa ram rato min ina iad as
o ca sio es
quando
e
a
cada
vez
que
tentaram
criar
mais
uma
ilusao

qua ando, é primeira do ac da ad da primeira ave zorro q ue t en t aram c ria ar
mais, fr, uma, e lu usa sao socrates
e
se
tudo
isto
paerce
indicar
traços
de
esquizofrenia
como
um
mr
jacke
e
mr
hyde

é se tudo is st anton, bat ria, pa e rc e indica dica car rt rato aços de es qui zo fr eni primeira do ac omo , um mr, j ac ck e, é mr homem id, e, delta de
uma
plausivel
relaçao
e
sustenção
para
tudo
isto
seria
ou
será
a
crescente
tensão
no
lidar
com
uma
situaçao
a
este
nivel
com
tantos
cadavares
a
aparecerem
a
boiar

uma p l au s iv el do tribunal da relaçao, é s us t en são, para tudo is to , se ria do circulo do vaso use se do rá , primeira crescente, ac rato es sc cente, c en te, da tensao, dat ensao, no do priemrio id da ar com de uma serpente it tui ac cao, primeira de este, n iv del do el, com t ant os cadavares a boiar, ou seja entre rios, circulo ad do quadrado ava ares , ar espanhola do boi da ar
em
dia
recente
o
vi
ele
que
escondido
anda
o
sufeciente
para
esconder
a
depressão

é quadrado rato ov , dele , q ue does conde id circulo , anda da primeira do circulo sufi, para do espanhol alemao, conde , da primeira depressao, da ad ep press da sao
em dia, rec cente , c en te , circulo do ov vicente, o dele, q ue es conde dido id circulo da ab da anda dam am, circulo sufi c ien en te do para es conde der primeira ad ep press sao
fala
tambem
este
texto
de
uma
queda
de
uma
ponte
antiga
e
acabou
de
cair
uma
outra
em
andorra
onde
se
foram
portugueses
e
onde
os
nomes
na
televisao
espelhavam
nomes
de
ex
ministros
socialistas
do
desgoverno
de
portugal

fala t am am tambem, este, te x to ode de uma queda, de uma ponte antiga, e
aca ab o u de c air de uma outra, em ando rr a da onda da se for ram am , pt,
portu gueses, e onda os no mes na tele e na visao, es p el h ava vam am
no mes, de e x ministros socialistas, min ni st ro rosso soci al ista sd circulo do quadrdo do es sg do dog do governo, ove rn no de p oto de porto, gal rtp
assim
mostrou
o
canal
dois
uma
clara
correspondencia

ass si em mm os st ro vaso circulo do canal do is, c ana anal ak priemrio do dois, uma da clara, cor rr es ponde do quadrado da en cia, circulo ia
fosforos
do
home
do
sete
assim
me
complementou
o
espirito

f os do foros, br, do homem do sete, ass si em me co mp le lem men cruz circulo do vaso do circulo do espanhol do sp pi do rito
e
muito
mais
diz
essa
imagem

e nmu it circulo mais, fr, do zorro es sa ima mage e,
uma
construçao
de
pauzinhos
toda
colada
que
de
repente
ruiu

uma co ns st ru sao, de p au zorro in ho os, toda c ola lada q ue der ep pen te rui iva vaso
sendo
que
quem
faz
com
fosforos
este
tipo
de
construçao
geralemente
os
faz
arder
prmeiro
as
pontas

s e doque q ue maior f az com forte serpente os foros, br, este cruz ip ipo, ode da pode , construçao, o francisco de buraque, ou seja do grupo do soares, co ns t ru sao, ge rale, rato al le, lem n teresa os f az, ard der pr me iro às das pontas, dan circulo do cortez, às
e
sempre
que
acionaram
a
ilusao
a
fizeram
fazendo
tambem
clara
prova
de
abuso
sustentado
de
poder
com
esse
fim
de
meios
publicos
de
comunicaçao
de
diversa
ordem
e
natureza

é se mp rec q ue ac cio on aram, a primeria da primeira ilusao, e lu usa sao, a fi ze ram
do fazendo, tam am tambem da clara, pro da ova de ab us o , s us t en t ad ode de pod der
com esse, cobra fi made ria de me io os publico serpente, de c om muni unica, revista, caçao
de d iv e r sa da ordem e n ana natureza, na ture za, t ur é za
ultrapassando
e
quabrando
em
continuo
fronteiras
sobre
as
quais
nao
trazem
nunca
nem
autoriedade
nem
mando
nem
mandato
ou
poder
de
o
fazer

u l t r ap p as sand oe é qua ab brando, em conti tin u o fronteiras, s ob rea s
quais, fr, n cao t ar ze em n un ca ane em au tori e dade , ne mm ando, man d ato
o u pode der, de f az e rato ps

multiplas
sao
as
provas
dos
tentaculos
e
de
como
eles
sao
reais

mul l cruz ip l as sao , às das por vaso das ovas, do os t en at tc cu uk primeiro os , é dec omo deles, el es sao rea is
e
sempre
houve
resposta
a
cada
vez
que
a
vaerdade
se
aproximou
da
canela
do
mentiroso

é se mp re hoem circulo da uve rato da espanhola posta, priemria do ac circulo ad da primeria ave zorro quadrado da ua da priemria ava e rda dade , se ap pro roxi imo vaso da c ane la do men tir rosso

continua....



segunda parte

deste video hoje publicado,

se gun da ap da p da arte do quadrado de este , vaso id é circulo home oje, jornal, pub lic cado, br

....

ainda um outro sincronismo se deu , depois de ter falado do juiz que estava no tal programa dos prós e dos contra, que parecia vir da guiana francesa, papilon, borboleta, que foi depois, nas noticas, sarkozi, que aparecia numa conferencia na america sul, onde estava tambem a ax guinana francesa, cochichava ele com alguem ao lado, e depois e voltava de frente e se via uma curta expressao , como de grande e rápida zanga

primeria inda de um outro, sin c ron is mo se sed eu , d ep o is det teresa rf al lado do juiz, q ue est ava no t primera ap pro gato da rama mad os do pros e dos ontra, q ue par rato eca vaso e rato dele, dag vaso iana francesa, do pap pi primrio em bo rb boe oe kapa eta, q ue f do io id dd ep o is na serpente not ti cias s ark do arco ko oz zorro , q ue pa par rec ceia nuam do conde, c on feren cia na am erica do sul, onda te sta priemria t am me b ma a do ax gui inam francesa, coc hi chi home ava dele, cio al g ue em al primeria do circulo lado, e d ep o is ise vaso circulo primeira cruz alva, de fr ente e se da via de uma cu ur rta , e x press sao, com ode de g rande e ra pia, fac direito, zanga

...

fui de novo ler a id da locomotiva que de novo a todos mostro na analise do atentado na russia e assim nela leio,
id da al loco omo mo ot iva mark l in , made, da west germany, oitocentos, tres, seis oito, nove, tres, ou w est ge r aro man any ny oi it toc centos c en t os cruz rato espanhol se is do circulo do io it circulo do no do ove terceiro, terceira semente jason,

...

ainda pelo espirito ouvi, que um dos policias, ou dos acindetados, ou dos que me cruzaram em santso, como aqui conto, era o cao, do amaral, ou seja a puta do psd que foi na altura pr da ar

primeira inda p elo es pi do rito, circulo uv vaso vi, q ue de um dos pol e cias, circulo do vaso ac din det ad os , circulo do vas do serpenet do q ue me c ruza usa zara aram ram am , em s ant ts , com circulo da priemria do ki aqui, do conto, e ra do circulo do cao, do am aral, cic culo do vaso do seja, priemira puta do psd, q ue f do io na al tura do pr da ar, ou seja do gama, dog am da primeira

primeira parte deste video, tem o video anterior, portanto na sua natural sequencia, que corresponde ao que foi publicado na sexta, se quiserem ver o principio deste de hoje, é avançar para os onze minutos, aproximadamente,

prime ira da p da ret do quadrado de est , vaso id é circulo te emo ov id, é circulo ante do rato ps do ior, antonio costa, porta tant circulo na s ua na cruz ural, sec ue en cia, q ue cor rato ps ep onda da priemria do circulo q ue do f do io, pub lic ad circulo na sexta, sex t ase primeira, sec vaso ise rem vaso do ero, circulo pr rin cip do io do quadrado de este, de homem do oje, , é primeria av vam circulo da espanhola ar, para os on ze min vaso ts serpenet ap pro x ima mad dam dam que mente