segunda-feira, dezembro 07, 2009


ontem ao vir para casa, logo o espirito me disse acrescentando que o tal pizarro, é a estrela do grupo lx, do grupo dos bandidos do porto cobertos pelo rui rio, depois fui comprar cigarettes ao sorridente indiano, das lojas underground da pampulha, nao tinha, sg ligths e assim me decidi por um marlboro, agora estava rolando o selo na mao quando dei conta do dizer da palvara em seu verso. fil te rato cig, alemao, re ratte tt e espanha, fu primeiro mar pre, militar, ju da dc dica, gato rave rata ave em men te , mente, primira serpente ua da saude, a vera , sa acento no vaso dee ad os quadrado da ue circulo da rode, de dei iam am, uma marca tipo unhada dg do gato assanhado, no filete negro como os antigos cartoes de pesames, pesa sam am me mes espanhola sele c ted f ine toba baccos, ba cc os, sa al bar rac ue Portugal un der au th o rity o fp phi li ip pm morris, mor rato ps is pro duc ts sa do tele f one do ser vic circulo cao do consumidor, co nu sumi mi id dor estrela sexto circuo nono, quadrado do circulo seseenta vinte, maconico c l ass assa cig gare tt es al cat ra circulo infinitio mg nico c t ux ina , circulo da gula sex to do mono ix id o de car bono nono mg



on t ema mao vi rp do para c asa, l ogo do circulo do es pi e rt tome di iss se ac r es c en t and o q ue do circulo do tal pizarro, é a e ts rato dela do g rup o lx, do g rup o dos bandidos do porto co berto sp elo rui rio, d ep o is f vaso si co mp rato da ar cig arette sao sor ride dn dente indiano, da s l o j as un der g ro un dd a pampulha, n cao da nau da tinha, sg li gt h se as si made ria da me dec id ip por um mar l bor o, agora e stav rola anda do s el o na mao qua ando d ei conta do di ze rda pal vaso ra em s ue verso. fil te rato cig, alemao, re ratte tt e espanha, fu primeiro mar pre, mi lia t rato da ju da dc dica, gato rave rata ave em men te , mente, pr rim ira serpente ua da saude, a vera , sa acento no vaso dee ad os q ue circulo da rode, de dei iam am, uma marca tipo unhada dg gato do acto assanhado, no do filete negro com o os ant ti g os car rt toes o es de pesa sam am mes, pesa sam am me mes espanhola sele c ted f ine toba baccos, ba cc os, sa al bar rac ue Portugal un der au th o rity o fp phi li ip pm morris, mor rato ps is pro duc ts sa do tele f one do ser vic circulo cao do consumidor, co nu sumi mi id dor estrela sexto circuo nono, quadrado do circulo seseenta vinte, maconico c l ass assa cig gare tt es al cat ra circulo infintio mg nico ctux ina , circulo da gula sex to do mono ix id o de car bono nono mg


o mesmo que de alguam forma , o carbono, esta representado nno lapis do tigre da mac donalds, com qu escrevi a nota que o espiio me desvelara, sobre o cassoro, ser o traco do circulo do detonador, tnt, es sg g oto s circulo goa, o use seja india, publicadda na paret anterior deste mesmo capitulo, sao as duas e tal da manha de sehunda, tentei dormir, abri a tv e dei com uma bela india , chamada de michele pfeifer, curisamente falava ela dele nao largar o lapis magico, olho o tigre e me digo, com que entao magico, e bom entao, pois todo e magico, e os caracois lhe ficam muito bem, a rapariga do capacete com um pirilmapo em cima, e uito belinha a rapariga, e depois porque ama o rapaz, diz lhe qu eo leva ao fun do chow, que parece ser como que uma chave da mao proibida sobre o olho laser, que alguem, aqui me sujou em dia recente e que eu limpei nao com os cotontes, que veja na rua ao passar, mas com um guarda napa azul com prisma amarelao, am mar ae r el la circulo


o m es mo que de al g uam forma , o car rb do bono, e sta r ep pr es en t ad o n no l ap is do tigre da mac dona l ds, com q u es c r e vi primeira do ano da nota, q ue o es pi io me d es vela lara, s ob reo circulo do cassoro, s ero do circulo do traco do circulo do de ton ad dor, t n t, es sg g oto s circulo goa, o use seja india, pub lic ad dd dana p aret ante rato ps ior do quadrdo de este, me sm o c apit pit u lo, sao as du ase s eta t al da manha de se h un da, t en t ei dor mir, ab ria primeira da tv e do ei com de uma bela india , c ham ad a de mic hel e pf e i fer, c uri isa sam am que mente, f al ava el adele n cao l arga aro do lapis magico, olho do circulo dot tigre e me di go, c om q ue en tao magico, e b om en tao, p o is todo ema gi coe os caracois, l he f icam mu it o b em, a r ap a riga do capa sete com de um do pi r i lm ap o em c ima, e u it o da belinha, primeira rapariga, e d ep ois por q ue ama do circulo do rapaz, di zorro do l he q ue o l eva cao da fun do chow, q ue pa rece ser rc omo q ue de uma c h ave dama mao pr roi bid a s ob reo olho la ase ser q ue al g ue maqui me s u jo u em dia rec en te e q ue eu li mp ei n cao com os coton t es, q ue da eve do veja na rua, primeira do circulo p ass ar, mas com um guarda dana napa azul com do prisma am mar el la o, am mar ae r el la circulo


no outro canal ao mesmo tempo, um estranho e belo filme assim meio antigo, onde a ficha tecnica do final era clara como agua, e falava de um que matara a um outro, na pelicula, um rapaz nada no rio agarrado a uma mala e no final uma rapriga nua a ele se junta nas aguas, belo plano, ela como uma ra nadando, ele nao devera saber nadar, pois a mala e como uma boia, ela dá às perninhas, homenagem aos gorilas que vao a faculdade, e assim eles atravessam o campo, uma estranha maquina trabalha em cima do monte, com um perfume a metropolis, que era um magazine de madrid, do tempo do lusitanea expresso, mala dentro das aguas remete me para o sonho com a monica na queda das torres em nova yorque aqui uma vez descrito


no do outro roc c ana l ao me sm o te mp o, um e ts rn ho e b elo do filme, as si em me do io ant ti g o, onda da primeira da fic cha tec nica, a do fina al e ra da rac da clara com do circulo da agua, e f al ava de um q ue mat ara a um de um outro, na p el lic u la, um ra p az n ad ano rio, a garra ad o a uma m al a en o fina a l de uma ra p riga nu a a el e se j un t a na ser rp pn te das aguas, b elo pal no dela, com o uma ra ana dando, elena circulo da ode, o d eve vera ,saber, na ad ar, p o isa sam am m al a é c omo uma boi ia, ela do quadrado da primeira às das per nin h as, h om mena menage mao s gor ila s q ue da ova do vao, ps, prmeria faculdade, e as si made ria deles, at rave ess sam am do circulo do cam p o, uma es t rn h a m a q u ina t ra aba bal da alha em c ima do monte, com um per rf ume , s us kin, priemira do metro rop da polis, q u e ra um do maga z ine de madrid, do t em p o d o lu sita ane ne a e x press om ala d en t roda s das aguas reme te me para do circulo do sonho, com da primeria monica na queda das torres em nova yorque, a qui uma ave z d es circul do rito


olho, o ajax em cima da mesa, reparo num recibo de dia quatro deste dezembro sem ti minha amada, a vontade é fazer te grrr no meio de infinitos beijinhos, e correr pelo universo inteiro até te apanhar, sem tal o fazer, se calhar é para isso entao que trago um lapis magico, olho a factura que de repente me responde, a mais uma bestilidade que ouvira antes de chegar a casa pelo espirto, que a aposta estava em cima da mesa, o espirito me dizia ontem, deixa-os cair todos, deixa de te preocupar com eles, a bela rapariga, diz no filme que fizeram uns belos rapazes e raparigas que antes nao existiam e agora e ve -los, via que o amava a eles e a ele , muito, mesmo que seja mais arrumadinha do que eu, eh eh eh, sabes amada, estao todos mesmo loucos, por um lado me tratam neste psedo pais, como se nao existisse e se fosse normal roubar tudo a um homem, por outro lado, alguns parecem mocos de recados, ainda hoje nas noticias, o pedofilo socrates, num encontro com autarquias oferecia aos ilustres representantes locais do povo, uns concursos para jovens para os tais planos de apoio às camaras e as exportacoes e coisa e tal, e eu alucinava de mansinho, como é que uma puta ladra e pedofila, pode ter este descaramento, um outro do mesmo partido, aparecia de mala aviada ao fundo numa cadeira , mas nao se via a uma de perna cruzada, se nao lhe faria, miau, vem ca , vamos la ver entao se o perfume que trazes, é de anjo ou de demoniuo, ou se casamos os dois num mesmo frasco, tipo assim versao pos modernista da lampada de aladin, aos autarcas sobre a alçada do bigode, deviam os senhores fazer ainda maior pirraça à puta socrates, e depois tomavam um burro e iam todos a ar, e diziam às congeneres vossas putas instaladas no bordel da capital, que querem setenta por cento do orçamento, nas regioes, e que se amanhasse o tal estado central, com os restantes trinta, talvez assim nao tenham que enterrar os vossos patricios, numa ponte sem obras por falta de plim, e com a mesma reserva, identica em relacao às putas, que sao sempre putas sem distinçao, noblesse oblige das republicas das bananas, inspiradas na revolucao francesa, eu, se fosse jogador de futebol do mundial, e jogasse em todas as equipes, recusava-me a jogar com a frança, assim espero que o façam, se forem meus filhos, que isto de tanto esperma por aí à tua ausencia, e a existencia do perservativos e coisa e tal, se calhar ainda é verdade que os trago tambem em carne, pelo mundo fora, pelos vistos, a puta socaretes se as imagens eram de hoje, visto que como todos sabemos nao se pode confiar na tv, ainda nao morreu em carne, fiz um pedaço de porquinho muito molinho com batatinhas e cenouras e o resto da massa pelo jantar, a aninhas dizia que dois acidentes se tinham dado a hora de jantar , provavelmente entao quando cozinhava porquinhos, ao chegar a casa, uma cobra e uma esponja estavam ao lado de um carro em frente a garagem, esponja, fora tambem palavra que usara, sobre o tal atentado contra o estado por parte de socrates, imagina la tu que se deram ao pé de aveiro, acabara eu de falar em voz orada, sobre o juiz de lá, nao sei se morrerem ou nao, se forem porquinhos maus, nao se importará Deus certamente, se forem dos bons, certamente ficarão bons, sabes amada, é quase natal, e eu estou fazendo grrr por dentro , primeiro porque natal é todos os dias, depois porque natais sem ti e sem filho, da vontade de lhes encomendar a Deus, as almas, se calhar me entretenho em tal fazer, faço assim uns cartoezinhos, com, diferentes alternativas, tipo, morte subita, doenca porlongada, lepra, e depois atiro setas, facas , martelos, sapatos, enfim, tudo o que tiver à mao, ah , o recibo e da panificaçao reunida serpente roque lda, pda ria se ep a as tela ria serpentes da r do po;o do s negros em setenta e quatro, sex circulo do quadrado em dez , segundo nono em duplo circulo, priemria ca fe circulo dupla estrela, tota al, um pao p do bar de ra de fora, primerio do duplo circulo e um outro pao , que deve ser mais peqeunino, pois o preço aqui registado é menor, circulo do quadrdo da estrela, total, duzentos, vaso don he do iro terceiro da estrela de noventa e tres , sex to, do bal do cao, na relaidade, penso que no dia quatro comi qualquer coisa com o cafe, mas trouxe tres paes, a menina deve ter se enganado, depois ainda um parafuso debaixo da senha do pong, do vaso do quadrada zorro ratp ps quadrado cod e ode id di gi t al , home circulo do ur da ne do duplo vaso de noventa e seis infinito de oitenta , primeiro do duplo circulo do homem primeiro do duplo circulo do euro, ah deve ser entao jogador, e ainda uma outra dobradinha , e duplo vaso do onze do vinte do quadrado do primeiro, a puta do socrates outra vez, do duplo circulo, o sg primeiro da pt, que se le tambem, o sg é o primeiro da pt, ali ao pe na rua num predio novo tive eu umas visoes aqui relatadas, à umas luas valentes, como sabes nao trago paciencia nem para ladroes nem para corruptos, nem abusadores, muito menos de criancas, e sabes amada, nao te peocupes, nao, que eu tenho um motor muito bom, que ate poem liquido de limpar vidros a distancia se for caso disso, e lapis magico, acho eu que tenho é maos magicas pelo amor, pelo nosso amor, pelo amor em que te trago, pelo amor em que me trazes, para melhor te festejar, mas tu nao me deves aceditar, porque se nao , viverias nelas e elas seriam conchinas em teu mar, e sorririas muito com as festas e os beijinhos e eu tambem, ah, vinha ali ao lado do mne, chovia, ontem no final de tarde, de repente um vento forte se levantou, de frente, mesmo bom para fazer bolina, na tv um anuncio falava de competiçao, de barcos e veleiros, que faziam tudo para ganhar, a nao ser quando um caia ao mar, mesmo que fosse de equipe contaria, bom principio, na realidade, nao deveriam jogar com a franca, nem tanto por ser a frança mas, mais por solidariedade com a irlanda, que assim se viu mal afastada, é uma boa metafora, quando a tensao aperta, pela altura do que esta em jogo, mais porprensos, as gentes à fazer batotas, e te digo isto mesmo achando tierry um doçinho, mas tambem te digo, nao entendo estas gentes, primeiro as gentes gostam de futebol, portanto nao se importariam de assistir a umajogo repetido,e como até vendem bilhetes e tudo, já viste, até no plano economico, só traria mais beneficios, quanto a calendarios, sao como cruzes nos dias que as gentes fazem, se os fazem nuns podem faze los em outros, nunca é isto problema neste tipo de jogos neste campo, como te disse outrora, em pequeninos, quando assim acontecia, repetiamos o jogo, coisa simples, mesmo existindo campeonatos


olho, circulo do ajax em c ima dam mesa, madrid, rato da ep ad do aro num r e cibo de dia da quatro, tvi, de d este de ze m br o s em ti mina am ad a, a von t ad e e f az e rato da te g r r rn no me io de infinitos bei jinhos, e co rr e rp da p do elo univer, s o inte rio a tete ap anha ar, s em t al o f az e rato, se cala homem rato mr e para iss o en tao q ue t rago um l ap is magico, olho primeira da factura, f ac tura q ue de r ep en te me r es ponde, prmeria am mais, fr, uma bes tili ad ad e q ue o uv vaso da ira ant es sd e chega ara casa p elo es pi rt o, q ue da primeira aposta, ap da posta da estav em c ima da mesa, es, o es pi rt tome di zorro do ia on te made ria, de ix a os c air todos, de ix ad e te pr e o cup ar com deles , el as asa da primeira bela rapariga, di zorro no filme, q ue fi ze ram un ns b elo s ra p az es e ra pa rig gás, q do vaso ant es n cao e xis ti am e agora, e eve bar do ra dop l os, ve bar dp ra l os da via eu da priemria ti mu it o, me sm o q ue seja mais, fr, ar r uma dinha doque eu, e homem e he homem s ab es am mad a, es tao todos me sm o lou cos, por uma lado, me t rata tam am nest e pse do vaso circulo do pais, tvi, c omo se na o e xis t iss se e se sef fosse nor nma al aro ub bar ar tudo da a um homem, por outro lado, al gun s pa rece em moc os de r eca cados, a inda h oje na s not ti cia s, o pedofilo socrates, num en c on t roc om autarquias, o fe rec ia a os i lustres r ep r es en ta net ts lo cais do p ovo, un s concursos para jovens, para os tais, br, p lan ano os de ap oio às cam ara sea s e x p os rta co es e co isa e eta t al, e ua al u c ina ava de man sin ho, com o é q ue uma puta ladra e pedo fi da ila, pode teresa este, d es cara ram a m en to, de um outro do mesmo partido, par e c ia de ema da mala av iad a a o f un do nu ma cade ira, br, do na cao via umam, de pe rn a c ru za da, se na o o l he do faria miau, vaso em ca , vaso amos la ave ver, en tao se circulo do perfume, s us kin, q ue t ra z es, é de anjo o do vaso de demo moni vaso do circulo, o use see ca sam os dos dois , num me sm o fr asco, t ip o as si em ver sao pos mode rn ista da lam am mp da pada de aladin, a os au t ar c as s ob rea al dag ad ado do bi gode, de via am os s en hor es f az e ra inda maio rp pirra dag da prmeira puta socrates, e d ep o is tom ava vam am um burro e iam todos da primeira da ar, e di zorro iam às c on generes v os sas putas in st al ad as no bor del da capital, tvi q ue q ue rem sete ten a t por cento do o r dag am en to, nas regi oe es, e q ue se am anha asse o t al do estado central, com os r es t ant es t rin t a, t alvez as si mna o t en ham am q ue en te rr ar os v ossos pat rico s, nu ma da ponte se em mo ob br s por f al t ad e p li me c oma primeira da mesma, r es rata eva id en tica em relacao, às putas, q ue da sa sao se mp pr putas se em di s tin dag cao, no ble esse ob lige das republicas das bv anan as, in spi pira ada s na r evo lu cao fr a nc e sa, eu se fosse do jogador de futebol do mundial, e jo g asse em todas ás das e q u ipe s, rec usa ava do bar dp ra da me primeria jo gato da ar com da primeira fr anca, as si em es p ero q ue o fa dag am, se for rem me us fil h os, q ue is t ode t an to es per ma p o rai , primeira do tua au use s en cia, e a e xis t en cia do perse r vat ivo se co isa e t al, se cala homem rato ra da prmeira inda, e eve ver dade q ue os t rago tam am tambem em car ne, p elo mundo for a, p elo s vi st os, a puta soc aret es sea s ima ge ns e ram de homem do oje, vi st o q ue c oo td osso s ab emo s n cao se p ode dec on fia rn a tv, a in dn cao mor reu em carne, fi zorro um peda dag circulo da ode do porquinho mu it o mol linho com n i g ual bat a tinhas e cenouras, é o rato es to da massa, it, p elo jana t ra aninhas, di z ia q ue do is acide dentes se da tinha ham am dado primeria da hor ad e j antar , pro ova ave el mente en tao qua ando c oz in h ava por q ue ei in h os, ao chega ra c asa um cobra e uma es pon j a est ava vam am aol ad ode um carro em fr en te a gara rage ge maderia , es pon j a, for a t am bem pala av rac q ue usa sara, s ob reo circul do t al a t en t ad dc doc c on t r s o estado por p arte de socrates, imagina la cruz vaso q ue se der ram am a do circulo do pede de aveiro, aca bar a eu de f al a r em voz o rato ad a, s ob reo juiz de la, n cao s ei se mor r e rem o un cao, se f o r rem por quin h os ma us, n cao se im porta De us ce rta em n te, se f oe em do s b o n s, ce rta em n te f ica caram bo ns, s ab es am ad a, e qua ase nat al, e eu est o u do fazendo, dog rr rp por d en t ro , prime rio por q ue nata al é todos os do dias,psd, d ep o is por q ue nata is se em ti e se m fil ho, da vontade, de l he es en comenda ra De us, as das almas, se c la h ar me en t r e t en ho em t al f az e r, fa dag circulo as si em un s cat az oi n h os, com, difer en t es al te rna t iva s, t ipo, mor rte morte subita, d oe enca por longa gada, le pr a, e d ep posi at iro s eta s facas , mar tel os, sa patos, en fi made ria de tudo o q ue t iv vera primeira mao, a h , o re c ib oe da p ani fi ca dag cao r eu nid a ser pente r q u e l da, pda ria se epa as tela ria serpentes da r do po;o do s negros em setenta e quatro, sex circulo do quadrado em dez , segundo nono em duplo circulo, pr ie mr ica f e c irc u culo da dupla est r ala, tota al, um pao p do bar de ra de fora, prime rio do duplo circulo e um outro pao , q ue do quadrado de eve ser ma si pe q eu nino, p o is o pr e co a qui regis, tvi, t ad o e m en o rc irc culo do quadrdo da estrela, tota l, du z en to s, vaso don he do iro tercerio da ester la de noventa e tres , sex to, do bal do cao, na r el a id ad e, p en soc q ue dia quatro, tvi, co mi q ual q ue r c o isa com do ca f ema s t ro ux e t r es paes, a am menina de vaso da teresa se en g ana dao, d ep posi a inda um par rf fuso de ba ix o da s en h ado p ong, da ova do vaso do q ua d r ad zorro ra tp ps quadrado cod e ode id di gi t al , home circulo do ur da ne do duplo vaso de noventa e seis infinito de oitenta , pr im miro iro do duplo circulo do homem primeiro do doc cup lo circulo do euro, a hd eve ser en ato jogador, e a inda uam outra da dobradinha e duplo ova vaso as do onze do von te d o quadrado do primeiro, a puta do socrates outra vez, do duplo circulo,, o sg primeiro da pt, que se le tambem, o sg circulo home eve ato, é o primeiro da pt, al ia o pena rua num pr e di do io n ovo ti v e eu umas v iso es a qui relatadas, ha umas luas valentes, com o s ab es n cao t rago pax cie rn en cia ne mp para ladroes ne mp para corruptos, ne m ab usa dor es, mu it o men os de c rian accas, e s ab es am ad a, na o te peo cup es, n cao q ue eu t en ho um motor mu it o b om, q ue a te poe m l i qui id o de l i mp ar vidros a d is tan cia se for caso di iss oe lapis mag u cio, acho eu q ue t en h oe maos magicas p elo am mor, p elo no d osso amor, p elo amo mor em q u te t rago, p elo amo rem q ue nme t rato ps az es, para mel hor te f es te j ar, ma st un cao me d eve es ac e dita ar, por q ue se na cao , v iv eria s nela se delas se r iam c on china dot eu mar, e sor r iria s mu i to com às das festas e os bei jinhos e eu t am b em, a homem vinha al ia aol ad o do mne, cho ov ia, on te mno fina al de t arde, de e rp en te um v en to fo rt rese l eva van t o u, de fr en te, me sm o b om para af ze r b o k ina, na tv um anu un cio f ala va de c omo pet tiçao, de barcos e ve veleiro, q ue f az i modo par gan h ar, a nao ser qua ando um c aia a omar, me sm o q ue fosse de e q u ipe c on tar ia, b om pri n x ip io, na r el a id ad en cao d eve r iam jo g ar com a fr anca, nem t ant o por ser a fr ança mas, mais, fr, por sol id ari e dad e com a ira lan anda, q ue as si m se v i um al a f as t ad a, é uma boa am met a for a, qua ando a t en sao ap e rta, p el a al tura do que sta em j ogo, mais, fr, po rp ron s os, as gene ts e f az e r b a tota sete di g o is to me sm o ac ham n d t ie rr y um doc in ho, mas t am b em te dig o n cao en t en deo e sta g ene nete ts doprimeiro as g ene ts g os t am de fut e bol, porta anto n cao se i m porta r iam de assis tir a uma jo g o r ep r e t id oe c omo a té v en de m bil he t es e tudo, j á vi ste, a te p elo p lan ano e co no mico, s ó t ra ria mais, fr, b e ne fc si iso, qua anto a cale den da rio s, sao com o c ru z es nós do dias, psd, q ue a gene net s es a f z e m, se os f az ze em nu ns pode em f az elos em outros, nu n ca é is to po rb ema nest e t ip od e j ogo s nest e cam poc omo te di iss e o u t ro ra, em pe q un ino s, qa ando as si em aoc cn tec ia, r ep pet iam os o j ogo, co isa da simples, me sm o e xis t in dc am pe on atos



sobre a puta vara, se ele voltar ao banco aconselho a todos que tragam lá contas que mudem de banco, assim se mostra o juizo das gentes e não se convive com bandidos nem se correm consequentemente riscos



s ob rea primeira puta da ava do vara, se el el le evo l tar ap banco, ac on sel homem do circulo da aprimeira de todos, q ue t rag am la contas, qi ue mud e made ria de banco, ass im se mo st ra do circul do ju i jo, das g en t e s e na nao cao da se c on v ive com dso bandidos ne ms se cor rem co nse q ue en te mn te ratos dos iscos




coibaram, é um coiba do barao aram, os tais charutos tipo farao, segunda estrela do leon do jimenez, republica dominicana, o no do quadrado, ou seja me diz a intuicao, o empurrao a fidel sele cio sion es pe cia al de baccus, o barbudo do ps ali da tal nva gruta do trinta e um da armada


co iba bar aram, e um co iba do aram, os tais, br, cha ar ruto s t ipo f ar cao, se gun da estrela do l do leon do jime ne zorro da republica dominicana, o no do quadrado, o vaso use do seja da me di iza sorro in tui cao, o em p ur ra o a fidel sele cio sion es pe cia al de baccus, circulo do barbudo do ps ali da t al nova g da ruta do trinta e um da armada




continuacao


donde

sera

plausivel

deduzir

que

uma

investigacao

séria

investigue

a

existencia

de

uma

relacão

de

paulo

portas

com

algum

do

cds


d s p d q u i s i a e d u r d p p c a d c


quadrado onda se ra ded dedo uz zorro e rato q ue de uam in vaso est tig ue , primeira e xis ten cia , a e xis ten cia cica sic , a, de uma da relaçao, ra al cao do aro el la ac coa, de paul portas com al gum doc cds ds


um

antigo

saber

partilhado

pelo

menos

pelo

cds

e

pelo

ps


u a s pp m p c e pp

um antigo, o saber, circulo s ab abe rato, p art til ilha ad circulo da p do elo men os p elo dc d cds e p elo do ps, cá está a pouco s anta al ina aça t ra ns sat lan tica, e a relaçao com a guerra no iraque nos anos noventa


de

um

acordo

que

fora

feit o


d u a q f f


de primeiro ac cor do q ue for primeira fei circulo, feito


incriminar

um

outro

para

cobrir

o

primeiro


i u o p c o p


inc rimi min ina ar de um outro, para c ob br iro do circulo do primeiro


e

que

assim

os

dois

partidos

colocaram

o

silencio

na

morte

de

sa

carneiro


e q a o d p c o s n m d s a


é q ue ass simo os dois partidos, p art tid id os circulo do silencio, com es, na mor morte de sa ac aca ane neo da morte de sa carneiro, circulo rato ps circulo


a

isto

se

junta

como

sempre

e

impune

ate

ao

momento

todo

o

tipo

de

combate

que

lhes

forneça

leite


a i s j c s e i a am t o t d c q l f l

onda da primeira do is do to, se da junta, sej un cruz primeira cp circulo omo, se mp re é em mp un ne, primeria te da primeira do circulo omo do momento, mo men to , todo circlo da cruz ip do ipo , tuberculose, de , com bate q ue l he es

for nec a leite, a l leite lei te it e

.

..


ouvia

eu

dizer

em

dia

recente

..

.

o e d e d r


circulo, c irc uk primeiro do circulo uv vaso via do ia europeu di ze rato ps em dia , rec cente, c en te

.

..


a

dezaseis

anos

que

vivo

a

tua

conta

..

.


ad a q v a t c

primeria da ad dez ase do is ano serpente do que vaso ivo , primeira do tua, douro, conta


.

..


isto

oitenta

e

tres

..

.

di oe t


quadrado da primeira do acento io os to de oitenta e tres, circulo oi it en cruz primeria é cruz rato espanhol

.

..


bem

se

lhe

pode

a

ele

o

fato

encaixar

..

.


bs l p a e o f e

b em se sel he, dele, pode da p da ode da primeira dele, circulo do fato, pedro, enca ca iza ar

.

..


mas

este

escutado

nao

so

se

aplica

somente

a

ele

..

.

m e e n s s a s a e

ma serpente ase este, es circulo cu cruz ad circulo nau cao serpente circulo da se ap da lic da prmeia s om en que mente, primeira dele, el le

.

..


quantas

vezes

os

roubos

quantas

vezes

a

carga

contra

quem

contra

que

almas

..

.

q v o r q v a c c q c q a


qua da antas, porto, ant às vas e zorro ze serpente os dos roubos, qua anta serpente vaso é zorro epanhol primeira carga, prmeira circulo arga, q ue em contra, q ue da alma, al primeira lama, alma serpnte, moret da di

.

..

carga

a

carga

se

faz

a

munição

..

.

c ac s f a m

c rag a se f az primeira do circulo arga se f az primeira am muni sao, circulo arga, primeria do circulo arga se do f az da primeira am muniçao, mono moni sao

.

..

ate

que

um

dia

bum

..

.


a q u d b

primeira te q ue de um do dia, segundo do primeiro do bum, da explosao, e x p l o sao

.

..


um

grande

de

preferencia

a

dizer

a

todos

qie

a

coisa

esta

mesmo

descontrolada

..

.

u g d p a d a t q a c e m d


um mg gato rande de pre efe feren, fr ren ci, primeria ad di zorro ra de todos, quadrado do ki do ie, primeira do ac co isa é sta me sm circulo do quadrado es sc c em cruz rol lada, onze ad da primeira

.

..


uma

ponte

caida

na

primavera

..

.

u p c n p

uma , ponte, ca ida , circulo aida, can tora, na prima ave vera, da primavera

.

..


vidas

ceifadas

na

estacao

do

renascimento

que

se

chama

tambem

sempre

esperanca

..

.

v c n e d r q s c t s e

vaso id ds serpente ce ei fadas, na est tacao ac cao do circulo da renascença, rr, cimento, ac si ie em n to q ue se da sec chama, co irc culo ham am t am tambem, se mp re es pera anca

.

..


esperanca

como

nome

proprio

parece

espelhar

a

possibildiade

de

tamanha

carga

ter

sido

usada

pra

ceifar

uma

roma

ou

mesmo

mais

..

.


e c n pp e a p d t c t s u p c u r o m m

esperanza, es pera e za, c omo no me pro p rio pa rece es ep primeiro do homem da ar, primeira da ap p os sibil bil dia iade, det am manha da carga, circulo arga, teresa rato serpete id circulo usa sada, pr ra ac se ei f da ar da uma de roma, circulo do vaso do primerio me sm cic culo do circulo mais, fr

.

..


a

imagem

de

santa

comba

dao

..

.

a i d s c d


primeira ima mage em made ria da serpente da anta de comba do dao, s ant primeira do ac om mba ba do dao, douro, doc quadrado do circullo do iro

.

..


e

da

semelhanca

daquele

que

se

disse

ser

o

serial

killer

e

o

alberto

lopes

alberto

lopes

alberto

costa

..

.

e d s d q s d s o s k e o a l a l a c


e da semem primeiro homem ank daquele q ue se di iss se serpente ero circulo ki ille da ler, ero circulo do al berto lopes, al berto do lop ps, lopes, alberto costa

.

..


tres

rosas

caidas

tres

tremendas

dores

uma

esperanza

ceifada

uma

ponte

caida

..

.


t r c tt d u e c u p c

cruz rato ps espanhol rosas ca aidas id as cruz rato espanhol ,cruz reme men do quadrado do às das dores espanholas , uma es pera e za ceifada, circulo ei fada, esperanza, uma da ponte caida, circulo aida can tora, ca id da primeira

.

..


e

os

favores

autarquicos

em

funcao

do

comercio

..

.

e o f a e f d c


é os forte avo rato ps espanhol autar rui quico serpente em f un cao doc do comercio, co om mer rc cio do io

.

..



entre

cores

aliadas

ou

desaliadas

confrome

cadda

situacao

..

.

e c a o d c c s


en cruz red deles, cor espanhol aliadas, al iad as , circulo do vaso do quadrado es sal lia ad das c onm fr om rome me ca ad dd da primeira si it tua cao

.

..



neste

caso

o

comercio

de

areias

a

materia

prima

dos

construtores

..

.

n c o c d a a a m p d c



nest doc caso, circulo do comercio, de ar reia as primeria am mat te ria prima dos construtores, pr ima mad os construtores, co ns t ru tor espanhol

.

..


as

que

com

frequencia

sao

incumpridoras

e

fazem

mal

com

a

protecção

dos

aparelhos

dos

partidos

nas

camaras

..

.

a q c f s i e f m c a p d a d p n c


às serpente pn te q ue com fr e q ue en cia da saoé f az ze em mm al , com da primeira por tec cc cao, do os dos ap par ar rato el, dag ho os circulo na serpente cam mar ar ra primeria serpente

.

..


como

aqui

o

provei

em

lisboa

com

o

concluio

da

procuradoria

..

.

c a o p e l c o c d p

circulo omo da primera do ki aqui em lisboa, circulo do por do ov,a cidente do carro da minha mae, da ove ei em lis sb boa com do circulo do concluio da procuradoria, doc on c lui io da pro cura dor ria ia, da procuradoria

.

..


no

nao

combate

à

corrupcao

neste

sector

onde

operam

grandes

empresarios

com

negocios

distintos

nas

vezes

mesmo

o

futebol

..

.

n n c a c n s o o g e c n d n v m o f

no n cao com nbate primeira ac cor rip cao nest é sec tor onda opera ram am gato rand espanhol em mp presa sario os com do negocios, di serpente tintos, na serpente vaso e zorro espanhol me sm circulo do circulo, o do futebol

.

..

agora

desvelou

o

espirito

a

relacao

com

um

e

caida

e

o

circulo

azul

de

roma

..

.


a d o e a r c u e c e o c a d r


agora do quadrado espanhol do sc cel lou, velo , aro argo nautas, do circulo do es pi do rito, primeria do tribunal da relaçao, com de um , é circulo aida, can tora, caida, é o circulo azul de roma, é circulo az vaso do priemriio der roma rato oma

.

..



a

key

das

bolas

do

grupo

do

pentagono

do

filho

do

madail

..

.

a k b d g d p d f d m

onda da primeira da ak c h ave dela as das biolas, do dog do rup do circulo do pentagono, o da fil do homem do circulo do filho do madail, a key das bolas, é a que aqui esta no livro da vida descrita, relacionada com a incrustaçao no circulo de roma, r al la ac cio na ad da primeira com da primeira inc ru st t ac sao, no do circulo de r oma

.

..


o

euro

do

tempo

do

euro

de

94

..

.

o e d t d e d 94


circulo do euro, dot te mp circulo , o do eu ur circulo do ur do circulo do io da ode em noventa e quatro

.

..


e

de

lisboa

capital

da

cultura

..

.

e d l c d c

é de lis sb boa circulo da segunda da primeira da capital, tvi, disco, da ac cu da primera tura, ur primeira da capital da cultura

.

..


reparai

ainda

que

as

verbas

que

agora

vieram

a

lume

provam

..

.


r a q a v q a v a l p


rato ep par do rei da primeira inda do quadrado do europeu às das verbas, vaso e rba serpente q ue do agora, vi ie ram am primeira al lume, por ova vam am

.

..


sobretudo

a

relacao

entre

eles

no

ponto

em

que

se

conhece

atraves

de

comprovativos

de

pagamento

..

.

s a r e e n p e q s c a d c d p


s ob e rt tudo, manto da primeira do tribunal da relaçao, en cruz roda deles, no do ponto em q ue da se c circulo em he sea cruz rave espanholas, nl, r ave es dec om mp pro oba vat ivo serpente sd é pa gam en cruz circulo

.

..


e

ainda

nao

se

sabe

o

que

exactamente

para

pagar

o

que

..

.


e a n s s o q e pp o q


é primeira inda nau do cao se , o sabe ,s ab abe, circulo do qaudrado da ue, é x xa ac cta tam am que mente, para da pa gato da ra circulo do quadrado do europeu,

.

..

para

alem

de

que

saber

de

umas

levanta

a

supeita

da

existencia

de

outras

..

.

pa d q s d u l a s d e d o


para do par da primeira al lem deque , saber, s abe rato , de uma serpent primeria eva van cruz primera, da primeira suspeita, s io pe it da primeria ad , priemria é xis ten cia de outras

.

..

relembro

tambem

recente

afirmacao

do

que

se

diz

porcurador

geral

da

republica

..

.

r t r a d q s d p g d r


rato do el lem br circulo tambem, t am tambem, rec cente, c en te, a fi rato maçao, doque se di zorro do por rc cura dor, ge r al da rata pe da publica, ervista do publico, kapa lico

.

..

no

seu

jeito

vergado

..

.

n s j v

no serpente euorpeu je it cruz circulo ove rato do gado

.

..


que

se

tinham

recuperados

muitos

,ilhoes

dos

bancos

sem

especificar

exacta

quantia

..

.

q s t r m dag d b s e e q


quadrado da se da tinah do ham da manha , o do muitos milhoes, o dos bancos, se em es pe cif fi car, e x ac cta qua ant ti ia, q ue se tin h am rec cup pera ad os mu it os si l ho es d os dos bancos, se em es pe cif i car e x ac t a qua ant ia

.

..


e

acrescentando

logo

como

a

mal

justificar

que

nao

era

da

competencia

da

procuradoria

reaver

o

dinheiro

..

.

e a l c a m j q n e d c d p r o d


é ac rato rs sc centa , c en t a ad dn quadrado do circulo do logo, dol ogo, com do circulo da primeira am mal al, ju s ti fic ar q ue en cao era da ac com om pe pet ten cia da ap por roc cura ad dor ia rea ace e rao do ero do circulo do dinheiro, din he do iro

.

..


pois

é

estranha

afirmacao

em

parte

verdadeira

em

parte

com

falta

de

logica

e

nao

inspira

nem

boa

navegacao

nem

bom

resultado

..

.

pee a e o i e pc f e n i b n n b r


p o is e se é est rata da anha a fi r macao emo p da arte ive rda de ira em p arte com

f al a td é elo da logica, é n cao is spi da ira ne m boa navega ac cao ne m b om

rato ps es esu vaso curz ad circulo

.

..

pois

pela

lei

compete

a

quem

conduz

o

inquerito

viabilizar

por

meio

de

prova

a

recupercao

do

que

foi

lesado

..

.

pp l c e a q c o i v p m d p a r d q f l


p o is p el al ei com mp pete , primeira q ue em condu uz circulo do inc ue do rito, vaia ab bil iza ar por me do io de pro da ova , primeria ar rec cup cooper, comonicaçoes, doque do fo do io le espanhol sado

.

..


e

depois

porque

nao

precisar

a

informacao

se

o

assunto

na

qualidade

de

procurador

e

a

todos

comum

..

.

e d p n p a i s o a n q d p e a t c


é d ep o is por que n cao pr e cisa isa ar ra primeira da informaçao, in for macoa, se do circul do assunto, ass sun to, na kali, al id ad e do pro roc cur ad da dor é primeria a todos comum, com do primeiro

.

..



que

razao

e

segurança

da

quem

procura

a

quem

lhe

endossa

a

função

..

.

q r e s d q p a q l e a f


quadrado eu rato az aza primeira do circulo é segur anca da do quadrado europeu em pro por rc cura, ur primeira, priemira aui do quadrado da ue do ml , he en quadrado is sa da primeira fun cao

.

..


de

dizer

que

contribuiram

para

recuperar

muitos

milhoes

sem

especificar

quantos

..

.


dd e j c p r mm s e qa


de de di ze rato quadrado ue do principe da primeira do ac circulo em cruz rub vaso iram, para rec cup pera ar mu itos mi priemrio homem do circulo espanhol, se em mes sp pe cif fi car circulo da ar ca au un t os

.

..


em

relacao

a

cambalachos

que

no

seu

todo

à

data

da

ultima

contagem

do

dano

ia

em

um

milhao

e

oitocentos

mil

milhoes

desaparecidos

em

parte

incerta

..

.

e r a c q n s t a d d u c d d i j e m e o m m d e p i


em mr a relacao, coa ar el laca ac cao, primeira do ac cam bala ac h os, quadradoda ue do no serpente euopeu, todo da primeria da data, dat am, da u l t ima conta tage em made ria do ano do dano , ia j da primeira em primeiro milhao, é circulo do oi it toc centos, c en t os, mi primeiro milhoes,mortos, qaudrado es sapa pare rec id os em p da arte inc ce rta

.

..


muito

dinheiro

capaz

se

mal

usado

de

grande

e

variado

dano

..

.

m dc s m u d g e v d


mu it circulo do dinheiro, din do he do iro, ca ap p az se mal al, usa sado , de gato rande é eva vaso aria ria ad circulo do dano do ano

.

..


muito

dinheiro

se

bem

usado

capaz

de

belas

obras

num

pais

que

vive

na

miseria

..

.


m d s b u c d b o n a q v n m

mu it circulo dine, di ine, ne do home do iro se segundo em ca ap paz p az de belas, ib br as nu primeiro ap pi, tvi, is q ue vas ive na mise ria , rata ia

.

..

e

o silencio

da

puta

do

banco

de

portugal

o

constante

pepino

constancio

do

ps

..

.

o d p d b d p o c p c d p


é circulo do silencio, com mes, me es, circulo si primerio nci cio do io da puta do banco de portugal circulo do s bn , co sn t ante do circulo do pep ino coin sta ac cn cio do io, o do ps

.

..


e

estas

declaraçoes

da

puta

tambem

terrorista

que

leva

indevidamente

o

cargo

de

procurador

..

.

e e dd p t t q l o x d p


é es sta serpente sd dec lara dag raçoes oe espanhol da puta tambem, te rr circulo do ista quadrado europeu da primeria eva inde vaso si id dam am que mente, circulo co z argo de pro roc cura dor, au ad circulo do rato ps

.

..


e

atendendo

à

gravidade

dos

factos

prova

alem

de

qualquer

duvida

que

estao

cobrindo

estes

desvios

e

consequentemente

quem

os

fez

e

tambem

onde

e

para

quê

o

dinheiro

foi

usado

..

.

e aa g d fp ad q d q e cede c q o f e t oe p q o d fu

é a t en d en dó quadrado do circulo da pirmeira do acento gato rato ps av id ad e do os f ac tos do actos, por da ova al lem deque q ual q ue rato ps quadrado do vaso uv, id primeira, quadrado europeu es tao circulo ob br indo est espanhol do quadrado dos desvios, d es vaso vi do io do os, é co nse sec q ue en te maior net, quem os fez, q ue mo s fez, mar rocos, e eta tam am tambem da onde, e, para quadrado europeu circulo do dinherio, in he do rio f do io isa usa sado

.

..


com

uma

investigacao

séria

e

decidida

se

poderá

perceber

a

teia

na

sua

totalidade

e

os

pontos

de

quem

se

vai

cruzando

em

todos

os

partidos

..

.

sc u i s e d s pp a t e o p d q s v c e t o p


s o c om uma in v est tiga ac cao da se da ria é dec id dida id a, se pode der ra per rc ce be ra primeira da teia, te ia

na serpente da ua tota al id ad ee, é os p om t os deque em se vaso eva ai, do circulo ruza ru uza ando em todos os partidos, é priemria do ki aqui, g en t es de portugal, t emo sp pro ob l ema g r ave p o is e ca s bic vaso do quadrado do circulo


a q g d t p g p e c b

.

..


e

aqui

temos

caso

bicudo

..

.

e

a t c b

é primeira do ki aqui t emo sc caso, maluco, bico bic vaso do quadrado do circulo

.

..


como

tal

poderá

ser

feito

se

quem

o

deveria

fazer

está

vergado

aos

corruptos

e

corrupto

assim

tambem

se

tornou

..

.

c t p s f s q o d f e v a c e c a t s t

circulo omo cruz al pode der ra ser f ei it circulo, feito, sec quadrado dd ue emo ode de eve da ria a az ze rato ps e sta vaso e rato do gado priemrio do os cor rp pt os é cor rup pt circulo ass si em t am tambem se tor do torno vaso


.

..


pois

so

secando

esta

agua

por

completo

e

que

a

areia

deixa

de

ser

movedica

..

.


ps s e a p c e q a a d d s m


p o is s serpente do circulo do onze sec ando e sta da agua por co om pm mp primer io é cruz circulo, é qaudrado da ue da primeria da areia, ar reia da ar, de iz ad e ser mo ove da dica, jornal

.

..


podemos

todos

de

novo

começar

a

respirar

por

saber

de

experiencia

vivida

que

a

justica

é

justica

de

acordo

com

a

propria

vida

..

.

s a p t d n c a r p s d e v q a j e j d a c a p v

serpente do circulo do acenco circulo da ema nu elle do ai, pode demos emo serpente todos, de en ovo com meca aca car da cara prmeira ar rato ps es spi pira rat por, o saber, de e z p per rie ei en cia vaso iv id primeira quadrado da ue da primeria da justiça, de ac cor doc om da primeria por p ria vaso id da primeira ida

.

..


e

sabendo

que

qaundo

se

descalcam

os

pilares

eles

sempre

caim

..

.

e s q s d o p e s c


é serpente ab bem en dó doque qa un dó se d es sc c al cam am os pilares, eles sempre circulo caim,c al cm a am amo os pi ila ares espanhaol, el espanhol se mp rec irc culo do caim

.

..



muitos

mortos

muitas

necessidade

de

protec;ao

na

rede

da

teia

que

assim

se

torna

grande

..

.

mm m n e d p n r d y q a s t g

mu it os mortos, mu it as da necessidade, mne, de pro tec dag cao na rede da teia , te ia, quadra ue ass sim se tor nag ra ande, pa g ian gina do vinte quatro bar do ra do natal, do vinte e quatro, as si m me ac r es centa o p o r c es s a do r de te x to nest a m om en to



continua....