domingo, dezembro 13, 2009

continuaçao...

.

..

todos

sabem

que

a

justica

nao

tras

lei

correcta

para

combater

eficazmente

estes

crimes

de

abuso

de

poder

e

de

corrupcao

assim

se

estrutura

a

impunidade

que

vos

a

vos

mesmo

vos

haveis

autorgado

..

.

ts q a j n t l cp cee cd ad dp é dc às sea ai, q vaso a v m v homem da primeira

a h v m v av qi ia es sa ac cd e p d ad dc ee cp c l t n a j q s t

ts qa primeira da justica, n cao t ra s l ei, cor r e cta para com bate rato e fic az que emnte, este s crimes, de ab bus ode pode ode der, é cor rup cao, ass si em se est ru tura, primeira em mp uni dade, q ue vaso os av os me sm circulo vas os home ave is au tor gado

.

..


ao

arrepio

das

vossas

obrigacoes

perante

a

lei

a

tal

que

depois

dizeis

ser

igual

para

todos

morrei

putas

infernais

111

a a d v o p a l a t q dd s i op t m p i primeiro do cento e onze, dos jogos de casa e de leito, eli

primera do circulo cao ar é pido, d as v os sa ob rig ac o es pe ran te primeira al lei ei , primeira

t al, q ue d ep o is di ze is ser i g ual para de todos mor rei das putas infernais, pr ie mr io dot r ip la uni dade 1 111


(nesta pagina em cima as seguinte anotacoes, joao godinho, filho do empresario de ovar, jose antonio, contra dancas, angulo, represa e angulo dos concursos publicos, domingo paiva nunes, vogal da edp. pizarro saude, o diabo dos olivais,

enkel e x guarda monte vaso angulo da cobra es do anzol.


Nest primeira pa gina em c ima às se gui inte ano taco es, jo ad do circulo do godinho, filho do em presa sario de ova ar do jose antonio, contra dancas,

angulo do represa e angulo c on cor us os ursos, pub lic os, do mingo pa iva nunes, v circulo do gal da e da p iza aro da saude, vera, o diabo dos olivais,

en kapa el dele, é x guarda monte vaso angulo da cobra es do am zo primerio do anzol)

.

..

falais

em

dia

recente

de

alterar

a

lei

que

permita

a

investigaçao

dos

fornecimentos,

dos

favorecimentos

das

combinas

e

dos

conluiados

..

.

f al a is e m dia, rec cente en te de al te r ar a da al lei, q e , per mit a a in v es ti fa facao,

é f dos for ne cimentos, d os f avo rec cie ie mn t os da s com bia se d os c on lui iad os

fed ra al q p aia f d f f f dc é d ce

.

..

e

obter

prova

valida

para

que

nao

escape

o

criminoso

..

.

e o p v p q n e o c

c o e n q p v p o e

e ra aa e o e o o

oo e o e aa ar e

é ob bet teresa ratp pro da ova vaso al id da para do que n cao es cape ape circulo do rim da mim do osso, pi rata

.

..

e

se

nem

isto

haveis

ainda

decidido

..

.

e s n i h a d

d a h i n s e

e e m o s a o

o a s o m e e

é se ne made ria is to home ave is primeira inda dec id dido id circulo

.

..


como

entao

pensar

ainda

que

sois

capazes

do

adquado

..

.

c e p a q s c d a

ad c s q a p c

o r a e s s e o

oe é ss sea da ar do aro

com circulo pen s ar a inda q ue s o is ca ap p az es do quadrd ode ad qua ad circulo

.

..


deixai

de

pensar

a

parte

e

à

medida

da

vossa

comviniencia

..

.

dd p a pe a m e o s d v c

c v d s o e m a e p a p dd

ie ra e e a a eo o a aaa

aaa o oe a a e e ar rei

de ix ai am , de pen s ar , primeira da ap da p da arte, é primeira me dida , é circulo serpente ren te do circulo da do vaso os sa com vini ei en cia ca

.

..


pensai

uma

lei

inteira

do

dinheiro

de

origem

e

raiz

e

natureza

de

aplicacao

publica

..

. p u l i id dd do e r e n d a p

p u l i d d d o e a a p lic cacao

p a a e d o d d i l u p

ia ia o om e o cao do cacao da publica ca

pen sa eu uma da lei, inet rato da ira italia, do don he do iro deo rige me ap do ponto ica aca caa, carlos cruz, circulo, ap li cacao da publica, suplemento d jornal

.

..

demostrareis

assim

que

sois

capazes

de

sair

do

pantano

..

.

d a q s c d s d p

p d s d c s q a d

s me e ss e r oo

oo r e s s e m s

demo st ra reis serpenet sa ass se maior duplo quadrado da ue, s oi is capa az es , de s air, do pantano, pan da cruz do ano

.

..

se

forem

capazes

uma

lei

curta

e

clara

o

bastante

e

sufeciente

que

regule

este

plano

..

.

s f c u l c e c o b e s q r e p

p e r q s e o b c e c l u c f s

e m s a i a e a e e ee ee o

se fo do rem, capa az es, uma da lei do cu vaso rta, é clara, circulo ba st ante, é sufe cie en te q ue rer vaso le, este pal al no do plano, p lan primeiro ano

.

..

que

seja

a

base

da

boa

jurisprudencia

para

nela

se

apresentar

o

caso

..

.

q s a b d b j p n s a o c

c o a s n p j b d b a s q

caso, louco, circulo ap pr es s en t ar, se nela, para j ur is p pr ru u den cia da boa, da base, primeria do seja, quadrado europeu

.

..

nao

esquecendo

que

cada

caso

é

sempre

um

caso

distinto

pela

distincao

das

partes

..

.


ne c cc ave eta se priemrio caso do quadrado da di do st do tinto, o bode, p el primeira da ad di s tin cao da s p das e art espanhola

p dd dp dc ise sec cc quadrado en

n cao es q ue ced dn no, q ue c ad da primeira do ac do cao, home circulo ave eta é se mp re priemrio caso, di st tinto, p el ad is tin cao da serpente p das art espanholas

.

..

que

ireis

fazer

..

.

q ue ire rei is f az ze rato

qi forte

fi quadrado

es rato

rato se

.

..

continuar

como

bandidos

..

.

ccb

bcc

r os

s o r

c on tin vaso ua ar c omo dos ban didos, id os do circulo, ccb , bcc, sor, serpente circulo do rato, top da ar

.

..

ou

como

alguem

dizia

sereis

vos

mesmo

enquanto

representantes

..

.

o c a d s v m e r

r e m v s d a c o

u o m a s s o os

s o os s a m o u

circulo vaso circulo omo di zorro do ia se reis vas os me sm circulo en qua ant circulo rato ep pr es s en t ant espanhola

.

..


os

que

irao

iniciar

e

suportar

uma

investigacao

bem

feita

e

rigorosa

na

liberdade

da

estensao

necessaria

no

que

enquadra

a

propria

lei

cujos

proprios

limites

sao

tortos


os q ue irao in nic air e s up porta ar uma in v es tiga ac cao b em ,feita, é e

r igor rosa na liber rda dade, da est en sao ne c es saria ni q ue en quadra,

a pro rop p ria da lei, cu j os pro per is li mit es sao tor rt cruz os

o q i ie s u i b f e r n l d e n n q a p l c p l s t

.

..

recordarao

o

mote

do

que

se

mata

afundando

se

no

pantano


ram d q s m a s n p

pn s a m s q d m a r

o a e o e e a o e oo

o oe o a e e o e a o

rec corda rda do quadrado arao, prmeira am amo te, do que se mata, a funda dando, se no pantano,, br, en circulo do pan da cruz da ana

.

..

recordarao

que

o

corpo

e

imagemdo

corpo

que

se

afundam

todos

e

tudo

..

.

r q o c e i d c q s a t e t

t e t a s q c i d e c o q r

oe o o e o o e e m s e o

reco cor rda arao, q ue circulo do corp , circulo oe, ima ge made ria doc corp circulo quadrado da se da primera funda do dam da am, todos e tudo

.

..

se

nele

em

ausencia

de

justica

continuar

mos

a

ser

obrigados

a

viver

..

.

sn e a d j c m a s o a v

v a o s a m c j d a e n s

vao, mario soares, os sam am mc j d primeria en ns serpente

se nele, em au use s en cia de ju st toi, can tor, ica , conti nu ar mosa primeria ser, ob br rig dos gados , da primeria do canal viver, vaso ive rata

.

..

na

ausencia

dela

tudo

sempre

se

afunda

e

se

mantem

afundado

..

.

n u d t s s a e s m a

am se a s s t d a n

aa e o e e a e e m o

na ua cao use serpente en da cia dela , tudo, se mp rese, primeria funda, e se man te ma fun dado, jogo f un

.

..


um

banqueiro

de

idade

de

conhecedor

nao

muitos

dias

se

espantava

de

que

hoje

em

dia

deixou

de

saber

em

quem

se

pode

confiar

..

.

ub di d c m h m d s e d q h e d d d s e q s p c

cp s q e s d d d e h q d e s d m h c c d id b u

moe e ero as s sea ee ema ue rm me e rat

um banqueiro, bac bam, de id ad e dede c om he se da dor, n cao home da primeira am mu it os do dias, psd, se es pan da cruz ava, de que europeu do home do hoje, em dia, ferreira, de ix circulo do vaso de , o saber, em q ue em se p pode da ode dec on fi fia ar,

.

..

depois

certamnte

de

ter

feito

uma

descoberta

que

nao

era

mencionada

em

suas

palavras

mas

que

pelo

que

disse

lhe

pos

ate

aquele

momento

em

causa

o

julgamento

de

si

proprio

..

.

e p c t f u d q ne em es sp pm q p q d l p a am meco j d ds sp p

ep circulo do is ce rta tam am net td e teresa , feito, uma da descoberta, funcacao,d es c co berta rta, q ue n cao e ra men cio na ad da primeira em serpente ua sp pala av ra serpente , masque da p do elo q ue di iss se do primeiro homem espanhol, p os posa primeira te, daquele mo men to, em ca ua usa do circulo do julgamento, ju l gam am men to de sip pro eor da p do rio


( ulrich, aparecia agora de novo na seman passada, na tv, muito agitado de gesto, como nao eé seu habito, muito mexendo as maos e dizendo que muitos o acusavam de ser resposnavel da crise finaceira internacional e por ai fora, o que é espantoso diezer, mas que ele negava todo, quem diria,

ur primerio do rich ,ap pare rec ia do agor de en ovo, na se man da passada, louca, na tv, mu it circulo da primeira gita ad ode do dog est c rc culo, c omo n cao e é s eu home do ab abi bt it circulo , mu it circulo do mex, exercito, en do às mao se di zen do q ue mu it os circulo ac cu usa serpente bte vam vam am, de ser rato e sp os na ave primeiro da ac c rize, fina ac se da ira inter na cio na al, e por rai for da primeira, circulo q ue +e es pan t osso, die ze rato masque dele, , elene ne gato ava tod, q ue em di iria I

.

sip, o proprio

.

..

espantoso

dizer

da

parte

de

um

banqueiro

um

homem

de

quem

se

espera

confianca

e

justa

avaliacao

em

quem

e

pressuposto

poder

confiar


es pan toso di ze rda p arte de um banqueiro, um homem deque ue em

se da es pera , da confianca, seguros, ac c on fia anca, é ju sta ava al iac cao

em q ue me pr es s u post o poder p ode der rc c on fia ar rato

e d d p d u b u h d q s e c e j a e q e p p c

c p p é q e a j e c e s q d h u b d p d d e

.

..

mas

a

relaidade

nao

é

esta

se

virmos

por

exemplo

os

muitos

exemplos

da

promiscuidade

entre

as

adminsitraçoes

dos

bancos

e

os

partidos

todos

como

do

vara

no

bcp

.

..

mar rato rn ne, é vaso da p e om me d p e a ad db, g rito, serpente se do circulo da p t c d v n b

bn no vara doc omo todos p art id os, os é bancos dos serpentes ad min s it ra dag o es , adminsitraçoes, as en cruz rep pro romi is sc cu id a ded a ,é x emp i os omu it os , é x e mp lo, por vi ratos mose est ase, do extase, e x tase, chavena, ch ave en a cha

masa primeria ar rato el aida id ad do quadrao en cao é es sta, se vi rato mo spor, roma, e x e mp lo, os mu it os exe mp ol sd da primeir do pro romi is sc cui, cu id ad e en t rea as das ad min s it dag das raçoes, oe es, dos bancos , é os p art id os todos, com circulo do varo do no do bcp

aqui se desvela clara acusaçao!!!!

.

..

o

que

mudou

é

que

hoje

é

possivel

a

dissimulaçao

e

a

manha

em

planos

e

identidades

que

se

nao

conhecima

ontem

..

.

circulo q ue mid circulo vaso ue , ps os serpente iv do el, primera da dissimulacao, ad di iss si mula ac cao, é a prmeira da am manha, em p da lan ano am da serpernte, e ed em t id ad espqnho, la q ue se en cao c on he c ima on te made ria de ontem

o q ue mud , lama, l am ama ma, circulo do vaso, é q do eu p os s iv el primeira da ad , da dissimulacao, di iss si mula la ac cao, é priemira da am manha, em p lan ano se id en tid id ad espanhilo do quadrado europeu se en cao c on ge circulo ina ima on te made ria

.

..


e

se

as

leis

nao

sao

simples

e

eficazes

nem

correspondem

às

mudancas

dos

tempos

a

justica

se

torna

tambem

assim

lenta

e

ineficaz

..

.


ie l a t t j a e t d m a c n e e s s l a s e

e e ss o s e s m m s s s se a e a m ma e z

ze am ma e a es s s sm ms es o s se e


e s a l n s s e e n c a m d t e a j s t t a l ei ine fi ica az

é se às das leias, n cao sao do simples, empresa, ee fi c az espanho, ne mc cor rato ps espanhol sp ponde mne em as mud dancas, do os te mp os , é a primeria ju s ti c ase tor nata tam am tamebm, ass si em ml en cruz primeira e ine fi ica az



continua....